Home Manutenção Revise o Seu Carro: Líquido de Arrefecimento

radiador carro sistema arrefecimento Revise o Seu Carro: Líquido de Arrefecimento




Promovido pelo Notícias Automotivas, vamos orientar você para que revise o seu carro de uma maneira simples e descomplicada. Essa orientação tem por objetivo fazer com que você entenda melhor o seu veículo, e que antes de qualquer viagem você mesmo verifique a situação de seu veículo.

Hoje vamos falar sobre o Líquido de Arrefecimento, a sua importância, como verificar o nível e também como verificar a temperatura no painel de instrumentos.

Na maioria dos carros você observará que há um reservatório de água, com exceção de alguns veículos. A cor característica na maioria das vezes é rosa, mas pode-se encontrar também o líquido na cor verde.

O líquido de arrefecimento tem por função arrefecer o motor, ou seja, mantê-lo na temperatura de trabalho ideal, que no caso é 90 °C. Se a água passar dos 100 °C evaporará, e a alta temperatura fundirá o motor. Portanto o líquido de arrefecimento evita a ebulição precoce da água e também evita o congelamento da água.

É importante que você sempre mantenha o líquido de arrefecimento no nível do reservatório, entre o mínimo e o máximo. Se ficar acima da marca máxima, haverá uma sobre pressão no sistema de arrefecimento, e se você deixar abaixo do nível, elevará a temperatura do motor, que fundirá o mesmo.

O líquido de arrefecimento é caracterizado por ser “Long Life”, ou seja, “nunca precisará ser substituído”. Mas com o tempo o líquido de arrefecimento vai sujando, devido aos minerais da água. Um conselho que dou é substituir o líquido de arrefecimento do sistema completo a cada 2 anos ou 40.000 km.

A proporção correta do líquido de arrefecimento você encontrará no manual do seu veículo. Caso você não tenha o manual, você poderá colocar na seguinte proporção: mínimo de 40% de aditivo do líquido de arrefecimento e 60% de água, ou no máximo 60% de aditivo do líquido de arrefecimento e 40% de água. Para equilibrar coloque 50% cada. Para saber a proporção correta, ao esgotar toda a água do sistema de arrefecimento, veja quantos litros de água circula no sistema. Assim você terá uma base para fazer o cálculo. Ao colocar o aditivo do líquido de arrefecimento, sempre coloque da mesma marca, para não misturar o composto químico.

Caso você preciso completar a água do líquido de arrefecimento, sempre que possível coloque água destilada, porque a água destilada não contém os sais minerais que enferrujam o líquido do sistema de arrefecimento, e ainda cria crostas que podem entupir os dutos do sistema de arrefecimento, podendo nesse caso fundir o motor.

Se precisar abrir a tampa do reservatório do líquido de arrefecimento, abra apenas quando o motor estiver frio, pois com o motor quente a pressão é grande, e ao abrir a tampa poderá espirrar água e queimar quem estiver por perto. Cada veículo possui um design diferente do reservatório. Ao fechar, verifique se está bem vedado.

Naturalmente, com o tempo, o líquido de arrefecimento vai abaixando o nível. Isso é normal. Porém, se estiver muito abaixo do nível mínimo, depois de ter completado recentemente, pode haver vazamentos, ou passando pela junta do cabeçote. Nesse caso leve imediatamente a um mecânico e fique atento ao marcador de temperatura.

Caso não haja água destilada por perto para completar o nível, coloque água filtrada, pois terá impurezas reduzidas e não contaminará o sistema de arrefecimento.

Nos veículos que contém marcador de temperatura analógico, a escala poderá variar de 50 a 130 °C. O líquido de arrefecimento trabalhará sempre na faixa dos 90 °C, podendo variar conforme a altitude que você estiver. Se o ponteiro passar dos 90 °C fique atento. Pare em um lugar seguro, desligue o motor, espere esfriar um pouco. Prossiga sua viagem até um mecânico mais próximo e verifique o que está acontecendo. Se você prosseguir com temperatura alta por muito tempo poderá fundir o motor, e causar prejuízos maiores.

Espero que você tenha entendido com clareza. Não quis fazer uma abordagem muito técnica, e tentei expressar de maneira simples.

Qualquer dúvida ou sugestão entre em contato com o NA. Até a próxima.

Fique atento ao seu carro.

Vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=z5JrpzhpJoQ


  • ar15teu

    Ja lavei o sistema de arrefecimento do meu no ano passado, saiu lama de dentro, retirei o reservatório de água e coloquei uma mangueira com um pouco de pressão entrando agua por todo o sistema e saindo lama no final
    incrivel

    • Thgfelipe

      vc abriu o Dreno abaixo do radiador somente?

