Renault-Nissan: Para Carlos Ghosn, Brasil e Rússia são decepções

24/01/2016

ghosn-japan

O presidente da Renault-Nissan se diz decepcionado com Brasil e Rússia. Por aqui, o segundo mercado da marca francesa, as vendas despencaram um terço no ano passado e isso não está agradando Carlos Ghosn, que também reclama de situação semelhante no país eslavo.

Para Ghosn, além da queda no ano passado, o Brasil deverá ter outra em 2016, deixando-o incomodado. No caso russo, o país representa o terceiro mercado da Renault, mas a marca registrou queda de 45% nas vendas em 2015.

Na visão de Carlos Ghosn só existem duas saídas para seus dois principais mercados no BRICS. Uma é fazer as malas e ir embora. A outra é ficar e enfrentar a crise. Para o chefe da Renault-Nissan, a segunda opção é mais viável nos dois casos.

Nos dois países, a Renault vem desenvolvendo produtos específicos para estes mercados. Aqui, além de Logan, Sandero, Duster e Oroch, a marca prepara a chegada do compacto Kwid em substituição ao Clio. Uma picape média derivada da Frontier também deve chegar. Apenas os modelos Fluence e Master estão em sintonia com a França.

[Fonte: Época]

Agradecimentos ao Sergio Quintela.













  • Marcello Caetano

    Se resolver ficar, comece a vender RENAULT e não Dacia que já vai ajudar muito.

    • Henrique12

      brasileiro gosta de Dacia, quando vendia Renault aqui ninguém comprava, diziam que a manutenção era cara, a mecânica muito complexa e bla bla bla… Ouvi muito isso

      • Fernando

        Que época era essa? 20 anos atrás? Há 20 anos, 15 anos Hyundai jamais faria o sucesso de hoje. Só havia aqueles carrinhos com cara de Chinês e aqueles mini caminhão pra carregar butijao de gás.

        O conceito e opinião das pessoas também mudam. Sua teoria está muito ultrapassada.

        Hoje a Renault não traz seus carros legítimos pois os dacia vende bem e deve ter uma margem de lucro maior. O dia que a corda apertar no pescoço ela trará os franceses. Tudo questão de tempo. E eu acho que isso vai demorar menos de 10 anos para acontecer, chuto uns 6…concorrência cada vez maior, os dacia não darão conta

        • Raul Godiano

          Nao traz porque não irá vender, simples assim. Olha a VW com o UP , nao vende, 208, 2008, c3, Fluence GT, sao outros Exemplos de carro que sao melhores que os concorrentes e simplesmente nao vende. Ou alguem aqui acha o Onix melhor que um 208 ou C3 ? O UP nao alavanca, nem mesmo o TSI, entao esquece , Renault nao vende produto “premiun” no Brasil, o unico melhorzinho e o Fluence. Nao iremos ver tao cedo aqui, Clio, Megane , Megane RS, as minivans ou SUV deles, nosso mercado se limita a isso infelizmente.

          • Wagner

            o up vende bem sim, teve ate uma reportagem que mostra as vendas por motorizacao na 4 rodas se nao me engano que o up! seria top 10 nas vendas, um 208 de entrada ta custando 47.690,00 o onix 1.0 na CSS vc acha a 32-33 mil, fora q a rede chevrolet é muito maior, o fluence nao vende assim como o jetta e o focus sedan nao vendem pq temos o corolla e o civic na categoria e nao tem quem os bata em vendas.

          • OlCal

            “Exemplos de carro que sao melhores que os concorrentes e simplesmente nao vende” ?!?!?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Fernando

            Eu penso diferente. Antigamente a Renault era uma marca de pouca confiança. E num mercado de pouca confiança, eles investiram numa marca de segunda linha para fazerem nome (os Dacia). Agora, vejo que o caminho é voltar as origens com os carros made in França. Porém toda mudança requer tempo (entenda-se anos).

            A Captur nao dizem que vai vir? Entao, é um projeto frances. Ela é a primeira da nova remessa que virá. Escreva ai o q te digo e daqui uns 6, 7 anos voltemos neste assunto rs

            Quanto aos carros da Peugeot, eu acho eles bem louco, ate queria um 208, mas ai meu amigo, eu abro o classificados e vejo que quem pagou 45k num, ta vendendo hj em 2 anos, por 35 mil ou menos o mesmo carro, fora os problemas que o carro tem, fora a rede de autorizadas e assistencia deficiente, peças caras etc e tal. Eu acho o carro show, mas ai quando leio isso, acha que vou pagar para ter um carro assim? Meu dinheiro vale mais, minha tranquilidade tambem. Prefiro comprar um tradicional Onix que voce citou, mesmo sendo inferior, que sei que nao terei todos esses porens que citei.

            Por esse motivo que os Peugeot nao vende, por esse motivo que a Citroen, apesar de vender mais, ainda é vista com duvida, e o mesmo vale para a Renault. Abro o classificado e vejo Sandero por 20 e poucos mil reais, um carro que é vendido (era) por R$ 35 mil. Perder dinheiro assim? Nao, obrigado. Bem ou mal, as 4 tradicionais me atendem no que preciso.

            Como disse, meu dinheiro vale mais no meu bolso do que no bolso das montadoras.

            O dia que os peugeot, citroen, etc terem mesma rede autorizada, peças baratas, manutençao barata etc que as 4 montadoras tradicionais aí podemos debater o porque as pessoas nao compram um carro melhor. Enquanto isso nao acontecer, a resposta pra sua pergunta está respondida :)

            E sobre o UP, ele é um carro carismatico apenas, passa longe de ser um carro “bem louco”, ou “da hora”, e por isso, se explica o porque dele vender menos do que se esperava. Design que agrada poucos e simplicidade ao maximo. Tá ai porque vende menos do que devia.

            Nao ve quem nao quer…rs

            • Samwise

              Ja tive carros franceses, nenhum deles me deu problema e gostei de todos, mas infelizmente vc tem razão.

        • Túlio Leal

          Não tanto tempo. 10 anos. Há dez anos tinha Megane, Grand scenic, e clio, e não vendiam. Grand Tour ficou há até uns 3 anos. Todos os Dacias vendem muito mais que os renault vendiam por aqui.

          • Fernando

            Entao mas 10 anos é muito tempo. Pegando a Hyundai que hoje é referencia de design e todo mundo olha para ela quando pensa em trocar de carro alem das 4 outras tradicionais montadoras, há 10 anos, a Hyundai nem estava ainda começando aquele papo dos comerciais de o melhor carro do mundo, e coisa do tipo com o i30 original e o Azera.

            Cito ela pois é um case de sucesso recente e que está na memoria da maioria de nós.

            Os tempos sao outros. Renault ha 10 anos atras era fraca demais, poucas peças, manutenção cara, alta desvalorização (ainda é) e carros feios. Os Dacia nao sao uma maravilha mas sao projetos melhores q os antigos Renault na minha opiniao, o unico que se salvava era o Grand Tour e o Megane, pois o resto, poderia devolver tudo lá para a França…rs

      • Brasileiro

        Concordo, em 2000, Autentico Renault Clio com Air bags, Megane e etc, porem o brasileiro não deu valor.

        • Evandro Vieira Teko

          Brasileiro não querer itens de segurança ja é burrice de tempo entao………kkkkkkkkkkk

      • Wagner

        Olha amigo, sinto discordar mas se voce for ver as vendas da epoca geralmente o clio ficava no top 10, o megane nunca vendeu bem, assim como o fluence nao vende, e o motivo todos ja sabemos: toyota e honda, o laguna tbm nunca vendeu bem assim como accord e camry nao vendem, mesmo sendo da honda e da toyota.

    • The Canadian

      Uma pena que os renault de verdade são muito caros pra nossa realidade, um clio na europa custa mais de 60 mil reais.

      • Tosoobservando

        Kra vc esta usando o cambio de agora, amanha o real pode ficar 1/1 com euro e milagrosamente o Clio vai custar 12 mil reais kkk

        • The Canadian

          Não, não vai custar 12 mil reais porque o real não vai ficar 1/1 com euro, as leis tributárias e trabalhistas são diferentes, os ganhos da fábrica e das revendas são diferentes, só coloquei o preço dele na europa, se lá custa isso como aqui vai custar menos? Somente dando uma “abrasileirada” nele, ou seja, deixando-o muito mais pobre em equipamentos e em construção.

          • Tosoobservando

            Pois é vc percebeu o absurdo que é fazer conversão burra usando o cambio do dia ne. Nao tem nada a ver, isso que quis mostra.

            • The Canadian

              Eu sei que a conversão que fiz foi bem simplista, mas acho que mesmo assim um clio igual ao europeu vendido aqui provavelmente custaria na faixa dos 55, 60K reais.

