_Destaque Finanças Governamental/Legal Mercado

Rio: Detran institui taxa de R$ 126,97 para venda de veículos entre particulares e depois volta atrás

rio-de-janeiro

OBS.: Um dia depois de o Detran criar uma taxa para quem vende veículo entre particulares no Rio de Janeiro, o que causou revolta entre donos de carros, o órgão decidiu suspender a medida. 

Passar o carro para frente fica mais caro no Rio de Janeiro. O Detran do estado criou uma taxa de R$ 126,97 para venda de veículos entre particulares.

O chamado Duda de comunicação de venda terá de ser pagar pelo vendedor do automóvel. Antes, a transferência de veículos não era cobrada pelo Detran-RJ.

O antigo proprietário terá de enviar uma cópia autenticada do comprovante de transferência do veículo no prazo máximo de 30 dias. O documento precisa estar datado e assinado.

Caso não seja feita no prazo, a não comunicação de transferência resultará na responsabilização do ex-dono sobre as penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação.

O pagamento do Duda será feito pelo vendedor no CPF do comprador. Com essa taxa, o Rio eleva as exigências sobre a propriedade do automóvel que, no estado, obriga os donos a comparecerem anualmente para vistoria do Detran com o objetivo de licenciamento dos veículos.

[Fonte: O Globo]





  • alexandre

    Sou carioca, mas tenho que ser sincero: VTNC!!!

    • carroair30

      Tai mas um legado das OLIMPIADAS se gastou uma fortuna e agora o “boleto”chegou pra pagar isso que da viver de ilusao,entre outras coisas e aproveitando a sinceridade do ALEXANDRE : VTNC

    • kravmaga

      Também moro no Rio e o Detran bem que poderia também acabar com a maldita vistoria, que ninguém mais no país faz !

      • Pedro Rocha

        Esse absurdo da vistoria anual só conseguiu esvaziar o bolso dos fluminenses e dos empregadores (meio expediente de empregado que tenha automóvel é certo de se perder por ano, pois agendar no sábado é quase impossível), encher o cofre do DETRAN e criar um mercado paralelo bizarro de aluguel de pneus novos (principalmente os de aro maior, mais caros), extintores e outros itens de inspeção para vistoria. O de extintores pelo menos já acabou…

  • Gustavo73

    Pelo menos por enquanto deram última forma nessa norma. Mas acho que teremos desdobramentos.

    • CharlesAle

      Com certeza encontrarão outra saída..Não adianta, os nossos políticos só sabem cobrar, cada vez mais, tributos e mais tributos..Não se fala seriamente em sanear o estado, privatizar essa penca de estatais ineficientes, diminuir, em todo o Brasil, essa quantidade enorme de func. públicos comissionados( e lógico e mantendo e valorizando os concursados)..Enfim.Modernizar o Brasil..Mas que nada, quando as coisas são todas bagunçadas, e que se consegue roubar aos montes!!!

      • Gustavo73

        Infelizmente é o que acho também.

      • PRND

        O Collor se elegeu com a promessa de “caçar os marajás” (e dar um kick in da ass dos comissionados).
        Esse problema é velho e ninguém mexe, porque é colégio eleitoral
        No meu estado (SC), um governador já falecido (que foi também senador) teve a cara de pau de criar novas secretarias de estado, porém, denominadas “Gerências regionais”.
        Ou seja, não bastante os secretários do governador (educação, saúde, segurança pública, desenvolvimento, etc), ele criou secretarias suplementares (com outro nome) para empregar ali centenas de pessoas e garantir sua votação no senado.
        Em suma: o povo tem o governo que merece.

      • Zoran Borut

        É possível ser eficiente sem privatizar e de quebra garantir o lucro das estatais para o cofre do governo.Veja o Banco do Brasil, que bateu sucessivos recordes de lucro e adquiriu bancos privados em outros países, tornando-se um operador internacional. O antigo banco Nossa Caixa também era uma instituição lucrativa.

