México Mercedes Benz Montadoras/Fábricas Nissan

Renault-Nissan e Daimler lançam pedra fundamental em fábrica mexicana

nissan-daimler

Com investimento de US$ 1 bilhão, Renault-Nissan e Daimler lançaram a pedra fundamental de uma nova fábrica no México, que ficará em Aguascalientes, onde a Nissan já dispõe de uma planta.

O objetivo é produzir em conjunto os modelos Mercedes-Benz Classes A, B e CLA, bem como o Infiniti QX30. A capacidade instalada será de 230.000 unidades e o volume vai gerar 3.600 empregos diretos e até 12.000 indiretos na região. O Brasil deverá receber esses modelos sem imposto de importação ou IPI majorado.





  • V12 for life

    Sem imposto de importação ou IPI majorado = maior lucro por unidade para a Mercedes.

  • Gustavo73

    Lembrando que a ausência do super IPI fica limitado pelas cotas. Que segundo o acordo original já não deveriam existir. Mas foram prorrogadas para 2017. Isso é se nada mudar teríamos livre comércio de automóveis com o México. Alguém acredita nisso.

    • Mr. Bola de FOGO!

      NOPE.

  • ObservadorCWB

    E viva o México….atraindo mais investimentos que a banânia. Aqui é o contrário..logo logo a Mercedes começará a demitir. Por enquanto estão naquele programa de incentivo governamental de redução de horas/salário.

    • ricardo

      ja demitiu faz tempo ..

    • Linkera

      Isto graças à folha muito menos onerosa no México e, principalmente, graças aos acordos bilaterais com os maiores mercados do mundo, incluindo USA, UE e, abrangindo, Mercosul inclusive.
      Enquanto isso, o Brasil de PTralhas podres, burros e corruptos ficou de fora do maior acordo de livre comércio já firmado, que possui 80 países e permite o livre de comércio de produtos eletronicos.
      O nosso governo protecionista se recusou a entrar neste acordo por acreditar que isso vai desfavorecer a indústria local e gerar desemprego (WTF???). Só esqueceram de considerar que o acordo é bilateral, logo, se você importa sem impostos aqui, exporta sem impostos lá, dando, assim, maior competitividade aos nossos produtos lá fora e então teríamos maior produção aqui e mais empregos. Mas não! Governo burro e imediatista é assim mesmo! Agora teremos que continuar amargurando nossos produtos mais caros, inclusive nossos carros, que são compostos de componentes que se beneficiariam neste acordo.
      O paísinho complicado este viu?!

      • CharlesAle

        Complicado era antes! Agora, virou uma bo..ta mesmo….

    • Philomeno

      ;)

    • CharlesAle

      Opa observador. Na verdade, houve um acordo com o sindicato e as 1500 demissões foram.”congeladas” vamos dizer assim. Mas a produção está muito baixa. Trabalho aqui na Mercedes e sinceramente, todos estamos preocupados caso a crise continua por mais tempo(pior que vai…)

  • Marcus Fenix

    Todo mundo investindo em fabricar carros no México e nós do Brasil ficamos com as fabricas de carroças!