Lançamentos Peugeot Preços Sedãs zslider

Peugeot 408 2016 é lançado no Brasil – Sedã argentino tem preços a partir de R$ 75.990

peugeot-408-2016

O Peugeot 408 2016 chega ao mercado brasileiro com visual renovado, assim como ocorreu com o 308 2016. O sedã médio feito na Argentina chega com preços de R$ 75.990 para a versão Allure 2.0 BVA e R$ 86.990 para a topo de linha Griffe 1.6 THP Flex.

Visualmente, o Peugeot 408 2016 adota novos faróis, LEDs diurnos no para-choque, protetor com desenho revisado, detalhes cromados, faróis de neblina atualizados e grade remodelada, assim como lanternas em LED e para-choque traseiro redesenhado. As rodas de liga leve aro 17 apresentam visual exclusivo.

peugeot-408-2016a

Por dentro, as mesmas alterações vistas no 308 2016 se aplicam no sedã, que tem volante em couro atualizado, quadro de instrumentos modificado, nova multimídia com jukebox de 16GB e Car Play/MirrorLink, acabamento com padronagem revisada e mais equipamentos de série.

O Peugeot 408 2016 conta com ABS, rodas de liga leve aro 17, sensores de chuva e crepuscular, trio elétrico, ar condicionado dual zone, Isofix, ESP, seis airbags, sensor de estacionamento, direção eletro-hidráulica, bancos em couro e tecido, computador de bordo, faróis de neblina, LEDs diurnos, entre outros.

peugeot-408-2016b

A topo de linha Griffe adiciona bancos em couro sintético, sensor de estacionamento dianteiro, câmera de ré, teto solar elétrico e rodas aro 17 diamantadas. O Peugeot 408 2016 ainda dispõe das cores Gris Grafito (base) Branco Banquise (especial), duas metálicas (Preto Perla Nera, Cinza Aluminium) e uma perolizada (Branco Nacré).





  • lheu

    Ficou mais bonito, na minha opinião.

    • Mr. Car

      Não estou com a imagem do anterior na cabeça, mas também achei este bonito.

    • Fábio S

      Achei a mesma coisa. E na minha opinião acertaram na sinaleira traseira, que eu não achava legal antes.

    • Deadlock

      Bonitinho na frente, mas a traseira não está legal, parece carro velho. É uma pena ver a Peugeot nessa situação, mas o mercado é implacável.

    • Zeca Piroto

      É…até está, mesmo… mas, acredito que o 408,5 é outro que já nasce encalhado se a Peugeot não fizer uma boa propaganda e ofertas para cativar o publico…realmente é dose ver uma marca com um motor tão bom como o THP, tão premiado no mundo, se auto-sabotando…

    • paulo33sp

      Coitado mais um PSA que ira sofrer diante da concorrencia implacavel rsrsrsrr enfim,nao custa nada tentar de novo….!!

    • Bruno

      Ficou até bom, mas será que a peugeot tem idéia de que não vai vender nada? Com essa quesa substancial das vendas, deveria ter pelo menos preço.

    • Raul Cotrim de Mattos

      Bem vindo aos anos 90.

  • Andre Coelho

    Esse parachoque traseiro ficou deprimente… Bastante chinês!

    • xyzR2

      Pra completar, falam sobre o interior e não tem uma mísera foto… triste.

      • Mr. Car

        Devia ser proibido falar de um carro sem colocar também fotos do interior. O interior interessa demais, é lá que vamos ficar, e temos que nos sentir bem, he, he!

        • RicardoP

          Se bem que o interior é aquele velho conhecido… O mesmo do 308 brazilian edition…

      • IRA

        Parece que é isso.

        • Rafael Viana

          Acho meio sem graça esse interior, não chega a ser feio, mas não me chama atenção.

    • Gran RS 78

      O maior problema na minha opinião, é as falsas saidas de escape do modelo, mesmo mal do modelos anterior a reestilização.

      • Gustavo73

        Completamente desnecessárias ao desenho essas saídas falsas.

    • Whering Alberto

      ISSO!

  • Ric53

    O Peugeot 408 é tipo aquela “mina” que até ano passado era mais bonita. .. Ei vc viu a Peugeot 408? Ela ta muitooo zuada!

    • Clovislauro

      Eu diria que é aquela coroa que ainda é bem interessante.

      • THE GUNSLINGER

        MILF.

        • Ric53

          Hahahaha ta longe de ser milf! Toda no botox e plástica!

        • Adolfo Frota

          cougar

        • FocusMan

          kkkkkkkkkkkkkk você que me desempregar cara! kkkk rindo muito aqui.

  • Gustavo73

    NA dois ou seis airbags de série?

    • Fred

      6 airbags de série em todos.

      • Gustavo73

        Menos mal, já ia “bayer” na Pug. Se o 308 2.0 tem 6 Airbags não haveria lógica se o 408 tivesse 2.

      • Matheus Cavalheiro

        Será o sedã mais barato com 6 airbags e ESP?

        • Gustavo73

          Bem provável. O Golg Confortline acho que já custa acima de 75. Com câmbio automático com certeza.

          • Edson Fernandes

            Se vc encontrar atualmente, verá que a maioria é tudo highline. Agora a versão comfortline irá se concentrar apenas com o motor 1.6 e a VW não está mais pedindo a versão 1.4 oriunda do México.

            • Gustavo73

              Tem tempo que não “procuro” um. Esse é outro ponto sobre o Golf nacional se forwm mantidos os valores e com a retirada do dsg e suspensão multilink ele merece vender menos que o Cruze. Mas tem outra coisa me deixando com a pulga atrás da orelha, já estamos quade em dezembro e nada do nacional que estaria no mercado em setembro chegar.

              • b.c

                Ficou para o ano que vem.

              • CorsarioViajante

                Também notei a imensa demora em lançar este golf nacional, já lançaram o A3 e o golf nada… Mas sinceramente, não acho que teremos nenhuma surpresa, vai vir com eixo de torção, cinco marchas, câmbio tiptronic, por uns R$69.000 (como o Focus SE) mas vai precisar colocar algum pacote de opcionais por uns R$7.000 deixando o preço quase igual ao do Focus SE Plus.

                • Gustavo73

                  Já foi uma ducha de água fria as mudanças. E pessoalmente não vejo motivos para nenhuma das duas. Se vier com o preço errado era melhor deixar o pessoal reclamando do Golf IV mesmo.

                  • CorsarioViajante

                    O preço acho que vai ficar bem alinhado com o focus 1.6, não tem muito para onde fugir. O que está muito chato na VW é a política do pacotão de 10.000 reais de opcionais para levar um simples controle de cruzeiro.

                    • Gustavo73

                      Mas não adianta o preço alinhado se para oferecer o mesmo como você disse preci2de um pacote de 10 mil a mais.

                    • CorsarioViajante

                      Eu também acho que não adianta, mas é a atual política da VW. Aliás, é um saco, o cara paga uma fortuna num Golf Variant e AINDA tem que pagar mais dez mil num pacote de acessórios… Dureza.

                    • Gustavo73

                      Impressionante a VWB. Mesmo com os novos produtos modernos ela dá um jeito de se boicotar. Os preços estão matando o Golf.

                    • CorsarioViajante

                      Pois é… Não só o golf. Dá para resumir a VWB hoje dizendo que o carro que dá para comprar não interessa, e o que interessa não dá para comprar.

                    • Gustavo73

                      Mantendo um comportamento assim, nem precisa de concorrência.

                    • CorsarioViajante

                      É fato, tanto que vem perdendo mercado.

              • Edson Fernandes

                A VW está com dificuldades de vender algumas versoes do Golf, pois o que está vindo do México são versões Comfortline e Highline com pacote elegance, DSG e teto solar. Para sair desse “perfil”, o cara acaba percebendo rivais mais completos e muitas vezes mais baratos para aquisição. Ou seja, o carro não vende.

                E tendo estoque, ela precisa vender o que tem para anunciar o novo. Se fizer isso agora, mata a versão importada. E olha que a versão importada é a refinada tecnicamente. Como eu gostaria de ter o Golf com o pacote exclusive… (por ter o ACC)

          • Comentarista

            Golf não é sedan.

            • Gustavo73

              Realmente pensei nos médios em geral. Mas o Golf por esse preço é manual e o 408 at. Maa como disse não lembro de outro hoje por menos ou igual e com os mesmos equipamentos de segurança.

        • Edson Fernandes

          Sim, exatamente!

          Acho que se a Citroen fizer isso no C4 Lounge, ela teria muito mais propaganda do que o 408. Mas enfim… é o mercado que temos.

          E engraçado que a Peugeot não deu descontos interessantes a pessoa fisica para sair os modelos 408 das revendas.

          • Gustavobrtt

            Vai micar denovo por este preço.

