Projeção: Nova geração do BMW Série 1

19/02/2016

novo-serie-1

O BMW Série 1 (F20) já recebeu facelift e agora se encaminha para a próxima geração. Como já ocorreu com outros modelos de base da marca alemã, o hatch premium deverá migrar para a plataforma de tração dianteira UKL, que já pode ser vista no Novo X1, por exemplo.

De acordo com o site Omni Auto, o Novo Série 1 terá carroceria mais volumosa e musculosa, entregando mais espaço interno, além de ter capô mais curto e para-brisa avançando.

O Novo Série 1 será baseado diretamente na minivan Série 2 Active Tourer, por isso terá muitos elementos compartilhados com esse modelo. O uso de motor de três cilindros B38 1.5 e quatro cilindros B48 2.0 serão o destaque. A transmissão automática transversal terá oito velocidades.

[Projeção: Omni Auto]













  • Ítalo Figueirôa

    Se a projeção se concretizar, vai ficar show de bola!

    • th!nk.t4nk

      E finalmente terá tração dianteira. O atual tem o horrível túnel central, que num carro apertado como o Série 1 é fatal pra matar de vez o espaço interno. Além disso tração traseira gera muitas perdas, resultando num carrinho beberrão e que não conseguia extrair todo o potencial dos motores que tinha. Vai ficar bem mais eficiente na nova geração, mas o povinho que nem sequer nunca dirigiu este carro vai ficar lamentando as mudanças pra sempre.

      • rpetratti

        mas vai perder a graça de andar em um carro com tração traseira…

        • th!nk.t4nk

          Pra isso existem muitos outros modelos. O Série 1 não era adequado a isso.

      • JP_SP

        Pois é, não vejo muita vantagem na tração traseira nesse carro, principalmente nas versões de entrada que contam com motor mais fraco.

      • Brinquedos

        Ja tive uma serie1 120i ano 2008 e posso dizer que foi um dos melhores carros que tive em termos de DIRIGIBILIDADE (handling em curvas em velocidade), praticamente preso em um “trilho” no asfalto.
        O desempenho realmente nao era la essas coisas, tinha saido de um C4 com 151cv e senti mesmo desempenho nesse 120i de 150cv. Mas nao tirou o brilho dele, um OTIMO carro e uma boa opcao pra quem quer um usado legal de dirigir e curtir.

      • Atley jackson

        Cara, tenho uma 118i sport GP, e posso te dizer que adoro ela muito por conta da tração traseira, da para “brincar” muito com ela e deixa a dirigibilidade fantástica, e sobre outros aspectos como espaço e consumo, afirmo que não me atrapalha em nada, visto que ando 50% do tempo sozinho ou no máximo 1 pessoa de carona, sobre consumo acho muito bom esta fazendo 10kml em ciclo urbano e quase 15kml na estrada.
        Abraço

        • th!nk.t4nk

          Sim, concordo absolutamente. Vocês não me entenderam. Também prefiro a tração traseira, porém pra este carro especificamente não era a melhor solução de mercado. A grande maioria das pessoas não extraía nem 1% dos benefícios da tração nesse eixo, e reclamava justamente dos aspectos que citei (e com os quais também sofri). Pra quem faz questão de tração traseira, a BMW continua tendo todo um portfólio disponível. Mas é claro que não tem como agradar a todos, infelizmente.

      • André Castan

        Acho que quem não dirigiu o carro com tração traseira foi você. Todos que tem adoram.

        • th!nk.t4nk

          André ando com frequência em Série 1 aqui na Alemanha. Sou engenheiro no setor automotivo, por sinal. Poderíamos entrar em uma longa discussão técnica sobre as vantagens da tração traseira, a qual irei defender muito bem, porém vejo que você não compreende o papel deste carro aqui na Europa. Não se trata de preferir um ou outro, e sim do quão inadequada a este carro a tração traseira era. A BMW apenas se tocou disso, finalmente.

