_Destaque Combustíveis Governamental/Legal

Projeto sobre carros movidos a diesel tem votação adiada por Comissão

Jeep Renegade

Instituída no final do ano passado na Câmera dos Deputados, a Comissão Especial sobre Motores a Diesel para Veículos Leves aprovou na última semana um requerimento do deputado Bruno Covas (PSDB-SP) que adia a votação do parecer do relator deputado Evandro Roman (PSD-PR). O parecer é favorável ao Projeto de Lei 1013/11, que autoriza a produção e comercialização de veículos leves movidos a diesel.

Como destacado pelo relator, houve aumento na produção de petróleo e gás natural, saltando de 135.900 mil m³ em 1976 para 2.572.100 m³ em 2014, fazendo com que a produção nacional de petróleo passasse de cerca de 200 mil barris por dia para aproximadamente 2,2 milhões de barris/dias.

Além disso, houve aumento na capacidade de refino de petróleo. Em 1976, foram registrados 694 mil barris por dia, já em 2015 este número passou para cerca de 2.400 mil barris por dia. A produção de óleo diesel, por sua vez, foi de 14 bilhões de litros para aproximadamente 50 bilhões nesse período. “A importação de petróleo e derivados, que chegou a 44% da importação total em 1983, foi de apenas 4,2% em 2014”, afirmou.

O deputado Bruno Covas, por outro lado, destaca que em 2014 o Brasil importou mais de 12 bilhões de litros de diesel, o que corresponde a US$ 8,7 bilhões. Para ele, mesmo acrescentando o biodiesel ao diesel mineral a oferta interna não será suficiente, e o País continuará o produto.

“Somos o quinto pais do mundo que mais contribui para o desenvolvimento ambiental do planeta. Liberar carros movidos a diesel é exatamente o contrário daquilo que queremos. Devemos discutir fontes renováveis, carros movidos a energia solar, talvez. Ampliar nossa energia renovável, e não a energia dependente de carbono”, concluiu.

diesel posto combustivel

Segundo uma pesquisa da Universidade da Califórnia, apenas 10% dos carros que circulam no estado norte-americano são movidos a diesel, sendo que esses são responsáveis por cerca de 60% da produção de aerossóis orgânicos secundários (AOS), partículas nocivas à saúde humana. O diesel é responsável por 80% da emissão dessas partículas nos Estados Unidos.

Covas destacou ainda a multa destinada à Volkswagen, que usou um software fraudulento em 11 milhões de veículos para alterar os números nos testes de poluição. “A Europa discute a restrição de carros movidos a diesel, e nós debatemos a legalização. Ficaremos com o lixo tecnológico que vai ser proibido lá fora”, disse.

O autor da proposta, deputado Áureo, defende que o projeto, se aprovado, vai beneficiar os pequenos agricultores, já que esses trabalhadores terão um menor custo com o combustível e, consequentemente, poderão oferecer seus produtos a um menor preço, beneficiando também o consumidor. Além disso, os proprietários de veículo terão uma maior variedade na hora de abastecer, segundo ele.

Em contrapartida, o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP) afirma que a regularização do uso de diesel em veículos leves afetará milhares de trabalhadores envolvidos na produção do álcool. “Não temos condições de ser independentes no diesel e na gasolina, porém no álcool temos tecnologia de ponta que chega a ser exportada. Talvez possamos pensar no Biodiesel”, finalizou.

O projeto tem caráter exclusivo (onde há votação apenas pelas comissões designadas para analisa-lo, dispensada a delibração do Plenário) e havia sido rejeitado pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, antes de ser encaminhada a mais uma comissão para análise de mérito, a quarta, o que levou a proposta a ser analisada por comissão especial. Caso aprovado pela comissão especial, ele será encaminhado para análise do Senado.

[Fonte: Câmara dos Deputados]





  • Oducas Iapap ♂

    Besteira… Polui demais… Além disso, não vai trazer vantagem para o consumidor. Hoje em dia os carros diesel só trazem vantagem para uso comercial, e quem faz uso comercial já tem seus descontos e isenções para comprar (produtor rural e CNPJ… Uma ranger diesel tem até 20% de desconto)
    Quem não tem desconto paga 30, 40 mil reais a mais por um motor diesel, gasto que nunca será recomposto, pois só vale a pena para quem roda uma altíssima quilometragem… Tendo em vista que a manutenção do diesel é muito mais cara, assim como seguro…
    Além do mais, alguns carros flex de última tecnologia (vide motores TSI volkswagen, aquele 1.6T da Mercedes e outros) já são muito mais econômicos que os carros monofuel de antigamente jamais sonharam em ser….
    Até creio que carros pequenos a diesel fossem extremamente econômicos, mas seu preço não valeria a pena. Já para picapes e SUVs 4×4, como já é possível hoje, é viável, visto que suas versões flex são ridiculamente gastonas…
    Enfim, estão debatendo uma coisa que não é urgente, em detrimento de outras pautas mais importantes.

