Hatches India Renault Segurança Vídeos

Renault Kwid decepciona no Global NCAP e fica sem estrelas (vídeo)

kwid-ncap-1

Anunciado para produção no Brasil na semana passada, o Renault Kwid decepcionou nos testes de segurança do Global NCAP. O subcompacto fabricado na Índia não ganhou nenhuma estrela na avaliação, mesmo na versão com airbag, que por lá é somente para o motorista.

No primeiro caso, o Kwid colidiu com uma barreira deformável a 64 km/h e apresentou deformação excessiva da estrutura, comprometendo a integridade dos ocupantes. Outro teste foi realizado com a mesma versão sem airbag, mas de um lote já atualizado pela Renault.

kwid-ncap-2

Neste, o Kwid se comportou melhor, tendo carroceria menos instável, mas ainda assim não levou qualquer estrela. Por fim, a versão com airbag do motorista – do mesmo lote de 2016 – foi testada e reprovada.

Mas nem tudo foi ruim, segundo o Global NCAP, proteção de cabeça e pescoço do motorista foram bons. Já no caso de crianças no banco traseiro, o modelo recebeu duas estrelas. A Renault disse promover mudanças estruturais no Kwid do quarto lote, fabricado a partir do dia 2 de maio.

kwid-ncap-3

Para piorar a situação do Kwid, a fábrica de Oragadam paralisou a produção do modelo, que está sendo relacionada com o desmonte de 1.500 motores, que estariam emitindo mais poluentes do que o especificado. Por conta disso, a planta está parada desde o dia 11, sendo que a “manutenção programada” da Renault seria de 21 a 29 deste mês.

Com isso, combustível extra entra no tanque dos concorrentes do Kwid. O modelo de entrada da Renault tem fila de espera de cinco meses e vendeu 12.424 unidades em março, 160% a mais que em 2015. Para dar conta da demanda, a marca francesa prometeu ampliar o volume da fábrica para 10.000 por mês a partir de abril.

OBS.: A Renault nos enviou uma nota a respeito do Kwid que será lançado no mercado brasileiro:

O Renault Kwid fabricado no Brasil e desenvolvido pela Renault Technology America (RTA) atenderá à legislação brasileira em termos de segurança, trazendo de série equipamentos como ABS e airbags. A estratégia da Renault prevê a utilização de plataforma mundial em seus modelos, mas com desenvolvimentos específicos para cada mercado.

[Fonte: IAB/Economic Times]





  • Adriano Tochio

    Pelo menos a cabeça vai ficar presa no pescoço, só por Deus em dona Renault !!!

    • dallebu

      Agora a gente entendeu o porque do carro ter sido anunciado com um peso tão baixo, por volta dos 700kg, só tinha casca!!! Agora essa versão reforçada duvido que tenha menos que 850 Kg, pouco menos que um MOBI
      No Brasil vai vir a versão reforçada, aí duvido aquele motorzinho 0.8 empurrar o carro, vai ter que ser o 1.0 3 cilindros Nissan mesmo.

      • Serkot

        Ridículo fazer zero estrelas…
        E o moto 0.8 nem virá pra cá… teremos algum 1.0 da vida mesmo, provavelmente um 3c da Nissan mesmo!

        • th!nk.t4nk

          Lembrando que pelas regras atuais o Gol também é zero estrelas. No entanto, esses dias mesmo tinha uma matéria aqui sobre o preço de modelos de entrada, e deu um monte de elogio pro Gol, com muita gente dizendo que seria a melhor escolha no segmento.

          • AugustoSeide

            Gol sem air bags, se não me engano, levou 1 estrela ou meia estrela. Já o Gol com air bag duplo levou 3 estrelas.

            • th!nk.t4nk

              Repetindo: “pelas regras atuais” :)

              • AugustoSeide

                HUEHUEHUE.. “pelas regras atuais” ele não foi testado.

            • Gustavo73

              Sem aibags hoje qualquer carro é 0 estrelas na Latin.

            • Marco

              Correto Augusto. 1 e 3 estrelas respectivamente.

        • !Marcelo Surf!

          A explicação é bem simples: Padrão Dacia de Qualidade

      • Pacheco

        O carro sem air bag amassa o teto, abre a porta. Só faltou ejetar o motorista… me assustei com as imagens.

        • CignusRJ

          Creio que o jeito seja a Renault fazer que nem a VW fez no lançamento do UP.
          Pegar um carro do pátio da fábrica e enviar para fazer o teste de impacto no L-NCAP. Só assim para apagar esta má impressão.
          Claro desde que o resultado seja bom e creio que eles tenham uma expectativa do resultado que o carro obterá num testes deste.
          .

          • Diego Amaral

            A diferença que o UP! foi desenvolvido para ser seguro, esse aí basta ver os vídeos.

            • CignusRJ

              Concordo mas se com as mudanças ele conseguir no mínimo uma nota 4 aí reverteria tudo isso.
              Ademais, UP foi desenvolvido para ser seguro mas o UP da Europa é mais seguro que o UP do Brasil então vc descartará comprar o UP já que ele foi projetado para ser seguro mas tornado menos seguro para ser vendido no Brasil?

              • Gustavo73

                O Up no Brasil tem menos equipamentos que o europeu como airbags laterais e esp de série. Mas a sua estrutura está no mesmo nível.

          • Pacheco

            Vai ter que ser isso mesmo. Enviar o carro para o teste antes de vende-lo e usar isso como marketing.

          • CharlesAle

            Sim.Por ai vemos a excelência do projeto do UP.Esse Renault, já nascendo totalmente inseguro; Estaria riscado de minha lista de possível compra..

            • DiMais

              decepcionante pelo fato de ele ter sido feito sobre a plataforma CMF, mesmo sendo a variante mais básica desse projeto.. é vergonhoso!

            • CignusRJ

              Tb não compraria este Kwind(espero que a Renault troque o nome) mas como disse a outro confrade do NA e se ele conseguir nota 4 de segurança? Não cogito a 5 mas e se ele conseguir e então? Ele permaneceria fora de sua lista?
              Se a Renault fizer um teste e ele conseguir uma boa nota creio que deve ser considerado por qualquer um que queira comprar o carro.
              Caso a Renault não faça o teste não recomendo a ninguém

        • vicegag

          Tá explicado porque ele foi escolhido para vir para o Brasil.

          • Pacheco

            Acho que só não fazem isso na rodas, pq os cubos já são padronizados e sai caro mudar o projeto… kkkk

          • Quem tem um projeto assim é a Ford.

        • Pedro Henrique

          tecnologia de outro mundo, ejetamento de sobrevivência kkkkkkkkkkkk

          • Pacheco

            Hahahahaha… total viu. Os Bombeiros deveriam pedir que a Renault bancasse o investimento em ferramental para tirar as vitimas das ferragens. Cada chamado será necessário deslocar equipe para cortar a lata e tirar o defunto do carro.
            E prepara o seguro… qualquer batida de garagem da PT no carro.

            • Ernesto

              Ferramental? Nem vai precisar! Com a mão mesmo vão abrir a lataria! Rsrsrsrs

            • Adriano Tochio

              Pelo 1° vídeo acho que só um abridor de lata já é suficiente !!

              • Pacheco

                Hahahaha… com certeza

              • arzanette

                Difícil será a micão do IML saber qual e a parte do corpo ….. pq em um acidente não sobra nada…..

        • !Marcelo Surf!

          A explicação é bem simples Padrão Dacia de Qualidade

          • A Dacia nunca foi assim. Esse carro mesmo não é um Dacia, mas Renault para terceiro mundo.

        • Efulefante

          Antes ejetasse o coitado do motorista com um colete inflável…

          • Pacheco

            Usar aquele AirBag de Moto… kkkkk

        • Zoran Borut

          Leve em consideração somente o último vídeo, com as atualizações que a Renault promoveu.

