Home Etc Qual é o carro mais econômico do Brasil?

materia na andamos no kia picanto 1 Qual é o carro mais econômico do Brasil?




Qual é o carro mais econômico do Brasil? Se analisarmos os dados de fábrica, já sabemos quais são os modelos populares que menos consomem combustível. Mas consumo informado por montadora é aquele número que não podemos confiar tanto assim. Por isso, vamos comentar aqui sobre um teste bem completo que a revista Auto Esporte fez na edição desse mês de dezembro para saber qual é o carro mais econômico do Brasil.

A revista pegou 11 modelos diferentes, vários 1.0 e alguns 1.4, para ver qual seria o consumo deles em um percurso na estrada. Em uma parte do percurso, foi usado gasolina. Em outra parte foi usado álcool.  Saindo de São Paulo, os carros rodaram quase 900 quilômetros, por 17 horas.

Eles rodaram nos limites das rodovias, para saber sobre o carro mais econômico do Brasil, que as vezes era de 100 km/h, as vezes 110 km/h e até mesmo 120 km/h, como o caso da rodovia Castelo Branco. Isso porque o teste não foi feito para se achar o melhor consumo possível daqueles carros, mas sim que consumo eles teriam em condições normais. Pois as pessoas querem andar no limite das rodovias, mesmo que tenham um carro 1.0.

A cada 50 km era feito uma parada para troca de motoristas. Cada um deles pegou cada um dos carros, para que os resultados não fossem prejudicados. Devido a uma grande diferença de tamanho de tanques de combustível, os carros foram pedindo para parar em diferentes momentos.

No final das contas, qual foi o carro mais econômico do Brasil?

Veja abaixo quais foram os modelos e quais foram os seus respectivos consumos, com álcool e com gasolina:

Gasolina

1o Picanto 1.0 – 16,8 km/l
2o Corsa 1.4 – 14,6 km/l
3o Gol 1.0 – 14,4 km/l
4o Celta 1.0 – 14,4 km/l
5o Mille 1.0 – 14,4 km/l
6o Clio 1.0 – 14,1 km/l
7o Sandero 1.0 – 13,7 km/l
8o Palio 1.4 – 13,2 km/l
9o C3 1.4 – 13,1 km/l
10o Ka 1.0 – 12,3 km/l
11o 206 1.4 – 12,1 km/l

Alcool

1o Mille 1.0 – 12,7 km/l
2o Gol 1.0 – 12,6 km/l
3o Clio 1.0 – 11,5 km/l
4o Corsa 1.4 – 11,4 km/l
5o Ka 1.0 – 11,3 km/l
6o Celta 1.0 – 11,2 km/l
7o 206 1.4 – 11,0 km/l
8o C3 1.4 – 11,0 km/l
9o Sandero 1.0 – 10,6 km/l
10o Palio 1.4 – 10,0 km/l

Na tabela de consumo de gasolina, o Picanto 1.0 mostra que os carros brasileiros ainda tem muito o que aprender em termos de economia de combustível. Se você estava querendo comprar um Picanto e tinha ficado na dúvida, agora vai ficar tentado a levar o coreano.

O Corsa 1.4 deu show. Mostrou que carro 1.4 não consome tanto quanto dizem, e que carro da Chevrolet não é necessariamente beberrão. Pode ser que carros da marca com motores maiores o sejam, mas o 1.4 Econo.Flex de 105 cavalos se deu muito bem. E vimos também que o Mille não é tão econômico quanto se diz, mesmo tendo um “econômetro” na cara do motorista.

Na tabela de consumo de álcool, o Mille saiu na frente, como seria de se esperar. O Corsa 1.4 mais uma vez foi muito bem. Já o Sandero 1.0 bebeu todas, decepcionando completamente.

[Fonte: Revista Auto Esporte]


  • LFSP2

    O que será que deu no 206, a mesma Auto Esporte tinha publicado que ele em consumo rodoviário no álcool, só perdia pro Mille e no fim foi só 7º(e lanterna com gasolina), eu li a matéria toda e lá também mostrou o quanto eles andaram no total com um tanque cheio, interessante é que a renault informa 55 litros de capacidade no tanque do Sandero mas o pessoal da AE conseguiu colocar 64. Picanto deu uma lavada nos nacionais e o Gol foi muito bem com ambos os combustíveis, assim como o Corsa, o Mille ainda conseguiu ser mais econõmico por pequena margem no álcool, mas com gasolina não foi bem para um carro leve como ele é. Esse teste derrubou também o mito da economia de um carro 1.0, pois tivemos o Corsa 1.4 muito econômico, a essa velocidade(100, 110, 120km/h) o carro 1.0 gira alto enquanto o 1.4 roda mais suave e sem forçar tanto.

  • rlaranjo

    Levando em conta que 99% do tempo a gente anda com o carro na CIDADE, esse teste não quer dizer nada…

  • Danilo Fróes

    Ótima matéria, quanto mais divulgada melhor pra derrubar alguns mitos. :cool:

  • rlaranjo

    Outro fato: Considerando o álcool, comparando o 1º lugar (12,7) ao último (10,0), isso quer dizer que o primeiro vai gastar 7,87 litros pra fazer 100km, e o último vai gastar 10 litros.

    A diferença é de 2,13 litros a cada 100km. Com preço médio do álcool em R$ 1,37 a diferença é de MÍSEROS R$ 2,91 A CADA 100 KM RODADOS.

    Resumindo: carro 1.0 ou 1.4 gasta praticamente tudo igual.

  • mauricio

    Só não entendi como o Celta e o Mille ficaram, respectivamente, em 4o e 5o. lugares (lista acima), com gasolina, se fazem o mesmo km/L que o Gol, que ficou em 3o!

  • Raimundo

    Sinceramente, este teste so ajuda leigo ou da uma mera noçao do q eles podem fazer. Esquecerem de dizer q o Sandero tem porte de carro medio e esta com um motor de carro pequeno, logo sua relacao peso/potencia nao eh tao boa. Nem todo mundo gosta de andar no limite das rodovias, ate porque o Mille acima dos 100km/h, por exemplo, se torna bastante instavel, e deveriam salientar q acima dos 100 km/h eh comum o rendimento cair por uma serie de fatores (resistencia do ar, relacao peso/potencia, faixa de torque/potencia ideias). Tenho um familiar q possui um Mille Fire 04 q toda vez q vai para o interior, trajeto de ida e volta 224 km, com dois ocupamente e media de 80km/h, por varias vezes fez media de 18km/l. O Picanto eh economico sim, mas convenhamos, eh pequeno demais e seu porta-malas eh ridiculo. Por q nao fizeram um teste com estes carros levando 4 pessoas e tres malas mantendo uma media de velocidade. Afinal, poucos sao q viajam so, e motorista prudente nao busca os limites, principalmente, se a intecao eh economizar.

