Governamental/Legal Mercado Montadoras/Fábricas

Renovação da frota volta a ser discutida em Brasília

transito-cuiaba

As entidades ligadas ao setor automotivo, Anfavea e Fenabrave, voltaram a discutir com o governo federal um plano para pôr em prática um programa de renovação da frota de veículos, essencial para a retomada das vendas e substituição de parte dos veículos antigos em circulação.

As conversas com o MDIC foram interrompidas no governo Dilma e agora o tema voltou a ser o assunto entre as duas entidades e o atual ministro Antônio Megale. De acordo com o ministro, os presidentes dos bancos públicos (Banco do Brasil e Caixa) já foram contatados sobre o projeto, cujo financiamento por essas instituições será essencial.

A ideia de Megale é que o programa de renovação da frota esteja completamente concluído até o fim do ano, para que assim possa ser efetivado a partir de 2017. De acordo com a Anfavea, ainda não há definição sobre o funcionamento do programa e nem do impacto no mercado brasileiro, embora a previsão anterior fosse de meio milhão de veículos a mais.

Com carta verde de Temer, Megale foi autorizado a busca entendimento com Anfavea, Fenabrave e Sindipeças, além de outras 16 entidades ligadas ao setor automotivo. Com substituição voluntária de carros antigos por novos, sendo o usado reciclado, a ideia original do programa é focar em caminhões com mais de 30 anos e carros acima de 15 anos de uso, de acordo com a Fenabrave.

[Fonte: Estadão]





  • Mr. Car

    Para levar um carro e pagar “outro” para o governo, fico com meu velhinho mesmo. E nem está tão velhinho assim: sete anos, oito meses, e 29.400Km, he, he!

    • Paulo

      Velho, como eu te invejo. Em sete anos rodar so 29 mil. Eu infelizmente rodo isso em 1 ano :( Só por curiosidade, qual o carro? Abraços…

      • Mr. Car

        Renault Logan 1.6 8v. Ou Dacia Logan, como preferem alguns, he, he!

      • Gran RS 78

        Depende muito, pois carros mais velhos e pouco rodados tem as suas desvantagens, como ressecamento das mangueiras e outras peças, sem falar do motor, que acaba durando bem menos que um carro que roda regularmente e faz as revisões periódicas. Não adianta inventar, carro foi feito para rodar e não ficar parado na garagem.

        • Paulo

          Verdade velho. O que me espantou é o que o carro se tornou uma ferramenta tão presenta nas nossas vidas que seu uso é cada vez mais frequente. E quando eu vejo alguém que tem e uso tão pouco eu me espanto. Abraços

      • Renato Duarte

        cara ,, eu até queria rodar muito como muitos dizem por aqui,,, mas eu sou um daqueles proprietários de carro que na verdade deveria rodar de moto. rsrsrsrsrs Rodo uma média de 450km por mês e te digo,, tá pesando no bolso com o atual preço dos combustíveis.

      • ‘Eduardo Oliveira

        A patroa da minha mãe é uma senhora aposentada e tem um Honda Fit LXL 1.4 AT 2008 com 26 mil KM.

        • Anderson

          Comprei o meu fit LXL 2008 1.4 MT com 27mkm… Apesar de problema em 2 rolamentos da caixa e 2x as bieletas, tem sido só alegria nestes 4 anos… Pretendo ficar mais 6 pelo menos é depois comprar outro e manter ele na família.

    • lait

      9 anos, 155mil rodados. :/

      • ataide13

        Meu March 2014 chegando aos lindos 80.000 km, zerado sem nenhum barulho e principalmente economico e sem me dar dor de cabeças.

    • Marcelo Alves

      Caraca, achei alguém que roda menos que todo mundo aqui em casa kkkkk… Meu Polo 1.6 tem 8 anos e acabou de completar 48.000 km. O carro do meu pai é 2010 e está com 33.000 km e minha irmã tem um 2014 que, se não me falha a memória, ainda não chegou aos 10.000 km.

