PSA anuncia novo motor 1.2 PureTech e início da produção do novo Peugeot 208 no Brasil

29/03/2016

peugeot 208 2017

A PSA Peugeot Citroën anunciou hoje (terça-feira, 29) a estreia do novo motor 1.2 PureTech no Brasil. O novo propulsor vai equipar a linha 2017 do Peugeot 208, que inclusive já está sendo produzido na fábrica da empresa em Porto Real, no Rio de Janeiro, e deverá ser anunciado no mercado nacional nos próximos meses.

Naturalmente aspirado e de três cilindros, o novo motor 1.2 PureTech da PSA é produzido em Trémery, na França, e foi transformado em Flex na versão enviada ao Brasil. Abastecido com etanol, o propulsor consegue entregar 90 cavalos de potência, a 5.750 rpm, e torque máximo de 12,5 kgfm, a 2.750 rpm.

peugeot 208 2017 producao brasil 1

O bloco tem tamanho compacto, peso reduzido e materiais de baixo atrito, resultado em maior desempenho, economia e baixo nível de emissões, de acordo com a marca. O consumo de combustível e as emissões de CO2 em média foi reduzido em cerca de 20% em comparação com alguns motores de 4 cilindros de potência equivalente, segundo testes internos da PSA.

O propulsor tem quatro válvulas por cilindro, duplo comando variável de válvulas, correia em óleo, bomba de óleo variável (para reduzir o atrito), sistema de arrefecimento dividido entre bloco e cabeçote (split cooling) e coletor de escapamento integrado no cabeçote.

peugeot 208 2017 producao brasil 2

Ainda segundo a PSA, o projeto de desenvolvimento da versão nacional do motor, levou três anos e envolveu uma equipe de 150 profissionais, nos Centros de Desenvolvimento de Porto Real e São Paulo, bem como no de La Garenne, na França.

Para ser abastecido com etanol, a sua taxa de compressão foi elevada dos 11:1 originais para 12,5:1. Há ainda sistema de partida a frio com aquecimento de combustível no injetor (eliminando o reservatório de combustível chamado de “tanquinho”), o conjunto pistão-anéis reforçado com a utilização de injetores de óleo fundo de pistão, as válvulas e sedes reforçados e novas velas especiais.

peugeot motor 1.2 puretech

Quanto ao novo Peugeot 208, a empresa diz que o projeto foi iniciado em setembro de 2013 e contou com testes de rodagens e validações de qualidade e segurança. Na América Latina, foram 100 mil horas de trabalho das equipes do projeto, mais de 230 novas peças, índice de reciclabilidade de aproximadamente 95% e cerca de 27 kg de materiais verdes (carpetes, que utilizam PET reciclado, EVA reciclado e resíduos de madeira certificada e as fibras naturais, utilizados em partes de peças como tampão traseiro).













  • Alexandre

    O que seria o novo Peugeot 208? O mesmo facelift da Europa? Mais informações, por favor…

    • Luciano Silva

      Sim, mesmo facelift da Europa e novo motor Pure Tech em substituição ao motor TU4M nas versões menos potentes

      • Alexandre

        Mas naquele flagra do 208 GT a frente era nova e a lanterna traseira era a mesma, a antiga… iiiihhh.

        • Pacheco

          A peugeot viu a besteira que fez em criar o 207 nacional e deixar de fora o verdadeiro. Acertou em trazer o 308 primeiro e depois o 208. Errou em fazer a mesma besteira com o 308 e agora parece q pode errar novamente com esse carro.

          E até que enfim matou o 1.5 8V. Espero que a versão Turbo possa matar o 1.6 16V (por mais que seja um otimo 1.6).

          • Marcelo TB

            207 vendeu bagárái.

