Hatches Lançamentos Peugeot Preços

Peugeot 308 2016 chega renovado e com preços a partir de R$ 69.990

peugeot-308-2016-2

O Peugeot 308 2016 chega importado da Argentina com visual renovado. O hatch médio da marca francesa agpra dispõe de preços a partir de R$ 69.990 e algumas novidades.

Visualmente, o Peugeot 308 2016 ganhou novo conjunto ótico com LEDs diurnos, faróis com máscara negra, grade redesenhada e com acabamento cromado, para-choque com formato mais moderno, faróis de neblina reestilizados, lanternas e LED e conjunto de rodas atualizado.

peugeot-308-2016-3

Por dentro, a novidade é a mudança da multimídia no painel, cuja tela passa a ficar em posição mais baixa, saindo do topo do conjunto. Agora ela suporta os programas Apple Car Play e MirrorLink para aparelhos Android, bem como HD interno de 16GB.

Além disso, o quadro de instrumentos foi reformulado e todas as versões têm teto panorâmico. O volante em couro também é de série, enquanto os assentos recebem uma nova padronagem. Fora o visual e acabamento, o Peugeot 308 2016 adota reposicionamento de versões, extinguindo a Active 1.6.

peugeot-308-2016-5

A Allure 1.6 manual parte de R$ 69.990 e inclui motor 1.6 16V Flex de até 122 cv, câmbio manual de cinco marchas, ar condicionado dual zone, teto panorâmico, multimídia, seis airbags, Isofix, sensor de estacionamento traseiro, sensores de chuva e crepuscular, limitador e controlador de velocidade e alarme.

Já a Allure 2.0 Automático custa R$ 75.990 e adiciona motor 2.0 16V FLex de até 151 cv e câmbio automático de seis marchas, tendo ainda controle de tração e estabilidade.

peugeot-308-2016-6

Por fim, a Griffe THP Automático custa R$ 82.990 e acrescenta motor 1.6 THP Flex de até 173 cv, novo câmbio automático EAT6 de seis marchas com função Eco, rodas aro 17 polegadas diamantadas, sensor de estacionamento dianteiro, bancos em couro e multimídia com navegador e câmera de ré. Amanhã publicaremos nossas impressões ao dirigir.





  • Gustavo73

    É um projeto datado aem dúvida. Mas pelo menos ficou bem equipado, não dava para trocar as rodas 17 pelo esp/tc na versão de entrada? Pra quem precisa de um médio e não quer gastar muito e ter bastante equipamentos tá até valendo. O Cruze custa mais e oferece menos a partir da 2.0. Dá para incomodar pelo menos ele.

    • Foxtrot

      Concordo, o custo x benefício não esta ruim e o carro esta bem equipado. Só acho que poderiam tem mantido a CMM na parte superior do painel.

      • Gustavo73

        Também preferia, melhor posicionada para o motorista. Mas não era touch e o pessoal reclamava,mesmo que naquela posição não fizesse sentido. É um carro antigo, mas com compacto custando isso ou mais e sendo menos equipado (né CrossFox) acho que tá valendo.

        • C.A.

          Se bem que a proposta do CrossFox é outra, mas tudo bem… Não sei dizer se o custo-benefício é tão bom assim, mas certamente não é ruim principalmente nessas versões de entrada.

          • Gustavo73

            Olhe a cconcorrência, Focus SE de 69 só tem 2ab, ar manual, sem uma CMM, nem teto solar e com um 1.6 igual o destaque fica para o esp de série, o 2.0 por 75 tem ar condicionado digital dual zone e custa menos que o Cruze LTZ, o THP tem esse motor e custa menos que o LTZ. O Golf tem até mais equipamentos de segurança, mas para ficar tão equipado custa bem mais.O Focus também custa mais e só oferece mais na Titanium plus por bem mais também. Como disse não é o europeu mas pelo menos oferece mais por bem menos.

            • Mais no equipamento, menos no conforto. Vou de Focus de olho fechado. Se eu fosse o diretor de vendas da Peugeot, retiraria os 6 airbags, e colocaria CMM no lugar. O mercado deve preferir assim.

              • C.A.

                Mas o 308 tem ambos, desde a versão de entrada…

                • Nao é o que está escrito no texto.

                  • C.A.

                    ”A Allure 1.6 manual parte de R$ 69.990 e inclui motor 1.6 16V Flex de até 122 cv, câmbio manual de cinco marchas, ar condicionado dual zone, teto panorâmico, *multimídia, seis airbags,* Isofix…”

                    A Allure 1.6 é a versão de entrada agora.

                    • Mas nao está escrito com navegador.

                    • C.A.

                      É verdade, mas não pensei que você esta se referindo a isso. CMM não é central multimídia?

                    • Entao o Focus tem CMM desde versao basica. kkkkkkkk. Alias, assim eles descrevem no site.

                    • C.A.

                      Eu realmente não entendi nada dessa nossa conversa, mas então tá. Minha cama me chama! Boa noite pra você!

                    • Bruno Wendel Marcolino

                      papo de louco kkkk

                    • C.A.

                      Hahaha

                    • Gomes

                      e Se tem CarPlay pra que GPS? Usa Waze não? O importante eh que tem os 2 itens que vc falou: CMM e 6ab. Se não me engano no THP ainda tem câmera de ré

                    • Wellington Myph13

                      Esse 308 novo tem CMM sim, ela não tem Navegador na versão de entrada e na 2.0 mas tem o Carplay e Android Auto que reproduz na tela o Gps do celular (Que todo mundo tem). Já no THP ela oferece o navegador dele…

                    • Hummm. Então bora preencher o cheque. kkkkk

                    • Edson Fernandes

                      Mas tem mesmo.

                      O Focus não tem a tela assim como o 308, mas tem sim uma central interligada ao computador de bordo que mostram as funções do carro + entretenimento (adicionando o Sync ao Ford inclusive).

                      Central multimidia não é só telinha não. Até porque, dizer que um Mylink é central multimidia que é forçado.

                    • Pra mim, central multimidia tem que ter tela, e rodar gos ou video no minimo.

                    • Redpeak77

                      vc não precisa de GPS no carro… pode pegar o JR ou o metrô de boa! kkkkkk
                      em Sampa o GPS do carro nem tem mais utilidade… se não for o Waze (e consequentemente espelhamento), vc nem sai mais do lugar!

                    • Nao vivo sem GPS em SP (e olha que manjo muitoo de ruas), mas no Japao é item de extrema necessidade. Já que aqui a rua nao tem nome, e eh tratado como quarteirao. Nem as casas tem numero. Sistema arcaico da epoca feudal. Beira o ridiculo isso.

                    • Edson Fernandes

                      O conceito de uma central multimidia é permitir a interação entre o usuario e o carro. Seja ele o som que inclusive pode ser operado por voz no Ford, isso é realmente uma central. Ter tela é um complemento da Central.

                      Se for o caso, observe documentos mais antigos de Audi e Mercedes que sempre colocaram dessa forma porque realmente essa interação é de fato a ter um entrenimento em que interage com o usuario.

                    • Pra mim, central multimidia tem que ter GPS, ou rodar video, ou ainda ter pelo menos tela com touchscreen. kkkkk. O termo multimidia, varias midias, ou seja……….. Caso contrario, nao é central multimidia, e sim “sistema de som”. Se nao for isso, todo carro pode dizer que tem central multimidia.

                    • Edson Fernandes

                      Como eu posso simplesmente dizer que é um sistema de som sendo que eu tenho uma interação no Sync que até lê mensagens? Isso vai além de um som.

                      Som para mim é o que só vai tocar nele, qdo esse interage com quem está comandando ele se torna um sistema multimidia para seu uso.

                      Caso contrário vc só mexeria com botões e a unica interface seria essa (se adequando a não ser uam central).

                      Aqui no Brasil é engraçado como algumas centrais são (por força da lei): Tem video ,mas DEIXAM de tocar quando começa a rodar com o carro. E eu não falei OUVIR, deixam de tocar mesmo! absurdo isso. Se é para ter dessa forma, prefiro não ter.

                    • O termo central multimidia tratado pela midia automotiva, sempre foi atrelado a tela. Quanto a lei, no Japao tambem tem isso. Inclusive vem ligada no freio de estacionamento, pois teoricamente funciona só dessa forma. Mas na pratica, o meu funciona normal. kkkkk

                    • Edson Fernandes

                      Para tudo se dá um jeito…rs

                      Se eu tivesse um central cujo não aparecessem as informações na tela, eu daria um jeito para aparecer…rs

                      Repare que os novos aparelhos burlam essas coisas: Ninguem inventou ainda leis para espelhamento de tela do celular. Para essas centrais, elas não se apagam por conta disso.

                      (dei um exemplo)

                      Infelizmente conhecimento técnico hoje ultrapassa a parte mecanica e é aí que entram noticias bizarras onde a pessoa não tem noção.

                      Quem vive e procura entender a respeito, sabe reconhecer como os carros são inteligentes (ou a central destes), pois felizmente muitos dos problemas são possíveis e entregues pela central.

                      Mas enfim… é isso aí mesmo…rs

              • Rodrigo

                Não tenho tanta certeza que seja isso que o consumidor desse segmento quer. Cruze e Focus são bons exemplos disso (não tem CMM nas versões mais básicas mas apostam em segurança. E são os que mais vendem).
                Além disso, de todos que conheço que compraram / compram Peugeot 0 km, todos têm curso superior e um perfil, digamos, mais descolado. Pode ser empírico, mas minha impressão é que clientes da Peugeot são diferentes de clientes da Ford, Fiat, VW e GM (pra citar as 4 grandes).