            • Edson Fernandes

              Com certeza seria mais atrativo porque o C4 Lounge tem tido mais vendas que se comparado ao 408.

              Se esses produtos da marca tivessem o preço por votla dosR$70000 com o motor 2.0, já seria muito interessante. E creio que será isso que a Puegeot vai buscar: Precificar para vender em negociação por R$70000(e certamente no PJ por volta dos R$63000-65000)

  • Ricardo

    Melhor que pagar 100mil em um corolla que sequer tem Esp.

    • Gran RS 78

      Na cabeça dos consumidores brasileiros não, infelizmente.

    • João Cagnoni

      ESP não é nada, o Corolla parece pelado na frente do trio Sentra/C4/408.

      • misa

        Parece? rsrsr qual Corolla tem 6 airbas, aquele Altis que custa uma Mercerdes né?!

  • Gran RS 78

    Ficou com um visual mais acertado que o hatch. Uma pena a Peugeot não ter cobrado menos por esse modelo, pois seria uma ótima estratégia da marca, principalmente contra os fortes concorrentes diretos dele.

    • Hadson Nobre

      Também acho que deveria ter sido mais agressivos quanto aos valores a serem cobrados. A peugeot precisa firmar-se melhor para enfim obter um número considerável de vendas.

    • Como subiram os preços de carro no Brasil… outro dia os sedãs franceses partiam de versões abaixo dos 60 mil reais…
      Bom, a gama de versões ficou concentrada em uma faixa de preços bem restrita (11 mil reais entre a de entrada e a top). Notei que o 408 Griffe fica devendo alguns acessórios com relação ao C4 Louge Exclusive.

      • Gran RS 78

        Subiram muito, e olha que sempre ficaram nas últimas posições nas vendas dos sedans médios. Agora que seria uma boa hora para a marca tentar uma reviravolta, ela lança com preços praticamente iguais a dos concorrentes. Desse jeito vai micar mais uma vez.

      • Edson Fernandes

        E assim como o C4…. o 408 também perdeu farois em xenon!!!! Absurdo!!!!

      • Leandro Cazzeri Sasso

        Pior que eu lembro o 408 a R$ 57 mil e achava o preço bem interessante. Olha que nem faz tanto tempo assim…

      • CorsarioViajante

        Alguns preços que me marcaram: GOlf Highline alemão lançado por R$67.000. Fiesta S por R$39.000.

        • Kaian Reis

          Linea por R$49,990
          Duster por R$49,990

          • Zoran Borut

            QQ por 19 mil rsrsrs

      • Gomes

        O que por exemplo? Lembrei do keyless…mais alguma coisa? E o Lounge não tem essa CMM touch com jukebox

        • O sensor de presença lateral também está ausente no 408. Juntando com o Keyless, dá os “alguns” que citei. E há algo que dá “pano para manga” quando cito, mas o 408 vem com controles de áudio e limitador/controlador de velocidade nas alavanquinhas atrás do volante, enquanto o Louge traz tudo no volante mesmo. Não vejo como comparar a diferença de funcionalidade e maneabilidade em favor do Citroën nesse caso (meu irmão tem um 307 com o arranjo das alavanquinhas, e ele mesmo as detesta), mas tem muita gente que costuma ficar nervosa aqui no blog quando falo isso… kkkkkk.
          Quanto à CMM, realmente a do C4 fica devendo o touch, mas ela é fácil de operar, bem intuitiva. O chato dela é que “reseta” demais. Em várias partidas ela se reinicia, ficando meio que inoperante por uns 10 a 20 segundos, prazo em que você não pode ligar o som e fica sem os esquemas gráficos da câmera de ré e dos sensores de estacionamento. Pode parecer bobagem, mas incomoda viu. Normalmente na hora em que você liga o carro é que mais precisa dos sensores e câmera de ré para manobrar, o que torna a espera do fim da reinicialização inevitável e chata.

          • Gabriel M. Vieira

            Isso acontece mesmo. E o engraçado é que não é toda vez, algumas vezes ela inicia bem rápido… mas eu também costumo esperar ela ligar pra começar a manobrar (quando é de ré, claro). As faixas na tela que indicam o ângulo de manobra são muito úteis, de fato.

            Sobre a CMM, eu acho intuitiva, mas meio sofrida. Fui buscar opções pra espelhamento do smartphone (só por causa do Waze) e precisaria instalar vários módulos e ela continuaria sendo “não touch”. Outro ponto que não me agrada no C4L é a qualidade do Som, em geral. Acho fraco nos graves… mas, de resto, o carro é excelente!

            • É exatamente isso, não é sempre que ela precisa se inicializar, ficando a exibir o símbolo da Citroën. Já observei que isso é um artifício que a montadora criou para que o sistema não “trave”. Quando a CMM fica um tempo sem fazer a reinicialização ela costuma ir dando uns “bugs”, como exibir uma tela preta com os gráficos quando você engata a ré. Assim, programaram a reinicialização frequente para minimizar esses “bugs”.
              Imagino que a CMM do 408 deva ser muito semelhante ou igual à do 208 da minha esposa. Ela é bem mais aprazível na utilização que a do Lounge, sem dúvidas. A operação por touch é bem mais simples, sem dúvidas, mesmo que seja possível se acostumar facilmente com a operação da do Lounge pelos botões. De positivo fica que os botões de operação da CMM conferem um ar sofisticado à porção central do painel, em minha opinião.
              Quanto à qualidade do som, ainda escrevi um texto aqui para o site na época em que adquiri o carro falando disso, que na comparação com o Jetta que eu tinha (básico), ficava devendo. Não é ruim, mas poderia ser melhor, realmente.

              • Gabriel M. Vieira

                Interessante, nunca reparei nisso. No meu caso ela reiniciou uma única vez durante o uso, achei estranho mas talvez seja isso mesmo que vc comentou. Eu acabo usando muito pouco as funções do GPS dela, porque prefiro o Waze (aqui em SP ele te tira de várias roubadas, mas tem ressalvas). Eu gosto muito do painel do C4L e concordo com vc, os botões dela deixam a parte central visualmente muito bonita, junto com o ar bizone digital.

                Eu também tinha um Jetta Comfortline e o sistema de som era bem melhor, realmente. Mas, pra uso “normal”, é suficiente mesmo.

              • Carlos Fernandes Jr.

                Você já atualizou a sua? A minha CMM também acontecia isso com firmware 2.08 que era original do carro, atualizei para 2.85 e essas telas pretas diminuíram consideravelmente, além de novas funcionalidades que não tinham antes.

                • Rapaz, nem sei. Vou relatar isso na próxima revisão. As telas pretas aconteceram duas vezes em um ano, mas nem incomodou muito, porque na próxima parada ela reinicializa e tudo volta ao normal. Chato mesmo é a demora quando ela se inicializa.
                  Valeu pela informação.

          • misa

            Cara eu dirigi carro com comando no volante (frente) e não curti, prefiro as alavanquinhas…kkkkk

            • Eu dirijo dos dois tipos o tempo todo. O 208 da patroa tem piloto automático na alavanca. É aquela coisa, acostuma-se. Mas não consigo vislumbrar trocar os botões do Lounge pelo sistema de alavanca, em especial o que pausa o sistema. É muito mais tranquilo com ele estampado na sua cara e com seu polegar sempre em cima dele. Mas, é aquela coisa, vai do gosto do freguês… rs.
              E tem uma coisa que não é esporádica: como não dirijo todos os dias o 208, toda vez que pego o danado, os primeiros km rodados sempre tem aquele movimento de ir com a mão na alavanquinha do piloto automático para dar seta. Depois vai de boa. Mas que é assim, isso é.

  • Fanjos

    Dollynho diz: Vai vender muito sim amiguinhos!!!

    • 200 carros por mês, e olhe lá.

      • Fanjos

        Por isso eu gosto das pessoas do Brasil.
        Sempre otimistas! xD

        • pedro rt

          nesse caso e realismo, o 2008 era pra ser o peugeot mais vendido e mal chega a 800 por mes…

          • O 2008 eu acho até que tem um volume de vendas bem significativo para os planos que a Peugeot fez, que era de vender 100 carros por mês. Se levarmos em conta o tamanho da crise no setor automotivo, até que os 700 e tantos que tem vendido por mês estão razoáveis.

          • Gustavo73

            Pois é mas mês passado foi o mais vendido.

          • Leandro Balmant

            Creio que a culpa das baixas vendas foi a falta de propaganda, e o lançamento junto com HR-V e Renegade, sendo um de marca consolidada, e o outro sendo o carro de entrada de marca “premium”. Com a péssima rede de concessionárias que a Peugeot tem, além de sua fama, difícil seria se igualar em vendas com a concorrência.

        • Evandro

          se vender 100 por mes vai ser mto

  • Colorado

    ficou mais bonito que o hatch, mas vai vender pouco, muito pouco

  • Lucas Mendanha

    Escapamento duplo! imagina o ronco hein?

    não, pera!