    • Douglas

      Isso não justifica proibir, paga a mais por um carro a diesel quem quer.

      • Oducas Iapap ♂

        Mas tem a questão do bem estar coletivo, né… Só individualismo em TUDO não dá… Acho que o que mais pesa nesse sentido é a qualidade ambiental das presentes e futuras gerações, cada vez mais degradada pelo suco de dinossauro

        • Murilo Soares de O. Filho

          No Brasil, desde quando aqui se faz algo pensando no bem estar do povo.

        • Marcio Santos

          Exatamente, quando finalmente nos livramos do enxofre na gasolina iremos aprovar o uso de diesel?
          Moro no interior do RS no centro da cidade, aqui sempre havia uma fuligem preta sobre os móveis, após a redução do enxofre para 50ppm esta fuligem desapareceu totalmente, não existe mais, sou totalmente contra veículos diesel.

          • Thales Sobral

            Enquanto o Diesel já era S10, a gasolina ficou S500 por muito tempo. Ainda hoje, a gasolina é S50, enquanto o Diesel é S10. Não se guie só por isso não…

            • Marcio Santos

              No caso da gasolina o problema era o enxofre, no caso do diesel não é apenas isso, o diesel ainda produz excesso de emissões particuladas, dá uma pesquisada sobre o assunto.
              Tanto é verdade que os fabricantes estavam fraudando os testes de emissões, fazem isso porque do contrário os motores não são aprovados.

          • Renato Duarte

            Motores movidos por Diesel S05 polui menos do que carros 1.0 a gasolina. Isso por que geralmente são de motores com grande cilindrada e pesam sempre mais de 2 toneladas. Você deveria também ser contra carros a gasolina e apoiar apenas carro elétrico ou a Álcool. Dar uma pesquisada antes, ajuda e muito.

        • Thales Sobral

          Justamente por ser muito caro, a liberação não vai aumentar muito o uso. Mas daria mais opções. Qual o problema disso?

          • Oducas Iapap ♂

            polui

          • Wolfpack

            O problema é simples, o Brasil não produz diesel suficiente para abastecer a frota comercial e automóveis. As refinarias teriam que se adaptar, masi obras, mais corrupção na Petrobrás. O diesel é um erro que está em seus últimos dias de vida no Mundo. Nos Estados Unidos já morreu, e está enterrado. Na Europa segue o mesmo caminho pelo simples fato que catalisadores, sistemas de tratamento dos gases, injeção de ureia e fazer todo este sistema funcionar é caro e pesado. Leia sobre Euro 6 na Europa e os problemas dos sistemas. leia sobre US17 nos Esatdos Unidos e verá que o diesel já era.

          • Airplane

            O problema é que é cancerígeno (segundo a OMS).

    • lheu

      Sou contrário ao Diesel
      Importamos Diesel. Aumentando a demanda aumenta mais ainda as importações, piorando o saldo da nossa balança comercial.
      O Diesel continua subsidiado pelo governo pois é a matriz energética que temos para o transporte de carga. Se não houver investimento no transporte por via férrea (que não vai haver nos próximos 500 anos) não faz sentido liberar o uso deste combustível para o consumidor comum.

      • Oducas Iapap ♂

        O pessoal aqui em Brasília diz que existe uma barreira para as ferrovias, imposta pelos dirigentes (reais) da ANTT, os quais são amigados com os donos das grandes companhias de transporte rodoviário (família gontijo etc).
        O manda-chuva da ANTT é um professor de basquete de uma universidade de um Ex-senador, aquele Salgado, do cabelinho enrolado, o qual era amicíssimo do Renan Calhorda.. Ambos caciques do PMDB em respectivas regiões (Salgado-MT e Calhorda-NE)
        Ou seja, tudo é jogo de interesses dos cleptocratas que nos governam desde 1985

        • lheu

          O problema do Brasil começa em 1500. Está tudo errado desde sempre…
          Liberar o Diesel além de ser péssimo para a economia será ainda pior para o meio ambiente. Não precisamos disso.