                • Que segurança? São 4 airbags, da qual ninguem liga pra isso. Vide Corolla, Civic, Sentra. Se fosse assim, a Renault nao teria diminuido os 6 airbags do Fluence para 4 airbags. Eles devem ter feito pesquisa de mercado, e viram que ninguem liga para os 6 airbags.

                  • Rodrigo

                    Ah é verdade… Tanto que o Fluence vende horrores no segmento médio, tem até fila de espera. Ironias à parte, estou falando do segmento de hatches medios, dá uma olhada no comentário de novo.

                    • Piorou. Hatch medio sao menos que os tiozoes dos sedans. Focus e Cruze vendem, pois nao tem concorrencia. Nenhum Honda hatch, e nem Toyota Hatch.

                    • ALVIN_1982

                      Falta Civic Hatch, Corolla Hatch, Mégane Hatch, Sentra Hatch, Mazda 3 Hatch… como o mercado é de fases, acho que quando vier a próxima fornada de Hatches médios no mercado, vai sair alguns carros interessantes… do contrário, continuaremos a ver SUVs se multiplicando a cada dia em nossas ruas…

                  • radiobrasil

                    Eu ligo! rss Quando fui trocar de carro (o meu tinha 6) procurei um mais seguro ainda e achei um com 8 + 2 airbags nos cintos traseiros, ou seja 10 rss

                  • Kadu

                    E umas das coisas que me fez optar pelo Fluence foi a segurança, os 6 airbags.

                  • Augusto

                    “É mais coisa pra estragar”

              • Gustavo73

                Mas ele já tem a CMM assim como teto solar e ar-condicionado digital dual zone.

              • dogmarley

                man nem dá idéia….

            • CorsarioViajante

              Aliás em termos de Airbags a Peugeot anda fazendo muito bem ,tanto 2008 como 308 oferecem diversos desde a versão de entrada.

              • Gustavo73

                O 208 já tem 4 desde a intermediária. Já é um avanço.

                • CorsarioViajante

                  É verdade, bem lembrado!

            • FocusMan

              Guie os dois carros e verá que o Focus mesmo na versão S que saiu de linha é mais atrativo que esse 1.6 de entrada.

              Esse carro é como o antigo Agile. Vinha cheio de equipamento, mas o carro era uma droga.

              • Gustavo73

                Claro que um dos carros com melhor handling no mundo será superior a um datado e com projeto que deriva do 307. Mas muita gente não repara nisso. Senão o Focus sedan não venderia tão pouco. Mas concordo com seu outro comentário que a versão de entrada tem grandes chances ficar bem mais barata na vida real. Dava tranquilamente para verder ela com o 2.0. 6 mil a menos tirando o câmbio automático não seria nada difícil.

            • Edson Fernandes

              Gustavo o 1.6 oferta nessa versão ar dual zone também.

              • Gustavo73

                Edson se não estou enganado o dual zone é oferecido no SE Plus de 73 mil reais que conta inclusive com 4 Airbags. O SE de 70 é manual mesmo.

                • Edson Fernandes

                  Eu me referi e tinha entendido que vc tinha dito sobre o 308…rs

            • Leonardo Lima

              Dizer que o Focus 1.6 é equivalente ao Peugeot em motorização é não enxergar o quanto o motor do Ford evoluiu com a adição do duplo comando de válvulas em 2013. Simplesmente incomparável em desempenho e consumo, é outro carro. Não apenas pelos 13cv a mais e torque equivalente a motores 1.8, mas porque esse torque vem em baixa e está casado a um cambio bem acertado para o carro; falando de equipamentos de segurança, o pacote do Ford é mais racional, e oferece mais proteção efetiva porque traz controle de estabilidade (ESP) de série. Não se iludam com número de airbags, isso não é jogo de supertrunfo onde só importa número. Estatisticamente, o equipamento mais eficaz para salvar vidas é o ESP e não os dois airbags para a cabeça. ESP é proteção ativa, se o acidente é evitado torna-se irrelevante saber quantos airbags você carrega. Lembrando que o Focus SE Plus de 71900 tem 4 airbags, 2 dianteiros e 2 laterais. Por fim, em termos de mercado, sem chances para o francês. O preço pode até parecer mais barato agora, mas a desvalorização em alguns anos… a manutenção… Tem que ser beeeeem barato para valer a pena.

              • Gustavo73

                Vamos lá na tabela, o SE plus custa 73900.
                Aonde o 1.6 sigma tem troque de 1.8? Focus 1.6 16v – 135 cv a 6.500 rpm e 16,7 kgfm a 5.250 rpm // 308 1.6 16v – 1.6 16V StartFlex 122 cv a 5.800 rpm e 16,4 kgfm a 4.000 rpm // 1.6 MSI 120 cv de a 5.750 rpm e 16,8 kgfm a 4.000 rpm, isso é o torque e potência máxima chega antes no Pug e no VW. Entre o Focus e o 308 a aceleração e velocidade máxima estão no mesmo padrão. e o motor da Peugeot sempre teve duplo comando de válvulas.
                O item que mais salva vidas é o cinto de segurança segundo todos os institutos de segurança veicular. O ESP é extremamente importante, mas não evitará o acidente sempre. E é impotente em uma colisão latera por exemplo. Aonde o número de airbags é importante. Tanto que na Europa e EUA são de série no Focus. A manutenção da Ford é muito criticada tamb´mm.

          • Gustavo73

            O CrossFox é um compacto e deve muito em equipamentos frente ao preço. Se tivesse 6airbags e o Tiptronic ainda estaria caro por 70 mil. Mas pelo seria melhor do que é.

          • Zeca Piroto

            Por esse preço… Passo! Que desse uma pelada no modelo europeu colocasse até a mesma motorização que já existe aqui( que não é ruim) e vendesse, mas fazer esse lifting é loucura. A PSA está vacilando, já já veremos esse carro com bônus de 5mil e taxa zero, no mínimo. Quando vi esse Frankeinstein la na Argentina, nem acreditei que isso viria pra cá, e um detalhe besta, mas que eu detesto no carro (e muita gente, também reclama), é esse volante, eles nem se deram ao trabalho de mudar…Esse já nasceu encalhado… Ele só vai vender bem se tiver uma propaganda muuito boa para tirar as vendas dos compactos mais caros (coisa que a Peugeot não tem). Agora, ele vai ser chamado de 308,5… é a peugeot fazendo a mesma besteira que fez com o 207…ops, 206,5…

          • th!nk.t4nk

            Nao sei se a proposta do CrossFox é outra. Ele nao é nem um crossover de fato. É apenas um hatch normal com penduricalhos. É vergonhoso demais.

        • Foxtrot

          Invocar o CrossFox só não é mais covardia que o Bravo kkkkkkkkkkkk

          • Gustavo73

            Rsrsrs, olha nem acho o Fox mesmo com a idade um carro ruim, a base é boa e agora os motores também (fora o 1.6 8v que não é ruim mas datado).Mas um hatch compacto não pode chegar ao preço que ele chega principalmente com a lista de equipamentos e o i-motion. Apesar do 1.6 16v e do esp/tc. E mesmo que tivesse o Tiptronic e 6 ab 70 mil é demais. O 2008 que o diga.
            Já o Bravo a Pug mostrou o que a Fiat deveria ter feito inclusive com o Tjet em uma versão civil e colocando o at no longer do Duallogic.

            • ALVIN_1982

              Diga isso às mulheres endinheiradas e burras que acham o CrossFox o Pica-das-Galáxias…

              • Gustavo73

                Comentei aqui outro dia em 10 minutos vi 3 CrossFox (um antigo) e uma Spacecross(com tudo que tem direito). Fiquei impressionado…

            • tiago

              Também não entendo a fiat ficar insistindo nesse dualogic, coloca o aisin de 6 marchas e pronto, o carro fica muito mais competitivo.

              • Gustavo73

                O at6, o Tjet com Multiair nas versões sem ser a esportiva. E equipado como o 308.

                • tiago

                  Acho que daria uma boa sobrevida ao modelo, até chegar o Ottimo ou Tipo, não sei o que estão planejando para o Brasil…

                  • Gustavo73

                    Se tivermos novos. Médios da Fiat aqui, ela deveria primeiro parar com essa história de mudar de nome a cada geração. Não cria uma memória afetiva. Se melhorassem o cxb do Bravo como falei, mantem o nome. Já o sedan como o Linea não era um médio mesmo chame de Tempra. O Corolla demorou duas gerações o importado com aquele farol redondo e grade esquisita e o primeiro nacional sem sal. Só chamou a atenção do mercado com a tal “Brad Pitt”. Muita gente sonhou com Golf e Focus na adolescência e hoje tem um. Isso faz diferença. U Up é um bom produto apesar das falhas de preço no lançamento se tivesse um nome conhecido tenho certeza que venderia mais. Já a Ford acertou em cheio em chamar o substituto do Rocan de Ka. Manter o nome faz diferença.

                    • tiago

                      Penso que para alguns clientes uma estabilidade no nome pode ser positiva, agora para outra parte, um nome novo pode chamar mais a atenção, esta última deve ser menor. Não atoa os carros mais vendidos do mundo são golf, focus, corolla…Nomes muito conhecidos.

        • Lord Saboteaur

          Se tem 2 Airbags e nao tem ESP/TC = “A vida do Brasileiro não vale nada!”. Se tem 6 Airbags e tem ESP/TC = “Central Multimidia mimimimi..”
          Vai entender!!!!

          • Hehehe… Mas acho que o comentário dele foi justamente no sentido de falar do mercado, não da preferência dele.