          Embora eu fique pensando: se uma fábrica pode instalar atualizações na estrutura para melhorar a resistência de um modelo, também pode “desinstalar” sem avisar ninguém.

          • Pacheco

            O ultimo video o carro tbm se destroi. Vira lixo. Pra mim, os reforços são somente para que ele passe no teste.

            • Zoran Borut

              Hã? E que resultado você esperava de um crash test? Que o carro não sofresse nenhum arranhão?

              • Pacheco

                Esperava que ele sofresse os danos de um carro seguro. Ao inves disso, ele vira um monte de ferro que nem reparo da.

        • DiMais

          acho que nesse caso ejetar o motorista seria a saída mais segura

          • Pacheco

            Com certeza…kkk. Pq daquele jeito ali, ele morreu com a hemorragia preso nas ferragens… kkkk
            Devem ter jogado o boneco no lixo junto com o carro… kkkk

      • Douglas Afonso Bonin

        a versão III deve estar pesando 720 kg,

        a versão I 660 kg
        a diferença entre as duas é de aproximados 60 kg,
        e a IV deverá ter mais um acréscimo, mesmo assim acredito que não passará de 800 kg.

        Mobi : 950 kg

    • carroair33

      Ainda tem gente que fala mau do ETIOS !!! so aqui mesmo!!!

      • Marcos Andrew

        Mais o Etios só é criticado pq é feio, e isso é fato.. Ninguém questiona o projeto Etios, segurança etc..

        • Adriano Tochio

          Feio? ele é uma aberração, a versão cross então nem se fala o carro de mau gosto meu deus !!!

          • Pacheco

            O carro não possui um design atraente, mas ele é um dos populares mais seguros do mercado.

          • Marcos Andrew

            Cara o Etios na versão cross , consegue ser mais feio que a versão de entrada. Kkk Jessusssss.. Tava comparando um hb20, com projetor tipo canhão ,central com cara playboy e Android, tem opção de motor turbo. Como é que o sujeito compra um etios ,só se for pela mecânica msm, tbm não discuto gosto, afinal o dinheiro não é meu..

            • Luciano Lopes

              Antes o carro feio do que sua cara estourada depois de uma batida com um Kwid desses

              • Marcos Andrew

                Alguém tá elogiando o kwid? Com certeza tem um etios neh kk??

                • Luciano Lopes

                  Tenho um Sandero ! kkkk…Meu segundo, o primeiro bati forte, deu pt, sai ileso…E no teste ele nao saiu tao bem tbem…Mas o pessoal do seguro elogiou a estrutura, muito forte, disseram…Vai entender

                  • Marcos Andrew

                    Mais aí depende do ponto de impacto, o obstáculo que causou a colisão, N fatores. Porém eu acho q a Renault vai atualizar o Kwid, ele vai se sair melhor aqui no Brazzilss..

                    • Luciano Lopes

                      Voei uma rotatoria na estrada a 100km/ h , levantei voo e cai d bico…Frente destruida, motor no chao, mas portas abriram , nao quebrou vidros, nao amassou teto., nao deslocou bancos…Esse video do Kwid e assustador, pra quem ja bateu forte.

                    • Marcos Andrew

                      Sérios problemas mesmo em cara,que bom que conseguiu sair com vida nessa situação.

                  • O Sandero na versão antiga tinha três estrelas com airbags, logo, não era dos mais fracos.

              • Marcos Andrew

                Lastimável seu pensamento..

            • Boris

              Eu tive os dois, Etios e depois HB20.
              Bati o HB20 e airbag nao abriu.
              Hj tenho um UP mas entre HB20 e Etios eu iria na toyota.

              • Para abrir o airbag, depende de como e onde bateu, com que força e etc.
                Claro que pode ter havido uma falha, mas em geral, todos os batidos que vi na CSS estavam de airbag acionado, mesmo quando estrago não era tão grande, logo pode ser um problema pontual excepcional do seu.

                • Boris

                  de frente, frente inteira e foi forte.
                  nao processei a hyundai pq nao me machuquei.

                  • Deveria ter processado, e tens até dois anos do acidente para o fazer. Ainda que seja um caso equívoco ou a parte, a fabricante te vendeu algo com defeito e tem que ser responsabilizada.

              • Marcos Andrew

                Depende da pancada o acionamento dos air bags! nem sempre ele vai abrir , só se houver a deformação das astes de segurança, ou estou equivocado ?

                • Boris

                  pegou de frente e foi forte. era pra ter aberto

        • carroair33

          Esse negocio de falar que o ETIOS e feio ja virou uma mania tem pessoas que falam por falar eu sinceramente nao acho ,ele tem linhas modernas que estao de acordo com o mercado atual o acabamento tem melhorado a cada ano a mecanica nao preciso dizer nada ja é consagrada e tem a vantagem dele custar o mesmo da concorrencia que oferçe motor 1.0 sem falar na manutençao que é amais barata do mercado na sua categoria

          • Marcos Andrew

            Linhas modernas? Onde já? Parece projeto dos anos 90a

            • OlCal

              Ele deve ter uns 85 anos de idade… pra ele é moderno… ele já andou de carroça… kkkkkkkkkk

              • Marcos Andrew

                Um amigo acima me notificação a respeito , e realmente o etios e projeto dos anos 90, nada mais que o yaris.

            • Zoran Borut

              Não parece projeto dos anos 90, É projeto dos anos 90! O Etios não passa de um reaproveitamento do Yaris 1999, assim como o Celta e Agile aproveitaram o Corsa de mil novecentos e bolinha.

              • Marcos Andrew

                Uma coisa que eu não sabia, obrigado pelo toque..

              • Marcos Andrew

                Mais realmente, o carro e mto feio, chega a ser gritante a diferença dos atuais projetos “ônix› corsa B”
                Hb20› projeto nacional.
                “a efeito de comparação temos a Nissan com o march que mesmo sendo um carro na minha opinião feio, e mais atualizado..

              • Ricardo Leite

                Fui olhar o Yaris 1999 no Google, o Etios é uma cópia dele, até o painel é centralizado… Putz.

              • carroair33

                Entao o NOVO FUSCA é um projeto dos anos 70 que foi reaproveitado nossaa é cada uma!!! o Etios é um projeto atual que mantem um “DNA” da TOYOTA assim como toda montadora que mantem as linhas nos seus produtos,volto a dizer isso de chamar o ETIOS de FEIO é pura mania pq a maioria das pessoas aqui “enchem os olhos” ao ver o HB20 e acha que todo carro deveria ser igual,porem o mais importante é segurança,manutençao,conforto,seguro barato e bom valor de revenda,e iso tudo o ETIOS tem e nessa crise praticamente todo ETIOS fabricado é vendido,nao ha estoque,agora vai ver o patio das outras montadoras esta lotado!!!

                • Na verdade o Novo Fusca é montado em cima do Golf 6, já desse século.

                  • carroair33

                    A paltaforma sim mas as linhas do NOVO FUSCA tem muito dos FUSCAS dos anos 70

                    • Sim, claro, é uma releitura!
                      Já ouviu falar de Fiat 500? Ford Mustang? Chevrolet Camaro? Chrysler PT Cruiser? E aí, são carros velhos?

                    • carroair33

                      Nao sao carros velhos,assim como o ETIOS e nem se pareçe com o YARIS apenas tem o mesmo DNA da TOYOTA

                    • Não, o exemplo não cabe porque ao contrário dos que eu citei, eles nada tem a ver com o modelo original. Já o Étios não é só uma releitura do Yaris, é a mesma base evoluída. Sendo bem franco não ligo para isso, acho o Étios uma das melhores opções da categoria, mas frisa-se isso.

