Governamental/Legal Segurança Trânsito

São Paulo: Velocidade cai para 50 km/h e multas aumentam 35%

radar-interlagos-1

Após a redução da velocidade máxima nas principais vias de São Paulo para 50 km/h, a prefeitura apontou um aumento de 35% nas multas por excesso de velocidade em comparação com 2014.

Além disso, houve um crescimento de 27,1% nas autuações feitas na cidade no mesmo período. Até novembro, a CET acumulou 11 milhões de infrações, sendo 3,8 milhões por excesso de velocidade com auxílio da GCM (pistolas-radar).

A capital paulista tem atualmente 923 radares em operação, que podem ser localizados em um mapa divulgado pela administração municipal. A medida é de caráter pedagógico, de acordo com a prefeitura, que defende: “não há indústria da multa, mas da morte”. Confira a mapa neste link.

[Fonte: Estadão]





  • pedro rt

    “não há indústria da multa, mas da morte” quem faz parte de um GOVERNO COMUNISTA sempre fala uma estupidez dessas…

    • PerobaC

      É uma das nuances da inversão de valores, onde o [Des-]Governo utiliza de artifícios para punir ao invés de investir em educação de trânsito …

      • tjbuenf

        E que tipo de educação no trânsito você precisa receber? Eu quando fui tirar carteira aprendi na auto-escola, inclusive que, se uma placa na rua mostra 50 km/h, então não posso andar acima disso.

        • PerobaC

          Do ponto de vista ético-moral, a melhor definição de educar é a arte de formar caracteres.
          Uma das bases da educação está no respeito.
          As sinalizações seriam suficientes se o ser humano estivesse num patamar de evolução moral que não necessitasse mecanismos de controle ou punição.
          Todo país existe a multa e os equipamentos de monitoramento (radares), mas a diferença começa pelo divisor de águas para qual destino é dado às arrecadações.
          Enquanto nos mais civilizados é direcionado devidamente para educação e conscientização no trânsito, em outros países atrasados, como no BR, são utilizados para finalidades diversas, o que não deveria já que no código de trânsito está bastante claro que as arrecadações com multas devem ser exclusivas para educação do trânsito.
          Recentemente o TCU notificou a prefeitura de SP ao verificar que a arrecadação com multas eram destinados aos cofres públicos e os diversos relatórios de despesas mostraram evidentes da utilização de seus valores para outros fins.
          Um bom termômetro do nível de consciência moral do brasileiro é verificar como lidamos com leis: acatamo-las por respeito e disciplina à ordem, ou por obediência às consequências maiores de seus transvios?
          Lembro-me de uma matéria que mencionava no JP muitos carros dotados de multimídia passariam a oferecer o detector de radar (não é anti-radar) como medida de fortalecimento da educação no trânsito, porque atuaria conjuntamente com o alerta sonoro ao motorista que num descuido pudesse estar acima dos limites de velocidade e atuaria como uma medida de conscientização do cumprimento da lei e evidência de que aquela via é monitorada.

          http://tribunadoceara. uol. com. br/ noticias/ ceara/ proibido-no-brasil-detector-de-radar-e-comercializado-livremente/

          Porque citei essa indústria da multa como uma postura comunista?
          R.: porque o comunismo em sua ideologia seria algo esplendoroso, mas na prática é o mesmo que colocar uma viseira, um cabresto, impor leis a serem cumpridas por obediência submissão, e os transvios punidos severamente ao invés da educação pela conscientização …

          • tjbuenf

            Ao que sei do CTB, o dinheiro arrecadado com multas deve ser aplciado em: sinalização, engenharia de tráfego, policiamento, fiscalização e educação no trânsito.

            Agora nos cite especificamente os lugares indevidos que recebem dinheiro arrecadado com as multas em SP, afinal, sua acusação ficou um pouco vaga.

            E você acha que as pessoas que burlam o sistema o fazem por desconhecimento? Este seu discurso de coitadismo com quem tenta burlar o sistema que me parece discurso comunista.

          • DougSampaNA

            estão testando o quanto nos submetemos , e se abaixamos a cabeça, aumentarão as imposições…aguardem, é certeza, pois este é o metodo do comunismo; como por o sapo na panela de agua fria e acendendo o fogo cozinha o bicho vivo a medida que aumentam a temperatura.