            • Exato. Parece que precisa desenhar por aqui. rs. Eu prefiro os 6 airbags, até porque CMM coloco um Smartphone pendurado, e pronto. hehehe

          • Gustavo73

            Se fosse Honda ou Toyota seria o máximo. Se olharmos os preços e equipamentos o HR-V top compacto altinho custa 10 mil a mais e oferece bem menos.

            • Lord Saboteaur

              Concordo!!!!

    • motstand01

      Ficou bem equipado realmente. Antes até a 2.0 só vinha com Airbag duplo e ABS. Mas é aquela história, o 1.6 custa o mesmo que o Focus 1.6 e que (supostamente) o futuro Golf 1.6. Aí boa parte dos consumidores vão preferir os modelos mais recentes, ainda mais se tratando de um Peugeot. O preço mais alto, além de tudo, veio pra aliviar um pouco a barra do 2008, também.

      • Gustavo73

        Custa o mesmo mas pelo menos frente ao Focus é mais equipado. E deveria por ser um projeto recauchutado. Mas em outra conversa um comentarista deu uma boa idéia o 1.6 poderia ser trocado pelo 2.0 manual. E não seria difícil, a Pug cobrava 6 mil pelo câmbio automático quando esse era opcional no 2.0.

        • motstand01

          No fim das contas, se você pesar tudo, vai ver que embora tenha ficado mais equipado e com melhor custo-benefício que a linha 2015, o preço continua alto demais para o carro que é, com os concorrentes que tem e, ainda, com a situação da marca no Brasil. Só vejo esse carro fazendo frente a i30 e Bravo, talvez ao Cruze. Golf e Focus não vão sentir nem cócegas.

          • Gustavo73

            Sem dúvida Golf e principalmente o Focus não vão sofrer, mas justamente o Cruze (hoje) se torna menos interessante já que é datado também.

        • CorsarioViajante

          Esta seria uma versão bem interessante.

      • duduEAS

        Isso que voce falou é a mais pura verdade tanto que bom de comprar carro da Peugeot é semi novo. Vc compra um 408 ou 308 thp completaço por preço de carros bem inferior. Claro que quando for vender a pessoa tambem perde muito mas se consegue produtos bem recheados, potentes por um desembolso bem menor .

        • motstand01

          A realidade do 308 é essa: você vai levar um carro indiscutivelmente inferior aos concorrentes, pagará o mesmo preço deles, tudo pra levar alguns equipamenos a mais.
          Mesma estratégia de marcas chinesas, e todos sabemos o que tem acontecido com as vendas delas.
          Digo desde já, vejo esse 308 vendendo até menos do (pouco) que já vendia. O preço é de carro 2016, mas o conjunto é de 2010, tenha qual equipamento for. Tal qual o Bravo, outro que, reestilizado, passou a vender ainda menos. 308 só vai valer a pena quando estiver nas revendas de seminovos por 40 mil ano que vem.

    • CorsarioViajante

      Concordo, mas eu acho que no fim e ao cabo os preços estão quase sempre parelhos com o do Focus, embora ele ofereça menos equipamentos. E neste caso eu acho que eu, pelo menos, acabaria indo de focus, ainda que menos equipado.

      • Gustavo73

        Mas se fosse o 2.0 manual por 69 como falei seria uma grande dúvida na cabeça de muita gente.

        • CorsarioViajante

          Sim!! Porque daí seria 2.0 aspirado contra 1.6 aspirado da concorrência, além de todo o resto do pacote.

          • Gustavo73

            Pois é, e dava pra fazer. A Pug cobrava 6 mil pelo câmbio automático de 6 marchas quando esse era opcional. Mesmo assim acho que dá para incomodar o Cruze pelo menos até a chegada da nova geração.

            • Mr. On The Road 77

              Isso que chegar Cruze HB na nova geração, né?

              • Gustavo73

                Mais é claro. Apesar de não saber se teremos um Cruze hatch por aqui. Mas o atual apesar de ser mais novo que o 308(argentino) não é tão superior em nada custa mais e oferece menos (ar-condicionado digital dual zone e faróis dupla parábola). Se comparar com o THP então. Já o novo Cruze estaria no mesmo nível ou muito perto de Focus e Golf e bem distante desse 308 sulamericano.

                • Mr. On The Road 77

                  O LT aut com couro tá saindo por 68 mil aqui n oRJ. Acho mais jogo que esse Allure básico. Tem só 4 AB, mais vem ESP e controle de tração….
                  Eu acho o Cruze HB atual bem mais moderno que esse novo 308, por dentro e por fora.

                  • Gustavo73

                    Estou falando de preço de tabela. Esse aí tava 75(ontem o hatch não estav mais no site da GMB) por esse valor o 2.0 at da Pug é bem mais equipado. O powertrain são similares inclusive nas tecnologias usadas nos motores fora claro o THP. O Cruze tem projeto de 2008 o 308 de 2007. Nem estou falando de desenho pois isso é pessoal. Mas por 68 o Cruze fica interessante de novo. Mas não é o valor de tabela.

    • FocusMan

      Com esse preço não venderá.

      Em breve por 59990 em todas as lojas do Brasil.

      • Mr. On The Road 77

        Por esse preço, eu compraria…

    • Wellington Myph13

      E não digo agora, mas deixa passar uns 6 meses, vai começar a entrar desconto forte pra PJ, acredito que o 1.6 fique na casa de 64k, o 2.0 AT 70k e o THP uns 78k… É por isso que o pessoal acha usado Peugeot “barato” por ai…
      O Antigo THP estava saindo por 69k (pra PJ) nesse ultimo mês antes desse novo chegar…

      • Mr. On The Road 77

        Preço PJ é preço PJ, não é preço pra consumidor comum. Porque não lança o carro mais barato, tipo uns 5 mil a menos em cada versão? Chama logo a atenção de cara, não entristece quem compra agora e pagou mais, etc…
        Complicada essa Dona Peugeot, viu?

      • Gustavo73

        Se olharmos a realidade brasileira esses deveriam ser os preços de tabela. O mesmo na concorrência, os PJ são valores mais juntos.

    • Bruno Wendel Marcolino

      concordo plenamente, só acho que ainda sim poderiam oferecer a versão Active por uns 63k com pacote básico de itens.

    • Bispo

      carro vendido como novo ja velho….. mico total.

      • Gustavo73

        Depende do preço e equipamentos. Mais barato e mais equipado vai ao gosto do freguês. Fora isso se fosse assim a Fiat não seria líder.

  • C.A.

    Além de não ser o Europeu, ainda houve aumento de preço?

    • 4lex5andro

      o mesmo banco, na mesma praça, o mesmo volante .. isso que é “renovado” , tal como o peugeot 206,75 ..

      • Guilherme Gallene

        É só um facelift do modelo atual. O Europeu ainda deve ser importado..

      • Mr. On The Road 77

        Faltou cantar também : “o mesmo volante…”

    • Gustavo73

      Acho que só no 2.0 , mas veio bem mais equipado.

      • C.A.

        0? >> Ah, sim.

        • Gustavo73

          Já acertei, 2.0.

  • Rico & Orgulhoso

    Quando o mercado não é tão receptivo quanto ao modelo é preciso brigar em preço.

    “dual zone, teto panorâmico, multimídia, seis airbags, Isofix, sensor de estacionamento traseiro, sensores de chuva e crepuscular, limitador e controlador de velocidade”

    Um Golf com teto, GPS, sensores e piloto aut. custa uns 100k

    Porém, se a Peugeot quisesse ganhar muito dinheiro, caparia todos esses itens e venderia esse carro por 60k (estilo toyota, Honda e a própria VW, porém estas capam e não baixam o preço)

    • Gustavo73

      O capado antes custava 65 e não vendia nada. Tem que custar menos e oferecer mais. O Cruze está na mira pelo menos até a chegada da nova geração daqui a uma ano.

      • Rico & Orgulhoso

        Entendo…

        Comparando com Focus e Golf, os modelos da Peugeot são em média 10 mil mais baratos que versões equivalentes de VW e Ford

        Ex.: Golf comfort tsi com teto, DSG, piloto aut, GPS: 93.000
        O THP custa 83

        O Focus 2.0 SE Plus PS custa 81, mas não tem tudo que esse peugeot de 76k 2.0 aut. tem… só na versão titanium (não plus), que novamente aumenta 10 mil em relação ao pug…

        Os 10 mil são o preço da marca… E olha que a Ford nem é tão prestigiada assim

        • Cyro

          O certo sério comparar o golf e o focus com o 308 europeu
          Que de chegar mais pra frente custando lá seus 95-100k

          • Rico & Orgulhoso

            É vc tem razão
            isso explica os 10k de “desconto”..
            Até pq o 307 convivia com o Golf mkIV

    • Foxtrot

      Não é a proposta da marca. A estratégia da Peugeot para tentar conquistar o brasileiro é mostrar que tem um ótimo produto e a um preço acessível. Oferecendo carros pelados e baratos, vai acabar reforçando a imagem de carro de categoria inferior que muitos consumidores tem aqui.

      • C.A.

        A Peugeot queria é cobrar muito e oferecer ‘status’ como todas as outras (princ. Toyota e Honda). Esse é o sonho de consumo das montadoras no mercado brasileiro. Mas a piada não teve muita graça quando a Peugeot contou, daí tiveram que mudar de estratégia.

