Mercado PSA Tecnologia

PureTech Turbo deve colocar eficiência energética da PSA em destaque no Brasil

puretech-turbo

Recentemente a PSA decidiu que seus dois sedãs médios – Citroën C4 Lounge e Peugeot 408 – passariam a ter somente motor 1.6 THP Flex. A medida vem ao encontro da meta de redução de consumo e emissão, proposta pelo Inovar-Auto.

Cada vez mais, carros brasileiros deverão utilizar-se de turbo e injeção direta de combustível para reduzir as emissões, ainda que utilizando a tecnologia Flex. Mas a PSA não tem apenas esse motor THP na manga, sendo já utilizado nos importados da DS, Peugeot e Citroën, bem como no crossover 2008 e no esportivo 208 GT.

O motor PureTech Turbo, que tem 1.2 litro e três cilindros, será a próxima cartada da PSA para reduzir ainda mais as emissões e tornar seus carros mais econômicos. O primeiro passo foi dado com a versão aspirada 1.2 (foto abaixo), que se destaca pelo baixo consumo, mesmo com etanol. Já no C3 e 208, o propulsor em breve terá a companhia da versão turbinada.

citroen-c3-12-puretech-impressões-NA (35)

Se o 2.0 Flex foi alvo do mais eficiente e potente 1.6 THP, então o 1.6 Flex deverá ser a próxima vítima. Com até 122 cv no etanol, o propulsor ainda dá conta do recado para C3, Aircross, 208 e 2008. Mas em termos de eficiência energética, não faz mais do que os equivalentes de outras marcas e igualmente longe do ideal. Isso sem contarmos o 1.5 Flex em uso no Aircross, que deve seguir o mesmo caminho.

O PureTech Turbo já existe na Europa e China, entregando 110 ou 130 cv. A PSA diz que ele reduz as emissões em 18%, sendo 96 e 107 g/km de CO2 em média para compactos e médios. Só a versão de 110 cv oferece 20,8 kgfm, enquanto a mais potente chega bem perto da força do THP: 23,4 kgfm. O pequeno propulsor tem 95% do torque a partir de 1.500 rpm e a força toda aparece por volta de 2.000 rpm. A PSA revela que a autonomia fica acima de 1.000 km.

De acordo com a proposta dos modelos que utilizam o 1.6 Flex no Brasil, apenas a versão de 110 cv do PureTech Turbo já conseguiria entregar uma performance bem superior e com nível de consumo muito mais baixo que o apresentado atualmente. Como aqui a tecnologia Flex precisa estar a bordo, provavelmente a potência com etanol deve ficar entre 115 e 122 cv.

Aliado ao propulsor, uma caixa automática com seis velocidades, agora adaptada aos modelos compactos da plataforma PF1, que até agora usam câmbio de quatro marchas. Assim, de forma imediata, os modelos C3, Aircross, 208 e 2008 deverão ser beneficiados, assim como 308 atual e o futuro Cactus nacional.





  • Norm

    De encontro = contra
    Ao encontro = a favor

    • Marcio Santos

      Perfeito.

    • Lucas Vilanova

      Não esqueça a preposição no final:

      De encontro a;
      Ao encontro de.

      Abraço e parabéns pelo erro observado.

    • wandsberg

      Foi a primeira coisa que pensei ao ler a matéria. Bem observado.

      • Marco

        Idem, companheiro!

    • Victor Porto

      Parabéns mesmo, só agora eu entendi o texto corretamente..

  • Deadlock

    Apesar do deslize no vernáculo, a notícia é assaz promissora, ainda mais que virá também com o automático. Só resta saber quando.

    • th!nk.t4nk

      Comprá-lo-ei, diria o Presidento!

      • Lucas Vilanova

        Difícil você ver alguém usar a mesóclise. Muito mal usam a próclise corretamente.

        • mariostefa

          se usar a mesóclise, ele vai ficar mais potente, do que com próclise?

          • Lucas Vilanova

            Não sei se você está tirando onda, sendo irônico ou falando realmente a verdade. Mas não custa nada ajudar a falar corretamente. Poderia citar como exemplo a sua pergunta, erro crasso de pontuação.

