Mercado Segredos-Flagras Tesla

Tesla prepara primeira concessionária no Brasil, segundo jornalista

tesla concessionaria

A Tesla Motors está prestes a fazer sua estreia no mercado brasileiro. De acordo com o jornalista Joel Leite, na coluna Autoinforme, a empresa norte-americana já prepara sua primeira concessionária no País, na Avenida Europa, em São Paulo (SP), que está sendo reformada e será inaugurada em breve.

A marca será a representante oficial de seus modelos por aqui. Elon Musk, proprietário da Tesla, foi procurado por um grupo de distribuição de veículos que atua no Brasil, porém, o executivo negou a proposta de oferecer seus veículos por aqui através de uma representante independente. A Tesla é responsável pela distribuição de seus automóveis em todo o mundo.

O primeiro modelo a ser lançado no Brasil deverá ser o Model S, que na versão topo de linha P90D entrega 510 cavalos de potência nas rodas traseiras e 262 cv nas rodas dianteiras, com torque máximo de 98,6 kgfm de torque, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos e alcançar máxima de 250 km/h. A autonomia do carro é de 434 km.

Ainda não se sabe o preço do Tesla Model S para o mercado brasileiro. Nos EUA, o sedã elétrico é vendido por a partir de US$ 71,5 mil. Portanto, por aqui, é de se esperar valores acima de R$ 300 mil.

Outro modelo que poderá ser vendido por aqui é o utilitário-esportivo Model X, que lá fora tem preço inicial de US$ 85,5 mil. O Tesla Model 3, modelo de entrada da marca que será vendido no mercado estadunidense a partir do ano que vem por cerca de US$ 35 mil, também é um forte candidato.

[Fonte: Joel Leite – Autoinforme | Foto: Reprodução]





  • Leonel

    “510 cavalos de potência nas rodas traseiras e 262 cv nas rodas dianteiras, com torque máximo de 98,6 kgfm de torque, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos e alcançar máxima de 250 km/h.” que máquina hein ?

    “A autonomia do carro é de 434 km.” bem interessante ! Uma questão é os pontos de recarga, já que nossa infraestrutura é ruim, o mercado será restrito (até pelo preço). Fiquei curioso por saber os concorrentes dele. Além disso, vamos aguardar toda a estrutura de venda, já que o pós-venda, reposição de peças, seguro e etc são peças fundamentais.

    • celso

      Um detalhe: o carro tem 772 cv e é elétrico, ou seja, ele utiliza toda a cavalaria, diferentemente de carros com motores a combustão, que só utilizam 1/3 (talvez um pouco mais) da potência, já que a maior parte da “potência” se perde em forma de calor.
      Então fica a pergunta: de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos é realmente rápido ?

      • EuMeSmObYmYsElF

        coloca 5000 cv num carro comum e vai continuar fazendo na casa de 3 segundos.. essa já é a barreira da aderência. só com pneus especiais vai baixar disso

        • celso

          Mas um carro elétrico precisa de 772 cv para fazer de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos ?
          Não daria pra fazer isso com pouco mais de 400 cv ?

          • EuMeSmObYmYsElF

            talvez não pesando mais de 2 toneladas

          • Alexandre

            Não conheço nenhum carro que faça 3,1s com 400cv. Confere?

            • celso

              Com motor a combustão não tem.
              Agora um motor elétrico de 400 cv seria equivalente a um motor a combustão de uns 1200 cv.

              • Eduardo Machado

                Celso, vc está confundindo as coisas, 400 cv no motor elétrico e 400cv no motor a combustão é a mesma coisa. A potência é medida na saida do motor e não leva em consideração o que é perdido em forma de calor. A única diferença é que o motor a combustão só fornece 400cv em altas rotações e o carro elétrico fornece bem cedo essa potência.
                O que pesa mais 1 kg de algodão ou 1 kg de chumbo?

                • celso

                  A potência divulgada não exclui as perdas.
                  Um motor a combustão de 400cv tem efetivos uns 130cv.
                  O restante da potência gerada é perdida através de:
                  perdas no circuito de refrigeração;
                  perdas por atrito;
                  perdas por radiação do calor;
                  perdas no escapamento- na forma de combustão incompleta, na forma de entalpia sensível.