    • oscar.fr

      Eu acredito que a Peugeot peca na estratégia comercial. Acredito que venderia mais oferecendo o mesmo pacote dos concorrentes estabelecidos, porém a um preço muito menor. O cliente não liga que ao levar uma HR-V pelada poderia levar uma 2008 completa (e ainda turbo!), ele só compara que um é Honda e o outro, Peugeot. E quando a comparação é nestes termos, a probabilidade da Honda ganhar é muito grande (mesmo com um carro pior, menos equipado e mais caro). Se a Peugeot tivesse volume o ideal seria manter este 308 tal qual lançado e uma versão com os mesmos equipamentos da concorrência e preço na casa dos 60 mil reais.

      • Rico & Orgulhoso

        Pois é.. aí que a Toyota acerta

        O Corolla GLi tem o que o consumidor quer: tela, bancos de couro, câmbio aut. e a marca Toyota
        Não tem ESC, mas tem 5AB
        Argumentos de venda não faltam… E o essencial está lá, de série

        Acho que a VW erra muito vendendo o Golf cheio de coisas mas sem couro, sem piloto aut. e sem GPS… Cobrando isso uns 6k e atrelado a outras coisas desnecessárias
        Aliás ela não erra, faz isso pq o carro vem importado. Na nacionalização certamente ele vai perder vários itens (mas não perder preço)

        • oscar.fr

          Pois é, o carro tem que ter o que o consumidor quer, nem mais nem menos. No caso da VW, e outras, acho muito confuso essa questão de pacote. O Golf não me agrada, é um senhor carro, reconheço, mas não me agrada. Eu ainda ficaria entre o Focus e o 308 (melhor se tivéssemos o europeu, mas a Peugeot acha que não temos esse direito).

  • C.A.

    Esse novo quadro de instrumentos ficou muito feio! Não podiam manter o anterior, mais sóbrio? Esses cromados/prateados empobreceram o conjunto.

    • Foxtrot

      Além do quadro de instrumentos, eu manteria a cmm retrátil na parte superior.

      • Mr. On The Road 77

        Pois é, a CMM ficou fora da visão do condutor…

    • oscar.fr

      O interior desse carro é lindo e muito bem acabado. A central agora pelo menos é touch. A Peugeot precisaria fazer alguma coisa para justificar o facelift, não? kkk Poderiam ter aproveitado para trocar o volante também.

      • C.A.

        Eu não curti muito essas saídas redondas… É, não sei se precisava. Parece-me que a Peugeot se inspirou no 308cc para reestilizar esse 308 comum.

        • radiobrasil

          Saídas redondas iguais da Captiva…

        • Debraido

          ??????????? Sempre foi assim!

          • C.A.

            Eu sei. Sempre achei o interior do 308 simples demais para um carro dessa faixa de preço.

        • oscar.fr

          Mas desde o início ele vem com essas saídas redondas.. EU também não gosto, prefiro elas normais. Saída redonda somente em esportivos.

          • C.A.

            Sim, eu sei. Acho que já expliquei em outro comentário, mas explico de novo sem problemas… Para hatch médio, acho que deveria ter um acabamento melhor, com um desenho mais vistoso do painel. Por exemplo… O 307 tinha um painel mais bonito para mim. Quando me referi às saídas redondas, foi isso que eu quis dizer.

            • oscar.fr

              Eu também achava o painel do 307 mais bonito, aliás, o carro como um todo. Mas ao que me parece em termos de qualidade do acabamento, o 308 deu um salto em relaçãoa o antecessor, que já era muito bom. No 308 até nem acho as saídas do ar redondas tão ruins (me parece que combinam com o estilo até um pouco minivan do carro), mas eu não gosto. Saídas como as do 307 são mais bonitas, eu acho. Mas aí vem novamente aquela história… quando lançou o 308 a Peugeot precisava mostrar que ele era uma novidade em relação ao 307 e já que no desenho externo a evolução foi pequena (assim como a VW faz com o Golf há décadas e obtém muito sucesso), colocaram, talvez, saídas diferentes para dar impressão de novidade. Até porque não são todas as versões na França que tem esse teto panorâmico que foi o que deu um ar de novidade para o carro no Brasil. Se tivesse vindo um pouco mais barato, eu consideraria a compra do 308. Se é para ficar na Peugeot e gastar R$70 mil eu iria de 2008, em termos de mercado é uma melhor escolha.

              • C.A.

                É verdade! Apesar do 2008 não ter decolado nas vendas em relação ao Renegade e HR-V, é um belo carro em termos de design e até o acabamento interno é excelente, mas acho que, por ele ter um estilo meio ”minivan”, não encantou os consumidores dos jipinhos. Abraço! :-)

    • _William

      Fora que um volante “menos anos 2000” faria bem ao interior desse carro, esse volantão aí é tenebroso.

    • Bruno Wendel Marcolino

      acho esse interior muito bacana, o novo não achei feio, porém a central deveria ter ficado no mesmo lugar realmente.

      edit: o volante de 307 poderia ter saído e entrado o do 208 então…

    • Tea Party

      Ficou muito lixo!!!
      Podiam ter colocado o do RCZ.

  • Rodrigo

    Eu gostei. Essa reestilização ficou melhor resolvida que a do Bravo e a do Focus, por exemplo.
    Só acho que não trará muito fôlego em vendas para o 308. Ainda mais se forem lançar o (verdadeiro) novo 308. Dai essa versão THP de R$83 mil tende a morrer rapidinho.

    • C.A.

      Até havia me esquecido do Bravo. A verdade é que o 308 está muito mais para competir com o Bravo do que o Focus ou Golf… PS: O Cruze Sport6 deixou de ser oferecido no Brasil? Não o encontro mais no site da Chevrolet.

      • BillyTheKid

        O Cruze Sport6 tá no site da Chevrolet sim; basta clicar em “Carros”, “Cruze” e pouco acima do botão de “Saiba mais” dá pra selecionar entre o sedã e o hatch.

        • C.A.

          Agora eu encontrei!

  • Cyro

    70 mil em 1.6??
    Lembro bem que ele era vendido por 50 – 52 mil.

    Simplesmente vai encalhar, digo isso sendo proprietário de um 408.

    Poucas concessionárias abertas ( as duas da minha cidade fecharam )

    E preco similar à de focus

    Peugeot cada vez mais perto de dar tchau pro Brasil.

    • oscar.fr

      Pois é, este carro era imbatível em 2012-13 com esse preço que tu colocou, até vendia bem. Infelizmente, com o cenário econômico (seja isso de fato ou uma desculpa para vender mais caro) atual ninguém mais oferece carros médios abaixo dos R$70 mil. A faixa dos R$50 mil, inclusive, já passou a ser ocupada pelos compactos e nem mesmo os premium, mas pelas versões topo de linha dos compactos de entrada, como Onix, Sandero, HB20 e todos os demais low-cost (porque convenhamos que não é a Renault a única a vender carros de baixo custo por aqui…)

    • Thiago garcia

      Esse motor 1.6 que você fala é o THP, mais potente que diversos motores 2.0, foi uma bela sacada da Peugeot lançar esse motor BMW de 173 cv que faz de 0 – 100 em 7,3s. Quanto as concessionárias fechadas, o Presidente da Peugeot, resolveu finalmente reposicionar a marca no Brasil, então as CCS que fecharam queimavam a marca, e agora vão abrir novas que passem a valorização da marca com bons carros e bons serviços que era o fraco da Peugeot. Na verdade ela acordou, é que é questão de tempo e paciência para restrutura e fazer uma marca confiável.

      • Caramba! Quanto esforço para tentar convencer que menos concessionárias é melhor que mais concessionárias! Acho que nem executivos da marca conseguiriam isso.
        Para padronizar o atendimento não é necessário limitar o número de ponto de atendimento. Toyota, bancos… Provam isso.

        • rvmattos

          será que ele realmente acredita nisso?rsrsrsr

        • Guilherme Eduardo

          O que o camarada quis dizer é que algumas concessionárias (acompanhando as notícias parecer que são muitas e não algumas) estão sendo fechadas mas serão reabertas, então não haverá redução, mas um tipo de “sob nova direção” ou reestruturação nelas.

          • Só não entendi como ele sabe da segunda parte do plano. Se for o que ele torce para que aconteça tudo bem. Também torço para isso. Mas parece otimismo exagerado não acha?

        • Thiago garcia

          É na real o que andam falando á respeito é que vão abrir concessionárias novas no lugar das que fecharam que tinham serviços ruins e abrir com padrão premium em serviço, e enquanto não abrem os clientes poderão ir nas da Citroën, tomara que tudo isso seja verdade assim quem sabe teremos melhores serviços. Se tudo é verdade só o tempo dirá, gosto da marca e dos carros mas se não ficar bom até quem gosta vai desistir.

          • Entendi Thiago. Oxalá seja um novo posicionamento, que não reflita nos preços (impossível eu sei), mas na qualidade do produto.

      • Cyro

        Na verdade a versão de entrada é o motor 1.6 normal mesmo… E sim, por 70 mil. Quem dera se já tivéssemos disponível a versão turbo desde os modelos de entrada!

        A peugeot disponibiliza para o 308 3 motores ( 1.6 na de entrada, 2.0 na intermediária que custa 76 mil e a 1.6 turbo na top de linha por 83 mil )

        • Thiago garcia

          É verdade se fosse tinha fila RS.

      • rvmattos

        você realmente acredita nisso?

        • Thiago garcia

          Olha a esperança é a última que morre, quem sabe.

  • DTF

    E a história mal sucedida do “206,5” brasileiro se repete…..

    • Fábio

      Não se repete, a Peugeot não chamou o 308 de 309, como fez com o 206/207.
      Ou a Peugeot não pode fazer face-lift?

      • Louis

        Fez igual sim, este ainda é o 307!