              • Tosoobservando

                O Peugeot 208 é vendido e nao custa isso tudo (apenas algumas versões).

                • The Canadian

                  Não custa tudo isso, mas se compararmos a lista de equipamentos de um 208 europeu com o brasileiro vamos notar que o europeu é mais completo já nas versões de entrada.

                  • Tosoobservando

                    Mas nao falei em equipamentos, estou falando em existir o carro aqui, mesmo capado. Nada impede que a Renault fizesse, mesmo que ficasse acima do Sandero.

              • Fabão Rocky

                O Clio vendido aki c/ ctz iria competir na categoria dos “compactos premium” como o Punto, Fox, New Fiesta, C3, 208.

      • Joao Cortes

        WTF???????????????????

      • Gran RS 78

        Vc está errado em querer colocar os preços em reais para um modelo que é vendido por lá. Um Clio custa apartir de 12 mil euros, muito barato para eles que ganham em euros. É caro para nós, que ganhamos em reais não para eles.

        • The Canadian

          Sim, é caro para nós que ganhamos em reais, mas se vendessem o mesmo modelo com as mesmas especificações do europeu por aqui seria caro do mesmo jeito.

          • Gran RS 78

            Sim, mas no seu comentário acima, vc fala que o Clio custa para eles 60 mil reais, o que é um erro. Só vale para nós essa conversão, e não para eles.

            • The Canadian

              Mas pra eles custa 60 mil reais, convertido em euros da uns 12, 13k, não é o carro que é caro somos nós que ganhamos pouco.

              • Gran RS 78

                Não, esquece o preço em reais para ELES, pois como eu disse anteriormente, eles ganham em euros, portanto o Clio custa 12 mil euros. Essa conversão que vc está fazendo de 60 mil reais só vale para nós e não pra eles.

      • Cristiano_RJ

        Essa é a típica desculpa que Volkswagen, por exemplo, usou para não trazer o Golf V e o Golf VI para o Brasil por anos; deixando-nos relegados ao Golf 4,5. Só depois que a Ford entrou com o Focus II up-to-date com o que era vendido na Europa e a Hyundai entrou arrebentando com o i30 de 1ª geração, foi que a VW tomou vergonha e se coçou. Desde 2013 temos o Golf VII, sendo que neste ano passará a vir do Brasil, mesmo estando em crise.

        Moral da história: isso é uma FALÁCIA! E ficar propagando esse tipo de argumentação é um desfavor a todos nós consumidores. Só dá munição para que essas montadoras continuem nos tratando como um submercado.

        • The Canadian

          Não acredito que seja uma falácia, o brasileiro médio ganha sim muito pouco se comparado a outros países mais desenvolvidos, por isso temos gol, palio, onix, e produtos vendidos na Europa ou Eua ou Japão quando vem pra cá, não só carros, ou são bem caros e pouco acessíveis ou são “tropicalizados” para que o preço final seja menor.

          • Cristiano_RJ

            Que ganhamos pouco eu não duvido. Falácia é que não é possível vender carros modernos e up-to-date para brasileiros.

            • The Canadian

              Claro que é possível vender carros modernos e up-to-date para brasileiros, nisso eu concordo, mas convenhamos que eles são mais caros e menos acessíveis no brasil, vide up a 50k.

              • Cristiano_RJ

                Olha, o fato é que a margem da indústria automobilística no Brasil sempre foi gorda; maior do que em outros países. Há pouco tempo atrás, aqui mesmo falávamos muito do “lucro Brasil”… só que de 1 ano pra cá, surgiu uma jaqueira. Um biombo que está escondendo essa realidade. E esse biombo se chama “crise econômica”. E ela é ótima, porque volta as nossas atenções exclusivamente para o governo e faz com que esqueçamos com quem estamos lidando. Não que o governo não tenha sua parcela de culpa, longe disso, assim como o dólar, a inflação, e bla-bla-bla. Mas a ANFAVEA, esse cartel escr#t# que faz lobby para garantir seu mercado fechado, é a causa básica de tudo. E para ele, esse tipo de argumento cai como uma luva. Olha, não sei há quanto tempo você comenta por aqui, eu o faço há muitos anos. Na época em que tínhamos o Golf 4,5 e a VW alemã apresentava ao mundo o Golf VI, você precisava ver os fanboys correndo para defender a montadora amada: “é sofisticado demais para nós brasileiros”; sentenciavam convenientemente. Que saber do mais? Viu a matéria da nova tabela da Mercedes-Bens? Pois é. Culpa da crise, do dólar, do governo, né? NÃO. Lembra-se por quanto o CLA180 foi lançado no Brasil há uns 3 anos? Por R$ 150 mil. O mesmo valor que está sendo vendido agora! Sacou?

          • Cvrtlik

            Nós ganhamos pouco baseado em quê? Se ganharmo mil e quinhentos “dinheiros” como um americano normal, o carro deles , por exemplo, o Versa custa 11 mil dinheiro, acho que é mais fácil para eles comprarem mesmo ganhando o chamado salário médio. E mesmo se acharmos que o salário médio do brasileiro não é o mínimo, que seja, 2500 reais, ainda é caro, pois o carro mais barato aqui custa 34 mil dinheiros…

            • The Canadian

              Ganhamos pouco baseado no poder de compra do brasileiro, como você colocou, um versa custa 11 mil dinheiros para um americano e o mais barato no Brasil uns 34 mil dinheiros, infelizmente o “dinheiro” deles vale mais que o nosso, e produtos caros como um automóvel não são vendidos pelo poder de compra de um cidadão, fosse assim uma bmw sairia quase de graça em alguns países africanos pois lá eles ganham muito menos “dinheiro” que aqui.

              • Fernando

                Falando em BMW, a África do Sul e região é um grande mercado dela, que tem até fábrica por lá. Algumas desigualdades regionais fazem da mesma forma alguns produtos mais caros existirem e terem um bom mercado.

    • Deadlock

      Não está sabendo sobreviver na crise? Honda e Toyota vão muito bem, obrigado. Está na hora da Nissan e Renault oferecerem produtos mais modernos, senão a saída é cair fora mesmo…

      • Pedro Rocha

        Vejamos os produtos da Renault/Dacia em nosso mercado:
        * a FIAT oferece a Toro com câmbio AT6 e a Renault vai lançar em março (segundo informação de um vendedor) uma Oroch AT4;
        * Duster tem câmbio AT4, enquanto os mais vendidos usam CVT, dupla embreagem ou automático convencional com 6 marchas;
        * foi a única marca que trocou câmbio AT4 por automatizado monoembreagem (Logan/Sandero), uma solução que se mostra mal-sucedida em todos os mercados importantes.
        Os caras querem vender mais assim?

        • Jeanphil

          O povão quer carro automático, mas não sabem nem a diferença entre eles…são esses que compram…

      • Gustavobrtt

        Pois é, não dá pra trazer uns carros mais bonitos e com preço bom?
        Por que a linha Renault e Nissan aqui tem que ser tão simplória e cara?

        • Diego Santos

          Pelo preço dos carros atuais, caro não esta. Mas a simplicidade é de dar dó;;;

    • Gabriel Ferreira

      Droga cheguei atrasado!

    • Hugo Borges

      Não tem como vender os Renaults aqui com preço de Dacia. A marca francesa só está crescendo no Brasil graças à sua nova política, carros de países de emergentes para um país emergente(!).

    • Doge

      É ? Quer carro aqui igual o francês com o Euro a R$ 5,00 ? E mesmo se tivesse você não compraria por que ” existem carros melhores pagando menos “

      • Marcello Caetano

        zzz…

        • Doge

          Se faz tanta questão só você importar um de lá e já te deixo uma boa notícia, ele sairia mais barato do que se a Renault vendesse ele aqui oficialmente

  • Gabriel

    “Na visão de Carlos Ghosn só existem duas saídas para seus dois principais mercados no BRICS. Uma é fazer as malas e ir embora. A outra é ficar e enfrentar a crise. ”

    Uau hein, prêmio master of the obvious.

    • edgar__rj

      Vim comentar exatamente isso…

    • CorsarioViajante

      O preocupante aí é o presidente de uma marca dizer que ir embora é uma possibilidade. É bem raro isso. O Ghosn é famoso por ser incisivo e mesmo “grosso”, então dá o que pensar.

      • Pacheco

        Pra mim esse cara é um pessimo presidente. A renault e a Nissan poderiam ser grandes aqui, mas parece q só aposta em coisa q ja sabemos q vai dar errado.
        Tornou a Renault a Dacia e era em marketing na Nissan.

        • CorsarioViajante

          No tocante à Renault Brasil vem fazendo um bom trabalho especialmente se levarmos em conta o histórico da marca, conseguiu consolidar ela aqui e ela vem vendendo de forma estável. Mas a Nissan você foi direto ao ponto, a Nissan não tem nem nunca teve cara no Brasil, ninguém sabe qual é a dela e enquanto não resolverem isso vai ficar sendo uma marca “roleta russa”.