        Essa ideia de que “privatização é a solução” é uma farsa, que esconde interesses bem sujos por trás. Porém, foi martelada em nossa cabeça pelas mesmas empresas de comunicação que se beneficiaram das privatizações, e não estou me restringindo ao Brasil quando digo isso. O Consenso de Washington, que pregava a privatização e o neoliberalismo como soluções, levou a Argentina à bancarrota e deixou o Brasil suscetível a qualquer pequena crise que houvesse no planeta.

        Às vezes é preciso fazer um exercício de questionar aquilo em que nos ensinaram a acreditar.

        • Matafuego

          Sim, conte-me sobre o monopólio do Banco do Brasil e da Nossa Caixa sobre as contas de servidores públicos. Além disso, existem operações financeiras que só podem ser feitas no BB, como por exemplo, o Fies. Desse jeito é fácil ter lucro.

          Ademais, o BB não é bem gerido. Tenho familiares que trabalham lá e estes contam cada história que dá medo. Lembra do Aldemir Bendine liberando crédito para a socialite Val Marchiore, que já tinha nome sujo na praça?

          Privatização é a solução sim, até pq não existe esse negócio de que empresa pública é do povo. Empresa pública é dos políticos. Ou eu posso abastecer com desconto nos postos da Petrobrás por ser “acionista” da empresa?

          Realmente, é preciso fazer um exercício e questionar o chorume marxista ensinado nas escolas. Queremos mudar o país ou queremos continuar na merda que estamos?

          • Zoran Borut

            “Chorume marxista ensinado nas escolas”

            Por aí já percebi que você vive numa realidade paralela.

            Talvez você devesse se informar com seus parentes que trabalham lá sobre o crescimento do Banco do Brasil internacionalmente nos últimos anos, a ponto de ser o maior banco da América Latina.

            Sobre privatização, só menciono um exemplo: os pedágios pertencentes à família Covas.

            O resto talvez seja demais para entrar em sua cabeça.

            • Matafuego

              E no que este suposto crescimento resultou para vc? Você recebeu algum dividendo? Você paga mais barato pelo pacote de tarifas? Consegue fazer investimentos sem taxa de administração? Quem ganha com isso são os políticos que têm mais dinheiro para ficar colocando apadrinhados em cargos de direção, porque até onde eu sei, o BB está fazendo o máximo para enxugar os funcionários das agências.

              Sobre os pedágios: alguma prova de que a família Covas é dona de alguma concessionária? Se sim, isso só comprova o capitalismo de compadrio que tomou conta do Brasil nos últimos 13 anos: alguns poucos são escolhidos por políticos (quando não eles mesmos) para serem campeões nacionais. Olha o Eike Batista, grande campeão para o Lula. Caloteou o BNDES em alguns bilhões.

              Sugiro que leia sobre a privatização do sistema de telefonia da Guatemala: nenhum campeão nacional escolhido, nenhuma agência reguladora. Lá eles tem quatro operadoras para 13 milhões de pessoas. Aqui temos quatro também, que são protegidas pelo governo de concorrência externa. Olha que maravilha! Somente quatro operadoras para uma população 15x maior que a da Guatemala!

              • Janduir

                Cuidado, petralhada hj tá inconformada… esse lixo de partido vai ser varrido a começar pelas eleições municipais.

              • Zoran Borut

                Pois sugiro que você vá ver qual a similaridade entre os países que resistiram à crise de 2008. Talvez você descubra que tem relação com a existência de bancos estatais – ou seja, se estes tivessem sido privatizados, já sabe.

                Quanto aos pedágios da família Covas, gostaria de saber por que você atribui as privatizações “aos últimos 13 anos”. Onde você estava nos anos 1990, quando houve a reforma neoliberal do Estado, as privatizações baseadas nos moldes do Consenso de Washington? Aliás, vá ver quem estava por trás das privatizações da telefonia brasileira. Sabe me dizer? Já que da Guatemala você parece que entende, mas do seu próprio país não parece saber mais do que querem que você saiba.

                Sugiro também que você volte à escola. Talvez após vários anos de procura, descubra que nunca houve a tal doutrinação marxista espalhadas por alguns fanáticos ensandecidos que trabalhavam em favor de seus grupos de interesse.