          • Marcos Andrew

            O etios e um carro durável e tem sim sua qualidades como mecânica confiável, uma revenda adequada e uma rede de cssn grande, porém não tira o fato do carro ser feio e maul acabado. Tem vários vídeos do painel central saindo com facilidade. Porém ele é durável até pra cupins de ferro

            • Luciano Lopes

              O que pega no Etios e sua pintura muito fragil, qualquer bichinho na estrada descasca. Pedrinha entao…P.S. Tive um, 2013, que nao vinha nem com regulagem no banco e painel ilegivel, que melhorou no 2014 e resolveu no 2017. Falta atualizar o estilo, o carro e otimo !

              • Marcos Andrew

                Tipo um toyotinha 86..kk show

              • Marcos Andrew

                Agora um ponto que deve ser levado em conta e a bela tela de informação do etios 2017, e uma beleza, ponto negativo é a localização que fica no centro do carro, custava a dona Toyota botar ao centro.. Porém mto bonito

          • alexandre

            Concordo. Agora com painel menos feio, o Etios tá harmonioso dentro do seu segmento. Não fica aquela sensação de “quero ser de outra categoria” do HB20, por exemplo.

            • Prefiro carros que se inspiram em segmentos superiores. Denota maior esmero.

      • GABRIELCSFLORIPA

        Se o Etios não fosse tão feio, seria o carro mais vendido do Brasil.
        Corolla vende bem pq é bonito, confiável, bom revenda e ótimo atendimento pós-venda.
        Etios tem quase todas as qualidades do Corolla, exceto a beleza.
        Imagina se o Etios fosse tão bonito quanto o HB20, com certeza venderia mais que o Hyundai.

        • Pacheco

          Se a Toyota fizesse ele com design bem atraente, seria lider do segmento mesmo.
          O problema é ela ter fabrica para produzir mais de 10 mil unidades/mes

        • invalid_pilot

          Corolla ser bonito acho subjetivo demais, melhorou muito a cara de carro de vô…

          No mais hoje o Etios X de 43 mil é o melhor negocio ao meu ver dos carros mais comuns

          • V12 for life

            Até aceito o design do Etios mas painel central não da pra perdoar.

            • OlCal

              O layout do Etios é todo errado, por fora e por dentro, dói as vistas… Eu vi um na concessionária quando fui ver o Corolla. O Etios estava meio escondido no lugar mais escuro da loja… kkkkkkkkk

        • V12 for life

          Não acho o Corola feio mas bonito também não é, apenas tem design conservador e sem graça.

          • GABRIELCSFLORIPA

            Vc acha o Civic atual mais bonito que o Corolla?

        • Baralho

          Mas aí seria mais caro também!!!!! Rsrsrsrsrsrsrs

      • Ailton

        Depois desse carro de papel de guardanapo com nome de fruta da Renault, eu iria de étios fácil.

    • Marcos Andrew

      Pior que é verdade, o carro parece aqueles crash test dos anos 80/90 . Se deformou.

      • Pacheco

        Me lembrou o video do Fusca.

        • Marcos Andrew

          Mas o fusca, projeto doa anos
          30.

          • Pacheco

            Pra vc ver a comparação.

      • Debraido

        Foi idêntica à deformação do Celta.

    • Luciano Lopes

      Pelo menos um enterro digno…Sem comentarios

    • Flavio de Castro

      Ha.. para.. vai dizer que vc não sabia que o clio era a pior bizarrice no quesito segurança? zero estrelas e só colocou Airbag e abs depois que a lei exigiu… Esta é a Renault!

      • “Perguntador”

        Os primeiros Clios que chegaram no Brasil tinham airbags muito antes da legislação exigir. Tive um 2003 que não tinha direção elétrica, não tinha vidros elétrico, mas tinha airbags. Depois de um tempo a Renault retirou os airbags (talvez pq nenhum outro do segmento tinha) e só recolocou quando a lei obrigou.

    • Mauricio Ferrari

      KKKKK!!!!! Mitou!!!

  • Baralho

    Cara que dureza, dá muito medo de ter um carro que desmancha, quero ver se com as novas modificações ele melhora..

  • invalid_pilot

    Nao existe almoço grátis, olha ai os 700kg do carro em ação

    • Alexander, NotTheKing

      Continuo discordando da sua tese do peso, não é o baixo peso e sim os materiais usados.

      Dá para fazer um Kwid de 550 kg, usando alumínio, aço da altíssima resistência, teto em fibra de carbono, o carro ganha 5 estrelas, mas custará 50.000 dólares.

      • Thales Sobral

        É mesmo, eu tava em dúvida se eles não tinham feito uma parceria com a F1 e o Kwid tinha monocoque de fibra de carbono e kevlar… rssssssss

      • dallebu

        Não exatamente. Veja por exemplo o Alfa Romeo 4C, desenvolvido pra ser o mais leve possível, usa um chassi de fibra de carbono + alumínio e carroceria em material composto, nem direção assistida o carro tem, e pesa uns 900kg mesmo sendo um carro pequeno. Acho que mesmo com todas as tecnologias não daria pra fazer um Kwid com menos de 700kg e 5 estrelas no crash test, consideranado motor e rodas menores que no Alfa.

        • Alexander, NotTheKing

          Eu acho que dá sim. Usando aço de alta resistência, só na plataforma já dá para calcular uma redução de 50 a 60 kg.

          Nos EUA há uma empresa que fabrica capô de fibra de carbono para vários modelos como o Fiat 500, há uma redução de 70% no peso da peça, é caro, mas está lá e se vc procurar o youtube verá que ele é pelo menos duas vezes mais resistente que a peça em aço.

          E também acho que os 900 kg do 4C podem ser reduzidos ainda mais um pouco.

          • th!nk.t4nk

            Sempre tem jeito. É só uma questão de custo.

        • Zoran Borut

          Já ouviu falar em smart fortwo?

          • Boris

            Aguenta cada pancada que chega a ser inacreditável a célula de sobrevivencia dele

      • invalid_pilot

        Almoço gratis = carro barato, leve e resistente, impossível esse cenário.

        Se ele é leve e resistente é caro, se ele é barato e resistente é pesado e se ele leve e barato é o Kwid e essas ratoeiras que conhecemos…

        • Marcos Andrew

          Tô curioso pra ver o crash do mobi , animador?? Kk
          Essa ratoeira e a mais vendida na Índia.. Trágico.

          • invalid_pilot

            Chuto 3 estrelas adulto e 4 crianças no Mobi.

            Balde de água fria na Renault e Kwid (que muitos, inclusive eu, achava que seria o big deal nos carros de entrada)

            • Marcos Andrew

              Tbm achava cara, o carro vende pakas, a Renault disse que era um projeto novo, plataforma eficiênte, bem decepicionante msm, e a Fiat sabe fazer latões baratos, só resta saber se aguenta a pohada . Achei o mini bem confiavel msm com a mecânica fire, vamos ver msm se isso vai ser concretizado , 4 adulto, 3 criança.

              • Murilo Soares de O. Filho

                O Mobi ainda não foi testado, mas acho que não será esse fiasco, será melhor que o Uno acredito, o próprio Uno depois da restilização não foi testado, então não sabemos se houve mudanças…mais uma prova que plataforma nova não quer dizer nada…

          • pedro rt

            esse carro e uma das maneiras indireta dos “poderosos do mundo” de acabar com a populacao pobre do planeta sem contar outros fatores

            • Zoran Borut

              A população realmente pobre do planeta nem consegue andar de carro.

    • Thales Sobral

      Pois é. Quando vi o peso eu desconfiei que não seria muito resistente…

    • dallebu

      Isso que escrevi acima! Quando vi o peso de 700kg já imaginava que o carro seria de papel, um exoesqueleto frágil tipo de insetos. Agora com os reforços duvido que pese menos que 850kg…

      • Pacheco

        Agora uma coisa: Da pra arrumar uma plataforma que nasceu com problema de resistencia?
        Quer dizer, o carro já é um remendo antes de lançar. Está errado.

        Deveria voltar para o projeto e começar do zero.