                  • Prof.X

                    Celso você está confundindo potencia gerada pelo motor com a potencia util.

                    O valor divulgado pelas montadoras geralmente é a potência útil medido no volante do motor. Processo semelhante é feito em motores eletricos, onde a potencia informada geralmente é a de pico (não pode ser sustentada por muito tempo) e no eixo de saída do motor.
                    Nesse caso os 400cv são iguais

                    O que muda são as perdas, para gerar 400cv um motor CI joga fora 800cv, já o motor eletrico joga fora uns 100cv..

                    • celso

                      Você tem razão.

                • celso

                  Sem dúvida. Me equivoquei.
                  A potência declarada é a líquida e não a bruta, como era antes.

                • 1kg de algodão ou 1kg de chumbo pesam a mesma coisa, só ocupam espaços diferentes Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
                  1m² de algodão e 1m² de chumbo tem sim pesos muito diferentes.

                  • Wilibaldo

                    Guilherme, o 1kg de algodão pesa mais que 1kg de chumbo por causa da gravidade;
                    porém ambos tem a mesma massa (1kg). Lembrando que peso é massa x
                    gravidade

                • Wilibaldo

                  O 1kg de algodão pesa mais que 1kg de chumbo por causa da gravidade; porém ambos tem a mesma massa (1kg). Lembrando que peso é massa x gravidade.

          • Guilherme Batista

            Eu acredito que seja possível, pois é possível botar um puta torque nos motores elétricos, mas acredito que para um carro de rua deve ser bem impraticável, pois a dirigibilidade seria péssima e isso seria extremamente perigoso.

            Provavelmente teria que fazer câmbio, pneus, carroceria, tudo especial pra dar conta de tanta aceleração e força, além é claro, teria que diminuir o peso dos modelo

            • Marcelo

              Caro elétrico não tem cambio. O motor é ligado diretamente as rodas… Para acionar a ré é apenas invertida a corrente, como um ventilador de teto.

              • Guilherme Batista

                Sim, me expressei errado, queria dizer eixo de transmissão.

          • Alessandro Rodrigues

            Não é apenas a cavalaria. Aderência e downforce contam pra caramba e um sedã não tem o suficiente para isso. Ao menos, por hora, não os Teslas.

      • afonso200

        sim, só se voce colocar aquela cola de pista de dragster no asfalto, e tem o spray aplicador que coloca na frente dos penus na hora da arrancada

      • João Cagnoni

        Não é só isso, tem a questão do câmbio que o Tesla não possui, onde se perderiam pelo menos 15%. Aliás, mesmo no caso dos elétricos, existe uma perda bem grande na energia das baterias.

    • Pacheco

      Um carro desse dai eu faria a recarga a cada 3 dias ou até mais. Se a Tesla chegar chutando o balde aqui, ela pode começar a mudar a questão dos elétricos e sair na frente.

      Lembrando que carro hibrido e elétrico em SP não pega rodizio.

      • Gustavo73

        O problema são os preços em dólar com o câmbio acima de 3 reais.

        • Pacheco

          Sim, isso dai vai jogar o valor do carro la em cima.

      • Guilherme Batista

        Com essa autonomia eu recarregaria uma vez por semana!

        • Pacheco

          Olha… conheço quem recarregaria 1 vez por mês. kkkkkkk

        • Edson Fernandes

          Eu recarregaria seguramente uma vez por semana. Mas algumas semanas poderiam ser feito a recarga apenas na proxima e algumas vezes na mesma semana. Isso considerando essa quilometragem em uso no transito.

          • Pacheco

            É um carro que da pra ir a Santos e voltar sem recarregar. Na Vdd vc desce a serra carregando (pisa no freio regenerativo na entrada da serra e só solta la em baixo na estaiada).

            É nisso que penso em carros hibridos e elétricos. As vezes eu faço as contas aqui, e quando o Fusion usado chegar a uns 60 mil, compensa a compra pra mim.

            • Edson Fernandes

              Então, penso o mesmo para mim. O que me pega atualmente é que passo em lugares onde certamente a altura do Fusion podem ir contra. Isso é o que mais me pega. (além do tamanho do carro)

              • Pacheco

                Eu já gosto por ser grande… na vdd amo carro grande. O problema ainda é o preço deles.
                Porem ainda existe a duvida de como será a manutenção desse carro depois de uns 3 anos de vida. Não sei se será um semi-novo interessante.