        • DougSampaNA

          Olha, isso não funciona numa cidade que tem 50 km de largura por 70 de comprimento (de extremos a extremos) como São Paulo, limitar a maioria das avenidas a 50 kms com estas dimensões é insano!
          As Marginais deveriam ser patrulhadas pela policia para que pedestres não as atravessasse, salvo para socorro mecanico (ex.: levar um pneu do acostamento da esquerda para borracheiro na direita) ; é muito facil jogar a culpa nos motoristas; e se escorregar o pé um segundo, toma multa; a Marginal Pinheiros sentido Tiete tem trechos com radares a cada 200 mts..completamente odioso tal sanha arrecadatória; mas aí dirão que coibe os racheiros…cadeia pro racheiros nas marginais; a sociedade não pode ser prejudicada por causa de um bando de moleques.

          • tjbuenf

            Doug,

            Não estou dizendo que reduzir a velocidade é solução para coisa alguma. Mas, para mim não é difícil deduzir que se não há vazão no trânsito o aumento da velocidade só ajuda a criar gargalos. Certamente para cada cidade/localidade há uma velocidade adequada que deixe o trânsito o mais fluido possível e, seguramente, digo que esta velocidade para SP não é de 100 km/h.

      • DougSampaNA

        Comunas não educam, rebaixam todos por baixo, sugam-lhes tudo e saem do Brasil levando embora nossas riquezas…certa familia dona-não-dona de chacarás e triplex são experts nisso.

    • !Marcelo Surf!

      o pior é que tem muito otário que acredita cegamente que a presidAnta do blefe, o molusco mais honesto e pobre do mundo e seu discípulos trabalham para governar o país e não para enrriquecimento próprio e do partido.

      Outro fato relevante sobre a redução de velocidade é que cada uma das milhares de placas compradas pela prefeitura saiu por quase mil reais do nosso bolso, enquanto que o cidadãoSr. Camilo, comprou apenas uma placa da mesma empresapor menos de 90 reais comprovados em nota fiscal. Pergunto, onde foi para a diferença de valor?

      • Mr. Car

        A diferença chama-se pixuleco.

    • duhehe

      Existe as 2 industrias
      A das multas nas ruas e da morte nos hospitais e postos de saúde públicos.

      • Mr. Car

        É por isto que um certo sujeito que diz que tem gente que não gosta de dividir poltrona de avião com o povão, não gosta ele mesmo de dividir fila do SUS com o povão (embora recomende aos outros), aí vai se tratar naquilo que há de melhor na medicina privada, e ainda enfia a conta do tratamento no bolso deste mesmo povão que morre nas filas e hospitais do SUS.

        • duhehe

          Eu fiquei muito revoltado com o que escutei.
          Não ha palavras baixas o suficiente para adjetivar esse programa do PT que foi ao ar na terça.

          • DougSampaNA

            vc conseguiu? Eu tive vontade de vomitar no 1o minuto de mentiras, desliguei na hora..

        • CharlesAle

          Para quem só viaja em jatinhos de empreiteiros corruptos, é fácil dizer essas coisas!!!

    • Pedro Rocha

      Sim, a indústria da morte chama-se Socialismo!

    • Roger Rosato

      Lol

  • Leonel

    Vamos fingir que acreditamos que as multas são de caráter educativo e não para exclusivamente arrecadar dinheiro. Quer educar ? Coloque velocidades condizentes, melhore a qualidades das vias, sinalizações, faça mais investimentos e quem não respeitar, aplique multas pesadas e que prendam o veículam e tomem a carteira de motorista.

    Mas óbvio que não farão isso, porque como vão aumentar o caixa nesse formato ? E falar em investimentos que melhorem a vida do cidadão nesse país virou piada…

    • Hélio

      o próprio cidadão é corrupto, qualquer esquina você encontra um despachante que vai dar um jeitinho na sua pontuação…

    • Darwin Luis Hardt

      já foi comprovado estatisticamente que a redução do limite de velocidade nas vias de São Paulo diminuiu bastante o número de mortes e acidentes de trânsito. Mesmo que não fosse para educar e sim para arrecadar, tá funcionando. E burro é quem anda acima do limite novo permitido sabendo que tem tanto radar por aquela cidade. É burro mesmo sem desculpa, porque nem na marra o cara aprende.

      • Portuga Goleta

        Não tem nenhuma prova que foi a velocidade que fez as mortes caírem, elas já estava e grande queda antes da redução.

        • Darwin Luis Hardt

          não foram só as mortes que reduziram, atropelamentos, acidentes (um carro batendo no outro por estar em velocidade mais alta e difícil de ter tempo de frear), tempo menor em trajetos. E isso não é só porque o Haddad fez, é porque funciona. Outras cidades no mundo inteiro já fizeram isso e foi comprovado que funciona.