      Carro assim nem dá trabalho pra vender, todos aqui em casa geralmente a primeira pessoa que vem olhar o carro, compra. Carro pouco rodado, sem manchas ou marcas no estofamento, sem esfolados no assoalho, zero, zero.

    • Filipe Augustus

      Minha Fielder 2005 peguei ela com 52 mil rodados a 2 anos e agora está com 91 mil, e o meu Vectra 1993 está com 140 mil, e está comigo a quase 7 anos, peguei ele com 90 mil rodados! A Fielder posso até trocar por um carro mais novo, agora o Vectra ninguém coloca mão! hahahaha

    • Leonel

      Oloco, o meu é 2008 e está com 112 mil KM, mas rodando suave, tudo ok! hehe…troca de óleo, filtros e etc no tempo certo, manutenções anuais e etc hehe…

    • Fernando Sampaio

      O do meu pai tem sete anos e 5 meses, 21.300 KM ^^ kkkk’

    • H__N

      i30 com exatos 5 anos e 145.000 km… e sem nenhum problema ou dor de cabeça.

    • Fábio A.

      Pouquíssimo rodado hein! Rodo isso em uns 19 meses.. Quem dera pudesse rodar pouco assim.

    • Ilan Oliveira

      Acho que ganhei da galera aqui. Eu tenho dois carros antigos com KM baixa pra idade deles. O primeiro é um Ford Del Rey 1983/1984 com 144.900km rodados e o segundo é um Ford Del Rey 1983/1983 com 158.300km. E mesmo rodando pouco, meus carros sempre são revisados e troco tudo que já deu fim de vida útil.

  • Matafuego

    Boa iniciativa! Vamos apagar fogo com gasolina! Um dos motivos da crise que vivemos hoje é o endividamento da população por incentivo do governo. Que tal baixar a 10% o imposto de importação e deixar a lei da oferta e da demanda funcionar?

    • cepereira2006

      Verdade. Se fosse para o governo se meter novamente neste mercado, que seja para exigir o fim da carroça cara. ESP obrigatório e reforços laterais, como sugeriu o Latin NCAP. Chega de reforçar a margem mega obesa destas montadoras. Se for para o governo financiar algo, que sejam casas para a população e não carros que são bens de consumo.

      • Se os fabricantes construírem carros mais seguros, irão cobrar mais caro, ou seja: A margem dele não diminuirá. Mas eu não me importaria se eles tivessem lucro de 200% desde que vendesse o produto deles a um preço acessível.

    • Edson Fernandes

      Se simplesmente retirassem o percentual adicional de IPI para produtos importados, já faria diferença.

  • Bruno Rodrigues

    Tenho uma otima ideia, que tal acabar com os incentivos a FENABRAVE e diminuir os impostos para todos os setores da industria, comercio e serviços, assim como redução do aparato estatal??

    • leandro

      E também abrir as importações já que no mercado local nosso carro é cotado em dólar, mas produzido em reais.. que tal igualar o jogo por baixo e não por cima?

      • Bruno Rodrigues

        Sim!

  • Douglas

    E como funcionaria isso? A pessoa daria o seu usado de entrada e se enforcaria com as parcelas do carro novo?

    Seria melhor um programa que incentivasse a boa conservação dos carros, poderiam por exemplo reduzir os impostos sobre pneus, o que evitaria que as pessoas rodassem por ai com pneus carecas. Mas o objetivo da Anfavea e Fenabrave é apenas aumentar a venda de carros novos é claro.

    • Zoran Borut

      Aumentar a venda sem diminuir os preços, ou seja, garantir os lucros das matrizes ou, em outras palavras, a retirada desejada de dinheiro do nosso bolso.

  • Ricardo

    Renovar mas sem incentivar! Aí fica foda!