    • Rodrigo

      Eu fecho contigo amigo. Não é porque é “bom” pra Europa que automaticamente serve pra cá. Ainda que tenhamos condições de suprir parte da demanda com biodiesel ainda acho que seria mais viável e producente debater a instalação da produção de elétricos e híbridos por aqui, inclusive com tecnologia para produção de suas baterias, pois grandes concentrações de lítio no território. Com incentivos e tecnologia seria possível até mesmo exportá-los.

  • Douglas

    O problema do brasileiro é que discute se algo é bom ou ruim, se for bom libera, se for ruim, proíbe.

    Tem que ser como em todo resto do mundo, a venda é liberada, quem for contra é só não comprar.

    • Leonel

      Errado. A França quer simplesmente proibir a venda devido a todos os escandalos que veículos com essa motorização já se envolveram. Várias montadoras. Quando algo que você consome/usa faz mal a toda a população, é papel do governo simplesmente proibir, independente de quem tenha dinheiro.

      É por atitudes egoístas como esta, que o Brasil e vários outros países estão na lama.

      • Marcio Santos

        Exatamente, pensava-se que os motores diesel haviam atingido um estágio de desenvolvimento muito grande na questão da poluição, mas ficou provado que era mentira, os fabricantes estavam apenas burlando as medições, a tendência é a proibição deste motores no primeiro mundo.
        É claro que podemos aguardar um lobby fortíssimo das montadoras para passar a produzir estes motores aqui, vão despejar o maquinário de produção nos países pobres.

    • Tosca16

      Não é bem assim, muitos países estão repensando o uso de tais motores movidos a diesel, e tem também a questão do maior rigor hoje nas normas de emissão de poluentes; mas a realidade de um país desenvolvido, com bons índices de desenvolvimento humano e muitas as vezes pequeno em relação ao nosso país é completamente outra. Na Europa substituir um motor diesel por um motor eficiente movido a gasolina não me é má ideia, eles tem as melhores linhas de motores, tem combustíveis de qualidade; aqui temos motores defasados, com consumo elevado de combustível, nada eficientes; ter um motor diesel aqui mesmo sendo um motor não tão moderno quando os europeus é tentar economizar um pouco mais num país onde as distâncias são grandes, onde o preço do combustível é elevado e etc; mas seria caro, seria para poucos, não se tornaria popular .

    • XandeeM

      Acho que nos dias atuais o ideal seria discutir incentivos para carros híbridos e elétricos,é a direção a ser tomada.

    • Wolfpack

      Se for ruim proibe mesmo, não existe razão inteligente para se liberar produção de veículos diesel no Brasil. Nada justifica e a Mundo civilizado está indo na direção contrária, proibindo o diesel por este demandar soluções caras de tratamento dos gases de escape. Não será viável comercialmente em breve manter frotas de veículos diesel.

    • Martini Stripes

      Absolutamente contra sua opinião.
      Se fosse liberado agora, ficaria evidente uma manobra das montadoras junto de políticos safados para o Brasil receber o maquinário das montadoras, já que estão começando a proibir diesel pela europa inteira.

  • Lyn

    Esquece isso de liberar o diesel, não vai rolar. Tem interesses demais envolvidos nessa questão.

  • BillyTheKid

    Agora que o diesel tá virando mico no resto do mundo, o Brasil tá começando a pensar em liberar para os veículos leves…

    • Pacheco

      Só falta liberar e virar desova de motores a diesel alterado da VW.

      • Tosca16

        Mas o pessoal aqui é “paga mais caro quem quer, ninguém é obrigado a ter um veículo diesel”; como se fosse um argumento válido eu por ter mais $$$ querer usar o que bem entender e que se dane o resto da população.

        • Oducas Iapap ♂

          Então, sempre tem isso… Povo com pensamento da Idade Média, que só sabem colocar o particular na frente do coletivo
          Há muito a evoluir

        • Thales Sobral

          Não quer dizer “ter mais dinheiro”, mas sim “estar disposto a pagar mais”.

          • Tosca16

            Pode ser, mas o sentido que o pessoal costuma falar é que se vc quer arcar é problema seu, por mais que seu veículo seja poluídor e etc, quem tem $$$ faz o que quer com seu $$$$, e se danem o restante.

