Citroen Combustíveis DS Ecologia Japão Mercado Peugeot

PSA não tem medo e lança carros diesel no Japão

peugeot-308-bluehdi

Enquanto a Volkswagen enfrenta a maior crise de sua história por conta do Dieselgate e o diesel se converte em vilão, mesmo na Europa, a PSA parece viver em outro mundo. Após divulgar resultados positivos com emissão de seus carros em testes de rodagem, o grupo francês parte para o ataque, mas longe da Europa.

Na vanguarda da filtragem de partículas em motores diesel, a PSA está 100% confiante em sua tecnologia e agora lança no mercado nipônico versões BlueHDi de alguns modelos da Peugeot, Citroën e DS, contrariando quem pensava que o diesel já não teria mais vez em mercados consolidados, especialmente no Japão, onde as restrições ambientais são muito rígidas.

Os motores escolhidos foram os 1.6 e 2.0 BlueHDi, que entregam 120 cv e 30,5 kgfm ou 180 cv e 40,6 kgfm. Em todos, a transmissão será automática de seis velocidades. Os Peugeot 308 hatch e perua terão opção 1.6, enquanto a versão GT de ambos é oferecida com o 2.0. O sedã 508 tem somente essa opção.

O Citroën C4 é o único com o duplo chevron e tem somente o 1.6, enquanto o premium DS 4 é oferecido com o 2.0. A partir de janeiro de 2017 aparece também o DS 5 BlueHDi 2.0. O pior consumo é do motor 2.0 com 18 km/litro, enquanto o 1.6 chega a fazer 21 km/litro.

[Fonte: Auto Evolution]





  • Maycon Farias

    Honestamente acho que esse combustível está condenado e não tem futuro. Estamos(Países desenvolvidos)* no limiar de uma nova era automobilística. Então nem gasolina, álcool, diesel e híbridos, mas sim elétricos e autônomos que darão um salto mundial, e sem dúvida nenhuma as montadoras mundiais já devem estar trabalhando intensamente em desenvolver elétricos. A Tesla já abriu o caminho e mostrou que é possível.
    Mas boa sorte para a PUG.

    • Augusto

      Até mesmo nos países desenvolvidos isso está muito longe de acontecer (infelizmente).

      • thi

        ta muito, vc vai ver,as coisas hoje são rapidas..concordo com o maycon

      • Deadlock

        Suíça que abolir os carros a combustão até 2030, se não me engano. BMW e Toyota têm planos de abolí-los até 2050. A Alemanha aprovou incentivos aos elétricos, aliás por lá muitas casas têm placas solares.

    • Pacheco

      Acredito nisso a longo prazo… após 2030. Mas atualmente os Híbridos devem começar a ter sua oferta e aceitação ampliada.

    • Louis

      Ainda mais no Japão, onde os híbridos vendem muito.

    • Alexandre

      Tenho mesmo pensamento. Apenas discordo em relação ao etanol, ele é renovável porém com pouca eficiência (leia-se autonomia), infelizmente as empresas nacionais meio que “desistiram” de inovar nesse projeto que já foi algo surpreendente no passado.

    • carroair30

      Agora convenhamos,que, PSA NUNCA foi bem aceita no JAPAO ainda maisna TERRA do LIDER MUNDIAL isso ao meu ver é mais uma estragea de markinting da PSA JAPAO nao vai “engolir”

      • thi

        a lider mundial é a volks ate agora .

        • Gabriel Daveran

          A muito tempo foi a GM … depois passou a ser a toyota que estava tipo até ” ontem ” … VW chegou a ser lider mundial ” agora ” e que tenho muitas incertezas se conseguirá segurar com o título por muito tempo ….

        • Gabriel Daveran

          E não se esquecendo que a Senhora TOYOTA não precisa de 100 marcas dentro do um grupo para ser líder…. consegue fazer isso com poucas onde ela é a principal … Nem preciso falar sobre a qualidade dos produtos deles e do numero de países onde os mesmos atual com a mesma brand

          • carroair30

            Disse tudo parabens,a TOYOTA por si so vende muito a VW presisa de agregar muitas marcas pra conseguir algo

            • thi

              se vc pegar os verdadeiros vw mais os outros tres que todo mundo sabe que são vws (audi,seat e skoda)..o resto nao ,o restante são marcas agragadas mesmo. a qualidade é das melhores , a europa que o diga onde ela é lider. parabens a estas duas gigantes que tem produtos de ponta.

        • Rodrigo

          Foi só em 2014 que a VW conseguiu (e a missão da empresa era para ser apenas em 2018).
          Mas em 2015 voltou pra Toyota, e a tendência é que fique com ela ainda por bastante tempo.