                • Edson Fernandes

                  Tem isso também. O que pega é o quanto custaria uma eventural troca de bateria (tem segundo a Ford durabilidade de 10 anos)

                  • Pacheco

                    Pois é… qual seria o valor e quem teria capacidade de realizar essa manutenção. E os componentes do motor elétrico, não precisam de manutenção e troca com o tempo? E esse freio regenerativo? Sei lá, são tantas coisas. Eu acredito que em breve, carro vai ter data de validade. Não vejo um modelo desse completar 20 anos e ganhar a isenção de IPVA. KKKKK

                    • Edson Fernandes

                      Então, a durabilidade dos componentes é maior (exceto mecanica e freios como vc disse) porque não tem atrito. Tem desgaste sim, mas menor se comparado a atrito mecanico.

                      O freio regenerativo tem o “problema” no disco. Ele faz parte do circuito e ele é caro sim.

                    • Pacheco

                      Então… isso dai que será o grande problema dos carros hibridos.

                  • radiobrasil

                    Sobre os freios regenerativos, será que a PASTILHA é a mesma do carro a combustão?

                    • Edson Fernandes

                      Não sei lhe dizer. O disco meu tio foi cobrado em R$2000.

                      Ele só comprovou que só rodou na epoca 17000km com o carro e muito em estrada o que fizeram a troca em garantia alegando algum defeito da peça. (trocaram pastilha e freio)

              • radiobrasil

                Eu tenho o flex… o que enrosca mesmo na frente é um plastico preto que fica bem proximo aos pneus (não sei qual a funçao, creio q aerodinamica)… o parachoque em si só tem um pontinho em comum em ambos os lados que ficam pretos de raspadas.. NADA que incomode.

                • Edson Fernandes

                  Então aquilo lá tem dupla função: Aerodinamica e evitar a sujeira ir de encontro aos paralamas.

                  Então Radio, eu rodei com o do meu tio e passei em ruas no qual eu teria a mesma dificuldade onde moro e não tive duvidas… o carro raspou tanto em baixo como na frente. Não a toa meu tio tem a frente dele toda raspada (machucou até o parachoque frontal).

                  Mas sem dúvida é um otimo carro, mas preciso ser racional, pq me chateava muito eu raspar o C3 a todo momento.

                  Alias, tal C3 que a atual dona depois de 10000km rodados da compra, deixou ele numa situação de dar pena.

          • Guilherme Batista

            Pois é, com essa autonomia daria para fazer até viagens interestaduais de forma relativamente tranquila

      • No meu caso daria 1 recarga a cada 8 dias!

      • leomix leo

        Fiquei imaginando carregar ele somente uma vez por semana, que maravilha que seria.

        • Pacheco

          Pois é… usando o periodo noturno para recarga, onde a energia é mais barata, esse carro deve sair de graça para rodar.

    • Vagnerclp

      Impressionante, parece um cavalo mecânico. Será que puxa um semi-reboque? kkk.

    • Alessandro Rodrigues

      Cara, concorrentes no sentido de ter um sedã totalmente elétrico, luxuoso, de boa autonomia e extremamente esportivo, não há. A Porsche cogitava o Pajun, não sei que fim levou o projeto. A BMW não tem um modelo que se encaixe em todas essas características. Os chineses apresentaram o LeeSEE, porém nada de mercado, até agora. Creio que, dentro das características dele, ainda seja único, no mundo.

    • Hugo Borges

      Cara, com essa autonomia monstra dá para usar tranquilo durante a semana e recarregar em casa. Nas viagens vai precisar fazer uma parada estratégica em alguma cidade, porém, ainda sim, é muita coisa.

      • Pacheco

        Viagem longa… pq aqui em SP vc vai e volta de Campinas e ainda sobra metade da carga. E na estrada ele deve consumir pouco. Descer a serra pra santos deve recarregar tudo com os freios regenerativos.

    • Ubiratã Muniz Silva

      Aqui no Brasil quem tem cacife pra comprar um carro dessa faixa de preço geralmente não viaja para longe com o carro, então pontos de recarga por todo o território nacional não serão exatamente um problema.

      muito provavelmente os proprietários carregarão os carros em casa mesmo.

