Finanças Segurança Trânsito

São Paulo: radares multam quase o dobro durante a madrugada

radares-sp1

De acordo com a CET, São Paulo registra quase o dobro das multas de trânsito por fiscalização eletrônica no período da madrugada. O acréscimo é de 96% entre 2h e 3h. Em 2015, 142 mil multas foram aplicadas no período contra 72 mil do ano anterior.

Entre 1h e 2h da manhã, o percentual aumentou 91%. Já entre 3h e 4h, o aumento foi de 92,8%. Nos demais horários ficou abaixo de 80%, exceto entre 20h e 21h, que foi de 81,4%. O menor crescimento das autuações foi registrado entre 14h e 15h, sendo de 32%.

Na gestão da atual administração, a cidade de São Paulo quase dobrou o número de radares eletrônicos, que era de 467 aparelhos e atualmente conta com 925. A arrecadação foi 10% maior em 2015: R$ 988 milhões. A previsão é de ultrapassar R$ 1 bilhão em 2016. Em relação às vítimas, a metrópole registrou 904 mortes até novembro, 21,4% menos que no mesmo período de 2014.

[Fonte: G1]





  • leomix leo

    Apoio a utilização de radares, tem muitos corredores de F1 aqui na Bahia, uma pena esse dinheiro não voltar como benfeitorias no trânsito…

    • Vitor Rangel Da Silva

      O problema em Feira de Santana é outro. As pessoas acham que tem o direito de andar a 20 kmh na faixa da esquerda, não olham no retrovisor, acham que o pisca da direito a entrar sem se quer olhar,. O que falta no trânsito da cidade é responsabilidade, a cidade tem inúmeras vias auxiliares e mesmo assim o trânsito trava pelo despreparo dos motoristas, que acham que uma cidade de mais de 500 mil habitantes é uma cidade pequena

      • Ricardo Almeida

        Concordo… O menor dos problemas é excesso de velocidade… Para mim a pior coisa que acontece é a falta de sinalização…

      • DougSampaNA

        aqui em São Paulo existe milhares de cabeções que andam na esquerda a 40 km/h quando o limite já ridiculamente abaixado pra 50, mais serve pra diminuir a capacidade de trabalho de quem trabalha no transito, do aue os buracos, eu pisco o farol pedindo faixa da esquerda livre e o maldito nem anda a 50 e nem sai da esquerda, isso numa cidade deste tamanho é extremamente irritante. Domingueiros eternos deviam ficar em casa ou andar de táxi e deixar os outros trabalharem em paz.

  • pedro rt

    multaram quase o dobro pra arrecadar mais dinheiro pro bolso desses COMUNISTAS q tomam conta da politica no país e pra castigar quem foi pro protesto dos 7MILHOES de ontem no brasil e 4MILHOES em SP…

    • !Marcelo Surf!

      Assim que eles atingirem a meta da 1 milhão a presidAnta vai estipular ao MAlddad para que dobre a meta para 2 milhões, entendeu?

  • RicRB

    No próprio texto da matéria diz a problemática: …” Na gestão da atual administração, a cidade de São Paulo quase dobrou o número de radares eletrônicos, que era de 467 aparelhos e atualmente conta com 925. A arrecadação foi 10% maior…” É isso, pensa apenas em arrecadação. O resto é secundário.

    • Bruno Silva

      Leu tudo? “Em relação às vítimas, a metrópole registrou 904 mortes até novembro, 21,4% menos que no mesmo período de 2014.”

      • RicRB

        Li sim, a matéria toda! Só espero que não seja números da Pm de São Paulo… rs

      • DougSampaNA

        desculpe, quem aferiu a fonte? Se a informação veio de órgãos vinculados direta ou indiretamente da prefeitura petista de SP, então eu não acredito, estas regras servem apenas pra comprimir mais submissao a sociedade, e a partir daí quase escraviza-la.