  • Marco Antônio

    manda pro Brasil que eu aceito.! kkkk

    • Rbs

      Exatamente o nosso futuro é agora!!

    • Quero ver e mandar o 308 pra cá. A gasolina mesmo.

      • Marco Antônio

        kkkkk não. Nós gostamos mesmo é de proteger os empregos. Para um povo tão abnegado assim, soluções made in “mercosul” são suficientes!

  • MRJ Mitsu

    vamos ver

  • Felipe

    Gosto desse jeito inventivo que os franceses tem pra lidar com automóveis. Citroën sempre foi ousada em design e tecnologia e é bacana ver como essa característica cai bem nas demais marcas do grupo. Quando ninguém mais aposta em uma fonte de combustível “barata” e “suja”, vem a PSA e mostra que é possível usar diesel sem se sujar ou sujar além da conta o meio ambiente.
    Tecnologias alternativas (híbridos e elétricos) ainda são caras para as maiorias, então é louvável sim uma atitude como esta.

    • Rbs

      Enquanto existir petróleo no mundo as alternativas continuam sendo tendencias.

  • Maçaranduba o Porradeiro.

    Não tem um 208 que faz 40km/l?
    é uma baita de uma economia.

  • Jurandir Filho

    Agora que o dólar deu uma baixada de leve, a peugeot poderia importar o 308 europeu…

  • Igor Pricandi

    A moral da história é que uma empresa “pequena” como a psa investiu e consegue fazer motores diesel “limpos” e nave mãe vw investiu em fraudar os consumidores. A psa não está interessada em vender no japão, é uma estratégia de marketing para mostrar que seus motores podem ser vendidos lá, e dentro da legislação.

    • Li recentemente que a PSA admitiu que os consumo de seus carros é bem maior do que o divulgado, o que impacta, consequentemente nas emissões.
      Diz que a maior discrepância se refere ao 3008 que consome “apenas” 40% mais do que o divulgado.
      Empresa mais honesta que a VW, né?

      • thi

        tb li isso,mas eu nem discuto mais,deixa esse lance de malvadinha pra vw mesmo

      • Caue

        Você deve ter lido que a PSA foi a primeira empresa a divulgar o consumo dos carros quando utilizados em Ruas. E na Europa todas montadoras divulgam o consumo na bancada.

        • MATÉRIA DO GROBO DE 7 DIAS ATRÁS:
          “PARIS – O grupo PSA Peugeot Citroën publicou resultados de testes mostrando que os dados sobre consumo de combustíveis de seus carros não correspondem à realidade, na primeira vez que uma montadora confirmou essa discrepância em toda uma gama de modelos.
          Nos 14 modelos Peugeot testados, os carros usaram 44% mais combustível na vida real do que o registrado na ficha técnica. Enquanto nos 11 veículos Citroën a média foi 39% maior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelo grupo.
          E três dos modelos da luxuosa DS gastaram, em média, 40% mais combustível do que o anunciado. Essa diferença não afeta apenas o bolso dos motoristas,mas também é uma medida de quanta poluição adicional um carro emite enquanto queima gasolina ou diesel.
          Conduzidos em cooperação com grupos ambientais e auditados pelo Bureau Beritas, os testes são um esforço do grupo PSA para aumentar a confiança do consumidor após o escândalo da fraude de emissão de poluentes da Volkswagen.
          SIMULADOR DE GASTOS
          De acordo com Greg Archer, que trabalhou no protocolo do teste da PSA como membro da Federação Europeia para Transporte e Meio Ambiente, disse que os resultados estão em linha com a indústria.
          PUBLICIDADE
          O grupo PSA prometeu divulgar dados reais de emissões de poluentes para outros 20 modelos até o fim do ano e disse que iria oferecer um simulador on-line de consumo de combustível, para que os motoristas tenham uma ideia de quanto pagariam no posto, baseado no estilo de condução e nas condições da estrada.
          Diferentemente de testes de laboratório, as verificações do PSA foram feitas em estradas públicas, com passageiros e bagagem a bordo, e ar-condicionado ligado. Os veículos rodaram de 25,5 quilômetros a 35,7 quilômetros. Cada automóvel foi testado três vezes, com dois motoristas diferentes.
          O modelo que apresentou a maior diferença absoluta foi o crossover Peugeot 3008. Foram 7,6 litros a cada cem quilômetros nos testes na rua, contra 4,9 litros para os mesmos cem quilômetros de acordo com o New European Driving Cycle, teste padrão na União Europeia.”

  • Leandro

    Comentário nada relacionado com a matéria, mas eu não consigo engolir esse design sem graça do novo 308.



Send this to friend