Home EUA Próxima F-150 deve empregar alumínio e emagrecer 150 kg

ford f 150 2013 Próxima F 150 deve empregar alumínio e emagrecer 150 kg




Em busca de maior eficiência no consumo e emissões no segmento de picapes full size, a Ford deve investir na introdução de alumínio na estrutura da próxima F-150.

A economia de peso deve chegar a 150 kg, ajudando no objetivo de redução do consumo de combustível em 25%. Além disso, a nova picape deve concentrar a maior parte das ofertas no motor V6 3.5 EcoBoost, que é mais eficiente que o tradicional V8.

No entanto, nem todo mundo está gostando da idéia. Comenta-se nos EUA que uma carroceria feita com alumínio é mais cara de ser produzido, bem como maior custo de reparação, reduzindo assim o custo-benefício do produto.


  • http://deskos.wordpress.com Jorge Afonso

    Eles não querem a F-150 feita em alumínio? Beleza, manda uma pra mim que eu aceito sem pestanejar.

  • rogerw31

    Agora pode andar mais 1 americano sem alterar o consumo da anterior :p

  • farleytito

    quem que não esta gostando da ideia? consumidor ou montadora?

    • BlueGopher

      Quem vai pagar os custos extras do seguro e manutenção, ou seja, os consumidores…
      Alumínio é uma boa, só que como toda moeda tem 2 lados, o positivo e o negativo, infelizmente.

  • marcelo_ricardo

    Aqui temos a "RÉINGER FLÉCS"

  • Handlay

    Qual problema do alumínio? Dezenas de carros modernos estão usando alumínio… A Ford é rica pode manter os custos de reparação, até parece que ela vai falir se não subir…

    • marcelo_ricardo

      Custo de reparação é em caso de alguma batida, pintura etc…

      Essa caminhonete é muito vendida la, muita gente usa para trabalho, não quer ter gastos extras.

      Tu acha que no Brasil o povo compraria UNO mais caro só por ter lataria de aluminio? pff

      • E. Ferreira

        Manda pra lá a linha de montagem da nossa antiga S-10 então.

  • gcarlos

    É um carro típico do americano. Com beberrão e com mania de grandeza. Não é a toa q é o GOl deles.

  • AF1979

    Passa a impressão que a Ford não consegue passar para sua linha de produtos as descobertas que a Mazda fez quando ainda trabalhavam juntas em plataformas e projetos conjuntos. Sobre a mesma plataforma que temos o Fiesta mexicano é feito o Mazda 3, que é 100 kg mais leve que seu antecessor, redução de peso essa que foi conseguida sem apelar para materiais nobres ou caros. Convenhamos que deixar um carro 100 kg mais leve que seu antecessor só usando aço, ainda mais sendo carro pequeno, é muito mais difícil do que tirar 150 kg da F-150 usando alumínio em grandes extensões.

  • bandaxadibar

    "motor V6 3.5 EcoBoost, que é mais eficiente que o tradicional V8". o downsize funcionando

  • vicegag

    Se fosse aqui fariam tudo de plástico.

  • jonasperola

    Tem o lado bom de se usar aluminio na estrutura, ele não se oxida com o oxigenio, (numa linguagem mais clara "NÃO ENFERRUJA")