                Pensamento crítico faz falta no Brasil. Muita falta.

                • Matafuego

                  Resistir à crise de 2008 significa endividar a população, escolher mais campeões nacionais, duplicar a dúvida pública entre 2008 e 2015 e jogar o país na maior estagnação econômica desde 1980? Keynesianismo é a mesma coisa que fazer xixi nas calças em um dia frio com o intuito de se aquecer. Funciona por um curto período, depois vc vai sentir mais frio.

                  Se vc tivesse lido minhas mensagens anteriores teria visto que eu condenei o modo como foi feita a privatização do sistema de telefonia brasileiro. Assim como fez o PT, o PSDB também escolheu quem seriam os campeões. Aliás, perguntei para vc sobre indícios de que o Covas teria sido este campeão. Não obtive resposta. Vc gasta tempo criticando tucanos como se estes fossem antagonistas daquilo em que vc acredita – e definitivamente não não. Esta semana vazaram documentos da Open Society do George Soros, mostrando que o instituto FHC recebeu dinheiro para ajudar a proliferar o câncer do esquerdismo no Brasil, assim como Mídia Ninja do beiçudo do Capilé e outros coletivos imundos.

                  Voltar para a escola para quê? Para me dizerem que o capitalismo é errado, que quem vai resolver os problemas do mundo é o estado? Para ler textos marxistas repetidamente? Já passei por isso. Não me tornou alguém melhor, apenas um ressentido.

                  Você fala tanto em pensamento crítico, mas garanto que nunca deve ter lido uma obra completa de alguém de que vc discorda.

                  • Zoran Borut

                    Já ouviu falar em Konrad Adenauer Stiftung e Fundação Mario Covas?

                    • Matafuego

                      O que te faz pensar que eu gosto do e/ou gastaria meu tempo defendendo Mario Covas? A única coisa relacionada ao Covas que eu vejo hoje e dou risada são os debates em que participavam ele, Quérica e Maluf. Pelo menos na época desses indivíduos ninguém tinha papas na língua e um apontava o dedo para o outro. Hoje temos um monte de idiotas que na falta de argumentos, chamam seus interlocutores de fascistas – sem ao menos saber o que a palavra significa.

                      Nenhum político me representa. Não tenho ladrão favorito.

            • O Banco Bradesco não está na América Latina???

              • Zoran Borut

                Em ativos totais, o maior é o Banco do Brasil, seguido do Itaú-Unibanco e depois pelo Bradesco.

          • “Perguntador”

            Não é bem assim, também trabalho no BB. Vamos lá: Fies, Pronaf etc – esses financiamentos trazem um lucro ínfimo ao BB, tenho certeza que os bancos privados não têm interesse nenhum neles (apenas para informação, a taxa do pronaf hj está em 5,5% ao ano e o risco é do banco, ou seja, se o financiado não pagar, o banco é obrigado a pagar o governo e tentar cobrar do agricultor depois. Outro exemplo de serviço que os privados não querem, agora na época de eleições os candidatos precisam abrir contas correntes – que obviamente não tem custo de taxas por força de lei – porém, mesmo podendo serem abertas em qualquer banco, há vários relatos em diversas cidade brasileiras de que os bancos privados não estão aceitando abrir essas contas e os candidatos acabam indo nos bancos públicos). Em resumo, os bancos públicos acabam prestando serviços que os privados simplesmente não querem prestar pois não são lucrativos (ou prestando serviços onde os privados não vão por não acharem lucrativo – a CEF tem uma agência navio que atende comunidades ribeirinhas na Amazônio, por exemplo). Quanto aos salários de servidores públicos, já faz vários anos que existe a portabilidade de conta salário/corrente, ninguém é obrigado a manter conta em banco público. Quanto à má gestão, não discordo, pelo tamanho do BB, se fosse privado, lucraria muito mais.

