Algumas fontes da imprensa sueca indicam que o consórcio NEVS (National Electric Vehicle Sweden) teria tido sua oferta aceita pelos administradores da Saab. Ainda não existem notas oficiais sobre a suposta aquisição. Fala-se que a proposta da NEVS pode ter chegado a € 201 milhões.

O consórcio sueco é financiado pela chinesa National Modern China Energy Holdings Ltd e pela japonesa Japan Sun Investment LLC. Sem confirmação, rumores dizem que a aquisição teria sido feita apenas para a Saab Automobile AB, o que inclui a parte de engenharia e linhas de montagem.