            • Oducas Iapap ♂

              Mas é esse o sentido que eles dizem mesmo
              Esse é o pensamento da turma que compra essas Hilux, Ranger de 180k a diesel
              Sei disso porque nasci no mato
              Eles nem usam pra trabalhar, nem os fazendeiros.. Pra trabalhar é strada veia, tobata, caminhão sem placa (só roda na fazenda), toyota véia (aquela véia mesmo) que vai na mão dos peão
              No máximo carregam feno, só pra fazer bonito

            • Pacheco

              Pois é… e infelizmente não é assim
              O Brasil tem potencial para produzir Etanol e ter como fonte principal de combustivel. O problema é a politicagem que isso envolve.

          • Oducas Iapap ♂

            NOSSA
            Que legal
            Eu tô disposto a pagar mais por uma Range Rover Sport
            Só que não tem na conta
            comofas?

  • MIN💀S

    Gasolina no USA é barata por isso os carros a diesel são minoria.
    Políticos brasileiros sabem picas nenhuma!

    • Tosca16

      Diesel também é barato nos EUA; tem outros fatores que fizeram com que não se popularizasse, não é só o preço…

    • Oducas Iapap ♂

      Lá eles detestam, porque são carros lentos, barulhentos, etc.

      Aqui o povo ama mas não pelo uso comercial/rural… Muitos é porque gostam da imagem das picapes 4×4, de se sentir “tough”, durão, independentão, homão do meio do mato, fodão etc
      E ter picape flex aqui é horrível, porque são todas 4 cilindros (leia-se lentas) e mal fazem 4 por litro na cidade…

      • Tosca16

        Isso por que temos lixos tecnológicos, se tivéssemos aquelas V6 e V8 americanas garanto que ninguém sentiria falta de um motor diesel .

        • Pacheco

          O grande problema do Diesel é ser subsidiado no Brasil e atualmente uma questão Logistica.

          O deveria é investir no motor exclusivo etanol.

          • Oducas Iapap ♂

            Sudeste pra baixo não presta motor a álcool.. Sai no frio com o carro todo quadrado… Quando chega no destino é que o motor começa a ficar bom
            Curitiba fez quase 0 grau ontem

            • Tosca16

              Esqueça isso, a tecnologia mudou, vc tá com a mentalidade que aquele Opala 4 cilindros movido à álcool continua igual a um carro novo movido a etanol, nem o tanquinho de partida à frio é aceitável mais hoje em dia, tem tecnologia para aquecer e fazer a queima do etanol de boas, e nem estamos num país que tenha extremos, nem temos como em muitos países temperaturas de 50°C na sombra e -20 de noite; rodar aqui no Brasil é moleza meu caro.

              • Oducas Iapap ♂

                Não entendi direito seu comentário,,,
                MAs reforço, carro a álcool não presta pra nada no sul

                • Tosca16

                  Estes problemas que vc relata é como se eu tivesse aquele Opala da década de 70/80 rodando ainda hoje, e se tiver problema em carro A ou B culpe exclusivamente a fabricante por colocar um projeto arcaico para os dias de hoje em comercialização .

              • Thales Sobral

                Não, eu tive um Polo 2009 e o carro quase que não pega com álcool um dia em Campinas (olha que nem é uma curitiba ou florianópolis).

                • Tosca16

                  Culpe a VW por por um sistema arcaico e ruim no seu Polo, a tecnologia hoje é para não ter nem perto disso qualquer problema desta natureza.

                  • Thales Sobral

                    Rapaz, se em 2009 ainda tem carro tendo esses problemas, junto com a memória do PROALCOOL, pode esquecer mercado pra carro só a alcool viu. Não esquece que depois de fazer o carro, as pessoas vão ter que querer comprar… Ou é pra Dilma voltar e assinar uma MP obrigando as pessoas a comprarem carro a alcool? hehehe

                    • Tosca16

                      Rapaz eu teria sim um carro movido a Etanol hoje, temos tecnologia para fazermos excelentes motores; extrair cada vez mais potência e aliar tudo isso com economia e preservação do meio-ambiente.

                    • Thales Sobral

                      É, sempre tem alguém disposto a ser beta tester. Mas os fabricantes tem medo de desenvolver a “jaboticaba” de novo.