  • Josemar santos

    Gostaria de lembrar que o carro 1.0 em nosso País tomou uma outra conotação no que diz respeito ao seu destino fim… Ou seja, para uso doméstico!
    Isso mesmo, uso doméstico. Dentro da cidade para uso das necessidades básicas de transporte e não para auto estrada e nem longas distâncias deste País continental como o nosso. Pena que nem todos se atentam para este quesito, pois ao adquirir um veículo nem sempre observa-se as necessidades e sim o preço e econômia.
    Sempre adimirei o MILLE da FIAT pela saga histórica e resistência no mercado até mesmo por atender a camada da população menos endinheirada…
    Mas agora vivemos em um outro contexto e não dá para deixar de parabenizar a KIA MOTORS pelo compacto premium que está conquistando o coração dos Brasileiros, inclusive o meu desde sua primeira versão por ser super completo de série e agora o mais econômico!!! :clapp: :clapp: :clapp: :clapp:

  • rlaranjo

    Bem lembrado pelo amigo aí que o Sandero 1.0 é uma aberração.

    Só discordo que o Sandero seja “porte médio”. O máximo que pode ser considerado é um “compacto premium pobre”. Carro médio geralmente vai de 1.6 a 2.0, não de 1.0 a 1.6

    E REPITO: A diferença de consumo é tão pouca que não quer dizer nada esse teste.

  • Flexpower

    Realmente este teste comprovou aquilo que eu já sabia: que a tecnologia empregada pela GM nos seus motores é muito boa, e não fica à desejar para nenhum fabricante nacional, em nenhum quesito.

    Ademais, não me surpreendeu nem um pouco os Fires da Fiat não terem se destacado – só na “casca de ovo” do Mille mesmo, mas aí já é obrigação -, pois aqui na firma já comprovamos que o Celta VHC bebe menos e anda mais do que o Mille Fire.

  • Alter

    Isto confirma algo que venho falando há tempos:

    O motor 1.4 da GM é o melhor do brasil em todos os sentidos.
    As outras montadoras terão que suar bastante pra chegar no mesmo patamar.

  • Jeff Brown

    O Corsa realmente surpreendeu, ficando a frente até Celta 1.0.

    Seria bacana se tivessem incluindo o motor 1.6 da VW, já que a empresa diz que não coloca o 1.4, pois o 1.6 tem o mesmo consumo e melhor desempenho.

  • Jeff Brown

    [Comentario #129060 sera citado aqui]

    Também não vamos exagerar, o teste foi na estrada, e aí entra o fator aerodinamica que pesa e muito, uma vez sabido que a resistência do ar aumenta ao cubo da velocidade.

    Sem dúvidas ao meu veu o Corsa foi o vitorioso do teste. Perdeu pouco no alcool, para a desempenho que oferece frente ao motor 1.0

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

    [Comentario #129056 sera citado aqui]

    tenho ctz de que se a revista tivesse feito o teste com os carros rodando a 80 por hora como vc tá falando, muito mais gente ia achar o teste inútil, pois 95% das pessoas anda com carro 1.0 no limite de velocidade da estrada, ou mais.

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

    [Comentario #129055 sera citado aqui]

    na verdade na revista eles colocam todos eles em 3o, aqui eu que fiz errado.

  • marcos

    o que vale é ser econômico no alcool…. quando a diferença de preço em relação a gasolina compensa o dono do picanto coloca nariz de palhaço… essa carro nem deveria ser flex…. eles tem muito o que aprender com os brasileiros…. viva o mille, o proprietário desse veículo coloca no tanque o que estiver mais barato!!!

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

    [Comentario #129052 sera citado aqui]

    míseros? essa diferença dá 60 reais pra uma pessoa que roda 2.000 km por mês, é bem relevante sim!

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

    [Comentario #129049 sera citado aqui]

    to achando que vc não gostou de algum resultado do teste e tá querendo achar desculpa…. :hahh:

    eu que sempre trabalhei no segmento automotivo, vi muito vendedor de distribuidora de auto-peças rodando mais de 5.000 km por mês…. não é todo mundo que roda 99% do tempo na cidade… e em cidades grandes como SP, tem gente que trabalha lá e mora em jundiaí, vinhedo, valinhos, até mesmo em campinas, e pega estrada todo santo dia!

  • pablorocha

    Teste sem sentido…por que não fizeram um circuito misto tipo cidade/estrada como estamos acostumados a ver em revistas? parece mais uma daquelas matérias “montadas” de acordo com a quantidade de publicidade vendida por montadora na revista… :down: :down: :down:

  • duhehe

    [Comentario #129049 sera citado aqui]

    Só se for vc !…

    Eu vejo esses numeros fico pasmo…com meu 206 nunca fiz mais que 9.0 e com meu polo , quando faz 7 to feliz ( ambos com alcool )

  • Commando

    Essa matéria foi um tapa na cara de muita gente que dizia que os motores da chevrolet são beberrões e mancos. Pelo menos ao que se mostrou o 1.4 é muito bom, assim como o 1.0 do Celta e Classic. Agora o 2.0 se sair o econoflex esse ano, quero ver como vai se sair perto dos motores da Toyota e Honda.

  • Jeff Brown

    Aproveitando o gancho do colega ‘duhehe’ falando do consumo dos carros dele:

    No caso da Idea Adventure, usando o computador de bordo, que está longe de um teste de revista, os números com alcool são:

    Cidade: 5,5 a 5,8 km/l
    Estrada: 9,0 km/l seguindo do RJ para Araruama a 100km/h na maior parte do tempo.
    Estrada: 9,5 km/l seguindo do RJ para Araruama a 90km/h na maior parte do tempo.

    De forma genérica, ao encher o tanque, após os 135 km de viagem, está pouquinho abaixo de 3/4 do tanque

  • delnb

    [Comentario #129058 sera citado aqui]

    Como você mesmo colocou entre aspas… porte relaciona-se a TAMANHO…
    E com relação a isso, o Sandero tem sim porte médio.. Aberração foi ter colocado um motor 1.0 nele só para se beneficiar de menores impostos, que no fim das contas, traz uma fama não muito interessante para o carro.

