Lançamentos Pickups Ram zslider

RAM 2500 2016: Impressões gerais e ao dirigir

ram-2500-2016-NA (3)

A RAM 2500 2016 é atualmente a única picape do segmento americano chamado full size no Brasil. Classificada como um caminhão, a picape da FCA chega ao país com preço sugerido de R$ 249.900, ostentando tecnologia embarcada, luxo, força, versatilidade e muito conforto.

Imponente, a RAM 2500 2016 adota vários itens que antes eram opcionais e também alterações de estilo mínimas, mas bem perceptíveis. Os faróis agora possuem projetores, mas continuam sendo halógenos.

A frente é robusta e conta ainda com enorme grade cromada, assim como um vistoso para-choque dotado de ganchos para reboque. Faróis auxiliares completam o conjunto. Nas laterais, as novas rodas de liga leve aro 18 polegadas têm pneus 265/70 R18 e são igualmente cromadas. De série, os estribos facilitam a entrada na RAM 2500 2016, que é bem alta.

ram-2500-2016-NA (9)

Maçanetas cromadas apresentam botões para entrada sem o uso de chave, enquanto os retrovisores (também cromados) possuem repetidores de direção, rebatimento elétrico e desembaçador. Outra novidade importante é o RAM Box, um conjunto de dois compartimentos estanques localizados nas laterais da caçamba de carga.

Estes são travados eletricamente e acionados por botões, cabendo 132 litros em cada um, eles podem armazenar alimentos ou bebidas em gelo e ainda contam com dreno e iluminação. A caçamba de carga apresenta um bom volume e vem com extensor de carga, que é bem leve e pode ser montado apenas com uma mão, fixado sobre a tampa aberta. Assim, pode-se colocar objetos maiores que o volume original, por exemplo, motocicletas.

A tampa da caçamba é leve e vem com câmera de ré, além de detalhes cromados. As lanternas têm boa aparência, mas não são em LED. O para-choque cromado tem sensores de estacionamento, também presente na frente, assim como conectores de força para reboque e engate retrátil. O escape é em aço inox e de bom tamanho.

ram-2500-2016-NA (24)

No interior, a RAM 2500 2016 esbanja o luxo típico das picapes americanas e muito conforto. Com pacote da versão Laramie, o modelo tem ambiente em tonalidade marrom e bege, embora haja opção mais escura. Há detalhes em madeira, mas poucos cromados. Sem firulas, o visual não tenta imitar um carro, sendo voltado para quem precisa de espaço e comodidade, mas com certa rusticidade e praticidade no uso pesado.

O volante multifuncional tem acabamento em couro e apenas ajuste em altura. Na coluna fica a alavanca do câmbio, que é pouco macia e ainda apresenta um seletor de mudanças manuais, nada prático. O cluster é amplo e nos faz lembrar dos clássicos dos anos 80, tendo inclusive voltímetro e manômetro do óleo. O display TFT é a parte moderna do conjunto, tendo inúmeras informações, que podem ser personalizadas pelo motorista.

Na parte central, o painel conta com multimídia Uconnect, cuja tela tem 8,4 polegadas e é sensível ao toque. Ela apresenta várias funções, inclusive aquecimento e ventilação dos bancos elétricos, ar condicionado, aplicativos exclusivos, mídia, rádio, telefonia, navegação GPS, câmera de ré, entre outros. As conexões USB (2), iPod, SD e CD (não há opção de DVD), ficam no novo console central, que conta com porta-objetos maior.

ram-2500-2016-NA (20)

Há dois porta-luvas e vários espaços para copos, garrafas e até lanches. O ar condicionado é dual zone e mais abaixo dele ficam alguns comandos interessantes, entre eles o Tow/Haul, que é o controle dinâmico de reboque. Este altera até as mudanças de marcha, rotação do motor, freios e ESP de acordo com o reboque a ser puxado. O sistema de som premium é da Alpine e tem até subwoofer.

Ao lado fica o freio-motor, que possui dois estágios e ajuda na redução de velocidade, poupando os freios. O seletor de tração 4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida ainda vem com a função Neutral, que desacopla o câmbio do sistema de tração. A partida é feita por botão e o freio de estacionamento é acionado no pé e destravado logo acima. Sensores de chuva e crepuscular estão presentes, assim como espelho eletrocrômico e vigia traseira com acionamento elétrico.