          • Mmaykinho

            Pra que a Peugeot se posicione bem no mercado, basta aposentar esses motores arcaicos. Penso que daria muita dor de cabeça pra concorrência se a PUG fizesse assim:
            208 de entrada: motor 1.2;
            208 Griffe: motor 1.2 turbo;
            208 GT: 1.6 turbo;
            Cara, teria pra ninguém! haha

            • Olha, a melhor época da Peugeot foi quando tinha uma opção de 206 1.0 concorrendo na base do mercado. Depois que “elevou” a categoria no lançamento do 208 para concorrer apenas na faixa dos “compactos premium”, nunca mais se achou no volume de vendas. Portanto, se o objetivo é ter volume no mercado, incrementar os motores não vai adiantar muito, não.

              • Guilherme Eduardo

                Acredito que a melhor opção foi quando o 206 tinha motor 1.4 pelo mesmo preço que gol/palio/corsa 1.0

                • Verdade. Com o 208 ela ganhou um modelo sofisticado, mas perdeu produtos de apelo mais popular. Aí o volume de vendas despenca mesmo.

            • xyzR2

              208 Griffe 1.2 turbo EAT6 ? Quero

              • Mmaykinho

                Queremos!!!

        • Sim, pelo que ouvimos falar será mesmo a lanterna antiga atrás, apenas a frente muda.

  • Pedro Rocha

    Chegou com atraso, mas antes tarde do que nunca. E agora a pergunta que não quer calar: a caixa EAT6 chega quando?

    • Pacheco

      Agora cabe… não podem mais usar essa desculpa. Espero que chegue logo o Turbo no lugar do 1.6 16V.

      • Rafael Oliveira

        Vai demorar. ano que vem talvez, a Peugeot não pode colocar no modelo de entrada um cambio melhor que a na top de linha

        • Guilherme Eduardo

          Boa observação. Mas a Peugeot Brasil gosta de fazer umas coisas difíceis de entender, e uma delas pode ser ter o 1.2 aspirado com AT6 e o 1.6 aspirado com AT4

      • Mmaykinho

        Amém!

  • Bruno Silva

    Cara, sou sincero em não gostar da PSA (até pelo histórico de problemas com um 207 que passou aqui em casa). Mas eu torço muito pela marca, essa semana vi na Barra a ccs Peugeot/Citröen, parece que vai melhorar o pôs venda com isso. A marca tem se esforçado, falta um pouco mais (preços competitivos nas versões de entrada do 208 por exemplo e trazer o 308 verdadeiro), mas quero a marca se recupere!

  • Bruno Silva

    Cara, sou sincero em não gostar da PSA (até pelo histórico de problemas com um 207 que passou aqui em casa). Mas eu torço muito pela marca, essa semana vi na Barra a ccs Peugeot/Citröen, parece que vai melhorar o pós-venda com isso. A marca tem se esforçado, falta um pouco mais (preços competitivos nas versões de entrada do 208 por exemplo e trazer o 308 verdadeiro), mas quero a marca se recupere!

    • Rafael

      Também não guardo boas lembranças do 207 xs que compramos em 2009. Passou mais tempo encima de guincho e na concessionária estragado do que rodando. Assino embaixo de tudo que tu disse!

      • Eduardo

        Tive 2 206, 2 307 e o 208 atualmente. Nunca tive problemas sérios com estes carros [só o ar condicionado dos 307 deram um problema de não gelar com o o carro em marcha lenta, mas foi resolvido]. É aquele lance meio loteria

        • Bruno Silva

          O 207 aqui de casa com 5 dias foi guinchado (trambulador deu problema e não engatava nenhuma marcha). Depois foi o vidro dianteiro que quebrou o motor, estepe que ficava se soltando, e vários grilos nos painel. Tudo isso num carro 0km. Conclusão: foi vendido com 5 meses de uso e 4.800km rodados.