  • Fabio Marquez

    Não informaram isso, mas tem muito radar que está multando por que os motoristas furam o sinal vermelho durante a madrugada. Quem em sã consciência vai ter coragem de parar em um sinal durante a madrugada? É pedir para ter os pertences levados em assaltos.

    • Linkera

      Ou a vida levada…

    • Guilherme Eduardo

      Não parare sinal vermelho de madrugada é quase uma regra em SP. Só em grandes cruzamentos que não dá, nos outros é chegar devagar e se tiver limpo passar e se vier carro fica parado só o suficiente para ele cruzar. O motivo disso é a violência urbana.

      • !Marcelo Surf!

        Teve uma época, bons tempos em SP, comandada por homens decentes, os semáforos de cruzamentos pequenos e até médios, ficavam desligados a noite, no amarelo piscante, justamente por este motivo, já que não há efetivo para todos os cruzamentos da cidade, mas hoje, na gestão maldad, ele instalou radares nestes semáforos justamente para deixar o motorista numa encruzilhada, se ficar o bixo pega (assalto, sequestro) e seu dinheiro vai para a facção e se você passar o bixo come (multa), e o dinheiro vai para facção também.

  • Gian

    Acho que o maior numero acontecer pela madrugada se deve ao fato das vias estarem mais livres neste horário.

    Eu mesmo tomei multa pela ultima vez quando trabalhei em um feriado.
    As ruas estavam desertas e passei a 67km/h em um radar de 60km/h.
    Em dias normais, nem querendo eu consigo passar acima de 60km/h nesse radar, pois há congestionamento.

  • GPE

    Radar de semáforo funcionando de madrugada é um absurdo

    • T1000

      sacanagem

    • Alex

      Com certeza. Aqui no Rio prefiro tomar uma multa por furar sinal vermelho do que correr o risco de ser assaltado.Se o pessoal já assalta durante o dia, imagine de madrugada?

    • tjbuenf

      Eu já penso que o fato sempre deve ser registrado. A questão de multar ou não depende de mais discussões.

      • Concordo contigo. Aquele bando de aspone deveria analisar cada caso.

        Se o motorista freiou, reduziu a velocidade e passou em segurança, nao vejo motivos pra multar.

    • oloko

      Acredito que para velocidade acho válido ainda, se o limite é 60 km/h não tem necessidade de o cara passar a 80 90, já pela questão de sinal vermelho acho que não tem que multar mesmo após certo horário, pq esperar o sinal abrir as 3 da manhã dependendo de onde vc tá não dá né

  • Rodrigo

    “Não existe indústria da multa!”

    Aham Claudia, senta lá…

  • Romualdo Vieira

    Tem pegadinha aí, por isso não concordo com 100%. Dois exemplos que eu acho muita filhadaputagem: Na pista central, na Marginal Teietê, perto da ponte Cruzeiro do Sul sentudo Castelo Branco a velocidade é 60km/h. Em menos de 100m vira pra 50km/h e já tem um radar. Veja que é na pista central, que deveria ser 60 km/h. Ou seja, fim arrecadatório. Outro exemplo: Ainda na Tietê existe a faixa de ônibus sentido Dutra, a qual era permitido trafegar na faixa de busão fora do horário de pico (das 17 às 20:00), agora pasmem, pintaram as placas proibindo das 6:00 às 22h. Ou seja, o motorista que “sabia” das regras, se ferrou, porque atualizaram sem avisar. O mesmo ocorreu no sentido castelo branco, só que na parte da manhã, aonde não era permitido andar das 7:00 às 10:00. Essa medida piorou o trânsito, porque não há ônibus em horário fora do pico, e mesmo assim foi inutilizada para automóveis. Fica claro o fim arrecadatório, e por isso acho o Haddad um lixo injusto.

    • tjbuenf

      Sobre a primeira questão, faça um questionamento junto ao órgão municipal de trânsito especificando estes detalhes. Se não surtir efeito faça uma denúncia no MP.