          • Marcio Santos

            Em um pais que não é sério nada funciona, como ter um carro a etanol se os usineiros não são obrigados a fornecer o combustível?
            Nos anos oitenta nós conseguimos o que praticamente o mundo inteiro até hoje não conseguiu, se livrar da gasolina, mas tu sabe o motivo do fim?
            Apesar de todo o sucesso do programa os usineiros não eram obrigados a vender álcool, eles apenas forneciam, e isso aconteceu porque obviamente o Brasil não é um pais sério.
            No momento em que foi criado o pró álcool os usineiros deveriam ser obrigados a fornecer o combustível mas quando a exportação de açúcar passou a ser mais rentável eles simplesmente desabasteceram o país inteiro.
            Imagine se países vizinhos oferecessem mais dinheiro pela energia elétrica e de uma hora para outra todo o país vivesse um apagão porque exportar seria mais lucrativo…
            Então, eu nunca teria um carro que roda exclusivamente a àlcool porque não existe nenhuma garantia de que isso não irá ocorrer, ou como hoje que no RS o álcool está custando o mesmo que a gasolina, o preço está igual.
            O que deveria existir são incentivos fiscais para carros híbridos, mas o problema é que hoje as baterias tem vida útil limitada e a reposição é absurdamente cara, eles só seriam viáveis em grande escala quando for desenvolvida uma nova tecnologia para o armazenamento.

            • Edson Fernandes

              Sem contar o detalhe que nessa epoca, os postos principalmente de estrada fechavam cedo. Esse foi outro fator determinante.

        • Marcio Santos

          Com o valor da nossa gasolina se motores v6 e v8 estivessem sendo vendido aqui por preços razoáveis certamente os carros viriam com pedais de bicicleta.

  • Senhor feudal

    “Somos o quinto pais do mundo que mais contribui para o desenvolvimento ambiental do planeta.”
    Como contribuímos se temos impostos muito maiores em carros híbridos e elétricos do que nos FREXXX e os movidos a mijolina!

    • Luís Gustavo de Barros

      Na verdade temos imposto zero pra carros elétricos, foi uma das poucas coisas boas que a presidAnta fez. Mas eu concordo com você, com essa pedância do Brasil em se achar extremamente ecológico e sustentável não fazendo nada de útil.

      • Lorenzo Frigerio

        O imposto deve ser o IPI. Duvido que também haja isenção de ICMS.

    • Oducas Iapap ♂

      Discordo dessa crítica pejorativa: “frex movidos a mijo”.
      Os flex são maioria em muitos lugares, inclusive nos invejados EUA. Todos os V6 e V8 das grandes nativas (Ford, Chevy) são flex por lá.
      Ademais, já temos flex muito econômicos, vide UP! (normal e TSI)
      Basta a concorrência se mexer e oferecer projetos semelhantes
      Por fim, nossa gasolina só é “pior” por ter muito etanol e por não ser obrigatoriamente aditivada… De resto é igual às do primeiro mundo.

  • Luís Gustavo de Barros

    “Devemos discutir fontes renováveis, carros movidos a energia solar, talvez.”

    “Não temos condições de ser independentes no diesel e na gasolina, porém no álcool temos tecnologia de ponta que chega a ser exportada.”

    Os deputados são piores que nós comentando aqui kkkkkkkkkkk

    • Oducas Iapap ♂

      Na verdade eles são nós mesmos.. Pessoas do nosso meio…
      Parece que são de outro mundo e tal.. Mas não…
      Pega o próprio Temer… Não era de família política, formou-se em Direito, começou a vida política fazendo movimento estudantil dentro da UnB… Elegeu-se deputado e tal…
      Claro que tem aqueles filhinhos de papai colocados lá por politicagem, vide aécio, collor, mas no mundo privado também é assim [o mundo não é justo // se eu pudesse também ajudaria meus filhos]… A maioria das grandes empresas tem como gerentes variados os filhos do Presidente-fundador e tal..
      Enfim, os políticos são nós mesmos // pessoas como nós // espelho da nossa sociedade

      • Luís Gustavo de Barros

        Ainda bem que nossos comentários não interferem na vida de ninguém… já as decisões dessa gente…

  • Leonel

    Estou ao lado do deputado Bruno Covas, nesse caso. Além disso, escândalos e mais escândalos envolvendo motores a diesel (como Dieselgate), que poluem e muito o meio ambiente, e ainda isso se discute ? Em minha opinião, tinha que ser simplesmente proibido.

    • Tosca16

      Eu imagino se aqui abrisse de vez as importações, legalizassem os motores diesel e etc; aí veríamos as sucatas do mundo todo vindo ser desovadas no Brasil, e ia ter gente dizendo que melhorou o mercado. Tem é que aumentar o rigor ambiental, seguir as mesmas normas do Euro 6, sem alterações como é aqui; para que as fabricantes fossem obrigadas a por suas linhas de motores mais modernas, e colocassem estes motores jurássicos que aqui dispomos no lixo.