      • Mr. Car

        O presidento que diria isto era outro, he, he!

  • V12 for life

    Que venha logo.

  • Lucas086

    No aguardo do 208 Griffe, vai ficar muito bom.

    • Linkera

      Já eu acho que o 208 Sport vai ficar bem interessante com esta motorização e o visual do GT.

      • Edson Fernandes

        Certamente tendo a GT lá, certamente o que pode acontecer é ter um Griffe 1.2 THP AT e um Sport 1.2 THP manual. Parece ser o mais proximo e correto.

        E espero que para esses a Peugeot já inclua 6 air bags e ESP. (e se fizer isso, esse carro no futuro poderá ser uma compra forte minha, obviamente usado porque já imagino ele custa o que custa o Ecoboost 1.0).

      • Silvio

        Eu preferiria uma versão mais simples, como a Allure 1.2T e câmbio manual de 6 marchas. Preço abaixo da Sport, com essa mecânica nova. Vendo ao vivo, achei a Sport muito enfeitada, e o teto e colunas internas em preto um pouco claustrofóbico.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Gostei, só espero que o preconceito sobre motores com nomenclatura menor porem turbo não prejudique tanto os planos da PSA !!

    • Diego Ávila Monteiro

      Essa palavrinha TURBO ajuda muito na nomenclatura. O preconceito está nos mais velhos, que cresceram com o motor 2.0, mas para os mais novos, que eu acredito que é o público principal, já gosta desse tipo de motor.

      • VCD 2.0 16V

        Sou mais velho (42) e concordo com VC, ainda prefiro um motorzão de verdade, digo pelo tamanho propriamente dito, não q os turbos sejam ruins, pelo contrário, qdo o assunto é economia os turbinadinhos são melhores, junto com câmbio melhores, injeção direta e tudo mais. Essa é minha opinião. Quem não concordar é só relatar a seguir, de preferência com educação.

        • Hw2

          Economia e potência, torque máximo a baixissimas rotações faz muita diferença. Eu por exemplo nao me imagino mais dirigindo carro aspirado novamente, tenho 30 anos :D

          • Diego Ávila Monteiro

            E não esqueça que é menos poluente.

        • Diego Ávila Monteiro

          Concordo com vc em tudo. O motorzão aspirado já vem de anos, super confiável. O motor turbo com injeção direta só agora está chegando pra nós. Como será essa manutenção, durabilidade com este nosso combustível. Se fosse pra escolher um sem conhecer com certeza escolheria o aspirado, mas conhecendo o potencial e mesmo tendo dúvidas, hoje ficaria com os turbinados. Temos q evoluir.

          • Gustavo73

            Só agora?

            • Diego Ávila Monteiro

              Ainda pergunta!
              Demoramos 500 anos pra abolir a escravidão, nossa cultura é ridícula, povo mau educado e irresponsável no trânsito, preconceito e tamanha ignorância…falta muito pra evoluirmos.

              • Gustavo73

                Caro Diego motores turbinados com injeção direta são oferecidos no Brasil tem uns 10 anos. É verdade que agora a tendência é se “popularizarem”. Falando da nossa gasolina antes prejudicial à motores vom injeção direta(não com turbo) pelo altíssimo índice de enxofre. Já foi 800ppm e ultimamente era de 200ppm. Foi reduzido para 50ppm desde de Janeiro de 2014. A excessão era a Podium com 30 ppm desde o lançamento. Mas com preços mais altos. PSA e VW já oferecem o THP e TSI tem um tempo. Ppr isso o meu questionamento ao agora. A manutenção preventiva não é diferente e nem mais cara do que os motores aspirados. Os preços da manutenção também não mudam muito. Lembrando que a turbina dura uma vida.

        • th!nk.t4nk

          Com 42 anos você é muito novo. É parte da geraçao que viu o turbo se popularizar com o Tempra, Uno, Marea, etc. Acho que o lance do tamanho do motor é algo mais psicológico mesmo, algumas pessoas têm até medo de que a durabilidade seja ruim. Mas nesses tempos de híbridos e elétricos ganhando força, os turbo até que estão começando a parecer “conservadores”.