          • Ygor Soares

            Você viu na Barra, eu entrei! Fui ver um 308 THP e cobraram 89 mil de cara! Não consigo entender isso, já cobram alto de cara parra assustar os clientes e depois reduzem para 88 mil que ainda está acima da tabela. Realmente estão querendo fechar as portas, já estão começando mal.
            Até na pintura sólida cobram 550,00 e mais 2 mil de frete! Coisa típica do grupo SHC :(
            Acho que esse ano vou ficar no DS4 usado ou um C4 THP também usado.

            • alexandre

              Rapá! Estive semana passada numa Peugeot SHC, em Botafogo…. Vc sai dela sem vontade de ouvir falar em Peugeot nunca mais. O vendedor parece que tá fazendo o maior favor em te mostrar um carro de 80 mil. Realmente mesmo padrão das Citroën SHC.

            • Rafael Oliveira

              eu iria facil no DS4,

            • Vattt

              DS4 (carro comum) não tem a exclusividade do DS5, então vá de C4 louge THP mesmo ou dê um jeito de achar um DS5 “nos preço” que não é difícil.

          • Vattt

            Tenho uma 207 SW XRS e sofro dos mesmos problemas de acabamento até hoje (exeto guincho), conseguiram camuflar os problemas dos vidros até acabar a garantia, e o painel continua ruidoso e com aqulas saídas de ar que só sai barulho a partir da valocidade 2 e sem direção nehuma. Um dia se eu pegar os projetistas daquele painel, esculhambo!!! era bem melhor o do meu 206!!!

        • É… em termos de franceses, eu estou com um C4 Exclusive THP com quase 30 mil km rodados, minha esposa em um 208 griffe automático chegando nos 20 mil e meu irmão tem um 307 (2007) com mais de 100 mil km rodados. Nada de incomum a relatar sobre eles. O C4 e o 208 só revisões.

      • Rafael Oliveira

        O unico problema que tive com meu passion xs foram os cabos do vidro elétrico.

        • Renato Dias

          Problema crônico. Mas na época consegui trocar sem custos os meus 2 dianteiros, mesmo fora da garantia, entrando em contato com o Atendimento Peugeot.
          Queria ver outra marca fazer isso.

          • Marcelo Penha

            A Ford também tem essa política. O motor do vidro do motorista do meu Fiesta quebrou meses depois do fim da garantia e, da mesma forma, depois de entrar em contato com o fabricante, a troca foi efetuada sem custos.

            • th!nk.t4nk

              A Fiat é famosa por consertar alguns itens fora da garantia também. Nao é nenhum mérito, nada de especial com a marca. Todas fazem quando a peça em si tem comprovadamente vício de fabricaçao. Nao se iludam, nao sao boazinhas, pois muitas vezes elas sabem do defeito durante a garantia e nao anunciam recall. Depois vem com essa de “cortesia”.

    • Ancelmo Henrique

      Já o meu eu uso ele sem dó, o bicho é valente, agora é muito temperamental, de vez em quando ele me deixa puto mas gosto muito do sacana.

  • Fanjos

    Vai ter a versão turbo desse 1.2? para as versões mais caras e a versão 1.6 turbo será para a versão GT?

    • Marco Antônio

      To esperando o 1.2 turbo. Marrom Dark Carmin. Economia, desempenho e beleza (beleza para a minha percepção). Parabéns a Peugeot.!

  • The Monster Man

    O 208 1.5 já é mega econômico, esse daí deve ser igual ao UP TSI, porém acho que vai faltar torque, já que o 1.5 é fraco neste quesito.

    • daniel.a.o.

      Tenho um 1.5 e ele não tem feito milagre. Acho que sou eu ao volante. Com os bons números do Up!, esse 1.2 pode equilibrar as coisas.
      O grande mal foi saber desse torque. o 1.5 apresenta 14,2 de torque com etanol e 13,5, com gasolina. Ambos os valores são atingidos a 3000 rpm, segundo a Peugeot. Um torque máximo de 13 a 2750 rpm, não me empolga.
      Meu uso é estritamente urbano e o consumo é o foco, mas busco desempenho também, para me satisfazer em algumas arrancadas e retomadas.
      Espero bom consumo, mas esperava melhor desempenho. Agora, é esperar os testes e torcer para que a empresa reabra concessionárias fechadas durante a “reestruturação”.