  • SK15

    Desde q não inventem mais imposto e nos paguemos por isso …

    • Renato Duarte

      pode esperar que vai ter mais cobrança de imposto sim. Caso você não entendeu a reportagem te digo,,, provavelmente irão inventar moda e penalizar proprietários de carros antigos através de IPVA exorbitantes fazendo com que os mesmos acabem partindo pras dividas com carro 0km ou mais novos. Não me assustarei se isso acontecer. Já acontece na europa…

  • Eduardo Brito

    Ta tudo errado! Com estes financiamentos, vai haver um belo aumento dos automóveis (basta ver o que aconteceu com o programa minha casa minha vida), fora que a população brasileira já esta bem endividada. Deveria haver uma redução de impostos para quem desse seu carro usado, isso sim…

  • Danillo Barros

    Certa feita eu vi um cara perguntando como abrir uma pequena empresa de sucesso, outra pessoa respondeu: abra uma grande empresa e deixe o governo fazer o resto.

  • paulo sergio berezovski

    É aquela velha coisa primeiro eles quebram a sua perna depois vem vender a cadeira de rodas e ainda falam que se não fosse graças a eles você não teria nem cadeira

    • Zoran Borut

      Exato!

      As vendas caem. Aumenta o preço. O dólar sobe. Aumenta o preço. Os financiamentos diminuem. Aumenta o preço. O dólar baixa. Aumenta o preço. As vendas começam a aumentar. Aumenta o preço, propõe um subsídio governamental para que as vendas aumentem, e aí aumenta o preço de novo. Pergunta: como fica o lucro nessa história toda?

      • leomix leo

        Lá em cima, observei isso na época do IPI reduzido, com dólar baixo e as montadoras aumentando os preço, o IPI saiu de cena, elas aumentaram, o dólar subiu elas aumentaram, agora com as vendas pífias elas continuam a aumentar e o consumidor a se estrepar.

  • cepereira2006

    Hoje fui numa revenda VW fazer revisão do meu e entrei no show room. Tinha uma Tiguan com o vidro escrito bem grande “Bônus 15.000 reais”. Pensei, putz, baita negócio de fim de linha, vai ser renovada, quem sabe vale a pena. Quem sabe a crise funcionou. Perguntei ao vendedor qual o preço com desconto e ele falou 146.000,00 reais. Dá para acreditar na seriedade dessa gente? Aumentam o preço e depois dão o desconto, tirando a gente para trouxa.

    • Matheus Cavalheiro

      Tinha opcionais, certo? Meus pais compraram com esse bônus junho passado por $106.

      • th!nk.t4nk

        Bom, teve 9,4% de inflação no período. Seu pai pagaria 116 mil pelo carro com o mesmo nível de equipamentos hoje, no mínimo.

        • Matheus Cavalheiro

          Junho/16; não 2015.

          • Ernesto

            Provavelmente a Tiguan em questão tem todos os opcionais disponíveis. Não sei se mesmo assim daria toda essa diferença. O que sei é que tenho comprado carros VW há anos e sempre com bons descontos.

      • cepereira2006

        O único opcional era o teto. Nem couro tinha. Era aquela camurça alcântara. Mesmo com teto, não justifica esse preço. Já os teus pais fizeram um bom negócio. Esperava ver algo de uns 115k a 120k. Nunca 146, ainda papagaiando um bônus.

  • Janderson von Neumann

    Troquei meu Vectra Elegance a uns meses atras, ano 2007, lindo, completasso, nunca andou em dia de chuva, nunca, nunca saiu em piso molhado para não sujar o chassis, nunca usei o porta malas, nem os plásticos do carpete retirei, vendi com 5 mil kms rodados, ontem achei ele a venda num site de uma loja por um valor astronômico, tá certo que eu já tinha ganho mais que a tabela fipe, mas a loja tá pedindo bem mais, se bem que vale, pois eu ponho a mão no fogo pelo carro, até deixava os vidros fechados para não sair o cheiro de novo que ele tinha até o dia que entreguei, hoje ele está com 6.600 kms., tá ainda como 0 km.

    • Brian

      Conheço gente que coloca capas nos bancos para que fiquem novos para o próximo dono.

      Não consigo entender. Isso vai além da minha capacidade de percepção…

      Sempre achei que carros fossem usados para transporte, carregar pessoas, carregar compras, proteger da chuva e das intempéries, etc.

    • Zoran Borut

      E por que você trocou um carro que conservava como se fosse para coleção?