      • Leonel

        Exatamente o que eu penso. E parar com essa palhaçada de imposto sobre litragem de motor. Não importa se tem um V12, se for realmente eficiente, é o que importa. Mas o que não falta é corrupção e incompetência por aqui.

      • Oducas Iapap ♂

        Então, o brasileiro é um homem passional.
        Isso significa que ele envolve paixão em tudo.
        Aqui nós temos um gosto especial por carros, logo, o povo quer que abram as importações de carros usados, porque sonham em ter aquele Mustang V6 que vale 3, 5, 8k dólares à venda por aqui, com baixa milhagem etc.
        Aí o povo fica cego que isso iria abrir a porta pra TONELADAS de lixo de metal, plástico e borracha, só enxerga o lado romântico da coisa.
        Mesma coisa aconteceu com os pneus usados da europa.. Eles mandavam lixo pra cá e povo, acostumado com remold e pneu riscado, adorava comprar michelin (pronuncia-se MICHE-LÍN) meia vida por uma pechincha. E achou ruim quando acabaram com isso.

    • Louis

      Acho que a esta altura, é melhor não liberar o diesel.
      Híbridos e elétricos se tornando realidade no mundo, e a Banânia mais uma vez atrasada, indo contra as tendências.

  • Tosca16

    Muitos países estão indo justamente no caminho contrário, mas são países desenvolvidos e que a anos já tinham frotas movidas à diesel; neste caso até é justificável porque tais politicas públicas vem definitivamente com o intuito de melhorar a qualidade de vida da população, mas aqui no Brasil tudo se que falar é babela, pois nunca debatemos de fato a utilização de combustíveis limpos ou renováveis, nem temos politicas públicas eficazes para qualquer que seja a área.

  • Airplane

    A OMS – Organização Mundial da Saúde classificou as emissões do diesel, em particular os micro particulados (MP) como letais por serem cancerígenos. A Prefeitura de Paris, dentre outras, está proibindo a circulação de carros à diesel quando os índices de poluição estão ultrapassando certos limites e está, junto com outros países, desincentivando os carros diesel e o Brasil querendo fazer o contrário. É um absurdo !

    • Junio Tavares Silva

      Absurdo mesmo é pagar 4 pilas no litro da gasosa, se é pra liberar que seja pra todos, ou então proibe tbm as caminhonetes e caminões a diesel!

      • Oducas Iapap ♂

        Correto, vamos colocar caminhão a gasolina, sendo que o custo do transporte rodoviário funciona como uma cascata para o aumento geral de preços
        duuhhh!

      • Pacheco

        Eu nunca curti carro a Diesel. Acho um modelo monocombustivel muito melhor. Prefiro um carro a gasolina (e sou a favor dela ser pura) ou um carro a Etanol.

        Motores Turbo, com injeção direta a Etanol poderiam render muito mais.
        A taxa pra ele é bem mais alta, sem falar que ele polui menos.

      • Airplane

        Este é outro absurdo !

    • Oducas Iapap ♂

      O gás da própria gasolina já dizem há décadas que é ALTAMENTE cancerígeno… só que não divulgam tanto isso pra não haver uma revolução dos frentistas

  • Willian

    Que tal tirarem o etanol da gasolina primeiro?

    • Tosca16

      Eu acho que sou um dos únicos favoráveis ao uso do Etanol, mas gostaria de ver motores monofuel, pois acredito que já teríamos tecnologia para fabricarmos motores eficientes movidos exclusivamente a etanol.

      • Pacheco

        Eu sou a favor do uso do etanol puro. E da gasolina pura… isso iria ajudar em muito o mercado.
        Agora colocar 27% de etanol na gasolina é sacanagem.

        • Tosca16

          Também acho, estava falando com o PC (Paulo Cruz) do AutoNews TV, ele tava dizendo que o pai tinha um carro, não me recordo o modelo, que na década de 90 fazia mais no álcool que os Flex de hoje, isso porque era monofuel; aí eu imagino com essa levada de motores turboalimentados se tivéssemos projetos de motores turbos etanol quanto é que poderíamos extrair de potência e a eficiência destes motores, poderíamos exportar os motores etanol mais modernos do mundo, não essa gambiarra dos flexíveis.

