Home Finanças Quanto realmente custa manter um bom carro por três anos?

620x411xFocus Flex 620x411.jpg.pagespeed.ic.cEGlUMfYAh Quanto realmente custa manter um bom carro por três anos?




Ter e manter adequadamente um bom carro no Brasil não é fácil, desde a compra a mordida é grande, pagamos caro para ter e também para manter, o preço exato do ter é exaustivamente divulgado e comparado todos os dias, mas e manter? Quanto exatamente?

Ouvimos muito sobre o preço da gasolina, e cada quilometro que o carro fizer a mais ajuda muito a cada parada no posto. Suponhamos que o carro escolhido, Ford Focus 1.6 GLX, consuma – entre cidade e estrada, com ar ligado, numa cidade média com relevo não plano – 1 litro a cada 10Km e que o carro rode 1500Km por mês, e a gasolina a R$3,00 então teremos: 1500km x 36meses = 54000 km/ 10Km/l = 5400L * R$ 3,00 = R$ 16.200,00. Ou por mês, R$450,00.

Mas o resto, o resto é muito mais. A tabela abaixo considera o valor do carro zero divulgado no configurador da marca do oval azul, os valores usados no calculo da desvalorização são da Fipe., Manutenção extra sempre ocorre, coisas como palhetas, escapamento e outros.

P/B/G são pneus, balanceamento e geometria. As revisões estão de acordo com o divulgado pela Ford em seu site. A lavagem foi “chutada” em R$20,00, duas vezes por mês. O seguro calculado como 4% do valor do carro. Os impostos 3% mais R$150,00 entre seguro DPVAT e taxa de expedição, isso no Rio Grande do Sul. O emplacamento em torno de R$500,00.

tabela custo manter carro 620x298 Quanto realmente custa manter um bom carro por três anos?

Trinta e um mil trezentos e vente e seis reais e vinte e seis centavos! Quase o dobro do valor da gasolina! Então: 16200,00 + 31326,26 = 47526,26 ou 1320,17 reais por mês. É normal haver divergência no cálculo, muita coisa muda de local para local, diferenças de valores, custos de estacionamento, eventuais colisões, multas e tantas outras que certamente elevariam o valor estimado aqui.

Por Rafael Lisboa


  • Fernando

    Meu pai amado do céu!

    • Malonekell

      É o que minha mãe me diz: "Quer conforto? Comodidade? Então pague por isso!" Carro pra mim é um item indispensável para o dia a dia, sei que consome uma boa fatia do meu orçamento, mas sou feliz por poder comprar e manter meu veículo. Gastamos um bocado com nossos carros, mas também gastamos com a manutenção de nossas casas, com roupas, diversão, remédios etc. Se apenas pensarmos nos custos, então não vamos comprar mais nada, apenas trabalhar e guardar, qual o sentido disso?

      • Carlos Augusto

        É isso aí… Só analisaram os custos.. E os benefícios?

        • Edson Roberto

          Acho que isso cabe a cada um analisar. Eu sou o tipo de pessoa que uso o carro para ganhar minha vida. (sou consultor).

          Hoje, sem carro, eu ficaria sem dinheiro, pois nunca estou sempre no mesmo local. Mas há quem possa todo dia pegar metro e voltar com ele. Nesse caso, muitas coisas necessárias com um carro diminuem. Por isso, tudo depende da necessidade de cada um mesmo. Para mim, é beneficio ter carro. Pode não ser para todos.

          • nicholasunited

            Os preços são abusivos, algo tem que mudar nessa joça de país. Tudo é caro , chato e demorado pra se ter, e pra quem quer ter carro "cheirando a leite" , tem que dar a sorte de ter o carro escolhido no estoque ou esperar mais de 30 dias pelo mesmo.

          • Rodolfo_PR

            Depende de cada um mesmo, acredito que o importante é ter bom senso, tem que ver se o orçamento comporta os custos do veículo, tem gente que vive em função do carro, se sacrifica para comprar um modelo acima de suas possibilidades, depois acaba deixando a manutenção de lado, entre outras coisas. No meu caso, tenho vontade de ter um carro no nível do focus, mas no momento minha renda não comporta, precisaria de uns 5.000,00 por mês no minimo.

      • https://www.facebook.com/raulcm88 Raul Cotrim de Mattos

        Quer conforto? Quer comodidade? Tem muito carro usado bom, barato e confortável. Manutenção?Seguro? Outras frescuras? Comprando um usado por 1/3 do preço você vai ter uma reserva 'emergencial' rendendo no banco. Isso se chama inteligência financeira… A 'desvantagem' é q você não vai poder se mostrar para o vizinho… Com essa reserva vc pode dar PT no carro duas vezes, e ainda vai ter dinheiro pra comprar um terceiro.

        Nada do que se compra, como casa que você usou no exemplo, perde tanto valor assim e dá tantos custos. Carro popular 0 km com seguro e manutenção em dia é coisa de RICO, ainda mais os outros. Eu que tenho mais dinheiro que a maioria só compro carro usado, não faço revisões – que são 90% desnecessárias e só servem para roubar dinheiro – e não pago seguro. Só nisso nos últimos 5 anos economizei facilmente uns 60 mil reais… Dai o brasileiro reclama q não melhora de vida, q a economia não melhora e etc… Lógico, os 'equispertos' só gastam dinheiro com carro…

        Tem muita gente que vive de aparência. Tem carrão bom na garagem, mas não pode desfrutar direito, pois precisa trabalhar em dobro para pagar as contas só para mostrar que tem um carro mais novo (não necessariamente melhor) do que dos vizinhos…

        • Malonekell

          Concordo em parte!
          1-Faço as manutenções preventivas em um mecânico de confiança. Nunca fiquei no prego, e meu carro sempre está em perfeitas condições. E com issso evito ficar nas mãos das css.
          2-Seguro de carro ser considerado desnecessário, vai da cabeça de cada um. Conheço quem paga seguro automotivo há mais de dez anos e nunca usou. Mas do outro lado, tenho um colega que já roubaram o carro dele duas vezes (ainda bem que ele possuia seguro). Fora colisão, que está ainda mais frequente nas grandes cidades. Eu prefiro deixar o seguro em dia.
          3-Também prefiro carro usado, e passo ao menos cinco anos com ele.
          4-Um usado para custar 1/3 do seu similar zero, tem que estar muito desvalorizado ou então já ter vários anos de estrada. Ai amigo o negócio é outro. Tem que andar muito (além de ter sorte) de achar um desses em bom estado de conservação, já que muitos proprietários relaxam com a manutenção de seus carros ao decorrer do tempo.

          • DCald

            Concordo principalmente com o item 4!
            vai procurar um "seminovo" com 2 anos de uso e 30mil km (que todos aqui no NA acham as rencas) e vai ver o preço… a diferença para um 0km é ridicula! Dai vale muito mais a pena o 0km.
            Agora, se ficar na espreita na porta da concessionaria, dá pra encontrar carro com 5mil km rodados e 1 ano de uso que o cara entrega por 500 rurais a mais que a (normalmente pessima) avaliação da concessionaria só para "ter o modelo atual".

        • Notdrunking

          Trocar de carro para "atualizar o modelo" ou a cada três anos é desperdício de dinheiro. Ainda mais com os preços praticados para a venda e para a recompra. O carro usado em dia com a manutenção não vale nada para a concessionária, eles não levam isso em consideração na hora de receber o veículo na troca. O que importa é o que o mercado paga e quanto tempo ele vai levar para ser revendido, ou seja, o custo dele na loja. O resto é conversa fiada. Essa é a regra do jogo. Então, se tens um veículo em bom estado e que atende às tuas necessidades, permanece com ele que é mais negócio do que usar o carro novo para obter "status". Mas, como sempre digo, cada um sabe o que deve fazer com o seu dinheiro e, neste aspecto, não me cabe criticar.

          • DCald

            a cada tres anos só é desperdicio pra quem roda pouco!

            Trocar para atualizar o modelo é ridiculo.
            Agora, troca programada para fugir de manutenção mais pesada normalmente é o melhor negocio, ainda mais se tiver paciencia para negociar.

        • DCald

          Isso, que nem um amigo meu que comprou um "usado completão" e ontem ficou com o carro enguiçado, logo após sair da revisão do "mecanico de confiança". Detalhe que ele ficou num lugar escuro e perigoso, fui lá socorrer ele. Coloquei o carro pra rodar pra ele chegar em casa… já avisei que o conserto definitivo não vai ser barato…

          Eu prefiro ter um carro confiavel, e que eu mesmo acompanhei todas as manutenções. No usado, vc qse nunca sabe como foi usado anteriormente, então varia muito… pode ser excelente negocio, ou um péssimo negocio.

      • costaramos

        Fogo mesmo… as vezes me pergunto por que pagamos tudo para viver num planeta que nos fornece todos os tipos de recursos "sem cobrar"…

  • fredcdb

    Se alguém fizer essa conta vai andar de taxi pro resto da vida…
    Quem gosta de carro, infelizmente, não pode pensar nisso…

    Se tiver próxima vida quero nascer gostando de soltar pipa, criar passarinho ou qualquer diversão mais barata!

    • ubiratamuniz

      Já fiz essas contas algumas vezes, e sempre repenso se realmente vale à pena manter um carro. O problema é que em Brasília não dá pra depender de táxi, o serviço é ruim (no mínimo meia hora pra conseguir um táxi) e caro (qualquer corridinha vai quase 40 reais). A comodidade acaba falando mais alto.

      • fabioalisson

        Não só taxi. Transporte público aqui em Brasília é de péssima qualidade.

        • ubiratamuniz

          E torço pra que melhore um mínimo agora com as novas empresas. Só a saída da Viplan e do grupo Amaral já é lucro!