          • Zé Mundico

            Aí é que está o grande problema de administrar 2 marcas: evitar que batam cabeça e não concorram entre si. Quase sempre uma vai ter preferencia e a outra vai ficar com as beiradas. É o caso da Nissan que sobrevive vendendo pouco com bons modelos “populares” (March e Versa), embora defasados em relação aos modelos da Renault, pois nem câmbio automático tem. Bom mesmo só o Sentra, mas é importado e tem outro apelo comercial.

            • CorsarioViajante

              Pois é, quando são marcas com “personalidades” bem diferentes pode funcionar, mas é difícil dar esta personalidade. A Nissan por exemplo muda de cara a cada dez anos, primeiro era famosa pelos utilitários (Frontier, XTerra, etc), depois mudou de foco e trouxe modelos médios equipados como Tiida hatch e sedan, Livina, etc. Daí mudou de foco e trouxe modelos de entrada simples como March e Sentra… Que aliás é a mesma receita que a Renault adotou com Sandero, Logan e Duster, daí vemos a sobreposição. Está parecendo a PSA que gira, gira gira e acaba sempre conseguindo colocar suas duas empresas para brigar ao invés de se complementar.

            • Pacheco

              O mesmo problema da Citroen/Peugeot.

          • Pacheco

            Ele tornou a Renault uma Dacia. Eu acho que deveria ter trazido a Dacia e colocado a Renault como marca mais premiun. Com o Clio, Scenic, Megane… teria mercado.

            • CorsarioViajante

              Será? Por muito tempo ofereceu o Mégane por aqui, e não vendia nada. Oferecia Clio, não vendia nada… Clio começou a vender quando empobreceram ao máximo. Quer um exemplo mais próximo? Olha a VW com o Up, que não vende.

        • Martini Stripes

          Péssimo!? Ele levantou as duas! hahah Deixa eu te lembrar, mas vc vive num país subdesenvolvido.
          Os carros elétricos são o que são grande parte pelo Leaf, que mostrou possível o desenvolvimento de um veículo elétrico a um preço acessível. Esse cara é bem phoda.

          • Tosoobservando

            O novo Clio é lider em varios mercados da Europa, pq ele nao pode ser feito aqui? Ah esqueci, kk aqui nao tem Renault abaixo de 60 mil, so DAcia.

            • Pacheco

              Seria otimo concorrente para o Fiesta e poderia desenvolver um verdadeiro SUV para concorrer com o HR-V e o Renegade.

          • Pacheco

            Ele pode ter levantado lá na Europa, aqui ele conseguiu usar o nome Renault pra crescer a Dacia. Deveria ter colocado a Dacia e atualizado a linha Renault.

            Concordo que tem otimos carros, porem comete alguns erros que prejudicam.

            • Martini Stripes

              Acho que brasileiro nao compraria Dacia,e também não pagaria caro num renault de qualidade. Note que Polo, e outros com mais qualidade tem não são comercializados aqui pois seria projetos caros.
              Sendo assim, deixar a linha de entrada da Dacia com nome Renault foi excelente para as vendas da marca no Brasil.

        • kikofar

          Pacheco, procure se informar mais. O Carlos Ghosn assumiu a Renault-Nissan no fim dos anos 90 numa situação muito delicada da empresa. Naquele ritmo, a Nissan nem existiria mais… Hoje, no entanto, seus modelos são muito vistos pelas ruas norte-americanas. No Brasil, sim, eu acho que falta uma estratégia mais definida e um pouco mais agressiva e direcionada ao nosso mercado por parte da Nissan. A Renault já descobriu a sua com os carros da Dacia e nisso, tenha certeza, existe o ‘dedo’ do Ghosn no meio.

          • Pacheco

            Eu sei do quão importante ele foi pra rede, porem no Brasil ele ainda não acertou a mão. Parece que precisa colocar alguem pra presidir aqui e dar independencia ao grupo. Pq atualmente a Renault está com a linha Dacia aceita no mercado e a Nissan mesmo com excelentes produtos não vai pra frente.

            E erra a estratégia. Cade o Cambio CVT no Versa/March? Cade propaganda do Sentra e um trabalho de aprimoramento da marca? A Frontier abandonada no mercado… ele precisa entender melhor o mercado aqui.

        • Zé Mundico

          Que nada. O cara tirou as duas do buraco e transformou as duas num dos maiores vendedores mundiais de automóveis.

          • Pacheco

            Ele fez isso na Europa, aqui ele só atualizou a Renault com a linha Dacia de baixo custo e fez a NIssan voltar a aparecer. Mas até hj a Nissan não decola, e nem com produtos bons.

            Erro de estratégia. O cara lança o Versa no mesmo segmento do Logan. Lança o March pra brigar com Clio/Sandero.

            Antes que o Sandero era feio e capado, era mais facil. Agora ele está bonito e mais recheado, o March não tem vez.

      • José Cardoso Ferrão Neto

        AGORA É QUE AS VENDAS VÃO PIORAR, POIS NINGUÉM VAI QUERER COMPRAR UM CARRO QUE A MONTADORA AMEAÇA DE SAIR DO PAÍS !!!

        • Não há ameaça alguma de sair do país, como ficou claro na matéria.

          • Pacheco

            Ela nunca sairia daqui. A linha Sandero/Logan já está consolidada no mercado e alem de tudo deve ter otima margem de lucro.

            • Verdade, além do Duster e Oroch, também com vendas expressivas, somadas a Master, líder em sua categoria. Somente Clio e Fluence que não possuem vendas tão significativas.

              • Pacheco

                A Master dominou a categoria pq tem preço de HR com conforto e dirigibilidade de Iveco.

                Só quem ja teve as 3 sabe dizer como o custo/beneficio dela compensa.

    • Sergio

      Óbvio pq eles investiram muito, e tem que recuperar o $. Mas estas marcas chinesas, acho que metade ou mais irão embora. Quem comprou, vai ficar na mão e com a sensação de dejavu.

  • Tarcio

    Engraçado eu tenho um sandero (RENAULT/DACIA) e não vejo problemas com o carro . Me atende muito bem e cumpre o que foi designado. Devo Lembrar que quando tíamos carros da RENAULT as vendas não decolavam. Temos o Fluence , que é um baita carro que não deve nada pros japoneses e mesmo asim as vendas são baixas.

    • tpbastos

      É isso mesmo. É claro que os verdadeiros Renault são mais evoluídos que os Renault/Dacia, mas estes atendem melhor nosso mercado. Tem as qualidades que os brasileiros desejam. Na ordem: menor preço, espaço, mecânica simples, peças de reposição no mercado paralelo e robustez.
      Veja os caso da PSA. São excelentes produtos, mas não fazem frente aos tradicionais do mercado. Exemplo: GM e Fiat. Produtos questionáveis, motores ultrapassados mas de certa forma possui algumas das qualidades mencionadas.

      • CorsarioViajante

        A verdade dói mas precisa ser dita! Certeiro!

      • Tosoobservando

        HB20 entra nisso ae? Acho que nao hein.

        • tpbastos

          Bem observado. Nenhuma regra é absoluta. Apesar da boa participação, o HB20 não tem volume de vendas tão próximas do GM/Ônix e Fiat/Palio+Uno. Creio que o mérito do HB20 é ter um belo desing, e muitas vezes ser percebido pelo grende público consumidor como um japonês. Ele é um carro para aqueles que desejam ser observados como diferenciados, “descolado”, sendo hoje o que o 206 foi um dia.

          • Tosoobservando

            Mas a Hyundai tambem conseguiu essa aura de premium que nenhuma francesa conseguiu (tirando a linha DS agora).

          • Gustavobrtt

            o hb20 só não tem o volume de vendas maior pois a HMB não quer. Prefere ganhar mais $$ por unidade do que vender maior quantidade.

      • kravmaga

        Eu concordo, mas o problema da Renault Nissan é que eles não oferecem TAMBÉM modelos mais de luxo, que poderiam ser importados e vendidos no Brasil também. Lógico que nos países do Mercosul, essas importações só seriam viáveis em termos de custo se os carros viessem da argentina, México ou mesmo fabricado no Brasil, como várias outras marcas fazem.

      • Cvrtlik

        Eles têm preço bom onde? Na europa são carros mais baratos e aqui concorrem na mesma faixa de preço de carros mais caros.

    • Mr. Car

      Também tenho meu “Dacia” (Logan), e estou muito satisfeito. Não fui enganado, o carro entregou tudo o que prometia, e até surpreendeu positivamente pelo conjunto.