O acabamento é revestido em couro de boa qualidade e vem com duas memórias para o assento do condutor, além de regulagem lombar elétrica. Na traseira, o banco também tem aquecimento individual para os passageiros laterais e três lugares, tendo ainda difusores de ar e tomada 12V.

ram-2500-2016-NA (17)

Na frente, há até uma tomada de 115V. Fora isso, existem dois porta-copos no assoalho e mais dois no apoio de braço central. A novidade é o basculamento do assento (bipartido) para acesso ao compartimento inferior, bem como uma plataforma articulada que se converte em um piso plano, facilitando o transporte de objetos que não podem ir na caçamba ou de pessoas (ou crianças) de baixa estatura. Tudo pode ser feito apenas com uma das mãos.

O acesso dianteiro e traseiro é muito bom, já que as portas possuem ângulos de abertura de 85° e há práticas alças de mão. O espaço dianteiro é bom, mas o traseiro supera qualquer picape vendida no mercado nacional. É muito amplo.

ram-2500-2016-NA (10)

Ao volante

Morungaba/SP – A RAM 2500 2016 é classificada como caminhão, então, a habilitação necessária para guia-la é a “C”. Por essa restrição, o test drive ficou limitado às dependências do Haras Tuiuti, que apesar do nome é localizado em Morungaba, no interior de São Paulo. Equipada com motor diesel Cummins 6.7 de seis cilindros em linha, a picape entrega 330 cv (20 cv a mais que a anterior) e 104 kgfm (24% a mais).

O propulsor é muito forte e digno de um caminhão, podendo ser ligado de forma remota através da chave eletrônica. Ele não tem respostas rápidas quando comparamos com as picapes médias, que geralmente têm motores de até 3.0 litros. No entanto, quando pega o embalo, o Cummins 6.7 mostra que pode andar muito. O câmbio automático de seis marchas tem mudanças até macias para um veículo desse porte, extraindo muito da performance do enorme motor.

ram-2500-2016-NA (29)

Na pista, é necessária alguma atenção em relação as entradas e saídas de curva, dado seu enorme tamanho, bem como altura. Os controles de tração e estabilidade agem muito bem, garantindo que mesmo em curvas mais fortes, o veículo mantenha a trajetória. A RAM 2500 2016 surpreende nesse quesito. A capacidade de frenagem também é enorme, parando em pouquíssimos metros após 80 km/h.

No fora de estrada, o comportamento é muito bom, tendo um bom ajuste entre conforto e estabilidade. Com eixos rígidos na frente e atrás, a RAM 2500 2016 não deve ser encarada como um carro de passeio. Mesmo assim, garante uma boa dirigibilidade. Devemos lembrar que a resposta ao terreno melhorou com a introdução de molas helicoidais na traseira.

ram-2500-2016-NA (33)

Mais potente, a RAM 2500 2016 teve a capacidade de reboque ampliada de 5.500 kg para 7.750 kg, mas a capacidade de carga divulgada é de 1.030 kg. Pode-se rodar tranquilamente em modo 4×2 mesmo em estradas de terra. A direção hidráulica é bastante leve e o raio de giro é bom.

No 4×4, engatado até 100 km/h, o modelo entrega um controle muito maior ao condutor. Por fim, no 4×4 com reduzida, a picape esbanja grande capacidade de tração, saindo de lamaceiros e terrenos muito ruins com facilidade. Em todo o tempo, o nível de ruído é adequado para sua proposta.

ram-2500-2016-NA (18)

Com estimativa de vender 1.000 unidades em 2016, a RAM pretende vender a 2500 em 48 dos 200 concessionários Jeep no Brasil, que também comercializarão as marcas Dodge e Chrysler. Além desse modelo, a marca americana estuda a introdução da RAM 1500, que aqui seria vendida na versão EcoDiesel com motor VM Motori 3.0.

Se realmente chegar, a RAM 1500 será uma rival poderosa para as picapes médias mais caras do mercado. Afinal, as picapes RAM são produzidas no México e chegam com isenção de IPI majorado e imposto de importação. Preço? Quem sabe R$ 199.900?

Galeria de fotos da RAM 2500 2016:

Viagem a convite da RAM.





  • Boa caminhonete, porém o preço, o tamanho e o fato de ser classificada como caminhão (só pode rodar a até 80km/h nas estradas brasileira), limita demais o uso.

    • Jackson A

      HAHa, como se alguém respeitasse esse limite de 80… o que passo sempre que vou viajar, negocio infernal.

    • Mario

      Verdade, nem as carretas respeitam os 80km/h. O negócio é o seguinte, se ganhar na mega hoje, compro uma dessa, porque ultimamente não costumo passar dos 100, se não ganhar, espero a Toro a diesel, fazer o que!?