    Outro porém, como dito na revista, ele tem menor desempenho justamente por isso, tamanho maior em relação aos outros. (portanto a coisa fic feia pra ficou depois dele no ranquing)

  • dcoelho

    Ao menos o consumo do Corsa eu posso comprovar. Meu pai tem uma Montana com o mesmo motor 1.4 e ela fez 14,8 km/l com ar ligado, andando 100% do tempo na estrada e com gasolina. Ele saiu de Palhoça (SC) e foi até Iguape (SP) sem precisar abastecer. Andando no dia-a-dia na cidade, o carro também é bem econômico e tem o desempenho próximo a carros 1.6.

  • Luis.J.R.

    Acho que o picando nem precisa ser flex, é um carrinho bem economico?Agora o corsa 1.4 pensei que fosse mesmo beberão!Mais me enganei, esse motor 1.4 é perfeito para ele é muito economico.Acho que as montadoras deeveria largar de vez esses 1.0 e colocar no mercado 1.4 no lugar. :cool:

  • D.Lobo

    Gostei muito do resultado, principalmente pelo fato do Corsa 1.4 ter se saido tão bem, isso é só pra mostrar q a GM ainda sabe fazer bons motores e q os motores 1.4 podem ser tão bons, em termo de economia, quanto os 1.0. Gostei tbm do Picanto ali na primeira colocação, o q mostra q o carro tem suas qualidades sim e q o brasileiro tem q parar de ser preconceituoso e olhar com mais atenção para outras marcas além das quatro grandes e ” fenomenais” :rayban:

  • Raimundo

    [Comentario #129065 sera citado aqui]

    Por isso q tem tanto acidente no transito e eles devem ter pego tal indice pelas estaticas de mortes nas estradas. Como bem disse outro colega, carro popular deveria ser mais pra uso urbano, mas aqui como a realidadade eh outra, tem q ser um quebra-galho. So q eh um quebra-galho bem diferente do visto na Europa onde os populares sao bem mais seguros q os nossos (ABS, ESP e Air Bags de serie) e as pessoas respeitam muito a sinalizacao. Achar q um pista com limite de velocidade de 120km/h eh segura vai depender de outros fatores. Pegue uma Strada e ande nesta velocidade sem carga. O carro transmite segurança? O pessoal da Auto Esporte deve ter se inspirado num episodio do Top Gear onde os caras pegam esportivos (R8, Murcielago, SLR, etc) com 1 litro de gasolina e andam no maximo pra ve quem percorre mais. Tal avaliacao eh um paradoxo: economizar combustivel andando no limite da pista ou fora da velocidade ideal para atingir uma maior autonomia e com poucas pessoas no carro numa situacao de viagem onde o cara tende a levar toda a familia.
    Se nao segue um padrao de avaliacao, entao em mais um teste q mostra um comportamente em determinada situacao.

  • pete

    eu tenho marcado o consumo do astra 2.0 usando alcool, (quem poe gasolina afinal?) e há muito tempo tenho feito na rodovia 10 a 10.3 km/l.
    detalhe que o consumo é no calculo, nao em computador de bordo como alguns leigos comentam…
    me espanta que quase todos os 1.0 e 1.4 consumam quase o mesmo que o tao famoso gastao 2.0,, isto mostra como as lendas correm pelo pais, sem nenhuma veracidade,,,, tem gente pagando dinheiro em japoneses baseados em lendas,,,
    eu quero ver os resultados do comparativo de 2.0x 1.8 da concorrencia da gm

  • Raimundo

    [Comentario #129085 sera citado aqui]

    Cara, nao eh necessario eliminar motor 1.0. Nos temos motores 1.0 mais potentes q os 1.2 da Europa. Basta investir em tecnologia. Se o 2.0 da Honda gera 200cv no Civic e 240cv no S2000, se quiserem, podem criar motores 1.0 com ate 120cv nesta logica e serem ainda economicos. Bons exemplos de baixa cilindrada sao o 1.4 T-Jet da Fiat ou 1.4 TSFI da VW q geram ate 180cv e sao economicos e equipam carros como Punto Abarth, Linea, Jetta, Golf e Tiguan. Lembre-se q motor de maior cilindrada sempre tem preço maior apesar q motores mais modernos tambem sao mais caros. Esses 1.4 tem consumo semelhante aos 1.0 com o advento da potencia maior, pois usam o mesmo bloco com pequenas alteracoes pra gerar a diferença de volume.
    Li, faz muito tempo, na 4R, q se quisessem, com a tecnologia disponivel para motores, poderiamos ter carros de baixa cilindrada tao potentes e economicos com relacao a outros de maior e motor a alcool melhor q a gasolina. Imagine um motor de injecao direta com turbo e coletor de admissao variavel a alcool. Conseguiria extrai o maximo de potencia deste combustivel e com elementos mais leves permitira uma reducao maior de consumo. Falta eh boa vontade pra isto.

  • Jeff Brown

    Dando uma olhada nos posts de hoje. Percebi que é quase impossível os colegas do Blog, se comunicarem ou defender sua posições sem largar mão de ofender os colegas.
    Me impressiona isso, se o cara dá sorte com determinada marca e a venera por isso, o que gosta da concorrente ou detesta a mesma, cai em cima muitas vezes ofendendo os comentários do colega, aí vem a réplica em seguida vira uma bola de neve.

  • IGAUM

    Mas ficou um teste 1/2 boca. Tinha que fazer no CICLO CIDADE… ai eu queria ver!

    Jogar os carros em fila indiana, mas claro com um briefing antes de como devera ser guisado MAIS OU MENOS cada carro.

    Dai solta a fila indiana num LONNNGGOOOO percurso pela cidade em 3 horarios diferentes do dia, por exemplo.

    De manha, no meio da manha. Pela tarde na hora do rush e de noite com pista livre e faz-se a media geral. Na cana e na benzina.

    Se for com “ar e sem ar” entao FICA O TESTE DO ANO! Ai sim, eu bato palmas!

    Mas teria q ter um “culhao” que

  • Luis.J.R.

    [Comentario #129098 sera citado aqui]

    É que os motores 1.0 tem quase o mesmo custo de produção dos 1.4,então para que continuar com esses motores 1.0, pra que?O governo tem que cortar o ipi do 1.4, e com algumas mudanças esses motores podem ficar ainda mais economico e mais potente.Motores 1.0 já não é mais necessario. :blink:

  • IGAUM

    Mas ficou um teste 1/2 boca. Tinha que fazer no CICLO CIDADE… ai eu queria ver!

    Jogar os carros em fila indiana, mas claro com um briefing antes de como devera ser guisado MAIS OU MENOS cada carro.

    Dai solta a fila indiana num LONNNGGOOOO percurso pela cidade em 3 horarios diferentes do dia, por exemplo.