          • fabioalisson

            Verdade. A saída da Viplan e do Amaral já é interessante, mas ainda falta muita coisa, inclusive integração, que é fundamental em uma cidade grande como Brasília.

      • dtgenerico

        É verdade, tem que levar em conta a infra da cidade. Mas a verdade é que na grande maioria das capitais do país, olhando só para o aspecto financeiro, sai muito mais barato andar de taxi SEMPRE. Aqui em Porto Alegre já fiz essas contas e comprovei. Mas ainda não abri mão do carro….rs

    • Leandro1978

      Mudar de país talvez ajude…

      • Pedro_Rocha

        Os "médicos" cubanos que o digam.

  • rogerrosato

    Lavar o carro duas vezes por mês?! Quando muito, lavo uma vez! Se tiver chovendo bastante nem isso! AHUAHUAHUAHAHUAHAU sem contar que, quando lavo, lavo eu mesmo, na casa dos meus pais, que moram numa casa de fato e não em condomínio.

    • rpasini1

      Eu lavo pelo menos 1x por semana, R$ 25 cada lavada.

      • carloscout74

        então tu tá ganhando em torno de R$ 100,00 por mês só lavando carros

        parabéns

        • rpasini1

          ahuhuahua
          Eu quis dizer que eu mando lavar pelo menos 1x por semana. Então estou gastando 100 só com a limpeza do carro.

        • Robson

          Shuashuashua, cara, tomou um like, valeu.

        • shemhazai

          Não, ele está ganhando mais do que isso, mas ele é tributado, e usa 100 reais do que sobram "limpos".

      • Car

        Rpasini1
        Sou como vc amigo. Não consigo andar com o carro sujo. Sou extremamente zeloso e cuidadoso com tudo que tenho é uma característica da minha personalidade. Se for para ter algo que não consigo manter ou cuidar, prefiro nem ter.
        Canso de ver carros mais caros que o meu nas ruas, mas parecendo uma lata de lixo andante, mal da para ver a pintura e as rodas ou através dos vidros de tanto pó, barro e sujeira. Isso vai da personalidade de cada um. Meu carro mando lavar até por baixo e sempre mando encerar ele de 6 em 6 meses com cerda da 3m, motor parece uma sala de cirurgia de tão limpo(mando lavar sem produtos ácidos de 6 em 6 meses). por dentro(interior) sempre impecável.

        • nicholasunited

          Definitivamente são poucos que cuidam do carro

        • rpasini1

          Isso ai, a lavagem de motor eu procuro não fazer tão frequentemente, mas o resto, não suporto que fique sujeira. Como ando todo dia com o carro, frequentemente ele pega pó, mas quando alguém entra no carro o comentário é sempre o mesmo "nunca vi carro tão limpo por dentro, nem parece que é usado".

        • jaderf

          isso porque voce deve morar numa cidade com bastante asfalto, longe de ruas de barro, e nao deve chover tanto… Eu gostaria de conseguir manter meu carro assim limpo tambem, mas infelizmente aonde moro nao da! rua de barro, quando nao tem poeira, tem lama! hehahaha
          teria quer lavar todos os dias a noite!

        • DCM

          Troco de carro a cada 3 anos, e cheguei a uma conclusão, cuidando ou não a avaliação é a mesma, portanto lavo a cada 3 meses ou mais se for perto da revisão pois entregam limpo, e faço as revisões básicas, posso garantir que não chegam a um terço do informado acima, o carro deve ser analisado como um bem de consumo.

      • guihounter

        meu porteiro lava o meu por R$ 25 tb…limpa e hidrata o couro e ainda passa cera na lataria. em loja isso não sairia por menos de R$ 100

        • Car

          Guihounter
          Olá amigo. Puxa seu porteiro na verdade tem um prejuízo bem grande limpando seu carro. Explico: um produto de qualidade para couro passa de 25 reais 250ml. Uma cera boa igual a que passo no meu carro é mais de 100reais a lata(3m cera sintética) fora utensílios para passar a cera que é de microfibra que não arranha. Sem falar gasto com água e luz com aspirador de pó, etc… Obs: só para encerar um carro não baixa de 30 com cera comum. Com cera boa não baixa de 50, um bom hidratamento de couro na faixa de 30 à 50 reais. Enfim…

    • fabioalisson

      Geralmente eu mesmo lavo, em casa. Comprando os produtos você lava diversas vezes.. Sai muito mais em conta.

      • Fernando

        Eu lavo e passo a cera toda semana,por isso meu carro 2002 têm a pintura original e brilhando além de economizar.

    • O_Corsario

      Bixo, eu lavo o carro a cada seis meses mais ou menos… rs

      • Edson Roberto

        kkkkkkkkkkkkkk eu to assim… mas por culpa atualmente das reformas de casa e correria do serviço. Faz tempo que nao vejo tempo para lavar carros (e qdo tenho é em um horario/dia que não está aberto)….

        Aiaiai esse Polo GT ai viu….rs

        • O_Corsario

          Coitado do meu polo, na parte funcional eu cuido 100% mas na parte estética… Está quase virando um rat rod! rs

          • rgmmelo

            eu também sou assim. Lavava uma vez por mês, e olhe lá. O carro pode ser uma bola de lama, mas contanto que nunca me deixe na rua…

            • Hoosier 559

              Tenho esse mesmo pensamento, a falta de tempo deixa ele sujo mesmo, kkkk! Mas prefiro cuidar da mecânica, pois cansei de ver carro lindo com rodão parado nos acostamentos por aí, rsrs

              • DCald

                o meu fica 2 ou 3 meses sem lavar por falta de tempo… Eu poderia deixar num lava jato porco perto do trabalho enquanto trabalho… mas gosto do meu carro e prefiro levar num lugar melhor e acompanhar o serviço bem de perto!

      • saosao

        hahahah eu também!
        Eu só vou mandar lavar amanhã pq vou conhecer meus sogros, rs.

        • DCald

          a primeira impressão é a que fica! hehehe

    • ubiratamuniz

      eu só lavo quando tá sujo.

      • SilenceBass

        2

        e na minha garagem de forma econômica

        "ingredientes":

        1 recipiente daqueles de sabão liquido (vazio) p/ fazer a mistura água + sabão p/ carros
        1 garrafa de coca cola 2 litros com água
        1 esponja

        em 15 ou 20 min tá lavado, se a coisa tiver "pesada" uns 30, 40…

        • Edson Roberto

          Cara… eu ainda estou para fazer um relato de dono, mas meu ex uno 1995 ELx que tenho certeza que muitos não acreditarão de como eu vendi ele…. eu lavava apenas com….

          - Bucha
          - Agua

          Nem sequer sabão eu usava. Depois de 13 anos… ele é lavado da mesma maneira pelo dono novo e sequer tem riscos no carro. PS: Eu encerava ele pelo menos 1 vez por mes….

          • SilenceBass

            Pois é, eu usava somente 2 borrifadores até pouco tempo – um com a "mistura" e outro com água… heheh

          • O_Corsario

            Usa logo bombril pô!!! rs

          • DCald

            E meu pai que lavava os carros qdo chovia? hauhauhau
            Moravamos em predio, tinhamos 1 vaga de garagem e os outros 3 carros ficavam na rua… qdo chovia meu pai pegava um detergente e uma esponja e ia lavar os carros… hauhauhau… minha mae deixava eu ajudar apenas qdo estava muito calor (chuva de verão)…
            Isso eu tinha 4-5 anos… saudades daquele Corcel Laranja, Chevette branco, Voyage SR preto…

            Mas normalmente quando viajavamos para Indaiatuba (casa com vaga para 6 carros!) lavavamos no capricho…

    • hal_cwb

      Putz, podem me chamar do que quiser mas eu só lavo quando eu faço a revisão no carro, que eles lavam de graça. E estacionamento se eu gastar umas 5 vezes por mês é muito.

      • rgmmelo

        Cara eu nem sabia que eles lavavam, fui uma vez fazer a revisão e o carro voltou um brinco, pois acho que tinha areia até no porta luvas…

    • Louis

      Meu carro faz mais de 2 meses que não vê agua…

      • Edson Roberto

        O meu tbm….rsrs fico até feliz de ver algumas pessoas…. meu caso e´falta de tempo de verdade….

      • SilenceBass

        O meu vai ver hoje.. pelo que parece vai chover… :D

    • Duda1565

      kkk, eu chego a lavar 2x por semana!

      • Four Rings

        Caramba, que carro é? Ferrari, Lamborguini?

        • Duda1565

          Nada, um simples e réles Cruze Hatch. Quando era um Voyage 91 com três cores (não era por opção) também era assim, quando tinha um Corsinha e todos os outros 15 carros que tive.

    • Racer2001

      Eu só lavo antes de vender para uma loja de usados.

      Na última vez fiquei seis anos sem lavar o carro.

      • Nando.mstr

        também nunca lavei, afinal tem chuva pra quê?

      • Pedro_Rocha

        Deduzo que o carro fosse francês.

        =D

    • vitimsl

      Gosto do meu carro sempre limpo, sem poeira. Mando lavar o meu de 3 a 4X no mes, sendo uma vez com cera. Por dentro, todo fim de semana eu mesmo gosto de limpar, inclusive os bancos em couro. Muitos pensam que não, mas isso ajuda até na hora de vender, pois demonstra cuidado com o carro.

    • Leandro

      Esses caras não gostam de carro, eu lavo 1 vez por semana na seca e 2 vezes por mes quando esta chovendo e a cada 2 meses uma enceradinha. Fico o sábado inteiro dando brilho na criança, da trabalho mas fica lindo demais.

      • rgmmelo

        ou não gostam de perder tempo com a poeira, mas no fim, acho que vc está meio certo.

      • Louis

        Gosto de carro, mas não sou escravo dele.