        • Darlon Anacleto

          Ué, mas o 308 foi vendido em todos os mercados, então ela enganou todo mundo? O Sandero novo também usa a base do antigo, mas nem por isso ele deixa de ser chamado de novo modelo.

          • Louis

            Não estou questionando onde foi vendido, o fato é que ainda é o 307, mesma plataforma, veja as portas são as mesmas, nem o volante mudaram…

  • Arthur Lima

    Veio parecido com a Arianny Celeste: custo alto, cara maquiada (até bonitinha) e traseira cansada.

    • _William

      Eu acho a Arianny Celeste mó gata… mas ali o custo é altíssimo mesmo. tem que ter $$

  • _William

    Acho a versão anterior mais harmônica. E já que era pra cortar versões e tentar oferecer mais que a concorrência, poderiam ter colocado essa Allure manual com motor 2.0 + ESP. Esse carro vai continuar não incomodando o Focus e Golf, quem sabe dê um susto no Bravo. Essa THP é mais cara que Golf 1.4 DSG (confortline). Na versão de entrada eu prefiro Focus, na Top eu prefiro Golf… na intermediária eu tentaria achar um Golf TSI manual (75k).

    • Guilherme Eduardo

      O problema do Golf são os pacotes. O preço do Confortline encosta no Highline quado se incluem alguns item, aí o valor sai da faixa do 308 2.0 e chega perto do THP.

  • Matheus Amorim

    308 é um bom carro, mas com a fama de desvalorização exagerada e concorrentes
    que, por mais que sejam menos equipados, oferecendo versões na mesma faixa de
    preço, a grande maioria irá preferir ir de Focus, Cruze ou Golf e garantir o
    pós venda. Uma pena. A Peugeot deveria mesmo era usar essa estratégia de
    motores e câmbios no seu belo e moderno 2008, o modelo tem muito potencial, mas
    tem uma oferta de versões terríveis, poucos que vão em busca de um SUV estão
    atrás de passar marcha, e oferecer um automático de 4 marchas é vergonhoso em
    pleno 2015. Ao mesmo tempo que o melhor motor da categoria não ganhou uma
    versão automática. Me pergunto se essa reposição de mercado da Peugeot é uma
    posição de vender pouco.

  • rvmattos

    Na boa. Fora os acessórios o visual do antigo eh mais bem acertado.

  • Leonardo Teixeira

    A multimídia é de serie só no top de linha?

  • Luccas Villela

    Acho esse carro mais bonito que o Europeu que é muito cópia do 208 (que acho lindo – só que piorado). Gosto MUITO do visual do 308, já era lindo, ficou ainda melhor.

  • Cesar Santos

    Essa traseira não me agrada de maneira nenhuma, prefiro o 307

  • Rodrigo Gomes 

    Ninguém reparou que a traseira é do 307???,
    Ou seja, a mesma gambiarra do 207, só tem cara
    #gambiarra

    • Colorado

      todo carro é um 307, menos a traseira, dianteira e o painel

  • Fernando Sampaio

    cara, a Peugeot realmente vai fazer a msm coisa que fez com o 207 –‘

  • Junior Castelo

    Será que esse teto é realmente solar ou apenas panorâmico sem abertura?

    • Guilherme Eduardo

      Panorâmico. Pega quase o teto todo, mas não abre. Tirei essa imagem do site da Peugeot

      • radiobrasil

        O que é melhor, um teto solar comum (menor) mas que abra e permita ventilação ou o teto panorâmico que não abre mas vai deixar entrar mais luz?
        Eu prefiro o que abre…

        • Cesar Mora

          também acho que o teto que abre é melhor…
          o ideal são os panorâmicos que abrem a secção frontal.. o melhor dos dois mundos!

        • Guilherme Eduardo

          Também prefiro o que abre, ainda mais agora que as temperaturas estão mais altas, mas nunca andei num peugeot com teto panorâmico, só teto que abre e em carros de outras marcas. Obs.: O meu não tem teto por que teria que comprar outros pacotes junto e o preço ficava muito caro (Volkswagen)

        • Ander33x

          Também prefiro o que se abre, só uma observação já deixei de comprar Pug só porque esse teto panorâmico não se abre.
          Sou muito mais o estilo de Teto do Sonata (duplo com abertura), Tiguan (Panorâmico com abertura), X1 (panorâmico com abertura), enfim, teto pra mim é com abertura.

  • Minos

    Carros brasileiros são nada mais do que remendos.

  • José Eduardo Borba

    Corolla Gli pé de boi: 69.990, Focus Se 69.990, ou 308: 69.990. Fico em duvida entre os dois primeiros. Mas um motor 1.8 com multdrive e super calotas, parece ser minha escolha.

  • Blessa

    Um carro desse porte sem volante multifuncional, fora que ninguém merece esse tapa que a Peugeot deu, cade o 308 de verdade que ia vim, mesmo como topo de linha pelo menos para vermos nas ruas.

  • Freaky Boss

    Grife thp por 82 mil não está ruim não , perto do que o mercado cobra.

  • O preço precisava ser mais baixo. Apesar da lista de equipamentos ser razoável (não falta nada essencial, mas também não tem nada excepcional) e o carro ser interessante, a Peugeot não é uma “brand” de ponta e o 308 não é carro pra competir em preço com Novo Focus, Novo Golf, etc. Continuará vendendo pouco, pois cobram um preço que não vale.

  • Juliano Dias

    Alguém já percebeu que comparado ao modelo europeu, eles não mudaram a traseira e o painel? O carro aqui no Brasil parece um camaleão. Frente do europeu e painel e traseira do antigo.

  • Rodrigo Queiroz.

    A reestilização da frente do 308/408 melhorou bastante seu desenho, até por que não tinha como piorar, porém a traseira do 408 piorou. Empate ?
    Quanto a central multimídia com suporte a Apple Car Play e Google Android Auto, geralmente representa um retrocesso com perda do GPS nativo, transferindo o ônus deste GPS ao condutor.
    Quanto a questão de preço, parece que a PSA está querendo morrer na praia. Para uma empresa que está com o pé na cova aqui no Brasil, entrar no esquema das 4 grandes (preços abusivos por unidade) não é solução. Se quer aumentar o número de vendas tem que baixar os preços. Exemplo: O Focus 1.6 hatch, que é um veículo melhor e mais moderno, também começa nos mesmos R$ 69,9 mil.
    Em tempo, o veículo 1.6 com câmbio manual merecia um trambulador mais preciso (o Focus hatch tem).

  • Darlon Anacleto

    Podem falar o o que quiserem, mas pelo que oferece os valores estão ótimos, desde segurança a perfumaria. E o design pode não ser o mais atual, mas ainda tem seu encanto.

  • Filipe Machado

    Faltou o THP manual pra quem gosta de carro mais esportivo e é órfão do Focus 2.0 manual.

    Enquanto isso no 2008 é o inverso

  • Valdemir Souza

    70.000 em um carro 1.6 aspirado e com cambio manual? putz! era melhor nem oferecer essa versão.

    • Atley jackson

      Faz o seguinte, então manda email para a Peugeot, Ford, Volkswagem para que retirem seus motores 1.6 de 308, Focus e Golf!! Ou por fim deve ser realmente melhor mesmo pagar 65K em um “Fiesta 1.6” mesmo…

      • Valdemir Souza

        Não preciso fazer isso pois o próprio mercado da conta de extinguir quem não é competitivo. Quanto ao preço ele é ridículo sim! um Corolla com cambio automático saí por esse mesmo preço, nem vou comparar confiabilidade da marca e preço de revenda porque já é de fazer vergonha ao carro da Peugeot.

        Esse mesmo carro era vendido por 53k ano passado sem descontos, então porque um aumento de preço tão grande se não houve qualquer mudança significativa? Sorry Fanboys mas seus argumentos são cômicos! :)

        • Atley jackson

          Vamos lá, 53k era vendido sem Teto Panorâmico, rodas 17″, ar digital dual zone, sensores crepuscular, sensores de chuva e LED diurno, informe-se sobre os carros e marca antes de postar besteiras na internet, porque ficar falando bem de um Corolla de 70K com calotas que o que salva o carro é o pós venda é ridículo.

          • Valdemir Souza

            Jogo de rodas qualquer um vai numa loja e coloca por menos de 2.000 reais, agora quero ver você trocar o cambio manual do seu carro por um automático CVT em uma equipadora, isso tudo que você falou não passa de perfumaria que não justifica acrescentar 17.000 Reais no preço. Mas compra quem quer, depois só não vale chorar quando quiserem comprar “de volta” por menos da metade do preço após 3 anos… Besteira mesmo é ser fanboy de marca e ficar defendo-a como se fosse um parente.

            • Atley jackson

              Ok, obrigado pelo precioso conselho, mas a grana é minha e gasto da forma que me sinto melhor.
              Mas de qualquer forma hoje não compro nem um nem outro, mas a 2 anos tive um 308THP por isso falo com propriedade de quem já teve o carro, e não com achismo.

    • Guilherme Eduardo

      O problema é que essa combinação “hatch médio + 1.6 aspirado + câmbio manual + R$ 70 mil” não é exclusividade da Peugeot….

  • Cesar Mora

    Sou mais as ultimas unidades do anterior 1.6 com teto que tinha por ai a partir de R$ 56.000,00

    • Debraido

      Peguei um desses por R$47.000,00 na PJ. Melhor compra da minha vida.

      • Cesar Mora

        Certeza! cara, tudo bem que teve o desconto de PJ, mas é preço de Fox 1.6 confortiline e Onix 1.4 LT… com um desconto desses, mesmo que o valor de revenda seja baixo, você não vai perder…

  • Bittencourt

    Feio por fora e com versão de entrada muito cara.
    Pelo menos o THP está com um preço interessante.