      • Pacheco

        Sao excelentes carros. Porem são Dacia e não Renault. A Renault deveria coloca-los como Dacia e trazer a verdadeira linha Renault.

        • Mr. Car

          Poder, podia, seriam mais opções, além disto não me importaria em comprar um Logan ou Sandero, mesmo se tivessem a etiqueta Dacia.

          • Foxtrot

            Também não me importaria em comprar um Dacia, com a etiqueta Dacia se o preço também fosse Dacia.

            • Mr. Car

              Esta questão de preço alto no Brasil, nem de longe é exclusividade dos “Dacia”.

              • Foxtrot

                Sim, mas a Dacia já foi longe d+ no superfaturamento. Como eu postei ha pouco, Em Portugal, o Sandero esta sendo anunciado no site da Dacia pela METADE do preço do Fiesta e do Polo, mais barato até que o Up!. O Duster esta sendo anunciado mais BARATO do que o Fiesta e o Polo enquanto aqui tem o preço de Focus e Golf.

                • Mr. Car

                  Agora eu não sei, mas se quando comprei, houvesse algo pelo mesmo preço e que fosse notória e incontestavelmente superior, eu teria comprado, he, he!

                • Cvrtlik

                  Ele é mais barato que o up, isso é fato.

          • Pacheco

            Concordo… minha irmã teve um Sandero e era um excelente carro. Porem queria ter no Brasil o Clio Europeu, Megane, Scenic. Sempre achei a Scenic um excelente carro, porem ficou desatualizado.

            • Mr. Car

              Também queria ver tudo isto aqui, inclusive o Twingo, mas não desprezo os Dacia, he, he!

        • Rodrigo A.

          Não vejo essa excelência toda, não me passa nenhuma robustez (segurança) e aparência de gosto duvidoso.

          • Cvrtlik

            Me passa ser um carro para mercado emergentes, nada de boa dirigibilidade, construção esmerada…., silêncio ao rodar, embreagem, câmbios e direção afinadas, não vejo um mínimo de detalhe no carro.., e temos alguns por aqui que cuidam disso custando o mesmo.

      • Cvrtlik

        Bons carros, mas com preços fora da realidade, na europa com nome de Dacia, custam bem menos…, por que aqui temos que pagar mais?

        • Mr. Car

          Deve ser justamente por aqui ser “aqui”, e lá ser “lá”, se é que me entende, he, he!

          • Cvrtlik

            Sim, mas vc não entendeu a comparação, Um dacia lá custa menos que up e afins concorrentes, pois é carro de baixo custo, aqui ele tem o mesmo preço desses mesmos concorrentes. …Então me sinto pagando mais por uma marca e produto não tão bons.

            • Mr. Car

              Entendo, mas também acho curioso que na hora de meter o pau nos Dacia, muita gente ache o up! bom, mas comprar o VW, “ninguém” compra, he, he! O mercado tem destas coisas.

    • Diego Santos

      Creio que o maior mal da Renault é o aspecto inferior que os carros possuem. Fui ver um Sandero no final de semana, o preço bom. Mas motor beberrao, aquele acionamento de vidros traseiros no painel, sem contar ainda direção hidraulica( bem dura, comparada com da Palio).
      Os carros são bons, baratos mas com um aspecto bem pobre de material. Vá numa concessionaria Ford e veja o New Fiesta S (a versao de entrada) um aspecto extremamente pobre por dentro. Você vai pensar “bem, por esse preço eu pego um carrinho mais elegante”.
      Acho que isso que acontece com a Renault. Seus carros são extremamente racionais… sem emoção. E o sucesso do HB20 comprova isso.
      Fato é que depois do HB20 o mercado popular teve que se mexer, infelizmente a Renault parou no tempo.
      Tenho amigos que tem Logan, Sandero e gostam do carro. Mas são aqueles casos de orçamento apertado e de compra completamente racional(“preciso de porta mala…”). Ora, em dar 45mil num HB20 1.0 e 43mil num Sandero, muitos vão pro HB20.
      Outro ponto negativo pra Renault é o pós venda. Infelizmente ela nao tem o nome forte como Toyota, que vende o feinho do Etios, tendo como base principal sua mecanica confiavel, pós venda excelente.
      Não tenho um HB20. Mas reconheço que ele mudou drasticamente o mercado, junto com o Onix em 2012. E o mesmo acontece agora com o motor turbo do VW UP!
      Quem não se mexer vai ficar pra trás…

      • Fábio

        Nossa. vc fala do sucesso do HB20 como se o Sandero e Logan vendessem mal. Os dois estão no top10, vc acha que a Renault está triste pela posição da dupla no ranking? Quem deveria estar triste são a PSA(C3 e 208), VW(Up!) e Toyota (Etios).

        • Tosoobservando

          Nao somos nos que estamos reclamando disso, é o proprio diretor da marca! hehe

        • Diego Santos

          Favio. o Sandero ficou em nono. Mas veja o preço que o Sandero pratica e o HB20 pratica. O Sandero 1.6 com Multimidi esta saindo por R$43.000 em tx zero em até 36x. . O HB20 1.0 ta saindo por esse preço… Eu não tenho o HB20, mas reconheço que a marcar acertou com o HB20… e dai se o carro não é tão espaçoso, não tem um motor moderno, tem o velho tanquinho de partida a frio, direção hidraulica… enfim. Mas com esse UNICO carro eles conseguiram entrar nas 4 grandes, empurrando a FORD pra 5° colocação. O carro é mecanicamente defasado, mas tem o que o brasileiro mais valoriza: Beleza.

          E quanto tempo a Renault ta no Brasil sem conseguir chegar na colocação que a Hyundai esta? A Peugeot é um caso a parte, pois passou anos datada, não trazendo o 207 para o Brasil, apenas fazendo uma maquiagem no 206.

          Mas voltando a falar da Renault. O que ela tem de diferente dos primeiros colocados?? Exatamente nada… motor da decada de 90, direção hidraulica… etc. O que falta pra ela decolar, creio que é a beleza.

          Mas Fabio, ha de concordarmos que não há carro perfeito. Sempre vai faltar algo pro consumidor. Depende dos desejos e necessidade e principalmente bolso de cada um. MAs acho dificil o Brasileiro, tendo de escolher entre o HB20/Onix opte pelo Sandero, se ambas oferecerem as mesmas configurações e mesmo preço.

          O Renault é um carro racional. E não ha nada demais nisso. São para as pessoas que precisam de um carro espaçoso, confiavel, manutenção em conta… Beleza é algo secundario. Acho que o mesmo se encaixa no Etios. Afinal, achar carros com espaço interno parecido, só indo pra categoria superiores, o que o bolso de muitos não acompanha.

      • Tarcio

        NÃO SEI SE É BEBERRÃO. VEJA MINHA EXPERIÊNCIA: VIAJANDO PARA RIO DAS OSTRAS RJ COMPLETEI O TANQUE COM GAS ADT FUI AO MEU DESTINO E NA VOLTA RESOLVI NOVAMENTE COMPLETAR O TANQUE E FAZER UMAS CONTINHAS , E VEJAM SÓ FEZ 17,7 KM/L. POR ISSO NÃO ACHO BEBERRÃO.

        • Diego Santos

          Bem Tarciiso, depende… depois que vc se acostuma com uma media acima de 20km por litro, 17,7 na estrada se torna “aceitável”. Não é ruim em relação ao motor e ao peso do carro, mas se o Sandero estivesse usando o motor o March atual (tres cilindros) o rendimento seria melhor.
          Os dois compartilhavam o mesmo motor, mas ano passado a Nissam deu uma atualizada no March.
          Mas a Renault nao é unica. A Fiat e GM, ainda continuam com motores 1.o quatro cilindros. A Fiat vai estrear o MOBI com o motor 1.0 (4 cilindros) e só em 2018 o tres cilindros.
          Só a Ford, VW e Hyundai trabalham com motores 3 cilindros. Mas e não a todo torque. Pois o primeiro a receber o motor três cilindros foi o Fox Bluemotion, na época buscava o carro e não o achava, quando achava o preço era bem superior ao normal. Depois a VW pois o motor três cilindros no UP!(Dane-se Gol, Passat…) Agora tem o motor três cilindros em todos o Fox e UP!, mas só o UP! TSI tem o motor turbo, que é equivalente ao 1.6 e bem tão econômico quanto os demais três cilindros, Porque não pois logo no Fox?? e em toda gama 1.0?
          Ou seja, as montadoras trabalham em doses homeopáticas. Só agora a FORD vai trazer o Ecoboost Turb pro Fiesta(no Ka só la pra 2018).
          Mas olhando do ponto de vista das empresas é compreensivel: Porque descapitalizar milhões pra gerar investir em tecnologia se as pessoas continuam comprando motores do século passado? é mais lucrativo gerar caixa com motores antigos e aos poucos indo “tecnolizando” os carros. Até la vão mudando somente a maquiagem. Veja o novo HB20 por exemplo, só o TOP de linha tem direção elétrica (mais de R$50.000).