        • Zoran Borut

          Dá para substituir aços, soldas e chapas mais caras por outros mais baratos e menos resistentes, por que não seria possível o caminho inverso?

          • Pacheco

            Mas nesse caso muda o projeto. Reforçar um carro é sinal de remendo para tentar corrigir um erro enorme. Esse carro deveria voltar para a planilha.

            • Gustavo73

              A plataforma é nova, e vai ser usado em outros carros feitos para regiões na questão exigentes de segurança. Acho que originalmente a plataforma é segura mais foi simplificada ao extremo por questões de custo. O resultado está aí.

            • A plataforma pode ser toda refeita com base no projeto inicial, apenas alterando a qualidade dos materiais. A Renault sabe fazer isto, vide a M0, que equipa o Logan, Oroch e Sandero, que parece idêntica a B0, todavia tem 70% de suas partes alteradas e mais de 80% de materiais trocados ante a primeira. Espero que o daqui ganhe uma profunda atualização de plataforma, com materiais mais resistentes.

              • Pacheco

                Mas nesse caso não é reforço, é uma mudança dos materiais. Com certeza envolveu um novo projeto e analise. Uma coisa é voltar ao projeto, trocar os materiais e fazer correção, outro é reforçar algo.

        • Felippe

          dá para reforçar mudando os tipos de aço e talvez nem assim, mas para deixar resistente de verdade só começando do zero novamente, se voce alterar um ponto com reforços, altera os esforços em outros.

  • Sam86

    Mas com motor .8 esse carro consegue chegar a 64 Km/h?

    Kkkkkkk…..

    • Pelo que sei nesses testes o carro é arrastado por uma corrente. Tanto que tiram gasolina e óleo do carro. Ao menos era assim , creio que ainda continua. Eis o motivo para chegar a 64 km/h. PS. A última frase é uma piada.

  • thi

    To nem ai vou pegar meu up! podem lançar o compacto q for …mobi,kuind, etc ..sou leitor e pesquisador , faço um pouco de bom uso da internet e tento alertar amigos e familiares do que é melhor no mercado .

    • Serkot

      Não vou com a cara nem o preço do UP, mas a VW deu de lavada no Mobi e Renault nesse segmento… zero estrelas… se queimaram FEIO!

      • thi

        Cara só de saber qd sentar no banco ,que estou com o carro seguro , com um motor moderno ,econômico , com uma direção elétrica e poder levar meus sobrinhos tranquilo o carro já tendo o isofix . a VW mostrou pq alemães qd querem são os melhores em autos e sempre serão .

        • Pacheco

          Ela não fez nada mais que a obrigação dela. Oferecer ao consumidor um produto seguro e satisfatorio. Agora a Renault está de sacanagem em lançar um carro com esse padrão de qualidade e segurança.

          Pior que isso dai inviabiliza o seguro. O carro da PT em qualquer ocorrencia.

      • Boris

        Eu tb nao ia com a cada do UP até andar num TSi.
        Por mais feio que eu ache o carro eu comprei um pra mim

  • DTF

    Será vendido em países de terceiro mundo, porque incluir segurança e conforto?

    • Whering Alberto

      BOA PERGUNTA.

    • DTF, excelente! Mas terceiro mundo não, por favor! Heheheh

      • DTF

        Seria quarto? ;)

        • Hahaha… Boa!
          Olha, se fosse uma nova classificação baseada em desenvolvimento, eu deixaria em terceiro mundo mesmo. EUA, Canadá, Europa, Austrália e Israel, o segundo mundo seria Chile, México, Colômbia, Uruguay, Romênia e por aí vai e o Brasil estaria no terceiro, acima de Angola, Bolívia, Venezuela, Haiti… Não sei onde encaixaria Rússia, Índia, China, África do Sul… Segundo? Terceiro, Quarto? Mas essa expressão “terceiro mundo” é incorreta desde 1989, quando caiu o muro de Berlim. Tínhamos o primeiro mundo, desenvolvidos e aliados declarados ou não declarados do EUA e o segundo mundo, bloco formado pelos países socialistas como Cuba, Leste Europeu, Alemanha Oriental, URSS, China, Paraná.. O terceiro Mundo? “Ah, deixa eles aí, podem ser úteis amanhã, hoje não tem poder bélico nem economia para competir com a gente, tampouco para nos auxiliar em conflitos, mas podem servir de base militar. Mas se quiserem entrar no segundo mundo, se tornam nossos inimigos e serão aniquilados” (Você leu Vietnan? É por aí). Mas a partir da queda do segundo mundo, não faz sentido falar em terceiro mundo!

          • DTF

            Muito bom Alessandro!! Vamos alterar então “terceiro mundo” para países emergentes, pode ser?

  • Daniel

    Esse kiwi tá podre!

  • [CAP] Odirley

    Uma grande pena, o mercado estava ansioso por esse carro.

    • Pacheco

      Se a concorrência divulgar esse video, esse carro vai micar.

    • Matthew

      Desde as primeiras notícias sobre esse carro ser fabricado aqui no Brasil, eu e vários colegas do fórum alertamos que não havia motivo para criar tanta expectativa sobre esse carro, que seria só mais do mesmo. Ou seja, outro lixo pensado e destinado ao 3o mundo que vai custar os olhos da cara. Aí sempre aparece alguém falando:”se custar 30 mil com AR e DH e motor 0.8 que faz 25 km/l, será o carro mais vendido do país!”. Só se o cara acreditar em papai noel também.
      Vi vários reviews desse carro na Índia e eles mesmos achavam suspeito esse peso de 700 kg, sendo que é um consumidor habituado a micro-carro e que é tão ou menos exigente que o brasileiro pra segurança.

      • Gustavo73

        Baixo peso não combina com baixo custo na indústria automotiva. Tanto que ele ganhou bastante peso a cada reforço. E isso tem um custo.

  • Igor Pricandi

    Um digno sucessor do clio brasileiro. Em termos de segurança é uma ratoeira. Renault continua a mesma tratando mercados emergentes com lixo. Rodar com renaults de projetos não franceses é o mesmo que jogar roleta russa.

    • Rafael Neves

      Acho que nem tem mais Renaults franceses… acho que o último é o Fluence…

      • Zoran Borut

        Fluence é Samsung, coreano, desculpa.

        • É um projeto francês.

          • Zoran Borut

            E os Dacia feitos sobre a plataforma simplificada e barateada do Clio III não são?

            • Sim, são. E quem disse o contrário?
              Na verdade, o pessoal se liga muito a nacionalidade. Não é o projeto ser francês, alemão, brasileiro, romeno, coreano.. Que depõe ou favorece a qualidade. Mas sim a pretensão com que ele foi concebido. A Renault podia muito bem incorporar a Dacia, passar a fazer seus carros na França e eles manterem a qualidade (Ou falta de) dos modelos romenos. Assim como a planta romena poderia receber ferramental para fazer o Mégane RS. O Brasil que fazia o Celta era o mesmo do Audi A3, Golf 4, Classe C… Porque o Celta nasceu para atender um público que não ligava para qualidade, já os outros citados não. E todos eram tupiniquins. Não sei sua idade, mas antigamente todo mundo dizia que carro argentino não prestava (Só me lembro do Escort e do Prêmio, Duna, de lá). Mas hoje eles fazem Hilux, Focus, S10…

              • Zoran Borut

                Lagoeiro, leia o comentário ao qual eu respondi e você entenderá a razão do meu. Não precisa fazer discurso.

                • Se está com preguiça de ler espera virar filme. Vai ter versão dublada. Vou ser interpretado por Terry Crews.

                  • Zoran Borut

                    Quem ficou com preguiça de ler os comentários aos quais eu respondi foi você.

                  • Zoran Borut

                    Quem ficou com preguiça de ler um único comentário ao qual eu respondi, o do Rafael Neves, foi você.