    • Pois é… só de faz de conta. Já era assim antes da remodelação.

      • Colorado

        no Corolla nem se imagina

      • Fanjos

        A Fiat ama fazer isso tb, lembra do Stilo que tinha essa bizarrice e que para ajudar ainda ficava aparecendo o cano do escapamento logo abaixo

        • CorsarioViajante

          Hahaha achava que só eu me irritava com o escape feioso aparecendo embaixo do escape falso.

      • Fanjos

        Fiat ensinando como seu faz Fiatisse

        • RRROL

          Esse era um pouco melhor

          • RRROL

            Podiam fazer pelo menos assim: simples, de verdade e ao menos de um lado

            • RRROL

              Ou esportivo clássico. Com um escapamento de cada lado. E com o parachoque na cor do carro.

    • HelderV6

      Ronquinho de esportivo ele tem….igual o veloster.

      • Lucas Mendanha

        De fato, tem sim! meu primo tem um THP preto, 2013.. Pena que ele nunca me ofereceu um test drive.

        :/

    • Gabriel M. Vieira

      Essas “saídas de escape” fake são a coisa mais ridícula que eu já vi em termos de xuning de fábrica. Nem se deram ao trabalho de esconder a saída real do escapamento no 308 anterior….

  • Tosoobservando

    A Peugeot espera enfrentar o Honda Civic 2016 com isso?

    • Gustavo73

      Não espera nem brigar com o quinto colocado imagina os líderes.

      • Tosoobservando

        Podiam voltar com um projeto parecido com o 407, ele ainda é bem melhor que esse ae, alem de passar imagem de ser maior, o que nesse segmento conta, pois para os brazucas é carro de “luxo”. O cupe entao era lindao.

    • Gabriel Oliveira

      sou mais ele que o civic 2016, na boa

      • Tosoobservando

        Voce ja viu o novo Civic ao vivo?

  • Igor Lima

    Saindo da nova tendência de carrocerria sedãs “fastbacks”… será pq este projeto só eh 2016 aqui no Brasil

  • É um belo carro, com bom conteúdo, preço atrativo em relação ao que se tem em boa parte da concorrência, acabamento interno um degrau acima da maioria dos seus pares de mercado. Mas não tem penetração no mercado, não adianta.
    Um vizinho meu teve um. Adorou o carro, achava-o maravilhoso em conforto, equipamentos, requinte, apesar de ainda ser da leva dos AT8. Só que sofreu um acidente com ele, e aí o amor foi por água a baixo: 6 meses de carro parado na concessionária por falta de peças, devolvido depois desse tempo com problemas gravíssimos de motor (o acidente não tinha envolvido parte mecânica), o qual não foi resolvido pela concessionária. Pois é, o “famoso” pós-venda colocou uma relação promissora a perder. Isso pesa na visão que o consumidor tem de uma marca.
    Bom, vejamos a reestruturação que a montadora está levando a cabo em sua rede. Quem sabe n médio-longo prazo a Peugeot consiga resolver esse problema de imagem. Isso faria muito bem ao mercado.

  • Fera, mas curti mais a noticia do 208 GTI com o 1.6 thp

    • Gustavo73

      Aonde você viu esaa?

      • Adolfo Frota

        flat out

  • Bruno

    não vi um comentario a respeito dos valores rsrs, vai entender, a birra é só com toyota e honda.

    • Poxa, mas um Corolla Altis custa 101 mil hoje… não tem nem o que comentar na comparação com o 408 Griffe de 87 mil. E olha que o Peugeot tem ESP…

    • corola gli e xei
      79 e 89

      so louco pra economizar 3 pila em cada versao e optar pelo pejo

      • Convenhamos que o Corolla XEi é versão intermediária, e fica devendo bastante em equipamentos para o 408 Griffe… agora, é aquela velha discussão sobre valor de revenda. Tem consumidor que prefere passar anos a fio com um carro menos equipado e vendê-lo por um preço melhor, e outros que preferem ter uma lista maior de equipamentos e perder uma grana boa na troca… vai do gosto e da necessidade do freguês.

        • o xei ja tem o suficiente

          • Cara, o suficiente fica bem abaixo do que vem em um Corolla de entrada. Equipamento é assim, você vive sem ele, mas que quanto mais, melhor, disso não há dúvidas… rs.
            Como eu disse, vai do gosto do cliente. Eu fico no segundo grupo, jamais pagaria tão mais que o que se tem na concorrência para ter um Corolla. Mas respeito quem prefira o Toyota, questão de prioridades.

            • Os equipamentos do xei bastam

              Tanto é que é o gosto da maioria…

              • A maioria opta pelo Corolla pela “segurança” da compra, bom valor de revenda e pós-venda, além de “efeito manada” mesmo.
                Isso aconteceu por quase 3 décadas com o Gol, que vendia o quanto a VW quisesse oferecendo menos equipamento e qualidades muitas vezes suplantada por seus concorrentes.
                Pessoal compra o XEi com muitos equipamentos a menos não porque é o suficiente, mas porque não dá pra pagar 101 mil em um Altis. É falta de opção mesmo de quem quer um Corolla (maioria) e ponto final. Ou você acha que algum consumidor do Toyota iria reclamar se ele viesse com o nível de equipamentos do 408?

                • A maioria opta porque o carro é melhor mesmo

                  • Só uma pergunta, você ao menos já fez um test drive em um 408 e em um Corolla?

                    • Jurandir Filho

                      Com certeza não, os haters da pejô, nunca nem entraram em um…

                • Igor Lima

                  Ubaldi Jr, por isso merecemos o mercado de carros q temos… típico consumidor toyoteiro… CEGO, nem ao menos consegue manter uma conversa decente com argumentos plausíveis… ” Corolla é melhor”, afinal a maioria compra Corolla… pra mim não é! Fico com qualquer um dos turbinados e todo seu desempenho e tecnologia embarcada no quesito motor, câmbio, suspensão a qualquer versão do toyota.

                  • Gabriel M. Vieira

                    O Ubaldir foi paciente demais… hahahaha

                  • É a minha escolha, também. Tanto que tenho um Louge THP já caminhando para 2 anos de uso. O Corolla e o Civic não figuraram nem entre as cinco melhores opções na minha lista. Antes deles ainda tinha Jetta TSI, 408, Fluence, Focus e Sentra.
                    Meu comentário foi isento, formulado somente pela observação do que temos no mercado, um “efeito manada” que é difícil de ser quebrado, semelhante ao que tínhamos para o Gol durante as duas décadas passadas: “se é Gol. pode comprar de olhos fechados”… SQN… rs.

              • Paulor1899

                Covardia comparar Corolla com esta tranqueira…

                • Paulo Rebelo

                  Nem tanto! Corolla é pelado e sem tecnologia nenhuma de estabilidade por um preço exorbitante. Já tive e andei na maioria dos sedans médios do mercado.. Posso falar com propriedade, Eu que amava o Focus… Hoje não troco o 408 por nenhum!… Um puta carro!

              • rafael morozini

                Gosto não é não está mas para que o gli ninguém quer é o altis ninguém consegue então sobra o xei fazer oque né …

          • Lucas de Lucca

            Custar 89 mil reais e dever em segurança para carros mais baratos? Não, obrigado!

            • Concordo que o xei é caro

              Mas o gli de 79 tem excelente C X B

              • Caue

                Sem Radio?

                • O sem radio custa 69

                  • Igor Lima

                    nooooooossa…. 69k sem RÁDIO!

                    • Matheus

                      dúvida: 69 mil sem rádio é melhor que 101 mil sem ESP?

              • PEDAORM

                Qual seria esse excelente custo beneficio considerando a concorrência por preço similar?

        • Ernesto

          Existe a questão do atendimento pós venda também. Como você mesmo comentou sobre seu amigo que teve um 308 e ficou 6 meses com o carro parado.

          • Foi um 408. Essa questão existe sim, sem dúvidas. Há bons concessionários do grupo PSA, mas há um percentual ainda elevado de unidades que prestam serviços de baixa qualidade, o que acaba por permear a credibilidade da marca como um todo.

            • Ernesto

              Acabei confundindo. É que um amigo tinha um 308 THP e teve o mesmo problema que o seu amigo. Ele ficou sem o carro por uns 6 meses ou mais devido a uma batida que sofreu na traseira e a concessionária não conseguia peças do sistema de escape para substituir. Ele reclamou em tudo quanto é lugar (Procon, Reclame Aqui) e mesmo assim, foi estressante.