          Voltando ao Consumo, eu consegui 18km por litro numa Palio Attracive 1.4 que tinha(fui roubado). Mas com o KA raramente, na estrada, fico abaixo de 20km por litro, a media na estrada é de 21km(esse 26km/l nunca mais consegui).

      • Tarcio

        Realmente a direção é decepcionante. tenho um Gol G2 2001 e a direção hidráulica dele é muito mais leve. agora em relação as botões dos vidros traseiros o novo Gol tbm tam.

  • CorsarioViajante

    Acho que a decepção é coletiva, venderam por décadas um futuro brilhante mas insustentável e agora chegou a ressaca. Todo mundo que investiu está decepcionado.
    Mas… Ao mesmo tempo… Por um lado a Renault vem trabalhando duro para oferecer mais produtos, diria mesmo produtos versáteis e “de nicho”, como Oroch e Sandero RS. Por outro lado a Renault Brasil ainda decepciona, seus produtos são nitidamente de baixo custo, o que aparece tanto numa visitinha à concessionária como nos testes do LatinNCap, onde quase sempre seus veículos tem estrutura instável, por exemplo. Fui conhecer o Sandero R.S. que é bem legal e interessante, um dos poucos carros que despertam a curiosidade abaixo dos R$60.000, mas se a dinâmica parece ser excelente e afiada, o resto é bem frustrante. Por exemplo, o velho problema de ser impossível ajustar a altura do banco com a porta fechada permanece, como pode?

    • Louis

      Pois é, quem caiu no “conto do vigário-Lula” deve estar bastante decepcionado.
      Eu já vinha me preparando para essa crise há anos.

  • Gustavo Miranda

    Uma parte do problema é a incompetência do nosso governo, a outra é a incapacidade do grupo em fazer carros desejáveis pelo mercado… já vai fazer duas décadas que os franceses reclamam como falta no mercado pessoas com “gosto aprimorado” que saibam apreciar os abortos que eles desenham….. aí fica bem difícil reclamar por que um certo grupo alemão mantém a hegemonia do setor. Honda, Hyundai e Kia podem não agradar a todos, mas também souberam a receita de agradar a maioria dentro da curva, souberam encontrar a correta proporção de um “belo corpo” que um carro deve possuir.

    • Fábio

      Hegemonia do grupo alemão? Não entendi, desculpe. Se referir a “aquela”, ela está em queda livre faz 2 anos. Quem manda agora é uma americana, uma italiana (que tb despenca, mas mantém enquanto pode) e uma coreana em ascensão.

      • Sergio

        Acho que ele quis dizer no mundo, pois por aqui a VW anda em queda mesmo. No mundo, eles estão com ambição de ser a nº 1, parece que estão no caminho.

        • Sergio

          corrigindo, tem noticias de maio-julho/2015 dizendo que eles passaram a Toyota, e são o nr 1. edit: em outubro caiu pra 2o denovo. a briga tá boa :)

        • Fábio

          Ahhh tá, se for no mundo concordo mesmo.

  • José Cardoso Ferrão Neto

    Só fazem carros feios,mau acabados, caros e fracos estruturalmente falando, e depois querem vender !!!
    O único que se salva feito na América do Sul é o Fluence , no qual já deram uma capada no modelo 2015 de entrada tirando os airbags laterais e de cortina !!!

    • Wellington Myph13

      Só perdeu os de cortina, ele ainda tem 4 Airbags, pra rivalizar com Jetta, Cruze, Focus SE e Corolla (Corolla só tem 5 porque ele “precisa” do de Joelho pro Motorista por conta do painel)…

      • Leonardo

        Não entendi pq o motorista precisa de airbag de joelho no caso do corola por causa do painel

        • Acho que é porque não dá pra montar o painel sem o airbag de joelho, ou algo assim.

        • Alvaro Guatura

          Ah vai me falar que não tem como arrancar o airbag de joelho e colocar uma capa plástica no lugar?

    • Wes

      Era melhor ficar quietinho mesmo

  • Wellington Myph13

    Oras…. Trabalhe o desconto de PJ no preço de PF que já começa a resolver.
    Anuncia lá, Fluence CVT por 65.690 que é o preço que PJ paga // Sandero Expression 1.6 por 39.490,00 e assim vai…
    Agora quer oferecer carcaça nova com motor e cambio antigo…

  • tjbuenf

    Não era para menos. Entregue bons produtos como um todo que os consumidores irão comprar. Está aí a Jeep* que não me deixa mentir.
    O Fluence me parece estar ficando defasado. Será mesmo que ele está em sintonia com o carro da França?

    • Na França ele saiu de linha em 2014, antes do facelift, todavia é o mesmo comercializado na Espanha e em Portugal por exemplo.

  • Marcelo SR

    O Brasil tb é uma decepção e tanto para nós brasileiros, Ghosn. Então fio, pega a senha e vá para o final da fila!

  • Marcelo SR

    Fui em um concessionário Renault e os preços me espantaram de lá rapidinho.

    • Mr. Car

      Até aí…Em qualquer concessionário de qualquer marca que você vá, os preços vão te espantar de lá rapidinho, he, he!

      • Marcelo SR

        Isso é fato. Mas algumas marcas espantam mais que outras.

        • Mr. Car

          Espantam. Tipo VW, he, he!

    • Realmente os preços da Renault estão tudo com sobrepreço até mesmo em relação ao site, o que já é caro, ao menos aqui no sul. Anos atrás era tudo na tabela (quando comprei um Duster 2012, foi igual ao valor do site), agora aqui em Porto Alegre estão no mínimo 3000 R$ a mais que o site, que aumentou muito. Infelizmente este mal está acometendo todas as marcas, até mesmo as que não tinham sobrepreço, como Hyundai e Toyota.

  • V12 for life

    Se ele entra no lugar da Dilma resolve.

    • Rmx

      Sim que resolve !!!
      Ele vai demitir, mandar embora boa parte dos brasileiros e contratar cidadãos especializados do Japão e outros mercados desenvolvidos.
      Só assim mesmo a Groelandia e a Antartica estão com muito espaço.
      kkkkkkkk

      • Tosoobservando

        Ele vai trazer é trabalhadores da Romenia e do leste europeu, africa, leste asiatico …

  • fbl

    Pois é Ghosn, tem mais uns cento e tantos milhoes de brasileiros que tb estao decepcionados com o bananal dos petistas.

    • Marcelo SR

      Respondi a mesma coisa mais acima, mas usando outras palavras. Tamo junto! A bananalândia está cada vez mais difícil de se viver.

      • Junoba

        Espere até o final do ano, tem muito pra piorar ainda.

  • Bruno Silva

    Sei que só os carros da Renault não comportariam as vendas. Mas poderia fazer igual a Ford, que tem alguns produtos globais (Fiesta, Ranger, Focus, Fusion etc) somado alguns desenvolvidos no Brasil, como (Ka, Ecosport). Assim teríamos um equilíbrio e a tendência seria as vendas subirem.

    • CorsarioViajante

      Iam trazer o Megane R. S. mas com o aumento do dólar desistiram. Uma pena.

      • Marcelo Henrique

        Pelo mesmo motivo também não temos o Fluence GT2

  • Panzerkampf

    Decepção! Curtiram a farra do dinheiro fácil, com subsídios em impostos, dinheiro público financiando taxa de financiamento 0%, tudo isso com preços astronômicos. Todas as vezes que os impostos foram reduzidos, os descontos foram absorvidos pelas montadoras. Para de choro ridículo. Esse tempo todo oferecendo carros com estrutura frágil, sem equipamentos mínimos de segurança. O Governo teve que ferrar mais 35% de Imposto de importação para garantir esse playground particular. Decepcionado fico eu como consumidor. Renault e Nissan. Pós venda duvidoso, produtos defasados, preços incompatíveis com o que vendem. Por mim, que volte para casa.

    • Marcelo SR

      Pois é, pois é… Quando estão ganhando os tubos às nossas custas não reclamam de nada né?!? Engraçadão esse Ghosn!!!

  • Foxtrot

    Sr. Carlos Gosh,
    Eu estou decepcionado com a linha da Renault, que nem Renault é! Sandero não é Renault, Logan não é Renault, Duster não é Renault, Oroch não é Renault, Clio é Renault? Sim, mas um Renault pré-historico. Como você pretende me atrair para uma concessionaria Renault com um line-up desses?
    Quanto a Nissan, só o Sentra salva. O Altima parecia uma ótima opção mas a marca não investiu nele, não fez publicidade. March, Versa e Frontier precisam de atualizações urgentes! E que tal investir mais no pós-venda que tem uma reputação questionável? A única css Nissan que tinha um bom atendimento aqui na minha cidade, abandonou a marca e foi vender Jeep, Chrysler Dodge e RAM.

