Governamental/Legal Motos Trânsito Veículos Comerciais

São Paulo terá mototáxi por conta de brecha na lei

mototaxi

Bastante popular em cidades do interior e outras regiões do país, o serviço de mototáxi não existe na capital paulista. Pelo menos até 30 de junho, quando entra em operação mais um serviço de transporte privado de passageiro através de aplicativo, mas esse será feito por motos.

Esse tipo de serviço nunca foi regulamentado em São Paulo, sendo portanto irregular. Mas, uma empresa que presta serviço de mototáxi no Nordeste, alega que por ser um transporte particular, não se enquadra nas regras de transporte público, assim não precisando necessariamente ser regulamentada.

A questão está gerando polêmica em São Paulo, onde a prefeitura diz ser contrária ao serviço de mototáxi, por entender que os riscos aos passageiros serão grandes em uma cidade com as características da capital paulista. Em geral, as empresas que atuam no setor ou as associações obrigam que seus motocicletas tenham seus veículos e equipamentos regularizados.

O sindicato dos taxistas de São Paulo também é contra o mototáxi, alegando que moto não é um veículo adequado para transportar passageiros. A entidade pede que a Câmara Municipal aprove uma lei que proíba essa nova modalidade, que pode prejudicar 40 mil profissionais na cidade.

[Fonte: Estadão/Foto: Mias Sertão]





  • Rodrigo

    Sabe quando pego um mototáxi em São Paulo? No dia de São Nunca à tarde.
    Eu heim…

    • Racer

      Só doido anda na garupa de uma varejeira….

  • V12 for life

    Moto táxi no trânsito de SP, não obrigado o péssimo transporte público é mais seguro.

    • invalid_pilot

      Te digo que o transporte público de SP apesar de “péssimo” como você diz, é melhor do que de qualquer outra capital brasileira

  • DINEIROO

    Nas quebradas a galera irá usar…. como já ocorre no Rio.

  • Mr. Car

    Prevejo funerais. Muitos.

    • CharlesAle

      Pagar para andar em um veículo extremamente inseguro. Isso é loucura .. Todo ano, no trânsito de SP, muitos motoqueiros sofrem acidentes graves. Muitos, com danos permanentes. Só isso já mostra q tal idéia é loucura……

      • Edson Fernandes

        Tá mas qual a quantidade que possuem motos e não se envolvem em acidentes com aqueles que se envolvem? QUal o universo disso? Duvido que seja mais de 5% (que é uma quantidade absurda se fosse os 5%)

        • João Cagnoni

          Edson, quando bati o carro troquei algumas conversas lá na polícia rodoviária (eu bati atrás de uma moto com o farol desligado em um trecho sem iluminação). Em 5km de rodovia, aconteceram 15 acidentes no mesmo dia, sendo 1 com carros e o restante com motos. Perguntei qual era a proporção dos acidentes com moto, me responderam: “quase todos”. Além disso tem a questão da gravidade, pois a maioria dos acidentes de carro não tem vítimas. Eu acho que moto só tem o mínimo de segurança se a pessoa trafegar como se fosse um carro, dentro da faixa e respeitando todas as leis, mas fazendo isso a moto perde todo o seu sentido. Não é nada seguro trafegar entre os carros, acho que isso não é segredo pra ninguém que mora em SP.

          • Edson Fernandes

            Sem duvida. Mas o meu questionamento é relacionado a dizer que andar de moto é quase-morte. Eu sequer tenho carta de moto. E tbm tenho medo, mas já conversei com muitos motociclistas que rodam a mais de 15 anos e não ter em seu historico problemas com acidentes.

            E a resposta sempre é a mesma desses: “eu ando com cuidado respeitando a sinalização e andando devagar”. Entendo que carros empurrem e sejam desrespeitosos com motoqueiros assim como esses tomam conta das faixas de transição perigosamente e errado… mas acho que prudencia é o melhor caminho para evitar acidentes.

            Não podemos colocar numa bandeja só por conta disso. Se a pessoa é cuidadosa, não vejo tantos problemas se houver qualidade no que se faz. Agora, se eu fosse ser carregado em SP, iria pedir para rodar em ruas paralelas com menor movimentação de carros, porque daria para o cara me levar com certa segurança.

            • João Cagnoni

              Já ouviu a frase “5 em cada 6 pessoas garantem que roleta-russa é 100% seguro”? Por incrível que pareça, essa frase está certa. Mas acho que analisando as estatísticas de acidentes, não dá pra dizer que moto é um meio seguro, apesar de ter sido para seus conhecidos.

  • animefriendsSP

    nem a moto não da seta

  • Eduardo Santos

    Moro em Recife e aqui é extremamente impopular. É considerado bastante inseguro, visto que o trânsito aqui também é um pouco selvagem. Já nas cidades do interior de Pernambuco parece ter uma aceitação bem maior.

  • Coffinator

    Em capital não dá certo, mas em cidades com até 400 mil habitantes é uma ótima, principalmente que numa corrida você gasta 1/4 do que pagaria num táxi.