        • misa

          Vai do prezer né. É tipo aquele cara que casa com uma doméstica! E o outro que casa com uma gostosa!! hahahaahahah

  • Eu tenho achado que o grupo PSA tem “andado para trás” demais no Brasil nos últimos anos. E tudo vem de erros bem claros de estratégia.
    Observemos o caso da dupla C3/206-207 e C3/208. Na primeira leva foram carros de muito sucesso no nosso mercado, com o 206 fazendo as vezes de carro de entrada (operava inclusive com versão 1.0), concorrendo na faixa de Gol e Palio, e o C3 na faixa do que se convencionou chamar de compacto premium, mais requintado e bem equipado e com acabamento mais esmerado.
    Aí vieram o novo C3 e o 208, sem dúvida nenhuma um grande salto com relação aos seus antecessores, projetos mais modernos e com ganhos visíveis em termos de design e oferta de equipamentos. Só que o Grupo acabou levando o 208 para o mercado do C3, deixando os consumidores das faixas mais baixas de preço órfãos de produtos das marcas, e de quebra dividindo as vendas do C3 com as do 208. Deu no que deu, a participação das marcas caiu muito no Brasil.
    Some-se a isso a perda de produtos que tiveram seu sucesso, como a Xsara Picasso, a qual não foi devidamente substituída por uma sucessora natural, que seria alguma coisa no terreno dos SUV’s, modelos que herdaram a clientela das monovolumes.
    Com o 408, o lançamento dele com o velho câmbio de 4 marchas marcou negativamente o modelo, de forma que nem a adoção tardia da caixa de 6 velocidades trouxe algum alento para as suas vendas. Essa remodelação de agora é bem vinda, mas mercadologicamente sabemos que é um zero à esquerda em termos de melhoria das vendas para a empresa.
    Pelos lados da Citroën temos o C3 Picasso, que convenhamos, até é um modelo com boa proposta, mas com design que até o mais desavisado saberia dizer que era fadado a vendas pífias.
    Outro tiro fora foi ter deixado de trazer o novo C4 hatch para o Brasil. Poxa, produz o carro aí na Argentina, por que não trazê-lo para cá? Além de ter potencial para vendas significativas (coisa na casa dos 400 carros por mês, o que não é ruim para o que vende o grupo atualmente), eliminaria aquela sensação que brasileiro detesta, que é a de descontinuidade de um modelo. Agora, se quiser voltar a participar do mercado de hatchs médios, a Citroën vai ter que remar do zero outra vez. O que conheço de donos do antigo C4 hatch que ficaram sem opção para prosseguir na marca… No lugar disso passaram a oferecer produtos de nicho (os DS), que apesar de excelentes, possuem como concorrentes marcas premium, como Audi, Mercedes, BMW, Volvo… alguém acha seriamente que carros DS vão ser algo além de “moscas brancas” em nossas ruas?
    Bom, é muito erro de estratégia junto, em minha opinião. É muito motivo junto para que a participação das empresas no nosso mercado venha diminuindo. Fica difícil enxergar dentro da estratégia das marcas do grupo PSA algo que aponte para um futuro promissor de ambas em terras tupiniquins.

    • Edson Fernandes

      Te explico: DS4. eles visualmente falando são tão parecidos que a estrategia foi não traze-lo. A expectativa era manter “a grife” DS e por isso evitou canibalizar.

      E eu digo isso desde sempre: Poderiam ter colocado versões até 2.0 e deixado a de topo na linha DS. E iria ganhar bem com essa estrategia. Tanto que repare que nosso C3 se diferenciou para não causar o mesmo impacto.

      • Bom, quanto à estratégia, ok, sei que era essa. Meu comentário foi mais do sentido de achá-la equivocada… rs.

    • everton nogueira

      Texto perfeito!

  • LEGAL

    LEGAL

    GOSTEI

    MAS VE UM COROLA AI FAZ FAVOR

    A NAO TEM? VE UM CIVIC

    so louco bota quase 90 conto num pejo seda dessa ai

    em 2 ano ta valendo 35k

    isso se nao der pane eletrica no meio do caminho

    • Edson Fernandes

      Se tivesse THP por R$35000 eu teria comprado no lugar do meu Fluence que saiu bem mais caro que isso (usado)

      • Estou exagerando

        Mas do jeito que tá a imagem da pejô, só doido vai dar 88k nesse top de linha

        Sendo que um corola xei custa 89.. Anda menos? F#d@-se O cambio, conforto e consumo são mil vezes melhor

        Usado eu olharia dependendo da procedencia… mas é muita chance de zica

        Eu comprei um usado há alguns meses paguei 60k (ix35 2011)

        • Colorado

          ix35 o melhor SUV do mundo, parabens pela aquisiçao, mas eu ainda compraria um 308 THP usado

          • muito obrigado
            o carro é mesmo ótimo
            eu tinha preconceito antes, mas fiquei positivamente impressionado
            minha mulher amou

            • Caue

              Sua mulher que escolheu o carro neh? O amigo de cima estava sendo ironico.

              • Não, foi um negócio de ocasião… comprei de um parente

                E se fosse qual o problema?

            • Pois é… pra você ver como preconceito acaba com o caboco… rs.

              • Não deixa de ser verdade

                Mas a hyundai saiu da coreia e se enfiou até nos estado unido… e vendendo bem

                tem frances lá? hehehe

          • misa

            IX35 o melhor do mundo…hahahahaha…esses cara só fica na zueira….hahahahaha

        • XEi anda menos (muito menos), é bem mais acanhado nos equipamentos, o que reflete no conforto diretamente (difícil dizer que o Corolla é significativamente melhor em marcha que o 408), bebe praticamente a mesma coisa do 408 THP, e o câmbio… sinceramente, não dá pra dizer que um é muito melhor que o outro. O CVT do Corolla é muito bom, foi um avanço monstruoso com relação ao anterior de 4 marchas, mas o de 6 marchas utilizado pelo grupo PSA tem ótimo funcionamento, também.
          A opção pelo Corolla fica restrita ao campo do pós-venda e ao valor de revenda, não tem nada a mais para justificar a escolha por ele, vá por mim.

          • anda “” muito menos “” só no super trunfo

            o 2.0 cvt anda praticamente a mesma coisa que aqueles audizinho 1.4

            Sendo que o golf 1.4 anda mais que os thp da pejo

            • Difícil dialogar com quem dá opinião de “ouvir falar”. Ande nos dois, amigo. A diferença é muito, muito grande.
              Corolla anda quase igual ao 408… 2.0 16V.
              Quanto ao Audi, o motor TFSI das versões importadas era muito mais “comedido” que o TSI do Golf (18 cv a menos). O Golf tem números de desempenho melhores, mas muito próximos do 408 THP (mais por conta do peso do Peugeot que do conjunto mecânico), mas também tem números extremamente melhores que os o A3. Bobagem grande utilizar os números de desempenho do A3 para falar do Golf.
              Agora, depois que testarem o A3 nacional de 150 cv, aí a coisa vai mudar de figura.

              • resumindo seu blá blá blá: o corolla 2.0 cvt anda muito bem e não deixa ninguém na mão
                tudo isso com excelente consumo

                • Consumo do Corolla não dá 8 na gasolina no trânsito pesado nem na base de reza, amigo. Não é diferente do que você tem no 408 THP.

                  • Gio

                    Não dá trela pro pessoal cheio de preconceitos que vêm pros comentários com o único intuito de arrumar discussões..

                    Se a pessoa está afim de uma discussão séria e com base, beleza. Mas olha o nível de argumentação do individuo: “”Anda menos? F#d@-se O cambio, conforto e consumo são mil vezes melhor””

                    Eu não me rebaixaria a discutir com uma pessoa destas..

                    • incrível como em um site de automóveis tem “hater de carro bom”

                      aparece hrv os caras xingam, aparece hilux os caras xingam, aparece golf, up, os caras xingam…

                      ai vem um pejozao requentado fazem festa

                      só na internet mesmo

                    • cepereira2006

                      KKK. Sem entrar na discussão de vocês dois, até porque acho que os dois tem razão dentro do seu ponto de vista, mas achei engraçada demais essa expressão “hater de carro bom”. Acho que os haters de carros bons existem mesmo e na verdade gostariam de tê-los, desde que custassem menos. Infelizmente o mundo capitalista é assim, o que é bom na maioria das vezes custa mais. Daí o pessoal fica com raiva, leva outro, se arrepende, e daí sim a raiva vira eterna, uma permanente dor de cotovelo kkk

                • Na hora que aperta com dados técnicos, tu pula fora dando esquete, né? Bem entendido do assunto, mesmo…. rs.

                  • Entao.. aí que tá

                    vcs ficam só no mimimi de super trunfo

                    qdo o que importa é comprar o carro e usar…

                    e aí é que os donos de toyota são unanimes

                    • Não são. Dê uma pesquisadinha rápida na internet em problemas com Corolla, Civic, etc… tem muito dono “P” da vida por aí. Assim como tem muitos satisfeitos. Acontece em qualquer marca…

                    • Ernesto

                      Percentualmente eu duvido que existam tantos donos de Corolla e Civic insatisfeitos, comparando seus concorrentes.