    • Rodrigo A.

      A Renault e Nissan são ótimas!! Lá fora, aqui no Brasil…

    • Rodrigo A.

      E Alguns estão satisfeito com Dacia. Nossa realidade é triste!

      • Foxtrot

        Não é? Acabei de entrar no site da Dacia e da Ford Portugal, o Duster lá é mais de 2 mil Euros mais BARATO do que o Fiesta! E aqui? Duster é vendido quase que a preço de Focus. O Sandero lá custa a METADE do Fiesta! E aqui são concorrentes… faz-me rir Carlos Gosh.

      • Foxtrot

        Acabei de entrar no da VW também, e o preço do Up! é superior ao do Sandero, enquanto o Polo tem preço muito próximo do Fiesta, ou seja, Dacia Brasil ta faturando muuuuito nas nossas costas.

        • João Martini

          High Up na Inglaterra tem preço de Duster. Pensa no tanto que eles lucram com esses dacias..

  • Wolfpack

    Feche as portas pegue a malinha e caia fora meu irmão, porque ficar chorando. Ganha muito dinheiro aqui com as porcarias da Dacia e quer o que mais? Vá tentar ganhar dinheiro nos Estados Unidos com Dacia pra ver se consegue. E a situação na França está mil maravilhas né? O cara é o maior ditador da história automobilistica deixando Henry Ford como amador nesta história.

  • Wolfpack

    Quero ver quando o Governo do Rio cair na real sobre todas as vantagens que deu a fábrica de Porto Real pra Nissan. O dinheiro do petróleo não vem mais… E furada eim Seu Carlos Ghosn

    • Renato Dias

      Resende. Porto Real é Fábrica da PSA.

      • kravmaga

        A PSA é que está com uma probabilidade muito maior de deixar o país, porque vende bem menos do que Renault e Nissan

  • Jofran Martins

    A Renault é que é uma decepção!!!!
    A Hyundai tá aí vendendo bem, e chegou bem depois da Renault!!!
    Fica aí vendendo carro que não é Renault, com motor antigo e defasado por preço de carro bom, e ainda fica reclamando!!!!
    Vai se lascar, Carlos!!!

  • Blessa

    Se vender Renault será bem vindo, agora se continuar a vender Dacia não ira fazer falta.

  • Martini Stripes

    A matéria pulou o kicks, talvez o mais importante da nissan nos últimos tempos. Como desenvolvimento no RJ, e impacto mundial no jogos olímpicos. A recessão veio na pior hora para a Nissan que focava o marketing no Brasil em 2016.

  • Rbs

    Quantos anos o clio tem no nosso mercado do jeito que ta? Tem peça na suspensão do clio que é mais cara do que no Master.

  • Willian

    QUEM SABE SE TIVESSEM CARROS DA >>>RENAULT<<>>RENAULT<<< NO BRASIL, SENHOR CARLOS GHOSN.

    Sandero, Duster e Kwid nos paises que são vendidos são carros feitos para serem acessiveis a aqueles que não tem muito dinheiro pra gastar num veiculo e não ligam muito para o acabamento/qualidade do produto. Aqui essas porcarias são vendidas como algo de luxo. Belo jeito de cuspir na cara do consumidor.

  • Cláudio L. Costa

    FAÇA AS MALAS E VOLTEM PRA CASA!!!!
    Nõ trouxeram nada de novo para o mercado brasileiro, optando por carros de uma sub-marca que sequer francesa é (Dacia) e pelo lado da Nissan, um vexame de opções de modelos completamente destoado de outros mercados, sem falar em carros como Versa (um lixo desatualizado)…

    Com certeza absoluta, não farão falta ao mercado brasileiro!!!

  • Zé Mundico

    Deixem de ser ingratos e retardados!! A Renault fabricou ótimos carros aqui no Brasil, tipo Megane, Megane Grand Tour (uma nave), A Scenic e o Clio original, que batia qualquer Gol ou Uno. Eram carros completos, com excelente mecânica, confortáveis, excelente motorização e com preços dentro da nossa realidade. Mas os “entendidos” daqui acharam que eram carros “feios’, “franceses” e que tinham manutenção “caríssima”.
    Aí os diretores da Renault perceram que brasileiro não gosta de carro bom e sim de carro grande e de preferencia barato. Então tome Dacia na testa, prá largar de ser bobão!! E tá bom demais assim, pois são carros para a nossa realidade cultural e financeira. Aqui é Brasil, onde carro bom não vende,o que vende aqui é carro barato!

    • Marcelo SR

      É pra se pensar isso que vc afirmou. É o outro lado da moeda mesmo.

    • Tosoobservando

      Ah vai dizer que eles estao fazendo isso so pro brasileiro aprender a lição! Nao é pq eles tem lucros exorbitantes vendendo aqui Dacia como REnault? kkkk me engana que gosto. Perderam a chance de serem lideres de mercado, vc nao chega num país e muda o gosto do povo da noite pro dia. Tem de insistir, e eles fazem o que? Ficam iguais os daqui, ou ate piores.

      • Zé Mundico

        O problema é que não estamos falando de gosto e sim de cultura e condições financeiras. De um modo geral . brasileiro é travado uns 20 anos atrás e tem pouca grana. Se fosse por questão de gosto a Mercedes era campeá de vendas aqui no Brasil.

        • Tosoobservando

          pq Mercedes? Muita gente prefere Toyota ou Hyundai a ela (nao estou sendo ironico).

          • Marcelo SR

            Eu prefiro 10 vezes um BMW do que um Mercedes; O interior então, nem se fala… O do BMW é prático e funcional, enquanto Mercedes é pomposo, espalhafatoso até… Fora que mostradores de fundo prateado e aquelas saídas de ar feias dão até dó…

    • Freaky Boss

      concordo que a Renault começou muito bem, trazendo modelos nível europa, mas viu que não colou (por culpa de um mercado onde o povo não se informa muito e nem valoriza o “técnico” (segurança, etc) para comprar) e começou a “daciar”.
      E em tempo: por experiência própria e de parentes próximos, acho que colocar Renault e PSA no mesmo balaio é errado. As filosofias são diferentes. E quanto a durabilidade, Renault é melhor (pelas experiências que EU tive).

  • Adherbal

    só traz porcaria, e quer ser feliz? a fiat e gm tão ai cheias de novidades e vendendo pra carai.

  • Luciano

    Vender produto que presta ele não quer, né?

  • Rafael Marques Soares

    Por mim pode ir embora…a FIAT, a HONDA e a JEEP não tem do que reclamar…

  • Baita fanfarrão esse Carlos Ghosn, faturando alto vendendo Dacia como Renault e vem reclamar ainda. Mas é ÓBVIO que a marca não vai abandonar o país.

  • Pedro Cunha

    DECEPÇÃO?? Vende carros da sub-marca Dacia com a logotipia Renault, que custam no mínimo 3 vezes o quê valem de fato e acho que é “mau negócio”? Faz assim: Fecha na Rússia e na banânia e tenta fazer tua empresa existir só com as vendas da França e do leste europeu. Ah, e não vale abrir mão da Nissan…

  • Fábio

    Faça sua parte tb Sr. Carlos Ghosn! Pode continuar vendendo os Dacia, não tenho nada contra. Porém, queremos os Renault de verdade. Vai vir o Captur, mas queremos tb o Clio, Megane e motores turbo.

    • Captur com base do Duster, ou seja, a alma continuará sendo Dacia…

  • Felipe

    Concordo que a Renault vende até bem no Brasil, diante do portfólio dela… Alguns produtos merecem atenção, mas no geral, a estratégia é similar à da Fiat, : Foco no segmento de entrada e no baixo custo. Os produtos premium, acabam ficando em segundo plano. Já sobre a Nissan, a marca precisa se encontrar no Brasil. Com tanto tempo de mercado, parece que ainda falta isso.

  • Rafael Caniatti

    O povo tem o que merece!

  • Ygor Soares

    Haammm??? De onde tiraram que o Fluence é alinhado com a França? Nunca vi esse carro por lá!

    • Junoba

      Alinhado com o que vendem por lá.

    • O Fluence foi comercializado na França até o final de 2014, não chegando a contar com a versão com facelift. Foi descontinuado por lá devido a chegada da família Talisman.

      • Ygor Soares

        Desculpa amigo, posso estar enganado, porém o Talisman veio para substituir o Laguna e o Latitude. O Talisman é uma categoria bem acima do Fluence em termos de conforto e compete com o VW Passat e Audi A4. O Fluence nosso nada mais é que o antigo Samsung SM3 com leves traços do antigo Renault Mégane!