    De manha, no meio da manha. Pela tarde na hora do rush e de noite com pista livre e faz-se a media geral. Na cana e na benzina.

    Se for com “ar e sem ar” entao FICA O TESTE DO ANO! Ai sim, eu bato palmas!

    Mas teria q ter um “culhao” que NUNCA VI em revista alguma do Brasil.

    AH…OUTRA COISA…RODAR NAS ESTRADAS DE SP… COM PISTA DUPLA É FACIL!!!

    Quero ver o PICANTO fazer isso tudo, na estrada com 2 adultos e porta malas cheio(NAO É DIFICIL PQ O PORTA MALAS DELE DE 150L é risivel…), tendo que fazer ultrapassagens em Caminhoes BI-TREM e filas e filas de CAMINHOES DE SOJA…

    Vai ver a economia ir pro espaço!!!

    :evil:

    • URUBAAN

      foi a melhor resposta que eu li. muito inteligente. quando pede marcha a ultrapassagem, ai sim, que a porca torçe o rabo. o consumo deve ser elevadíssimo, pois tem que cravar fundo o acelerador e rezar para conseguir. eu tenho um PASSAT 1975 LS, COM CARBURADOR E ELE FAZ 12 KM COM UM LITRO DE GASOLINA, ISTO SEM DAR NENHUM XABU.

  • Gustavo_Ctba

    Pessoal, reiteiro o comentário do Pete: também tenho um Astra Flexpower 2.0 e o consumo na estrada é de 10 km/l de álcool, sendo aprox. 9,2 km/l com ar ligado.

  • Gustavo_Ctba

    Complementando, já tive um Fiesta 1.6 Flex antes do Astra e posso dizer que consumo dos dois é IGUAL, principalmente na cidade (7,5 km/l) – uma vergonha para o Fiesta. O de um amigo meu que nem tinha ar condicionado consumia igual.
    Para finalizar a festa, possuo também um Nissan Sentra 2.0 S com câmbio automático CVT. Bem, trata-se de um carro de quase 21kgm de torque e 142cv e câmbio automático. Consumo na estrada? 14 km/l de gasolina a 110 km/h. Detalhe, medido “no lápis” (bomba de combustível) não no computador de bordo. Isso só mostra o que já foi comentado aqui, o povo acredita muito em lenda ao invés de fazer sua própria análise. Quem é “Maria vai com as outras” paga mesmo o pato. Abraços…!

  • leobozo

    Bom gostei do teste, todo feito na estrada, agora é a vez de fazer o mesmo teste na cidade!!!

    aí cada um tira as conclusões que quiser…

    econoflex na estrada deu um show! agora é só ver na cidade

  • gmuscle

    Com um carro como picanto 1.0 fazendo quase 17km/l, qual a vantagem de se ter um carro flex?

  • renato

    [Comentario #129116 sera citado aqui]

    depois da primeira revisão no meu Sentra S CVT, fiz 15 de média, CWA-RIB.PRETO-CWA, tb foi na ponta do lápis, sem usar o computador de bordo (a média ficou um pouco pior no computador de bordo.
    mas confesso q o consumo do carro só ficou “legal” após a primeira revisão mm, com troca de óleo e tal, qd eu peguei o carro não fiquei muito satisfeito não. agora to feliz!! :banana:

    enquanto isso, tem brother meu rodando de civic com o motor estragado (o 1.8 era o melhor motor do país e flex, é um dos piores….. tsc tsc tsc, q trabalho tosco esse da honda) rodando 6 com álcool…. blaaaaargh !!!! :cavera:

  • tiago brito

    [Comentario #129110 sera citado aqui]

    E mesmo com toda a cambiarra que a fiat fez no mille não conseguiu deixa-lo o carro mais economico do pais como eles mesmo dizem,e na cidade os numeros tendem a diminuitem na mesma proporção,se tivesse uma diferença seria minima,com tudo isso cai por terra varios mitos que muitos aqui cutuavam,não tente achar desculpas isso fica feio :hauhau: :hauhau:

  • Pardal

    Concordo com o Eber, pois EU ando entre 3500 km até 5000 km por mês (sou de Goiânia, mas trabalho em Brasília). O fato é, exceto taxista, quem anda muito por mês passa no mínimo 80% do percurso em rodovias. Deve ter gente que ande em uma rodovia de 110 km/h há 80 km/h, mas não é a realidade de quem anda constantemente em rodovia. Tenho um Corsa sedan 1.0, e ando entre 100 e 110 km/h. Eu e mais de 20 amigos meus que fazem o mesmo trajeto. Abraço a todos.

    • urubatam

      gostei da resposta, bem clara e objetiva, esta é a relaidade da gente que anda em estrada, queremos economia e desempenho.

  • Kleidisson

    Comprei a revista com essa reportagem, mas não entendi, pq há alguns meses atrás (+/- 4 meses) a mesma revista publicou artigo muito parecido mas com o seguinte ranking de economia:
    1- Mille 1.0
    2 – Peugeot 206 1.4
    3 – Sandero 1.0
    6- KA 1.0
    etc…

  • Kleidisson

    Segue link:
    http://www.noticiasautomotivas.com.br/carro-10-nem-sempre-e-o-melhor-para-economia-de-combustivel/

    Muito confuso, pra mim continua a dúvida. Qual o mais econômico?

  • Guilherme Guimaraes

    Sei lá heim, achei meio estranhos alguns resultados, citarei abaixo alguns carros que tive para fazer uma comparação (consumo em estrada em condições normais, andando a 100~130 KM/h:

    Kadett 1.8 EFI Álcool (original) – 10 km/l
    Escort 1.6i Gasolina – 13 km/l
    Marea 2.4 Gasolina – 12,5 km/l (um grande percurso com 4 adultos dentro e o AC ligado o tempo todo)
    Focus 2.0 (Zetec) Gasolina – 11,5 km/l

    E não foi só uma vez que o Marea fez essa média de consumo não heim, ficava sempre na faixa dos 12 km/l, ou se pisar muito 11 “e poucos”!

  • IGAUM

    [Comentario #129131 sera citado aqui]

    TIAGAO, entao vc quer discutir mecanica?

    Bóra lá! Vc sabe o que é uma biela fraturada? Sabe que um motor flex tem uma central de processamento muito mais poderosa do que de um carro monocombustivel?

    E que o torque do Picanto é ridiculo? Alem de ser fragil? PROCURE AI NA WEB… sobre a bomba q é a caixa de direçao do picanto! E mais! Sobre a fragilidade dos pneus “Kunho” no territorio nacional!

    Mas se vc quer discutir e tem capacidade para tal, vamos lá!