  • Atley jackson

    Com essa lista de equipamentos e preço, se torna mais uma vez o melhor custo beneficio! Isso é indiscutível!

  • Fanjos

    Por esse preço na vale… Lata velha reciclada a partir de 70k

  • Zé Mundico

    Impressionante como o povinho se pega com a frente, com a traseira, com a parte de cima, com a parte de dentro, com o farol, com a lanterna e com todo tipo de detalhe sem importancia. Qual o problema se o carro não é igual ao europeu? Golf,Focus, Civic e Corolla são iguais aos europeus, por acaso? Aí o cara fica se pegando com uma coisa que toda montadora faz e fica de mimimi chorão. Até parece que o povinho aqui vive passeando de carro nas férias pela Europa. Eu,hein?.

    • Golf é igual ao Europeu. Focus, Civic e Corolla manteram a qualidade dos originais.

    • augusto lino

      Gold e Focus sao os mesmos tanto na Europa quanto no Brasil. CIvic e Corolla, por questao de preferencia do mercado europeu, por la’ sao vendidos em suas variantes hatchbacks. No entanto, estamos ‘em dia’ com o mercado americano no que se refere ao Civic e ao Corolla.
      E’ sim de se lamentar que a Peugeot nao tenha trazido o 308 europeu para o nosso mercado. Bastaria ter selecionado as opcoes mais corretas para o nosso mercado com preco competitivo, entre R$ 75k e R$ 90k.

  • Fael

    Vamos orar pela Peugeot, porque cada vez mais se afunda. É com esse visual que ela quer ganhar mercado? Cadê o povo inteligente que contrataram? Ou não, pelo visto! Gastaram dinheiro com esse fracaço declarado.

  • Vattt

    Fico indignado quando falam que o 308 é datado ou ultrapassado, quando na verdade tem o mesmo tipo de tecnologia dos recentes lançamentos!!! O consumido brasileiro adora ser enganado pela industria que tem produtos recentes vindos do exterior, mas capados para atuarem aqui!!! Golf, Focus é moderno lá fora, aqui eles capam tudo, e mantém a propaganda feita no exterior, dai, o serviço tá feito.
    Gosto muito do Golf, mas o consumidor muito inteligente supervalorizou o carro, dai a VW aumentou o preço, capou os itens e colocou o Fox como carro premium custando o que o Golf deveria custar!!!

    Voltando ao 308, só não gostei dessa tela multimidia apontada pro sol, e o moustache na grade do parachoque!!! O resto continua bonito, e essas rodas são perfeitas para eu colocar na minha 207SW!!! E o preço nada posso falar, afinal se uma empresa acha justo e competitivo esse valor, é pq deve ser né?!

    • tiago

      Cara, esse carro é datado, não tem como negar. Tem muitos elementos do 307. Agora, o custo benefício, como vários disseram, esta atraente, o carro está bem equipado.

  • Fábio Alisson

    Caríssimo! Por esse valor fico com um sedan médio das marcas japonesas…

    • Atley jackson

      Gosto não se discute, já eu JAMAIS compraria um carro das exploradoras nipônicas, que nenhum de seus sedans valem o preço que pedem.

      • Danilo Fernandes

        Cara, eu até concordo com você (exceto a Nissam que vende a preços mais plausíveis). Mas eu também JAMAIS compraria essa aberração que a Peugeot empurra no brasileiro como se ela tivesse o poder de mercado de uma Honda/Toyota. Absurdo!

        • Atley jackson

          Cara, eu não compro carro pelo “poder de mercado” de uma marca, mais sim pelo produto que a mesma me oferece, e faça uma análise técnica, o 308 THP é superior a todos os médios, ( com exceção ao Golf que é muito mais caro ), seu powertrain, acabamento e seus itens de série espancam qualquer médio japones, então por isso que na minha opinião aberração é um Corolla custar 100k, com seus míseros opcionais e motor, falo isso porque minha mãe teve um Civic EXS 2008, comprou 0km na época, o carro era manco, beberrão na estrada, um carro sem “emoção” e o pós venda que todos idolatram, não tem poh@ nenhuma de diferente de outras marcas que tivemos, com exceção da BMW Euroimport, que este conseguiu ser o pior em atendimento.

          • Danilo Fernandes

            Pareceu no meu comentário que eu sou um honda/toyota lover, mas não sou. Pelo contrário, meu carro inclusive é um 307 2011 que eu adoro. Mas não dá pra negar que a Peugeot mandou MUITO MAL nessa “reestilização” do 308. O THP pode sim ter mais equipamentos que a concorrência, mas ainda sim é um projeto antigo e deveria estar custando um pouco menos para justificar isso. Um Golf Confortline 1.4 TSI custa o mesmo que esse 308 THP. Quem compraria esse 308 em vez do Golf?

            • Atley jackson

              E no que podemos desmerecer o 308 pelo seu projeto antigo? Se o carro é muito seguro, ótima estabilidade, anda mais que o Golf e além de dar um banho em itens de série e perfumaria pelo mesmo valor que o básico confortline. E mais, o 308 facelift ´não é mais bonito que o Europeu, mais acho mais bonito que o Golf, que para mim seu design não passa de um Gol “anabolizado”.

              • Danilo Fernandes

                A questão não é design. Isso é subjetivo. Eu também acho o Golf muito sem graça e certamente o design seria um empecilho para eu pegar um. A questão é que na Europa o 308 novo foi um arraso, principalmente com o 1.2 THP e esperávamos que a Peugeot o trouxesse para o Brasil. Em vez disso fizeram essa mutação de colar na frente do carro uma cópia mal feita do novo 308 lá. Uma prática que as montadoras faziam aqui há 15 anos atrás. Os demais concorrentes pelo menos são visualmente iguais aos modelos de fora. Se vai me enganar pelo menos faça bem feito, pô!

                • Gomes

                  Rapaz, do jeito que vc escreve, vc eh o mago do mercado, dita todas as regras e tendências. Cada um tem um gosto e cada marca sua estratégia. Vc acredita mesmo que toda marca lança um produto para ser perfeito e ser líder? A Peugeot disse que quer vender 300 desse por mês, ou seja continuar a vender o que já vende. É a marca disse isso, logo, isso deve deve ser rentável. Não é pq fez um face lift que a marca quer ser líder do segmento. Não sei ao certo, mas hoje a Peugeot deve ter uma 100 revendas, ou seja, tem que vender 3 por loja e ser feliz. Cada tampa tem sua panela. Curta seu 307 2011 e seja feliz! Abcs

        • Vinicius

          “…tivesse o poder de mercado de uma Honda/Toyota. rs

          A única justificativa que eu entendo de quem compra Honda/Toyota é o excelente pós vendas. Se o cara me diz que prefere pagar 100k em um Corolla porque não quer se aborrecer, tudo bem.

          Para mim, poder de mercado, revenda, etc. é irrelevante no momento de comprar um carro.

          • Danilo Fernandes

            Gente, deixa eu explicar o que eu quis dizer ali: Honda/Toyota empurram carros pelados a preços exorbitantes pois possuem poder de mercado. Elas podem porque o brasileiro tolamente acredita que são carros superiores quando não são. Mas elas podem, a Peugeot não! A marca é queimada no mercado, como podem pensar que vão fazer a mesma coisa e continuar vendendo??

            • Vinicius

              Ok, entendi o que você quis dizer. Mas reafirmo, Toyota/Honda, apesar de não me apetecerem, cobram o que querem por causa do excelente pós vendas e satisfação de seus já consumidores.
              Alguns modelos cobram mais do que entregam (falando do produto, somente).

  • Aaron Ramos

    Esperava que viesse mais barato, mesmo que com mais versões. Acabou minha esperança do Golf vir por menos de 70 sendo AT. O Governo precisa rever o limite de 70mil para as isenções de PNE…

  • Clovis Kieuteka

    Painéis Brasil x Original.

    • Guilherme Eduardo

      Poderiam ter feito assim aqui, mesmo que fosse uma adaptação do painel do 208/2008. Acredito que ajudaria nas vendas considerando que tem um aspecto mais moderno.

    • Pelo menos da França não foi 7×1, foi só 3×0…

  • FLMG

    Não consigo entender como este volante ainda está aí!

    • Danilo Fernandes

      Como meu Deus!!! Meu 307 é 2011 é já me incomoda o volante dinossauro, imagina num carro 2016!!

    • Você já usou ele? Eu já. E por isso entendo.

      • Danilo Fernandes

        Uso ele todo dia. Está no meu carro e também não entendo.

        • E qual é o problema de uso dele?

          • Danilo Fernandes

            É defasado. Hoje até carros pequenos possuem volante multifuncional. Você controla multimídia, velocidade, som e até atende telefones sem tirar a mão do voltante. Não é questão de estilo, é de funcionalidade. O 308/408 é o único carro acima de 40-50 mil reais que ainda tem um volante pelado. Absurdo!

            • Eu perguntei o problema do uso e você cita a defasagem. Eu esperava uma resposta direta e não um conceito teórico (defasado, antiquado.. não significam nada no uso) O que seria ser defasado? Ele tem boa pega, textura, resistência ao uso?
              Quanto a falta de comandos, aí sim é um argumento prático. Mas que eu saiba esse volante tem comandos! Só não estão no lugar que costumar estar em outros carros. Mas aí eu pergunto: O problema é onde estão os botões que dificulta seu uso ou o fato dele não seguir a manada?

