Finanças Governamental/Legal Manutenção Segurança

Seguro popular: Susep deve alterar regras até o fim de junho

seguro

A Susep – Superintendência de Seguros Privados – anunciou que até o fim de junho irá divulgar as alterações na regra do chamado Seguro Popular, nova modalidade de cobertura que está sendo bastante aguardado pelo mercado.

Voltado para veículos com mais de 5 anos, o Seguro Popular deverá ser 30% mais barato. Anunciado em março, esse seguro prevê que somente peças oriundas de empresas de desmonte poderão ser utilizadas em reparos dos segurados, mas uma das alterações está relacionada com esse ponto.

De acordo com a Susep, peças novas também serão aceitas no reparo de veículo com Seguro Popular, visto que empresas do setor alegam que não há peças usadas suficientes no mercado para atender a demanda. Hoje, o Brasil tem mais de 20 milhões de veículos com mais de 5 anos de uso.

A Susep não vai inserir no texto o acesso de veículos em garantia, mas vai recomendar a não aceitação dos mesmos, visto que o uso de peças usadas poderão cancelar a garantia e o proprietário abrirá processos ou reclamações junto às seguradoras. Caso haja insistência por parte do cliente, este deverá assinar uma declaração se responsabilizando pelo risco.

No caso da rede de reparação, a obrigatoriedade de oficinas credenciadas deverá ser mantida, mas a Susep poderá autorizar um reparador não credenciado, dependendo do caso. As seguradoras poderão também dar descontos para clientes que mudarem para o Seguro Popular.

[Fonte: Folha]

Agradecimentos ao Sergio Quintela.





  • Felipe

    Uma excelente iniciativa da Susep… Pro consumidor, uma alternativa às chamadas “cooperativas”.

    • meneghelli1972

      Concordo, tenho um Civic 2008 e pago 2100 $ de seguro, mais IPVA e licenciamento a conta sobe pra nada menos que 3600$, se realmente tiver 30% de desconto vai ajudar bastante.

  • Artur

    “…esse seguro prevê que somente peças oriundas de empresas de desmonte poderão ser utilizadas em reparos dos segurados…”
    Esse trecho que pode tornar a coisa nebulosa. Se não for bem regulamentado, poderá servir a fomentar a famosa indústria do “robauto”…

    • Luiz

      Exatamente, com mais assaltos o valor do seguro volta a subir!

  • Zé Mundico

    Realmente a ideia tem suas vantagens, mas isso pode servir de incentivo aos roubos por encomenda, prática que existe nas oficinas de periferia, onde existem “equipes treinadas” para roubar carros para aproveitar peças.

  • Debraido

    Não seria mais fácil melhorar os tributos sobre as peças novas (originais ou paralelas), de modo que esse tipo de seguro “jabuticaba” não precisasse existir, para que o preço dos seguros baixassem como um todo e de quebra diminuísse a criminalidade (menor demanda, menos roubos)?

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Seria mais fácil fechar os milhares de robautos.

      • Debraido

        Mas fecha-se um e outro abre no mesmo instante. A questão é, por que as pessoas procuram peças de origem duvidosa? Preço. Não estou justificando nada, para mim tem que ser combatido e inclusive os compradores devem ser presos junto com os vendedores. Mas se a manutenção fosse mais barata o numero de pessoas que procuraria esse tipo de estabelecimento seria muito menor. As pessoas fazem uma analise de risco, sabem que estão erradas, sabem que podem inclusive responder a um processo de receptação, porem analisam o custo e o beneficio desse risco, de acordo com o bolso de cada um, e tomam a decisão. Caso o risco ficasse maior que o beneficio (ai entre o preço como agente do beneficio), tenho certeza que a procura diminuiria.
        Fazemos esse tipo de analise o tempo todo na nossa vida, em todas as decisões que tomamos.

      • Angelo_RSF

        A questão é a regularização dos desmanches…Os desmanches, em alguns países, funcionam com o espirito de reciclar as peças de veículos condenados de forma a poupar energia e o meio-ambiente.

        Se no Brasil chegaremos a este nível e quando é outra história.

    • invalid_pilot

      E você acha que o governo quer perder arrecadação (num primeiro momento isso vai acontecer)… claro que não amiguinho

      • Debraido

        Quis somente pontuar o que seria correto e mais eficaz, não tenho nenhuma esperança que os governos (federal, estadual e municipal) realmente trabalhem em leis efetivas e de longo prazo. Vivemos num país falido economicamente, moralmente e politicamente.

        • invalid_pilot

          Sim e concordo contigo.

          O governo e o sistema prefere manter o caos tributario do que facilitar e reformar o sistema justamente pra dar margem a corrupção e ineficiência.

          Sou leigo mas acredito que se fosse reformado o sistema tributário é capaz ate de o governo arrecadar mais e melhor.

          • Marco Antônio

            É triste viver por aqui.!

    • Ailton

      Suspeito que seja um projeto financiado pelo crime organizado, no intuito de favorecer “desmanches legalizados”.

  • FocusMan

    A depender, usar peças usadas em chaparia é melhor do que usar peças novas.

    • SDS SP

      Ainda mais sabendo que em muitos casos, as peças do aftermarketing possuem qualidade inferior às originais…

      • FocusMan

        Isso mesmo.

  • Ailton

    Esse seguro vai ser um engana trouxa, igual a famosa e festejada “taxa 0”!

  • JoãoAVR

    Eu acho que essa modalidade de seguro só vai incentivar o roubo de carros, principalmente carros populares como o meu, que já tem o seguro elevado.



Send this to friend