          • mariostefa

            Eu sou um deles.Apesar dos 55, gosto de andar rápido.Por isso aqui na garagem tem uma Marea Turbo weekend, e uma saveiro 2.0 com uma .50.
            O proximo, será o C4 thp, já está em negociação.

          • pedro rt

            os eletricos nao deveriam ser uma tendencia do futuro, afinal isso foi inventado ha 2 seculos atras e deveria ja estar nas ruas ha pelo menos uns 40 anos… como sempre todo chega atrasado a maior parte da populacao no mundo pela questao dos “interesses” do petroleo

            • Gustavo73

              Não tem haver com os interesses do petróleo. E sim vom a ineficiência das baterias, coisa que continua até hoje.

        • Gustavo73

          Tenho 43, vi a chegada da injeção eletrônica, motores multivalvulas e depois injeção direta e turbo(que não são tão novos assim). E tudo que eu quero é que esses motores fiquem cada vez mais populares.

  • GERALDO CÉSAR RODRIG

    Pure Tech 1.2 turbo será insuperável e vai ser definitivamente a consolidação da PSA PEUGEOT CITROEN no Brasil.

    • th!nk.t4nk

      Depende do preço, como sempre. Diziam a mesma coisa do 1.0 turbo da Ford, que é a referência no segmento, mas os preços… Vamos aguardar.

      • Pacheco

        Mesmo com preços mais elevados. Irão mostrar eficiencia e resultado e consequentemente vão atender as expectativas e ter aumento de procura.

  • Andrew B.

    Essa tal caixa AL4,já deu o que tinha que dar. É ruim? Não.
    Mas 6 marchas é bem melhor,e turbo,nem se fala.
    Parabéns PSA!

    • Diego Ávila Monteiro

      Tbm acho que já deveria estar aposentada, mas agora com a Toyota trazendo de volta uma AT4 todos se acham no direito de deixar essas velharias por aqui tbm.

      • Pacheco

        Em termos de durabilidade, a da Toyota é melhor até que a a AT6 da PSA.

        • oscar.fr

          E tu diz isso baseado, especificamente, no quê?

          • Pacheco

            Em termos pratico. Tenho um Picasso com AT4 e mesmo após fazer o cambio com menos de 90 mil km, ele já está apresentando erros e falhas.

            E já tive 4 PSA AT4 e todos apresentam problemas. Diferente do velho e bom AT 4 Aisin que a Toyota ainda usa que não existem relatos de problemas crônicos.

            • Eduardo

              Mas você falou que o AT4 Toyota é melhor que o AT6 e deu exemplo do AT4 PSA…? (que realmente é problemático) Cadê os problemas do AT6?

              • Pacheco

                Tem problemas tbm… em menores números, mas tbm tem. São lentos e apresentam problemas a curto prazo.

                Em comparação com os modelos usados pela Toyota, Honda e Chevrolet, os modelos da PSA tem muito mais casos de problemas.

                • alexandre

                  Será, amigo Pacheco? Tenho um 308 com AT6 AISIN e ele é muito mais rápido do que os demais AT6 que tenho dirigido. Em relação à durabilidade ainda não posso afirmar nada…rsrsrs

                  • Pacheco

                    Eu dirigi alguns modelos com o At6 e achei mais lento que os modelos da Chevrolet e Tiptronic VW.

                    • Gustavo73

                      O Tiptronic também é Aisin. A questão são os ajustes entre o motor e câmbio.

                    • Pacheco

                      O da VW é Aisin tbm?

                    • Gustavo73

                      Sim é. A VW não fábrica câmbios automáticos. O AT4 da PSA é próprio assim como o AT6 da GM é da própria Chevrolet.

                    • Pacheco

                      Achei que o da VW fosse o sistema da Audi/Porsche.