      • Eduardo Gregório

        Também temos esse 1.5 aqui em casa e não sou muito satisfeito com o consumo. O carro está apenas com 2000 km mas nos trechos que fazemos (sempre curtos) a média fica em torno de 9 km/l e na br média de 110 km/h com ar uns 13,5km/l.
        Como está o consumo do seu?

        • edet

          Tenho um Active 1.5 com 4200 km e estou bem satisfeito com o consumo. Em estrada, na mesma situação que tu descreveu, 110km/h e ar ligado, faço médias sempre acima de 15km/l, em média uns 16km/l. Já na cidade varia muito pelo percurso. Como normalmente faço trechos muito curtos e com muitas manobras na garagem a média fica em torno de 9 e 10 km/l. Para comparação, meu antigo Fiesta Rocam 1.6 fazia no máximo 8km/l no mesmo trajeto.

        • daniel.a.o.

          Fiz pouco trajeto em estrada até hoje. Em uma viagem de quase 500 km feita anos passado, fiquei satisfeito com o consumo, frente a quantidade de ultrapassagens que fiz e das velocidades que atingi. Por ter saído cedo, utilizei ar-condicionado em 65% da viagem e obtive média de 15,3 km/L.
          Na cidade, fico em médias semelhantes às suas. Não dá para fazer muito mais.
          Tenho percebido que compensa mais utilizar etanol com o valor deste em até 70-75% da gasolina. se reside em uma área plana, a gasolina poderá ser uma melhor opção. Como moro em uma área cheia de ladeiras e no anda e para do transito, chego a fazer 6,3 km/L com gasolina; com etanol consigo uns 5,4.
          Aqui em minha cidade, o etanol já foi bastante vantajoso e abastecia apenas com ele. Atualmente, tenha optado pela gasolina, mas acho que darei chance ao etanol mais uma vez.

        • The Monster Man

          O nosso está com 13mkm, está fazendo de 9 a 11km/l na cidade com gasolina e na estrada no mesmo combustível faz de 14,5 a 17km/l sendo a menor média com ar e a melhor sem ar, ambas com 2 pessoas a bordo e porta malas cheio, o segredo é não passar de 110km/h na estrada, se andar acima de 130km/h não faz mais que 12km/l.

        • Franco da Silva

          É bem por aí. Agora imagina o mesmo carro com menos torque. Não vai ter redução de consumo não…

          • th!nk.t4nk

            Vocês estao usando o termo “torque” erroneamente pessoal. Primeiro que no dia-a-dia o que se usa é potência, nao torque (por absurdo que isso possa soar aos ouvidos de quem nao é da área). Potencia é funçao do torque, ótimo, POREM o que importa é a curva de torque e nao seu valor máximo (seja à rotaçao que for!). Ainda que o torque máximo seja semelhante e chegue em rotaçao semelhante, isso nao nos diz necessariamente o que acontece a baixíssimos giros (1000-2000 rpm). Esse tricilíndrico é de baixo atrito, tem comportamento bem diferente já a 1250 rpm. Além disso, mesmo que se estique mais as marchas o consumo tem tudo pra ser bem menor. Nao tirem conclusoes só olhando esses números, há muita coisa por trás pra definir o desempenho e o consumo.

      • Franco da Silva

        Meu irmão tem um C3 com o 1.5 e não tem nada de especial, bem normal, fazendo 10/L na cidade. E esse 1.2 tem os mesmos números do Evo 1.4 da FIAT que TODO mundo só desce a lenha. Não é pq tem um cilindro a menos que vai fazer milagre.

