Hatches India Lançamentos Mercado Renault

Renault Kwid é a nova sensação na Índia – Compacto tem fila de espera de até 9 meses!

renault-kwid-accessory-pack

Assim como a Hyundai com o Creta, a Renault agora está chamando a atenção do mercado indiano com o Kwid. O compacto barato da marca francesa tem fila de espera de até 9 meses para algumas versões.

As mais comuns acumulam 6 meses de espera. Esse tempo de gestação é devido à grande procura pelo Kwid, que supera em muito a capacidade produtiva da Renault. A planta de Chennai pode fazer de 5 a 6 mil unidades por mês, mas as reservas superam 50 mil exemplares.

Custando a partir de R$ 14,7 mil, o Kwid chega ao mercado indiano com motor 0.8 de 57 cv e até opção automatizada, tendo ainda 300 litros de porta-malas e visual que lembra o de um crossover. Aqui, o compacto da Renault deverá ter motor 1.0 Flex de até 80 cv. Fará o mesmo sucesso por aqui?

[Fonte: Gaadi-Waadi]





  • Jorge Osório Cortese Magalhães

    Sem a menor dúvida!

  • VORTEC REDNECK

    Indiano ao que parece é tão tosco quanto Brasileiro pra escolher carro.

    • automotivo

      A quest’ao deve ser $$$$.

      • C.A.

        Se chegasse custando R$15 K no Brasil também faria um sucesso monstruoso.

    • Vinícius Lima

      Cara a questão é financeira mesmo, ou vc acha que quem esta andando de gol e up nao gostaria de um golf?

      • dncmotors

        Verdade!

    • Deadlock

      Esse carrinho é maneiro. Tem chance de sucesso por aqui.

  • André

    Fará um sucesso enorme, ainda mais com esse visual off road. Imagina se viesse com o preço do indiano, rsrsrsrs. Só fico preocupado com a segurança do modelo, considerando que o carro pesa quase 300kg a menos que um up! e não deve usar metais refinados, nem quero ver o crash test.

    • Apopololo

      Lembro que vi em algum lugar que a versão mais barata dele é pior que muito pé de boi que é vendido aqui no Brasil.

  • Jacques

    Esse carro realmente só terá 3 parafusos de roda? Que economia porca…

    • automotivo

      baixo custo!

    • Hugo Borges

      Carros de competição tem apenas uma.

      • Bruno Wendel Marcolino

        kkkkkkkk

      • th!nk.t4nk

        “Mais” não é sinônimo de “melhor” sempre né :)

    • Clovislauro

      Quando eu era moleque, eu barbarizava com um Del Rey, que tinha 3 parafusos, da minha mãe e mesmo assim nunca caiu uma roda.

    • Roger Bersch

      Claro que diminuíram para economizar…

    • Bruno Wendel Marcolino

      e dai?

    • ALVIN_1982

      Faz as contas: 1 parafuso simples R$ 4,00 x 4 = R$ 16,00. Levando em conta de que economize 16 reais por carro, a cada 1000 carros vendidos, economiza-se R$ 16 mil reais. Imagina 100 mil carros, economizando R$ 1,6 milhões, somente com 1 parafuso a menos em cada roda! Você ainda acha que a economia é porca?

      • Deadlock

        Ele quis dizer economia de porca…

  • Clovislauro

    Pensar que o carro da foto tem um motor 0,8 aspirado com 57cv, é bizarro de mais.

    • Roger Bersch

      Carro urbano, para ver que até na india os carros são igual na Europa, o povo não pega carro compacto enche com a família e carrega de malas e vai subir a serra.

      • Clovislauro

        Roger, tradicionalmente, o indiano pega a moto, enche com a familia e vai subir a serra. Agora é que a classe menos favorecida está aprendendo a usar o carro, claro que pequeno com motor 0.8 aspirado como o Kwid, Hyundai Eon, Maruti 800 entre outros.

        • Deadlock

          É, os famosos tuc-tucs.

    • Adam Lewis Charger

      Mas tem 660kg, então ele meio que não precisa mais do que isso para a proposta do mesmo.

      • Gustavo73

        Até poporque tão leve se bater rápido não sobra ninguém.

        • tiago

          Se bater rápido não sobra ninguém nem em um volvo. Temos que aguardar os testes de batida, se a Renault conseguisse fazer um carro seguro com 660kg seria ótimo para a Indústria automotiva.

          • Gustavo73

            O rápido não é esse rápido né. Fazer um carro extremamente leve não é problema, mas sim os custos para conseguir isso com segurança. Técnicas e materiais para tal são muito mais caros e lógico que não estariam presentes em um modelo de entrada e baixo custo que economiza até nos parafusos da eoda. O Sandero europeu tem 4 estrelas. O Swift indiano é pior que nossos carros em segurança. Então não deve ser supresa o resultado de um carro tão leve e barato. O modelo nacional deve ser mais pesado. O Uno original pesava pouco menos de 900kg. O Up que tem boa parte sa estrutura com aço de altíssima resistência e mais leve pesa 950 kg. Não tem muita mágica. Se tivesse a Renault usaria nos seus produtos mais caros e de maior vendagem na Europa.

            • tiago

              Entendo, mas devemos levar em conta que a redução de peso pode ser resultado da simplicidade, que, não necessariamente, abdica da segurança. A minha expectativa é que esse carro não faça feio nos testes, por ser um projeto novo e que será vendido em várias partes do mundo.

              • Gustavo73

                Várias partes, quer dizer Índia, China e América do Sul. Aonde não necessariamente a segurança é item de série. Mas sim gostaria que fosse seguro, pelo menos 4 estrelas. Mas o peso se for mantido aqui não me traz segurança.