      • Rodrigo

        Se eu ganhar na mega sena hoje, compro uma dessas também, mas lá nos EUA.
        Ganho hoje, segunda-feira já estou lá…

        • gveralonso

          kkkkk Pois é.

      • Pedro Rocha

        Se eu ganhar sozinho na Mega Sena estes serão meus carros de acordo com a função:

        Eventos sociais: Mercedes Maybach S600
        Diário: RAM 3500 Laramie Limited
        Sítio: Brabus B63S
        Viagens: Kenworth W900L 6×4

        Se tudo der errado, continuo esperando a Toro diesel AT9 4×4 para caber na vaga do apartamento.

        =D

    • pedro rt

      tonto e aquele q obedece a lei ja q e tudo manipulado pelo comunismo e q eles escondem a verdade sem ninguem saber… eu so obedeço qdo vejo o radar, nao vendo ando na velocidade q eu quiser

  • octavio cesar godoy

    Se vier a 1500 eu compro sem duvidas

    • Pedro Rocha

      Desde março esse rumor está correndo em certos sites automotivos brasileiros e agora está cada vez mais forte.
      Creio que a FCA esteja focada na Toro e na 2500 até o fim do póximo semestre no segmento de picapes e vai analisar a recepção da mesmas. Mas pode ser que no 2º semestre a 1500 apareça no Salão de São Paulo e passe a ser vendida oficialmente.
      Acho que se quisessem trazê-la agora, teriam-na apresentado junto com a 2500 até para economizar em marketing.

  • Assuero Queiroz

    Com Hilux a R$190.000, R$250.000 [+31%] até que não está tão caro…

  • Assuero Queiroz

    Se ela precisa de categoria ‘C’, será que tem isso:

    • wagner

      Sim. Vai precisar adaptar o tacógrafo em algum lugar no painel….e detalhe, como é classificada “caminhão” tem que trafegar sempre pela faixa da direita e passar nas balanças em rodovias, se não entrar toma multa por evasão e também tem que passar “por dentro” dos pátios de divisa de estado para fiscalização de impostos para veículos de carga….nos dois casos é só passar e ser liberado, a menos que esteja transportando algum volume na caçamba aí o fiscal pode solicitar a documentação dos itens transportados…..com certeza será uma chatice pegar rodovias com essa RAM….aqui em SP deverá trafegar sempre pela direita nas marginais e respeitar o rodizio de caminhões….

  • Jeremias Flores

    Sempre curti essa pickup! que bom que retornou

    provavelmente é estratégia de mercado manter os logos da Dodge e não adotar os da RAM como nos EUA.

    particularmente, prefiro assim.

    • Adrian

      Nos eu, ela também vem com os logos da dodge.

    • Piantino

      Qual é o logo da Dodge e qual é o logo da RAM? Pelo que eu sei a logo que está nessa aí da foto é o logo da RAM.

      • Jeremias Flores

        essa é com o logo da RAM

        • Edson Fernandes

          Só um detalhe: Essa não é a “nossa” RAM Laramie, essa é a Laramie Limited que é ainda mais completa!

          • Jeremias Flores

            sim, exatamente com diz na legenda da foto.

            mas eu, não curti essa grade e nem esse logo gigante na tampa.

            • Edson Fernandes

              Hheehehehe eu também não, mas pelo mundo de coisas que ela oferece eu nem ligaria…rs

  • JMG

    Se a 1500 vier…..vai abocanhar o mercado das picapes médias nas versões tops.

  • V12 for life

    Não gostei dessas Ram box, diminuem muito a caçamba sem elas não seria necessário um extensor para levar uma moto, de resto é perfeita.
    A1500 se realmente vier é muito mais interessante pois deve segurar o preço das médias, e tendo boas vendas deve estimular a concorrência.

    • Gabriel M. Vieira

      Mas e os caras que vão comprar pra ostentar, encher de “mina” na caçamba ouvindo funk e os boxes cheio de cerveja, “uisqui” e outros destilados de procedência duvidosa? Como ficam?

      • Rodrigo

        Vão de RAM 2500 para a Tomorrowcrent, Xesuuuussss… Cheio de Redbull na Rambox!

        • Gabriel M. Vieira

          Hahahahahahaha! Já pensou, eu não duvido de nada!

      • Master_731

        Sem contar aqueles que colocam “clube do jipe”, mas só andam com o carro de casa pro shopping

    • Jeremias Flores

      Gosto do Ram Box, mas acho que podia ser um opcional.