  • Rodrigo

    Ah gente, a galera reclama de barriga cheia!
    Quero ver quem se dá melhor numa colisão frontal entre um Kwid e um Riquixá ou tuctuc [ironic]
    Falando sério, alguém esperava algo diferente disso num carrinho de 700 kg e preço em torno de USD 7000?

    • ObservadorCWB

      O Smart possui cerca de 700Kg também……..

      • Rodrigo

        [Edit] 700 kg e preço em torno de USD7000

      • GABRIELCSFLORIPA

        Mas e o preço do Smart? Quantos lugares tem no Smart?

      • Pacheco

        O Smart é uma celular de sobrevivencia com espaço para duas pessoas e nada mais. Sem falar que é um projeto caro, nunca foi um carro popular.

      • Gustavo73

        O problema não é fazer algo leve e seguro. Mas algo leve seguro e barato para regiões como a Índia. Aí a conta fica complicada de fechar.

    • pedro rt

      segurança e obrigacao, nao luxo ou favor… independente do preço q custe no mercado local ou mundial

      • Rodrigo

        Concordo em partes… Qualquer evolução em projetos automotivos depende majoritariamente de leis e regulamentos nacionais para que os fabricantes se adequem. E pelo visto na Índia eles não estão muito preocupados com isso (haja vista que nem airbag é obrigatório).
        Mas também, num país que tem alta prevalência de doenças da idade média (cólera, leptospirose, filariose, tuberculose, etc.) acho que o governo deve ter outras prioridades…

        • Rodrigo, o NCap é um órgão mundial. Não acho que precisa de uma lei indiana para dizer que a vida deles é tão importante quanto a de um francês. Se eles já tem a referência do que precisam para proteger a vida de um inglês, um francês, um alemão… Porque fazem algo mais fraco para os asiáticos? Acho que a Renault francesa tem plena consciência que vende carros mais inseguros para indianos, brasileiros, africanos…
          E tenho uma dúvida: Qual país europeu tem obrigação LEGAL de equipamentos de segurança ou nota mínima no NCap?

          • Matthew

            A comunidade européia inteira estabelece equipamentos de segurança mínimos pra ser vendido no continente. Lá a obrigatoriedade do Air Bag e ABS por força da legislação começou na década de 1990.

          • Rodrigo

            Vamos por partes, como diria o Jack.
            O NCAP é um órgão mundial sim, porém não tem poder de veto ou sanção em governo ou montadora. A única coisa que pode fazer é divulgar dados que podem ou não serem usados como propaganda (positiva ou negativa).
            Segundo, mercados maduros possuem veículos mais seguros por leis locais, não porque a vida do alemão vale mais que a do americano ou do indiano ou do brasileiro. Falando exclusivamente do Brasil, quem faz esse papel é o CONTRAN. Nos EUA, é o NHTSA. Na Europa acredito que haja um órgão da EU, mas cada país deve ter o seu também. São tais orgãos, normalmente autarquias de algum ministério ou agências ligadas ao governo, que estabelecem os limites de tolerância e os equipamentos que são mínimos em caso de uma colisão. E não sejamos hipócritas: se em nações maduras já rola um lobby violento das montadoras para amenizar para o lado delas (lembra do escândalo da ADAC?), o que dizer de mercados emergentes sempre associados a corrupção evidente, propina, compra de medidas provisórias e por aí vai.
            Acho lindo esse pensamento de que “a vida do indiano tem o mesmo valor que a do alemão”, mas honestamente, se nem seus próprios governantes estão dando a mínima, vc acha que as montadoras darão?
            Depois vemos declarações como da ANFAVEA tipo “O veículo cumpre com todos os requisitos mínimos de segurança automotiva e normas regulamentares brasileira” e, quer saber, eles estão certos. Enquanto não houver pressão do consumidor para atuar sobre o CONTRAN, duvido que a montadora atenda só porque o cliente quer. Exemplo? up! é 5 estrelas e quem vende mais é o Onix que, se não me engano, tem 3 estrelas ou menos.

            • Rodrigo, não discordo de você, mas estou falando dessa questão que você colocou:

              “… Qualquer evolução em projetos automotivos depende majoritariamente de leis e regulamentos nacionais para que os fabricantes se adequem..”

              Não precisa! Basta ele manter o mesmo padrão que mantém na França, na Alemanha, no EUA, no Japão!

              • alexandre

                Peraí! Mantendo o padrão europeu/americano aqui, enquanto o concorrente ali do lado tá vendendo um lixo com cmm de 20″??? Segurança custa caro e é item escondido, que não brilha no showroom da cc. Segurança automotiva começa na legislação, com requisitos mínimos a serem atingidos em todos os veículos. Daí por diante, a responsabilidade passa a ser do consumidor, com suas próprias exigências mínimas e prioridades.

              • Rodrigo

                Entendi… Talvez na pressa não expressei direito meu pensamento, mas o que quis dizer com essa frase é que as evoluções dentro de um mercado como indiano ou brasileiro acaba ocorrendo por força da lei. Peguemos um exemplo: Toyota Etios. Não tenho informações de quantas estrelas o modelo vendido na Índia obteve (se é que foi testado), mas aqui no BR ele obteve boa pontuação (4 estrelas), evidentemente o modelo vendido aqui é “mais seguro” que o vendido lá, já que conta com equipamentos e reforços estruturais adaptados à legislação brasileira.
                Outro exemplo: Gol G4 e Uno Mille. Eles não sairam de linha porque não podiam receber Airbag e ABS, uma vez que já chegaram a oferecer esses itens no passado em versões mais caras (no caso do Uno, na Europa). Eles sairam de linha porque não passariam nas normas de colisão estabelecidas pelo CONTRAN que passaram a vigorar a partir de 2014, que estabelecem limites máximos de deformação estrutural em caso de colisão. Se não me equivoco, esses limites foram definidos com base nos limites que vigoraram na Europa até 2005. Estamos 10 anos atrasados em relação a eles.

                • Não sabia dessa informação do Contran. Valeu!

                  • Rodrigo

                    Sim, as de limites de proteção em caso de impactos são a Resolução 221/2007 e Resolução 255/2007 do Contran.

                    “Art.1º Os automóveis e camionetas ou deles derivados, nacionais e importados, devem
                    cumprir com os requisitos estabelecidos nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas –
                    ABNT abaixo:
                    – Proteção ao ocupante, com avaliação de critérios biomecânicos, em ensaio de
                    impacto frontal: Norma ABNT NBR 15300-1, em conjunto com a Norma ABNT NBR 15300-2 ou
                    com a Norma ABNT NBR 15300-3, a critério do fabricante;
                    – Comportamento da estrutura do habitáculo em ensaio de impacto traseiro:
                    Norma ABNT NBR 15.240;
                    – Integridade do sistema de combustível em ensaio de impacto traseiro: Norma
                    ABNT NBR 15.241.
                    Art. 2º Os requisitos constantes no artigo 1º aplicar-se-ão aos novos projetos
                    produzidos ou importados, a partir de 5 (cinco) anos da data de publicação desta Resolução.”

                    Além de outros tópicos. Vale a pena ler na íntegra, mas se percebe bem o quanto nossa legislação é fraca e permissiva, pois apesar de ter sido publicada em 2007, dá 5 anos de lambuja para a indústria automotiva se adaptar.

  • ObservadorCWB

    E quando eu falo que estão diminuindo e piorando nossos carros ainda sou criticado pela ampla gama de “lançamentos” previstos….melhor seria se NÃO viesse. Mas a galera que caro “bonitinho”…então aguenta.

  • Paulo

    Olha a grande novidade da Renault pro Brasil. Que pena!
    Me lembrou o teste de colisão do Celta e Classic

  • Leonel

    Pessoal, fiquemos tranquilos, a massa dos brasileiros não fazem ideia do que é Global NCAP e sequer se preocupam realmente com segurança, é só falar que tem air bag e ABS e tudo certo (como se não fossem itens obrigatórios).