                    • Gustavo73

                      O sistema da Porsche é a mudança manual em um câmbio automático chamado Tiptronic. Os primeiros apereceram nos Porsche at nos anos noventa. Mas existem vários tipos de Tiptronic em número de marchas e propostas. Tem feito pela Aisin, ZF, BW e Getrag ra mesma maneira que existe DSG de vários”sabores” e fabricantes. Um bom exemplo é o I-motion, no Gol e Fox é Magnetti Marelli (atuadores eletrohidraulicos) no Up Bosch( atuadores elétricos).

            • oscar.fr

              É uma boa experiência com 4 marchas haha eu ainda não tive um automático e gostaria de poder ter a opção no meu próximo carro de continuar no manual, mas cada vez mais as montadoras têm empurrado o automático. Ando na maior parte do tempo em estrada, a mudança pelo automático só traria mais custos pra mim.

              • Pacheco

                Na vdd não, pq todos os automaticos tem a relação de marchas mais longa. Com isso, vc consegue melhor resultado em consumo do que o manual.

                Pelo menos isso sempre aconteceu comigo.

        • Gustavo73

          Ambos são Aisin.

          • Pacheco

            Engraçado como nunca ouvi relatos de problema no Toyota e já ouvi no PSA. Será que é o modulo eletronico então?

            Pode ver no site da Automatic. Eles desenvolveram até a solução do cambio do Lancer. São especializados e me falaram dos casos do AT6 PSA.

            • Gustavo73

              Pode ser, não tenho conhecimento nesse sentido. Mas que é Aisin é.

            • Gabriel Oliveira

              Esse cambio AT6 é da toyota também, Aisin. Nunca ouvi nenhum THP ou 2.0 com cambio AT6 com problemas, não nos grupos do face, nem na net, nem no clube peugeot/citroen

  • Gustavo73

    Com esse Puretech turbo que tem 3 cilindros liberando espaço no cofre para o Aisin no cofre a PSA dá um grande passo. Que venha, quem sabe no 2008 na versão Griffe já no Salão de São Paulo.

    • Pacheco

      Seria otimo toda a linha PSA eliminando o 1.6 Flex e com o THP 1.2 Turbo, cambio de 6 marchas manual e automatico e uma lista mais recheada de equipamentos.

      • Gustavo73

        Olha na lista de equipamentos comparados a concorrência e preços nem está ruim. Esp(nas versões intermediárias e isofix são os que eu sinto falta. Mas a concorrência não oferece muito mais.

        • Pacheco

          Deveria colocar ESP em toda linha… até mesmo no 208 1.2 Aspirado. E o Isofix virar item de série desde o mais básico.

          • Gustavo73

            Itens que eu acho que deveriam ser obrigatórios.

  • Daysan Medeiros

    A PSA no Brasil tá melhorando bastante… se o Brasileiro parasse um pouco do conservadorismo… talvez o mercado melhorasse…

    Parabéns ao grupo… motores modernos e eficientes

    • Rbs

      Exatamente isso tá melhorando!!

    • pedro rt

      dificil a maior parte do povo parar com o conservadorismo sendo q oq mais se vende sao os famosos motores familia 1 1.0 e 1.4 da chevrolet

    • carroair30

      a PSA é igual ao Rubinho (amigo meu aqui da rua) tenta ,tenta e nunca chega……vai continuar com um pos venda fraco,manutençao cara,falta de peças para manutençao e durabilidade baixa…….

  • Eduardo Brito

    Legal esses motores, pena que a lateral do 208 é uma casca de ovo.

    • Gustavo73

      Colocar as barras não seria algo do outro mundo. Coloca os airbags laterais de série e bota na parede novamente.

      • Edson Fernandes

        Na verdade talvez as versoes de 4 ou 6 air bags devem ter esse reforço. Mas eu teria um Griffe 1.2 THP AT.

        • Ronaldo Santos

          Eu tb to esperando pra troca do nosso segundo carro aqui de casa ,seria um 2008 THP AT se esse 1.6 sair de linha ,se ñ rolar vamos pegar uma C4 AT.

      • Eduardo Brito

        Se não era uma coisa difícil, então por que a peugeot não colocou essas barras aqui no Brasil?

        • Pacheco

          Redução de custo… não viu a necessidade do mercado e capou o carro.