            • Matafuego

              Sobre serviços que os bancos privados não querem prestar: isso acontece pois o mercado bancário é protegido de concorrência externa e assim como o mercado de telefonia, é um oligopólio. Do mesmo modo que temos somente quatro operadoras, temos cinco bancos que detêm mais de 80% do mercado bancário (BB, Itaú, Bradesco, Caixa e Santander).

              O mesmo vale para o serviço de internet no Brasil. Por que existem regiões onde ainda se usa acesso discado? A operadora não se sente ameaçada, não vai investir na expansão da rede. Ao invés disso, vai reclamar na Anatel da transferência ilimitada de dados.

              A portabilidade de salários existe, mas quantos utilizam este serviço? Não é mais cômodo deixar a conta do jeito que está? O banco não pode ser “camarada” e dar um desconto na tarifa para evitar que o cliente faça a portabilidade?

              E tem mais uma coisa sobre bancos públicos: se eles derem prejuízo por má gestão dos políticos, quem cobrirá é o pagador de impostos. Reza a lenda que quando abrirem o armário da CEF, a múmia do Tutankamon vai sair dançando Ragatanga com o esqueleto da Elisa Samúdio.

              • “Perguntador”

                Concordo que a falta de concorrência facilita a vida dos bancos privados e dos públicos também. Quanto a deixar a conta no banco que o cliente não gosta por comodismo, para mim significa que o tal banco não é tão ruim assim (ou que todos são ruins), né?
                Quanto a prejuízo, realmente, se a CEF der prejuízo a conta vai toda para o governo (para a sociedade), já no BB a conta seria distribuída também entre os outros sócios (o governo tem 54% se não me engano), entre eles, a Previ, ou seja, os funcionários perderiam por conta da redução de PLR e também pq a aposentadoria complementar no futuro ficaria comprometida.

                Mas eu só respondi seu comentário para dizer que os bancos públicos não têm lucro por conta desses supostos monopólios em alguns serviços. Aliás, o lucro dos bancos público é pequeno se considerarmos seus portes.

              • Sim. A caixa deve 9 vezes seu patrimônio. Por aí já se explica o medo.

  • Moisés Nunes

    Existem coisas que deveriam ter uma única legislação federal. Instalação de antenas de celular, registro de escritura de imóveis e todos os serviços prestados pelo detran. Lamentável esses nossos órgãos públicos…

  • Lyn

    Ja derrubaram essa medida.

  • Auto Verdade

    Com a nossa Sofrida “PF” em cima dos políticos safados, tem uns ficando loucos querendo arrumar um jeito de arrecadar mais.
    Sabe o que precisa pra o nosso país voltar a crescer?
    Acabar com a roubalheira e não criar ou aumentar impostos e taxas!!!

  • Fanjos

    Aumento de imposto bom!
    Vamos cooperar pessoal, mais imposto e estado gigantesco é o sonho esquerdista e se os esquerdistas disseram que isso faz o filho do pobre visitar outros planetas na primeira classe do lado da janelinha pela Space X, então deve ser verdade.

    • Louis

      Banânio adora assistencialismo. Só que de algum lugar tem que sair o dindin…
      RJ quebradinho, deveriam é aumentar essa taxa para R$ 359,00 pra ajudar mais.

    • Ainnem Agon

      kd tu no forum fi

    • Martini Stripes

      Atual Governador do RJ é o Pezão do PMDB.

      • Grande apoiador de Dilma inclusive.

        • Martini Stripes

          PMDB apoia quem tá por cima.

      • Fanjos

        Sim o PMDB.. A maior garota de programa (sem querer ofender as GPs) do país que se aliou ao PT que era a maior escória desse país. O PMDB é um partido que não é nem de esquerda ou direita, que não segue nada, não apoia nada além de dinheiro e poder, fica do lado dos mais sujos se isso beneficiar a ele, não segue nenhuma bandeira ideológica.
        Depois dos comunas são a maior escória desse país.

        • Martini Stripes

          Eu já acho que foi o PT que tentou entrar no esquema e o PMDB mostrou quem manda.
          Só de querer separar-nos entre “comunas” e “não-comunas”, e achar que o PT é o pior partido de todos, já mostrou seu perfil.
          Um abraço, e continue ansioso pelos aumentos.