    • alexhmoraes

      Caraca, só ai economizo bastante pois eu mesmo lavo em casa, serviço porco feito em lava-jatos prefiro eu mesmo pegar aquele domingão cedo e dar aquele trato!

      • https://www.facebook.com/henriquemilioli.milioli Henrique Milioli Milioli

        Beleza, ele anda com o carro sujo, a conta desceu pra 30000! UAAAU! SQN….

  • carloscout74

    por isso que mesmo podendo pagar eu vou de up, ka ou fox com motor de enceradeira de 3 cilindros

    deve ser tudo bem mais em conta, DEVE

    • Davi8u

      Recentemente li aqui no NA um artigo sobre como que alugar as vezes e mais barato. Penso que levando esses numeros em conta e ainda podendo anda de carro mais luxuoso e mais barato alugar. Se encontrar um conhecido que tenha locadora e queira me ajuda acho que vou repensar quanto a ter carro novo.

    • shemhazai

      Eu iria de 208…….. Um Fox 3 cilindros, com ar, direção e trio elétrico sai perto de 38 mil, quase o mesmo valor do peugeot.
      E eu aposto em um valor de seguro do VW mais alto.

      • Four Rings

        Fora que o Fox parece carro velho, mesmo quando zero km. Tá desatualizado demais.

  • Claudio

    Isso só prova uma coisa: carro é para quem pode, e não para quem quer….é mais barato andar de taxi todos os dias do que compra e manter um veículo próprio…se o brasileiro tivesse noção desse custo total efetivo, teríamos menos carroças soltando fumaça negra e blocos de ferrugem pelas ruas…

    Muita gente querendo ter carro, mas não querendo ou não podendo mantê-lo…e isso porque, no Brasil, infelizmente, se criou uma cultura de que carro é símbolo de status, um bem que o diferencia das demais pessoas "comuns", enquanto no resto do mundo o carro não passa de mais um bem de consumo…praticamente uma geladeira/TV/celular/microondas/etc. com 4 rodas…

    Acorda Brasil!

    • Car

      Falou tudo !!!

    • hal_cwb

      Me desculpe mas falar que andar de Taxi é mais barato que andar de carro é demais. Cada corrida de taxi sai mais ou menos 50 reais para um lugar perto. Pra onde eu trabalho sai aproximadamente 70 ou 80 reais, ida e volta reduzindo daria 150 (em duas semanas 1500 reais). Eu gasto de gasolina por mês 240 reais (e olhe que o meu carro é 1.8). Se eu usar estacionamento 4 vezes por mês é muito, gasto em torno de 5 reais por uso de estacionamento. Essa conta (pelo menos pra mim) tá bem longe da realidade.

      • shemhazai

        É que Curitiba o táxi é muito caro!

        Em Sampa é "mais barato", considerando as maiores distancias e a maior necessidade de pagar estacionamentos, cada vez mais caros e raros.

        • Edson Roberto

          Não é verdade. Se fosse assim, eu só usaria taxi. A dificuldade é a mesma do rapaz acima para mim tbm.

          Eu bem que desejaria pensar que meu gasto é até maior… só que eu não tenho como me dar ao luxo de em um mês, quer dizer, todo mes consecutivamente gastar mais de R$1500 com taxi. Seria inviavel. Eu gasto por mes cerca de R$250 de combustivel com meu carro.

          • shemhazai

            Mas não é só combustível que conta. Estacionamentos também. E quem já morou em Curitiba e Sao Paulo, tendo o mesmo comportamento ( precisando de estacionamentos em torno de 10 vezes ao mês ) percebe que em Curitiba voce ainda pode andar de carro, no centro de Sampa não,, e ainda tem que se considerar o rodízio.
            pelo menos para mim, mas com certeza isso nao vale a todos

      • Four Rings

        Pra quem mora no RJ e a até uns 10 km do trabalho, vale sim cara. Tem matérias calculando tudo isso, inclusive.

        • Ricardo C.

          A afirmação está correta. Se considerarmos um raio de 10km à partir do centro (Av. Rio Branco), há serviço de metrô e ônibus suficientes. Sem contar a farta oferta de táxis nas ruas.
          Ainda neste raio, teríamos parte da Zona Sul e uma parte mais "nobre" da zona norte. Nestas áreas é até difícil de manter um carro, pois a maioria dos prédios não possuem vagas suficientes.
          No meu caso, que moro longe do trabalho, saio tarde da empresa e deixo filho na escola, ter carro é uma necessidade. Infelizmente.

    • JF68

      Me desculpe, mas "carroças soltando fumaça negra e blocos de ferrugem pelas ruas" não entram nessa conta, o máximo que se considera aí é a gasolina, até poque se as outras despesas estivessem consideradas não estariam nessa condição precária.

    • CharlesAle

      Aqui no ABC Taxi só em emergência,pois é caro demais,além do mais,se a pessoa procurar um bom usado,com a manutenção em dia,não terá esse gasto todo,um uno Fire 2001,2002,por exemplo,dará pouca despesa e servirá tranquilamente,além de ser econômico,um fiesta street 2000 é o segundo carro do meu irmão e não dá gasto quase nenhum,nem seguro,e o usa todo dia……….

    • Id_Moreira

      Pra quem mora no Nordeste, no interior, como eu, não tem como andar de taxi; as distâncias são muito grandes, e ficaria muito mais caro.

  • rafael

    Por isso que digo, carro é um filho… é uma despesa cara e contínua.

  • thales_sr

    Pois é… Carro hoje em dia é necessidade para muitos, mas carro caro não é. Então, só se deve comprar um carro mais caro se o cara estiver bem ciente que é "rasgar dinheiro" pra ter uma satisfação pessoal. Estando com esse pensamento bem definido, sem problemas.

    • Leandro1978

      Eu nunca esqueço o que um professor de física que tive no colegial falou: "Quer conforto? vai pagar". Na ocasião, ele falava em ter ar condicionado, chuveiro com 50 graus de temperatura, etc, que pesariam na conta elétrica no final do mês. Pra carro vale o mesmo, quer o carro mais confortável, com ar, direção, etc? Então, tenha certeza de que, não é só o valor do modelo que é mais caro, mas a sua manutenção (falo no uso diário, não, necessariamente eventuais consertos) será maior. Por isso não concordo com aqueles que acham que todos deveriam comprar um usado mais potente e equipado, a um zero mais básico, pois sua manutenção é maior.

      • Four Rings

        Exatamente. Esse papo de "com tantos mil você pega um Azera ao invés de um popular!" é a coisa mais furada deste mundo. A diferença para manter cada um é brutal.

        • Edson Roberto

          Sabe o que eu penso para quem recomenda carros usados do nivel de Azera, Fusion, entre outros?

          Ele analisa a atual condição de vida dele e, de duas uma:
          - Ou o cara tem bala na agulha para manter o carro usando diariamente
          - Ou o cara simplesmente usa o carro de final de semana, onde não expoe da mesma forma o veiculo

          Se for a segunda situação (que eu acredito que seja a mais recorrente), não dá para uma pessoa como eu manter um Azera. E fazer gambiarra para rodar com o carro não é minha praia. Portanto, eu sou do tipo de ter um carro "piorzinho" mas bem conservado do que ter o "melhor carro" e não ter como manter. Mas vai de cada um.

          É por isso que cada vez que eu vejo um Golf com jeitão todo detonado, ou outros carros, eu fico com muita pena de pensar em ter um usado. Eu penso em um Fusion (para justamente rodar com ele nos fds) mas me dá um medo devido ao preço atual dele…

          • Corvo

            Pois é…eu prefiro também um carro mais simples mas que possa bancar realmente a ter um usado de uma categoria superior e não tenha como arcar com a manutenção. Aqui em SP não é difícil ver carros como Omega, Azera ou até Fusion (muitos deles já viraram carro de mané) dos primeiros em estado de conservação ruim com pneus careca (e ainda parcelado em 60 prestações). Infelizmente essas pessoas não podem bancar o carro, mas querem mostrar que podem ter um superior. Quero só ver o dia que quebrar um cambio automático de um Fusion por ex.
            Eu sou da ideia de que você tem que ter um carro em perfeitas condições de uso e segurança. Comprar um carro desse nível e colocar peças paralelas ou fazer gambiarras é o fim da picada

            • Hoosier 559

              Exato, com o preço do meu carrinho ano 98, 1.nada e pelado de tudo, poderia comprar um carro de cateoria superior, mas hoje eu vejo o contrário, apenas mantenho ele com peças originais GM ou de marcas conceituadíssimas, e nos melhores mecânicos.

        • Leandro

          Isso vai da interpretação de cada um. É claro que se o sujeito compra uma mercedes da década de 90 ao invés de um Onix, Sandero, etc. ele vai ser esfolado pois a diferença é gritante.

          Mas e no meu caso? Com o que eu tinha só poderia comprar um mille pelado e acabei comprando um corsa usado que não chega a ter o que carros de luxo tem, mas não é tão depenado quanto o mille.
          Meus gastos com IPVA+DPVAT+Licenciamento nunca passaram de R$ 550, trocas de óleo e manutenção preventiva não são tão diferentes de um mille também.
          Comprar um usado mais potente é sim um bom negócio, mas tem que ter o bom senso de comprar um carro um pouco melhor e com custo parecido, e não um carro de luxo antigo.

          • rgmmelo

            pois é. uma colega comprou um uno way 2012 por 35 mil dilmas, eu comprei um sandero privillege(com 40 k) por 22 mil dilmas …a diferença dava pra eu ter trocado motor se o mesmo estivesse ruim e o sanderão ainda é muito mais carro…

          • Hoosier 559

            Pois é, quando se fala em carros bons o povo já pensa em importados ou nacionais de manutenção caríssima, mas existem muitos populares com um pacote de luxo e boas motorizações usados bem em conta, um exemplo é o Corsa GLS.

