_Destaque Antigos Clássicos Conversíveis Cupês Europa História Porsche

Porsche 912 foi a boa opção de acesso da marca alemã

porsche-912-coupe-prototipo

Porsche 912 Protótipo

O primeiro modelo de grande produção da Porsche, o 356, estava saindo de cena em meados dos anos 60, quando a famosa marca alemã preparou o lançamento de seu sucessor, o mais moderno 911.

O novo bólido de Stuttgart era mais potente e vinha com um boxer de seis cilindros. No entanto, antes mesmo de ganhar as ruas, a direção da Porsche percebeu que haveria uma distância enorme em preço entre o 356 e o 911.

Ou seja, com o fim do primeiro, o segundo ficaria menos acessível, especialmente para os clientes mais antigos da marca. Por isso, pouco antes da chegada do 911 em 1964, a Porsche preparou uma variante mais fraca, equipada com motor boxer a ar de quatro cilindros.

porsche-912-coupe-eua

Porsche 912 Coupe (EUA)

902 vira 912

O projeto foi batizado de 902, já que o 911 era o 901, mas assim como este, o novo não receberia a designação com zero. Por isso, ele ficaria conhecido comercialmente como 912. Seu motor boxer teria a cilindrada aumentada para 1.8 litro, a fim de ficar mais forte que o 356SC. Outra opção era usar uma versão modular do boxer de seis cilindros.

Mas, por fim, a Porsche acabou por utilizar o conhecido Tipo 616 de quatro cilindros e 1.6 litro, mas uma evolução do 616/16, tendo dois carburadores Solex e modificações para aumentar o torque em baixa, rebatizando-o de 616/36.

porsche-912-coupe-prototipo-motor

Porsche 912 Protótipo – Motor Tipo 616/36

Além disso, a empresa desistiu de um modelo totalmente novo e o 912 herdou a estética do 911. Então, em 1965, surge o 912 com 90 cv, cinco cavalos a menos que o 356SC, que acabara de sair de cena. Imediatamente, o novo modelo se tornou uma sensação na Porsche, pois era mais leve e barato que o caríssimo 911.

porsche-912-coupe-europa

Porsche 912 Coupe

Da mesma forma, mas vendas logo corresponderam ao posicionamento do 912, que superou o irmão mais potente durante seu início de carreira. Logo após a saída do 356, o esportivo de quatro cilindros chegou com carroceria cupê, mas em seguida surge o modelo Targa, um estilo patenteado pela Porsche, que tinha na versão I janelas plásticas traseiras removíveis através de zíper e na versão II de 1966, um vidro fixo traseiro integral.

porsche-912-targa-versao-i-eua

Porsche 912 Targa ‘Versão I’ (EUA)

O sucesso fez com que o 912 fosse o carro número 100.000 da Porsche no final de 1966. Uma versão especial foi desenvolvida para a Polizei, a polícia alemã. Mas, apesar de vender muito bem, o modelo de acesso da Porsche já estava ameaçado pouco depois.

porsche-912-targa-versao-ii

Porsche 912 Targa ‘Versão II’

A empresa decidiu que o 912 não seria mais viável após 1969, visto que o 911 ganhava cada vez mais espaço e volume dentro da Porsche, necessitando de mais espaço para produção. Além disso, num esforço de manter o recém-chegado 914, feito em parceria com a VW, a montadora deslocou a produção do 912 em prol do 914-6, versão mais potente do roadster.

porsche-912-coupe-europa-interior

Porsche 912 Coupe – Interior

A Porsche reconheceu que o 912 não conseguiria atender as normas de emissão de poluentes nos EUA na década de 70 e que o 914 geraria um fogo amigo perigoso para as vendas do modelo. Por isso, em meados de 1969, o Porsche 912 se despediu pela primeira vez da linha de montagem. Até então, 32 mil exemplares haviam sido feitos desde 1965.

porsche-912e-eua

Porsche 912E (EUA)

Retorno

Passaram-se então seis longos anos, até que a Porsche se viu em uma situação difícil, especialmente nos EUA, pois o 914 havia sido retirado de produção. No entanto, seu novo carro de acesso, o 924 ainda não estava pronto.

Diante disso, a Porsche não teve dúvidas e resgatou da morte o 912, agora batizado de projeto 923. O bólido renascido apareceu com motor boxer 2.0 a ar com injeção eletrônica, oriundo da Volkswagen, entregando 86 cv. Ele foi herdado do falecido 914. Além disso, a carroceria usada passou a ser a do 911S, conhecida como Série G.

porsche-912e-motor

Porsche 912E – Motor boxer 2.0 Volkswagen

Com o nome 912E, o velho Porsche voltava à cena no mercado americano, sendo produzido para este mercado entre maio de 1975 e julho de 1976, mesmo mês em que chegou seu fim pela primeira vez.

Nesse curto período, quase 2,1 mil foram feitos exclusivamente para os EUA. Com sua saída, entrou em cena o 924, modelo que alcançaria a metade dos anos 90 com suas derivações. Ainda no ano seguinte, o 912E representaria a Porsche no mundial de rali, terminando em primeiro no Rali da Polônia.





  • invalid_pilot

    Esses primeiros 911 com roda Fuchs são muito lindos !

  • Eduardo Brito

    A grande sacada do 912 era se parecer um 911 e ter preço menor. Hoje eles são bem raros e muita gente por ai nem sabem que eles existem…

  • Ricardo Rangel Lirio

    Porsche, minha paixão automobilística. ..

    • Freaky Boss

      idem, se eu tivesse MUITO $ seria minha compra. Acho o estilo/DNA mais interessante do que da Ferrari.

      • Ricardo Rangel Lirio

        Sem dúvida alguma!
        E com o potencial de gerar veículos de rua e corrida vencedores superior à ela. Vide 918 e 919…

  • Mr. Car

    Só posso acessar Porsche de duas formas: ou pela internet, ou comprando uma miniatura, he, he!



Send this to friend