  • Zé Mundico

    Estado rico com povo rico é outra coisa. Quem vende tem dinheiro em caixa.

    • Redpeak77

      Não esqueço quando um gringo me falou que os ricos somos nós brasileiros, por pagar uma fortuna em carros, celulares, computadores…

  • LondrinaMatsuri

    mais 1 taxa

  • Racer

    Já querem buscar verbas para o rombo da Olimpíadas..

  • Alexandre

    Governo quebrado da nisso…

  • cefaf

    Já voltaram atrás com esta cretinice…

  • Leonel

    Eu acho justo. O país praticamente não cobra impostos e temos um ótimo retorno, como excelente infraestrutura e etc…cômico, senão fosse trágico!

  • Licergico

    “Antes, a transferência de veículos não era cobrada pelo Detran-RJ.” : errado ! cobra Sim: pra vc transferir pro seu nome tem que pagar o DUDA de transferencia + vistoria ~ R$ 200 .
    O que se ‘inventou’ agora é a obrigatoriedade da comunicação de venda ( que era opcional ) e o pagamento de mais um DUDA ( pelo vendedor) para fazer tal comunicação .

    ( particularmente nunca fiz a tal comunicação de venda – também nunca tive nenhum problema )

    • PRND

      Loucura isso.
      A pessoa que compra seu carro pode sair por aí barbarizando e vai tudo nas tuas costas… Impostos, multas e até mesmo uma ação judicial de indenização movida por alguma vítima que só teve tempo de anotar a placa do carro.
      Uma vez eu vendi um carro para um moleque que não transferiu e capotou o carro. Abandonou no mato e se mandou.
      Eu tinha feito o contrato de boca (anteriormente se defendia essa tolice de confiar nas pessoas) e ele me pagou em dinheiro no ato. O safado sumiu, deixando o carro no meu nome com os impostos vencendo. Eu mesmo tive que procurar informações sobre o local do acidente, recolher as placas do carro e custear a baixa dos documentos.
      Depois disso, só troco de carro em loja mediante a exigência da transferência para a PJ, até para evitar que eles soneguem impostos (muitos solicitam uma procuração da pessoa para posteriormente transferir direto ao novo comprador, desnaturando assim a compra e venda comercial que é o próprio objetivo do empreendedor).
      Eu faço minha parte contra a corrupção.

      • Zé Mundico

        O problema é que muita gente vende o carro na revenda deixando a data da transferência em branco, que será preenchida quando o carro for vendido mais adiante. O pessoal devia se ligar nisso e colocar a data sem remorso.

        • Mr. Car

          Eu sempre fiz questão de colocar. Quem quisesse comprar, que comprasse assim. Data em branco é o cazzo!

      • Licergico

        sempre vendi dentro da lei – reconhecido em cartório , datado e assinado pelo comprador e vendedor no ato .
        A comunicação de venda é( era) opcional e a meu ver desnecessária pois a copia autenticada pelo comprador/vendedor datada já indica que a partir desta data toda obrigação responsabilidade é do novo comprador . Por isso nunca fiz tal comunicação de venda ( para isto vc deve pagar por mais uma copia autenticada do doc como as assinaturas e enfrentar uma bela fila em um posto do detran para entregar esta. )

      • Licergico

        como disse a pessoa que comprou meu carro assinou e datou o doc. de transferencial e eu fiz as 2 copias autenticadas em cartório com firma reconhecida ( a minha e a dele) . Se ele sair pra barbarizar e fizer o que quiser toda responsabilidade sera dele ( mesmo que ele ainda esteja no prazo legal de transferência [rodando com o veiculo em meu nome ] do veiculo de 30 dias – depois disto o mesmo pagara multa )

  • Dii Nascimento

    Cobra mais que ta pouco !

  • Augusto

    Meu medo é isso se espalhar pelo país

  • pedro

    Que palhaçada, aqui se faz isso de graça.
    Mas só uma informação, essa exigência de comunicação não é nova, está prevista no CTB, desde 1997.