              • Danilo Fernandes

                Por manada você diz TODOS os demais carros, incluindo os da própria Peugeot, né? Me diga outros carros da própria Peugeot que ainda tem esse volante? Me desculpe, mas é por esse tipo de pensamento do brasileiro que ainda temos aberrações automotivas como essa que está sendo lançada.

                • A pergunta não foi respondida.

                  • Danilo Fernandes

                    Que pergunta? Sobre problemas de uso do volante? Pô fera, se depois de tudo que eu falei você ainda acha que não ter problemas de uso é justificativa para uma montadora usar o mesmo voltante num carro durante mais de uma década então não há mais o que discutir. Se você está feliz com isso então tudo bem.

                    • Vamos lá: Não sou consumidor dessa categoria (Infelizmente, por falta de condição mesmo, pois minha prioridade é outra), e embora admire a Peugeot não é meu pensamento que é responsável pelo mercado ser assim ou assado, mas sim o pensamento de quem consome produto dessa categoria, que reitero não fazer parte. Fiz uma pergunta simples de vantagens e desvantagens práticas desse volante em relação a concorrência e dos comandos satélites em relação aos outros tipos e sobre essa questão não tive argumentação nenhuma. Todo mundo fazer inclusive a Peugeot é o melhor que consegue? Agora eu pergunto: Toda mudança, moda, é para melhor, positiva? Vou dar um exemplo claro e atual: O que é mais seguro para quem está dirigindo: Apertar um botão físico no volante, no painel logo a frente ou deslizar o dedo em uma tela.?Acho que é um consenso que um botão seria muito mais seguro (E segurança devia ser prioridade para um automóvel). Mas a questão que está mandando na proliferação das CMM’s em automóveis é estética ou de segurança?

                • Atley jackson

                  3008, 408 e 308 tem o mesmo volante.

            • Carlos Fernandes Jr.

              Camarada meu 308THP também tem este volante e controlo tudo que vc disse sem tirar a mão dele, todos os controles estão na coluna em alavancas, à direita e esquerda. Não entendo esse choro. Realmente não é um volante bonito de ver, mas é bom de ergonomia no dia-a-dia.

              • Danilo Fernandes

                Volante bom de ergonomia temos há muitos anos e nem por isso os volantes dos outros carros ficaram parados no tempo. Eu sei dos controles em alavancas atrás do volante (eu tenho um 307, já falei), mas ainda não justifica o volante ainda não ter atualizado. Nem a própria marca os usa mais. Pegue os demais carros da Peugeot, incluindo o seu irmão menor 208. Todos eles já usam os novos volantes.

            • Vinicius

              Eu gosto do comando satélite. Prefiro.

      • tiago

        Cara, a questão é que com o tempo as marcas atualizam o conteúdo, e a peugeot tem esse volante desde 2001 aqui no brasil.

        2001, cara, é um hatch médio, o consumidor dessa categoria não perdoa…mais de 14 anos.

        Segue foto de um painel de um peugeot 307 2001.

        • Isso ainda não responde a questão… Será que alguém poderia me dizer vantagens e desvantagens práticas desse volante em relação ao que se tem no mercado?

          • tiago

            Na prática!?
            As diferenças são pequenas, Os comandos atrás do volante tem uma cara de gambiarra, das grandes.
            Enfim, a Peugeot sofre para emplacar um carro como o 2008, moderno, que não tem nada “gritando na cara do proprietário”: Sou muito antigo. Imagina um carro com tantos traços do 307 de 2001. O consumidor não perdoa. Esse volante é o que mais entrega a idade do que não foi maquiado. Acredito que com um investimento leve dava pra colocar um volante muito mais moderno.

            • “..As diferenças são pequenas”
              Concordo.
              “Os comandos atrás do volante tem uma cara de gambiarra, das grandes….”

              Como limpador de parabrisa, limitador de velocidade de cuzeiro, seta, aletas de mudança de marchas… Discordo frontalmente…
              Obrigado Tiago… Por um sem número de mensagens esperei uma resposta mais direta sobre a vantagem prática de um ou outro e não li nada… Desisto.

              • tiago

                Acontece, Alessandro, que o “infotainment” dos carros modernos exige uma coisa que ” impador de parabrisa, limitador de velocidade de cuzeiro, seta, aletas de mudança de marchas” não exigem, sabe o que é?
                A resposta é navegação, guiada através da tela no painel central ou de instrumentos. Essa navegação, não no sentido de GPS, mas no sentido mais amplo, como acessar menus e mudar parametros, é mais fácil quando os controles estão embutidos no volante.

                Pegue os 20 últimos lançamentos de veículos de categorias como: Hatch compacto, sedan compacto, hatch médio/ sedan médio, crossover, pickup…Eu te garanto que os controles de pelo menos 18 desses são por meio de botões embutidos no volante, essa preferencia absoluta da industria deve ter um motivo.

                Não estou falando que o volante do 307 não presta, ou que não serve para virar para esquerda/direita, buzinar e comportar o airbag, pois para isso nós sabemos que ele serve.
                Agora se você realmente acha que este volante está perfeito para esse carro, e não merecia um upgrade, vamos ter que concordar em discordar.

                • Como eu disse em outro comentário, alguns botões são mais simples de serem acessados no painel que no volante. Exemplo? Mudar som no Fusion ou New Fiesta em relação à mesma operação no painel do Civic.
                  Mas tudo bem, respeito sua opinião. Mas ainda não sei a vantagem disso em relação ao comando satélite. Curva de aprendizado? Sim, acharia um bom argumento. O botão está lá, basta olhar para ele. Mas se tiver que olhar para o botão aí ele já perderia o sentido. Pois bem, então seria uma vantagem do comando satélite exigir que você não olhe o que está mudando? Também não falaria isso. Mas as pergunta pra mim é: Tenho um Fusion, um 307 com comando satélite, um New Fiesta, um Ônix com MyLink sem comando no volante e um Civic atual sem comando no volante. Qual deles seria mais fácil aumentar ou diminuir a altura do som? E porque? Essa é uma pergunta prática E vamos considerar quem usa o sistema pela primeira vez e quem usa constantemente.

                  • tiago

                    Respondendo sua pergunta prática:
                    Mesmo sem conhecer profundamente os modelos citados, acho que o mais fácil seria o civic, pois eu iria diretamente no som( no painel) sem ter que navegar pelo volante, estando os comandos embutidos ou não.

                    • Exatamente! Penso o mesmo que você! E escolhi o Civic não a toa: O comando de altura do som dele daria para substituir o estepe de tão grande.
                      Mas para mim do pior para o melhor seria: Ônix, New Fiesta (comandos muito afastados de onde fica a mão em uma posição normal), Fusion (Botões pequenos e em grande número que acabam jogando contra o propósito deles), 307 (Mais práticos e ergonômicos mas requerem mais prática que os outros. Se a questão fosse apenas primeiro uso ele ficaria atrás de Fiesta e Fusion) e Civic (Tira a mão do volante, mas você acha o botão sem olhar para ele).

                    • tiago

                      Acho justa a escolha da função aumentar e diminuir o volume, pois ela é recorrente no dia a dia. Agora, os carros modernos propõem mais imersão com as próprias tecnologias, e.g. verificar pressão de pneus, configurar bluetooth, desativar airbag do passageiro, desativar assistente de partida, e é nesse ponto que penso que a melhor disposição dos controles seja no volante, mas para funções mais básicas, o comando satélite serve perfeitamente.
                      Enfim, só pontuei que no segmento em que o 308 está, ele deveria acompanhar a concorrência para vender mais (algo que a peugeot precisa muito).

                    • Tiago, mas sabe qual a questão? Ter controles no volante serve para não precisar tirar a mão do volante enquanto dirige e não ter que desviar o olho da pista. E ter o controle de muitas funções no volante agiria contra o motivo deles estarem lá. O Fusion mesmo na geração passada era um problema. Por ter muitas funções no volante acontecia que algumas teclas ficassem longe da posição natural da mão e fossem muito pequenos, obrigado a olhar para eles para não apertar botão incorreto. Você pode por exemplo ter um botão de verificar pressão dos pneus e outro de aumentar o volume do som. Mas perto da frequência de ocorrência de uso de um e de outro, não seria melhor ter um botão de volume do som com o dobro de tamanho, ocupando o espaço dele atual e do outro botão em vez de um botão pequeno que você usa toda hora e outro que quase nunca é usado? Eu acho que no volante pode constar o acesso para as funções mais comuns no uso do automóvel. E só!

                    • tiago

                      A sua colocação é razoável, a distração deve ser uma preocupação mesmo.Concordo que uma quantidade demasiada de botões pequenos, resultará em ter que desviar a visão para eles.
                      Acho que podemos concordar que existe uma linha tênue que separa a quantidade correta de botões, que serão importantes no uso do veículo, do uso excessivo de botões pequenos e de pouco uso.
                      Voltando à distração, acredito que os motoristas já se distraiam com Smartphone, central multimídia etc. trazer essas coisas para o volante e painel de instrumentos é só uma forma de mitigar essa distração e não eliminá-la, acredito eu.
                      Por fim, sobre o 308, rsss, a discussão foi longa, mas entendi o seu ponto de vista, acredito que você prefira uma direção mais minimalista. Mas ultimamente as pessoas preferem mais gadgets e penduricalhos, sem entrar no mérito, se eles são bons ou ruins, é o que tem sido pedido, e ir contra o que o mercado pede, quase sempre resulta em poucas vendas, como a fiat insistindo no dualogic quando o mercado pede câmbios mais sofisticados…

        • Alessandro Araujo

          Me lembra o interior do finado Astra…

      • FLMG

        Ja usei sim, varias vezes.
        Agora me diz você, ja usufruiu de um volante que tenha comandos de radio, de computador de bordo, de telefone? O quanto isso evita a distração no meio do transito, uma vez que você consegue fazer coisas básicas instintivamente sem ter que tirar os olhos da direção?
        Não é so uma questão de estética, mas é inaceitavel pagar 70 pau (NO MÍNIMO) com um volante desse…

        • Mas você sabe que esse volante tem opção de comandos satélites para essas funções, não tem?
          E sim, já usei um volante com tudo isso. E embora ache muito legal com certeza seria a última prioridade na aquisição de um carro. Ok, sua mão continua no volante, mas na posição correta? Já viu a ergonomia propiciada pelos painéis da Toyota ou Honda? Não precisa esticar para pegar botão nenhum. Claro que iria gostar de ter no meu carro atual, mesmo que no tempo dele não fosse tão comum como hoje. Mas se o melhor argumento que vocês tem é não tirar a atenção do trânsito para fazer uma operação (O que é contraditório a defender tela touch em carro) então para esse volante o argumento é FALHO! Os comandos satélites proporcionam exatamente isso que falou como vantagem dos outros volantes.
          Agora, como alguém que diz que usou o volante desconhece o comando satélite?