    Por fim, oferece uma CMM bacana e vai vender igual água no deserto.

  • carroair33

    O Negocio da Renault é voltar pra prancheta antes de lançar esse carro aqui no Brasil caso contrario no subcompacto o UP vai nadar de braçada nas vendas

    • th!nk.t4nk

      No Brasil? O povo compra só pela aparência.

    • pedro rt

      vao fzer a msm coisa q fzeram com o etios antes de ser lançado no brasil, a estrutura do carro ficou 40% mais rigida q a do modelo indiano por isso tirou pontuacao razoavel

    • Matthew

      Mó galera daqui do fórum mesmo sem nunca ter visto o carro na vida rasgou um monte de elogios pro carro nas últimas notícias relacionadas à ele. Que seria uma revolução, muito melhor que o Mobi, motor 0.8 que ia andar igual aos 1.0 mais modernos do mercado consumindo 25 km/l e vários outros disparates. Isso porque a maior é metida a especialista em carro. Deu no que deu. Primeiro vexame em segurança, digno de Celta e Classic projetados nos anos 1990. E ainda tem cara falando:”se chegar por 30 mil com AR e DH não vai ter pra ninguém!”. Com essa mentalidade fica fácil empurrar tranqueiras como essa pra frente.

      • Sou testemunha que pediu ponderação aos mais exaltados. Mas aqui temos os melhores especialistas do mercado automotivo do mundo! Já cheguei a ler que se determinado carro viesse com o farol do mock-up seria líder de vendas! Capacidade fabril? Aceitação do mercado? Mecânica? Pontos de venda? Esquece! O que faria diferença seria o farol!
        Ah, o carro era o Ka, de fato muito bonito no modelo pré-produção (E convenhamos que provavelmente ainda está entre os mais belos)

        • Gustavo73

          A impressão que dá é que a torcida a favor de alguma marca ou contra outra às vezes supera as informações disponíveis.

  • Wagner

    Uma verdadeira máquina da morte. kkkkk

  • Jaspion

    e ele ta chegandoooo

  • Whering Alberto

    “Adianta logo a produção no Brasil”, disse um executivo da marca.

    • Redpeak77

      “antes que alguém da VW e da FIAT espalhem o vídeo por Whatsapp!”

      • thi

        Fiat ?? Kkk a única com moral é a VW com up!…pq todos da Fiat TB são lixo

      • Whering Alberto

        Rápido!

  • Marcos Andrew

    Porcaria de carro, no mínimo uma lata de sardinha.

  • V12 for life

    A versão nacional terá mais itens de segurança devido a legislação, mas não deixa de ser preocupante.

    • Pacheco

      Vai ter Air Bag e ABS. Mas o problema desse carro é a estrutura. Eu não via algo tão assustador assim faz tempo. Um carro desse está preparado para matar o motorista em qualquer colisão.

      • invalid_pilot

        Estrutura Nível Celta

        • Pacheco

          Totalmente

          • V12 for life

            O primeiro vídeo assusta mais, alguns comentários abaixo dizem que o nacional terá estrutura reforçada, é melhor que isso seja verdade.

            • Pacheco

              Eu só acredito vendo… ainda acho que aqui pode ter a estrutura mais capada ainda.

            • pedro rt

              por mais reforçada q seja ninguem supera o up! nesse segmento

              • V12 for life

                O up! terá esse título por muito tempo, mas qualquer melhoria que os concorrentes tenha sempre será bem vinda.

                • Gustavo73

                  Sem dúvida se o padrão da categoria passar pra 4 estrelas ao invés de 3 seria uma evolução.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Padrão Brasil

  • william

    Esse é o legitimo “bateu, morreu”

  • shdn2010

    Um otimo candidato a vir para o brasil a preços abusivos e o povo comprar sem dó.

    • Matthew

      Sim. Várias pessoas daqui do fórum falaram em outras notícias relacionadas ao carro que o motor 0.8 faria todo sentido do mundo aqui no Brasil graças ao peso de 700 quilos. E 30 mil reais estaria de graça pelo o que o carro oferece. Tô procurando esses caras agora aqui pra defenderem o modelinho indiano que seria infinitamente melhor que o Mobi.

  • Ailton

    Estou começando a me sentir mais seguro em uma CG titan, do que em alguns carros nacionais. Pelo menos na moto a gente anda com atenção triplicada. Que vergonha ein dona Renault. Fico com vergonha por você presidente que lembro o nome dessa empresa vergonhosa! E não adianta o renosistas virem defender o indefensável! Já tive Renault, mas não dá mais, só carroça…

  • Redpeak77

    12.400 carros de um único modelo em um mês… inveja.

  • Adriano Tochio

    Até minha bicicleta Caloi de 18 marchas é mais segura! kkkk

  • MIN💀S

    Carro de papel?

    • Rafael Neves

      Papel aluminio rsrsrsrsrs

  • pedro rt

    e esse tipo de carro q querem colocar aqui como carro de entrada da marca? como se alguem q comprasse um KWID nao merecesse a mesma segurança de um fluence… enquanto for assim eu ignoro comprar carros q tirem menos do q 3 estrelas pra adultos, ainda estao levando segurança como luxo, nao se tocaram ainda q isso e OBRIGACAO nao favor ou luxo

  • Fil

    Melhores propagandas do UP: Mobi e Kwid

  • Rbs

    Ha um tempo atras a Renault era respeitada quando o assunto era segurança.

  • zekinha71

    O primeiro vídeo é controle populacional, é encher as ruas de carros iguais e tentar diminuir a população de mais de 1 bi.

  • Glaucio Custodio

    Eu hein! Ando 100km por dia em rodovia e não trocaria meu Up! com 5 estrelas em segurança por por esse carro nem a pau.

  • Darlon Anacleto

    A Renault e a contribuição dela para acabar com a pobreza… para sempre.

  • Hugo Henrique Silva Lange

    top!!! correr serio risco de ser líder de vendas no Brasil! parabéns Renault!

  • sadogoat

    Pronto, agora já tá no padrãod e qualidade BR, pode começar a vender.

  • CanalhaRS

    Que lixo esse Kwid…já era de se esperar.
    Agora a Renault vem desesperada a público anunciar que o projeto de cada país é específico. Quer dizer a vida do consumidor de cada país tem um valor diferente, dona Renault???
    Uma vergonha isso.

    • AugustoSeide

      Mas já era de se esperar, não existe almoço grátis, carro barato e pesando 700kg?! Só se consegue isso usando metais baratíssimos, ou seja, sem resitência nenhuma.

      “Existem metais leves e resistentes” tu pode dizer, mas e preço?

  • Ander33x

    Parabéns Renault.

    #sqn

  • O comunicado da Renault é ótimo, dizendo que o carro vai contar com ABS e Airbags por aqui. Óbvio do óbvio, já que a legislação obriga. Vejamos se a estrutura vem melhor. Mas convenhamos: nosso mercado ainda não amadureceu o suficiente no sentido de exigir das montadoras eficiência em testes de impacto. Números pouco adequados em testes de segurança ainda não se demonstram como empecilhos para o consumidor adquirir seus carros. Não sei se o fato do novo Renault possuir desempenho precário no Latin NCap por exemplo, poderá comprometer suas vendas.

    • Davi Millan

      Nosso mercado ainda não da valor aos itens de segurança (passiva e ativa), então telas e rodas são prioridades na escolha de um consumidor sem escolhas maduras. Mas vejo que aos poucos isso está mudando, enquanto na parte dos que podem gastar mais temos dois grupos, os de jovens (casados ou não) que se preocupam com esses itens, como podemos ver no segmento de hatch médios onde a ausência desses itens é um fracasso aos carros como por exemplo o Bravo e o i30 (sendo esse último decente só na versão mais cara). Já nos sedan médios, composto pela maioria de pessoas de idade mais avançada, esses itens não são tão relevantes na escolha de um automóvel, como é visto o Corolla sem ESP estar no topo enquanto Focus, C4 Lounge, até Cruze, vendem bem menos que o líder. Mas acho que ainda estamos evoluindo, por mais que seja num passo de tartaruga asmática manca.

