Hatches Lançamentos Renault

Renault Sandero GT Line 2016 já está disponível por R$ 48.990

renault sandero gt line 2016 1

Além da versão esportiva R.S., o Renault Sandero agora oferece o modelo GT Line, que a exemplo da geração anterior, traz apenas novos detalhes estéticos e pequenas mudanças no acabamento interno. Conforme havíamos anunciado anteriormente, a nova variante do hatch tem preço sugerido de R$ 48.990 e já está disponível nas concessionárias e no configurador online no site da marca.

Em relação as demais versões da linha, o Sandero GT Line se diferencia pelo para-choque dianteiro com formato mais agressivo, grade com acabamento em preto, faróis escurecidos, spoilers, rodas de liga-leve “Interlagos” de 16 polegadas, saias laterais, retrovisores pintados na cor preta e com repetidores de seta, aerofólio traseiro, lanternas com máscara negra, nome da versão estampado no porta-malas e aplique na parte inferior do para-choque traseiro.

renault sandero gt line 2016 3

Já no interior, o Renault recebeu tonalidade azul nas molduras das saídas de ar laterais no painel, no círculo central do painel de instrumentos e na costura dos bancos e da alavanca de câmbio, além de maçanetas cromadas e assentos com tecido diferenciado.

A lista de itens de série do Renault Sandero GT Line inclui airbag duplo, freios ABS, alarme perimétrico, protetor de cárter, sistema multimídia Media NAV Evolution com tela sensível ao toque de 7 polegadas e navegador GPS, direção hidráulica, volante com regulagem de altura, computador de bordo, comando de satélite, vidros dianteiros e travas elétricas, ar-condicionado, limpador e desembaçador do vidro traseiro, faróis de neblina, entre outros.

renault sandero gt line 2016 5

O motor que equipa o hatch é o conhecido 1.6 litro Hi-Power 8V, que rende 98 cavalos com gasolina e 106 cv com etanol, a 5.250 rpm, e 14,5 kgfm e 15,5 kgfm de torque, respectivamente, a 2.850 rpm, com câmbio manual de cinco velocidades.

Galeria de fotos do Renault Sandero GT Line 2016





  • Rodrigo

    Esse interior que mata o Sandero, nem com o photoshop das fotos parece menos muito pobre.

    • Não que o interior dos outros carros da mesma categoria sejam melhores (todos são de plástico duro por todos os lados)… Mas esse estilo meio “paredão” do painel do Sandero deixa com a aparência meio pobre, até mesmo antiquada…

      • Deivid

        O problema não são os ‘plásticos duros’.. Mas a aparência deles, eu diria que dos populares o Logan/Sandero tem o acabamento interno com mais aparência de pobreza!
        Up é simples, plástico duro mas ‘liso’. Onix/ Prisma também são ‘lisos’

    • ObservadorCWB

      Aaaaaa…..não concordo…só aquelas duas letra GT..lá no meio já nos remetem aos muscle cars americanos…….vc se sente a bordo de um Mustang, um Shelby. E o que falar dos “detalhes estéticos” adesivados no exterior do carro. Tudo de muito bom gosto. Sem contar o desempenho excepcional……..bom, chega de ser irônico, antes que alguém mande me internar…kkkkk

      • Gabriel M. Vieira

        Praticamente o interior da “Eleanor”… kkkkkkk

      • Bruno Wendel Marcolino

        corrigindo, esse não tem adesivos, por incrível que pareça o.O

    • Bruno Wendel Marcolino

      se o volante fosse menos “careta”(pra não dizer outras coisas), já dava uma melhorada, mas realmente peca nesse quesito.

      • Leandro Balmant

        Verdade, ele tem o tamanho do volante da Kombi e não tem comandos.

        • Bruno Wendel Marcolino

          um volante um pouco menor com comando já daria um visual mais bacana.

  • SDS SP

    Fui seco (sem prestar atenção) pensando que era a versão RS por 49k…

    No final, mais um pseudo esportivo.

    • celso

      Também fui nessa.

    • Fernando S.

      Eu também achei isso. Até parei e olhei com calma achando que estava lendo besteira. Mas é isso mesmo. 50 mil num carro 1.6 aspirado, de motor antigo e que anda menos que um up!