  • Gabriel

    Sem contar os financiados… vixe…

  • Rafael

    Sempre acho essas contas BEM exageradas e essa ai de cima não é exceção…

    • João

      concordo. como a desvalorização é custo ? essas contas ai são osso

      • Leandro

        Pois é, desvalorização só é custo pra quem vai vender o carro com pouco tempo de uso, lavagem só é custo pra quem tem preguiça ou mora em apartamento.

        • Andre

          Rapaz, nao entendo essa dificuldade das pessoas entenderem o que é depreciação, como assim so quem vai vender o carro com pouco tempo? Se tu compra um carro hoje por 40 mil, vende amanha por 39, ja se vender daqui a 10 anos vende por 40 denovo? Teu carro de 40 vai ser vendido por 20 em 3 anos, onde por Deus do ceu foi parar os 20 de diferença? No teu bolso? acho que nao.

          • Jurema

            No meu uso.

          • Hoosier 559

            Meu pai teve um Corsa Super 1998 comprado zero pelo preço de 13 mil na época, vendeu ele em 2007 pelos mesmos 13 mil rsrs (só por curiosidade, pois é claro que por conta da depreciação da moeda e da inflação houve uma diferença).

    • silvio_Brito

      Acho bem coerente. Apesar de náo ser regra, claro que gasolina/consumo e seguro náo seram iguais.

  • murilo

    Isso para 3 anos de uso, como a desvalorização diminui o certo é ficar com o carro no mínimo 5 anos..

    • Lisboa_Rafael

      Exatamente, ao ficar mais tempo com o veículo, o custo gerado pela desvalorização é, na média, menor. A matéria visa demostrar a realidade de quem fica aquele período de tempo (3 anos) com o carro e depois o troca por outro equivalente 0Km.

    • silvio_Brito

      Dependendo da rodagem depois dos trés anos vc vai mais manutenção então mesmo desvalorizando menos vc acaba ganhando "igual".

    • DCald

      Uma vez eu fiz uma tabela no excel para simular varias situações.
      O menor custo mensal (sem considerar categorias diferentes) era para o caso de trocar o carro pouco antes dos 60mil km.
      Ao completar 5 anos, os gastos tbm subiam.

      A conclusão tirada depois das analises foi: trocar o carro pouco antes dos 60k km ou 5 anos.
      No meu caso, 60k km varia entre 2 e 3 anos. No caso dos meus pais, os 60k normalmente coincidem com os 5 anos, que é o caso de menor custo mensal.

      Esse estudo foi feito inicialmente a 6 anos atras, e refeito 3 anos atras.
      Hoje não deve estar muito diferente.

      Meus planos são de construir uma casa com uma garagem/oficina e após o termino da garantia prosseguir com manutenção própria, sempre com peças originais e ferramentas adequadas. E ter sempre um carro antigo na garagem, para revezar um pouco no dia-a-dia e controlar um pouco a km do carro principal de uso (não precisando trocar em intervalos curtos).

      O importante é ter sempre confiabilidade mecanica, segurança e conforto.

      • Alan_Brito

        Rapaz, uma manutenção de 80000km custa mais de R$5000,00? Não entendo esse povo que diz que as manutenções ficam mais caras a partir de 60000km. Com certeza não é mais caro que o custo de trocar por um carro mais novo! Que tal trocar o carro após 150000km?

        • DCald

          Vc está pensando no imediatismo.
          Já ouviu falar de obsolescencia programada? Então, nos carros isso acontece aos 5 anos. A partir dos 60mil km vc começa a ter gastos mais pesados (troca de componentes de suspensão, amortecedores, pneus) que são itens caros.
          Talvez, trocar todos esses itens não seja o mesmo custo de trocar de carro, mas, certamente é um dinheiro jogado fora, e a partir dessa km, outros gastos começam a se tornar mais frequentes (mesmo que não sejam tão caro).

          Dependendo do carro que vc tem, troca de amortecedores, itens da suspensão (mais M.O.) chegam facinho a esses 5mil reais.

          Se eu gastar com manutenção aos 5 anos, é um dinheiro que não retorna em forma de "capital". Já se eu pegar o mesmo dinheiro e comprar um carro novo, daqui a cinco anos vou ter um carro que vale mais do que o outro (que teria 10) e eu fiquei esses 5 anos com baixissimo custo de manutenção.

          Dependendo do uso que se faz do carro, pode ser que o ponto de menor custo mensal seja até mesmo aos 200mil km (isso se trafegassemos em estradas perfeitas, sem crateras e lombadas).

  • fabioalisson

    Carro bom é uma satisfação pessoal. Felizmente ou infelizmente eu gosto. Quanto à combustível, manutenção e seguro, nem sempre um "bom" carro terá esses custos maiores que alguns "populares".

  • Rodrigo Monteiro

    Não considero desvalorização e nem gasolina como "manter" um carro. Nessa conta na minha opnião só vale os 16k em 3 anos…rsrs

    • Andre

      Jesus… tu so teve 1 carro na vida ? se teve pelo menos 2 considere isso um custo toda vez que teu carro vira parte do pagamento do outro…
      Se a gasolina nao é custo teu carro anda com agua ? Pneu , Oleo, as peças que desgatam nao é custo.
      Se tu roda 60.000km gasta para isso
      4 pneus, 4 amortecedores, 1000L de gasolina, a gasolina nao é custo ?

    • Dinho

      É porque você dá o usado como entrada do novo e o pessoal da concessionária paga o mesmo preço de zero km, né?
      Aí você troca todo ano pra não precisar nem precisar, nem trocar óleo, né?
      Você é muito inteligente, por isso que conseguiu descobrir como isso é possível, né?

    • thales_sr

      Pode não considerar, mas que o dinheiro sai do seu bolso, você considerando ou não, isso sai… Claro, a menos que você tenha arranjado alguém pra bancar essas despesas né.

  • Roberto Brito

    o custo de vida no Brasil é um absurdo, e é óbvio que isso ia refletir sobre o preço e também manter um carro.

  • O_Corsario

    Eu faço um controle parecido… Vou passar meu exemplo real.
    Aqui estão contados gastos com manutenção, peças, etc, mas NÃO estão gastos com combustível, lavegem, seguro, impostos.
    Polo GT 2009
    Gasto total com manutenção: 5.017,24
    Gasto manutenção mensal: 106,75
    Gasto manutenção anual: 1.281,00
    Sendo que já fiz troca do jogo de pneu, pastilha e disco de freio traseiros, da correia dentada e das buchas de suspensão.
    No futuro pretendo agregar à este controle dados do seguro e impostos tbm, é muito bom.

    • Four Rings

      Se ele tivesse 5 anos de garantia, não teria economizado um bom tanto? Acho que é importante fazer esta conta. As revisões são caras, mas por outro lado é como um seguro: você se limita a pagar aquele valor, pra não ter surpresas.

      • O_Corsario

        Não. Tudo que precisei fazer foram itens de desgaste natural, que não são cobertos pela garantia.
        A única coisa que poderia ser trocada em garantia foram as buchas dianteiras da suspensão, trocadas aos 76.000km, mas custaram, com mão de obra, 215,00. Esses R$200,00 é o que economizo em cada revisão por fora, pois a VW cobra em torno de R$500,00 enquanto as da Porto cobram em torno de R$200,00.

        • FernandoVW

          Concordo. Garantia é praquele "vai que…" que sempre pode acontecer.

        • thales_sr

          Essas buchas eu não sei não hein… Capaz da VW julgar que foi "mal uso", apesar do caso correto ser "más estradas/ruas".

  • João_avr

    Meu Uno Fire da uma despesa em torno de 900 reais por mês: R$370,00 de prestação + R$300,00 de gasolina + uns R$200,00 em extras (Docs, bateria, alinhamento, troca de óleo, estacionamento, multas, alguma surpresa, etc). Isso que algumas manutenções eu mesmo faço e a lavagem é grátis.
    Não é fácil manter o "brinquedo" em ordem.

  • Elton

    Dependendo do modelo, um superior ao 1.0L as vezes acaba saindo mais barato, o consumo por exemplo são bem próximos, e os 1.0L são os que mais criam BORRA no motor, são mais frágeis… ex: Gol 1.0 e 1.6, Fiesta Rocam 1.0 e 1.6 entre outros, comparem. Falo de experiência própria, todos os valores se aproximam. Opinião minha, cada um tem a sua, obrigado.

    • Hoosier 559

      Eu discordo na questão, borra é consequencia do desleixo na manutenção, isso se reflete noss populares pois muita gente compra e coloca o pior óleo e nunca troca, desse jeito até Mercedes cria borra.

  • Moy

    Há controvérsias!
    Esta semana caí em uma cratera – tb conhecida como buraco, na BR-101 que circunda o Recife.
    O custo da brincadeira de andar de carro: 600 conto.
    A quem recorrer, já que não existem gestores. Apenas comissionados?
    E pra completar, antes de terminar o mês de horror, recebi o aviso de uma multa no valor de R$ 191,54 e levei 7 pontos na carteira.
    Detalhe sórdido: Em horário de expediente e não uso o carro pra vir pro trabalho.
    Nem sei se vou recorrer, pois já passei por isso e só fiz me estressar e cansar. O DER ganhou.

    • O_Corsario

      Eu passei por coisa semelhante, mas era uma rodovia sob concessão. Nem precisei processar, só fiz o BO direitinho, comprovei os danos e me pagaram o pneu e a roda.
      Uma das poucas vantagens de se estar numa via pedagiada.