          • Franklin Diego

            Já vi que em alguns outros lugares fora do nosso país, onde existe limite de velocidade maior ou até mesmo inexistente – no caso das autobahns -, onde o número de acidente (neste caso um carro batendo no outro) são beeeem menores que os daqui que tem tantos radares e tudo mais.

            Agora me pergunto: por que essa discrepância toda?

            Quando há acidente envolvendo pedestres tenho QUASE QUE ABSOLUTA CERTEZA que o culpado é o pedestre.

            • Darwin Luis Hardt

              A autobahn foi um bom argumento mesmo. Mas lá já foram educados de forma diferente há décadas. Aqui, aqui que se fosse fazer de outra forma, as pessoas não ligariam muito. Mexendo no bolso elas dão mais valor. É igual aquela questão de multar quem joga lixo na rua. Já tentaram educar todos de todas as formas possíveis, nas escolas, comerciais de televisão, rádio, jornais e mesmo assim tem muita gente que joga lixo no chão. O único problema é que elas ainda continuam mesmo com esse tipo de multa porque não tem como fiscalizar todo mundo toda hora, já os radares nas rodovias é uma coisa mais simples que funciona bem.

              Também acho que a maioria dos atropelamentos é por culpa do pedestre que sempre atravessa em lugar proibido ou desatendo no sinal. Mas de qualquer forma não foi só isso que reduziu com os radares e redução da velocidade máxima. Então acho que valeu bem a pena.

      • CharlesAle

        Hora, não sabia que um carro que andava a 70 ao invés de agora 50, era uma “máquina mortífera”..Só não falam que diminuiu o número de carros na capital devido com certeza a crise.Não falam que, para criminosos infratores, 40, 50 70 de límite de velocidade pouco importa, o cara é irresponsável mesmo! Mas devido a meia dúzia, pune-se todos! Carros andando em velocidade extremamente baixa gasta muito mais combustível e atrapalha a fluidez do trânsito! Se a prefeitura estivesse preocupado com vida humana, não teria diminuido tanto o investimento na saúde como fez no ano passado( diminuição de 64%)…Eu, que ando muito na capital apesar de morar no ABC, afirmo: a cidade está abandonada! toda esburaca, suja, quase insuportável, mas isso esses incompetentes não vêem….

  • Mr. Car

    Tecle 1, tecle 3, confirme, e…”F*da-se Mais”.

    • Frederico Chaves

      Em goias foi 45 e deu merda do mesmo jeito! Problema do Brasil não se restringe a partidos, mas a quase todos os políticos e ao povo que aceita.

      • pedro rt

        e isso ai o problema nao e so o PT mas TODOS OS PARTIDOS e o povo ainda nao se tocou, nao abriu os olhos pra isso

        • Frederico Chaves

          Aqui em goiás a gasolina aumentou e já pagamos 4,09 por litro!! As rodovias em péssimas condições, você sai de casa com medo de ser roubado apé ou de carro… Está ficando cada dia mais difícil!

          • pedro rt

            isso e no país todo, e a situacao q eles querem e q tudo fique “aparentemente melhor” pra conseguir votos do povo q nao ve, nao escuta nem fala nada a nao ser as midias manipuladas q vemos todos os dias na TV e jornais q falam de tudo menos do q realmente esta acontecendo no país

          • CharlesAle

            Gasolina cara, insegurança total, saúde precária etc..Isso é a síntese do Brasil hoje, não só na sua cidade…

            • Frederico Chaves

              Goiânia e sua região metropolitana está entre as 10 cidades mais violentas do país…

          • mariostefa

            e foi o 45, que aumentou o combustivel ? ccada uma, viu !!!

            • Frederico Chaves

              Aqui aumentou o ICMS dos combustíveis… E o ICMS quem regula é o governo do estado…

            • Frederico Chaves

              Aqui também operações isentas, vão passar a incidir ICMS, como é o caso da exportação de grãos, que passará a ter incidência do imposto… O estado aqui está quebrado, e agora querem que o cidadão pague a conta….

      • Blessa

        O problema é que temos que votar sempre no menos pior, duro é achar o partido ou o político menos pior, se é que existe. O dilema de Brasilia é ” nascer pobre é inevitável, morrer pobre é burrice ” ou ” se eu não roubar, outro vem e rouba, então deixa que eu mesmo faço “

        • pedro rt

          e preciso dar um fim definitivo nessa pensamento inferiorizado das pessoas e ver q o país so tem uma unica PORTA a se pegar… a PORTA dos militares, pedir pra eles voltarem a comandar o país e fzer uma limpeza geral em tudo, tudo msm

          • wagner

            Estamos próximos do limite, mas infelizmente não vai ser a nossa geração que vai ver boas mudanças, vamos ter que pagar essa conta com sangue para ter um futuro melhor para as próximas gerações. Quem quer pagar essa conta???????