      • Angelito

        Ubira, eu sei que o carro é caro pra caramba. Mas se fala como se fosse um esportivo de 1 milhão…

        Esse carro é feito justamente pra rodar, e mostrar que carros elétricos podem ser bons companheiros de viagem

        • Ubiratã Muniz Silva

          sim, ele é FEITO pra rodar, e nos EUA ele é até “relativamente” acessível (e tem ponto de recarga em tudo o que é canto, pelo menos na Flórida e Califórnia são bem comuns, nos outros Estados não sei).

          Mas no Brasil, quem tem cacife pra pagar 300 mil num carro, salvo RARÍSSIMAS exceções, só viaja de avião . E geralmente pro exterior. rsrsrsrs. (no máximo o cara vai sair de carro pra SP pra Campos do Jordão ou pra Riviera de São Lourenço).

          Dá pra ter idéia do público-alvo da Tesla no BR pela região onde abrirão a loja. Vai ser ricaço comprando Model S pra colocar na mão de chofer e não ter que pagar rodízio (e ainda pagar de ambientalista).

  • Franco da Silva

    Só convertendo direto e botando o mínimo de imposto dá mais de 400 mil o S. O “barato” model 3 vai mais de 200. Não sei, heim…

    • Pacheco

      Parece que carro elétrico não paga imposto de importação, o que ajuda.

    • Khusller

      o i3 custa 8k dólares mais caro e custa aqui no brasil 168k, logo o Model 3 deve chegar abaixo dos 150k

      • Vagnerclp

        Abaixo de 150 k não sei não. Se o the very best GTI já está batendo os 143 mil temers, esse tesla aí não vai custar isso nunca.

        • Khusller

          Elétrico tem isenção de imposto.

          • Edson Fernandes

            Isso não quer dizer que a fabricante faça preços “camaradas”

            • Pacheco

              Ainda acredito por volta de 250 mil no modelo de entrada. Claro que terá a cereja do bolo por mais de 500 mil.

            • Khusller

              É Elon Musk, é Tesla. Já não deixou os importadores fazerem a festa,duvido que ele pratique o “Lucro Brasil”, virá massacrando a concorrência.

              • Edson Fernandes

                Cara…. a consequencia do Lucro Brasil não é ditada pelas fabricantes é pelo governo que tem lobby as fabricantes instaladas no país. Essa é a diferença.

                E na boa… o controle acionário dizendo “No Brasil você pode ganhar 300% mais que nos EUA vendendo menos!” vc acha que quem está na frente disso iria achar ruim? Concordo que seria legal o controle da propria fabricante, mas pensando de forma capitalista, aqui eles não seriam tão conservadores como precisam ser nos EUA (porque além de produto, senão tiver preço, não vende).

            • João Felipe Machado Silvestre

              até porque menor custo nuão significa que a empresa vai diminuir a sua margem…e como não é um carro de volume (de vendas), não faz sentido colocar o preço dele em torno de 150, ou 180 (um mero exemplo), porque, mesmo com o mercado retraindo, a procura seria maios que a demanda que a Tesla está realmente disposta a atender…

    • Marcelo

      Gente qualquer bmw 7 ou Mercedes s custam mais de 400 mil….qual a surpresa? O Rolls-Royce custa mais de 1 milhão e já vi vários em Sp. Público tem. Ainda mais para um veículo realmente diferenciado.

      • Pacheco

        Oh se tem Publico, ainda mais aqui no Brasil que chegou a ser o mercado numero 1 da Ferrari.

  • Alexandre

    300k? Que nada… Pode botar 500k ai!

    • Khusller

      Se seguirem o exemplo do i3, chega por 350k.
      42 x 4 = 170k (preço do i3)
      72 x 4 = 344k (possível preço Model S)

      • BillyTheKid

        O i3 tá saindo por esse valor mesmo? Na FIPE o valor de um i3 Rex 0km tá por R$213.735

        • Pacheco

          Só se for por desconto na concessionaria.

    • Leonardo M

      Ainda assim, que carro de 500k tem o desempenho dele, e de quebra, conforto?