          • FLMG

            Acho que você não conseguiu entender meu comentário… comparar esses comandos satélites com outros volantes é no minimo comparar banana com maçã.
            Quanto a tela touch, você está me colocando uma discussão que eu nem citei, você nem sabe se eu defendo ou não.
            Então sem polemicas você fica com a sua opinião que eu respeito, e deixa a minha.

            • “..Acho que você não conseguiu entender meu comentário… comparar esses comandos satélites com outros volantes é no minimo comparar banana com maçã…”

              Sim, porque servem para coisas diferentes não é? São comandos dos itens periféricos que permitem que você use com as mãos no volante. E você diz que são coisas distintas. Acho melhor parar por aqui. Fusion tem posição nas bordas da almofada e Chevrolet no centro dos raios. Para você são coisas diferentes.

            • E isso é arrogância: Não é que não entendi seu comentário. Não concordei com ele e não vi um argumento sequer contra. Mas para você sua opinião deve ser uma verdade absoluta tão grande, uma coisa tão óbvia que o único motivo de não concordarem com você é não ter te entendido. Francamente…

              • Gabriel Oliveira

                tenho um 408, e não preciso tirar a mão do volante pra aumentar volume, passar faixa, mudar pasta de musica. tanto botão no volante qto satélite é fácil de mexer, a questão dos botões no volante é só estética. E concordo, o volante do 408, 308, 3008 já ta bom de mudar, poderia ser igual do 508 que é maravilhoso

                • Perfeito Gabriel! Simples assim: Você reconhece que o volante não possui limitação nenhuma mas gostaria que mudasse pela estética! Acho isso extremamente válido. E pedi algo simples que você fez em poucas palavras, uma comparação do uso do volante. As pessoas tem uma dificuldade imensa de se expressar. Falava logo que queria a troca pela questão estética e está tudo bem! Inventaram defeitos e limitações que o volante não tem!

    • Concordo contigo, FLMG. Meu antigo Fox 1.0 Itrend 2011/12 já tinha um volante multfuncional, que dá um charme e sofisticação ao carro, de fato. Um carro de 69 mil não ter comandos no volante é uma piada.

  • Danilo Fernandes

    Eu adoro os carros da peugeot. São em geral mais completos e refinados que a concorrência. Mas o que é isso que a Peugeot brasileira está fazendo??? Estão querendo enterrar a marca de vez, só pode! Como que eles vem Ford e VW trazerem carros pelo menos visualemente iguais aos da Europa e fazerem sucesso e em pleno 2015 usarem a famosa gambiarra de colar no carro antigo aspectos do novo? Isso se fazia nos anos 2000 pô!!

    E pra piorar ainda lançam com preços totalmente surreais fazendo com que os poucos bobos que comprem ainda se arrependam amargamente vendo o preço das suas aquisições despencar nas concessionárias. Nem o THP está compensando. Pra mim a Peugeot Brasil deve ser gerenciada pelos 3 patetas, só pode.

    • Ruberlan Santos

      Sabe por que? Por quê tem quem compre essas gambiarras. É o velho “se colar, colou” que continua em alta no Brasil. Até quando??

  • Parece que a Peugeot não aprendeu com o 207… a piada vai ser maior ainda SE e quando a versão europeia chegar aqui. Vão ser dois 308 muito diferentes. Uma empresa como ela precisando dar uma ginada, patinando em vendas pega e lança um Frankeinstein desses. E neguinho ainda vem aqui dizer que é um bom custo benefício… e Brasilzão!

  • Frederico Soares

    Não há Google Android Auto.

  • Alexandre Maciel

    Peugeot e seus remendos. Acho que a Pejô não deve ter ciência da globalização das informações e acredita que vivemos isolados e não sabemos que esse carro aí não é o 308.

  • Rafael Straus

    Todo 308 agora vem com o teto panorâmico de série?

    Tem muita gente que não gosta. Eu me incluo.

  • Fernando Coelho

    Como proprietário de um, com este novo desenho digo: Chuta que é macumba!!! Mas o CxB e o pacote de equipamentos está interessante. Agora basta a Peugeot acertar no pós-venda e solucionar problemas “insolucionáveis” no carro, como barulhos no acabamento interno, que vai e volta da css com eles.

  • FocusMan

    É sério que eles querem vender esse carro pelo mesmo preço do Focus de entrada?

  • Magnus Lincoln

    a Peugeot deveria ter vergonha de cobrar essa fortuna num carro com esses motores aí , mancos e beberrões .

  • Rodrigo Monteiro

    Como um carro recem lançado por 70k na versao de entrada não tem comando de som no volante?

    • Christian Balzano

      Senão me engano os comandos multimídia do Peugeot são pela alavanca na coluna da direção. Por isso não estão no volante, mas elas existem.

  • Ruberlan Santos

    O pior é ver um carro de geração anterior, com cara da nova geração francesa, pelo preço da próxima geração. Por que Peugeot, por quê?

  • Vinicius Palermo

    E o francês? A Peugeot desistiu de trazer?

  • Paulo

    Mas q m#@$# é essa? Cadê o modelo europeu? E o povo vai comprar, por isso que não vem o modelo global pra cá..

  • Airplane

    O mesmo erro estratégico cometido com o 206,5. Agora é o 308,5. É fria!
    Fora o péssimo pós-venda.

  • Tudo em Lugar Nenhum

    Tenho um 308, dos primeiros lançados aqui, ainda AL4, e, apesar de alguns detalhes, gosto do carro. Tanto que to até mirando um THP. E é curioso que, onde moro (Floripa), os franceses pipocam nas ruas mais do que marcas com maior volume de vendas no país. Pode ser um fenômeno localizado, mas aqui numa simples volta pela cidade se vê mais 308 (branco c/ teto) do que golfs, cruzes e afins. Exceção pelo Focus que tb tem aos rodos. Quanto ao facelift, pelo menos por foto não me convenceu. Quem sabe ao vivo seja mais interessante …

    • renanfelipe

      Acho que a Peugeot tem vendas bem localizadas… aqui no Paraná, mais especificamente em Maringá tem muito Peugeot. O 2008 ainda vi poucos, mas 208 e 308 tem de monte. Sem falar nos fora de linha, que ainda tem muitos também.

      • Atley jackson

        Aqui em Curitiba também, quem mora aqui ou já veio para cá sabe do que estou falando, 208 e 308 é “mato” nas ruas de CWB, e o 2008 aqui vejo mais ele do que Renegade

    • Atley jackson

      Curitiba também tem veículos franceses a rodo, 208 e 308 é “mato”.

  • CanalhaRS

    Mais um erro grotesco da Peugeot. Querem ir embora do país pelo visto.

  • Gran RS 78

    A Peugeot poderia sacudir o nosso mercado e aumentar bem mais as suas vendas, se tivesse lançado o 308 europeu nos preços desse modelo reestilizado.

  • Christian Balzano

    Vim só para ler os comentários ;) Preço bizarro.

  • Christian Balzano

    308 europeu então vai chegar acima de 100 mil, tem que ser bastante fã da marca para encarar.

  • Paulo

    Esse volante ai tem 20 anos…

  • Humberto Ghirardello

    Sério esse volante?

    • Zeca Piroto

      Pois é, nem se deram ao trabalho de trocar… sacanagem™, né? esse é o novo 308,5 kkkkk.

  • pgoytaca

    Acho que a reestruturação das css Peugeot está saindo do papel. Vi um anúncio que vaI ser aberta uma css em Campos RJ, acho que já tem uns 2 anos que a antiga fechou.

  • Samuel Ezidio

    meuuuuuuuuu Deus e esse volante nunca vai mudar essa aberração ?

  • Gabriel Oliveira

    pra ver como são 2 pesos e 2 medidas, corolla ficou de 2002 até 2008 com o corolla brad só fazendo facelit (nem isso), depois veio a 10ª geração que é a 9 geração com outra carcaça e outro interior, até o tamanho do carro e espaço interno é o mesmo e até pouco tempo ainda vendia o cambio AL4. A 11ª geração atual chegou só em 2014. Agora se a Peugeot sonha ao menos em fazer isso é o carro que é defasado, o volante q não presta, o projeto é antigo, sendo que ela ta somente alinhada com as outras e faz o que as outras ainda fazem ou já fizeram. E esse 308 lançou em 2011, tem 4 anos no mercado. Talvez tragam pra substituir de uma vez só daqui a 1 ou 2 anos



Send this to friend