  • Junoba

    Totalmente fora do poder de compra do consumidor comum. Só mesmo pra político e empresário.

    • Bonafide

      Olha 250 mil realmente é muito dinheiro no Brasil.
      Só que gente que se dedica ao estudo e ao trabalho de maneira séria consegue comprar com certa facilidade um carro de até uns… sei lá, 180 mil reais. Eu tô falando de gente que não tem condições de fazer uma faculdade particular e consegue passar no ENEM em Medicina, por exemplo. Isso é para poucos… Para quem realmente quer vencer na vida.
      Gente que se forma em outras áreas, como engenharias, e se dedica bem além dos demais, tanto na sua própria formação, quanto diante da empresa, para, mesmo contra o senso geral de ficar na mediocridade, fazer um papel diferenciado e vencer na profissão… Gente que se forma em Direito e estuda para concursos como Receitou a Federal e outros, nos quais 50 mil candidatos disputam algumas poucas vagas para ganhar 25 mil reais por mês… Ou mesmo gente que empreende e simplesmente tolhe os horários de descanso, vivendo um longo período da vida somente em prol do trabalho, para futuramente colher os frutos de toda essa dedicação…

      Claro que tem gente que enriquece ganhando na loteria, recebendo por herança, mas são situações sobre as quais não temos o poder de agir, logo não devemos focar na “fortuna” (sorte/azar) esperando obter resultados. É necessário traçar as metas a partir da “virtù” (habilidades pessoais) e trabalhar duro, que certamente algum bom resultado chegará.

      E não pense que políticos ricos são incipientes… Boa parte deles estudaram muito a ciência política, jurídica, social, a psicanálise etc. Veja que o Sarney é membro da Academia de Letras, que o Collor é absolutamente culto e tantos outros exemplos… Como eu disse: pode ser sorte (ex: Tiririca), mas não é a regra.
      Cantores sertanejos milionários são resultado do empreendedorismo. Há, por trás deles, investidores experientes e convictos do que estão fazendo, injetando dinheiro nos potenciais sucessos comerciais (é preciso trabalhar, ter experiência para entender como a sociedade se comporta diante dos lançamentos no mercado).

      Em resumo: é preciso trabalhar duro para conseguir as coisas. Nada cai do céu… E o que eventualmente cai, não está no nosso controle.

      • Considero que estudo é importante. Mas do meu ponto de vista o sucesso vem do risco. Quantos investem 50 mil em um negócio (uma loja qualquer por exemplo ) e 3 anos depois tem 5 filiais. Vejo muito jovem estudante sem vocacão para riscos mesmo que baixos. Lembrando que até formados ganham salário baixo. Quanto mais risco você correr na vida maior pode ser o tombo, mas se não cair (ou aprender a se levantar várias vezes ) maior é teu sucesso. As vezes você até encontra profissionais competentes, um arquiteto , por exemplo , ele pode ser criativo mas se não tiver seu próprio escritório não vai se destacar tanto trabalhando para outro. O grande problema é que muitos preferem comprar um carro de 100 mil ou investir esse valor num negocio próprio. Questão de risco. Opinião pessoal.

        • Bonafide

          Eu pude verificar que vc está falando do conhecimento adquirido por meio da experiência… Sem dúvida tem um grande valor. É mais o exemplo dos profissionais liberais e autônomos, penso eu. ( e se coaduna com o que estou dizendo, pois depende de bastante trabalho e esforço )
          Mas eu não concordo totalmente.
          Eu vejo, por exemplo, advogados muito bem sucedidos em 2 planos bem definidos: 1. Aqueles bem antigos (já nos seus 60, 70 anos de idade) com o nome consolidado no mercado empresarial e com clientes fieis; 2. Novos (30/35 anos) altamente qualificados que despertam a atenção das empresas, mas são pessoas já com mestrado fora do Brasil, doutoramento etc.

          Essa questão do risco, que eu chamaria de coragem, sem dúvida é uma grande virtude… E eu penso que um jovem que se dedica o ensino médio inteiro e mais uns 2 anos de estudos para passar em Medicina numa federal está arriscando. Está fugindo do padrão, abrindo mão da vida que os outros colegas levam. O resultado é alcançável, mas na verdade é incerto… Ele pode não conseguir, e aí a frustração vai ser mil vezes pior.

