Argentina Crossovers Hatches Renault Segredos-Flagras Vans Veículos Comerciais

Renault Dokker e Kwid são flagrados em testes na Argentina

dokker-kwid-1

A Renault está testando na Argentina dois novos modelos. O primeiro é a van Dokker, variante mais comercial da minivan Lodge, ambas lançadas inicialmente pela Dacia.

A Dokker deve substituir o Kangoo, modelo que já está há muitos anos nos mercados do Mercosul e que ainda tem demanda, embora baixa. O comercial da Dacia tem mais espaço e capacidade de carga, cuja motorização deve ser a mesma usada no comercial atual.

dokker-kwid-3

O que a torna mais atrativa que o Kangoo é a plataforma ser a mesma dos Logan e Sandero, reduzindo assim seu custo de produção na região. Além disso, deverá ter versões furgão e passageiros. Acredita-se que o novo modelo possa ser batizado de Kangoo II na Argentina e, se for o caso, Novo Kangoo por aqui.

dokker-kwid-2

Outro modelo visto na região de Santa Isabel, Argentina, foi o hatch-crossover Kwid, que roda com pouca camuflagem. O subcompacto deverá ser feito no Brasil e sua motorização principal deverá ser 1.0 com três cilindros. Assim como o Dokker fará com o Kangoo, o carrinho colocará um fim do Clio regional.

[Fonte: CarsDrive]





  • Gilberto Silva

    Todos aqui imaginam que o Kwid vindo ao Brasil, poderemos ter o Clio Europeu tambem? Ficando acima do Sandero??

    • Oducas Iapap ♂

      Tem não moço. Serve algum Dacia?

    • pedro rt

      a renault ja pensou em trazer o clio grand tour mas desistiu, o clio acho pouco provavel ate pq nao existe fonte nenhuma dele ser produzido nem no brasil nem na argentina

    • Raphael Pereira

      Se, por um acaso clio vier, devem fazer o mesmo que fizeram com o Captur, tudo do Sandero e mudar a casca pra Clio…se vier.

    • Filipo

      Não.

    • Edson Fernandes

      Não virá por um simples motivo: Hoje a Renault quer manter uma linha relativamente limitada de produtos.

      A ideia é ela ganhar market share para depois pensar em aumentar o numero de modelos ofertados. O kwid só está vindo para o Brasil porque é um subcompacto. Caso contrário eles se concentrariam no Sandero como compacto hatch apenas.

      E pense que, o Kwid só está vindo para posicionar como um modelo “modernizado” de um Clio que já está desatualizado. Ele poderia facilmente entrar acima do Sandero, até porque ficou bem maior, mas isso exigiria modernização de motores por parte da Renault e não me parece que ela está com essa vontade de atualizar rapidamente os produtos.

      E vamos ser justos: Eles até poderiam colocar os motores 1.6 16v (K4M) ou o 1.6 da Nissan, ficaria ainda aquem do que o produto que já tem os motores TCe em outros mercados, do que seria esperado aqui. Ainda mais pq as demais fabricantes estão aos poucos nesse momento atualizando os produtos.

      • Juliano

        Às vezes parece até que a Renault tem medo de trazer os carros dela pra cá. Nesse ponto a PSA é bem mais “corajosa”, mesmo no caso dos importados, a PSA trouxe C6, DS5, 508, 3008,RCZ, dentre alguns outros e a Renault…só lembro do Mégane CC. Mas um pouco desse “medo” deve ser mais até por culpa nossa, nós nunca tivemos o Mégane hatch da segunda geração porque foi considerado com um desenho exótico demais para o gosto do nosso mercado.

        • Newton Freitas

          Trouxe o Twingo até 2003, trouxe a Grand Scenic e a Megane CC entre 2008 a 2010. Nesse século acredito que foram só estes mesmo.

        • Paulo

          Veja como está a psa hj no Brasil e veja como está a Renault.

          • Juliano

            A PSA está vendendo carros franceses e a Renault está vendendo carros romenos, é isso que dá pra ver rsrs

            • Paulo

              É quem vende mais? Quem está melhor financeiramente. Eles tão la ligando pra em que tipo de carroça o povo ta andando?

              Só vejo css Peugeot fechando as portas. E Renault abrindo.

              • Juliano

                Sim, você tem toda razão. Mas é melhor qualidade do que quantidade.

    • Tosoobservando

      Não vira pq no Brasil Renault é na vdd Dacia.