          • Oducas Iapap ♂

            Mentira… Os carros carburados eram uma verdadeira merda..
            Não existe carro da década de 90 que tinha o consumo de um up, com a potência de um up (to falando do 1.0 MSI 80cv)
            Imagine-se então um UP TSI… Carro que dá um pau venenoso num adorável DART v8, Opala 4100… isso saindo 10 minutos atrás…
            Creio que dê um pau num Omega 3.0 injetado dos 90’s, saindo meia hora depois….

            Agora compare o consumo x eficiência..

            Isso aí é nostalgia apenas, nada mais. carros de antigamente eram piores em tudo

            • Tosca16

              Rapaz, se vc for observar todos os flexíveis tem dados no Etanol muito aquém do desejado, não digo que temos motores piores mas que a tecnologia Flex não é sabiamente uma boa opção .

              • Oducas Iapap ♂

                Hoje em dia isso já foi superado.. Mas é verdade que não em todas as montadoras.
                O melhor exemplo fica como os TSI da Volkswagen em geral, BMW e Mercedes flex, entre outros turbos.

                • Tosca16

                  Ainda estamos muito longe meu caro, ainda é pouco; mas que aos poucos estão mudando, espero que daqui a uns 10/15 anos se equiparemos com os EUA e Europa.

            • Rodrigo

              Rapaz… é droga demais na veia!

          • Pacheco

            O motor 1.6 do Corcel mesmo foi um dos melhores a Etanol que tivemos por aqui.

            O Etanol para ser economico e vantajoso, precisa ter a taxa alta e atualmente com a injeção direta, poderia ter uma eficiencia muito grande.

            Não duvido que com tecnologia, um motor 1.0 Turbo com injeção direta e etanol fizesse na cidade acima de 12km/l.

            • Tosca16

              12 ? Pode colocar 15/16…. eu imagino um motor TSI Turbo Etanol extraindo 20% mais de potência e tendo o consumo similar, mesmo que abaixo do respectivo motor europeu movido a gasolina, mas bem longe dos atuais 30% em média a mais de consumo, o motor Etanol hoje tem condições de ser 15% no máximo.

        • Oducas Iapap ♂

          Não existe gasolina pura.. Mas concordo que 27% é muito. 20% estaria mais do que bom (o mínimo acho que é 10 ou 15)

    • Oducas Iapap ♂

      Aí quebra a indústria da cana do sudeste… E respectivos escravos, digo, trabalhadores

  • Murilo Soares de O. Filho

    Sim, acho que hoje a essa altura do campeonato, nem é tão vantajoso, além de ser muito caro, o difícil é engolir a Fraude que é a Petrobrás e o pré-sal, foram gastos fortunas nisso, e não tivemos nenhum benefício real disso tudo.

  • Tosoobservando

    falando em diesel o que acham dela Actyon Sports com motor intercooler Mercedes?

    • Oducas Iapap ♂

      2 alegrias

    • Pacheco

      Vc quer comprar essa bomba?

      • Tosoobservando

        Sim. Pq bomba?

        • Pacheco

          A montadora foi embora do Brasil, o carro sempre teve vendas minimas. Todo tipo de peça e reposição é pessimo.
          Só o motor tem facilidade de manutenção, o resto vai ser um achado.

          Pagar o preço de um Monza num farol.

          • Tosoobservando

            Ssangyong foi embora, quando? O motor é Mercedes.

            • Pacheco

              Já tem um tempo… nem concessionaria tem mais aqui. O motor é mercedes, mas só ele. Quebra um farol, um acabamento ou precisa de um disco de freio pra vc ver.

              • sepchampions

                Em Salvador ainda tem Css.

                • Pacheco

                  Em SP fecharam todas

  • Eduardo Brito

    Isso é mais uma das jaboticabas(que só tem no Brasil) que precisa acabar. Na epoca em que foi feita a lei, fazia sentido pois a crise do petróleo era latente e o Brasil produzia pouco deste bem. Hoje a situação é outra.

  • Jefferson Ferreira

    Quanto mais opção melhor! Seria bom um estudo de fato para ver o real impacto, mas comparando com alguns estudos feito por outros países a diferença de poluição de modo geral de um carro movido a diesel e um movido a gasolina são bem semelhantes.

  • Guilherme Eduardo

    É só fazer uma liberação parcial. Por exemplo, para os comerciais leves. Imaginem uma Fiat Strada Multijet e uma Saveiro TDI !!!!