        Posso realmente estar enganado, porém nunca vi esse Fluence sendo vendido na França!

        Abs

  • Airplane

    Aprenda com a Honda, Hyundai e Toyota e não terá mais problemas.
    Nós brasileiros é que estamos decepcionados com a Renault -Nissan.

  • Alexandro Henrico von Mann

    Modelos específicos? Qual, por favor? Dacia vende na europa toda… hahahahahaha

  • Nando380

    O Carlos Ghons, pode começar a fazer stand-up comedy depois da carreira de CEO. Decepção é vender Dacia com preço de Renault, mesmo se não tivesse a segunda opção duvido que fazeria as malas e fosse embora e deixar essa fatia de bolo recheado de lucros não você não vai para de fazer drama. E mais fui ver o Sandero RS e não me impressionou, pelo menos no acabamento interior continua com plásticos ruim, é bonito no design mas na mecânica é um 2.0 igual a muitos outros e com eixo de torção na traseira.
    Por mais que o VW UP TSI seja feio fez bonito na mecânica, ficou colado na traseira do Sandero numa prova de arrancada.

  • Diógenes P P Filho

    Acho que antes de falarem da Dácia é melhor observarem as outras duas francesas Citroen e Peugeot. Hoje a Renault com seus carros da Dácia são considerados muito mais robustos e com mecânica confiável.

    • Tosoobservando

      kk Por quem? Quem é esse “genio” (deve ser genio de algum pais 3º mundista).

  • Diógenes P P Filho

    Se a Renault for embora acredito que isso fará as outras debandarem geral também

  • Bruno Luís

    Na boa se for embora não vai fazer nem falta , pois a Renault nem usa sua linha origem Renault. Quem estaria indo embora seria a Dácia não Renault.

  • Evandro

    Ué, se está ruim, que suma daqui, falta não irá fazer! Quer vender? Abaixem os preços que irá vender…..

    • Sergio

      ah é, bom era qdo tinha só as 4, gm, fiat, vw e ford

      • Evandro

        talvez fosse melhor do que ter agora 3 que só sabem chorar e desovar as porcarias aqui com preços 3x maiores do que deveriam custar…

  • Evandro

    esse cara da boca pra cima é a cara do Mr. Bean….

  • Gustavo Carmo

    Só lança carroça no país e ainda fica reclamando? Por que não lança um Renault de verdade aqui? Cara arrogante e hipócrita!

  • Paulo

    Esse mimimi de Dácia não acaba nunca. Os vw populares são vw de verdade? E os GM? E o hb20? Todas as marcas fazem o que a Renault fez aqui, todas.

    • Tosoobservando

      O Up é, o HB20 é bem proximo do i20 europeu (alguns falam que ate melhor), e a Ford?. Gm concordo. Mas e a Peugeot com o 208? E a Citroen com o C3? Elas trazem as novidades (nem vou falar de Honda e Toyota que vivem sintonizadas com o resto do mundo).

      • Paulo

        Em parte, nosso fiesta não é como o norte americano mesmo, aparentemente é igual… Nosso fit idem pro jazz.

        O que queria dizer é que todas praticam isso, umas mais e outras menos é claro.

        E tb quiz dizer que acho que um dacia sandero ou Logan não perde em nada para um voyage/gol, pálio/Siena ou ônix/prisma.

        • Tosoobservando

          Mas ninguem disse que perde. Sao modelos de baixo custo, e a Renault nao ta errada em vender eles. O problema é a marca ser praticamente so Dacia. Ae nao da, a imagem da marca fica pessima (tipo a Fiat mas que agora ira melhorar com a FCA entende).

          • Paulo

            È isso é verdade… Tinha que diversificar mais.

            Mas mesmo com dacia cresceu, aí tenho que jogar o velho discurso. Quando vendia Renault de verdade ninguém comprava. Com carros pelados até sem calota mas com air bag e abs. Foram se adaptando ao bizarro gosto local.

            • Tosoobservando

              A marca quer chegar e vender igual outras que estão aqui ha mais de 40 anos? kkkk muita pretensão, mesmo com bons carros e completos, era uma marca praticamente desconhecida (depois que saiu nos anos 70 quando voltou ja nao era conhecida pelo publico jovem). O modelo anterior que cito é o Renault Daphine Williys Gordini feito aqui.

  • Freaky Boss

    Rússia e Brasil tem algo em comum: acham que todo o mundo está errado e eles são os certos. Tentam fazer um capitalismo torto, ao seu molde. Cabeça de tatu com corpo de galinha. Não vai dar certo. Como não está dando. Concordo com o Ghosn. Decepção, pelo potencial que os 2 têm.
    Tem coisa que não adianta re inventar a roda, é um caminho longo mas tem que ser seguido com perseverança. Aqui preferem criar mágica (culpando “elite”, bla bla bla) e novas políticas a cada 6 meses. Triste.

  • beto

    É a velha historia de culpar alguém pelo seu fracasso.

  • #########Carlao GTS

    Ah… pára véi… esse presidente é uma das piores coisas q uma montadora pode ter. Fala asneiras pra chamar atenção.

  • kikofar

    É… eis o tombo do nosso tombo! Outro dia, conversando com um amigo, assessor de um figurão de alto escalão do governo, ele me disse a seguinte frase: “Já ouvi da boca do fulano que eles sabem que quebraram o Brasil!”

    Então… Agora resta-nos achar as soluções para essa crise. O problema é que a turma atual do poder não sabe/não quer fazer/não vai fazer nada ortodoxo. O estado custa muito caro e inflige uma penalidade muito grande à população: altíssimos impostos. Pensem bem… trabalharemos até maio pra pagar o elefantão estatal. Mas, o novo ministro da Fazenda já declarou que estão pensando em usar a reserva cambial (????) para enfrentar a crise. Meu Deus! Quando acho que não tem mais pra onde ter má notícia, vem mais um experimento econômico por aí… Não bastaram os anos 80 e todos aqueles planos mágicos de combate à inflação.

    A solução passa, inexoravelmente, pela diminuição do estado (em 2006 as despesas do Tesouro Nacional estavam por volta dos 45 bilhões, atualmente passa dos 150 bilhões!!!) e a menor interferência possível desse na economia. Acho uma piada tosca (até mudo de canal da tv) quando escuto essa turma do primeiro escalão falar que ‘o governo tem que voltar a investir!’. Putzzzz grila! Vão ser burros (ou mal intencionados) assim lá na cadeia!!!

    • Freaky Boss

      concordo.
      e parece mesmo que os petistas não aprenderam com as mágicas que o Brasil fez na década de 80 e tomou ferro e todas.

    • Gustavobrtt

      acrescento que falta o mínimo de profissionalismo pra essa turma. Só chamam os cumpanheiros, se esquecem que tem gente muito preparada no mercado, que sabe como reverter a situação.

      • kikofar

        Gustavo, e tem muita gente boa por aí mesmo. O Levy, ex-Fazenda, não era ruim cara. Mas a mentalidade entranhada nessa gente é que é proibido fazer o que o FHC fez! Eu mesmo, nem sou do ramo financeiro, conheço muita gente com cabeça boa pra economia. Mas… pode ser o Paul Volcker (ex-presidente do Federal Reserve entre 1975-79, considerado o melhor que o FED já teve!) que com essa gente aí, não resolverá nada! Eles não vão implementar nenhuma ortodoxia (aumento numa pancada nos juros para evitar especulações mensais, diminuição dos gastos, diminuição dos impostos etc…). Enfim, enquanto houver alguma grana circulando, alguma riqueza sendo criada no Brasil, vão ficar resistindo no bunker da mediocridade e da soberba, para em 2018 virem com o ‘salvador da pátria’, o Sassá Mutema de São Bernardo do Campo. Foda viu!

  • Luiz Henrique 

    Boa parte desse “fracasso” é resultado das próprias decisões dele. Seria muito mais interessante ter uma gama moderna e alinhada com a Europa, como fazem as conterrâneas.

    Seria muito ver por aqui o novo Clio, o Captur e o próprio Megane…

  • Roger Bersch

    Quem manda vender DÁCIA, palhaço, o último carro ” moderno ” que a renault lançou foi o Megane.

    Cadê Twingo, concorrendo com Up e March ?
    Cadê Clio, concorrendo com NF e 208 ?
    Cadê Captur, concorrendo com 2008, HR-V, Ecosport ?
    Cadê Kadjar, concorrendo com CR-V, Ix35 ?
    Cadê o Megane, Scenic ?

    Na linha Sandero/Logan tiraram o bom 1.6 16v, k4m, em detrimento do 1.6 8v mais fraco, gastão e barulhento.

    Linha duster com preços altos, acabamento ruim, mal equipado.

    Só pode não vender.