      • Mr. Car

        Quando estivermos falando de Goiás, eu mudo os números.

        • Frederico Chaves

          Mas não é só o PT, todos os partidos estão envolvidos na Lava Jato… O problema do Brasil é que os políticos roubaram tudo que tinha, ninguém é 100% honesto, mas não precisava levar tudo! Acredito também que é preciso derrubar o chefe, senão ele vai voltar em 2018… Em suma o Brasil está condenado a piorar, e com isso os ricos ficam mais ricos e os pobres mais pobres… Pois com a Crise quem tem dinheiro compra coisas enforcando quem está em dificuldade… É triste ver onde chegamos.

          • Mr. Car

            O problema do PT e das esquerdas vai muito além do roubo apenas no sentido monetário da palavra.

    • Blessa

      kkkkkkk, resumiu em poucas palavras. Mas como dizem, o povo tem exatamente aquilo que merece.

      • Mr. Car

        De modo geral, sim. O problema é que quem não merece, acaba tendo o mesmo governo.

    • Vicente

      As pessoas clamam por mudança em todos os aspectos, aí chega na hora e o voto vai para Dilma ou Aécio (ou alguém é inocente e acha que a coisa estaria diferente com AN no poder?). O povo tem o governo que merece, está visto.

  • Mumm Rá

    HEHEHEHEHEHEHEEHHE

    Dilmanta & Luladrão & Multaddad

    Fazendo a alegria dos Lacradores de 13 e Comedores de Mortadela

    • Fanjos

      Canalhard

  • pedro rt

    se multa fosse pra educar o mundo inteiro seguiria essa regra e nao vemos isso em país educado e civilizado

  • Zé Mundico

    Que existe exagero, isso é inegável. Mas por outro lado, se for deixar a critério do freguês, vai ter neguinho se achando no direito de andar na velocidade que quiser…..complicado isso.

    • Frederico Chaves

      Problema maior é a falta de estrutura… Rodovias de trânsito rápido em outros países são cercadas para evitar travessia de pedestres e animais… E no brasil criou-se uma idéia de que o Estado precisa dar é lucro?! Então muito melhor investir em radar, que é mais barato e ainda da retorno pro estado…

  • Adriano

    kkkkkkkkk vamos la galera, alguém ai viu o video o carro do haddad fazendo várias inflações com seu carro oficial? Ele pode andar a mais de 100 km/h na marginal, costurando e ainda sem seta.

  • Rafael Trindade

    LACRA NO 13. kkkkk

  • Le chat noir

    11 fucking milhões de multas e não existe industria da multa… conta outra né…

  • Redpeak77

    Infelizmente, existem as duas indústrias… fora a indústria de CNHs.
    “Caráter pedagógico” seria educação de trânsito nas escolas, com frutos a médio e longo prazo.
    Mas como ninguém quer investir, pois o retorno não vem na gestão dele, ficamos nessa eterna hipocrisia. Uns fingem que dirigem, matando, outros fingem que educam, multando.

  • Uma vez vi uma reportagem que afirmava que a capital São Paulo possui a maior frota de todas as capitais brasileiras e possui o menor número de mortes dentre todas as capitais. E isso passou na Globo.

  • Fanjos

    “não há indústria da multa, mas da morte”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Léo Faria

    Não entendo a reclamação quanto às multas. Basta respeitar a legislação que não será multado. Os radares e agentes só apontam os erros, quem comete é o motorista. Todo mundo quer político corrupto punido mas quer infringir a lei e sair impune? Não dá pra transferir a responsabilidade para o Estado. Sinalização, qualidade das vias, isso é responsabilidade do Estado, respeitar código de trânsito é responsabilidade dos motoristas.

    • Mr. Car

      Então vou explicar. Estas multas se originam na colocação de limites de velocidade ridiculamente baixos, com intenção proposital de gerar a infração, uma vez que contrariam aquilo que seria a velocidade natural da via, aquela que ela comporta facilmente sem que o motorista esteja em situação de risco, e sem precisar prestar mais atenção ao velocímetro, que às próprias situações do trânsito em sua volta.

  • Hernan Carlos Granda

    50? ridiculo no seculo 21

    • Fernando S.

      Falo sempre coisa parecida. Coloquem logo um limite de 20 km/h que o número de morte vai reduzir a quase zero. Essas medidas de diminuição de velocidade é aquela história de chegar em casa, pegar sua mulher f*d#nd* no sofá com o vizinho e você resolve o problema sumindo com o sofá.