          • André Castan

            Cara, pode ter quantos embasamentos técnicos for, não troco nenhum pelo prazer que as séries 1 atuais proporcionam. Principalmente as 6 cilindros. Na boa, pra mim isso é redução de custo. Não é possível que só depois de décadas os engenheiros da BMW descobriram que tração dianteira é melhor. Aliás, até pode ser melhor em alguns aspectos, não discordo, mas pra mim, mais uma vez, irrelevantes.

            • GPE

              Provavelmente @thnktank:disqus quis falar que na Europa quase todos os concorrentes utilizam tração dianteira e isso faz o carro ter mais espaço e ser mais econômico. Aqui o público é diferente do de lá em poder aquisitivo. Entendo perfeitamente o argumento dele.

              Por outro lado, o fato de ter tração traseira direciona parte do público que deseja ter um carro desse perfil, quase que exclusivamente para a BMW. A questão primordial é que a BMW deve ter percebido que esse público é bem restrito e ela mais perde vendas do que ganha utilizando a tração traseira. Enfim. O debate tem vários lados

              • Luiz Felipe Marconi

                Bem , eu lembro que quando saiu a notícia que a próxima série 1 seria de tração dianteira , um dos argumentos da própria BMW era que eles tinham feito uma entrevista com os atuais proprietários de série 1 , e que a grande maioria não sabia que era tração traseira e sim dianteira . Agora se isso é verdade ou não ngm sabe. Mas eu acredito tbm que o grande porque disso seja a famosa economia de projeto , custos de produção e por ae vai .

          • GPE

            Respondi abaixo o comentário feito por vc e pelo André

            • th!nk.t4nk

              Perfeito, é isso aí: o papel que o Série 1 faz na Europa nao é o mesmo que no Brasil. Na Europa é um carro de entrada, barato, básico nas versoes de entrada, usado tipicamente na cidade. Já no Brasil é carro de luxo, de imagem, de desempenho. Mas é um mercado minúsculo. Nao tem como agradar a todos neste caso, e a BMW optou por ser racional.

      • vicegag

        Finalmente tração dianteira….., enquanto muitos detestaram outro carro perder tração traseira, outros fazem festa, bem, gosto cada um tem o seu.

  • Bonita, mas brincadeira colocarem tração dianteira, hein? um dos diferencias da BMW era a tração traseira ou integral…

    • Vicente

      Verdade!

    • Apopololo

      Acho que a BMW esqueceu seu dilema.

    • rafa93

      Quebrar tradições sempre é algo complicado, mas trata-se de uma adaptação ao mercado, a série 1 e x1 apenas seguirão seus concorrentes que possuem tração dianteira, e não é algo contra os consumidores deste tipo de veículo, então, os puristas BMW não precisam se desesperar.

      • Andre Luiz Melo

        Entretanto o que diferenciava a BMW nesta categoria, era justamente a tarção traseira, o melhor carro quanto a dirigibilidade que já tive e olhe que eu sou um motorista pra lá de amador….

        • rafa93

          Sim, resta saber na nova geração o quanto a tração traseira direcionava a compra por uma série 1, quem sabe não seja um novo caso de coca cola classic, pois a justificativa da BMW para esta mudança era de que grande parte dos consumidores não sabiam qual a tração do veículo.

        • Brinquedos

          Somos dois.. Tive uma 120i que era uma baita carro e “colado” no asfalto!

  • Paulo Mateus Guerra

    Lindo, no entanto com tração dianteira não vai valer um centavo.

    • Cristiano_RJ

      Sério???!!!

    • EuMeSmObYmYsElF

      falou o piloto

    • Vini

      hahahaha

  • Zé Carioca

    Tá quase bonita

  • Vattt

    Aprendendo com os franceses a fazer um hatch bonito, porque até pouco tempo faziam apenas sedans com a traseira cortada.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Ta aí algo que sempre questionei, agora vão dizer o que a imprensa especializada, um Alfa não era um verdadeiro Alfa por ter tração dianteira, agora BMW menores estão partindo pra esse caminho, quero ver como o mercado vai recebe-lo…

    • th!nk.t4nk

      Viagem total dos brasileiros. Aqui na Alemanha o Série 1 é um carro barato, que concorre com o Golf em termos de preço. Tem proposta jovial, não de ser um super esportivo. A tração traseira era sinônimo de ineficiência e perda de espaço interno. Tá muitíssimo justificada a mudança.