  • EJ

    A Renault não está tão mal. Entrou “no esquema” de cobrar caro e oferecer produto praticamente tropicalizado pro mercado brasileiro e tem vendido melhor do que na época dos produtos franceses. Entrou até no esquema de cobrar caro da Fiat, GM e VW agora… Sandero e Logan não tem mais aquele custo X benefício que tinham anteriormente, cada um em sua categoria.

    Agora, a Nissan… tá meio equivocada, muito deslize na hora de trazer o produto certo pro brasileiro. Traz March, mas vacila no crash test (desde a época do modelo mexicano), e o carro vira mídia por uma notícia RUIM. Traz o Versa, que sempre teve CVT nos Estados Unidos, e não oferece CVT aqui, e ainda por cima cultiva bizarrices do tipo oferecer isofix SOMENTE na versão de topo (Unique e agora SL com pacote Plus), sendo que se aplicou isofix, aplica pra todos! Tem CVT? Oferece CVT aqui também, nem precisa de tanto teste, já está testado em outros mercados!

  • Marquinhos

    Vamos importar o Macri para o Brasil, assim ele já derruba os impostos nos carros e volta a reaquecer o mercado. Agora , com todo respeito Sr. Carlos Ghosn, Cadê o Nissan Qashqai, O Renault Clio Europeu ( não essa gambiarra que se vende por aqui), O Megane hatch, o Leaf, O Captur? Carros que iriam melhorar a imagem da Marca e até agora nada? o Brasileiro também merece e quer comprar produto melhor, não concorda Sr. Carlos????

  • FFSB

    Acredito que a estratégia da Renault para o Brasil está, sim, correta. Vide as características de nosso mercado consumidor, que pede, em sua maioria, veículos espaçosos por dentro e não muito grandes por fora, de baixa manutenção e mecânica robusta.

    De reclamações para a linha Sandero, Logan e Duster, atualmente, tenho apenas motores (precisam urgentemente de atualização, apesar da robustez) e câmbio (precisam de encaixes mais precisos). Até no visual tais produtos melhoraram bastante e, no quesito segurança, as melhorias também foram grandes (carecem de mais, assim como a maior parte dos veículos produzidos no BR).

    Não acredito que a Renault deva tentar adotar um posicionamento de mercado “premium”, tal como fazem Toyota e Honda, e, mais recentemente, Hyundai.

    • Tosoobservando

      Ela nao precisa tentar, era so trazer veiculos genuinamente Renault, todo mundo veria a marca com outro olho, entra no site deles da frança que vc entende.

  • Doccar

    Decepcao sao os carros que ele vende aqui..so Dacia lixo

  • Túlio Leal

    E a Captur de 7 lugares, será que vem mesmo?

  • Fanjos

    Ahhhhhhh Renault se o HuEzil fosse uma decepção somente para vcs e não esse eterno fracasso

  • Artur

    Essa marquinha mequetrefe vende Dacia com seus logotipos por aqui e ainda acha ruim porque não está vendendo nada?! Tinha mesmo é que fazer as malas e sair desse país!

  • Jeanphil

    O CEO da Renault está “decepcionadinho” pq não está conseguindo vender os seus carrinhos Dacia com baixa tecnologia e altas margens de lucro para as pessoas ingênuas de um país emergente…tadinho…melhor fazer as malas…

  • Fabão Rocky

    O brasileiro q está decepcionado c/ a Renault e não o contrário. Vendendo Dacia travestido de Renault? Pq n trouxe o Novo Clio p/ cá p/ competir c/ Citroen C3, PUG 208, Fox e Punto? Pq n trouxe o Renault Captur e trouxe o DACIA Duster? Onde está o novo Megane p/ ficar um degrau abaixo do Fluence? E o Twingo p/ servir de carro de entrada? Este seria um ótimo concorrente p/ o VW UP.

  • sadogoat

    Ta tão ruim que a Renault vai vender o kicks aqui, è só mais um CEO hipócrita fazendo terror pra ver se descola umas benesses do governo.

  • Aloca

    Gente, a incompetência é dele e de toda a Renault. Carros mal construídos, feios, mecânica ruim, Dacia né… Nem tem muito o que dizer. melhor pegar as malas e assumir que é um mau gestor com uma marca ruim. Simples. Ou criar vergonha na cara e revolucionar com carros bons, com preços justos e até veículos elétricos. Afinal, alguém tem que começar de verdade.

  • Gran RS 78

    Esse cidadão só reclama, mas oferecer os mesmos produtos que a Nissan e a Renault oferece em seus mercados eles não querem. A Nissan tem carros maravilhosos sendo vendidos nos Eua e Canada, inclusive vários suvs e crossovers que iriam cair como uma luva em nosso mercado, sem contar o cambio CVT que a marca insiste em não oferecer no Versa e March. A Renault tbm tem modelos excelentes que tbm fariam sucesso por aqui, como o Novo Clio, o Fluence com motor turbo em conjunto com um cambio automático e o Megane hatch, mas parece que a marca só quer vender a linha Dacia, e ainda por cima, com preços altos. Aí fica muito dificil mesmo.

  • Nissan Sentra

    Acho difícil a Renault cair fora daqui, quando tinham alta rejeição não saíram, duvido que sairão agora, ainda mais com Kwid, Captur e possivelmente uma picape média derivada da Frontier. Não vejo nenhum problema na marca oferecer Dacias por aqui, a Renault vende Dacias sob sua bandeira em outros países Europeus e ninguém fala absolutamente nada. Deveriam vender produtos alinhados com o restante do mundo ? Sim, mas do ponto de vista mercadológico, vender Dacias foi uma boa estratégia, os únicos pontos negativos da Renault BR é que na gama, praticamente só tem Dacias e os motores são defasados, mas o lado bom é que tem peças de conserto em vários lugares. Agora o que eu acho engraçado, é que quando vendiam Renaults verdadeiros todos colocavam defeitos até dizer chega, tais como peças caras, pós venda ruim, design lastimável, ai a direção da empresa entendeu que o Brasileiro gosta de carros de baixo custo e empurra os Dacias goela abaixo para se manter no Brasil. Todos ficam implorando Clio IV, Mégane, nenhum executivo da Renault ficará comovido e trará esses carros para cá, enfim Brasil, terra onde carro bonito não tem vez e carro barato tem é ótimo daqui até o fim do mundo.

    • Tosoobservando

      Ah entao quando era Renault verdadeiro nao tinha defeito? kkk Estamos em outra era amigo, e outra, nao é pq no passado tinham alta rejeição a marca terão hoje. Vcs esquecem que uma marca nao é aceita e admirada da noite pro dia so pq tem produtos ditos “bons”.

      • Nissan Sentra

        Verdade, mas para quem gosta da marca ela regrediu, mas para ela mesma e para os seus clientes, hoje ela está melhor que suas conterrâneas, mas concordo com você, ela precisa diversificar mais a gama de modelos, e acho que o Koleos e o Captur fariam sucesso por aqui já que a moda é SUV.

  • 1945_DE

    Avisa esse cara ai, que o meu sentimento é o mesmo com relação ao carros que eles vendem no Brasil. Não entram na minha garagem.

  • Vagnerclp

    Tente novamente agora vender os renaults propriamente ditos, aproveitando a confiança que a marca ganhou nestes últimos anos, pois já se sabe muito bem da qualidade de um verdadeiro renault.

  • Lêandro Todt

    Decepção é a linha de veiculos Renault-Nissan ofertados no Brasil SR. Ghosn. traga carros de verdade….

  • Mumm Rá

    Esses caras são engraçados: Venderam carros a torto e direito e agora que não há tanta ” pujança econômica ” ou ” necessidade de carro ” já que muitas pessoas já possuem carro eles começam a reclamar que não estão vendendo carros como gostariam

    Vão querer vender de forma crescente e ilimitada ?

    Vão querer que cada pessoa possuia cinco carros ?

    Vão querer que troquem de carros a cada 6 meses ?

    Esses empresários além de não terem a mínima noção ambiental são completamente retardados

    Observação: Não sou comunista e nem contra o consumo apenas não concordo com consumo irracional

  • OlCal

    Poderiam começar melhorando, por exemplo, o Fluence. Carro que merecia um motor melhor e mais econômico. É um absurdo o que esse carro gasta. Eu participo do clube do Fluence e só vejo o pessoal chorando que o carro chega a fazer 5km/l na cidade. Como é que aguenta um carro desses ?!

    • Cesar Mora

      Muito estranho isso… tive um Sentra ( Mesmo conjunto mecânico ) que nunca fez menos de 9 km/l na cidade com gasolina…

  • Nismo

    Esses caras são muito “cara de pau” mesmo!

    Eles vêm, exploram e ganham rios de dinheiro e ainda falam que estão decepcionados?

    Merece um troféu por falar essa besteira!