      • Com um detalhe interessante: Pela descrição dos itens de série, não tem vidro traseiro elétrico… Agora olha nos comentários do post do do aumento do up! para ver quantas pessoas condenam o carro por custar 50 mil e não ter o item.

        • Rodrigo

          Garçom vc é um UP! maniaco de carteirinha. Tá em todas defendendo o Up! nosso de cada dia.

          • Philomeno

            vou mijar no seu prato quando vc for no restaurante e vc vai achar que é molho agridoce

            fica a dica… nunca queira bancar o gostosão diante de um garçom

            • Rodrigo

              Hahahahahaha….. Tá certo, destratar um garçom é um grade erro.

          • E você atacando…. Qual a diferença?

            Mas tente ver por outro lado: Já pensou que estou defendendo a coerência? O que você chama de “defesa”? Pedir coerência nos comentários não é defender lado A ou B. É defender a verdade.

            Hoje mesmo estava envolvido em uma “disputa” novos x usados que não tinha nada a ver com VW. Se o ódio não te cegar, e tiver a visão menos seletiva, verá que:

            -Não tenho o up!
            -Minha marca preferida é Ford.
            -Meu carro preferido é Fiat.
            -Acho a falta de ESP e airbags adicionais pecados nesse carro.

            -Sou contra o “índice up!”, como sempre fui contra o “índice Azera”, “índice Sentra” e os mais atuais “Índices Golf e Fusion”. Qualquer escolha que fazem tem que meter o up! no meio, principalmente depois do TSi (Que segundo um “çabio” aqui do blog não existiria e custaria 60 mil, não é?). Tanto que defendi a escolha de um comprador optar pelo Sandero no post sobre a versão esportiva do Renault por entender que o up! não concorre com o carro da Renault, e que é chato ficar colocando o carro como opção para tudo como fizeram com os demais citados.

            Claro, tudo isso está nos comentários, mas é preciso usar mais o cérebro que o fígado para ler, e nem todo mundo tem essa capacidade… Já que está pesquisando meu histórico devia ter reparado isso, não reparou? Aliás, esse negócio de homem me seguir não me agrada não, cara. Sei que sou de Campinas, mas no que se refere a mim a fama de lá não é verdade. Se quiser consultoria para falar sobre essa sua preferência conversa com a Luiza, ela sabe como chegar até a mim.

            • Bruno Wendel Marcolino

              opa, achei que ele pegava só no meu pé kkkkkkkkkk

              mas é isso ai, é difícil as pessoas entenderem que não são donas da verdade e que os outros tem opinião.

              • Estou falando que o negócio é meio estranho. O cara vem em blog de carro pesquisar sobre homem! Com todo respeito, mas meu negócio é outro! E pior: Acha um grande negócio conhecer um apelido meu de outro blog. Mas a inteligência é tão grande que nem se pergunta: Se ele queria esconder algo, porque o perfil público? Já usei outros nicks, mas sou o cara que ama mulheres, os filhos e o Lord Tempra! Todo mundo me conhece aqui faz anos!

                • Bruno Wendel Marcolino

                  é fogo, tem uns caras que não dá pra entender.

            • Guily

              Verdade, alguns sem noção de verdade e bom senso diziam que não iria lançar, falavam para esperar ou ter certeza de que o preço alcançaria 60k… só observo a satisfação merecida dos donos do up! TSi

          • Diego Ávila Monteiro

            Com 134cv e 20 de torque medido em dinamômetro, até eu to começando a defender a desgraça!!

            • Edson Fernandes

              Qual ? Aquele da fullpower?

              Se ele tivesse de fato tudo isso de torque e potencia, andaria facilmente até acima de Golf 1.4 TSi mas na realidade não é bem assim. Ele mexido com essa configuração sim! Aí anda mais que o Golf 1.4 stock.

        • motstand01

          O caso do Up tinha que ser estudado não por economistas, mas sim acima de tudo por psiquiatras. Nunca vi um carro apanhar tanto, sendo exatamente aquilo que os zé bobinhos de fórum automotivo sempre pediram: um compacto de nível igual ao vendido na Europa. Cheguei à conclusão de que não querem nada, apenas reclamar mesmo.