    :evil:

  • D.Lobo

    [Comentario #129163 sera citado aqui]
    Tem gebte q se acha :hauhau:Mesmo usando de um monte de desculpas para poder justificar seu preconceito o cara se acha

  • gsmarcel

    [Comentario #129052 sera citado aqui]

    Ótima conclusão principalemente para mim que pego estrada de vez enquando.

    Essa matéria é incoerente com a anterior publicada. O ranking dos carros não faz sentido algum.

    Acho q o Sandero foi injustiçado, poderia ser levado o 1.6 de 8 válvula, que é o motor “1.4″ da Renault, da mesma forma que o fizeram com as duplas:

    - FIAT Mille 1.0 / Pailo 1.4 e;
    - GM Celta 1.0 / Corsa 1.4 e;

    - Renault Clio 1.0 / Sandero 1.6 8v.

    Afinal existe o Palio 1.0 e Corsa 1.0, será que foi tendencioso esse comparativo ? Espero que não. Assim como lamento a ausência do Fox e Fiesta 1.0 (1.6 de preferência por não dispor do 1.4 ou supercharger deles).

    Não querendo achar encrenca com os Fieteiros, Acho estranho a matéria não publicar que o Pailo 1.4 é um viciado inveterado de consumo de combustivel teve a pior posição de todos somando o quadro geral baseado nos 2 combustíveis.

    Essa publicação ajudou a entender que o 1.0 não é tão economico quanto dizem…

    Acho que chegamos a um patamar onde o 1.4 e 1.6 são motores compativeis.

  • gsmarcel

    Retificando:

    Acho que chegamos a um patamar onde os motores 1.0, 1.4 e 1.6 são motores compativeis quando ao consumo em carros pequenos e médios.

    Se for estendido o beneficio fiscal dos motores 1.0 aos 1.4/1.6 creio que teremos carros mais honestos no Brasil, quanto a motores. Veja o neneficio do torque, trabalhar em menores rotações, menos barulho, mais segurança em ultrapassagens e subidas de ladeiras.

    Acho que o 1.0 pode e deve ficar restrito aos carros pequenos, como Mille, Celta, Picanto e aos futuros GMSpark e outros. Afinal um Fiesta, Fox, Sandero de motores 1.0 com 4/5 pessoas é um desastre.

  • gsmarcel

    [Comentario #129109 sera citado aqui]

    Estou de acordo.

  • gsmarcel

    Os motores 1.0 brasileiros possuem maior potência que os 1.2 europeus.

    Qual a diferença de torque entre os motores 1.2 europeus e os 1.0 brazileiros ?

  • IGAUM

    [Comentario #129170 sera citado aqui]

    Ok! E vc MANJA??? A minha afirmativa para o colega, tbem é valida para ti!

    Vamos la! Vamos discutir! Vamos conversar!

    :drinkk:

  • vitor

    a melhor parte da noticia foi a que diz que os carros chevrolet nao sao necessariamente gastaoes eles tao com dois carros no ranking ,coisa q muitos aqui nao “quiseram acreditar” por que se vc for pensa um motor 1.4 do corsa que custa uns 36K(nao sei direito se eh isso),eh mais economico que o de um fit q custa seguramente mais q 53K. muitos precisam rever seus conceitos e começar a perceber q os carros chevrolet nao sao os mais baratos(tem os descartaveis fiats),mais q na minha e na opiniao de muitos sao os melhores do brasil.

    soh mais uma observaçao:o celta gastou igual a o mille q tem toda aquela imagem criada pela fiat com econometro e o nome mudado para economy.

  • tiago brito

    [Comentario #129212 sera citado aqui]

    A questão não e se eu ou vc manja ou não de mecanica,acho que ate minha irmã que quando ve um gol fala que e um corsa, saberia ve que o mille não e tão economico quanto dizem ai isso e muito mais marketing do tecnologia,e a chevrolet que toda mundo metia o pau falando que bebe muito o 1.4 deixou muito 1.0 ai no chinelo,cara quando sera que vc vai conseguir reconhecer que tem coisas ai melhor que a fiat,não precisa deixar de gostar da fiat não ou pelo memos reconhecer que existem coisas boa quanto pelo menos, não e so pq vc gosta da fiat que dizer que ela e a melhor seja mais censato,todas as montadoras tem coisas boas e ruim tbm(claro que a fiat e a pior) :hauhau: :hauhau:

  • cordigital

    [Comentario #129060 sera citado aqui]

    realmente, para economizar nem 5 reais em relação as outras, vão ter que suar hahahahaa

  • cordigital

    [Comentario #129244 sera citado aqui]

    Po***, na moral, quererer comparar um corsa com um fit, só porque o primeiro é mais economico?
    No final de 100km ta arriscado a economizar nem 10 reais, e vai estar andando num corsa, enquanto o outro vai estar andando num carro muiiiiiiiiiito superior!

  • cordigital

    3o Gol 1.0 – 14,4 km/l
    4o Celta 1.0 – 14,4 km/l
    5o Mille 1.0 – 14,4 km/l

    vai entender, nem por quesito de letra é, porque c é antes de G.
    Rolou ou não um por fora para colocar o gol em 3°?hahahahahaha

    REVISTA CARA DE PAU!

  • IGAUM

    [Comentario #129252 sera citado aqui]

    Perai Tiago, eu NAO DEFENDI A FIAT. Volta lá em cima. Dá uma lida lá.

    Só q é o seguinte: A Kia quer crescer aqui no Brasil? Blz!!! Nada contra! Mas junto no pacote, tem q vir o motor flex. E ai cara nao tem muito o que fazer: ou ela pega uma central Bosch, ou uma Marelli…ou desenvolve a propria…o q nao é muito inteligente no meu entender. E o Picanto tem fragilidades q nao “vinga” aqui no Brasil… a nao ser q resolvam se for o caso de nacionalizar o carro, por exemplo. Nao é nada de outro mundo, basta querer.

    O Gm VHC é bom? Sim, é muito bom! Só q esse motor vai ter um problema pela frente. Nessa nova etapa de 2009 do programa de Poluiçao, o PROCONVE 4 – eu acho – ainda ele passa, pois sofreu atualizaçoes mecanicas e na central. ok. Mas esse motor é projeto da dec. de 70 da Isuzu japonesa e nao me lembro de ter cabeçote multi-valvulas. Ou seja, provavel que na proxima atualizaçao do PROGRAMA DE POLUIÇAO esse motor nao atenda mais os requisitos, pois os niveis de material particulado apos a queima podem ser maiores q o tolerado, pois o motor “nao respira” bem…

    Ao passo que o bloco “Fire” da Fiat tem no projeto uma versao multi-valvulas(vide o motor 1.4 T-Jet do Linea)… é só questao de por em pratica. Se nao quiser usar os Fire, podem usar os motores da Tritec, fabrica esta, que foi adquirida no PR e fornecia motores para os Mini na europa ate 2006.