        • Eduardo Gregório

          Tem os mesmos números mas é bem mais moderno, acho que vai ser legal para economia sim, mas por ter menos torque que o 1.5 atual fico na dúvida se o desempenho, que já não é grandes coisas, vai continuar igual.

          • th!nk.t4nk

            Provavelmente vai ter bem mais torque cara. Nao olhe só o valor máximo. O que interessa mais é o valor em cada rotaçao (ou seja, sua curva). Esse dado nao foi divulgado, mas pode-se basear no europeu, que é muito forte em baixíssimas rpm.

        • th!nk.t4nk

          Franco, leia meu post logo acima. Nao tire conclusoes com estes números somente.

  • dallebu

    Segunto teste da revista Italiana AlVolante, o 208 europeu com esse motor 1.2 Puretech tem como ponto alto a extrema economia de combustível, considerando o peso e porte do carro, fazendo em torno de 19 km/l em ciclo extra-urbano, 14,7 km/l na cidade e 13,5 km/l na auto estrada a 130 km/h.

    Pontos positivos:
    Consumo muito baixo
    Auxência de vibrações
    Fluidez na entrega de potência
    Boas respostas em baixa rotação

    Pontos negativos:
    Desempenho que não empolga
    Baixa dispisição á altas rotações

    • Rodrigo Pasini

      Querer que um motor 1.2 de 90cv entregue desempenho empolgante é um pouco demais.

      • Tinha que ser turbo, aí seria empolgante, vide 1.0 TSI

        • Eduardo

          Creio que a produção francesa e a importação estão inibindo a oferta inicial de motores, alto imposto de importação etc. Quando a produção nacional se estabilizar, creio que o 1.6 será substituído pelo 1.2 turbo (griffe). Não há razão para ter 3 motores para o mesmo carro.
          Então entrará em cena um câmbio de 6 marchas autom.
          O 1.2 aspirado deveria ficar só para a versão de entrada.

          • Pacheco

            Sim, aos poucos o 1.2 Turbo deve matar o 1.6 16V da linha toda. O problema é preparar o mercado para esses motores. Até mesmo quebrar os preconceitos.

      • DiMais

        carro urbano, motor urbano. o problema é que no Brasil não existe essa diferença de propósito no uso dos carros, é o mesmo pra tudo e aí querem desempenho de superesportivo em citycars.

    • jorge

      Não esquecer que a galosina deles não tem a quantidade de álcool que a nossa, ou seja vai ficar menos econômico e um pouco mais disposto

      • dallebu

        Sim, fora que aqui devem encurtar um pouco o câmbio, que lá é beem longo.

        • Marco Antônio

          Pensei exatamente isso.

          • dallebu

            Gostei de saber que a correia dentada é banhada em óleo. Deve durar mais de 200.000 km sem risco de quebra. Ótimo para os custos de manutenção.

    • Franco da Silva

      Se faz 14,7 com gasolina de verdade, se fizer 12 aqui será muito…

  • AlemãoMoreira

    Fico feliz com as notícias, torço pela marca pois gosto muito dos carros Peugeot. Tenho um 208 e com certeza compraria outro.

    • Rbs

      Esse carro deve ser bom mesmo . . Um alemão falando isso!!

      • AlemãoMoreira

        Pode aposta hahaha

    • Juliano

      Também tenho um 208 allure e gosto muito. Saí de um i30 2010 e a única falta que me fez foi o motor, mas o 1.5 da conta do recado, só é “xoxo” em rotações mais altas, mas o torque pra arrancada é bom. De resto, baita carro, não tenho reclamações.

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Eu gosto do visual da atual geração espero que não estraguem…
    Pois ele é um dos carros mais bonitos a venda no país.

    • Marco Antônio

      Marrom Dark Carmin. Que coisa mais linda de se ver no fim de tarde.! :

      • Maçaranduba o Porradeiro.

        Gosto mais do prata.

        • Marco Antônio

          kkkk Tem alguma cor que esse carro é feio?!

          • Maçaranduba o Porradeiro.