  • saosao

    Mais uma do Eduardo Paes. Não basta a corrupção dele, tem as indelicadezas ditas na Copa…
    “ué, se estão vendendo menos carros nas concessionárias, vamos entuchar nos particulares pra eles verem o que é bom!”
    E não duvido nada que ele ainda seja eleito governador…

    Reclamo, reclamo, e olha que nem carioca eu sou.

    • Paulo Júnior

      O Detran é controlado pelo estado amigo e não pelo município, quem é responsável por isso é a turma do Pezão.

  • zekinha71

    Tentaram dividir os boletos das olimpíadas com o povo, mas voltaram atrás, mas vão inventar outros jeitos pra se livrarem dos boletos.

  • Rafael Neves

    Tá cada vez mais dificil de ser carioca e viver no RJ… e dá lhe povo pagando as contas da corrupção e da má gestão do estado!

    • Vattt

      Esse problema é em todo o Brasil. Políticos criam leis para resolver problemas que nunca vão ser resolvidos, mas o dinheiro foi arrecadado. É roubo mesmo!!!

  • Paulo

    O famoso “Vai que cola”. É muita feladapotagem mesmo. Parece brincadeira.

  • Vangelis Matos Medina

    Off topic

    NA, vocês estão colocando um banner enorme de propaganda no site na pagina principal.
    Tudo bem.
    Mas ficar reexibindo o mesmo banner em cada noticia é foda hein.

  • Mr. Car

    Eu sempre fiz comunicação de venda, que te garante não ter que arcar com multas do novo proprietário, caso ele não transfira o carro para o nome dele. E isto sempre foi de graça. Só que agora precisam inventar maneiras de cobrir os rombos do “circo” olímpico. O IPVA no Rio já teve sua alíquota majorada de 3% para 4% do ano passado para este. E isto é só o começo. Aguardem aumentos generalizados em todos os impostos, taxas, tributos, etc…

  • Mak Mak

    Isso só foi uma ceva para ver como o povo reage,mas a ideia está engatilhada e um dia virá com tudo.

  • André Pira

    O negócio é doar o carro então…😂

    • Alexandre Maciel

      Aí eles cobram o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Bens ou Direitos. Não tem para onde correr… hahaha…

  • Tá!!
    Pera, deixa ver seu eu entendi….
    Eles querem cobrar a taxa de transferência do vendedor do carro?? Isso???

    Ai pergunto ao cariocas, vocês pagam a transferência quando compram carros usados né?? Digo, porque aqui em SC o comprador paga uma taxa para transferir o veículo para o próprio nome. O Dut, deve ser assinado com firma reconhecida pelos dois envolvidos!!

    • Sim, quem compra pagas esses 127.

      • Tudo bem que agora eles voltaram atrás….
        Mais basicamente eles iriam cobrar mais uma…..mais que inferno meu deus!!!

  • CanalhaRS

    Aqui no RS o comprador paga uma taxa altissima (quando comprei meu voyage, em 2014, pague em torno de 460 reais) para transferir o carro para seu nome. Mas taxar também o vendedor é novidade pra mim, parabéns ao Detran carioca pela inovação.

  • Vattt

    O carioca pensou que essa “Olimpiáda” iria sair de “graça”. Vão pagar muito caro por isso, não só vocês como o Brasil todo vai pagar essa conta. E cobranças de departamento de transito adquiridas através de multas e “serviços” como esse vão para um fundo perdido, e não é utilizado para investimentos de estrutura viária brasileira…

  • fschulz84

    Mesmo a medida tendo sido suspensa, o que fica claro é o tamanho do Estado em nossas vidas… Tudo para poder agraciar apadrinhados e comparsas…

    • Renato Dias

      E ainda tem gente que defende o Socialismo. Quanto menos Estado, melhor.

  • Elizangela Oliveira

    O simples fato de assinar e reconhecer firma no CRV não seria suficiente? Os putos emitem o CRLV e CRV no nome do novo proprietário e ainda querem outro documento?



Send this to friend