      • ar15teu

        Sim
        Hoje sempre que troco o óleo do carro, troco também o liquido do arrefecimento
        compro 1 litro de aditivo R$10 e completo com água, detalhe que esse mesmo liquido que custa R$10 em lojas de peças, o cara do posto que trocou meu óleo quis cobrar R$30 pelo mesmo produto ¬¬

        • V8_sempre

          O aditivo só funcionará… Se for respeitada a proporção água x aditivo recomendada pelo fabricante…

        • Thgfelipe

          no Palio não achei o Bendito dreno

    • Lazaro Rosa

      No primeiro carro que eu tive, eu fiz isso que vc fez e não adiantou muito. A água saiu bem suja e eu achei que ja estava td beleza, até que um dia a noite eu vi que a temperatura estava subindo muito rápido e acendeu a luz de alerta, parei o carro e esperei esfriar com medo de fundir o motor.

      Fui na oficina e expliquei o que tinha acontecido, falei também que tinha feito a limpeza fazendo a agua circular pelo motor…

      O mecânico disse que isso não adiantava nada, e me mostrou o por que… Ele pegou e tirou o meu radiador e colocou numa maquina de alta pressão ( alta pressão mesmo) na entrada do radiador, nunca vi sair tanta "lama", ou melhor "barro" , parecia uma pasta estava, nunca tinha visto algo parecido…

      Detalhe que esse barro todo estava acumulado apenas no radiador….

    • L.

      Provavelmente era ferrugem, não lama. A nao ser que o bloco do motor seja de aluminio.

    • V8_sempre

      Não é lama… É ferrugem, comum em carros que tem bloco de ferro !

      E, de qquer maneira… Ela não deveria estar lá… Se os prazos de troca do líquido tivessem sido respeitados.

  • nasser_ric

    O líquido pode passar de 100ºC numa boa….. água em alta pressão, além de misturada com aditivos, tem outra temperatura de ebulição…..

    • L.

      Sim, inclusive alguns motores são projetados para operação normal acima de 100ºC. Com o uso de etanol o rendimento melhora em temperatura mais alta.

  • V8_sempre

    A temperatura do líquido varia de carro pra carro…

    Pra limpar o sistema, se já estiver bem sujo… Vai pelo menos umas 3 trocas do líquido seguidas ! Mesmo assim, ainda ficará sujeira no sistema…

    Em alguns carros, há macetes que precisam ser respeitados para que tudo de certo ! Consulte um mecânico ou leia o manual do carro… Procurando sempre usar o aditivo da mesma marca que já estava no carro !

    Mesmo assim… Atente que, em carros onde o líquido está muito sujo… Ao troca-lo e, principalmente, ao incluir o aditivo… Outra coisa… Aditivos baratinhos que há por aí… Geralmente e simplesmente… Não prestam !

    O NOVO ADITIVO PODE SOLTAR PEQUENAS LASCAS DE FERRUGEM (Ou até mesmo, a sujeira "mudar de lugar") E ENTUPIR OS CANAIS DE CIRCULAÇÃO DE ÁGUA QUE PASSA POR DENTRO DO MOTOR… Causando aumento da pressão onde alguma mangueira pode estourar e super-aquecimento !

    Assim… Se estiver muito sujo mesmo… Recomendo não colocar o aditivo ! E não forçar a lavagem do sistema. A não ser que, se desmonte todo o sistema e se lave bem peça por peça !

    No fundo do radiador é onde mais se acumula a sujeira… A corrosão gerada pela água, tbém costuma comprometer a bomba d`água !

    Lembro que um tempo atras… A FIAT cogitou em usar bomba d`água de PLASTICO ! Vixe !

    Troque tbém a tampa do reservatório… É barata e pode dar uma senhora dor de cabeça !

    Existem algumas oficinas com aparelhos específicos para se fazer a limpeza !

  • V8_sempre

    PALIOS com motor FIASA… Absurdamente, possuem um "caninho" no sistema feito de aço (Ao invés de alumínio)… Com o tempo ele enferruja feio por dentro e causa sérios problemas no sistema… Uma economia simplesmente ridícula !

    A parte boa dos FIASA é que é um motor que "aguenta" até bem os super-aquecimentos !

    Ao contrário, da maioria dos motores mais "modernos"…. Como os VW, FIRE e ROCAM ! Onde é muito comum… Empenar o cabeçote em caso de super-aquecimento !

    Hoje em dia… Os FORD ROCAM são os motores que dão mais problemas no sistema de arrefecimento…. São extremamente comuns… Trincas no reservatório plástico… Problemas na válvula termostática… E a sujeira gerada pelo motor, é bem acima do normal, mesmo com o aditivo de fábrica !

  • V8_sempre

    Pra quem quiser obter água destilada de "graça"… Ideal para o sistema…

    Só coletar agua de chuva…

    (Desde que não seja a da capital paulista, por exemplo! :D) !

    • Paulo_Ricardo

      água destilada é só fazer sublimação.

  • Paulo_Ricardo

    haaa

    agora entendi pq recomendam ligar o aquecimento quando o carro superaquece hehehe

  • exmarujo

    O liquido e arrefecimento nunca deve de ser misturado com água amigo Eber, deve ser posto conforme é comprado, além de manter a temperatura certa no motor evita a ferrugem e a acumulação de lamas provenientes de impurezas que entram no motor, se adicionar água o produto perde essas propriedades

    • Júlio César

      Errado.

  • martinho

    qual o aditivo correto do corolla xli?