_Destaque Crossovers Europa Mercado Montadoras/Fábricas Renault

Renault comemora 750 mil unidades produzidas do crossover Captur

renault-captur-750-mil

Em fevereiro de 2013, a Renault começou a produzir em Valladolid, Espanha, o crossover compacto Captur, um derivado direto do Novo Clio.

Menor que o Duster, o utilitário esportivo logo caiu nas graças do consumidor europeu e agora completa 750.000 unidades feitas na planta ibérica.

Com 4,12 m de comprimento e 2,60 de entre eixos, o Renault Captur utiliza motores de três e quatro cilindros turbinados 0.9 TCE e 1.2 TCE, além de um diesel 1.5 dCi.

Exportado para 70 países, o Captur logo chamou a atenção de outros mercados, mas por conta de sua plataforma oriunda do Novo Clio europeu, teve que mudar.

Por isso, surgiu na Rússia uma variante feita sobre a base do Dacia Duster, maior em comprimento, entre eixos e espaço interno, além de evidentemente ter mais volume no porta-malas. É essa opção que será oferecida também na Índia, China e Brasil.

 





  • cepereira2006

    Carro maravilhoso, mas não virá. Teremos aqui mais uma gambiarra Dacia.

  • delvane sousa

    Pra gente sobra esses dacia insonso. Fui ver um Duster esses dias. A versão top. Achei espartano demais. Até o Onix de entrada tem um interior melhor, e não estou falando de telinha não.

    • Martini Stripes

      Por isso que estão preparando o Captur pra cá. Tá certo que será montado na Base do Duster, mas promete melhor acabamento e vai ficar num degrau acima nos preços do irmão, e vai ficar na faixa dos 80-100