  • Tosca16

    Não vou criminalizar o serviço, pois aqui eu uso e sei que supri a nossa necessidade; entretanto moro numa cidade pequena, outra conjuntura … Agora queremos debater algo que não está devidamente sendo debatido, estão veiculando por aí que o uso de motocicletas não é seguro e que o transporte de garupa menos ainda; dando a entender que o veículo não deveria ter esta regulamentação para o transporte de dois ocupantes, aí complica ao meu ver. Agora voltando ao serviço de mototáxi, aqui onde moro deve ter algo perto dos 2.000 mototaxistas, numa cidade com 100 mil habitantes e por incrível que pareça há espaço para ampliarem. E para aumentar ainda a discussão, a empresa Motocar tem comercializado os Tuk-Tuk e em SP já ví matérias com estes veículos. E na regulamentação destes não se é necessário o uso de capacete, pois tem cinto para os dois ocupantes + o condutor . E se em países asiáticos onde o trânsito é bem pior que o nosso porque não daria certo no Brasil ? (afirmação de um proprietário do Tuk-Tuk).

    • vicegag

      Aí tudo bem eu até toparia, pois este triciclo não vai no corredor, mas andar na garupa no corredor como alguns motoqueiros andam aqui em Sampa, tó fora.

    • Walter Augusto

      Fico imaginando isso num crash test….

      • Tosca16

        Se for ver não deve ser pior que uma motocicleta normal.

    • João Cagnoni

      E desde quando quero ter um país asiático como inspiração? Prefiro ter o trânsito dos EUA e Alemanha.

      • Tosca16

        Ninguém disse que quer ter um país asiático como inspiração só disse que os donos destes tuk-tuk dizem que se num trânsito caótico como de cidades asiáticas o mesmo roda e faz sucesso que dirá aqui no Brasil … A alegação é deles, não minha.

        • João Cagnoni

          Não é um caminho que eu gostaria de seguir na minha cidade. Prefiro o simples, um transporte público eficiente.

          • Tosca16

            Também .

  • Allan Victor Kaiser da Silva

    ” alegando que moto não é um veículo adequado para transportar passageiros”
    Isso ficou meio estranho, ein.. querem dizer que é inadequado andar com pessoas de moto na garupa?

    • Tosca16

      Falei o mesmo, é esta parte que deveríamos discutir, as motos deveriam ser homologadas para apenas um passageiro (apenas o condutor) ?

      • Allan Victor Kaiser da Silva

        O problema não é a moto, e sim o condutor! Ou os condutores, que as vezes mesmo com o individuo da moto estando certo acaba ocorrendo acidentes por culpa de outros.

  • invalid_pilot

    Agora taxista vai bater em motoboy tbm ? kkkk

    Sou a favor de existir alternativa de transporte, mas esse mototaxi aqui em SP é maluquice demais

    • wagner

      …aí eu já deixo a livre escolha para o “passageiro / garupa” decidir se prefere a segurança e conforto do automóvel ou a agilidade das motos.
      Eu, nunca iria de mototaxi justamente pelo risco….mas existem pessoas que pensam diferente…

      • João Cagnoni

        E aquele que escolhe andar em um carro seguro e confortável e atropela um motoqueiro? Como fica o susto?

        • wagner

          Acho que não entendeu…. o passageiro de um carro NÃO atropela ninguém, quem o faz é o motorista desse carro! Assim como o garupa da motocicleta também não costura o trânsito e não anda nos corredores, quem o faz é o “motoqueiro” porque o motociclista geralmente anda com prudência.
          A questão aqui não é sobre os condutores e sim sobre os passageiros! ok?!

    • Guilherme Eduardo

      Se (alguns, não todos) tacam pedra e dão pauladas nos carros da Uber, mesmo com passageiro dentro, não será difícil jogarem o carro em cima dos mototaxis!!!!

  • wagner

    …aí eu já deixo a livre escolha para o “passageiro / garupa” decidir se prefere a segurança e conforto do automóvel ou a agilidade das motos.
    Eu, nunca iria de mototaxi justamente pelo risco….mas existem pessoas que pensam diferente..

    • João do Cão

      Pois é, só que muitos não têm essa opção ($) e vivem reféns dos ônibus e tal
      Aí num determinado dia precisa de agilidade, acaba valendo a pena (apesar do risco)

    • CharlesAle

      Se muitos taxistas já agridem o próprio passageiro. Que dirá do Uber…

    • Márcio De Jesus Azeredo

      Eu prefiro fazer parte da natureza, sentindo o vento natural em uma Moto do que andar de carro.
      Aqui na minha cidade Cuiabá-MT o trânsito é bastante caótico, mas mesmo assim confio mais nos mototaxicistas do que nos taxicista, parece que os mototaxicistas tem direção defensiva, já os taxicistas direção abusiva.

  • Vattt

    Moro em uma cidade que tem esse serviço e digo que em São Paulo será mais um motivo de discórdia e caos no transito. Aqui custa R$ 7,00 a viagem, creio que em SP vá custar mais e a única vantagem será a “agilidade” em chegar ao destino, resta saber se será vivo ou morto, já que o transito dessa metrópole é bem agressivo. sem falar que vai aumentar o número de malucos de moto, assaltantes disfarçados de mototaxi, estupradores entre outros problemas que a prefeitura vai fechar os olhos junto com a Policia e o cidadão pagando o pato pq precisa trabalhar!!! Uma sugestão ao aos paulistas, não aceitem essa maluquice em sua cidade.