              • André

                Tiago, com todo respeito, mas não acredite em papai noel e coelhinho da pascoa. Vejamos outros modelos do grupo: March 2 estrelas, Datsun Go 0 estrelas, todos os Dacia vendidos na Europa salvo o Sandero 3 estrelas.
                Depois desses vexames, se a Renault tivesse conseguido um carro seguro pesando 660kg, claro que já teria patrocinado um teste no Ncap e estaria alardeando o feito para todos os cantos. Mas pode ver que eles estão sempre quietinhos com relação a segurança. Porque voce acha que até agora a Nissan do Brasil não patrocinou um teste dos March/Versa feitos aqui? Infelizmente só dá para confiar nos modelos Renault e Nissan vendidos nos EUA e Europa. Terceiro mundo, esquece.

    • Deadlock

      No Japão é comum motor de 0,6L em carros para usar na cidade. Na verdade, não precisa de mais.

  • Cesar Mora

    Esse carro vai vender muito! é bonito, tem tudo que o mercado quer e deve ser barato…

    • th!nk.t4nk

      E como a foto engana né. Olha bem. Parece gigante! E na realidade é do tamanho de um Uno!

      • Cesar Mora

        Foto bem tirada, desenho bem feito para parecer maior… jogo de luzes… realmente ajuda muito!

        • Giovani

          eu ia comentar que era um clio desses vendido aqui no BR nas
          proporções mais testudo e com suspensão de adventure ou stepway.

  • Bittencourt

    Esse “Kwid Stepway” ficou bem legal!!!

  • Vattt

    Sim, fará muito sucesso no Brasil, Mas depende do preço e se a Renault colocaria ele junto com o Sandero na lista dos mais vendidos.. Seria o segundo carro da casa para a patroa e pro dia a dia.

    • Zoran Borut

      Coitada da patroa.

  • Aloca

    Se custar 14.000 reais irá sim. Mas se partir de 29.990 (ainda mais por ser Renault) não terá grandes vendas.

    • Por que mesmo?

    • Junoba

      Nunca que um carro custaria 14k atualmente. O Clio já parte de 35k, então já sabe, no mínimo a partir de 30k esse Kwid…

    • Bruno Wendel Marcolino

      ta brincando né? 14k tu compra Siena usado e pelado ainda, lá pelo ano 2005.

      30k no minimo dos mínimos.

  • Rodrigo Queiroz.

    Será este nosso triste fim ?

  • pedro rt

    disseram q aqui ele vai ter o mesmo 0.8 de 70cv e nao o 1.0 do march

    • Iran Borges

      Na matéria diz o contrário

    • th!nk.t4nk

      Não faria sentido isso.

  • Thiago K. Galiza

    Não é feio (principalmente esse “Stepway” da foto), tem proposta interessante, pra vingar por aqui precisará de algumas modificações que o Brasileiro tem preferencia (comando dos vidros elétricos nas portas, e etc), e claro, o preço. A Renault tem duas cartas na manga pra fazer sucesso no seu porrifólio em 2016: Kwid e Capitur.
    Basta ela saber da o preço pra ambos.
    Fora isso, surpreendeu com o Sandero RS e tem a Oroch que pode vender bem, e pode pintar também a Alaskan.
    Vamos acompanhar os próximos capítulos

    • Junoba

      Mas pelo o que eu sei, o Kwid já vai vim com molduras nas caixas de rodas e aquele plástico nas portas. Então acho que não deverá ter um versão Stepway.

      • Thiago K. Galiza

        Sim, dei uma olhada no site da Renault indiana, na verdade o carro da foto está com um pacote de acessórios que inclui o rack de teto, protetores laterais das portas, difusores e muito cromo exagerado

  • Vanderley Almeida

    Com certeza fará muito sucesso desde que os preços sejam justos. A Marca já tem boa imagem junto aos consumidores desde segmento de entrada. Bonito ele é!

  • Bruno Wendel Marcolino

    po, 9 meses? da pra nascer um filho ai kkkk

    Nem o HB20 no lançamento conseguiu essa façanha.

  • ALVIN_1982

    Esse carrinho no Brasil à partir de R$ 20 mil, básico e R$ 30 mil completaço, iria vender que nem banana na feira!

    • Clovislauro

      Até Etios, up! e 208 ia vender como banana na feira por esse preço. Aliás, 208 acho que não, ainda ia rolar o um mimimi.

      • Gustavo73

        Verdade mas. Mas se tivesse aqui a mesma relação que tem na Europa até o Sandero deveria ser mais barato(custa bem menos que o Up). Imagine esse aí.

  • Jordan Rodrigues

    Dizem que a versão nacional vai ter materiais de melhor qualidade, motor 1.0 e claro air bag e ABS já que é lei (na índia não)

  • Fábio

    Hora de pegar o bote pq o choro hater vai ser grande.

    • Hox

      Os haters que descem a lenha mas andam de Celta e Gol.

  • Mr. On The Road 77

    9 meses de espera!? O que é isso? Um filho??
    kkk

  • Sam86

    Qual a categoria desse carro (segmento)?

    Mas deve vender bem, afinal de contas brasileiro ama comprar porcarias automotoras superfaturadas.

    PS.: achei horroroso também.

  • Paulo

    Esse carro, desse jeito ai dependendo do preço tem tudo pra ser o mais vendido do Brasil. Ele tem tudo que o brasileiro comum gosta, e não estou dizendo que seja bom.

  • Cristiano Moura

    Se vier no lugar do Clio vai vender que nem pão quente e ainda por cima com uma margem de lucro absurda para a Renault.



Send this to friend