      • CharlesAle

        Olha Corsário não acho isso pouco,buracos arrebentam o carro,quando é só prejuízos materiais vai lá,mas quando causam acidentes é terrível,eu sou a favor do pedágio(de preço justo)porquê os governos simplesmente não conseguem manter uma rodovia como deve ser mantida,e quando uma Concessionário reembolsa o prejuízo causado pelo buraco, sentimos respeitados….

    • Mario

      Realmente a região metropolitana do Recife parece mais a superfície lunar de tanta cratera, tenho dó do meu carrinho quando vou a capital, quando desvio de um buraco, caio em dois!

  • flaviomm

    Imagina quanto eu já devo ter gasto em 05 anos e meio no meu Sentra… se você parar para pensar, como no caso da análise… é um valor absurdo, fora da realidade (mas é a nossa realidade)… grotesco.

  • Xeneize87

    Faço estas contas também e o que me dá raiva é não ter um transporte público adequado… Mas penso seriamente em Metrô e táxi…

  • Juniorfillingam

    Chupa essa manga quem comprou barato um C4 pallas !!!pq vai ficar mais caro um pouco o total!!!

    • R0CKERZ

      Relaxa hater.. relaxa Oo

      • shemhazai

        kkkkkkkk Como o hater tá bravo né? Deve ter desistido de comprar o pallas e ficado de gol 50k.

    • Edson Roberto

      Olha, pode parecer um exagero, mas quem compra um Citroen, possivelmente deve pesquisar os preços e sim, o cara sabe onde o buraco aperta.

  • Louis

    Toda vez que faço estas contas, ficou mais ali v i a d o por ter carro usadinho… IPVA menor, seguro menor, desvalorização menor…Eu que sustento 2 carros, pesa viu….

    • JF68

      Mas em compensação manutenção maior, e aí se você analisar qual é o percentual disso sobre o valor do carro vai chegar a algo bem parecido ou até pior que o caso do 0km.

      • Leandro

        Será mesmo? Demonizam demais a manutenção, mas eu tenho um carro com bons 7 anos de uso e até agora não vi nada de mais. Pra falar a verdade, gasto bem menos em manutenção que gastaria de revisões em um carro novo.

        • Louis

          Essa questão já foi bastante discutida por aqui, mas por experiência própria posso afirmar que a perda de grana com carro novo é muito maior do que manter um usado.
          Claro, não estou falando de carro usado b i x a d o. Cara compra Passat AT 1998 e depois vem reclamar de manutenção… heheheh

        • thales_sr

          Leandro, você está com o carro há 7 anos ou já comprou usado? Comprou com quanto tempo de uso?

          O lance do usado, é que tem usados e usados. Quem comprar meu carro, garanto que vai levar só alegria, manutenção sempre em ordem. Mas tem cada carro maquiado que eu vejo por aí… O carro tá batendo todo, motor fumando… Uma semana depois, tá com a pintura brilhando, o "fumo" sumiu como que por milagre, e a plaquinha "vende-se". Coitado de quem comprar. Aí o preço do novo leva em conta esse fator também.

    • Lucas nieves

      O usado tem de ter boa procedencia.. Comprado de qualquer um, é um tiro no escuro, não se sabe nada do histórico do veiculo e a bomba que pode ser… É mais questão de sorte do que de qualquer outra coisa… Felizmente voce tem sorte amigo, carro zero pelo menos tu sabe que você amaciou o motor e as condições que você submeteu todo o carro…

  • Dragoniten

    Vou ser sincero, não entendo por que colocar a desvalorização do carro como gasto mensal. Tudo bem que ele desvaloriza, é um dinheiro que você perde, vai pro lixo, assim como o dinheiro que você gasta em comida todo dia. Não vai ter retorno, desconsiderando o fator saúde, assim como o fator conforto.

    Se você não está considerando o valor da desvalorização como um dinheiro que você tem que juntar pra trocar de carro depois, acho totalmente insensato considerar o valor da desvalorização como um dinheiro que você gasta para MANTER um carro, que é o título da matéria.

    Isso "diminui" o gasto mensal em quase 400 reais, para um valor de 935,75 reais/mês.

    Comprou o carro? Considere esse valor "jogado fora". Tudo o que você vai perder em desvalorização é OUTRA história. Você está pagando pra alguém o quanto seu carro desvaloriza? Não. Você simplesmente terá um bem que valerá cada vez menos, mas não significa que é um dinheiro que você esteja perdendo, afinal, você já "perdeu" aqueles 53 mil reais quando comprou o carro.

    • Bruno Carvalho

      Vou mais longe na brincadeira: literalmente a comida de todo o dia vai virar m…

      • Dragoniten

        HAHAHAHAHAHAHA. Também tem isso.

    • gcarlos

      Concordo com vc. conheço um cara na minha cidade q já faz 40 anos q ele tem dinheiro pra comprar um carro e não teve coragem ´´por q perde dinheiro´´, hj ele está velho só anda de bike e moto. Quando precisa de um carro pra fazer um simples consulta tem q pedir a alguém ou pedir um carro emprestado.
      Pergunto a ele pra q serviu esses anos todos juntando dinheiro……….

    • O_Corsario

      Pois é, ao invés de pensar em "desvalorização" eu penso em "amortização", ou seja, se paguei R$50.000 no carro e fiquei cinco anos com ele, quer dizer que gastei R$10.000 por ano nele.
      A diferença é que o pensamento da desvalorização te leva a ver o carro como algo passageiro que deve ser trocado, e quanto antes melhor.
      Já pensar em termos de amortizar te induz a ficar o máximo de tempo possível com aquele bem.

      • Dragoniten

        Ótimo comentário. Justamente o fato do bicho desvalorizar cada ano menos, devia ser um bom incentivo pra ficar ainda mais tempo com o carro.

        Só que tem gente que pensa de forma totalmente errada: Meu carro está desvalorizando cada ano mais, melhor vender antes que desvalorize ainda mais. Aí vai lá E COMPRA OUTRO CARRO!

        Carro não é pra dar retorno financeiro, mas é um investimento que a pessoa faz em si mesma, no conforto e segurança. E como foi descrito no texto, com a correção que fiz, 935 reais por mês pra comodidade de ir pra onde você quiser a hora que quiser, não é tão caro.

        • O_Corsario

          É engraçado isso, no fim é a diferença entre quem paga a vista ou paga a prazo.
          Quem pagou à vista tem a sensação que quanto mais ficar com o carro, melhor, pois já pagou por ele e portanto quanto mais usar mais está amortizando o gasto inicial.
          Já quem paga a prazo tem a sensação que o bem não é seu, portanto é como se estivesse pagando quase um "aluguel", e quanto mais fica com o carro mais está pagando um "aluguel" por um bem que vale cada vez menos. Isso é muito comum em financimentos mal-feitos, em longas prestações, onde no meio do plano o carro já não vale mais o que resta pagar.

          • Dragoniten

            Pois é. O que eu já vi de gente que faz financiamento em 60x e já no segundo ano repassa o financiamento, não é brincadeira. É até "bom" pro comprador, mas tem que dar sorte de encontrar alguém que queira assumir tal financiamento absurdo.

            Carro tem que ser a vista ou naqueles planos de 60% + 24x com taxa zero. Por mais que tenham outras taxas do financiamento, raramente ultrapassam os 1200~1500 reais, fazendo com que valha a pena o negócio pra quem tem condições de arcar com a dívida sem atrasar parcelas ou sem deixar de fazer manutenção pra pagar o carro.

            • O_Corsario

              POis é, cada caso é um caso, não sou da turma do "financiamento nunca", isso é meio utópico.
              Mas vejo gente tentando vender um carro com uns dois anos de uso, sendo que só somando o que resta de parcela dá mais caro que o mesmo modelo zero.

    • kikofar

      Entendo que você só 'faz lucro' ou prejuízo quando vai vender algo. Exemplo: ações na bolsa de valores. Um montante investido era 15 mil. Houve desvalorização delas e o capital agora é de 13 mil. Você perdeu 2 mil reais, NA TEORIA. Se você não vendeu suas ações e o capital não está em sua posse direta, pronto para ser usado na conta corrente, isso não é prejuízo!

      Da mesma forma o raciocínio deve ser, ao meu ver, para os carros. Ok, desvalorizou, mas o carro foi vendido? Se não, ele não 'fez o prejuízo'. Isso é um valor fictício, só que é agregado como real, o que é errado! E se alguém se apega, gosta muito do veículo e vai com ele por 20, 40 anos ou para o resto da vida???

      Acho que essa forma de ver a desvalorização deve ser repensada como 'custo'.

      • thales_sr

        Está correto, a desvalorização só se manifesta caso o cara troque o carro. Mas a simulação do colega do post é válida, uma vez que a maioria aqui compra um carro pensando num tempo de uso (2 anos? 5 anos? 10? vai de cada um), e a desvalorização vai se manifestar de maneira diferente para cada um, a depender do tempo que ele passe com o carro.

        O caso das ações é interessante, realmente você não perde nem ganha enquanto não realizar (vender), mas fora esses investimentos de maior risco, normalmente se projeta um lucro, para poder fazer o estudo de viabilidade econômica de um projeto, mesmo que o lucro real a gente só vá saber quando botar o negócio pra rodar.

    • thales_sr

      Tem que pensar na desvalorização porque você vai trocar o carro depois, então ou você "parcela" a desvalorização no custo mensal, ou quando for trocar vai ter que computar um gasto enorme (comparado ao gasto mensal), e que vai sair do seu bolso de qualquer jeito.

      Você está "pagando" a você mesmo, considerando a compra à vista, do novo carro. Se for financiar, aí entra a desvalorização e os juros do financiamento. A diferença é que ao invés de entrar na sua contabilidade "de agora", estará entrando (bem mais caro) na contabilidade do novo carro.