      • Serkot

        Mano.. o cara nunca usou na Chuva UHAuhaUHAUHAUH
        Nunca usou Porta malas?
        deve ser sacanagem isso ai uhauhAuhAUHA

        • Também estou achando que ele foi irônico..

          • Janderson von Neumann

            Não Alessandro, pena que não posso por o link aqui da loja para vc. conferir, mas é sério, é só ver a resposta que dei para o Zoran acima, e sobre sair na chuva é mais que não sujar ou encardir o carro, também tenho certo receio, eu não gosto, quando eu era pequeno sofremos um acidente feio em dia de chuva, e eu já levei duas batidas em dia de chuva, fiquei meio traumatizado, hoje se chove ou tá marcando chuva eu pego o transporte público e saio, passa ônibus na porta do meu prédio, nem me preocupo, e viajar não gosto de viajar com chuva, não se aproveita muita coisa, imagina ir numa cidade turistica tipo Gramado aqui e ficar naquela estrada linda subindo a serra com chuva, não rola, prefiro pegar um belo dia de sol e aproveitar cada momento nas curvas fechadas e naquela paisagem maravilhosa.

            • Ahhhh…..
              Mas você tinha dito que não saía na chuva para não sujar o chassi (Que seu carro nem tem, diga-se). Tudo bem, eu sei que está tirando da minha cara, mas valeu! Heheheh

              • Janderson von Neumann

                Sei que não tem chassis, foi força de expressão, errada é claro, rsrsrs…mas também para não sujar mesmo o carro, pois além de eu não gostar de sair na chuva eu penso, puxa, agora o carro ficou todo sujo, encardido nos cantinhos, etc…uma coisa eu digo, desde que eu tinha 8 anos de idade eu lavo o carro, somente eu, e sou muito fresco com limpeza do carro e estética, gosto de andar na rua com um carro de 10 anos mas com aparência de recém saido da concessionária, e isso inclui não deixar sujar por baixo, o logotipo com o nome do carro entre as letras intactas, sem sujeira , etc…pra vc. ver, nas minhas lavagens uso somente panos de microfibra, pincel, cotonetes, etc….é uma cirurgia, e imagina, eu já levo 1 dias inteiro para lavar um carro apenas com pó, imagina um carro sujo de dia de chuva, levaria 3 dias lavando cantinhos, e aqui no prédio não posso me dar a esse luxo.

      • Janderson von Neumann

        Não digo que guardava ele de coleção, mas temos mais 3 carros em casa e realmente rodamos pouco, meu pai então quase nem dirige mais pois está doente e afetou muito a visão, na cidade nem dirige, aí rodamos um pouquinho revesando os 3, tenho dessas manias de dizer, ah, esse eu vou guardar pra vida toda, mas a a vida dá voltas, e aparece carros melhores que as vezes encanta, daí o Vectra se foi, por algo melhor e mais moderno com mais tecnologia, não me condeno por não ter usado o carro como deveria, alias , faço isso de cuidar bem de todos os carros que passam aqui em casa, não sou de rasgar dinheiro, cuido muito, somente peças originais, eu mesmo lavo o carro, não entrego na mão de manobrista, etc…geralmente vendemos o carro ainda com cheiro de novo mesmo depois de 8 ou 10 anos e sem nenhum risquinho, e sempre conseguimos vender acima da tabela, sempre com valores diferenciados sem ninguém questionar, quem vê compra na hora, nem anuncio os carros, esse Vectra se tu ver vai entender, pena que não posso por o link aqui com as fotos da loja, pois a galera ia babar.

    • Matheus Cavalheiro

      Qual o objetivo de ter o carro, então?

      • th!nk.t4nk

        Enfeite de garagem :) Enfeitezinho caro, diga-se…

        • Janderson von Neumann

          Não, pois mesmo que usei pouco usei, tenho boas lembranças dele, mesmo com 5 mil kms, peguei muita estrada para a serra gaucha, tenho fotos lindas, passei bons momentos a bordo do Vectra, foi um grande carro, nunca deu um defeito sequer, nem uma lâmpada queimou nesse tempo todo, só gastei manutenção básica que gastaria com qualquer carro, e somente óleo e gasolina, mais nada, nem precisei fazer geometria e balanceamento pois não pego buraco nem nada, enfim, só o básico e IPVA e seguro que foi barato pois tava no nome do pai e tem os bônus.