      • Matheus Conrado

        E tecnologia (condução semi autônoma por ex.) e design(é pessoal, porem as linhas são belas) e cabem sete pessoas… é fantástico… pena que pra nós, tudo é sempre (muito)mais caro..

        • Marcelo

          Cabem 5 + 2 crianças bem pequenas e mal acomodadas no porta-malas.

  • Gran RS 78

    Que ótima noticia. Que venham mesmo, afinal, quanto maior a concorrência melhor para os consumidores.

    • Hélio

      isso é produto exótico, quem vai ter isso ai é artistas pops, funk ostentação, etc

      • Pacheco

        Vai concorrer com os modelos da BMW. E teremos aqui um dos carros mais inovadores do mundo.

      • Diogo Oliveira

        Eu imagino os funkeiros comprando um Tesla Model S e ficando tipo:
        ”Ué, mas onde coloca a gasolina nessa poha? Aff carro ruim, vou processar a marca.”

      • Gran RS 78

        Vai concorrer com modelos premium, e irá forçar as marcas a oferecerem mais coisas por preços mais competitivos. Esse carro está a frente do seu tempo, e praticamente a manutenção é quase zero pois não tem que trocar óleo, filtros, correia e nem combustivel.

        • Pacheco

          O problema é saber quando fazer a manutenção do motor elétrico e dos freios regenerativos.

          • Gran RS 78

            Andei lendo sobre esse carro e o dono da Tesla tem um model S com 170 mil Km, e só trocou os pneus nem os freios ele tinha trocado ainda. Acho que esse carro é o futuro automotivo, e terá tudo para arrebentar os concorrentes dele.

            • Pacheco

              Caramba… 170 mil km e só trocou os pneus? Eu quero um desse.
              Realmente, esse é o carro do futuro.

      • Vagnerclp

        O que vai ter de mané batendo este carro em poste!

        • Pacheco

          Os carros elétricos e hibridos devem ter grandes problemas com atropelamento. Carro silencioso, motorista no zapzap e ambulancia indo socorrer.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Sem importadores picaretas.

    • Mas tem o outro lado. Hoje você compra o carro em uma concessionária e se não gostar do atendimento pode ir em outra da mesma marca. Tanto ao comprar um carro como o pós venda. Por mais que tenham 50 concessionárias da marca todas terão um dono , ou seja , não vai ter disputa pelo cliente entre as concessionárias.

      • Pacheco

        Mas essa diferença só acontece em grandes marcas. As empresas pequenas sofrem exatamente com esse problema.

        Porem, esse carro é quase a Ferrari dos Elétricos. Duvido que teremos uma segunda loja em SP.

      • Julio Alvarez

        A Tesla tem 99% de aprovação dos clientes, a maior dos EUA. isso em um mercado exigente e competitivo. Duvido que você precise procurar outra concessionária.

    • Felipe Telles

      Tesla não tem importador, ela mesma que vai vender os carros aqui e fazer manutenção.

  • Rafael Henrique Arruda

    Ainda bem que não fizeram nenhum acordo com esses grupos brasileiros, imagine a Tesla no brasil na mão da CAOA ou da J Toledo.

    • Diogo Oliveira

      Na mão da CAOA provavelmente o motor seria trocado e ele entregaria 120 Cv com seu ”Ronquinho de carro esportivo”

      • Yuri Ravitz

        Usariam bateria de celular

        • Diogo Oliveira

          Mito kkkk

    • Pacheco

      Iria ficar igual algumas marcas: Não cresce e nem abandona o mercado… fica só travando.

  • invalid_pilot

    Uma boa noticia neste mar de m… que estamos lendo ultimamente.

  • zekinha71

    Essa é o tipo de notícia que só vou acreditar quando a ccs estiver aberta.

  • Marcos megdA

    Tem Tesla model S vendido no Brasil em torno de 1 milhão.
    300k talvez o model 3 e olha lá

  • afonso200

    kkkkkk, com esses valores tem que rodar 700mil km pra valer a pena

  • BillyTheKid

    Há uma importadora que vende Teslas e que fica na mesma avenida. Só pode ser coincidência, né? Ou será que isso seria uma jogada de marketing da mesma?…

    • Pacheco

      Na vdd é uma loja de luxo que importa o que vc quiser. Qualquer carro pode ser importado.

