Borgward Europa Projeções Sedãs

Projeção: Borgward Isabella

borgward-isabella-a4-1

O Borgward Isabella foi um dos modelos de maior sucesso da marca germânica antes de sua falência em 1961. Elogiado pela mídia da época, o modelo foi fabricado de 1954 a 1961 de forma regular.

No entanto, após a controversa falência da Borgward, que teria ativos e condições financeiras para sair da insolvência, o maquinário foi vendido para uma empresa do México, onde o modelo teve breve sobrevida.

O Isabella também foi feito em Buenos Aires, Argentina, entre 1960 e 1963. O lugar que o modelo da Borgward ocupava no mercado alemão foi ocupado pela BMW 1500, o compacto que salvou a montadora bávara da falência certa.

borgward-isabella-a4-2

E hoje? A Borgward voltou e há planos para novos carros. O nome Isabella pode ser usado, mas como seria esse carro nos dias atuais? Theophilus Chin fez uma projeção baseada no Audi A4 anterior, pois o BX7 parece muito com um Audi Q5.

Comenta-se na Europa que a base do Borgward BX7 é mesmo do Audi Q5 atual e que o maquinário para sua produção já teria sido adquirido pela ressuscitada marca alemã, ligada à chinesa Foton. Por esse motivo, o SUV só começaria a ser feito em 2016. Se de fato for isso, então poderíamos esperar um Isabella sobre o Audi A4 anterior?

[Projeção: Theophilus Chin]





  • Mazembe 2X0

    A Proton é Malaia.

    • motstand01

      Proton? Mas o texto é sobre a Borgward…

      • LeoPlugged

        Ele deve ter lido Proton no lugar de Foton. :)

        • rpriamo

          Eu li Toyota?

  • Bruno Silva

    Espero que a Borgward expanda logo a linha como prometido e ganhe o mundo. Porque essa espera de marcas tradicionais falidas ou quase falidas na mão de chineses não deu certo, cito a Morris Garages que está totalmente apagada. A Geely com a Volvo foi diferente, pois a marca sueca já era estruturada e só precisava de uma injeção forte de dinheiro para lançar novos modelos. As duas primeiras citadas, Borgward e MG são casos bem mais complicados, por isso torço pelo sucesso da Borgward que a MG não teve.

    • Até porque nossa amiga Ford teve que cortar na carne. Creio que se a Ford tivesse conseguido manter a Volvo ao invés da Lincoln, teria se dado melhor. Já que a Volvo é uma marca premium a nível mundial, ao contrário da Lincoln que é apenas para os Estadunidenses…

      • Bruno Silva

        Pois é. A Lincoln é outra que se der mole, vai sumir também. Não dá para trocar a grade um carro da Ford e chamar de Lincoln, poderia até fazer como a VW faz com Audi, plataforma e motores semelhantes, mas com carroceria e interior totalmente diferentes, além de claro, deifinitivamente ganhar o mundo. Tanto a Ford quanto a GM não devem ter se ligado que as marcas premium são muito mais rentáveis, a Audi é a galinha dos ovos de ouro do grupo VW AG hoje.

        • EuMeSmObYmYsElF

          GM já sacou.. basta ver como andam renovando a linha Cadillac e a estratégia de preços super agressiva com o CT6

          • Ainda não. Cadê as vendas na América e europa…

            • Offspring

              Se a Cadillac tivesse um A3, um Série 1 ou Classe A (bem como Q3, X1 e GLA), teria vendas maiores… Mesmo sem um carro de entrada (atualmente, estas linhas respondem por 50% das vendas das alemãs na América), a Caddy ainda vende mais do que Audi e MB nos EUA…

              Sem indicadores, as pessoas falam bobeiras…

              • Igor

                Não teria não, afinal nem concorrente teria, afinal A3 (sportback), Série 1 e Classe A nem são vendidos nos EUA

  • Lucas

    Apresento-lhes o DS-Volvo-Audi.