Home Etc Reprovado na inspeção veicular em São Paulo – o que acontece?

inspecao veicular Reprovado na inspeção veicular em São Paulo   o que acontece?




Uma notícia interessante saiu na Folha de São Paulo neste último domingo. O leitor Gabriel Silva nos mandou um email falando sobre isso. A reportagem mostra que carros novos estão sendo barrados na inspeção veicular que é feita em São Paulo.

Modelos como um Palio 2009 e um Honda Fit 2008 são reprovados, ao passo que um Escort 89 passa de primeira. Um carro com pneus carecas e porta que nem fecha direito passa, e um outro modelo novinho, atrás dele, é reprovado. Como pode?

Essas cenas estão ficando frequentes na capital paulista. O presidente da Controlar, empresa que faz essas vistorias, admite que a empresa recebe dezenas de reclamações diariamente. O que acontece é que os limites de emissão de CO2 na marcha lenta são bem diferentes para carros fabricados em épocas diferentes.

Por exemplo, um modelo 1979 pode emitir até 6%, ao passo que um 2006 ou mais novo tem que ficar abaixo de 0,3%. E a cada reprovação, o motorista tem que pagar uma taxa de 56 reais para que seu carro seja analisado novamente.

Muita gente anda reclamando que fica mais de um mês sem poder rodar com o carro por conta disso. Um modelo específico que tem tido taxas altíssimas de reprovação é o Honda Fit, feito até 2008. Funcionários da Controlar falam para os motoristas que esse modelo vem apresentando alto índice de reprovação.

E, enquanto isso, a Honda afirma que o Fit não tem qualquer tipo de anormalidade. Até mesmo entrou em contato com a Controlar para saber o porque de tanto problema.

Um processo com uma fama dessas acaba tendo muitas “gambiarras” feitas pelos motoristas para driblar o teste. Quem tem um carro antigo em bom estado de conservação apela para a placa preta. Carros de colecionador não tem que fazer a inspeção.

Outros fazem a troca do motor, apenas para passar pela inspeção, e depois voltam com o motor anterior. De qualquer maneira, se a intenção das autoridades é reduzir a poluição do ar, porque não impõem impostos mais pesados sobre carros mais poluidores, como os velhos?

Enquanto tivermos carros com mais de 20 anos de idade que não pagam IPVA em São Paulo, pouco será mudado neste quadro.





Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.