    • zekinha71

      Sou quase assim, meu carro tem dois anos e passa 24 horas no tempo, pega estrada de terra, lavo umas 4 vezes no ano, o carpete está cheio de terra e grama, já levei bike dentro, armário, lata de tinta e saco de areia e quando estiver com 100K kilometros vou vender e pegar quase o valor da tabela fipe.

      • Cara, como você ousa curtir o bem que você adquiriu? Brasileiro é tudo egoísta. Você não pensa no próximo dono não?

        • zekinha71

          Se for pra deixar parado na garagem, não compro um carro e gasto muito dinheiro, eu vou é deixar o dinheiro parado no banco rendendo juros e ganhando.
          Pior que eu tinha um tio que era a cópia do cara do comentário, não tirava nem os plásticos do banco pra não desvalorizar, mas a cada dois ano trocava de carro e dava quase de graça na ccs. Trocava carro com menos de 5K km. Nunca curtiu um carro de verdade.

          • Eu queria entender que ele foi irônico. Não é possível alguém não sair com o carro quando está chovendo para não sujar o chassi? O carro dele nem tem chassi!

            • Edson Fernandes

              Veja que interessante: Meu pai vendeu pra mim um Uno com 82000km rodados em que ele NUNCA havia tirado o plastico do banco.

              Argumento? que o carro iria se deteriorar com o uso. A primeira coisa que eu fiz foi tirar o plastico dos bancos. Sabe o que aconteceu em 3 anos de uso e a venda do mesmo? Apenas um desfiamento de um detalhe do banco.

              Poxa… o banco gostoso e com qualidade (era o ELX) e ele viajando com a familia no plastico (sim! já viajamos com ele assim muitas vezes), ele tinha ate´aquele plastico de patio que o pessoal costuma tirar (que fica sob o parabrisa na parte superior).

              Enfim… existem pessoas assim.

              • Túlio Carmo

                Também acredito que tem pessoas assim… Comprei um C4 Hatch ano passado em que a dona usava só pra buscar as crianças na escola e fazer supermercado. Resultado, o carro comprado zero em 2012 tinha só 32k km rodados… uma média de 10k por ano. Ainda cheirava a novo e tinha os adesivos todos da concessionaria. Depois que eu o peguei em novembro passado já andei quase 20k km… Não sou tão noiado com carro e tirei os adesivos e alguns plásticos de dentro, mas cuido muito bem dele. Revisão periódica e cera a cada dois meses. Embora ando mais que a antiga dona, o carro ainda ta bem novinho por dentro…

    • Guilhe

      “nunca andou em dia de chuva, nunca, nunca saiu em piso molhado para não sujar o chassis”

      Sério isso???

    • O próximo dono agradece o que você não curtiu do carro.

      • Ernesto

        Rsrsrs. Pois é.

        • Mas nem falo nada. Já presenciei dono de Hilux 4×4 Diesel não sair na chuva porque iria sujar de barro o carro. Mas eu fui.. Com meu Gol G5!

          • Ernesto

            Cada um com suas excentricidades (eu ia falar maluquices, mas vou ser mais polido. Rsrsrs).

          • T1000

            eu já quase atolei meu celta na lama, quase atolei numa duna de areia na praia e nego de pickup cheio de dedos.
            Tem gente que não sabe aproveitar a vida.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    O sujeito tem um caminhaozinho velho pra fazer uns fretes. A renda dele cobre os custos atuais. A pergunta é: Como o caboclo vai bancar os custos mais altos para manter o caminhão novo?

    E qualquer programa do tipo quanto aos carros carros de passeio não pode prescindir de discussões ampliação do alcance e da qualidade do transporte coletivo. Em especial nos grandes centros.

    • Essa é a questão central. Mas tem gente que não entende isso. Nesse ponto você vai ouvir as idéias eugênicas de cada um.