      “Ou seja, o motorista que “sabia” das regras, se ferrou, porque atualizaram sem avisar”
      Como vc soube, por exemplo? Mas acho que não compreendi pois você menciona de placa avisando….

      • Romualdo Vieira

        Amigo, eu não tomei multa, mas observei e consegui frear em cima do radar, porque eu continuaria a 60km/h (que é o normal da via). Observei a placa de 50 km/h (mesnos de 100m do radar) em um outro dia quando passei pelo mesmo local. Sobre o motorista que “sabia das regras” (era o meu caso). Sempre trafego nos dois lados da Marginal Tietê, e sempre usei os corredores de ônibus fora do horário de pico (que até então era legal e correto e no meu ponto de vista, porque desafogava o trânsito). Só que arbitrariamente e sem comunicar ninguém, a CET pintou as mesmas placas de antes (dá para notar que foram pintadas na região do horário que não é mais brilhante, porque ficou fosco) mudando o horário das 06:00 às 22:00 a proibição em ambos os sentidos, sendo que no sentido Dutra, a proibição era das 17:00 às 20:00 e no sentido Castelo, era proibido das 06:00 às 10:00. Ou seja, ela inviabilizou o tráfego de automóveis nessas faixas, mesmo fora do horário de pico. Não há sentido nisso. Piora a vida de todo mundo, já que não há ônibus nas faixas e também não há carros, mas as demais vias estão muito cheias.

        • tjbuenf

          Eu falo independente da multa. Por uma questão de cidadania devemos reclamar junto ao órgão competente se algo não está coerente. Um caso como esse do radar é perigoso pois pode gerar muitas freadas bruscas e provocar acidentes.
          A placa em si já é um aviso, mas também penso que deveria haver ampla divulgação do fato.

    • DougSampaNA

      canalhice pura da CET, orientada pelo bostão do secretario petista da cidade que acumula 2 cargos… ganhando 2 vezes ? Em se tratando de PT seria normal.

  • fellipealo

    Multas por radar no Brasil servem à indústria das multas, não há valor revertido para manutenção de vias. Hoje, a cidade de São Paulo é refém dessa industria, velocidades absurdas de 30km/h, 50km/h e 60km/h em vias para indução de erro. Radares de fiscalização de conversões… Verdadeiro absurdol.

    Não há educação de transito ao aplicar multas, as pessoas que transgridem a lei, farão com ou sem os equipamentos.

    No brasil, radares é um meio de corrupção.

  • Ainnem Agon

    Parabéns à todos.

  • Daniel dos Santos

    Se a regra é andar a 40km/h, basta nao passar este limite e nao seras multado.
    Se as multas nao dao aplicadas onde deve ser, governo fdp

  • afonso200

    mas claro, de noite que botamos o V6 a andar, kkkkk e dalhe carteira perdida, 250km/h é pouco

  • Luccas Villela

    LIXO LIXO LIXO. Absurdo.

  • João Carlos

    Essa é a prova de que a velocidade é artificialmente baixa. A própria resolução fala em se considerar 85% da velocidade praticada. Mas eles não fazem este estudo.

    Só não divulgam a que velocidade são os acidentes fatais, para não serem desmascarados. Um jornalista desafiou a CET e prefeitura a divulgar a que velocidade eram os acidentes fatais na Marginal Tietê. Até agora não disseram… Pois é claro que ocorriam acima do antigo limite.

  • Alexandre Maciel

    Caráter educacional?! Tsc…

    Se se considerar que os horários menos movimentados causam mais receio aos condutores, é absolutamente compreensível que os motoristas excedam a velocidade para evitar serem vítimas de criminosos. Numa cidade que coloca limites de 40, 50km/h em vias de trânsito rápido, é de se esperar que alguém acabe pisando um pouco mais para evitar ser alvo de bandidos.

    Aí eu pergunto novamente: CARÁTER EDUCACIONAL?! Esses limites de velocidade visam reduzir os acidentes ou facilitar a vida dos meliantes?