        • Gustavo73

          “Bean couters”

  • João do Portão

    1.2 3 cilindros turbo de 110 ou 130cv.
    No papel é lindo… Tomara que lancem logo para vermos na prática.
    Aliás, já deveriam ter lançado. Estão perdendo tempo (e dinheiro)

  • cefaf

    Pena esta ser apenas uma pastagem de caráter especulativo, sem maiores fontes. Fica parecendo que é só boato.

    • th!nk.t4nk

      Acho o contrário. Não faria sentido trazer o 1.2, se não fossem oferecer uma versão turbo dele. Desde o princípio isso me pareceu bem claro.

      • Pacheco

        Ele vai chegando aos poucos. Acredito que o THP tem um ajuste mais demorado, por ser turbo e injeção direta. Já deve estar em desenvolvimento a meses.

  • Ricardo Blume

    Vai ser uma briga bonita com o Ecoboost. Só espero que não derrapem no preço.

    • leomix leo

      A Ford já deu o recado, com o seu 1.0 caríssimo. Não justifica ser tão caro, apesar de tecnológico.

      • Zoran Borut

        Na verdade é a versão Titanium do Fiesta que é caríssima – e foi ela a escolhida para estrear o motor Ecoboost, portanto deu nisso. Já circulam notícias de que esse motor será estendido às outras versões mais caras do Fiesta, para futuramente ser adotado em toda a linha – provavelmente quando e se for flex. Ainda há locais do Brasil com grande mercado consumidor em que o etanol ainda compensa financeiramente.

      • th!nk.t4nk

        O pior é que justifica. Mesmo na Europa o Fiesta Titanium é caro. É possivelmente o melhor compacto do mercado, com a melhor dirigibilidade e o melhor motor, mas isso tem seu preço. O grande problema mesmo é a perda do poder de compra do brasileiro, não se enganem. Eu duvido que um 208 1.2 turbo em versao topo de linha custe muito menos que o Fiesta. Aguardem.

        • Luiz Felipe Mello

          Se a PSA adotar a mesma tática do PureTech aspirado, na qual ela não aumentou tanto os os preço, um 208 Allure 1.2 PureTech Turbo AT6 por 60k seria sensacional!

    • Rbs

      Se derrapem no preço cai do cavalo!

  • Diego Ávila Monteiro

    Boa notícia. Agora é só melhorar o pós vendas que atropela VW, FIAT e Ford!

    • Ernesto

      Com um número pequeno de concessionárias comparado aos que você citou, acho difícil a Peugeot atropelá-las.

    • Pacheco

      PSA com bom pós-vendas? Precisa mais que reestruturar a rede. Precisa era reestruturar toda operação das marcas por aqui.

    • Atley jackson

      Acho realmente que nem seja esse o foco da marca.

  • Ailton Junior

    Tomara que não enrolem demais para trazer essa tecnologia. Os veículos PSA ficariam altamente competitivos.

    • Silvio

      Tomara. Estava pensando em trocar de carro e essa notícia me leva a esperar mais um pouco. O 208 Puretech me agrada bastante, somente precisaria de um desempenho um pouco melhor pra ficar no meu gosto. Agora parece que resolverão isto.

      • Edson Fernandes

        Eu também penso o mesmo. Mas no meu caso precisa realmente ser automatico.

        • Silvio

          Aí seria muito bom se já lançassem com o câmbio AT de 6 marchas. E se viesse o manual também de 6 marchas, pro meu uso seria o ideal.

          • Jurandir Filho

            Chuto que o 1.2thp deve vir só com versão automática

            • Pacheco

              Ainda acho que a PSA pode lançar uma versão Sport Manual.

            • pedro rt

              as versoes intermediarias do 208 continuarao as mesmas so oq vai mudar vai ser o motor

          • Edson Fernandes

            Concordo. Mas a PSA se lançar o motor 1.2 THP, deve lançar as duas variantes. Pelo menos seria o esperado.

      • pedro rt

        penso do msm jeito, acho o 208 1.2 um carro muto bom e so fica devendo em desempenho ja q anda igual a um punto 1.4…

  • Racer

    Tchê,,,,um 2008 com esta motorização e câmbio AT fica muito interessante, desde que venha com o mesmos equipamentos do atual THP.