  • Eduardo Brito

    Só eu que acho ruim chamar a dokker de kangoo? Se não me engano esse carro tem a frente do Logan. Fora isso, parece ser um bom carro, principalmente a versão de passageiros. Ela roubaria as vendas da weekend.

    • oscar.fr

      Eu achava que a Renault já tinha abandonado este projeto, pois o Dokker já tem um bom tempo de mercado na Europa e a Renault nossa aqui já poderia ter trazido ele há tempos. Basta circular nas praias do sul do país para ver que na Argentina a demanda por minivans como Renault Kangoo, Citroën Berlingo e os Peugeot Partner e Expert continua muito elevada (sem contar o belo Fiat Qubo, não me recordo a grafia correta). Particularmente, não vejo problema em manter o nome Kangoo que além de já estar consagrado em nossos mercados é bem melhor que Dokker. Mais a mais o atual Kangoo já não tem mais nada a ver com o Kangoo europeu, então lançar o Dokker como Kangoo não me parece o final do mundo. Considerando os preços do Doblo pode ser uma boa para nosso mercado e para as vendas da Renault, está aí um carro que pode vender umas 450 unidades por mês.

      • Pacheco

        Esse tipo de carro vende bem pela agilidade. Aqui na empresa temos uma Fiorino e uma Kangoo e a Renault tem manutenção tão barata quanto a Fiat.

        • Edson Fernandes

          Tem motor mais forte e os bancos são mais confortaveis (ainda da “era” Clio que os bancos são largos e macios)

          • Pacheco

            Sim, o banco do Clio era bem gostoso. Um banco que me deixou louco uma vez foi do Clio Si 1.6 16V. Aquele era tipo concha e uma delicia.

        • Rbs

          Aqui tem, trabalho com uma . . . Esses comentários são os melhores!!

      • carroair33

        A DOBLO reina sozinha nesse segmento agora quero ver com a chegada do DOKKER

      • Redpeak77

        Se bem que a Kangoo não foi bem aqui… ainda está a venda?

        Acho que se lançassem essa Dokker com um novo nome, traria aura de novidade… e não renovação de algo que nunca foi bem no mercado.

    • carroair33

      Vai roubar as vendas do DOBLO a FIAT qu se cuide

    • Marcos Drawer

      Concordo. Neste caso, acho melhor manter o nome do modelo. Afinal, o Kangoo atual é outro veículo, cujo projeto deu origem ao Mercedes Citan. Renault Dokker não soa mal, e vendê-lo como “New Kangoo” vai esfregar a ideia de “gato por lebre” de novo, quando tivemos nosso 2º Vectra, na verdade, um “Astra Sedan” com nome de Vectra. O correto seria: Monza > Vectra A > Vectra B > Vectra C > Insignia (esse último, nem sonhando.)

  • Felippe

    só mandam carroça Dacia para o Brasil, Renault de verdade que é bom, nada!!!

  • Rafael Pereira da Silva

    Por mim a Renault utilizaria o nome Dokker no mercado latino também; tbm traria o Logan MPV e o Lodgy.

  • Mazembe 2X0

    Renault Dokker.

    • Pacheco

      Bonita hein.

    • edgar__rj

      Este é o Renault Dokker…

  • pedro rt

    agora a renault-dacia vai fzer o msm q a chevrolet fez no passado, chamar um carro mais simples de construcao por um nome superior… o dokker ser chamado de kangoo

  • Felipe Rezende

    e engraçado que ainda continua sem limpadores traseiros…

  • Raphael Pereira

    Ja ta inventando moda…hatch-Crossover

  • Redpeak77

    Torçam para que essa Kwid não se envolva em nenhum acidente…

  • Tosoobservando

    Esse Kwid ja tem aspecto ruim de carro popular pra 3º mundo, mas com estas calotas então, parece ainda pior.

  • Newton Freitas

    Acredito que a marca deveria oferecer o Kadjar e o futuro Koleos pois é segmento que está em grande crescimento. Não tem sentido oferecer a Kaptur visto que é sim possivel trazer o mesmo projeto europeu já que a marca não trabalha com alta demanda.

  • ViniCarvalho77

    Que medo desse Kwid mais básico que Mille 93…

  • jkpops

    Acho que esse dokker daria uma surra nessa fiorino atual e o kwid com essa lateral me lembrou o Agile kkkkkk ….

  • Pedro Cunha

    Vou comprar um CUid só pra poder reaproveitar as velhas rodas de corcel 2 que tenho guardadas aqui!