                    • Concordo. Mas é aquela coisa, os insatisfeitos existem, e não são em quantidade inexpressiva, não… hehe.

                    • Felipe S. Rangel

                      Concordo com você. Tenho um parente na família que tem um Corolla. Já trocou eixo traseiro, refez motor, a suspensão inteira… gastou $$$$. Descobriu que as peças não são essa “pechincha” toda… Mas pergunte o que ele acha do carro: “Ah, é um Corolla! Não quebra nunca!”

                      Eu saí de um C4 Hatch AL4 para um Corolla XEi At4. Carro mais sem graça que já tive. Fiquei 01 ano com o Citroen e não consegui ficar 03 meses com o Toyota. Como faziam falta os itens que o francês tinha (retrovisor eletrocrômico, xenon, ar digital de duas zonas, vidros one touch para todos, computador de bordo, controlador e regulador de velocidade). O corolla tinha relogio digital e banco de couro e outra: Que dor nas costas que o Corolla me causava! O rapaz que comprou meu carro é próximo. Pergunto se ele sente falta do Corolla. “-Sinto falta de quê?”. Sabe o que fiz com o Corolla? Troquei num Fiesta. E que felicidade o Ford me trouxe!! Sobre a fragilidade x robustez: Nenhum deles, quebrou! Mas um fato é relevante: Todo mundo queria comprar o Corolla, pois parece que todos querem ter um.

                      Tenho um outro amigo viciado em Corolla (trocas sucessivas). Essa semana ele me disse: Cansei desse carro. Quero algo novo, com mais conforto e mais pegada!

                      Sabe quando eu quero ter um Corolla de novo? nunca mais!

            • Gomes

              No XEi a sua esposa, que escolhe o carro, ia reclamar que não tem nem luz no espelho do para-sol….ops, eh ela que dirige, para o motorista nem espelho tem…ah, mas não perderia a hora, afinal, o relógio do Del Rey está lá, vistoso! E se reclamar que o ar tá frio, abre o vidro, pq não tem ar bi zona…

            • Gabriel M. Vieira

              Não anda, não.

          • Tygra

            Concordo com quase tudo que vc disse. Mas tem algo que eu não consigo observar, que é a história que o Corolla tem um melhor valor de revenda, acredito que isso é mais um mito dos fãs do carro, o valor de revenda dele é maior porque o valor dele zero km é maior e não porque ele possui uma desvalorização menor do que a média do mercado. O que existe, é uma facilidade de venda resultante da alta credibilidade que a marca alcançou no Brasil. Acredito que alguém que compre o Corolla Altis por 100 mil, vai vender ele depois de uns dois anos por volta de 70 a 80, com um desvalorização entre 10 e 15% ao ano, algo dentro da média do mercado (nos primeiros anos). Ou seja, o Corolla é fácil de vender, mas desvaloriza tanto quanto qualquer outro modelo desse segmento.

            • Olha Tygra, se você ficar com o carro pouco tempo, o custo de compra mais alto do Corolla acaba que vai causar esse efeito que você citou, que é o fato de que o valor monetário da desvalorização em si possa ser maior no Corolla que no 408, por exemplo. Mas de ficar mais que dois anos, o percentual de desvalorização vai cobrir a diferença. Mas isso tem se tornado específico de alguns produtos da Peugeot, em especial o de carros com valor agregado maior. O 208 já tem índice percentual de desvalorização bem próximo do de um Gol, por exemplo.
              Na comparação direta entre Corolla e 408, há uma diferença aí na casa dos 5% anuais entre os dois. Várias pesquisas apontam uma taxa na casa de 12% para o japonês e próxima dos 17% para o francês. Com mais que um par de anos, já vai dando uma diferença boa.

              • Jose Silva

                Tem muita gente Juvenil aqui que nunca negociou um 408, um C4 e não sabem o que falam. Sabe porque o Francês tem a falsa desvalorização a mais que as outras ? Simples, DESCONTOS e altos DESCONTOS na compra do zero. Vou explicar.

                Existe um tremendo diferencial na Linha Peugeot e Citroën. 80% desses carros completos da linha THP seja 408 ou C4 são vendidos com bônus de desconto de no mínimo 9% chegando até 15% dependendo do estado seja para produtor rural, seja para CNPJ e até mesmo a concessionária te vende com esse desconto para pessoas comuns em um esquema que eles mesmo tem de faturamento, quem pede desconto para fazer negócio consegue. Logo um carro de R$88.000 passa valer na compra R$79.000 a R$80.000.

                Agora vai na Honda e Toyota e pede desconto, eles vão rir na sua cara, se conseguir será na Hilux com no máximo 1 a 2 % que não muda praticamente nada.

                Na teoria dos preços aqui é tudo muito lindo, um carro Francês TOP sempre sai mais barato que o divulgado, só paga o valor de tabela no 0km quem não questiona e não bate o pé no desconto.

                Essa linha alta do 408 e C4 só se comparam ao Corolla Altis e o Civic 2.0 mais top que custam bem mais caros, alias um Altis chega custar R$20.000 a mais que um 408 com desconto e em 3 anos de uso vai vender o Altis por 75.000 e o 408 ou C4 por R$65.000. Sobre o tempo de venda é muito relativo, eu vejo com muito mais facilidade vender um THP por 65000 do que um Altis por 75000, primeiro que o mercado vai estar infestado de Altis usados para vender e o THP poucas unidades com preço muito mais atraente em um carro preço melhor e bem mais completo.

                É igual Gol e Palio, vende fácil, mas quem procura tem 1000 opções de escolha até chegar no seu, quem compra um THP tem 10 opções no mercado

                • Mas vá por mim: isso pode até estar mudando devagar, mas a experiência até aqui demonstra que os franceses, em especial os do grupo PSA, acabam se desvalorizando muito com o passar dos anos. Não é atoa que você compra um Peugeot 307 ano 2008 por 20 – 20 e poucos mil reais, preço que você paga em um Polo 2004, ou então em carros 1.0 “completões” da mesma faixa de tempo de uso.
                  Claro, a análise é menos rasa do que o pessoal costuma fazer, pegando o número percentual de desvalorização anual e comparando diretamente, mas o cenário ainda é desfavorável para a revenda dos carros PSA. Mas que fique claro que não é exclusividade da marca: pergunte a quem comprou um Sonic, um Agile, um Malibu ou uma Captiva sobre o que ele acha de desvalorização… ou ao dono de um Sonata, de um Veloster, de um Brava, de um Marea (ou até do Linea e do Bravo), de um Fusion de primeira geração, de um Edge. Há casos em todas as marcas. Donos de Camry e Accord também não devem ser muito felizes com o que conseguem por seus carros usados, para não dizer que a dupla japonesa está isenta desse mal.
                  Eu hoje tenho um Lounge e um 208 em casa. Vamos ver na negociação futura como vai ser a revenda, aí saberemos a quantas anda a evolução ou involução das marcas do grupo PSA nesse quesito.

                  • Jose Silva

                    Pra mim todo carro usado teria que desvalorizar absurdo, é estranho essa valorização de carro usado no Brasil. Cara paga 100 mil em um carro e quer vender com 5 anos de uso por 70.000. Só no Brasil mesmo, um corolla 2003 o povo paga 30.000 e acha que fez negocio top, esse carro no eua você paga 2000 a 3000. Tudo errado nesse pais, os valores tudo invertido.

                    • É. Nos países com mercado automotivo mais maduro é assim: carro usado vele preço de banana. Aqui está mudando devagar: já houve tempos em que carro era tido como investimento, e não como bem de consumo. Quem sabe daqui a uns 20 a 30 anos nossos netos vejam uma realidade diferente… rs.

                    • Jose Silva

                      claro que para isso acontecer o preço do zero tem que cair bastante também… Estamos muito longe do mundo maduro, sempre que vou aos EUA parece que entro em uma máquina do tempo e viajo 500 anos no futuro. Vejo lá qualquer pessoa tendo o carro que ter, uma educação no transito, cidades muito bem sinalizadas, todo mundo respeita todo mundo… Enfim… Carros de luxo no Brasil lá são populares que somente quem está começando a vida quer. Muito diferente mesmo.

        • Gabriel Oliveira

          o cambio e o consumo não sao melhores que do 1.6 thp

    • Atley jackson

      Manda o link de um 408 THP com 2 anos de uso que esteja por 35K que compro 2! é sério!!
      Cara, esse é um dos blogs mais sérios e que tem sempre comentários mais maduros, portanto pare de falar asneiras, que já esta ficando chato e feio.

      • Jurandir Filho

        Também quero esse THP por 35 mil, manda embrulhar dois pra mim que eu vou levar kkkk é cada um

        • misa

          Tô procurando um se achar me avisa!!!