    • Pacheco

      Com certeza… mesmos equipamentos e um preço bom.

      Precisa de marketing e fazer pequenos ajustes no carro. Poderia vender muito. Incomodar o Eco, Duster e quem sabe vender acima de 3 mil unidades.
      O 208 tbm… focar o carro em eficiencia energética e crescer no mercado.

    • Gustavo73

      A única diferença de equipamentos entre o 1.6 Griffe e o THP é o esp/tc( Grip Control)

  • Mr. Car

    1.2 turbo. Agora sim!

  • Silvio

    208 1.2 turbo, câmbio manual. Ta aí uma receita que me agradaria.

  • gustavo

    Bons carros mas ??

    • Raone

      mas… vc é velho e não entende de carros! ;-)

      • gustavo

        Vou rir de vc rs rs !! so consegue falar isso? se for necessário trocar uma correia de um alternador na estrada, pra tirar um carro do prego, vc morre !! continue com suas teorias !!

        • T1000

          Se meu carro parar na estrada eu chamo o guincho. Em até 40 minutos chega.
          Até porque ninguém anda com correia sobressalente no porta malas.

          • gustavo

            se for necessário trocar uma correia de um alternador ? Captou !!

            • Gustavo73

              Fiz isso durante anos. Nunca aconteceu nada. Mas se fosse PSA não poderia ser trocado?

  • Wagner Lopes

    Ansioso por sua chegada! Mas com 130 CV heinnn PSA!?!!!

    • Linkera

      Pra fazer frente com os 125cv do 1.0 Ecoboost, o ideal é que venha a versão de 130cv (que poderia chegar a uns 135cv no etanol)

      • Edson Fernandes

        DUVIDO. Eu creio que ela irá ser conservadora para o torque da versão 1.2 não seja visto como canibalizadora da versão 1.6 THP.

        Eu torço para que seja o 1.2 de 130cv, mas confesso que mesmo os 20,9kgmf e 110cv já me agradaria muito.

        • Diego Ávila Monteiro

          Nada que R$ 2 mil não resolva com um remapeamento.

          • Pacheco

            O problema é perda de garantia.

          • T1000

            faz o remapeamento e detone câmbio, buchas, coxins e homocinéticas. Boa sorte amigo.

          • Edson Fernandes

            Concordo. E se eu visse coisas comuns como um acelerador eletronico com um lag terrivel (pelo menos eu acho ruim e sinto até saudades de pedais “cabeados”), eu faria o remap só para na realidade resolver as possiveis ressalvas do que propriamente ganhar em potencia.

            Vale o detalhe que por ser turbo, certamente seria facilmente alcançável os tais 130cv.

        • Pacheco

          Acredito que ela deve deixar ele com 125cv e uns 22 kgmf de torque.
          Com isso ela supera os números do 1.6 atual e ainda da um tapa na concorrencia.

          O motor é bom e vai ser economico. Precisa estar bem casado com o cambio, tanto manual qnto automatico.

          • Edson Fernandes

            É minha torcida pq ele seria exatamente o que eu procuro.

            • Pacheco

              Acredito que uma boa parte do mercado procura um modelo assim.

        • pedro rt

          nao acredito q sera o de 110cv, e mais provavel ser o de 130cv ate pq a honda vai lançar em novembro o seu 1.0 turbo em substituicao ao 1.5 e tmb tera 130cv

          • Franklin Diego

            Meu palpite é que chegue na faixa dos 120~125cv e algo em torno de 20kgfm.
            Esses valores seriam de bom agrado hehehe

          • Edson Fernandes

            Só que infelizmente a Honda hoje se poe em uma imagem em que é possivel se arriscar dessa forma. O motor 1.2 THP deverá ser pensado para vendas de maior mix ao contrário da Honda que é bem conservadora e coloca nas versões de topo para que então possa disseminar futuramente para as outras versões.

            Ou seja…. compra para aqueles que não saem da fabricante e que querem uma opção bem moderna nela. (e se julgam dentro da marca mais modernos, isso não é um exagero mas é uma realidade).