    • T1000

      como convencer o tiozinho da brasília a trocar por um 0km se vai ter que pagar no mínimo R$700 por ano de ipva e seguro?
      brasílias, chevettes, gol caixa, fuscas, oggi, pampa, unos, kombis velhas não vejo o governo tirando das ruas nunca.

  • TijucaBH

    Sou à favor de uma maior verificação do estado dos carros diariamente em blitz.
    Viajo bastante à trabalho, rodo cerca de 30 mil km por ano. Tem vez que fico um ano inteiro sem ser parado por NENHUM policial e nenhuma, absolutamente nenhuma vez pediram pra ver se as lampadas estavam funcionando, se o extinto extintor estava OK, se principalmente os pneus estavam bons, e por aí vai! Tinham que verificar esses itens com maior frequencia. Com aumento do numero de verificações, provavelmente pegariam mais carros roubados, prenderiam mais bandidos e tirariam de circulaçao carros sem condiçoes de uso. Outro dia no semaforo eu olhei pro lado e vi uma Tiguan com pneus completamente carecas. Imagina domar 200 cavalos com pneu careca em uma chuva, acidente na certa!! Para casos em que o motorista foi negligente ao deixar de fazer a manutençao e tiver provocado algum acidente com vítima, deveria ser processado por homicio doloso, pois assumiu o risco de provocar morte.
    Sou radicalmente contra as carroças ambulantes, mas se alguém quer ter um carro mais velho em perfeito estado de conservaçao, nao vejo problema, da mesma forma que carro novo sem manutençao basica (pneus, freios, etc) tem que sair de circulaçao até a correçao do problema!

    Deveriam pensar principalmente na renovaçao da frota de caminhoes. Esses veículos deveriam aposentar obrigatoriamente com no maximo 30 anos de uso!! Vejo muitos caminhoes em estado deplorável, se arrastando estrada afora e mesmo que esteja em bom estado, a potencia do motor é imcompatível com a carga carregada. Um mercedes 1113 carrega no lombo umas 10 toneladas com apenas 130 cavalos, qualquer subida ele se arrasta à 30 km/h. Nao é apologia à velocidade, mas é um absurdo! Uma vez fiquei atrás de um caminhao rodando à 12 km/h. Tive que olhar no GPS a velocidade, pois meu carro marca somente à partir de 20. Eu corro na esteira à 12 km/h!!!

    • Zoran Borut

      Policiais aqui no Brasil não mantêm nem os próprios carros em ordem. Cansei de observar carros com até 5 anos de uso com manutenção negligenciada – luz de freio queimada, farol desregulado, pneu com desgaste irregular denunciando falta de alinhamento e balanceamento, setas sem funcionar. Vejo com frequência carros derrapando nas paradas de semáforo sob chuva, algo que provavelmente irá diminuir graças ao ABS obrigatório. Falta muita noção de nossas forças policiais quanto ao que seja trabalhar para a sociedade.

      Já quanto a caminhões, devido ao perigo que representam, acho 30 anos muito tempo. Se fizeram uma legislação obrigando empresas de ônibus a renovar suas frotas e realizar boa manutenção, o mesmo poderia ser exigido das empresas de caminhões, com ganhos para a segurança, poluição e mesmo peso do diesel nas contas públicas (devido à tendência de menor consumo com o uso de motores mais modernos e melhor mantidos).

    • cepereira2006

      Nos países desenvolvidos existem duas placas de velocidade, a com círculo vermelho em volta, como as nossas e outra logo abaixo com um círculo azul. Esta última é a velocidade mínima naquela rodovia. Um veículo lento demais é um sério perigo em uma rodovia.

      • Aqui a legislação diz que a mínima é sempre a metade da máxima. Um erro ao meu ver. Um cara a 60 em uma pista de 120 é um perigo por si só. Mas o que fazer se nessa pista de 120 vai ter caminhão a 30?