  • Minerius Valioso

    Finalmente colocaram as seis bolsas infláveis e o ESC/ASR. Isso é ótimo.

    Bom, agora do para-choque traseiro com essa solução infeliz de escape falso… uma estupidez. Principalmente porque na Rússia o mesmo não tem essa gambiarra.

  • ricmoriah

    Só disponibilizaram três imagens do Peugeot 408 2016.

    • Jurandir Filho

      Interior é o mesmo do 308 gente, não tem mistério

  • Lucas

    O mais bonito do pelotão de baixo, entre fluence, sentra, 408 e c4 lounge. Um amigo tem um 2.0 manual e não troca por nada, muito bom o carro e é até econômico.

    • sepchampions

      eu prefiro o c4 lounge e depois o Fluence.

  • Paulor1899

    Será que alguém vai deixar de pegar um Civic LXR 2.0 por 76 k (com o bônus) pra pegar isto?
    Um monte de gente tem “peninha” da PSA, e ódio dos Japas. Será mesmo que devemos valorizar uma empresa que desrespeita tanto os clientes, em detrimento de empresas que buscam a excelência?

    • Jackson A

      Uma pequena quantidade vão sim… eu jamais ariscaria.

      • Paulor1899

        Só louco trocar um pós venda de Honda e Toyota pela PSA.
        Público mais velho e estabilizado financeiramente não quer ficar se humilhando/estressando em bacão de concessionária.

        • O mercado de usados e oficina já prova… Ve a procura que tem de atrás de um Corolla 2003, 2004, 2005.. Vale “ouro”

          Agora ve se alguem quer um PSA usado dessa idade… Maioria passa longe

          Isso sem nem entrar no pós venda

          Mas essa questão do bom atendimento, da exigência de serviços bem feitos, honestidade etc é cultural. Poucos consumidores exigem isso…

          A maioria se contenta com o produto mesmo e depois dá um jeitinho, se vira etc…

          O ideal seria que todos nós exigíssemos mais que as empresas se apresentassem de uma maneira muito mais respeitosa, tendo em vista que o dinheiro sai do NOSSO bolso e o suor da labuta escorre dos NOSSOS suvacos….

          É muito comum o consumidor ser lesado e deixar por isso mesmo, ser mal atendido e mesmo assim comprar (pq quer muito o produto) e por aí vai… infelizmente

      • Bem pequena por sinal

    • Minerius Valioso

      O PUG tem bolsas infláveis laterais e de cortina, além do a/c bizona. O que pelo menos para mim já é um argumento suficiente.

      • Bruno_O

        Civic EXR tem tudo isso e está mais barato devido ao lançamento da prox geração – hj seria minha escolha. Anda menos, mas bebe um pouco menos e a confiabilidade não se compara

  • Wagner Lopes

    Agradeço de coração a todos os especialistas de internet que metem o pau nos PUG. Assim eu continuo comprando barato os usados. Valeu mesmo!

    • Eu nem ia dizer nada, mas os mecânicos mandaram um abraço

      E como tem oficina “especializada em franceses”, hein…

      Nunca vi oficina “especializada em japoneses” kkkkk

      Mas não leve pro lado pessoal, afinal nao é time de futebor

      • Paulor1899

        Verdade…São os famosos RR (resto de rico) ou “Rico não quer-pobre não pode manter”.

        • Wagner Lopes

          E você deve ser mais um daqueles pseudo-ricos andando de suv da modinha pra exibir no shopping e o carnezinho de 60 prestações escondido debaixo do banco….

      • Mas seus comentários são de “time de futebor”, uai. kkkkk
        Veja bem, não tenho 408, não tive e nem pretendo ter. Mas que essa mitologia em cima dos japoneses enche o saco, enche.
        Já andei demais de Corolla (a firma que eu trabalhava tinha um). Gasta pastilha, troca óleo, amassa quando bate, gasta bucha de suspensão, sofre em estrada de terra, tem que trocar amortecedor, faz barulhinhos de acabamento interno de vez em quando… tudo igual a qualquer outro carro. E nem tem nada nele para dizer “oh, que carro delicioso de dirigir”. Sim, é muito bom de revenda, não tem nenhum grande defeito além do preço de aquisição, e tem um pós-venda muito especializado e que é relativamente barato nos preços das manutenções. Mas que é um carro muito caro pelo que a Toyota se propõe a oferecer, isso é. Comparando o preço de um Altis com o de um Peugeot Griffe (o 408 ainda é mais equipado), os 15 mil a mais do Corolla vão cobrir a diferença nos preços de revisões por uns 20 anos.

        • o problema´e que determinados carros (em especial os fords, fiats e franceses) apresentam pane elétrica inesperada, vazamentos, entram água, etc

          eu acompanho os testes de longa duração da Q Rodas desde antes de que testaram uma Parati 1.0 Turbo por 100 mil quilometros (E foi um desastre, carro com defeito de fábrica no variador de fase)

          E ao longo dos anos a historia sempre se repete… as histórias dos mecanicos sempre são as mesmas…

          também aquela revista especial da opinião dos donos da QR, os vencedores sempre são quem? civic, corolla, golf…

          agora com o adg famoso da internet mais uma vez a conversa se confirma…

          E todas as marcas patrocinam a revista, tem propaganda de todos os carros lá

          E, por fim, eu já tive um civic lxs de zero até 75 mil… um grande amigo já teve 3 corolla…

          Gasta pastilha, gasta… disco, embreagem, tudo… Mas o carro não dá nada inesperado.. não vaza nada (vide GM e FIAT), não tem correia, escapamento não enferruja, câmbio não desregula (vide VW)… não dá barulho em bomba dágua, óleo, aquela peça que carrega a bateria que esqueci o nome…

          Suspensão é só bucha e amortecedor mesmo, diferente de PSA que até os braços entortam..

          essa é a diferença…

          • Campeão dos “Eleitos 4Rodas” de 2012 foi o 500 (Fiat), em 2013 o Ford New Fiesta dividiu com o Golf, a Renault ganhou por 3 anos seguidos, o Corolla ganhou uma única vez (2009). O melhor hatch premium foi o Peugeot 208 nesse ano. A Toyota só venceu a segunda vez nesse ano, com o Etios, o que nem significa nada para quem avalia a fundo a pesquisa, pois é uma eleição onde os proprietários pontuam a relação entre a sua experiência e a expectativa que faziam antes de comprar o carro, e isso somente com os 40 carros mais vendidos do ano anterior.
            O C4 Lounge acabou de passar pelo teste de 60 mil km. Tirando uma bucha de suspensão trocada nos 20 mil km e alguns deslizes corriqueiros em algumas revisões, o carro foi aprovado tranquilamente pela revista, assim como a gigantesca maioria dos carros testados pela publicação têm o veredicto: “aprovado com ressalvas por conta de atendimento deficiente em alguma revisão”. O Up! acabou de ser considerado o melhor carro 1.0 em testes de longa duração pela revista. O Golf foi considerado o melhor carro que já passou pelo teste, a despeito de na revisão de 40 mil km terem deixado o óleo abaixo do nível, causando riscos nas camisas dos pistões.
            Está na hora de rever alguns conceitos, amigo. Informação é alma de uma boa discussão.

            • o problema é que os deslizes nas revisões PSA E VW não acontecem na toyhonda

              E tais deslizes, infelizmente, são muito comuns naquelas primeiras…

              Eu já tive um VW. Deixei na revisão o consultor saiu cantando pneu NA MINHA FRENTE pra levar o carro pra dentro do galpao da oficina

              Pra mim isso é um insulto… E não é um caso isolado, a VW é uma das piores no atendimento, seja na compra, pós compra, garantia

              Até no reclame aqui a toyota responde… assim como bmw, mercedes
              (a vw não dá a minima pras reclamações)

              agora vai ver se a vw tá peidando pros compradores das carroças abaixo de golf e exceto up que eles vendem

              • OBs.: a audi responde…
                é um braço da VW mundial, mas é outra filosofia (principalmente no BR)
                e as pessoas nao entendem pq tem gente que paga mais caro em a3 “mais pelado” que golf e jeta
                pagar 100k em VW é loucura (pra nao dizer burrice)

            • Wagner Lopes

              Ubaldir, não perde seu tempo…a referência técnica dele é a 4 patas…kkkkk. Típico especialista de internet.

          • Gustavobrtt

            vide o ADG os Honda vira e mexe tem que fazer regulagem de válvulas senão começam a gastar muito e andar pouco.
            Isso acho uma desvantagem. Q outros carros tem q fazer regulagem de válvulas para uso normal?

          • Atley jackson

            Se você é um leitor da 4patas deveria saber que os franceses ganharam a pesquisa “os eleitos” esse ano com o 208, e a Citroen também ja ganhou com o C4 Lounge, portanto, cara vire o disco! Já esta ficando chato esse blá blá blá sobre carros franceses e “endeusamento” de carros japoneses.
            Obs: tive um Civic EXS 2008, e digo, nunca deu problema, mas nem se compara o prazer que tive e a experiência positiva que tive com um 308 THP.