    • vi.22

      me desculpe, mas acreditar que aumentara o numero de estupradores e o cumulo da falta de conhecimento e cultura… na ha nenhuma base de raciocinio nessa afirmacao.. e uma forma de baratear o custo do taxi que naoe tao eficiente e abusivo e , para o cidadao,.. deveriamos estar aqui batendo palmas pela concorrencia a ser iniciada, lembrando que e de livre escolha,nao obrigando qualquer pessoa a usa lo… ao contrario de sua afirmacao sera de grande utilidade para o cidadao que precisa trabalhar.. nunca devemos olhar o mundo colocando nosso umbigo em primeiro lugar e esquecendo que existem nescessidades diferente das nossas…pessoas com outros problemas e que as solucoes dos nossos nao sao as mesmas deles,,, e vice versa…

      • Vattt

        Sua ânsia de querer falar mal é abusiva id, não é o cumulo da falta de conhecimento e cultura e sim, a informação de muitos casos do tipo!
        Você que sofre de falta de conhecimento, cultura e respeito ao próximo!
        .
        Tem mais, falta de informação sua é que o trabalhador não vai se utilizar desse serviço para dia-a-dia dele, ou então no fim do mês paga a prestação de uma moto nova. Mototaxi é um serviço tão caro e exclusivo quanto um taxi, só tem um custo reduzido pela possibilidade de levar apenas um pagante e manutenção “menor”.
        E numa cidade como SP, não comporta esse tipo de serviço na MINHA OPINIÃO. Mas se os governantes locais querem é “problema deles”, pq prefeitos inventam as coisas mas nunca assumem quando dá errado e deixam o prejuízo por conta do cidadão.

  • zekinha71

    Agora o que os taxistas bandidos vão fazer, passar com o carro por cima, das motos com duas pessoas.

  • Filipo

    Vai virar uma India, cáos total!

  • kravmaga

    No Rio de Janeiro é comum ver mototáxis sendo usados só para subir e descer de favelas, justamente porque nesses lugares não dá para subir com ônibus e carros, mas eles não ficam circulando pela cidade.

  • Rodrigo Alves Buriti

    “uma empresa que presta serviço de mototáxi no Nordeste”
    Na minha cidade mototáxi é uma praga sem solução, até porque aqui é a segunda cidade do interior do nordeste que mais vende moto!

    Ah, já sei como elas são embora nunca tenha utilizado o serviço para meu transporte. Já usei solicitando a entrega de uma encomenda pequena da minha casa para a casa de um colega (R$ 5,00), mais barato que ir aos correios ou ir de carro.

    • Tosoobservando

      É em todo o nordeste que nao precisa de capacete por lei?

      • Rodrigo Alves Buriti

        kkkkkkkkkkkk
        Foi zueira né? De onde você tirou isso?

        • Tosoobservando

          Eu ja ouvi falar que tem cidades que pelos constantes assaltos eles permitem andar sem.

          • Allysson Santos

            CTB eh lei federal, nenhuma lei municipal pode permitir andar sem capacete.

            Já existiriam estas disposições à revelia do CTB em diversas cidades do interior, mas todas são irregulares…

  • Thales Sobral

    Moto taxi não é adequado, uber é ilegal, legal e adequado somente táxi! Aham… rs

  • Luis_Zo

    “O sindicato dos taxistas de São Paulo também é contra o mototáxi, alegando que moto não é um veículo adequado para transportar passageiros”

    Ou seja, segundo o sindicato, moto só para 1 pessoa. Se isso passa assim, além de se poder “multar” esse “moto-uber”, quem quiser levar alguém na garupa também estaria “errado”.

  • Sandro

    Vão aproveitar o cliente para pegar o retrovisor que passam quebrando igual uns imbecis e vender no ferro velho. kkkk.

  • ‘Eduardo Oliveira

    Não compensa, sai mais barato você mesmo ter sua moto e ser livre para ir onde quiser e na hora que quiser. Sem contar com a segurança.

  • Allysson Santos

    Deixa gente!! Quanto mais serviços a disposição melhor! Deixa o cliente ter a opção de escolher qual tipo de transporte quer utilizar.

    E se o cara quiser fazer um trajeto curto entre bairros que não necessite pegar marginais ou avenidas caóticas e por metade do preço que um táxi iria oferecer? Se o cara não tem dinheiro para pagar por um táxi, mas tem para um moto táxi, mas não tem tempo para esperar a demorada viagem de transporte público??

    Quanto mais concorrência, menor o preço. Se os taxista verem q estão perdendo viagens curtas para as motos, talvez até criem um tarifa mais barata para este tipo de viagem.

    Quanto mais concorrência melhor e que o consumidor escolha o que usar, não o Estado com suas regulamentações movidas a lobby de sindicatos!



Send this to friend