          • Lembro de um cidadão, inclusive com o mesmo nome do sujeito aí em cima, que chegou a fazer um dossiê contra o up! Cotou preço de peças, questionava o Latin NCap, Mediu a largura do banco traseiro e disse que era igual a do Fusca (Mas esqueceu de citar que era a mesma do HB20, por exemplo), chegou até a inventar problemas no motor… E não é que ele era vendedor da Ford? Por ofender os compradores do VW acabou sendo banido…. Teve outro que mudava nick e em todo fórum postava a mesma coisa: Que tinha visto cinco pessoas entrar no up! e a suspensão estava pegando no pneu.. “Ninguém me contou, eu vi”. Esse declarava seu amor pela Fiat. Mas já vi vendedor da Ford aqui, funcionário (Curiosamente, um dos mais imparciais), da JAC, ex funcionário da Renault, agora esses dias surgiu uma da Chevrolet… Engraçado que trabalhei para fornecedor de VW, Chevrolet e Ford… Mas desde o meu primeiro carro, veterano “El C id” Del Rey, sempre curti Ford.

            • motstand01

              Eu não vejo a menor fundamentação lógica em defender um produto, ser torcedor de um carro ou marca. Não entra na minha cabeça isso… Mesmo sendo vendedor, o senso crítico tem que prevalecer. Desonestidade intelectual é mato.

              • Pior ainda são os que acham que carro é alguém! “Eu odeio esse carro porque foi ele que fez o mercado assim”… Sério, o cara vai ter sentimentos por um monte de metal, plástico, borracha e fluidos?

              • Edson Fernandes

                Por ser moderador, eu vejo muita coisa aqui. As vezes apesar do comentário pensando sob uma otica de “ecologia” ele não é o ideal, só que não foge da noticia.

                Mas essa de dizer que tipo de carro que a pessoa deve comprar, é somente a pessoa que irá dizer.

                vou dar meu exemplo: O up TSI não entraria na minha escolha. Porque? Porque não possui cambio automatico. Pode ser um carro economico, entretanto, estou procurando um modelo que me oferte maiis conforto onde nenhuma versão do up! me dará (e eu já andei nele)

                Hoje na realidade, nenhum compacto me ofertaria o que estaria esperando, porque o mercado diz que os carros precisam ter um comportamento voltado a estabilidade cobrando do conforto de rodagem em ruas esburadas. Além disso, vou pagar gastando mais combustivel porque os carros que busco de fato são mais gastões.

                Infelizmente para meu caso, ter um compacto está fora de cogitação. Citei o up, porque não preciso do maior desempenho possivel e sinceramente estou pouco ligando para isso.

      • Magnus Lincoln

        O Up custa 50 mil tb , anda mais mas perde muito em espaço interno e conforto .

        • Edson Fernandes

          Custa a partir de R$32000 aspirado e R$43000 turbo. Então tem versões antes desse valor.

    • Bruno Wendel Marcolino

      pelo menos não tem adesivos e houve mudança estética maior dessa vez!!!

      Os pseudo esportivos estão melhorando kkkk

    • Brenno

      Pois é, fiz o mesmo. Pensando bem, um RS por 49k iria vender muito bem. E dava pra Renault por nesse preço. Afinal, com 50 mil não da pra fabricar um carrinho desses, pagar tudo e ainda ter um bom lucro? Ahh pera. Esqueci dos impostos. hahaha.

      Mudando de assunto, porque motivos a Renault trocou o K4M 1.6 16v por essa 8v? Aquele motor era fantástico! Tive um Megane e andava muito, além de ser econômico.

      • Eliezer Junior

        E como ele era em baixa? Não conheço esses motores Renault, mas geralmente a preferência nesse setor são os motores 8v, que tem mais torque em baixa rotação (alem do mito da manutenção complicada dos 16v). Fiquei me questionando se seria isso mais uma exigência do nosso evoluído mercado…

      • Edson Fernandes

        Tirou para economia de custos.

        Sobre a versão esportiva, qual modelo disputa com ele? Punto T-jet (68000), DS3 (80000) e o que mais?

        Esse é o X da questão. Não existe tantos concorrentes a altura e é isso que faz o mercado de esportivos ter preços absurdos. Mas ainda no preço que está, ele tem um otimo preço considerando que ele foi feito para ter esportividade.