    Entao, nao é questao SO DE DEFENDER TAL EMPRESA… mas é q tem empresas q se adiantam tecnologicamente em varios campos. E a empresa italiana é uma assim. Seja por ter feito o 1º. carro com motor transversal do Brasil(147), seja por ter feito o 1º carro a alccol de serie do Brasil(147), 1º carro com cabeçote multivalvulas do Brasil(Tempra), 1º carro turbo de serie do Brasil(tempra), 1º motor 5 cilindros do Brasil, com variador de comando e coletor(Marea)… e por ai vai.

    Abraço!

    :drinkk:

  • Alter

    [Comentario #129270 sera citado aqui]

    Resumindo:

    Picando é uma B0sta?? Também concordo!!!

    O que que a central eletrônica tem haver com o assunto??? Mas esclarecendo, o processador dentro dela é praticamento o mesmo entre uma central mono e uma bicombustível, O que muda é apenas software e alguns sensores a mais. Sendo que em carros europeus o processador da central é bem mais poderoso que os nossos.

    Os motores VHC, EconoFlex e Flexpower já passaram pela nova determinação do proconve com as novas calibrações (que aliás aumentaram a potência dos motores que equipam celta e classic).

    Agora você falando da FIAT: pergunte para quem você quiser: O que o 147 lembra?? A principal resposta será: não presta.
    O que um marea lembra? Lembra que o motor não tem durabilidade e pra trocar uma correia ninguém cobra menos de 3mil reais.

    Portanto, oque adianta trazer novidades se elas não são viáveis aqui no Brasil. Na europa pode até ser, mais aqui não.

    E por último,

    Se você entendesse tanto assim de mecânica nunca iria gostar da FIAT. ahahahaha

  • Zima

    Falando em economia para mim ,por experiencia propria é O CHEVROLET CLASSIC 1.0 geração flexpower ,já tive um e o meu fazia na pista 17km/l o alcool ,para mim ele é o campeão tanto na estrada quanto na cidade fazendo média de 14,13km/l também no alcool.Meu fiesta sedan 1.6 e meu escort ,ambos 1.6 já mais chegam ao classic no máximo em pista fazem 9km o fiesta e 8 o escort.ambos alcool.CLASSIC CAMPEÃO :clapp:

  • IGAUM

    [Comentario #129275 sera citado aqui]

    Poxa – Alter – …

    em q planeta vc mora?

    3k reais para trocar uma correia? So se for na sua oficina!

    Uma correia para o Marea no paralelo da Dayco(q alias é o fornecedor original), sai ai de 90 a 180 reais dependendo do ano e tipo de motor fivetech (2.0 ou 2.4)

    dai vc vai precisar do tensor, vc pode usar um de Nytron, que tem baixa durabilidade – uns 20~30 mil Km – ou usar um Skf frances que a Fiat adotou posteriormente e de maior durabilidade de ate 50~60 mil Km. Este custa ai por volta de 250~300 reais.

    E para fazer um serviço bem feito vc troca o rolamento de apoio – para nao ter nenhum ruido e ficar tudo zero – esse vc pode usar de nytron mesmo. Vc encontra por uns 100 reais ou um pouco mais.

    De peças vc vai gastar uns 600 reais, mais a mao de obra que deve ficar em 150 reais, uma vez que QUEM CONHECE MECANICA, SABE QUE NAO É NECESSARIO BAIXAR O MOTOR fivetech para tal procedimento. Dai, como profundo conhecedor de mecanical, ALTER, vc usa um relogio comparador e as ferramentas de fasagem para deixar no “ponto” o motor… ao inves de “olhometro”… e tinta…essas coisas de “MEXANICO”…

    Pronto, por 700~750 reais vc tem o seu Fivetech 5 cilindros 2.4, 160Cv e 21Kgfm de torque com correia nova! Ai é sor curtir o ronco do 5 cilindros!!!

    MAS É CLARO…quem mexe com AP… NUNCA VAI SABER essas coisas mais refinadas! Pessoal geralmente é mais conservador, cabeça fechada, estudou so o primário (quanto muito)… ai já viu né!

    Abraço!

    :drinkk:

  • vitor

    [Comentario #129265 sera citado aqui]
    concordo com a sua opiniao e conclusao ,o fit eh muito superior, sim claro a quantidade finaceira discutida eh de se pensar mais tbm nao eh tudo isso(com certeza eh menos de 10 reais),soh q a economia eh uma das principais armas de marketing da honda e a diferença de preço entre os dois , essa sim eh muito significativa mais de 20K a mais ,fora a diferença na hora do ipva e do seguro. chevrolet eh chevrolet quem nao reconheceu ou nao quer reconhecer q eles sao os melhores eh bom começar a ver os numeros,fazer um test drive (ou dirigir o de algum conhecido seu) e ver q os defeitos deles ,o mais discutido eh o consumo, na hora de colocar na ponta do lapis vc vai gasta uma quantidade de dinheiro a mais irrisoria. abraço amigo
    :rayban:

  • Alter

    [Comentario #129292 sera citado aqui]

    O problema é a mão de obra!!

    Os mecânicos não querem nem ver este carro, e quando querem enfiam a faca.

    Principalmente porque para efetuar o reparo é necessário ter ferramentas especiais, que são caras, sendo que nem todos estão dispostos a compra-las para efetuar apenas alguns reparos.

    Já se você pegar qualquer outro motor da GM ou VW vc paga 80 reais da correia, esticador mais uma micharia e mão de obra uns 50 reais. E pronto!!

    Não adianta falar o contrário, a fiat só faz motor pequeno, e mesmo assim bebe pra kct. Minha mãe tinha um palio 1.3 que fazia 7Km/l (média) no alcool. Agora ela tem um ASTRA que faz 8Km/l sendo que é um carro infinitamente superior.
    Palavras dela: Fiat nunca mais.

  • Alter

    [Comentario #129293 sera citado aqui]

    Eu já dirigi FIT várias vezes, meu tio tem um, mais na boa, o carro não é tudo isso que falam.

    Acabamento: Mediano
    Design: Pra mim é zero, só mulher gosta.
    Motor: Fraco, porém o gasolina é bem econômico
    Ruido: Se vc pegar um corsa premium é bem equivalente.