          Mesma coisa o arquiteto. Ele está empregado, ok. Aí junta seus primeiros 100 mil e resolve abrir seu escritório… Mas nada disso tem valor se ele não for qualificado – e muito bem qualificado – para fazer bons trabalhos para os futuros clientes.
          Claro que o conhecimento empírico e a experiência ao longo dos anos são um grande diferencial, mas ele precisa estar de acordo com as novas tendências artísticas, novas tecnologias, novos métodos de trabalho… Ele precisa LER, sentar e PESQUISAR…

          Eu não vejo um arquiteto de grande sucesso nos próximos anos sem dominar o pós-modernismo, que não é nada mais do que pura filosofia.

      • Pedro Rocha

        Ou cortar fora o dedo mínimo esquerdo, parasitar sindicato, trair os colegas junto ao patrão, colaborar com o DOPS para abafar Brizola e depois usar o Partido para dominar o país, roubar e enriquecer.

        • Bonafide

          É um caminho… E deu perfeitamente certo… Cada um tem seus objetivos e faz as suas opções.
          O campo político é cheio de sujeiras, mas não é por isso que é um caminho fácil. Preguiçosos não se dão bem…
          É um lugar onde pessoas com muita habilidade de relacionamentos (e bons conhecimentos em ciências políticas, psicologia e psicanálise, além da própria filosofia e do direito constitucional) costumam se dar bem.
          A política é altamente rentável e os lugares são disputadíssimos…
          Não sei se vc já teve a oportunidade de ter com um Deputado Federal ou Senador, mas eu moro em BSB e aqui sentimos os ares que envolvem esse campo social. Tenha certeza que 80% deles são pessoas altamente capazes dentro de seus objetivos e metas… Então nem preciso falar de um Presidente, seja ele qual for.
          Veja que sucesso financeiro e ética nem sempre caminham juntos mas, novamente, cada um traça seus objetivos. Vitorioso é quem alcança suas metas.
          (e aqui se pode afirmar que uma pessoa pobre [financeiramente] pode ser totalmente feliz e realizada, desde que o seu maior valor seja a ética, a distribuição justa de renda, etc e não se importe tanto com a capacidade econômica de adquirir bens de consumo) Cada um traça seu caminho (se adaptando às situações de sorte/azar sobre as quais não temos opção)

      • Marcelo Tavares

        Muito bom Seu Ponto de vista…

  • Bonafide

    Sobre a falta de agilidade inicial..
    Esse é o mau dos carros grandes e pesados, infelizmente. O meu carro que nem é tão pesado e tem uma boa potência (ix35 178cv) não arranca como um sedã ou hatch de motor semelhante… Depois de vencer as forças iniciais da física ele deslancha tão bem quanto, mas naquela primeira acelerada pra entrar no tráfego se nota um “buraco”.
    Assim também é com as caminhonetes… A Ranger 3.2 de 200cv anda que é uma loucura, mas numa ultrapassagem, naquela primeira pisada demora um tiquinho pra empolgar.
    Acho que os novos motores com turbinas entrando cada vez mais cedo não sofrem desse problema, mas eu vejo proprietários de Tiguan relatando o mesmo. É diferente do Jetta TSI, por ex.

    • Filipe Augustus

      No caso do Tiguan isso não é sentido muito, eu já dirigi um Tiguan (acho que 2011) e achei que ele anda bem, claro que não tanto quanto o Jetta TSI e o Golf GTI, mas anda bem melhor que outros SUV, um fato curioso é que o Audi Q5 com o mesmo motor com uns 15cv a mais e mais pesado, anda bem mais que o Tiguan!

    • joester

      Amigo, tenho uma ram 5.9 ano 2009 com turbina normal (nao TGV) e fico impressionado com o pulo que ela dá pra sair da inércia. Já a 2012 com TGV, me parece extremamente manca, demorando montes pra dar o “patasso”…

  • CyberSilvio

    Lembrando que de acordo a lei não há restrições para essa picape, como tacógrafo, pesagem e outras restrições tipicas de caminhão. Ela é liberada para andar na cidade. SOMENTE é exigido habilitação C pra cima, o que pra mim é totalmente justificável. No mais, tenho antipatia por esse carro, nos longos anos ao volante constatei que a maioria dos donos desse carro não respeitam ninguém no trânsito e ficam empurrando carro em rodovia, cortando de lá pra cá num rally no asfalto.

  • Mr. Car

    Tremenda camionete, ou caminhão, como queiram, he, he! Eu tenho a CNH “C”, faltariam os R$ 250.000.00. Mas supondo que tivesse dinheiro, queria mesmo é uma RAM 1500 Hemi V8 5,7 litros. Aí sim!