      Tanto que temos inumeros Mustang (V8, V6 e 2.3) rodando, temos Cadillac e até alguns chineses.

      • BillyTheKid

        Tô ligado. De qualquer forma, Teslas já são importados por meio não “oficial”, tem alguns rodando no Brasil, e só agora o Musk decidiu fazer isso? Não achei essa fonte muito confiável.

        Certamente a Tesla virá pra cá nos próximos anos, mas acharia estranho se fosse agora, logo esse momento onde o dólar ainda está alto e o país ainda está em tempos turbulentos.

        • Pacheco

          Por que tem cara doido que sabe ganhar dinheiro quando todo mundo ta perdendo. Esse dai é o vendedor de caixão… enquanto uns choram, ele sorri.

          O cara é totalmente maluco, criou um carro inovador e unico no mercado. Com certeza vai entrar nos paises em sua pior situação e ganhar em cima disso.

  • Leonardo M

    Só me preocupo em como será feito as recargas. Visto que nas capitais há grande verticalização, ou seja, as pessoas moram em prédios, impossibilitando que seja feito recarga durante a noite nas residências. Acho que a Tesla tem que vim com um plano rápido de implementar recargas rápidas em diversos pontos, principalmente garagens de prédios comerciais, shoppings, supermercados etc.

    • Marcio Almeida

      bem acredito que o sistema de recarga deve ficar por conta das concessionarias e não da fabricante do veiculo, mesmo que este desenvolva un conector especifico, poderam ser lançados similares que permitem o recarregamento. Acho que a bateria essa sim ficará por responsabilidade da TESLA ou qlq outro fabricante.

      • sepchampions

        Mas com a Tela não existe intermediário, ela é a concessionária.

        • Marcio Almeida

          Quando me refiro a concessionárias me refiro as concessionárias de energia, não há de veiculos no Brasil para explorar a distribuição de energia elétrica você deve ter uma concessão. Ao meu ver, as distribuidoras é que fornecerão a energia logo o sistema de recarga deve ficar com elas, o que a Tesla ou concorrentes ficarão é com as baterias e a tecnologia de recarregamento talvez neste quesito compartilhem tecnologia para facilitar a expansão dos pontos de recarregamento.

    • Marcelo

      Sim isso é fato. Só quem mora em casa vai poder ter um carro desses. Até porque ele precisa de uma instalação elétrica especial para recarga rápida, tipo aqueles plugs de máquinas industriais. Numa tomada 110v comum ele leva mais de 12h pra carregar.

      • Pacheco

        Alguns predios de alto padrão já possui estrutura para carregador.

        Em Sp, o Shopping Vila Lobos, Cidade Jardim e alguns Iguatemi já possui vagas exclusivas para elétricos com tomada.

        Ja vi um i3 carregando no Villa Lobos.

        • Marcelo

          Prédios com estrutura eu desconheço, mas pode existir sim. Estações de carregamento existem várias mesmo, em vários Pão de Açúcar em Sp tem. O que não vejo são os mega ricos parados em um supermercado esperando o carro carregar.

          • Pacheco

            Pega as Construtoras de Alto Padrão em SP, já vem no informativo da Obra. Pão de Açúcar tem só para fazer charme, agora Shopping é algo interessante.

            Porem um Tesla não precisa de ponto de recarga. Rodar 400 km por dia só em viagem.

    • Martini Stripes

      Um condomínio que tenha esses moradores já está pensando nisso, gastar uns 100k pra arrumar a estrutura é dinheiro de pinga.

  • Lucas

    Não sei o que sai mais caro: A gasolina ou a energia elétrica. Alguém tem noção dos gastos pra se manter um carro desses aqui na bananolândia? É mais rentável que um veículo a combustão?

    • Marcio Almeida

      energia elétrica e bem mais barato existem vários comparativos com o custo de recarga porém, acredtio que com o aumento da demanda e a utilização em veiculos os custos de eletricidade tendem a aumentar tb..

    • Guilherme Batista

      De modo geral, veículos elétricos são mais vantajosos pois você utiliza menos energia para movimentar o carro em relação a veículos a combustão. Tem também o fato da energia elétrica ser mais barata que combustível.