            Roxo, lilás e mecônio.

          • AlemãoMoreira

            Preto! O 208 na cor preta não fica legal, eu acho que não combina com o carro. Aproveitando, uma das cores que eu mais gostava era um cinza um pouco mais escuro que o prata, ficava muito legal, pena que não tem mais.

            • Mmaykinho

              Também tenho um, ele é branco nacré.
              Cara, tem um azul lindo da linha 2016 que estão vendendo nas css. Mas ainda sim prefiro o marrom. Lindo demais!

              • AlemãoMoreira

                Então essa cor é o Azul Bourrasque, acho muito bonito também só não comprei porque não tinha um no estoque ou showroom para ver a cor ao vivo. Pelas fotos na internet parece bonito mas nunca vi pessoalmente.

            • Marco Antônio

              Acho que é por isso que ainda não vi nenhum 208 preto. Nunca vi. Deve ser porque não combina!

  • Airplane

    Com este novo motor haverá espaço para a a transmissão EAT6.

  • Marco Antônio

    VI um 208 ontem (de dentro do busão). E que coisa linda aquela cor marrom deles. O carro era um Griffe, a coisa mais linda no transito. Fazia tempo que não torcia o pescoço pra um compacto! Parabéns a marca por investir em motorização melhor.! O Br necessita disso.!

  • fbl

    Curioso para saber se além de mais econômico que o 1.5, esse motor andará melhor na cidade que o 1.5, se terá mais torque em baixa rotação. Outras coisas… Esse motor terá versão turbo para Griffe? E o cambio AT 6?

    • Marco Antônio

      Muitas perguntas e poucas respostas. : Espero veementemente esse 1.2 turbo. Mas acho que se vier, vai demorar um pouco. A Peugeot costuma a dormir no ponto. Vide 2008.

      • fbl

        Mas seria uma bela jogada como foi o 1.0 TSI da VW. Somada a uma possível versão GT 1.6 THP, acho que faria do 208 que já é um carro bonito, uma bela opção, mesmo a Peugeot tendo certa resistência no mercado nacional. Mas tem que colocar o AT6 também.

        • Marco Antônio

          Verdade. A demanda é real para AT. O 2008 com esse 1.2 e At6 até teria alguns argumentos a mais contra a concorrência.! Mas, sabe né, Peugeot é Peugeot, não vamos esperar muito não!

    • Eduardo

      Acredito que quando a produção nacional se estabilizar, o 1.6 será
      substituído pelo 1.2 turbo (griffe). Não há razão para ter 3 motores
      para o mesmo carro.
      Então entrará em cena um câmbio de 6 marchas autom.

      • fbl

        Sim, economia de escala. E talvez abra espaço para o cambio ja que se nao me engano o problema era espaço para encaixar esse at6. Nao sei…

  • Renan

    Será que também faz aqueles barulhos que parecem “bate biela”, quando abastecido com alcool? Quem já teve 1.4 PSA sabe o que to falando. rsss

    • Zé Mundico

      Mas todo carro flex padece desse “trelado” , como dizemos por aqui na roça. Já vi Fiat, Ford ,GM e VW fazendo essa zuadinha nojenta…..rsrsrs

      • Renan

        Treco esquisito, né? Algum entendido poderia explicar melhor o que acontece?

    • Bruno@BRN.CS

      Não é o óleo escolhido não? O meu 1.4 do C3 roda redondinho, só não arrisco outro óleo que não seja o do manual.

  • Murilo Soares de O. Filho

    O maior problema que vejo neste motor, é ser importado, o qu encarece e muito a manutenção, deveria ser nacional.

  • Alvaro Guatura

    Excelente noticia.. pena que não estou podendo comprar nem uma Honda Pop 110

  • Robson Rogerio

    Quanta coisa nova nesse motor hein, muito bacana. Tomara que não vire mais um fivetech aqui no HueBR, sabem como é o brasileiro no que diz respeito a manutenção, sem falar nos mecânicos das concessionárias que terão que receber treinamento adequado para não fazerem m…

  • Bugrezilla

    Que pecado fazer tudo isso mas manter o at4.