      • Dragoniten

        Mas não é certo fazer essa consideração pro tema da matéria, que seria o custo pra MANTER o carro, até porque nem sempre a pessoa vai comprar outro carro no mesmo valor, mas eu entendi o que você quis dizer.

    • tasatanazio

      desvalorizacao de um bem é uma despesa que para algumas empresas pode ate ser abatido do imposto de renda, esta mais que correto descontar, se no ano começo com 50k, compro um carro, guardo ele na garagem e nao gasto mais nada, ao final de um ano vendo ele e tenho apenas 40k, tive a perda de patrimonio de 10k, perdi de fato 833 por mês, isso é regra básica da contabilidade, o fato de achar justo ou não não muda o fato que tu perde dinheiro com a desvalorização e tem perda de patrimônio

  • https://www.facebook.com/joaoantonio.vicenterodrigues Joao Antonio Vicente Rodrigues

    Meu Uno Fire da uma despesa em torno de 900 reais por mês: R$370,00 de prestação + R$300,00 de gasolina + uns R$200,00 em extras (Docs, bateria, alinhamento, troca de óleo, estacionamento, multas, alguma surpresa, etc). Isso que algumas manutenções eu mesmo faço e a lavagem é grátis.

  • redivo

    Isso para um focus. Tem uma matéria muito boa sobre um Civic, só que o preço assusta bem mais.
    vai o link: http: //dinheirama.com/blog/2012/08/28/carros-conheca-a-carissima-estrutura-de-precos-no-brasil/

    Este é um artigo de uma série. Basta dar uma procurada que acha-se os demais artigos.

    • Diegorji

      Obrigado por compartilhar essas informações.

  • flaviano

    Quase ninguem se da conta disso,ou pior,nao querem ver o custo real para nao ter que andar em um carro inferior ou mais barato…tenho uma picape corsa 96,em excelente estado,ja fiz as contas e meu carro nao tem seguro,caso ela nao de nenhum problema extra ,ela me custa R$240,00/mes,..e eu rodo no max 10000km/ANO…

    • Dinho

      1000 km/ano?
      Flaviano, já pensou em andar à pé?
      Economizaria 2880,00 por ano….

      • thales_sr

        10 mil…

  • HA HA HA

    Tudo bem. Alguem sabe quanto custa a corrida de taxi em bandeira 1, 2, viagens com mudança de municipio ? Tem que andar quantos km de taxi para empatar com o prejuizo ???

    • ubiratamuniz

      olha, varia de estado pra estado, mas aqui em brasília se uma corrida vai pra bandeira 2 bate nos 40 reais facinho facinho.

      • msouza91

        depende meu caro, depende de onde vc vem e pra onde vai, do apartamento onde eu moro atualmente, pra onde eu trabalho, dá algo em torno de 60 reais em bandeira 2, absurdo isso

    • thales_sr

      Acho que a EXAME fez esse estudo, e pra quem anda menos de 16 km/dia, era mais barato andar de táxi. Mas isso foi só o estudo financeiro, existem outros pontos a serem considerados. Imagine sua esposa grávida de 8 meses e meio, a bolsa estoura, você vai ligar pro táxi e ficar esperando chegar? Nesse caso um carro sempre à espera é muito melhor, mesmo com um custo maior. Cada um tem que ver seu caso.

  • laguiar

    Estou há quase 2 meses sem carro aqui em São Paulo, já usava metrô + ônibus para trabalhar e estava usando táxi pra sair fim de semana tbm, pra poder beber nas festas, ir a barzinho com os amigos… tem ótimos aplicativos de celular que agilizam muito a chamada de táxi.
    Ganho razoavelmente bem e podia manter um hatch médio que tinha, MAS, a economia que estou tendo, mais as que terei no começo do ano, já vão me proporcionar passar 20 dias na Europa em março. Vai facilitar muito eu comprar equipamentos de audio e vídeo, trocar o computador (depois da viagem apenas rs)… não, eu não gastava 10 mil por mês no carro… rs… mas mesmo num financiamento "baixo" e mais todos esses custos adicionais, que lhe sobre R$1.500 mensais por não ter o carro, pra MIM esta sendo uma gigantesca vantagem.
    Já aluguei carro duas vezes, vou alugar semana que vem de novo, o valor não é alto como se pensa (hertz), minha esposa ainda tem desconto pela empresa dela, vou TENTAR ficar 1 ano sem carro pra formar uma opinião bem sólida… mas estou tendendo a pelo menos enquanto morar numa metrópole, que facilita muito, não comprar carro por um longo tempo.

    • O_Corsario

      Olha, em SP, se vc der a sorte de morar e trabalhar perto de metrô ou de corredor de ônibus, é bem viável viver sem carro. Eu já vivi esta situação e só tirava o carro da garagem de fds para viajar.

      • laguiar

        Eu usava pouquíssimo o carro durante a semana, passando meses usando apenas de sexta, sábado e domingo… exatamente por isso resolvi vender e aderir ao táxi + locação… se colocar na ponta do lápis isso em 3 anos, como o cálculo da matéria, e mesmo descontando táxi + locações, vai dar uma grana violenta.
        E te garanto, nem eu e nem minha esposa estamos achando que perdemos tanta comodidade como pode parecer, e a economia esta valendo muito… vou andar muito mais de kart rsrs

        • thales_sr

          Quando eu morei no Rio de Janeiro, meu carro ficou exatos 2 meses parado… Eu só ligava o motor uma vez por semana pra não deixar parado de vez. Ô como o custo era baixinho… rs E olha que eu já tinha o carro, só economizava a gasolina (e estacionamento), mas mesmo assim o bolso sentiu a vantagem.

          Infelizmente, na cidade que moro atualmente (Aracaju/SE), ônibus não é bem uma opção (a menos que você goste de esperar 30 minutos no ponto), e não tem taxi nas ruas, tudo tem que chamar (e esperar… uma vez desisti e peguei o carro mesmo).

    • ubiratamuniz

      Gostei da censura à palavra com p u t a dor kkkkk

  • _Adriano__

    Resumindo, nao adianta ter salario de 1500 reais e querer um carro zero, alem das parcelas vc nao vai conseguir usar ele ;)

  • Fuel

    Só impressão minha ou a tabela tá considerando a desvalorização como gasto mensal??

    • Alciderlei

      A desvalorização/depreciação é um gasto não monetário mensal, a tabela esta correta. Apesar de não ser um desembolso é uma despesa inevitável para qualquer imobilizado.

    • Andre

      transforma o carro em dinheiro e me fala para onde foi esse dinheiro (a diferença do que pagou pro que vendeu) o texto so distribuiu isso por mes.

    • Dinho

      É impressão sua…
      O seu carro não desvaloriza… Nos próximos anos ele deve até valer mais do que hoje.
      Aliás, o pessoal vai te dar um troco quando você for pegar o próximo zero km.
      Mas se eles te pagarem menos, vai uma dica…
      Junta numa conta o valor da desvalorização, que você não vai precisar financiar em 96 meses a diferença a pagar, valeu?

  • dudupruvinelli

    Até hoje só vi um Focus dessa cor. Muito bonita…

  • AF1979

    Se teu carro for dourado, bege metálico, azul escandaloso ou vinho, dá para cortar o curso da lavagem, que dificilmente ficará quinzenal e poderá inclusive ser bimestral. Porém, se você for cordeirinho do sistema e adquirir prata, preto ou branco, aí que continue enriquecendo os lava-rápidos.

    • ubiratamuniz

      Prata suja pouco. Mas comprei carro branco por esquentar menos, e mesmo assim só lavo quando fica MUITO sujo. A única época da minha vida em que eu lavava carro religiosamente toda semana era nos meus tempos de solteiro (como se fosse fazer alguma diferença aquele escort velho brilhando rsrsrsrssrsrs).

      • AF1979

        Tenho cá minhas dúvidas sobre como seria ter um carro prata em um lugar cuja terra fosse muito vermelha (Paraná, por exemplo). Outro problema da cor é caso seja necessário fazer funilaria, pois é muito difícil acertar a tonalidade.

      • O_Corsario

        Meu carro é prata, cara incrível como esconde a sujeira! A gente só vê onde está sujo se passar o dedo na lataria… rs

        • vitimsl

          Isso é fato. O meu tb é prata. Além de ser uma cor bonita, apesar de comum, ela ajuda muito quanto a sujeira e arranhados. Mas tem uma coisa: reze para não precisar de serviço de pintura, pois é praticamente impossível acertar a tonalidade da tinta. Fica bem diferente a parte repintada para a pintada.

          • O_Corsario

            Xi, eu acho que vou precisar. Dei uma amassada que torceu a lata perto da caixa de roda, descascou…

        • JoaoMartini

          O meu é Prata Egito.. Lavei hj o carro, tava há uns 3 meses sem lavar rs.
          É um Fox Prime.

    • thales_sr

      Meu carro é preto e eu só lavo 4 vezes… por ano :D
      Depende da loucura do cabra :D

  • AF1979

    Meus gastos com carro bom devem ser menores que os aí divulgados, pois rodo pouco com ele (menos de 10 mil km anuais) e ele por si só tem manutenção bem esparsa (coisa bem construída é outro papo). A cor dele esconde bem a sujeira, o que me permite espaçar bem as lavagens. Além disso, quando ele veio para minha vida, já era um usado de cinco anos e estou com ele há sete, o que significa que na prática gastei naquela época o valor de um popular para ter coisa muito melhor.
    Consumo? Melhor que o de boa parte dos populares. Defeitos maiores? Uns de erros de projeto (como coxins que se desgastam prematuramente), mas que não comprometem a boa qualidade (e se um dia eu descobrir que existe alguma gambiarra que deixa a coisa melhor que a de fábrica, aplico-a em minha viatura), outros de nosso maravilhoso piso (recentemente tive de trocar dois amortecedores dianteiros com menos de 10 mil km de montagem das peças novas, porque um deles vazou). Seguro? Bem em conta, até porque é carro pouco roubado (fora que mantive no painel o som original, que é específico). A única vez em que alguém tentou arrombar o veículo, os sinais exteriores do ocorrido demonstravam ser obra de craqueiro, que sequer conhece os carros como conheceria um ladrão mais profissa capaz de distinguir um som específico de um DIN genérico. Além disso, de graça as pessoas olham para meu velhinho com aquele olhar de "tá patrão, hein?", ainda que em qualquer outra parte do mundo fosse só mesmo algo para levar do ponto A ao B.