          • misa

            Sei não heim, na numa QR eu vi o C4 Lounge como o melhor carro, Corolla e Cia ficaram pra trás…e aí, matéria comprada ou realidade?

      • Matheus Marques da Silva

        Aqui em Caxias do Sul tem uma oficina especializada numa marca japonesa que começa tom “Toyo” e termina com “ta”.. e só atende essa marca.. e tem tido bastante serviço.. que coisa, não?

      • From Rivia

        Já teve quantos peugeot na família, campeão?? depois de 5 aqui em casa, posso dizer que não gastam mais nem menos que qualquer outro carro. As peças dos nacionais são um poquinho mais caras, mas em compensação não quebra toda hora. E quanto o seu carro vai quebrar depende de como você conduz, da qualidade do combustível nos postos onde você abastece, e até da temperatura da sua cidade e da qualidade do asfalto por onde você trafega. Lembre-se que o inquebrável corolla foi alvo do maior recall já feito na indústria automobilística. Então baixa a bola e escreve com coerência, ou deixe a conversa pros adultos, e vá guiar seu buggy fapinha.

    • carlos eduardo da silva pinhei

      Engraçado…. estive em maio de 2015 em Portugal e não se vê carros japoneses por lá. Ao perguntar para o amigo portuga, ele disse: esses carros aqui ninguém quer, só dá problema.

  • Cyro

    Tenho um Peugeot 408 comprado mais ou menos na epoca no lançamento….
    O carro é bom, mas a peugeot nos últimos tempos caiu muito.

  • Evandro

    ultimamente se muda farol e parachoque e se diz que o carro é novo…

  • tech76

    Parabéns para a Peugeot! 6 airbags e controle de estabilidade desde a versão mais barata, me parece ser o único sedã médio a ter 6AB e ESP desde a versão mais em conta.

    • Cyro

      vale dizer que agora só tem 2 versões…enxugaram bem a linha. Mas mesmo assim, mérito pra peugeot. Lembrando que o 208 também oferece 6 airbags

  • Tosoobservando

    Podiam voltar com um projeto parecido com o 407, ele ainda é bem melhor que esse ae, alem de passar imagem de ser maior, o que nesse segmento conta, pois para os brazucas é carro de “luxo”. E kd a versão coupe que tinha e nao tem mais?

    • renanfelipe

      O 408 na verdade é sucessor do 307 sedan. O sucessor do 407 é o 508, que é maior, mas que também não tem versão coupé. Eu lamento que os carros da Peugeot estejam perdendo a “ousadia” em detrimento de um visual mais pacato…

  • Cassio

    Apesar de não confiar no pós-venda da Peugeot, gosto bastante do 408, principalmente, na versão Griffe.

    Ao meu ver, o facelift ficou razoável. As modificações efetuadas na dianteira caíram bem no shape do 408, já a traseira não parece ter evoluído tanto, mas também não compromete.

    Apesar de tudo, não deve mudar o patamar no carro no mercado. Continuará sendo um sedã muito bom no papel, mas que ninguém compra.

  • Cassio

    Apesar de não confiar no pós-venda da Peugeot, gosto bastante do 408, principalmente, na versão Griffe, pelo custo-benefício.

    Ao meu ver, o facelift ficou razoável. As modificações efetuadas na dianteira caíram bem no shape do 408, já a traseira não parece ter evoluído tanto, mas também não compromete.

    Apesar de tudo, não deve mudar o patamar no carro no mercado. Continuará sendo um sedã muito bom no papel, mas que ninguém compra.

  • Guilhe

    Achei mais harmonioso que o antigo tanto interior quanto exterior. Com esse preço e com a rede de css cada vez menor se bobear vai vender menos que antes.

  • Jeferson Gregorio

    Aqui na regiao de Sao Carlos,as duas css foram pro brejo

  • Emilio

    Ué, agora o farol é simples?

  • VORTEC REDNECK

    Massa! Em 2 anos meu por 43 mil.

    • Paulor1899

      Pior que usado só se acha 11/12. Há muito tempo ninguém compra esse carro 0km.

      • Maximus Superior

        Aqui em SSA tem alguns 13 e 14 (Olx), mas são realmente raros. E a desvalorização é absurda. Ele chega a ser mais barato que o 208.

  • Fauri Angelo

    A Peugeot nunca foi boa pra desenhos de sedans.

  • Kaian Reis

    Pelo menos ficou mais bonito do que o novo 408 Europeu que eu achei horrível

  • Camilo Varotto

    Estava olhando as fichas técnicas do 408 pra ver o que mudou com o motor flex e o novo cambio, e me deparei com uma boa diferença.
    Griffe 2014: 0-100km/h 8.8seg, 213km/h de máxima.
    Griffe 2016: 0-100km/h 8.1seg, 215km/h de máxima.
    Allure 2014: 0-100km/h 10.5seg, 209km/h de máxima.
    Allure 2016: 0-100km/h 8.9seg, 213km/h de máxima.
    Ao final da lista me deparo com a diferença de peso entre eles, o Griffe emagreceu 135kg e o Allure, inacreditáveis 166kg!! Como a Peugeot fez isso? Não era só um tapa no visual? E olha que o Allure ganhou bastante equipamentos.

    • Guilhe

      Impressionante o 2.0 ter baixado mais de 1s sem mudança no powertrain. Se realmente a Pug conseguiu reduzir tudo isso de peso fez um bom trabalho.

      • Camilo Varotto

        Os tempos de aceleração e velocidade final do 408 2.0 2016 está praticamente igual ao do THP 2014. Mesmo o THP 2014 provavelmente tendo retomadas melhores, já é uma boa evolução.

    • Gustavobrtt

      Boa notícia esta redução, pois o carro era muito pesado na versão antiga, o que comprometia o consumo.

    • Jurandir Filho

      Os numeros do thp podem estar certos devido ao aumento de potência, mas os do allure, certeza que não estão, acho difícil os sedans terem “emagrecido” sem mudança de plataforma, senão o griffe também baixaria mais de um segundo os números de 0 a 100 não acham?

      • Camilo Varotto

        Achei estranho esse emagrecimento também, pensei que fosse só um facelift mas pelo visto reverão a estrutura, espero que não tenha ficado mais frágil. Mas se olharmos o C4 lounge mono e flex, o antigo era mais rápido por ter relações de marchas mais curtas. Nesse caso parece (não tenho certeza) que o THP ficou com as relações mais longas e o 2.0 manteve o “antigo” câmbio. Então o THP perdeu menos peso que o 2.0 além de ter marchas mais distantes, por isso não fez tanta diferença quanto o 2.0

  • Guilherme Batista

    Não gostei do visual, era mais agressivo e ficou bem mais tiosão

  • Vattt

    Gostei muito, fico preocupado apenas com as ccs que nunca abriram ou deixaram de existir!!! Esse carro ficou mais elegante.

    • Thiago garcia

      As CSS que fecharam, foi uma estratégia da peugeot, em fechar as css que davam dor de cabeça e queimavam a marca, e abrir outras com atendimento premium, em breve teremos mais css com melhor pós venda, é o que diz no site da peugeot e vi em uma reportagem com as palavras do presidente da peugeot, trata-se de uma reestrutaração da marca para consolidar seu nome no Brasil, já que a muitos anos se queimou com um pós venda ruim. Espero que melhora já que sempre gostei dos carros peugeot

      • Vattt

        Que boa notícia, e espero que a Peugeot reencontre o seu lugar de destaque no brasil.

  • Alfredo Araujo

    Sendo chato e implicante…
    Pq esse carro pesa 1500 quilos ??
    Pq um Civic pesa 1250 e esse Pug pesa 250 kgs a mais ?? É como se vc estivesse com 3 pessoas a mais no carro ! É muita coisa !

    • Danilo Fernandes

      O peso denuncia a idade do projeto. Plataforma antigassa. Não era de jeito nenhum para estar sendo usada até hoje. Adoro o meu peugeot, mas a PSA Brasil me faz sentir vergonha da marca.

    • Camilo Varotto

      Realmente ele era muito pesado, mas emagreceu 166kg no caso do allure, e 135kg no griffe. Pesando 1328 e 1392 respectivamente. O Civic EXR 2016 pesa 1294 kg, e o 408 Griffe 1395, diferença de 98 kg. E convenhamos, o Peugeot é bem maior e espaçoso.

  • From Rivia

    É uma pena não terem trazido o Peugeot 301 pro Brasil. Típico sedan pra concorrer com Gran Siena e Voyage sem problema algum.Apesar de ter o design bem conservador, eu diria que o interior é “menina dos olhos” para mim nesse carro. Simples, funcional e bonito. Sem falar no pequeno poderoso 108 que também não deverá dar as caras aqui.