    • EJ

      Temos na nossa imprensa automotiva brasileira, um site com jornalistas veteranos consagrados, formadores de opinião, que nesse exato momento em que digito isso aqui, dizem que é ridículo que nós consumidores aceitemos esses crash tests que o NCAP faz. Dizem que é “marketing das estrelinhas” e defendem a Renault e o Mobi. Se nem toda a imprensa apoia isso, como vamos seguir com essa idéia pra frente? Não posso citar o nome do site nem o jornalista, mas acho que vc sabe quem são… ah…concordo integralmente com seu ponto de vista.

  • dogmarley

    ela apenas segue o que a legislação obriga!
    em parte isso é culpa das nossas leis muito brandas…

    comprem um popular seguro> vw up

    • Maior culpado é o próprio mercado consumidor, que em sua maior parte ainda não se atenta para a segurança passiva, em especial a números obtidos em testes de impacto.

      • dogmarley

        com certeza.

  • dogmarley

    devaneio: entre o kwid e o clio qual será que é mais papel ?

  • Wald Queiroz

    Podiam exigir que além do Airbags e ABS também viesse com plano funerário de fábrica!!!!!

    • dogmarley

      kkkkkkkkkkkkkk

  • Como a VW pode matar o Kwid na casca. Mete um vídeo de famílias saindo em passeio e a sugestão de um acidente. Mostra o teste do up! e depois do Kwid, e pergunta em qual deles você gostaria de estar neste momento? Se a VW descer do salto e meter uma promoção agressiva com o up! na época do lançamento da Renault, pode acabar com a reputação do carro e uma vez o estrago feito, já era. Só quem já se acidentou, ou perdeu alguém em algum acidente, sabe a diferença que este itens “não aparentes” podem fazer.

    • Davi Millan

      Exato! Itens de segurança é o mínimo que devemos exigir nos nossos carros. Mas os brasileiros ainda preferem uma telinha e um rodão nos carros. Só depois de passar por um acidente é que vão dar valor ou não…

      • Marcos Drawer

        Concordo. Sem contar que no BR (quase) ninguém faz a menor ideia do que seria LatinNCAP (acho que vão pensar que é algum título de capitalização), o legal é botar um rodão de 18″, colar o carro no chão, meter “som” e zoar! Ou ter um console “black piano”, plásticos “imitando aço escovado”, a “telinha” já dita, etc…

        • Davi Millan

          Sad, but true… Mas estamos evoluindo, mesmo que seja a passos de uma tartaruga manca com asma. Mas o fator LantinNCap ser algo desconhecido é verdade, uma pena pois são excelente forma de parâmetro para segurança veicular, mas a maioria deve achar que é um desses Cap da vida…

  • Efulefante

    “Mas nem tudo foi ruim, segundo o Global NCAP, proteção de cabeça e pescoço do motorista foram bons.”
    Ah, claro, pelo menos uma vida vegetativa está garantida. Então tá bom!
    Olha o estado do teto, coluna C… Como diria o Away, “TÔ PREPLECTO!”
    Exatamente como imaginei e comentei no post “Renault Kwid terá duas opções de motores”, aqui mesmo. Nessa faixa de preço pretendida e com esse peso, não poderia dar em outra.
    Pra quem for comprar e viajar com a família, cuidado: sérios riscos de virar kitute.

  • RyanSX

    E Ainda dizem que o UP! é feio e tem acabamento ruim. Feio é ver um cena dessa e não se apavorar.

    • thi

      Eu até acho o carro bonitinho hoje

      • RyanSX

        Eu curto aquele carro, ainda mais depois do facelift que saiu a pouco tempo.

  • Rodrigo

    A célula de sobrevivência pode ser considerada até eficaz, mas a intrusão da coluna de direção foi excessiva.
    Além disso, creio que o Head Impact contra o cluster e painel de instrumentos não tenha tido boa pontuação.
    Por isso, mesmo com airbags o resultado foi bem ruim.

    • Luciano Lopes

      Head impact Renault = estourou a cara no volante e estragou o enterro.

      • Gustavo73

        “Na cara não chefe”…

  • Luciano Lopes

    Vergonhoso em 2016 um projeto assassino desses. Nao devia passar .
    Criticam o UP, o Etios, mas antes o carro feio do que sua cara toda remendada.
    Ainda vejo Renault 19 de 20 anos rodando solido nas ruas. Coisa que nunca vai acontecer com essa geracao baixo custo

  • Davi Millan

    A Dona Renault vai ter que rebolar para reforçar essa estrutura para vender aqui. Por mais que nosso mercado não dê tanta importância a segurança, para aqueles que estiverem em dúvidas for apresentado esse vídeo por vendedores da concorrência é um tanto quanto assustador e pode pelo menos tirar esse da jogada.

    • Luciano Lopes

      Eu acho que o mercado vem mudando , o consumidor esta atento a esses dados sim. Quando fui conhecer o Gol G7, pelo mesmo preco o Up, um carro menor, o vendedor me disse que as muitos que preferem o Up e pela seguranca .

      • o UP não é tão menor que o GOL, afinal o UP veio pra substituir o GOL…

        • Gustavo73

          Aqui ele veio para ser o modelo de entrada no lugar do Gol”G4″. Mas não foi desde com esse propósito.

      • Davi Millan

        Sim, o lado bom da história que estamos mudando de comportamento e prioridades na escolha de um carro. Mesmo que essa mudança seja a passos de uma tartaruga manca com asma.

  • Diógenes P P Filho

    Medo!

  • Tosca16

    O pior é na nota praticamente dizer que o carro tem um nível de segurança para país A e outro para o país B …

  • Ou seja, ‘teoricamente’ os indianos podem morrer à vontade com a ‘qualidade’ desenvolvida exclusivamente para eles.

    • Gustavo73

      E não é a primeira vez. Só ver Siwft indiano vs o do primeiro mundo.

  • Fudencio

    KKkkkkkkk então é esse mesmo que vem pro Brasil

  • Wagner Lopes

    Lixo!!!!! Passa longe da minha garagem!

  • Fernando

    Faltou citar o mais grave: o reforço estrutural só foi aplicado do lado do motorista, que é o lado do teste. Lamentável!!

  • kravmaga

    O Kwid ficou sem estrelas, mas aposto que a cabeça dos bonecos ficaram cheias de estrelas !

    Mais um lixo de carro para os países subdesenvolvidos. Mas a galera vai comprar por causa do preço baixo e do visual que imita um SUV !

    • Se tiver uma telinha LCD então…

  • Murilo Soares de O. Filho

    É isso que a Renault vai vender aqui?

  • André Flandres

    Adoro essas notas: “atenderá à legislação brasileira”. Significa mais ou menos o seguinte: é ruim mesmo, mas não reclamem de nós.

  • George

    Já nasceu podre…

  • DINEIROO

    Carniça!

  • EuMeSmObYmYsElF

    hahaha.. deixa o Clio mesmo que é menos pior..

  • durango

    se usar um capacete fechado, o dentista identifica, fique sossegado!

    • Pacheco

      Pra ficar pior, só faltou o carro pegar fogo.

      • Adriano Tochio

        Na versão brasileira, este item vai ser de série !!!

  • Ricardo Santos

    Agora sabemos porque é tão leve: é feito de compensado, papelão e cola quente.