  • b.c

    48 mil sem vidro traseiro e retrovisor elétricos, sem ar digital e volante de couro coisas que a versão mais barata tem..

  • Gabriel

    ISTO É HERESIAAAA!!!!!! Usarem a sigla GT banalmente!!! EX vectra gt fluence GT essa bosta ai em cima …. Tudo bosta perto da sigla Grand Turismo…

  • Gabriel

    ISSO É HERESIAAA!!!! Usarem a sigla GT de forma banal assim, tais como vectra GT fluence GT essa bosta GT ai… que de GT não tem nada

  • Philomeno

    Motor 8v…
    Ainda alegam que o consumidor prefere isso..
    (e tem um certo blog aí que andou dizendo que não tem diferença do 8v pro 16v e que na cidade é até melhor, isso que os caras são respeitados… )
    Brasileiro adora ser enganado… Impressionante!

    • Marcus

      Olá Bill, quanto aos que afirmam que o 8V na cidade seja “melhor” eu posso até entendê-los, já que esses motores geralmente têm mais torque em baixa que os 16V, gerando um desempenho muito bom em situações de velocidades baixa ou moderada. Já na estrada a situação se inverte. Mas estou longe de ser um expert… Abs

      • Sim, motor 8v tem torque máximo disponível em rotações mais baixas (mesmo que o valor nominal dele seja menor do que em motores 16v), bom pra sair do semáforo antes dos outros ou coisas do tipo, mas acima disso a situação se inverte: o torque cai e a potência vai subindo de forma mais lenta… Dá aquela famosa sensação de “motor sendo estrangulado” quando se tenta uma ultrapassagem ou situações onde preciso de rotações mais altas…

        • Marcus

          É isso aí mesmo. Tive um Vectra B 8V que rendia que era uma maravilha até os 100Km/h. Tinha uma força absurda em baixa, chegava a empolgar. Mas era só chegar aos 100, 110 que o bichinho perdia totalmente a performance. De toda forma, era um motor bem robusto e que não dava manutenção. Teve sua época… abs!

          • Gabriel M. Vieira

            Esse é o mesmo problema do Jetta 2.0 8V. Vai bem até os 100, 120… depois… não tem fôlego…

            • Edson Fernandes

              Isso porque vc naõ falou de retomadas do Jetta.(automatico)

              Ele é terrivel nesse aspecto. Urra em alta mas o cambio se mata para encontrar o melhor meio termo para dar resposta. Eu não gostei sinceramente.

              • Gabriel M. Vieira

                Rsrs é verdade, as retomadas eram uma gritaria e sem força. Como o meu uso era principalmente urbano, não tenho muito do que reclamar da minha convivência com ele, era um carro honesto. Mas bebia bem, viu? Agora o C4L THP nem se compara. Nos dois aspectos! :)

        • Edson Fernandes

          Brunno, mas o problema desses motores 1.4 e 1.6 8v é que a faixa de atuação é muito pequena.

          Ele responde muito bem até uns 3500rpm. Depois disso ele já começa a perder força, ser ruidoso e aspero. Um 16v tem essa resposta um pouco mnor, mas é um motor mais liso.

          E agora coloco os seguintes motores:
          1.5 Toyota
          1.6 Nissan
          1.6 VW (16v)
          1.6 Hyundai
          1.6 Ford

          Ainda que desses eu ache o Ford com um desempenho em baixa inferior, está bem longe de considerar que eu escolheria um motor 1.6 8v para andar na cidade perante esses. Quem já andou num Etios 1.5 sabe que o motor é bem forte em baixa devido ao que há de melhoria no motor.

          O motor nissan e hyundai se parecem muito em entrega de potencia já que respondem em qualquer rotação muito bem, mas fica ainda mais forte em giros altos. (e são economicos)

      • Roger Abdulack

        eu tenho um Logan 1.6 2015, mas apesar de ser 8V ele não é tão esperto em baixa como deveria ser, ele se desenvolve bem em giros mais altos. Me lembra o meu Clio 1.0 16V.