    E outra, já tive 4 corsas, sendo que o último era um 1.4 premium, e particularmente adoro o carro. O motor anda muito bem, em curvas não tem nem comparação, sei que são de categorias

  • D.Lobo

    [Comentario #129299 sera citado aqui]
    Resumindo Marea=Micão

  • speedboy

    Nossa… quanta ofensa em um só post.

    Amigos, se existem carros mais econômicos, melhor para nós consumidores.

    Quanto a gosto, cada um tem o seu.

    Outra coisa. Consumo é algo que difere de acordo com o método de direção empregado. Aqui em casa um Corsa bebe tanto quanto um Focus 2.0 automático a depender do motorista que esta guiando o carro. Geralmente no final da semana ambos consumiram a mesma quantidade de combustível com Kilometragem parecidas.

    Estes testes são meramente ilustrativos. Dúvido que o um Corsa 1.4 faça isso tudo. Foi um carro enviado para a revista ou adquirido em um local qualquer?
    Isso não ficou bem claro.

    Falo isso porque eu sou participante do corsa clube ha vários anos, conheço muito de corsa, já tivemos vários em casa, atualmente ainda tem um Corsa C 1.0 por aqui. Vários amigos meus tem Corsa 1.4 e o consumo dele esta longe de ser econômico. Mas todos dirigem o carro no dia-a-dia.

    É muito facil dirigir o carro sem emoção, sem problemas, apenas para testar. QUero ver o carro ter este consumo pensando nos problemas diários. Os motores GM costumam ser assim.

    Se você pisa pouco ele faz uma maravilha de autonomia. Se vc pisar muito já era.

    O Corsa daqui de casa faz 12,5 na cidade e usa rodas com aro 16. Ele fazia a mesma coisa com as rodas 13 que vinheram pois ele é modelo Joy. Se pisar ele faz 7… então não ha economia nenhuma em ter um carro assim.

  • IGAUM

    [Comentario #129305 sera citado aqui]

    Pra quem manja, como é o meu caso!!! NAO É NAO!

    :drinkk:

  • Lauro

    Eu sei q o topico é antigo, mas derrepente alguem torna a ler isso…
    Quem duvida da economia do Picanto, entra no site Best Cars http://www.bcws.com.br e cai na sessao “Opiniao do Leitor” e procura por donos do Picanto…
    Todos dizem a mesma coisa = MÉDIAS DE 14 a 15 km/l na cidade…
    E isso é opiniao do proprietario.

    Agora vem uns manés mandar encher o picanto de gente pra provar que a economia irá diminuir…
    Mas isso é a coisa mais obvia do mundo, e isso acontece em qualquer carro…
    E outra, ja dirigi um Picanto e sei do que to falando, o carro é muito mais confortavel e maior do que parece, quem tem como, vá a uma concessionaria Kia e veja voce mesmo antes de ficar malhando o carro… Voces comprovarao que o motor 1.0 dele anda muito mais que os motores 1.0 nacionais e que essa historia de que ele nao tem torque é pura lorota de fietero que nao tem o que fazer e fica falando mal sem nem conhecer o carro… são atitudes como estas que vazem com que as montadoras so aproveitem dos brasileiros empurrando essas carroças, quando tentar trazer carros de qualidade os brasileiros ficam malhando e falando mal do carro…

    Sem contar que o Picanto tem 5 anos de garantia… Entao nem tem com o que se preocupar, pode cair o motor no chao que eles te darão outro…
    Alguem pode me dizer que carro te isso aqui por esse preço ?

    • Leonardo

      PICANTO;
      No trajeto de Lages-Gramado ele fez 18,5km/h isso que é automático auahuhuauhahua … O pessoal que faz 14-15 é que não sabe dirigir , pisa fundo, faz ultrapassagem abusiva

      HAUAUAHAUAUAUAUHAUAAHUA

  • João

    Gente não vou falar marca nem modelo, meu carro 01/02 1.0l a gasolina, fez 20km/l vel. entre 80 e 90km/h esta semana. Eu verifiquei o consumo!! Portanto não confio nestes resultados!!!

  • KARL

    É TESTE MEIA BOCA SIM, A TODO MOMENTO APARECE UM SIMILAR, FALTOU O TESTE DA CIDADE, NEM TODO MUNDO RODA NA ESTRADA E AQUELES QUE O FAZEM É UM PERCENTUAL PEQUENO EM RELAÇÃO AO UNIVERSO. GOSTEI DO COMENTÁRIO DO IGAUM (SOBRE COMO FAZER UM TESTE IDEAL, NA CIDADE, EM HORÁRIOS DIFERENTES, ETC, ETC). PARA FAZER BEM FEITO AS VEZES DÁ TRABALHO, MAS GANHA-SE CREDIBILIDADE E O CONCEITO AUMENTA.
    JÁ O TESTE MEIA-BOCA DE VOCES MOSTRA APENAS QUE O QUE É ÓBVIO. O GOL É A MELHOR RELAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO, DESDE QUE USEMOS A MÉDIA DOS DOIS CONSUMOS, MESMO PORQUE A TODO MOMENTO NOSSO GOVERNO E O CARTEL DE USINEIROS AUMENTAM OS PREÇOS FAZENDO A DIFERENÇA ENTRE OS DOIS TIPOS DE COMBUSTÍVEL VARIAR MUITO. LOGO EM UMA SEMANA PODEMOS UTILIZAR ALCOOL E NA PRÓXIMA A GASOLINA PODE SER MAIS VANTAJOSO, CONCLUSÃO USAR A MÉDIA É O MELHOR CAMINHO NESTE TESTE MEIA-BOCA.

    :cavera: :cavera:

  • Randi

    isso tudo não passa de lixo tóxico! Cadê os carros movidos a energia renovável, energia solar, etc, que foi prometido em meados de 1999?

  • Lenda

    Estes dados ai são lenda. Tenho um Corsa hatch 1.0 que não faz nem perto do que mediram. Se forçar dentro da cidade ele faz até 5,5 com álcool. Para fazer media de 10 km/l, eu preciso colocar 25% de gasolina.

    Em um mundo onde vivemos, cheio de tecnologia e preocupados com o aquecimento global, fabricar um carro que tem estas medias é o mesmo que dar poder para um analfabeto governar um país. Até governa, mas te da um prejuízo no bolso violento.

    Pense… Hoje é viável dobrar esta media km/l (basta boa vontade, engenharia temos). Com isto nós reduziremos a metade da poluição e efeito estufa do mundo. De quebra o consumo de petróleo cairia pela metade, deixando ainda mais barato a gasolina.

    Até o álcool queimado nas plantações para ficar mais caro, não seria problema algum.