  • Bruno

    Essa roda aí não é aquela da dupla gol/voyage?

    • From Rivia

      se for essa dos 301 , pra mim lembram mais uma calota do 206 de uns 5 anos atrás.

  • motstand01

    Com essa lista de equipamentos, seu tamanho avantajado e um desenho que combina (ao contrário do 308), torna-se uma opção até chamativa pelo preço. Tendo em vista que hoje a média dos sedans médios é acima disso, passando até dos 100 mil. Já o 308 destoou no design e no preço, igual ao dos best sellers Focus e Golf nas versões compráveis.

  • Bruno Pires

    Esse 408,5 já nasceu morto, a Peugeot parece que não aprendeu com o problema do 206,5. Pelo jeito quem comprar esse carrinho vai jogar dinheiro no lixo, compra por mais de 70 e em 3 anos vale menos da metade.

    • Jurandir Filho

      408,5?? e tem 409 por acaso?

  • Atley jackson

    Gostei, achei que o facelift fez bem ao 408 e sem contar a lista de equipamentos de tecnologia e segurança, que o faz sem dúvidas o melhor custo beneficio do segmento.

  • Pedro Henrique

    Continua lindo!
    O interior deve ser praticamente o mesmo do 308…

  • FocusMan

    Caramba! O renascimento de um carro!

    Olha, ficou muito bonito nas fotos! Preciso ver ao vivo como vi o novo 308.

    Gostei muito do 308, mas continuo sem deseja-lo pois como Hatch, ele deixa a desejar nos atributos que dou mais valor.

    Mas se como sedan o antigo 408 já era uma ótima opção depois que passou a receber a caixa automática epicicloidal Aisin de 6 velocidades, agora com esse facelift ficou realmente tentador.

    Se hoje eu fosse comprar um sedan, com certeza eu teria o dever de fazer um test drive nele.

    Parabéns Pug

    • carlos eduardo da silva pinhei

      Também gosto muito dele… to no terceiro 308, mas acho o 408 mais bonito.

  • Cássio Amaral

    Porque alguns fabricantes insistem em adotar direção hidráulica ou eletro-hidráulica em vez de pôr logo de uma vez direção elétrica, que não vai dar dor de cabeça e nem despesa pro proprietário com manutenção no futuro? Custo não deve ser, pois até as versões mais básicas de modelos de entrada como up!, Etios, March e Ka já adotam direção eletroassistida progressiva, todas leves e confiáveis.

    Pega até mal um carro desse preço e nesse segmento usando um antiquado sistema de mangueira e fluidos, mesmo que sem bomba hidráulica. Será porque a plataforma já é meio antiga? Aliás, esse foi um dos fatores que me fizeram descartar a compra de um HB20 no ano passado, por não possuir direção elétrica. E por falar em direção, esse volante é ridículo, te juro que parece muito com o de um simples 206.

    Mesmo assim, louvável a atitude da PSA de incluir vários equipamentos de segurança desde a versão mais básica, ao contrário de um certo sedã nipônico que não os tem nem na versão que custa mais de 100 mil paus…

    • Robert Alex

      Direção eletrica… Meu antigo carro tinha isso e só me deu dor de cabeça… Era “gostosa” de dirigir mAs vendi o carro sem ninguem dar uma solucao. E de uma marca “confiavel com otimo pos venda”

      • Cássio Amaral

        Se não se importa em responder, era algum modelo da Toyota ou Honda? Qual? Mas estatisticamente eu acredito que direção elétrica ainda dá bem menos defeito que a (eletro)hidráulica, sem contar que não vai ter despesa com troca de fluido ou outras peças. Pois eu nunca vi alguém relatar defeito em direção elétrica, ao contrário da hidráulica em que não é raro apresentar algum defeito por ser mais complexo.

        • Robert Alex

          honda fit. Mas so buscar a quantidade de reclamacoes desse sistema de varios modelos. O sistema é bom mas se falhar qq parte eletrica. Vc tem uma direcao mais pesada que a convencional. O pos atendimento que tanto falam foi pessimo em varias ccs aqui na minha cidade, a falta de consideracao e resposta no 0800 do fabricante tb me fizeram desconsiderar uma nova compra de qq veiculo da marca

  • Rafael Viana

    Bonito, porem se tivesse a linha de cintura mais alta ficara melhor.

    Obs: Não tem fotos do interior?

  • Robert Alex

    Ja tive carro frances, e ja tive carro japones. Todos tem seus problemas e acredito que todos carros tem mercado, o problema parte do brasileiro que vai atras do modismo Este 408, mesmo na versão básica já oferece muitos itens que um japones em sua versão top e caríssima não oferecem como um ESP por exemplo, ou um freio a disco nas 4 rodas (absurdo). Hoje não compraria um carro japones novo, não tiraria já do bolso meus reais a pagar caro por um produto desembolsando antes um valor alto por um veiculo que não me tras nada de diferente em conforto, equipamento de menos, e seguro caro, para quem sabe em um futuro conseguir recuperar uma parte desse investimento em uma revenda. Eu compro carro para meu uso, e não pra quem vai comprar depois.
    A grande maioria dos carros brasileiros são vendidos por financiamentos, como propria reportagem nesse site, mais de 56% dos veiculos ate 15 anos estão alienados, então quanto maior a diferença no valor de compra, maior será o juros que o pobre e simples brasileiro ira pagar no montante total, somando ao maior seguro, e ao ipva mais carro, diminui ainda mais a margem de “ganho na venda”., alem dos franceses em geral sempre estarem com maiores facilidades pra compra. A propria Peugeot para esse novo 408 já esta dando 5000 de desconto para quem trocar outro veiculo por ele. NO custo beneficio se torna imbativel, Quanto a problemas, todos tem.. ja tive pessimo atendimento e carro cheio de encrenca eletrica que me deixou na mão com um conceituado Japones que já foi campeão de vendas.

    • carlos eduardo da silva pinhei

      Falou mto bem. Concordo plenamente. Há alguns meses, pesquisando sobre o elantra, também vi várias reclamações (assim como o novo golf, conforme postei acima). Todas as marcas estão sujeitas a problemas com o próprio carro ou mesmo com as concessionárias. Também conformei já destaquei, eu pessoalmente nunca tive qq problema com o carro ou com as concessionárias peugeot (florence em florianópolis e super france em são paulo).

  • carlos eduardo da silva pinhei

    Podem falar o que for, mas quem tem um peugeot thp está mto satisfeito com ele. Vou dar só um exemplo da VW, já que o consumidor brasileiro venera essa marca: há pouco tempo, qdo estava querendo trocar o meu 308, 2.0, pesquisei alguns carros e um deles foi o novo golf. Deem uma olhada no Reclame Aqui!!!! São milhares de consumidores insatisfeitos com esse carro que todo mundo acha ‘imbatível’ (e é um bom carro mesmo) e também com as concessionárias volkswagem, seja pelo atendimento ruim, seja pela demora em resolver pequenos problemas. Ou seja, não é só a peugeot que tem esse problema no Brasil. Eu, por exemplo, nunca tive problema com as concessionárias (tenho peugeot já 7 anos).

    • carlos eduardo da silva pinhei

      Ou melhor, não só quem tem um peugeot thp está satisfeito, afinal já tive um 308, 1.6, aspirado, e um 2.0, manual, e eram excelentes também. Todos comprei seminovos e nunca tive qualquer problema. Penso que os ‘supostos problemas’ que a peugeot tinha no passado não mais se repetem (com a mesma frequencia, pelo menos).

      • From Rivia

        O problema Carlos é o achismo do brasileiro, que acredita no que revistas como a 4 rodas escrevem sem sequer ponderar a respeito, e dá o veredicto sem sequer andar no carro, ou pior, sem nunca ter tido um. Você pode usar a experiência dos outros pra agregar conhecimento, mas nada substitui a experiência.

  • Pedro Cunha

    Ficou claro que a frente não pertence ao resto do carro.
    Não é feio, não é bonito. É só um sedan francês. Mecanicamente, principalmente com o THP 1,6, não há como negar uma grande qualidade mecânica e mesmo o desempenho que é muito satisfatório. Mas é duro convencer compradores(principalmente brasilinos) só com esse atributo.

  • Offspring

    Faróis mais altos do que a linha de cintura dos janelões…… Que coisa bizarra! Fica evidente o remendo que fizeram! Estragaram um carro bonito…

  • Fabricio Conchon

    Visual cansadão hein… bem anos 90

  • Valdemir Souza

    Comparando com o Civic e Cruze que devem chegar em 2016 e o Focus que já está no mercado, esse PUG já nasceu velho.

  • From Rivia

    É, são mesmo. Diria que um desenho clássico como esse é difícil permanecer característica dessa ou daquela marca.



Send this to friend