        • Na verdade, isso muito mais uma questão de percepção do que tudo. Nem no começo dessa onde no Brasil, com carros 1.0 16V como Gol, Corsa, Palio, Clio e até Polo… A curva de torque do 16V era inferior ao do 8V na mesma faixa de rotação. A questão é que até os 3500, 4000 giros ela era muito parecida, mas não inferior. Mas se criou a cultura do “8V é bom para cidade, 16V é melhor para estrada”, assim como se fala bastante que “torque é utilizado para sair, potência para velocidade” o que também é mentira. É a potência que movimenta o carro. O torque em si não serve para nada, é apenas um número para saber quanta potência você tem disponível em cada rotação.

          • Edson Fernandes

            Sabe o que acontece? Os motores 8v em alguns modelos eles tinham um cambio longo e aí sim um regime de potencia em baixos e medios giros.

            Hoje em dia, o que pega é uma mascara para dar a impressão que o carro tem umdesempenho superior com encurtamento de marchas e aumento de potencia.

            Poxa Edson, mas o aumento de potencia não é bom? Depende.

            De que adianta um motor sair digamos…. de 90cv para 106cv para se tornar mais ruidoso, aspero e com maior consumo?

            Pois eis a questão que além de deixar o motor como citei, o carro não tem um ganho que justifique o aumento de potencia em detrimento de tudo que se perde com isso. Eu mesmo digo que os motores quando desenvolvidos na decada de 90 (1.6 por exemplo) com o ajuste de epoca conseguem por vezes um consumo e desempenho bem interessantes.

            Ok,… os carros ficaram mais pesados e tiveram exigencias na segurança que ganhou peso e zonas de deformação que exigem uma estrutura a depender da tecnologia, os deixando ainda mais pesado…. o ganho de potencia maior se não bem desenvolvido só prejudica ao invés de ajudar.

            Enfim, nesses aspectos que eu considero o tal 8v andar melhor em baixa em rleação aos 16v.

            Perceba que a citroen nos motores 1.4 e 1.5 (na verdade é 1.4 também) foi mantida a relação de marchas longa que propicia melhor consumo, mas é mal falado porque relcamam de sua performance. Só que uma surpresa: Ele tem desempenho parelho na cidade com o 1.6 16v da marca e perde na estrada. Alta rotação? Sim, porém é um motor que se segura numa boa até 140km/h (e a não ser que a pessoa seja um pé de chumbo, ele para as velocidades permitidas é mais do que o suficiente) mas o pessoal insiste em dizer que é manco porque outros tem melhor resposta. (e cambio curto)

    • Esse motor 1.6 8v é terrível… Única vantagem é o torque logo aos 1500-2000 RPM, e SOMENTE isso!

      Não gosta de girar acima dos 3000 RPM, é ruidoso e áspero demais, em quinta a 100 km/h o giro não fica alto mas já parece que está pedindo marcha, e as esticadas são fracas… Coisa que eu não sentia com o antigo 1.6 16v…

    • Senhora Liberdade

      num ladeira nem os cavalo manco desse 8 v aguenta

    • dogmarley

      na cidade talvez até seja melhor devido ao comportamento “torcudo” dos 8v, coisa que o Brasileiro comum, que não pesquisa sobre carros e maneiras de guiar, acaba preferindo.

      falando por mim, depois que tive um 16v, só quero desses.

      • motstand01

        Uma vez li que nem em baixa, pois o 1.6 16V tinha a faixa de torque sempre superior ao 1.6 8v em toda a faixa de trabalho. O que acontece é que a diferença aumentava significativamente em rotações altas. Aí o pessoal achava que o 16V era xoxo em baixa, mas na verdade ele é melhor que o 8v e ainda melhor em alta. O 8v é mais linear, pois é fraco e barulhento qualquer que seja a rotação.

        • Fernando S.

          Carros de mesma cilindrada no motor é inegável que 8V anda melhor nas três primeiras marchas que o 16V. Agora a partir da quarta, o 16V se sobressai mesmo.

          • dogmarley

            creio que não tenha mt a ver com a marcha engatada, e sim com a rotação que se costuma trabalhar/exigir

          • motstand01

            Pode até ser regra geral (não sei), mas não se aplica aos 1.6 da Renault, nem aos da VW, por exemplo. O MSI 16V é melhor que o 8v em quase toda a faixa, só abaixo de 1000 rpm que não, pelo que eu lembro, mas é uma faixa quase de marcha lenta. Assim como o K4M 16v é superior ao K7M 8v em baixa e muito superior (muito mesmo) em alta.