  • Ricardo Blume

    Vendo isso até desanima. É obrigação do governo exigir uma segurança mínima para os nossos veículos, assim como acontece na Europa. Não pensem que carro europeu é seguro somente por decisão das próprias montadoras. Por lá, o governo pega no pé mesmo. Já demos passos importantes aqui no Brasil, como o air bag e o abs, níveis de consumo e poluição e para os próximos anos Isofix, cinto de três pontos e ESP, mas deveria haver um mínimo no crash test também, a exemplo do Kwid que é uma verdadeira ratoeira pelo que podemos ver no teste acima citado.

  • Gian

    The bomb has been planted…

    Em pleno 2016 lançar um carro sem estrelas é sem sentido algum.

  • Diego

    Me parece igual os demais zero estrelas testados aqui pelo Latin NCAP…
    Como Agile, New Palio, entre outros sem airbag…
    Resta descobrir como ele se comporta com os equipamentos de segurança adequados, por exemplo, o Palio pulou de 0 pra 3 com airbag e para 4 com alerta de cinto …

    • Gustavo73

      Aqui sem airbags até o Up tiraria 0 estrelas. Mas lá não tira pontos, mas teve o modelo testado com airbag. A grande questão é o excesso de deformação e o impacto do dummie com a estrutura. Tanto que eles tentaram resolver fazendo reforços. Mas aí eles esbarram na questão dos custos.

  • Diogo Oliveira

    Conseguiu ser pior que o Celta…

  • Marquinhos

    KWID – Kill Who is Driving hahahahaha

    • HENRY ME

      Really

    • Valdemir Souza

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • HENRY ME

    E agora como fica Reno ?

  • Vattt

    Agora sim esse caro chega no Brasil!!! Vergonha!

  • Marcos Drawer

    Bem, claro que sendo um modelo low-cost, era de se esperar um resultado ruim. E o que mais preocupa é: “…atenderá à legislação brasileira em termos de segurança…” Ou seja, só vão atender (chorando muito ainda) o que estiver escrito num papel de pão de nossos “renomados e super-técnicos” legisladores… e olhe lá…

    “Brasil, um país de tolos. Sempre.”

    • Gustavo73

      Atender as leis brasileiras significa airbags frontais e abs.

      • invalid_pilot

        Pior que é isso…
        Esse carro teria que custar uns 20mil pra ser condizente com a qualidade… Melhor comprar uma Citycom300 que isso

  • alexandre

    E desde quando atender à legislação brasileira é o suficiente??? Caraca! Mais uma tranqueira pra gente, Renô????????

  • PrGirafales

    Acho INACEITÁVEL se vender este carro no mercado Brasileiro, mesmo que venham a reforçar a estrututura e blablabla, olha o estado do carro, chegou a arregaçar o teto e o painel com volante foi quase parar no banco de tras, pode reforçar com o que for que essa estrutura é muito mal planejada, era melhor a Renault continuar no clio maquiado do que trazer esse troço

  • Gustavo73

    Para terem uma ideia dos preços na Índia:

    Versões

    O Kwid é oferecido na Índia em quatro versões, todas de quatro portas:

    Standard – para-choques e rodas de aço pretas, defletor de teto integrado, estepe totalmente operacional, painel de instrumentos em cor única, quadro de instrumentos digital, estofamento cinza, aquecedor (não tem ar-condicionado), vidros esverdeados, indicador de troca de marcha, comando interno da porta de carga, garantia de dois anos contra corrosão.
    Preço – R$ 13.729 (equivalentes, câmbio do Banco Central de ontem), posto Nova Deli.

    RXE – rodas de aço em prata, acabamento do painel em prata cetim, ar-condicionado com aquecedor, encosto do banco traseiro rebatível, porta-luvas inferior com tampa, para-sol para o passageiro, imobilizador de motor, pacote de mídia opcional com rádio estéreo, MP3, Bluetooth, USB, Aux-in, dois alto-falantes e tomada 12 V.
    Preço – R$ 15.615

    RXL – direção assistida elétrica, luz de cortesia automática, para-choques na cor da carroceria, calotas multirraio, espelho externo direito (esquerdo na Índia), aplique preto piano no volante, acabamento prata cetim em torno dos difusores de ar, bancos dianteiros mais envolventes, pacote de mídia do RXE de série.
    Preço – R$ 16.925

    RXT – painel em duas cores, bolsa inflável para o motorista (opcional), acabamento preto piano no console central, botões de controle da climatização cromados, acionamento elétrico dos vidros dianteiros, pacote MediaNav com navegador e infotenimento via tela tátil, computador de bordo, comando de travamento central de portas a distância, faróis de neblina e limpador de para-brisa intermitente com lavador.
    Preço – R$ 18.706, com bolsa inflável R$ 19.230

    O VW up!, por ser lançado na Índia no mês que vem, tem preço previsto de R$ 18.340.

    dimensões parecidas com as do VW up!: comprimento de 3.679 mm (up!, 3.605 mm), largura 1.579 mm (1.645 mm), altura 1.478 mm (1.504 mm) e entre-eixos de 2.422 mm (2.421 mm). O porta-malas aloja 300 litros de bagagem (1.115 litros com encosto do banco rebatido) versus 285 litros do VW cujo desenho é de um hatchback normal. É ligeiramente maior que o Renault Twingo atual, que tem motor transversal traseiro. É muito leve, pesa apenas 660 kg em ordem de marcha (take up! 4-portas, 910 kg).

    Acelera de 0 a 100 km/h em 16 segundos e atinge 135 km/h, segundo a fabricante. O diâmetro mínimo de curva é 9,8 metros; freios, disco/tambor.

    • Cesar Mora

      e provavelmente por isso tem materiais muito mais frágeis…

      eu não acreditaria em um desempenho assim fraco na versão nacional, até pelo fator LatinNCap…

  • Ainnem Agon

    Tarde demais, Renault. Já queimou o filme.

  • zeh

    nossa??? o projeto todo é a cara do Brasil?..kkk

  • DiMais

    ‘específicos para cada mercado’

  • Mauro Schramm

    Como uma empresa global se presta ao papel de lançar um lixo desse no mercado?

  • Wolfpack

    Carro indiano como Ethios e Kwid, tou fora.

  • Leandro Santos

    A ideia da Renault e fazer um carro que ejete o ocupante com segurança ao colidir.

  • francis

    Aprovado com louvor pra vir pro Brasil agora, se fosse 5 estrelas, eles descartariam….

  • Brenno

    Se o assunto é peso, vamos competir então:
    Deixando a zoeira de lado, como será um crashtest de um Lotus/Catheram 7?

    • Gustavo73

      Te garanto que não será bonito.

  • francis

    A estratégia da Renault prevê a utilização de plataforma mundial em seus modelos, mas com desenvolvimentos específicos para cada mercado.
    ……….desenvolvimentos específicos para cada mercado… td bem, se o Kwid vier com segurança pra alcançar 3 ou 4 estrelas no LatinNcap, e os indianos que se F******* … Dona Renault justificando o injustficável…

  • Vagnerclp

    Nossa, que lixo!! Porém, já era esperado, aff.

  • Gilberto Silva

    Eita… se for pra vir assim, melhor deixar o bom e velho Clio mesmo!

  • Leo

    Bonitinho mas ordinário! Em terra de Up! 5 estrelas esse carro não pode se criar!

  • Marco

    Que bomba este carro hein. Me decepcionei e assustei com as imagens. O motorista seria morto pela pancada da cabeça no volante. Muito fraca a estrutura desta lata de sardinha.

  • Vanderley Almeida

    Meu Deus! A Renault com essa bomba vai matar mais que o Talibã!

  • Eric Lúcio Silva Rodrigues

    Estava lendo o o relatório sobre as melhorias que a Renalt fez na estrutura e olha só: “It was confirmed that Renault added reinforcements in the structure but only in the driver side and not in passenger side.” Que porcaria de montadora em… E mesmo com a melhoria os testes mostram a fragilidade em conter o avanço do painel como mostrado na figura da parte do abdômen.

  • The Monster Man

    Queimou o carro no resto do mundo.



Send this to friend