Tesla Model 3 vai custar US$ 27.500 nos EUA

10/02/2016

tesla-model-c-3

A Tesla Motors confirmou que seu próximo modelo, o elétrico de entrada Model 3 terá preço inicial de US$ 35.000 sem incentivos fiscais. Isso significa que, com o bônus federal de US$ 7.500, seu preço ao público será de US$ 27.500.

Esse valor o torna mais barato que o Chevrolet Bolt, que tem preço sugerido de US$ 37.500 e ao consumidor de US$ 30.000 com o bônus federal. Devemos lembrar que alguns estados americanos oferecem bônus extras de US$ 2.500, tais como a Califórnia, por exemplo.

tesla-model-3-2

Podendo então custar US$ 25.000, o Tesla Model 3 será um competidor direto dos carros comuns, especialmente se de fato for um sedã. O modelo será apresentado em março como um protótipo e terá autonomia de mais de 322 km, igual ao Bolt. Se a intenção for tirar clientes da GM, um alcance de 402 km seria o ideal.









  • rey

    coitado do BOLTI KKKKK

    • carnero

      BOLT só nas olimpiadas…. kkkkk

    • Leônidas Salazar

      Você quis dizer Volt ?

      • DiMais

        a GM tem dois modelos elétricos: o Volt já em produção e o Bolt que ainda não chegou nas ruas mas já levou essa patada da Tesla.

        • th!nk.t4nk

          Poderiam chamar de “Mold” de uma vez. Esse carro vai mofar nas concessionárias da GM :D

      • rey

        meu amigo todos nos sabemos que o nome do veiculo é VOLT.
        SÓ QUIS TIRAR UMA COM A CARA DO EDITOR DA MATERIA.
        VC DA UMA OLHADA LÁ NA MATERIA ELE DISSE BOLT.

        • Xande

          Não meu caro, o texto da matéria está corretíssimo, existe sim Chevrolet BOLT.

          Pessoal que frequenta o NA anda bem mal informado hein…

        • Xande

          Não meu caro, o texto da matéria está corretíssimo, existe sim Chevrolet BOLT.

          Pessoal que frequenta o NA anda bem mal informado hein…

  • Schlatter70

    Pelo número que vejo de Tesla que aqui nos EUA comparado com elétricos de outras marcas, será um sucesso.

    • invalid_pilot

      Prius também vende bem, né – apesar de híbrido

  • Antoniokings1

    Excelente notícia!

  • Antonio

    “Se a intenção for tirar clientes da GM, um alcance de 402 km seria o ideal.”

    402? Qual é o argumento pra dizer isso?

    • João Cagnoni

      Devem ter copiado alguma fonte e convertido milhas em km, o que daria exatamente 250 milhas.

      • Xande

        tem gente que não pensa mesmo…

  • Ótima notícia! Será o início da popularização dos elétricos por lá.

    Só é uma pena que o Model 3 só chegará em 2019, e lá nos EUA.

  • João Cagnoni

    Nos EUA o Accord custa 22 mil dólares enquanto aqui custa 150 mil reais. Aplicando essa lógica, o Tesla Model 3 custaria 240 mil reais aqui no BR, sem os incentivos fiscais.

  • leandro

    Se isso se tornar realidade, manter o nível atual de luxo e a fábrica der conta da demanda estaremos de frente a um fato histórico na indústria automotiva..
    Depois do fordismo o teslismo

  • Mumm Rá

    ” Esse valor o torna mais báratro que o Chevrolet Bolt, que tem preço sugerido de US$ 37.500 e ao consumidor de US$ 30.000 com o bônus federal. Devemos lembrar que alguns estados americanos oferecem bônus extras de US$ 2.500, tais como a Califórnia, por exemplo.”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Dona GM ( capitalista quando quer lucros exorbitantes e comunista quando em crise severa implorando ajuda do governo ) querendo dar uma de ” fodona ” contra a Tesla

    • afonso200

      ja vi o documentario sobre o EV1

  • invalid_pilot

    Elon Musk é f…. Cartada de gênio

    Uma pena que aqui no Brasil seria um devaneio ter um modelo assim como opção

    • Rodrigo Barreto

      Por que devaneio?
      Se fizer as contas, o kW/h para carregar o carro, mesmo nos estados em que ele é mais caro, valeria a pena se comparado com a gasolina.
      A loucura ficará para nosso querido governo (se o PT não implodir, pq se sobreviver vai ficar onde está) vai taxa o produto como, lógicamente, um carro de luxo e socar tanto imposto que ficará inviável.
      Quanto à carro de luxo, bem… Nossa imprensa em geral é tão ruim, que já vi classificarem um Versa como carro de luxo. Civic e Corola então, nem se fala.