  • João Cagnoni

    Como sempre, deve chegar pra empurrar o preço de todas as versões. Esse 1.2 deve custar o mesmo do 1.5.

    • Mr. On The Road 77

      Vai ficar no lugar do 1.5, custando um pouco mais.

  • Mr. On The Road 77

    Será o canto dos cisnes da Peugeot??
    É sempre a mesma história: lançam, todos acham lindo e maravilhoso e no final ninguém compra.
    Tenho enorme simpatia pela marca, mas aqui no Rio é complicado. Menos concessionárias que a Kia. E ainda está um boato que o grupo La Tour (três lojas) vai fechar no fim do mês.
    Só resta torcer.

  • O Peugeot 208 é lindo! 😍

    E com esse motor novo fica ainda mais interessante.

  • Matthew

    Achei um motor na medida! Não fosse o maior peso, tenho quase certeza que seria até mais econômico do que o Up! MPI. O ganho em potência não é tão grande em relação à uma unidade de 1 litro, mas o torque além de ser maior, opera numa curva mais plana. Tudo isso sem prejudicar o desempenho, pois a força extra em baixa permite a adoção de uma caixa de relações abertas.

  • Rudi S Junior

    1.2 de 90cv? Pra que este motor?

    • Jurandir Filho

      Mais potente, leve e econômico que o 1.5…

  • RKK

    Ótima notícia a disponibilização do propulsor Pure Tech 1.2 de três
    cilindros para a família 208/C3 (bem mais moderno que o motor 1.5 8v).
    Agora dá a impressão que dava para tirar mais potência deste motor já
    que o 1.0 EA211 da VW tem 82cv. Com este propulsor de menores
    dimensões, talvez haverá a possibilidade de instalação também do câmbio
    automático de 6 marchas AT6 no compartimento do motor.

    • Marcos Medeiros

      É tudo uma questão de foco, o PureTech foi desenvolvido voltado à economia de combustível e baixa emissão de poluentes, tanto que a versão 1.0 aspirada desse motor produz apenas 68 cv e graças a isso a Peugeot é a única (até o presente momento) fabricante na Europa a se enquadrar no padrão Euro 6 de emissão de poluentes.

  • gustavo

    correia banhada em óleo seria aquela que chega ate 200 mil km sem trocar ?

  • Rafael Oliveira

    Se eles gastaram 3 anos para tropicalizar porque não colocaram corrente para tirar de vez a correia

  • pedro rt

    fiquei sabendo q a data de lançamento do novo 208 sera no dia 1° de maio nao mais em abril

  • Alex Albino

    Kd o TURBO???

  • Leonardo Caldas

    Uma pena não ter turbo.

  • Diego

    ótima notícia. Bom torque para uma condução econômica, baixo nivel de CO², forte candidato a ocupar minha garagem no futuro quando for trocar meu High UP! mpi

  • Vattt

    Sucesso Peugeot, gosto do seus carros!

  • Gran RS 78

    Que milagre a Peugeot lançando um motor moderno e o mesmo face lift do modelo europeu com diferença de alguns meses. Que pena que ela não fez o mesmo com o 308. Agora só falta a empresa lançar com o cambio de seis marchas para o 2008 e 208 para fechar o pacote.

  • Ronaldo Toledo

    Vou ver esse carro…tenho um fox hilline com teto solar 2015…preciso economizar gásOlinda se pagarem bem pego 1.2 completo

  • Genumano

    Peugeot sempre atrasada. Tem montadoras com motor 1.0 de 3 cilindros, aspirado que produz 110 cavalos e é muito mais econômico. Um exemplo? Ecoboost da Ford.
    Não sei porque o estardalhaço em torno desse motorzinho.