    • Pedro Rocha

      Tem importadoras disponibilizando esse modelo. Basta dar uma procurada no Google.

      • Mr. Car

        O problema não está na falta de importadoras. O problema está na falta de uma gorda conta bancária, he, he! Se a Mega-Sena resolver isto…uma importadora ganha um cliente.

        • Rodrigo

          Eu pegava o prêmio e dava adeus dessa bagaça de país. Ia ser feliz em outro canto…

          • Mr. Car

            É uma opção muito tentadora a se considerar. E se este outro canto fosse os E.U.A, nem precisaria dos serviços de uma importadora. Bastaria entrar em uma concessionária e assinar o cheque, he, he!

            • Rodrigo

              Acho a opção mais racional na atual situação desse país.
              Com o prêmio dá pra levar a família toda, nem precisa sofrer por saudade.
              E se bater a saudade do país lindo que temos, dá pra visitar nas férias.

    • Filipe Augustus

      Eu gostaria de ter uma SRT-10 CD =D

  • Rodrigo

    No meu prédio tem um na garagem. Não sei que ano é, mas é um monstro!
    Particularmente, não curto esse “caminhões” pra rodar na cidade.

    • Pedro Rocha

      Se a “cara” for parecida com a da foto acima, é de 2010 para frente (4ª geração); provavelmente ano 2012 quando foi trazida e vendida por cerca de 140K (pouco mais que uma picape média TOP de linha à época). Se tiver cara de Dakota, é no máximo 2009.

  • Rodrigo

    Sonho com uma dessas desde os 18 anos. E olha quem nem sou agroboy…

  • pedro rt

    duvido q vai ter gente deixando de comprar a RAM 1500 pra comprar uma HILUX SRX

  • Magno

    RAM sao lendas da Dodge .. um sonho antigooo meu … a versão 3500 com rodado duplo e rodinhas de caminhão me encanta

    • Matheus Marques da Silva

      2. Eu também! Lembro de ter visto há um tempo atrás nos EUA uma RAM com rodado duplo na traseira e uma espécie de coroa (tipo rasgadores das bigas romanas, que eu via nos desenhos da infância! hehe) nas rodas dianteiras. Ogro!

      • Magno

        Ah nos EUA esse tipo de pickup eh bem comum , todas as marcas tem … e sao lindas !

  • Baetatrip

    Linda pick-up!
    Pegaria facil para viajar pelo BR, Nao foi feito para rodar na grande cidades, so no interior onde as vagas sao livrementes!
    Conforto de uma bela sala adentro!
    Acredito que nao vai precisar de tacografo…
    So botar reboque para 2 jipes e la vou eu! heheheh

  • Bittencourt

    Pera aí….um caminhão (literalmente) com capacidade de carga de uma tonelada?
    Para que serve esse tamanho (e motor) todo, então? Apenas para grandes reboques?!

    • Luiz

      Carregar ela deve conseguir, problema deve ser estragar a carroceria, que provavelmente não foi feita pra carregar peso como as de caminhões..

      • Bittencourt

        Sim…continua inútil, servindo apenas para reboques, então…

    • Matheus Marques da Silva

      É que no mercado para o qual ela é originalmente destinada (norte-americano) a capacidade de tração é muito importante, visto que esses veículos eventualmente rodam com quinta-roda (pode ser equipada de fábrica, sendo um opcional) e trailers enormes (ênfase em “ENORMES”) para transportar de barcos a outros carros e/ou “trailer homes”.

      • Bittencourt

        Exato. Suas informações só corroboram e complementam o que falei.
        Um abraço.

  • BorisAWD

    “é que eu nao aguento o IPVA”
    kkk

  • CASSIO

    muito linda esta caminhonete , mas acho que a FCA errou em trazer a RAM 2500 pois a mesma tem que ter carteira tipo c limitando um pouco sua venda aqui ( O VALOR DE 250 MIL TBM LIMITA ) no lugar poderia trazer a versão RAM 1500 tbm com motor a DIESEL EcoDiesel com motor VM Motori 3.0 e com câmbio 8 marchas suspensão a ar e muito mais podendo competir com as médias daqui e lógico num valor melhor acredito que seria uma boa opção pro mercado .

  • Bem que a Chevy poderia trazer também a Silverado 2500 HD é a 1500, Estribos automáticos, cambio de 8 marchas, carregar celular sem fio entre tantos…



Send this to friend