        • cepereira2006

          Eu nem sabia desta norma, mas se já existe legislação para coibir, então tem que multar. Se não doer no bolso, o pessoal segue com a jabiraca na estrada. Caminhões lentos na estrada matam um bocado de gente. A PRF só quer saber de multar excesso… talvez por pura falta de visão dos seus dirigentes.

  • Brian

    Sou favorável a esta ideia.
    Desde que bem executada, pode render bons frutos.

  • Joaquim Grillo

    Fácil reduz o imposto de carros mais baratos já que a população pobre é a que menos compra carro novo ja os mais caros já é luxo então deixa os mais ricos que tem condições.

  • zekinha71

    Com Anfavea, Caixa e BB no meio, vai ser tipo, compre um carro e pague 5.

  • Louis

    Comprar um médio 0km e pagar quase R$ 4k todo ano só de IPVA em SP ? Não, obrigado, fico com meu usadinho de 150 mil km, minha grana vai para render Selic.

  • Freaky Boss

    sinto que vem novos subsídios por aí

  • Carros acima de 15 anos. Seria porque esses modelos possuem isenção do IPVA?

    • Tosoobservando

      Podia trocar ne, cobrar IPVA de modelos antigos e dar isenção pra modelos novos e baratos que fossem economicos, ae as pessoas conseguiriam trocar, mas como aqui é tudo ao contrario kkkkkk

  • Sassá

    Não sendo obrigatório, ok. Quanto ao argumento de “polui mais”, simplesmente implementem a inspeção veicular em todo o pais, automaticamente vai sumir aquele carro sem manunteção que roda na rua. Vida longa ao meu gol bola cht de 49cv!

  • Edson Fernandes

    Pois é… falei o mesmo para meu pai que usou por 10 anos o carro dessa forma…

    A familia ficava louca… (o carro depois que eu comprie, eu retirei).

  • CanalhaRS

    A montadoras espancam com sua margem lucro dobrada em relação a suas matrizes, o governo estupra com 40% de impostos e o por fim o bancos fazem a necrofilia, com taxas de juros absurdas.
    Agora me expliquem que subsídio será esse que convencerá o pobre trocar seu caminhão ou carro velho???
    Detalhe: nem falei em IPVA, seguro, manutenção, etc…

  • carnero

    Tanta coisa mais importante para eles discutirem…
    Só dinheiro importa….

  • Túlio Carmo

    Existe alguns pontos em que todos saem ganhando com a troca de frota como a diminuição de emissão de poluentes e uma menor demanda de combustíveis uma vez que, em teoria, carros mais modernos possuem motores que consomem menos. Assim em questão de consumo de combustível teríamos talvez uma distribuição mais eficiente. Mas aqui em Banania… Um carro novo nem sempre significa tecnologia nova. E como muitos ja disseram, trocar um usado em bom estado de conservação por um zero absurdamente caro não vale a pena… Prefiro continuar gastando com as manutenções preventivas do que me enforcar nas parcelas com o banco…

  • Nando380

    Ah prefiro continuar com meu Fiat siena, com 120 mil km em oito anos de uso e ainda está com amortecedor original e em bom estado.

  • Fábio A.

    Até acredito que essas iniciativas resultarão em algo. Porém será algo bom apenas para as montadoras e para o governo, tô pra ver algo bom para os consumidores..

  • Valdemir Souza

    PICARETAGEM PURA DO GOVERNO pra salvar a indústria de automóveis nacionais que não estão vendendo nem metade de suas vendas de 4 anos atrás.

    A idade de um carro é medida por quilometragem e não por data de fabricação. Pega um veículo de uso doméstico com 8 anos e compara com de um taxista com 4 anos de uso pra ver quem polui mais! Qualquer veículo com injeção eletrônica polui pouco, basta trocar o catalisador se o mesmo estiver estragado.

  • Ilan Oliveira

    Se for pra criar incentivos, façam então uma auditoria séria nos preços e impostos. Tirar de circulação carros com 15 anos é patético.

    • Ilan Oliveira

      Até porque o desconto dado a um carro nessa faixa de idade é irrelevante frente ao preço de um 0km. E duvido que o Governo vá pagar muito por um carro que será reciclado.



Send this to friend