  • Diego

    Abri o link da matéria e só queria dizer que fazer “gráficos comparativos” sem escala e sem valores absolutos e aparentemente constantes, é o jeito mais infantil de esconder informações.
    Claramente o gráfico está mal escalonado (talvez até esteja em escala logarítmica), não existe o esperado pico no número de acidentes/multas no mês de fevereiro (Carnaval). Este gráfico mal feito tem duas explicações: ou querem esconder algo, mascarando as informações por motivos escusos; ou falta de capacidade técnica de quem fez a análise, o que tornaria o “parecer técnico” irrelevante.

  • Isso já está virando palhaçada, “querem acabar com a violência mas a paz é contra a lei e a lei é contra a paz”.

  • Cassio

    E o governo comemora mais dinheiro entrando sem esforço.

  • DinhoRoxxx

    Pior que sempre vem aqui algum tapado falso moralista defender a indústria da multa.

  • Alexandre Maciel

    Caráter pedagógico… hahahaha… asco da administração deste país!

  • Anonymous

    A grande ironia é que quando chove (ou ao menos amaça de chover), uma PORRADA de semáforos dão “pau”, mas nenhum desses radares param de funcionar… Aí vem com essa MERDA de desculpa que fazem isso para salvar vidas… No mínimo que usem essa verba para melhorar a infraestrutura dessa merda de cidade

  • foraPT

    culpa do hadad

  • awatenor

    — Ah sim, agora entendi, o caráter é pedagógico e não demagógico, ah, tá bem…
    — Haddad, Raddard?
    — Que tal 10 km/h? Daí TODOS os carros seriam multados.
    — Quem tem carro vai ter que contratar alguém para andar na frente do veículo acenando com uma bandeira vermelha (remonta ao início da história do trânsito, mas serve com estrelinha também).

  • ObservadorCWB

    E o que dizer do exército usado para combater “vasinhos de plantinhas” no centro da cidade rsrssr, enquanto na periferia 70% da população convive com esgoto a céu aberto, muitas vezes sem água encanada ???

  • kravmaga

    Acho ridículas essas velocidades que colocam nas ruas e estradas hoje em dia. Os carros melhoraram muito e essas velocidades são as mesmas ou até menores do que as velocidades das décadas de 50, 60.

    É até difícil andar a 40, 50 km com carros mais potentes. Você tem que frear nessas velocidades porque o câmbio AT fica no limiar da passagem de marchas nessas velocidades. Se bobear, o câmbio troca de marcha para cima e você já passa da velocidade limite.

    • Lobo

      Daqui a pouco quem tem cambio automático vai andar só no creeping.

  • André Pessimista

    Na marginal tiete la perto do curintcha mudaram na surdina o horario da faixa de buso no sabado antes era ate o meio dia , agora e dia inteiro. Sai de um posto e fiquei na faixa, passei por um radar e depois via a placa com o novo horario……. Nao tinha nem sequer faixas de aviso……vamos ver se a multa vem.

  • Vinicius

    Só digo uma coisa: teremos eleições municipais esse ano. Vamos dar o troco. E torcer para vir algo inteligente e melhor…

  • leitor

    Bandidagem no governo. Reduzir limite de velocidade é golpe baixo!

  • Retrato do Papai

    recentemente descobri um método infalível para burlar os radares e não cair mais no golpe da indústria das multas… funciona com radares fixos, móveis, pardais, etc. e serve para qualquer tipo de veículo, seja carro, moto, caminhão… é uma tática extremamente bem sucedida, funciona 99% das vezes (pode ocorrer de o radar não estar com a aferição em dia, mas daí você recorre com base na lei e ganha)… o método é assim: caso você esteja em uma via de 50km/h, deixe o velocímetro do seu carro chegar no máximo na marcação de 50, caso esteja utilizando GPS (mais preciso), faça com que a velocidade fique inferior a 57km/h (50 da via e 7 de tolerância por lei), aplique este método para todas as demais velocidades (60, 80, 100 etc) e você verá que beleza, nunca mais será atingido pela indústria das multas!

  • DougSampaNA

    Isso, inclusive eles já contam com o dinheiro das multas no orçamento do município…legal né?

  • rcostaramos

    Se respeitassem o limite de velocidade, nao tomavam multas rs… mas brasileiro anda de pe pesado e achando que é corredor vida loka de formula 1

  • Renan

    Galera, dica quente pra quem não quer mais alimentar a indústria das multas, respeitem a sinalização, faço isso há cinco anos e acreditem! Até agora nao me chegou nenhuma multa!