RAM, a picape que virou marca

17/01/2016

dodge-power-ram

Dodge Power RAM

As origens da RAM Trucks, divisão de picapes e comerciais leves da FCA, remontam ao período da Dodge. Em 1972, a Fargo Trucks foi encerrada pela Chrysler, sendo uma marca que anteriormente vendia picape, caminhões e ônibus dentro do grupo, mas tendo a Dodge como sua concorrente interna.

dodge-ram-50

Dodge RAM 50

Após esse ano, as picapes da Chrysler passaram a ser reunida apenas sob a marca Dodge. Esta marca já dispunha de grande fama no mercado de picapes e veículos comerciais e tinha na Série D seu principal produto no segmento. A Série B oferecia somente vans e furgões.

dodge-ramcharger-patrol

Dodge Ramcharger Patrol

Em 1981, a Dodge renomeou os sucessores das séries D e B como RAM e Power RAM, respectivamente para tração 4×2 e 4×4. O termo significa carneiro, o símbolo usado pela marca desde 1933. As designações 150, 250 e 350 significavam o mesmo que na rival Ford Série F. Com motores seis em linha, V6 e V8, a Dodge RAM seguiu na primeira geração até 1994. Nesse mesmo período, a marca vendeu a RAM 50, uma versão da Mitsubishi L200 Triton de 1979 a 1993, em duas gerações.

dodge-ram-van

Dodge RAM Van

O SUV Ramcharger também foi produzido nesse período, mas surgindo originalmente junto com a última geração da Série D da Dodge, começando a ser produzido em 1974. O modelo teve duas gerações seguintes, em 1981 (ficando de acordo com a RAM) e de 1994 até 2002, também seguindo a picape.

dodge-rampage

Dodge Rampage

Já as vans e furgões da Série B da Dodge surgiram em 1971 e foram renomeadas RAM Wagon em 1981, quando já estavam na segunda geração. Esta foi feita até 1993, quando a terceira geração surgiu com estilo propositalmente próximo da picape RAM. Uma picape leve feita sob a plataforma L foi batizada de Rampage pela Dodge e feita entre 1982 e 1984.

ram-cv-tradesman

RAM C/V Tradesman

Em 2003, os modelos RAM Van e RAM Wagon saíram definitivamente de linha, sendo substituído pela Dodge Sprinter da Mercedes, sob a DaimlerChrysler. Uma RAM C/V Tradesman surgiu em 2012 com uma versão comercial da Dodge Voyager. Em 2003 surge a terceira geração da picape RAM. Esta durou até 2009, quando surgiu a atual geração.

ram-1500-rebel-3

RAM 1500 Rebel

RAM Trucks

No ano de 2010, após a falência da Chrysler e como processo de reestruturação da montadora americana, a Fiat decidiu separar da Dodge a divisão de picapes e comerciais leves, que passou a ser denominada RAM Trucks. O foco da mudança era atender aos consumidores reais de picapes e não aos casuais, que buscavam apenas estilo.

ram-promaster-2014-1

RAM ProMaster

A Dodge RAM, assumiu apenas o nome RAM e os numerais que classificam suas versões de peso e capacidade. No caso da Sprinter, retirada da lineup ainda na Dodge, a substituta natural foi a italiana Fiat Ducato, rebatizada de RAM ProMaster. Como já mencionado, a RAM C/V Tradesman era uma versão da Voyager, mas durou apenas um ano.