      • Gustavo73

        Não acho, o de 110cv já tem mais torque que o Ecoboost.

  • afonso200

    noticia boa, 1.2 turbo vai fazer no minimo 22km/l, o Up motor simples faz 25km/l, mas dai nao tem a mesma cavalaria

    • gustavo

      25Km/l e estrada ? a qual vl media ?

      • Zoran Borut

        No blog “Diário de bordo do VW Move up”, o proprietário relatou que conseguiu superar a marca de 25km/l no computador de bordo andando à velocidade média de 90km/h, sozinho e com ar desligado, gasolina comum. Porém, ele ressalta que a topografia da estrada era bem acidentada. Na volta do mesmo percurso, em velocidade mais alta e com ar ligado, obteve 21,5 km/l. Mas o dele é aspirado, e o TSI tem fama de ser mais econômico que o aspirado.

        • th!nk.t4nk

          Sim, é perfeitamente possível. O brasileiro está tao acostumado aos velhos motores beberroes, que duvida desses números. O Up com esse mesmo motor beira os 30 km/l na estrada na Europa, a título de comparaçao.

          • Ernesto

            O que um combustível de melhor qualidade não faz, hein?

        • gustavo

          Ok meu caro estou na busca de um carro 1.0 mais basico (semi novo emplacado) vendi uma moto, que eu usava pouco e estava gerando despesa desnecessária, isso mais para novembro estou entre um Mobi ou UP qualquer um todos dois me serveria !! ja dirigi os dois agora consumo sempre existe dúvida.

          • Zoran Borut

            Você também pode procurar o Clude do Up na internet, no tema Motor & Elétrica há um tópico sobre o consumo de combustível com diversos relatos, tanto no etanol quanto na gasolina, em diversas regiões do país, em cidade e estrada, publicados por diversas pessoas diferentes. Olhe lá, certamente vai te ajudar bastante.

            • gustavo

              Sim obrigado pela dica !! boa sorte.

        • T1000

          haja paciência para rodar a 90km/h se a velocidade da via for 110~120…

          • Zoran Borut

            Tem muita estrada por aí onde não dá para andar a mais que isso devido ao trânsito de caminhões e pista simples.

  • Edson Fernandes

    A noticia está afirmando que virá o motor THP 1.2 e o cambio EAT6?

    • Marcos Medeiros

      O THP 1.2 é diferente do Puretech Turbo 1.2 ou não?

      • Edson Fernandes

        Não…. o motor é denominado Puretech e a sigla THP de “Turbo High Pressure” (turbo de alta pressão) é para vender comercialmente e diferenciar o 1.2 aspirado do turbo. Mas é o mesmo motor.

    • Tosoobservando

      Porque o site de vcs esta travando no Firefox?? Nao consigo acessar sem que ele trave o sistema todinho.

      • th!nk.t4nk

        O site é lento em qualquer navegador. Deveriam rever urgentemente a estrutura do site, nao é uma experiência agradável navegar por ele.

        • Hw2

          verdade, no celular então é um exercício de paciência, e outros sites são perfeitamente navegáveis, só entro mesmo pq acesso diariamente a anos, mas quem ta visitando pela primeira vez desiste logo de cara achando que é site ruim, pena…

        • Tosoobservando

          Mas no Firefox ta travando violento, e trava o sistema inteiro.

      • Edson Fernandes

        Olha… na realidade não só o NA, mas tenho achado que as atualizações “ocultas” promovida pelos navegadores provocaram um peso absurdo na performance do computador. E olha que eu escrevo de um Core I7. Mas tenho sentido esse peso mesmo no Chrome.

  • Luiz Ramos Jr.

    A Citroen vai ter os melhores motores do mercado brasileiro. Candidato forte a minha garagem nos proximos anos.

  • Leonardo de Matos

    E olha que o motor 1.6 já não é ruim. Vai alavancar as vendas do 2008 um 1.2 turbo at6. Já com o facelift europeu não tem pra HRV. Vamos ver os preços

    • th!nk.t4nk

      O atual 1.6 é muito beberrao. Era bom até uns anos atrás, mas hoje ficou pra trás.