          • Edson Fernandes

            Desconheço isso considerando o 1.6 8v e o 1.6 16v da Renault. Se vc já tiver andado nos dois verá que o 16v é superior em qualquer rotação.

        • Isso não é lenda. 4 Rodas e Bestcars já mostraram que mesmo os mais antigos 16V que avaliaram, que eram justamente o AP 1.0 no Gol e o Zetec 1.6 e 1.6 Rocam no Escort já tinham curva de torque muito parecida em baixas rotações, mas a do 16V em rotação nenhuma era inferior. Você está corretíssimo. E uma coisa que ninguém se atenta: A popularização dos 16V se deu quase no mesmo momento que do acelerador eletrônico. A disposição do carro para saídas podia não depender apenas do número de válvulas do motor.

          • Edson Fernandes

            E o acelerador eletronico pode ser lerdo nos 8v… (mal que tem no C3 em excesso já que o cambio é longo e o delay é alto em subida ingreme + ar ligado).

  • Alexandre Maciel

    Direção hidráulica? Hum… sei…

    ESP e TCS? Não? Pffff….

    Dacia Sandero pega-trouxa. Isso sim.

  • Rafaelprado

    Impressionante.. Ninguém lê as noticiais e ficam especulando o preço dos carros!!! O Sandero RS já está no configurador renault por 58.990. Único opcional disponível rodas 17. por 1.000.,00

    • Bruno Wendel Marcolino

      e pintura metálica também.

  • Rbs

    . . . Tô pensando que é 2.0!

    • 4lex5andro

      entao, o sandero gt se confunde muito com o rs, de longe ..

  • Papo Reto

    Volante escroto. Matou o carro.

  • Alvaro Guatura

    Um carro muito interessante pra se comprar usado daqui uns 6 anos.. como um Clio Privilege

  • Vattt

    Ainda pensei que era o 2.0!!! Mas ficou estranho esse parachoque sem o LED diurno.

  • CASSIO

    este só tem cara de esportivo diferente do RS que deve ser um foguete com o motor 2.0 .

  • pedro rt

    pra mim oq mata no interior dos carros e ter a porta toda de plastico ou ser de metal com plastico como e no up!, outra coisa q nao gosto e de carro sem ter apoio de mao nas portas pelo menos isso o sandero tem

  • Philomeno

    Na Boa???

    Melhor que aquela baratinha turbocharged com faixas azuis e tampa pintada de preto…

    Mais bonito, mais espaçoso, mais completo…

    • dogmarley

      menos seguro
      beleza é subjetivo, nunca esqueça
      espaçoso é obrigação, já que é maior em todas as medidas
      completo HEIUASHEIUAOSHEU

      • Philomeno

        Ah sim
        Quantos air bags a mais o up! tem?
        E O ESC, onde ficou?
        Na Alemanha? (ou melhor, na China)

        • dogmarley

          Ah sim
          e quantos air-bags o sandero tem ??
          e o ESP dele ficou aonde, na russia?

          sabe oq eh crash-test ?
          vc e o sandero NÃO

          • Philomeno

            ..

  • lucas

    Nossa!!! Vou correndo comprar o meu agora, 1.6 com menos de 100cv, desing esportivo, interior cheio de plástico vagabundo que vai bater com menos de mil km e esse preço super hiper mega blaster em conta!!!! Não posso perder.

    • Magnus Lincoln

      Menos de 100cv?

      • lucas

        Sim, com Gasolina.

        • Edson Fernandes

          Nessas horas só vale a pena anunciar a potencia a alcool…rs

  • Thiago C

    Que nojeira virou nosso mercado. Ou você paga absurdos 80 mil pra comprar um carro decente ou gasta um dinheirão pra andar de carroça…

  • André Silvestre

    Ridículo. Só temos isso: pseudo esportivos.

    • Mas o próprio Sandero tem uma versão apimentada! Ele, Punto, 500 e o Golf. Concordo que é pouco. Mas temos sim!

  • Leonardo Mendes

    O curioso é que o RS herdou o padrão estético do GT Line anterior… as faixas laterais tem o mesmo padrão quadriculado do antigo modelo.

    Na geração anterior era o meu modelo preferido da linha Sandero.



Send this to friend