    Em suma, em sete anos que tenho esse carro estou gastando muito menos que os oito em que tive um pequeno das Quatro Grandes. Inconveniente maior mesmo só o fato de atualmente um carro médio em São Paulo estar tão difícil de estacionar quanto seria fazer o mesmo com um Landau na mesma cidade, só que nos anos 1980.

    • riccorreasp

      Vectra ou Astra?

      Arrisco que se trate do Vectra B.

      • AF1979

        Meu carro atual é um Civic de sétima geração. Meu anterior foi um Corsa B. E o Civic, mesmo mais caro e com mais peças importadas que o Corsa, me dá menos gastos de manutenção (mesmo quando se fala em adquirir peças, uma vez que são eventos bem mais espaçados que os de um Corsa e a rede Honda vende as peças a um preço bem camarada), bebe menos e é bem mais confortável. Claro que há coisas de que sinto falta e que eram melhores no Corsa, como a qualidade da iluminação, a potência dos freios e o acerto da suspensão (e isso porque tinha um prosaico eixo de torção atrás e ausência de subchassi na frente).

    • kkduu

      tenho um New Fiesta e é tipo isso mesmo. Como moro em Fortaleza Ce , tudo é bem mais perto que uma Grande Sampa ou Rj. Mesmo assim é porai mesmo dependendo da cidade.

  • FernandoC95

    Carro é igual a filho.

  • https://www.facebook.com/pedro.alcantara.35574 Pedro Alcantara

    Já fiz essas contas várias vezes, e realmente chegam perto do que o texto cita, e se não for ainda pior em termos de desvalorização, dependendo do carro adquirido.

  • Wendley

    Desvalorização não é custo (não se tira o dinheiro do bolso mensalmente para isso).

    • redivo

      Não é custo, mas vai lhe custar na hora de vender (que é o que todo mundo faz: vende com até 5 anos de uso), sendo que além do financiamento que vc paga e nunca acaba, tem a desvalorização, então logo vc perde duas vezes.
      Se vc investisse essa quantia por mês na poupança, iria mudar de idéia rapidinho.

    • Andre

      Nao? Quando voce transofrma o carro em dinheiro voce vai ver se nao é…. com um carro por 20… vende depois por 10, os outros 10 foram pra onde ?

    • tasatanazio

      na contabilidade final é custo
      dinheiro não evapora, se vc teve perda, é custo

  • Diego

    O carro diz muito a "personalidade" e "carater" da pessoa !!!

  • Fer.P

    o custo hj de vc andar com uma camionete a diesel 4×4 (s10, ranger, amarok, hilux, actyon spots, frontier, l200) é em torno de 20mil por ano entre seguro, ipva, manutenção e desvalorização. Meu tio comprou uma s10 lt 4×4 aut só que ela só fica na garagem e as vezes minha tia anda com ela, pq ele agora só vai pra fazenda de uno pois é um carrinho muitoooo barato de manter, e meu pai ta estudando de ano q vem fazer a mesma coisa

    • thales_sr

      Comprou o carro pra enfeitar a garagem… rsrsrs
      Se tá com tanta grana sobrando, manda seu tio comprar um presentinho pra ti…

  • Educhs

    Perceba que R$ 53 mil de 3 anos atrás hoje valeriam R$ 42,6 mil estimando uma inflação de 7% ao ano. Logo a desvalorização do carro em si não é R$ 13.839, mas sim R$ 3,5 mil. Tirando esse valor excessivo nas lavagens o gasto fica algo próximo de R$ 19.600 ou 544 por mês fora a gasolina. Mesmo assim é um gasto bastante elevado.

    • Andre

      A desvalorização que ele falou acho que é a depreciação… voce nao vende por 42 mil um carro de 53 mil 3 anos depois…

  • wislenramos

    Pára o mundo que eu quero descer! rs

    Mas é isso aí, além de ser um bem de consumo o carro consome boa parte do nosso orçamento. manter um carro não é pra qualquer um. E infelizmente, a tendencia é piorar ainda mais!

  • kikofar

    Essas contas acima, apesar de lúdicas no aspecto de mostrar a muitos como se calcula o gasto com um veículo, diferentemente do que os incautos acham que é 'só a prestação e a gasolina', enfim, elas não podem ser generalizadas como 'média'. Os parâmetros mudam consideravelmente para alguns casos e muitos para outros.

    Seguro: vai do perfil e da região onde o dono mora. O que é 4.000,00 R$ numa praça por uma apólice completa, numa outra é 2.000,00 R$ para o mesmo perfil. Tinha uma Parati quando morava no interior de SP. Em SP capital algumas seguradoras já nem faziam mais apólices para esses carros conforme me disse meu corretor. Quando me mudei pra Brasília, renovei por um preço 40% menor do que quando morava no interior paulista. Sem falar nas modalidades de seguro que podem e devem ser adequadas para cada um. Meu carro do 'batidão diário', um Corolla 2000, é um carro pouco visado para roubo. Além disso, em todos os 4 locais onde trabalho eu tenho estacionamento fechado. Por isso, seguro eu só faço contra terceiros (carros e pedestres).

    Uso diário: mesmo usando todo dia, não rodo mais do que 40 km na média por dia. E isso se reflete nas revisões (2 no ano somente) e no combustível (1 tanque a cada 9 dias, na média).

    E, por fim, não concordo com a consideração de que a desvalorização, um valor não real em si, ser colocado como um valor real, como se vendêssemos o carro todo o ano. Eu disse num outro post acima e repito: o prejuízo (ou o lucro) de um investimento qualquer só é de fato realizado quando você troca o bem/produto por moeda em espécie. Agora, e se o dono resolver ficar com o carro pelo resto da vida? E se o carro que ele comprou adquiriu placa preta após 30 anos ou se ele achou um aficcionado pelo modelo e quis pagar bem mais do que vale na 'tabela'?

    • zeuslinux

      Realmente o custo muda muito dependendo da região onde se mora.

      Eu diria que em cidades grandes do tipo de São Paulo e Rio de janeiro, onde é comum ter que pagar:

      - estacionamento para se parar em qualquer lugar, onde se paga estacionamentos de 10, 20 e até mais reais em um simples passeio no Shopping

      - estacionamentos mensais para o carro quando não se tem vaga de garagem no imóvel ou quando não é em número suficiente (casos comuns nessas cidades)

      - IPVAs acima da média brasileira e ainda temos que fazer vistorias anuais do carro (e até para isso é preciso pagar)

      - seguros com valores acima da média nacional por causa do índice alto de criminalidade

      o custo de ter qualquer tipo de carro, até mesmo os mais simples e velhos, está exorbitante.

      Eu moro no Rio de Janeiro e só consigo ter um carro porque também ganho acima da média nacional, tenho apto próprio com 1 vaga de garagem e moro perto do trabalho (gasolina não é o custo mais alto para mim). Além disso, por ter mais de 40 anos e por ser cuidadoso na direção, já não pago tanto seguro como antes.

      Enquanto isso, parentes meus que moram no interior do estado, têm 4 carros na garagem (de casa grande, que cabe tudo), estacionam em qualquer lugar da cidadezinha sem pagar nada, não têm nem shopping para ir (e muito menos para cobrar estacionamento), não precisam fazer vistoria e gastam pouca gasolina ainda por cima (a cidade é um ovo)…

    • Andre

      Rapaz… voce voce sabe que qualquer equipamento tem que levar em consideraçao a desvalorização sim, nao sou contador mas qualquer bem voce conta a depreciação… se tu nao vende no 1 ano voce vende no 2…3…4…5… o custo do carro envolve o que ele vale em dinheiro. Se tu passa 30 anos com carro e virar placa preta e achar um aficiniodado nao tem como comparar co preço de um carro quando comrpou. Um senhor comprou um opala a 30 anos por um zilhao de cruzeiros, ficou com carro hoje e um doido pagou 30 mil reais, e ai qual foi o custo desse carro ? Vai descobrir como ? sejamos plausiveis.
      A Conta é bem real e eu comprovo isso, tratamos de o caso de um custo de um carro por 3 anos e no final a pessoa vende esse carro.

      • kikofar

        Olá André! Seus argumentos são válidos, mas não posso considerar como custo algo que na realidade não sai do bolso. Na prática o dinheiro não saiu, A NÃO SER, que o carro tenha sido vendido e aí o autor do post veio e colocou aqui sua experiência. Daí eu passo a concordar com você.

        Abração.

    • tasatanazio

      na contabilidade é uma forma de calcular, vc faz o lancamento ano a ano para o relatorio ciap
      o reporter fez a media

  • https://www.facebook.com/ejras1978 Eduardo Jorge Da Rocha Alves da Silva

    Acho que posso trazer a luz um caso prático: em 28 de abril de 2011 comprei um Corsa Maxx 1.4 por exatos 35.000, e todo e qualquer gasto (até gasolina do tanquinho) tem sido registrado em uma tabela). Desde então rodei, até hoje 93071km, tendo consumido 6737,92l de álcool e 1758.18l de gasolina, num total de R$ 16.849,06 em combustível. Em manutenção (revisões no primeiro ano, óleo, filtros, palhetas, 4 amortecedores, 4 pneus, lavagem, balanceamento e o que mais) gastei R$ 8.204,53. Em documentação e seguros (sem multas) foram R$ 7.485.71.
    Assim, por mês (tomando 27 meses), são 3470km, R$ 624,03 em combustível, R$ 303,87 e em documentação R$ 277,24. É uma verdadeira família.