Ram ProMaster City 4

RAM ProMaster City

A ProMaster tornou-se o principal furgão, tendo em 2014 surgido a multivan ProMaster City, sendo esta o Fiat Doblò europeu. No mesmo ano aparece a picape leve RAM 700, vendida no México e importada do Brasil, onde é conhecida como Fiat Strada. Com o advento da Fiat Toro, existe a possibilidade desta conterrânea da 700 ser vendida como modelo 900 ou 1000.

ram-750-2

RAM 700

Brasil

Apesar de presença desde os anos 60, quando adquiriu as operações da Symca, a Dodge nunca produziu picapes da Série D no país. Em 1981, a filial brasileira foi adquirida pela Volkswagen e só nos anos 90, a marca retornou com sua linha americana, incluindo a já famosa RAM.

dodge_dakota_r-t

Dodge Dakota

A única picape da Dodge fabricada aqui era um modelo menor, a Dakota, que equivalia às rivais Ranger e S10, respectivamente de Ford e Chevrolet. Mas sua vida aqui durou pouco. Após a reestruturação, a RAM firmou-se como uma das marcas da Chrysler no país, oferecendo a RAM 2500, que aqui é classificada como caminhão.

ram-2500-2016-NA (6)

RAM 2500 Laramie

A RAM 2500 é importada do México e é o único produto da divisão por aqui. Também é exclusiva no segmento full size, já que a GM deixou de produzir há anos a Silverado, enquanto a Ford aposentou nos últimos anos a F-250, restaurando as variantes maiores da Série F, que nitidamente são caminhões leves.









  • Felipe

    Interessante a breve história da RAM. A história da marca escrita aqui tende a incluir mais um parágrafo no Brasil com a chegada da RAM 1500. Vamos aguardar.

    • Mr. Car

      Tomara. Uma RAM 1500 está de muito bom tamanho para mim, he, he!

  • Pedro Rocha

    Segundo informação da Auto Esporte, a importação oficial da 1500 está confirmada e o processo de homologação em andamento, devendo estrear no Salão de São Paulo desse ano.
    Falam em versões à gasolina, mas a FCA sabe como a banda toca no Brasil e certamente trarão a 1500 Laramie 4×4 Ecodiesel, para bater de frente com as médias TOP de linha.

  • joao vicente da costa

    Só uma correção: A RAM 50 não era uma Mitsubishi L200 “Triton”, mas somente L200.

  • Pedro Cunha

    Soa bem estranho ver um palio-picape no portfólio de uma marca que é praticamente patrimônio nacional norte-americano….
    Coisas de mundo globalizado….

    • RafaCtba

      Pra lá de estranho mesmo, principalmente associado a marca RAM, lembrada por todos por produzir enormes pick-ups.

    • Pedro Rocha

      Como já disse outras vezes, é o mesmo que escrever “Caterpillar” em uma enxada.

    • Leonardo C.

      Mas o palio-picape só é vendido no México ou dele pra baixo, nos States ela não está a venda

      • CignusRJ

        É vendido na Europa tb.

  • Luis Burro

    O q nao fazem pra tornar uma marca rentosa!

  • Armando

    Muito boa matéria, mas permita-me discordar de um ponto: Entre 1972 e 1975 a Dodge fabricou sim a pick-up D100 na fábrica de São Bernardo (que fabricava os Dart / Le baron, / Charger). Esta fábrica foi comprada pela VW em 1981. Infelizmente o modelo brasileiro nunca obteve sucesso frente à F100 e C10/C14.

    • CignusRJ

      Muito bem lembrado. Ao ler o texto achei que tivesse me enganado mas vc corroborou com minhas lembranças.
      Só procurar no site museu do Dodge que vc a acha lá.
      .

  • Eduardo Brito

    Claro que a Dodge produziu a série d aqui, lembra da d100?

  • CÁSSIO

    “Dodge nunca produziu picapes da Série D no país” ……. achei curioso este relato pois tivemos a D100 com o mesmo motor do DODGE DART , será que ela ñ era fabricada no BRASIL ????

  • DiMais

    e a Mitsubishi L200 fazendo as voltas com a (agora) FCA.. já foi Dodge e agora é Fiat..

  • Vinícius Almeida

    Muito interessante a história da marca.
    Acho demais a Ram 1500, não vejo a hora de vê-la aqui no Brasil, irá fazer muito sucesso nos rincões do interior…