      • invalid_pilot

        Preço proibitivo e pouca estrutura pra uso desses carros aqui no Brasil

        • Rodrigo Barreto

          Com certeza o preço vira recheado de impostos. A infraestrutura não vejo tão problemática. Claro que inicialmente será difícil ser um carro “de viagem”, mas os carregadores domésticos da própria Tesla resolvem bem para o uso urbano, acho que ninguém vai rodar, dentro de uma cidade, mais de 300km/dia…
          Se eu pudesse dar um chute, teremos no ritmo normal de inovação brasileira, uma rede razoável de suporte para elétricos em…..bem….deixe-me ver…. Uns 50 anos!

          • invalid_pilot

            50 anos pra mais se bobear kkk

          • Exagerado.

            Qual a dificuldade de se instalar algumas tomadas 380V em um posto de gasolina de beira de estrada? Nenhuma!

            Nas cidades as tomadas podem ser instaladas nos estacionamentos, a recarga é incluída no preço da hora ou diária.

            Não é apenas a mecânica dos carros elétricos que é simples e barata (bateria não é mecânica, ok), mas a infraestrutura para mantê-los funcionando também é!

            Por que você acha que o carro elétrico vem sendo sabotado desde o início do século passado?

            • Rodrigo Barreto

              O problema não é a instalação das tomadas, mas o tempo necessário para a carga. Em estacionamentos resolve, mas para postos de parada rápida, não atende.
              O carro elétrico tem sido sabotado por conta de um erro clássico das empresas mundo a fora.
              Quando as empresas entendem que elas não vendem produtos, mas sim funcionalidades, elas prosperam.

              Existe uma história clássica sobre o mercado de transporte.

              Na década de 30 -se não me engano- uma das grandes companhias ferroviárias americanas recebeu um aviso de um consultor, em que eles deveriam atentar para o crescente desenvolvimento da aviação e planejar um meio de transporte aéreo.
              Ao escutar isso, o dono da empresa dispensou os serviços do consultor, pois eles eram uma empresa de trens….
              Errou….
              Eles eram uma empresa de transporte de passageiros e de carga.
              Quando acabou a WWII, que milhares de aeronaves foram postas à disposição de empresas, aquela que primeiro foi alertada ficou para trás.

              Sendo verídica ou não, isso é uma verdade. As pessoas compram produtos por sua utilidade, que pode ser a mais diversa, até mesmo ostentação e exibicionismo. Mas a empresa tem que focar nisso.

              Empresas de petróleo são vendedoras de energia, não de derivados de petróleo puro e simples.

              • Mas o comprador de carro elétrico sabe dessa limitação e se ele planejar uma viagem longa com o carro levará essa questão em conta.

                Além do mais os carros elétricos (pelo menos os Tesla) permitem dar uma boa recarga em poucos minutos, o suficiente, talvez, para chegar ao destino ou a outro posto.

                E considerando o Tesla Model S, com as baterias totalmente carregadas dá pra ir de São Paulo ao litoral e voltar sem recargas, por exemplo, ou à Ribeirão Preto e voltar completando a carga por lá antes de voltar.

                Daria pra ir ao Rio sem precisar parar para recarregar no caminho.

  • DiMais

    usam o Bolt :(
    se for sedã mesmo, preferência nacional nos EUA entre os carros de passeio, por esse preço vai vender muito

  • Daniel dos Santos

    Esse valor o torna mais báratro que o Chevrolet Bolt.

  • afonso200

    caraca agora vai brigar mesmoooooo. uma marca que nunca usou gasolina apenas eletricidade, clientes acreditam entao que seus produtos sao bons mesmo no que estao oferecendo

  • Andre Cavalcante

    Preço fora da realidade, ainda…
    Tem que levar em conta o $$$ gasto na reposição das baterias em 3 ou 4 anos (máximo). Dependendo da quantidade de carga/recargas não dá nem 2 anos.
    Afora isso, lá fora o federal dá um bônus para quem compra carros ZE. Aqui o carro é taxado de super luxo, paga, além da importação, mais imposto por ser carro de luxo. Dá mais de 100% de imposto. ou seja, vc compra um e dá outro pro governo. Pra piorar, vc tem que pagar a diferença do câmbio, hoje em 4/1; então um carro de USD35,000.00 = BRL 140.000,00 + 100% de impostos = BRL 280.000,00. Mesmo um BMW top sai mais barato.
    Assim não dá pra ser feliz.