      Soma-se isso, ao fato de que carros elétricos tem bem menos partes de desgaste e que requerem manutenção, já que não precisa de óleo no motor, sistema de arrefecimento e etc, então a manutenção é mais barata também,exceto a bateria que é cara.

  • paulo sergio berezovski

    O model 3 pode ser uma boa aposta para vender “bastante” se vier até 150 mil,o modelo s e x já são bem mais exclusivos

  • Marcelo

    Veículos elétricos não pagam imposto de importação de 35%, logo a Tesla terá uma grande vantagem perante a concorrência. É bem possível que eles consigam vender pelo mesmo preço que os concorrentes ultra premium como BMW 7, Classe S, Jaguar Xj etc. O fator novidade, exclusividade e diferencial tem muita importância nessa categoria de veículo. Lógico que vai ser uma venda mínima, mas certamente vai fazer burburinho no mercado. O carro é E S P E T A C U L A R! Já vi vários no EUA e já tive a oportunidade de ir na loja deles, entrar e mexer no carro. Pra quem não sabe eles são vendidos em lojas de shopping. De forma bem informal. Você entra, escolhe modelo, cor, configuração, acabamentos e recebe o carro depois, em outro lugar, onde faz praticamente um curso de como utilizar o carro. Não sei se essa configuração de venda vai funcionar no Brasil, veremos. Principais problemas ao meu ver serão a dificuldade para ser blindado ( praticamente não existe carro desse nível sem ser blindado em Sp), a dificuldade de carregamento na garagem dos condomínios e a durabilidade dos componentes da suspensão e rodas nas ruas lunares de Sp. Preço vai ser o menor dos problemas. Gente rica é o que mais tem em Sp.

    • ####Carlao GTS

      Aqui no LEM. nego vai comprar e andar com ele no meio da soja.

    • Pacheco

      Esse carro é mais um brinquedo para mostrar aos amigos do que um veiculo de uso diário.

  • fbl

    Em breve nos melhores triplex do guarujá

  • Edilson

    Acho q tem algum erro aí, só 250/h?

    • Alexandre

      Limitados eletronicamente, eu acho.

  • jkpops

    deve fazer sucesso entre os FPP que tem muito dinheiro pra gastar uma coisa é certa. nunca veremos um Tesla popular…. pois mesmo que um carro dessa montadora custasse o equivalente á 15 mil nos EUA não chegaria aqui por menos de uns 180,200K exemplo o Mustang que lá qualquer assalariado pode comprar aqui só milionário pode acelerar um

  • Roger Rosato

    Sonho com o dia que o Brasil dará incentivos para carros ecológicos, como em vários países da Europa, vários estados dos EUA etc.
    Atualmente, temos de agradecer de a taxa de importação ter sido revogada para os fabricantes que têm planos de construir fábrica no Brasil (se não me engano), que dificilmente será o caso da Tesla.

    • Martini Stripes

      Os impostos para elétricos e híbridos já foram reduzidos. Tem uns meses já.

      • Roger Rosato

        Por incentivos me refiro a descontos no preço do carro e/ou isenção de impostos de rodagem, como na Califórnia e na Inglaterra, respectivamente.

        • Martini Stripes

          IPVA em São Paulo foi isento ou reduziu pela metade. Agora não me lembro exatamente.
          Mas concordo que o modelo de tributação deveria ser uma conta que envolvesse peso e consumo.

  • Mumm Rá

    Olhem a Dilmanta querendo avacalhar a Tesla fazendo propaganda negativa

    • Pacheco

      Eita, ai zica hein… kkkk

  • Martins Junior

    Tomara que vendam muito e encham de ponto pra carregamento…principalmente o Tesla Model 3.
    Daqui a 2 anos da pra fazer uma graça!

  • RTEC30

    melhor parte “negou a proposta de oferecer seus veículos por aqui através de uma representante independente”

  • Augusto

    Acho difícil, mas quem sabe…

  • Guilherme Batista

    Eu já tinha visto esses videos, mas tem que levar em consideração que estão fazendo essas acelerações em linha reta, em um local com asfalto bom e por um curto período de tempo.
    O problema é isso começar a cair nas mãos dos “pilotos de semáforo” que temos por aqui.