    • Pacheco

      Ela deveria ter lançado o 1.6 THP Flex com 200cv.
      Teria espaço para colocar esse 1.2 no lugar do 2.0 no 308 e C4 Lounge.

  • Mauro Schramm

    A PSA nunca consegue tirar nota 10. Está implantando esse excelente motor e substituindo o câmbio AT4, mas fez a bobagem de retirar a barra de proteção lateral do 208. Eu não compraria, apesar das ótimas referências que tenho do 307 SW e 206 1.4 que tivemos aqui em casa.

  • Leonel

    PSA mostrando que vem para abocanhar uma parte importante de nosso mercado. Investingo em tecnologia, qualidade, pós-venda…estão realmente no caminho certo, que continuem assim!

  • oscar.fr

    Ainda não é um anúncio oficial, mas é bastante óbvio que isso tende a ocorrer desde o lançamento do PureTech 1.2 aspirado em 208 e C3. Sei que seria muito complicado e pouco provável, mas considerando que a base desses motores é a mesma, poderíamos ter tanto o 110 CV como o 130 CV em nossos PSA, as versões intermediárias com o primeiro e as topo de linha com o segundo. Até mesmo C4 Lounge, 308 e 408 poderiam receber esses 1.2 turbo, mas como são carros fabricados na Argentina, acho que isto ainda poderá demorar um pouco.

    • Pacheco

      Sinto falta dos Sedans Médios com motor mais fraco. Era legal ter para uso urbano.

      • pedro rt

        e pra isso q existe sedan compacto premium como o city, cobalt…

        • Pacheco

          Ah… mas nem é legal. Gostava do 307 1.6, Megane 1.6, Focus 1.6. Era legal pra quem tem uso urbano.

      • oscar.fr

        Um dos últimos que tivemos com essa opção era o Renault Mégane 1.6 (acho que o 307 sedan também tinha 1.6) e justamente pelo motor 1.6 ele pegou uma fama ruim, que não coincide com o carro. Temos uma Mégane GT (portanto mais pesada que a variante sedan) e o motor 1.6 atende bem. Gostaria de ter opção de sedãs médios com motor menor. Não aceito ter que levar um carro do nível de Etios, HB20S e Cobalt caso não queira um motor de cilindrada tão grande. Preferia ter opção menos equipada dos sedãs médios que esses pequenos médios cuja única serventia é inflar o preço dos médios. Mas aqui no Brasil, onde se compra carro pensando em vender e em mostrar pro vizinho, temo que, em breve, só teremos uma única versão de acabamento e câmbio automático (pois as demais seriam “mico”).

        • Pacheco

          Concordo contigo.

          Eu ando na cidade, qndo pego estrada vou na boa tbm. Então eu teria um Cruze 1.4 Aspirado com 100cv. Na boa, não preciso de potencia. Eu preciso de economia e conforto.

          Rodo média de 70km por dia… preciso de um carro gostoso.

          • oscar.fr

            Eu não vejo razão para não termos um Cruze com um motor assim, por exemplo. O carro teria desempenho bem aceitável. Eu te entendo, eu ando até um pouco mais que tu, mais de 100 km para ir e voltar do trabalho, mas trabalho fora de casa apenas duas ou três vezes por semana e algumas vezes vou de transporte público, mas é preciso ter um carro gostoso. Um Cruze assim seria ótimo. Vou te dizer que tou muito satisfeito com meu 208, já li muita gente que nunca dirigiu o carro criticar o desempenho do 1.5, mas sou como tu, ando bem de boas, logo não preciso de potência. É preciso ter um carro que te atende, mas não estou gostando que cada vez mais as escolhas são restritas no nosso mercado.

  • Leandro Santos

    Quantos professores de português. Pensei estar num site sobre veículos.

  • pedro rt

    se a peugeot colocar turbo e injecao direta no 1.2 puretech os carros da PSA tem tudo pra venderem ainda mais e merecer os parabens de todos aqueles entendidos de carros. nao digo do povo brasileiro pq esses nunca souberam comprar carro de verdade