  • Cassio

    Vejo muita gente criticando a BMW de tração dianteira, sem nunca ter andado numa BMW, ou qualquer outro carro de tração traseira.

    Não dá pra dizer que é um avanço mecânico, mas vejo como uma racionalização do projeto conforme o público alvo, que em sua maioria não faz ideia dessas características mecânicas, portanto, não se importa.

    Desde que fique nos modelos de entrada da marca, não vejo muito problema, nem descaracterização da mesma.

    • Victor Ferreira

      Desde que eles não coloquem tração dianteira na M135i ou algo assim, tudo bem. Mas seria uma pena ter que deixar de comprar um carro desses como a M135 por um problema de projeto como esse.

      • Gustavo73

        Se a M135 é uma versão do Série 1 ou será tração dianteira ou integral.

    • Andre Luiz Melo

      Isto é conversa fiada da BMW , para redução de custos, percebe-se claramente como uma BM gruda no chão nas curvas de alta, como já disse , olha que eu sou um motorista pra lá de amador, carro de tração dianteira dá a impressão que ele te puxa para fora da pista numa curva, não há comparação…tração traseira é um outro nível, ainda mais um carro com a pegada e a posição de dirigir de uma BMW, com o banco colado no chão , parece que o carro é uma roupa feita sob medida para vc (tirando a posição das SUVs, por serem mais altas)

      • EuMeSmObYmYsElF

        os modelos com pegada mais esportiva vão continuar tendo tração traseira/integral…. pros modelos comuns, é só mimimi, não faz diferença alguma…

      • Clovislauro

        Uma vez eu li uma entrevista com um diretor da BMW e ele disse o porque estariam mudando para tração dianteira nos modelos de entrada:
        -Segundo pesquisa, a maioria dos potenciais compradores não sabem que BMW tem tração traseira
        -Ganho em ergonomia e espaço.
        -Ganho em escala de produção (Mini)
        -Maior facilidade para atingir as metas de emissão de poluentes e consumo.
        -Possibilidade de usar motores menores.
        -O cliente purista da BMW que é fiel a BMW por causa da tração traseira é minoria.
        -Sempre haverá opção com tração traseira para os puristas.
        Pelo que deu a entender, os BMW de entrada poderiam perder competitividade se continuassem com tração traseira frente aos concorrentes.

      • th!nk.t4nk

        O Série 1 é um ótimo carro sim, mas não endeuse também. Tá bem longe de ser “como uma roupa feita sob medida”. Coisas como o câmbio duro são totalmente desnecessárias, assim como tração traseira em um carro de entrada, usado primariamente na cidade.

  • Cássio Vaz

    Esse serie 1 está com o porte da Mercedes A200.

    • RafaCtba

      Sim, exatamente isso. São concorrentes diretos.

  • Atley jackson

    Gostei do modelo, mas me decepcionei pela troca de tração traseira pela dianteira, isso porque quando fui comprar meu carro, foi o que me fez decidir pela BM ao invés do V40 e A200.

  • Eddd

    Muito provavelmente será um carro mais espaçoso, esteticamente mais equilibrado, com um excelente comportamento e mais fácil de usar no dia a dia, mas não será um Ultimate Drive Machine. Deverá ser um ótimo carro mas não um ótimo Bimmer (sem RWD não é BMW).

  • Matheus Quick

    lembrando que este cambio automatico nao é aquele cambio eletronico que nao tem nenhum contato fisico com a caixa.

  • fbl

    Agora sim!

  • José Cardoso Ferrão Neto

    Finalmente perdeu a silhueta de Botina !!!