    • Douglas

      Inclusive é vendida a Strada Multijet na Argentina.
      Uma coisa que eu estava pensando é que a Strada dependendo da versão já carrega até 705 kg, era só a Fiat reforçar um pouco para levar 1000 kg que poderia vender com motor diesel.
      Estou pensando que ela vai fazer isso na próxima geração da Strada, que será um pouco maior e deve chegar lá pro final do próximo ano ou começo de 2018.

    • Lorenzo Frigerio

      Sim, e para taxistas também.

  • Vattt

    Com a carga de impostos que cobram em cima de tudo, pode aprovar, que nada nunca é favorável ao consumidor brasileiro. E não existe essa de perder menos. Simplesmente no brasil quando cobre um lado, descobre outro.

  • Wolfpack

    A história do diesel na Europa é conhecida e não podemos seguir o mesmo erro. Por lá a demanda do diesel arrefeceu após a crise do petróleo que fez a maioria dos paises migrarem sua matriz energética do óleo diesel queimado em termoelétricas para usinas termonuclears, criando um excedente de refinarias que só produziam diesel sem demanda, então começaram a incentivar a produção de automóveis a diesel, e vimos no que deu hoje. O diesel está com seus dias contados na europa pois a tecnologia necessária para neutralizar os gases NOx produzidos durante sua queima são caras e o acrescenta peso absurdo ao veículo. Ninguém deseja ter que abastecer diesel + ureia em seu carro de passeio. O motores menores sobrealimentados a gasolina são a solução mais eficiente hoje sem dúvida. Se aprovado o Brasil dará mais um sinal de estupidez brutal em sua estratégica energética. E terá que importar mais diesel.

    • Douglas

      Você trata como se todo mundo fosse comprar carro diesel.
      Os carros diesel são mais caros e as vendas seriam pequenas.
      Basta ver na Argentina hoje, está se vendendo poucos carros a diesel, só tem mesmo o Cruze antigo, Peugeot 308 e 408, Citroen C4 Lounge e Spin.
      Na Europa se vende muito carro a diesel porque a gasolina lá é absurdamente cara.
      Aqui no Brasil acredito que quem compraria mesmo carro a diesel seriam os taxistas.
      Os motores diesel modernos consomes menos combustível e emitem menos CO2 que os motores a gasolina por terem uma eficiência térmica superior a qualquer motor a gasolina moderno. e também emitem menos CO.
      O que emitem a mais é NOx e matériais particulados, mas os modernos motores Euro 5 e 6 emitem esses poluentes em quantidades baixas, inofensivas.

      • Airplane

        As quantidades emitidas de NOx e micro particulados não são inofensivas, mas sim letais !

  • Roger Rosato

    O mundo inteiro proibindo carros diesel e o Brasil querendo aprová-los… tsc tsc tsc…

  • Tom Costa

    Querem resolver alguma coisa? Aprovem uma medida de redução de IPI para modelos que usarem exatamente as mesmas tecnologias da Europa que visem a redução de consumo, portanto, tão ou mais eficientes que o Diesel. Tem motores a gasolina por lá que beiram os 30km/l.
    Mas tem que ter o mesmo rendimento em consumo de lá, que os fabricantes se virem pra equalizar isso com a nossa mijolina.

  • leitor

    Quer contribuir com a diminuição da poluição? Basta incentivar os trens e navios ao invés de caminhões. Isso ajudaria em muito até na conservação das estradas além de outras questões de segurança. Além de diminuir o custo de fretes também incentivaria mais o turismo. A lista de benefícios é enorme além de contribuir com a diminuição da poluição.

  • leitor

    Bem que se poderia ter um programa de incentivo ao uso de GNV. Sem tanta frescura de revisão anual ainda mais sendo cobrada e cara. E que as fábricas produzam motores prontos a receberem tudo sem tirar a garantia. E incentivem mais ainda os elétricos.

  • Carlos Eduardo Avelar

    Pq é ruim para o Brasil….as vezes as pessoas eauecem que nosso país é praticamente abastecido por camnhões, que são a diesel…e nosso diesel é importado pq noosso petróleo mais denso fica mais barato importatr o diesel do que fabrica-lo aqui….. então teoricamente tudo ficaria mais caro desde do pãozinho francês que entra na sua casa ate aquele audi a4 na sua garagem.
    Simples entender… carros a gasolina mais eficientes em consumo seria a nossa solução nesse momento.

  • rcostaramos

    Mais um motivo para se aumentar o preço dos carros “tenha um carro a diesel, mas pague mais do que um frex”