    Então o que procuramos? Com certeza são pessoas com dignidade de “fazer acontecer”.

  • edimur

    Gm foi muito bom nos anos 80 este final de semana aluguei um celta 1.0 pois pois meu siena 1.4
    estava viajando com minha esposa bom carrinho ate economico mas muito plastico não compraria.
    O motor tem um bom torque mas não é tudo isso. Eu quero ver a hora que toyota e honda entrar nesta brigas dos pequenos ai não tem pra ninguem se GM hoje fosse tão boa não teria perdido o
    mercado que ela tinha com OPALA E MONZA CARROS QUE EU TIVE NA EPOCA ERA TUDO DE MELHOR
    MAS ELES PARAM NO TEMPO POR ISSO ESTÃO QUEBRADOS OLHA COMO PERDERAM MERCADO NOS
    USA É SO VER QUER SÃO AS MAIORES DO MUNDO O RESTO É PAPO FURADO

  • Lourival Pereira

    Não acredito que um Fiat Mille desenvolve 14 km/l nunca. Possuí um, ano 2007, vendí o mesmo marcando 16.000 kms no velocímetro, usado práticamente dentro da cidade, nunca desenvolveu mais do que 5,5 km/l com álcool e com gasolina nunca atingiu 7 km/l, ficava entre 6 ou 6,5 km/l, vendí justamente por isso, agora tenho um VW Fox 2009 1.0, também não é nada econômico como se propalam. Essa conversa de dizer que “meu carro dá 18 km/l” é papo furado de quem tem carro para vender ou se desfazer. Nâo acredito. Até hoje só conhecí um carro de baixa cilindrada que realmente se classificava no conceito de economia, é o HONDA FIT, com motor de 1.333 cilindradas e vendido como 1.4 pela montadora Honda, ele desenvilvia realmente 16 km/l, trafegando em velocidade nunca acima de 120 km/h, abaixo disso condizia com o consumo propagado pela montadora.

    • Lourival Pereira

      corrigindo: desenvolvia

  • Lourival Pereira

    Lendo outros tópicos me deu vontade de escrever mais. A maioria dos proprietários de carros deveriam ler mais, para se instruirem e não ficar repetindo bobagens corriqueiras. Eu falei que possui um Uno Mille e vendí o mesmo com 16.000 kms com uso somente dentro da cidade. Pois bem esse carro com essa quilometragem já estava necessitando trocar os 4 pneus, um carro funcionando só dentro do perímetro urbano com o motor funcionando com o carro parado ou em velocidade abaixo de 30 ou 20 km/h tem um consumo e desgaste de pneus maior do que se estivesse desenvolvendo uma velocidade de 130 km/h numa rodovia, além do mais o motorista retira o carro da garagem e já vai saindo com o veículo com o motor frio, não têm paciencia de esperar o motor aquecer para que se desenvolvimento seja o mais ideal no quesito economia ou para proporcionar toda sua eficácia. Um motor frio gasta combustível numa proporção quase 6 vezes maior, até aquecer à uma temperatura ideal de funcionamento. Existem vários fatores que contribuem para baixar a eficiência de um carro no transito urbano, na somatória desses fatores em certos casos atinge uma deficiência de mais de 60% com contrapartida a um veículo desenvolvendo 130 kms/h deslizando sem obstáculos numa rodovia. Pra mim, testes de consumo de veículos em ruas e avenidas não servem nem de longe para obter parâmetros de economia. Podem servir para se obter uma média de consumo crítica devido aos incovenientes do transito.

  • Andre

    Meu CR-V faz 12km/l na estrada.
    Ou esses carros 1.0 sao beberoes ou o meu 2.0 pesadao esta muito economico…

  • Luan

    Vergonha pra chevrolet !
    Meu celta VHC 2008 FLEX
    faz incriveis 6;9 no alcool com ar ligado
    Pq cuiaba é mto colorosa .
    Sao 6.9 andando muito de boa.

    Aqui em casa tem um corolla 2009 AT
    e faz 8.5 no alcool .!
    CELTA VHC FLEX LIXOOOOOOOOOOO

  • Edson

    O que poderiamos dizer do novo uno 1.4 com relação a consumo; até agora fico com o o gol 1.0 em materia de economia é bom, mas não deixa de ser 1.0

  • jupi da costa ferreira

    isso aew é tudo mentira o carro mas economico do brasil é o fiat uno que faz 18 km com um litro de gasolina

  • Heliomar

    eu tenho um sandero 1.0 16 valvulas… nunca tive um carro tão economico ele dá media de 13,5 na cidade e passa de 18 na estrada…
    discordo completamente do teste que vcs fizeram… meu carro deixa o picanto pr traz !!!

  • Lourival Pereira

    Que Uno economico que nada. Jamais um Uno Fiat desenvolverá 18 km/l. Em nenhum automovel que roda no nosso Brasil se obterá esse rendimento de 18 km por litro. Isso é uma utopia. Possuí um fusca 1975 que desenvolvia 13 até 14 km/l, mas com gasolina a base de chumbo naqueles anos e a gasolina não continha alcool.
    Eu até concordo com o Raul Tolfo. Realmente em determinados motores de carros antigos, com bielas enormes, taxas de compressão reajustada, em certos casos se pode obter rendimentos melhores que os carros atuais, que funcionam com bielas curtíssimas, alta rotação, e com altas taxas de compressão, porém, nada econômicos.

  • Reinaldo

    JÁ TIVE UM MILE, FOI O CARRO MAIS ECONOMICO QUE JA TIVE E OLHA QUE ANDAVA DENTRO DA CÍDADE! FAZIA 16KM/L.
    NAO ENTENDI A COLOCAÇÃO DESSE MODELO… ACHO QUE TEM JOGADA DE MARKETING POR AÍ…

    • Lourival Pereira

      Já encontrei muitos proprietarios de uno mile propalando que seu carro faz 18/16/15 km/l. Nunca vi nenhum. O dia que eu constatar que um uno desenvolva 16 km/l dentro da rua troco meu polo por um uno. Só quero ver esse dia chegar. Pra fazer 16 km/l dentro da cidade, so se for ANDANDO mesmo, porque rodando eu duvido.

  • Jose henrique (froti

    Otima materia, uso 1.0 para vigem curtas e em perimetros urbanos o gol me da uma media bem satisfatoria, do contrario dos demais que tem que forçar para poder atingir uma velocidade da via.

    Agora 1.0 nao tem conforto nem para o motorista e muito menos para o passageiro para viagem longas!

    Recomendo usar para vigem longas (+ 600 km) um motor 1.4, existe uma diferença satisfatoria.