    • WillianPg

      Serio mesmo que em 27 meses vc já trocou os pneus?!

      • Lisboa_Rafael

        Só uma troca de pneus em 93071Km, deve ser no Sudeste, em Brasília ou outro lugar onde a qualidade das vias é menos pior e permite que o pneu rode assim.

        Aqui norte do RS, em Nonoai, com estradas degradas. ruas de pedras irregulares, estradas de cascalho entre alguns município ainda menores, um pneu que dura 40.000 km é coisa de outro mundo.

  • Andre

    Acho que posso ajudar nessa conta..
    Comprei uma Tracker 0km em 2009, cada centavo de estacionamento, gasolina, manutenção, ipva, seguro anotei. Bom, juntei esse valores de Janeiro de 2011 pra ca.
    Soma dos custos…nao é total desde 0 km é De 01/2011 a 08/213
    Manutençao IPVA Seguro Estacionamento etc.. R$ 21.900
    Gasolina R$ 13800
    em 33 meses da média de R$1081/mes sem colocar a desvalorizaçao, rodo por volta de 30km dia e por volta de 2000km em viagens cada ano,

  • Andre

    Nao entendo essa dificuldade das pessoas aceitarem que desvalorização é um custo…
    Tudo bem, voce so sente quando o carro vira dinheiro, numa entrada, numa troca, numa venda…
    Gente estamos falando de custos de dinheiro, 99% das pessoas trocam de carro com frequencia e na mesma frequencia vendem seus carros
    Pego 20 mil compro meu primeiro carro, vendo em 3 anos por 10
    Compro um carro de 30, usando 10 de entrada e vendo por 20
    Compro um carro de 40, usando 20 de entrada
    So nessa já foram 10mil+20mil que se perderam e tenho um carro de 40 que vale 30.
    Nao vendi meu carro por 30 entao nao assumi prejuizo mas perdi 30 se o dinheiro tivesse parado debaixo do colchão e tivesse simplesmente comprado o de 40 sem ter 2 carro antes
    Esse 30 se nao é custo é o que o dinheiro virou poeira, isso porque nessa conta nem entrou custo de oportunidade, poderia ter aplicado dinheiro.
    Carro é custo, depreciação tambem.

  • Diegorji

    Eu gasto por volta de 900 Reais com gasolina com meu Focus 1.8 16v, mas a quilometragem por mês é por volta de 3000 km. Sempre estou na estrada e costumo ir a grandes distâncias. Vou comprar um City car com Kit Gás, minha despesa irá reduzir imensamente com gasolina e manutenção.

    • tasatanazio

      em compensacao ultrapassagens e conforto na estrada vão ser bem piores, tempo de viagem maior

  • Dinho

    Por isso prefiro o Cruze, cuja manutenção é 10.000km ou 1 ano, e não 6 meses, como a da Ford que te forde!

  • Jamille

    Lavar o carro por 20,00??? Me diz onde que eu vou lavar só lá.

    • Lisboa_Rafael

      hehehehe em Nonoai no norte do RS, mas nos lugares de bom serviço já está R$25.

  • Eduardo

    As revisões acabam ficando mais caras, pois aquilo é o básico (sei pq tenho um Focus 1.6 GLX) sempre colocam mais coisas pra fazer na revisão.

  • Lexus GS300

    Manter um Ford Focus no brasil deve ser muito mais caro que manter um BMW 7Series nos EUA.

    • PEDRO_HAWK

      Eu que o diga. Vou fazer a revisão de 48 meses e olha só as facadas da concessionária:

      Pastilhas (dianteiras e traseiras): R$ 850,00
      Óleo do Motor (1 litro): R$ 49,00 (essa eu quase morro de rir)
      Correias, tensores, esticadores, polias: R$ 1.100,00
      Troca de óleo do câmbio AT: R$ 800,00

      Mas como não sou besta, farei tudo fora da concessionária.

      • Lexus GS300

        Me lembro de um video postado pelo Alexandre ADG falando da junta de tampão do cabeçote do Focus modelo ZETEC 16V. O produto era importado e custava na Rede CSS R$ 230,00. No exterior a mesma peça custava apenas US$ 20,00 nos EUA. Na Europa por ser lá produzida, custava em torno de US$ 12,00 O ADG importou a peça e gastou apenas R$ 50,00. Desculpe o que vou dizer PEDRO. Esse país é uma ….

  • Lisboa_Rafael

    Todos sabemos que no Brasil, carro, por ser tão caro, é considerado um bem, um patrimônio. Se este bem perde valor e você tem de pagar este valor ao trocar o carro por outro, sai de seu bolso, então, se você tem que pagar, é, de fato, custo.

    Sobre a desvalorização ser ou não um gasto, reforçam a tese os seguintes:

    Alciderlei• 19 horas atrás
    A desvalorização/depreciação é um gasto não monetário mensal, a tabela esta correta. Apesar de não ser um desembolso é uma despesa inevitável para qualquer imobilizado.

    Andre• 15 horas atrás
    transforma o carro em dinheiro e me fala para onde foi esse dinheiro (a diferença do que pagou pro que vendeu) o texto so distribuiu isso por mes.

    Dinho• 13 horas atrás
    É impressão sua…
    O seu carro não desvaloriza… Nos próximos anos ele deve até valer mais do que hoje.
    Aliás, o pessoal vai te dar um troco quando você for pegar o próximo zero km.
    Mas se eles te pagarem menos, vai uma dica…
    Junta numa conta o valor da desvalorização, que você não vai precisar financiar em 96 meses a diferença a pagar, valeu?

  • Rodrigo

    O IPVA e o DPVAT deveriam triplicar. Tiraria muitos carros e motos (desnecessários) da rua.

    • Car

      Já eu acho que deveria quadriplicar. Mas só para pessoas como vc que acham de deveria aumentar esses impostos e taxas. Já que vc concorda com o aumento vc que pague mais.

      • Lexus GS300

        Sou sim a favor que esses impostos quintuplicassem para os modelos em PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO, mas que se mantivessem no patamar justo caso o antigo estivesse em estado IMPAR de conservação. Tributar só percebendo o ano é uma FORMA INJUSTA.

  • gringo_vtec

    Sem sair muito do assunto, comprei de um colega meu um Gol G3 1.0 16v.. o carro a princípio está ok, e parcelei ele no boca-a-boca, em 12x (10.200 reais, 850 por mês). A documentação para este ano está ok, já foram pagas todas as taxas.. então somente devo arcar com os custos de combustível + manutenção + parcela..

    Na opinião de vocês, considerando meu salário atual de 1600 reais, consideram uma boa decisão ter pego ele? (não tenho gastos com família, contas a pagar..). Um dos motivos desta escolha foi o pagamento rápido, e sem juros, pois aqui na minha região, se for comprar em loja, sem entrada, você paga aproximadamente 48x de 400..

  • tasatanazio

    outra vantagem para investir em carro usado, desvalorizacao é bem menor, se fizer uma boa compra ainda ganha na revenda e abate das outras despesas com o carro

  • luizfduartejr

    Com um Mercedes Classe A 1999 que eu tinha meus gastos anuais com manutenção eram de R$2.500,00 e atualmente com um Fiat Punto 2009 baixou para R$1.100,00 pelo fato do carro ser mais novo e a manutenção mais barata.

    Não tenho seguro, mas somando IPVA, DPVAT, combustível, uma lavagem mensal e prestação do financiamento, a conta acima parece bem plausível para mim.

  • jonasperola

    Diante da tal situação aqui nesse país da complicação de se ter um carro e ainda para manter, prefiro ter uma moto a ter que depender de taxi ou onibus, da minha casa no trabalho da 1 Km, trabalho / casa, hora do almoço (aliás tenho 1 hora) mais 1km, fim do almoço de volta ao trabalho mais 1km, fim do expediente mais 1 km. Total 4 km por dia, 5 dias por semana ou seja é um Deus nos acuda se eu não tiver um meio proprio de se locomover, e sai mais em conta se eu tivesse um carro.

    • gringo_vtec

      Nesse caso vale mais a pena ir a pé pro trabalho.. Eu fazia isso, demorava uns 15 minutos..

      • jonasperola

        É meio nessa base mesmo o tempo de 15 minutos pra se percorrer 1 km, mais pra mim é complicado, seria 15 min do trabalho até em casa pra almoçar, mais 15 min pra voltar, ou seja é o tempo de almoçar sem fazer muita cera e voltar pra não chegar atrasado. É uma dica interessante.

  • André Campos

    É interessante analisar que quase METADE do custo tem a ver com a DESVALORIZAÇÃO do carro.

    Ou seja, pagamos muito pelo bem e se não bastasse, ele nos tira muito dinheiro, rápido. Por quê? Por termos muitas pessoas dispostas a pagar caro pelo carro novo. Assim os carros usados desvalorizam rápido (10% em cima de 50 mil, é 5 mil! se custasse 25 mil, desvalorizaria 2,5 mil, seguindo a mesma lógica)

    Bom, já que consideraram o valor de desvalorização do carro, sugiro considerar também o custo do dinheiro "parado".

    50 mil, sendo aplicado no tesouro direto, por 3 anos,
    que da um retorno líquido de 10,5% a.a, menos inflação – % 5,5
    ou seja 5% ao ano,
    ou seja R$ 2500 ao ano,
    ou seja R$ 7500 em 3 anos, elevando a soma para quase R$ 39 mil!