Longform Mercado Mitsubishi Pickups

Troca de uma Mitsubishi L200, crise e tabela Fipe

mitsubsishi-l200-triton-24-flex-1

Com essa época de crise econômica, resolvemos adotar aqui em casa algumas práticas para economizar. Fizemos várias mudanças nas nossas rotinas para diminuir gastos e cortar dívidas para não piorar nossa situação futuramente.

Uma das medidas que decidimos tomar era a troca da caminhonete que tínhamos em casa, uma Mitsubishi L200 Triton GLS 12/13 com apenas 19 mil km que foi comprada 0km. O carro era de meu pai e como pode ser observado a quilometragem era baixa, isso porquê o carro era muito pouco usado, somente nos finais de semana.

Acontece que manter esse carro é muito caro, as revisões são caras, peças são caras, IPVA caro e seguro é um roubo. O carro em si era excelente, nada a reclamar, mas já estava chegando na época de fazer mais uma revisão e renovar o seguro. Sentamos, colocamos os gastos na balança e resolvemos trocar o carro.

A venda da L200

Se fosse em outro momento da economia a venda seria bem mais fácil, mas a crise até nisso atrapalhou, foi um processo árduo que durou cerca de dois meses. Anunciamos inicialmente por R$ 82.000, sabendo que estava acima da tabela FIPE (R$ 79.000) justamente por esperar que as pessoas quisessem negociar para abaixar o preço.

Não demorou e apareceram interessados, mas a maioria contestava o valor dizendo que o preço de tabela era R$ 74.000. Quanto a isso fomos bem taxativos e explico o motivo. Tabela FIPE é preço médio, se você quer pagar um preço médio, nada mais justo que levar um carro com estado médio. A nossa L200 estava em um estado bem acima da média. Como também sou mecânico, faço questão de cuidar muito bem de todos os carros. A L200 estava com todas revisões em dia e somente 19 mil km.

Outro ponto que gerava conflito era o valor que os interessados falavam que estava na tabela. Acontece que se colocar no site que o carro é ano 2012, vai aparecer R$ 74.000 e se colocar que o ano é 2013, vai aparecer R$ 79.000.

O critério que usamos é o seguinte, olhamos o número do chassi. Aquela primeira letra do chassi, gravada no vidro do carro, diz qual ano ele é. Além disso existe diferenças entre a Triton 2012 e a 2013, a principal deles é a suspensão SDS do modelo 2013. Para pagar o IPVA, utiliza o número do chassi, para pagar revisão também e na hora de assegurar também, logo nada mais justo que considerar a tabela de 2013.

Após quase 2 meses, conseguimos vender o carro por cerca de R$ 80.000.

A busca por outro modelo

Durante este tempo tentando vender, fomos procurando carros usados e novos para entrar no lugar da Triton, também tentávamos colocar ela na troca, mas os preços que as concessionárias estavam pagando era um absurdo, a maior queria pagar R$ 67.000 na Triton.

Os carros que estávamos procurando eram na faixa de R$ 60.000 a R$ 80.000. Os candidatos eram basicamente todos os hatches e sedãs médios nacionais e importados nessa faixa de preço. Olhamos vários semi-novos, mas meu pai fica sempre com um pé atrás com carro usado, então como já estávamos ficando sem tempo partimos para os novos mesmo.

Fomos primeiro na VW e de cara vimos um Jetta na porta com promoção e taxa zero. Quando fomos atendidos já começou a decepção, a vendedora insistia que o carro em exposição não era um Jetta, mas sim um Voyage, quase batemos boca com a vendedora por causa disso, até que finalmente convencemos ela a levantar da cadeira, andar dois metros e ir lá ver o carro. Era um Jetta.

Depois de vários pedidos de desculpa ela insistiu em nos mostrar os carros que tinha. Eram vários Golfs 14/15 Highline e o mais barato saia por “apenas” R$ 99.900, já o Jetta TSI 15/15 o mais barato disponível saia por R$ 105.000.

Argumentamos sobre o preço elevado do Golf pois o carro iria sair com praticamente dois anos defasados e estava com preço muito acima do que deveria. A vendedora argumentou que o Golf já estava em promoção e que o preço normal era de R$ 105.000. Ficamos de saco cheio dessa loja e fomos embora, sem saber as condições do Jetta em oferta.

Um detalhe é que essa loja tinha um Golf Variant com preço de R$ 87.000, mas como o atendimento foi tão ruim acabamos por não voltar lá. Depois fomos em outras lojas VW e o preços estavam bem parecidos e nada de abaixarem os preços.

Próxima parada foi na Honda, a diferença de atendimento é absurda. Vendedor atencioso, sala de espera, ofereceu test drive simulou varias e várias situações, deu desconto e tudo mais. Cerca de R$ 76.000no Civic LXR com emplacamento e IPVA.

Vimos na TV que a Renault estava com taxa zero para o Renault Fluence Privilege por um valor de R$ 79.000. Chegando na primeira concessionária Renault o vendedor veio com papo de que a oferta tinha expirado e mais um tanto de baboseira, ficamos 5 minutos lá e fomos embora. É importante as pessoas saberem que toda oferta tem prazo de validade e condições que estão naquelas letras miúdas, mas nesse caso eu já tinha destrinchado toda a descrição da oferta e sabia que era balela do vendedor. A oferta tinha começado uma semana antes dessa data e duraria por mais um mês.

Na segunda concessionária Renault já foi diferente, muito bom o atendimento e era tudo como na oferta. Confesso que gostei bastante dessa versão top do Fluence e era relativamente um bom negócio o único, porém é que eles só tinham a pronta entrega da cor prata ou preta.

Depois fomos na Hyundai CAOA, já esperando por um atendimento ruim e não fomos surpreendidos. Ofereceram um Elantra por R$ 89.000 e só faltou a vendedora falar: “Se quiser levar leva, se não quiser tem várias pessoas querendo”. Não há nada que justifique esse preço pelo Elantra e nem esse tipo de atendimento arrogante.

Por último fomos na Ford que também estava com taxa zero para toda linha. Foi então que tivemos uma surpresa, com a chegada do Novo Focus a Ford está dando descontos interessantes. O atendimento foi muito bom, ainda não foi padrão Honda, mas gostei bastante e ainda por cima nos ofereceram um Focus Titanium 15/15 por R$ 78.000. Nessa loja tinha até Titanium Plus Sedan por R$ 80.000, mas pena que era a última unidade e uma outra pessoa comprou primeiro.

Contemos a empolgação, voltamos para casa, sentamos e fizemos um extenso comparativo entre o Civic, Fluence e Focus. Não vou entrar em muitos detalhes sobre todos os motivos da escolha, mas posso citar os equipamentos de série, aparência, valor das revisões e principalmente seguro.

Em casa somos três pessoas que dirigem e uma delas se encaixa naquele perfil de condutor abaixo de 25 anos do sexo masculino e mesmo assim o seguro do Focus ficou em R$ 2.500, nada mal.

Desde então estamos com o último Focus Titanium 15/15 daquela loja. O modelo é um azul e a cada dia que passa ficamos mais satisfeitos com o carro e com a compra. Caso queiram posso fazer um “Opinião do Dono” com o carro.

Para os interessados, acho que ainda tem Focus em promoção nas concessionárias por aí.

Att,

Por Guilherme Batista





  • Rodrigo

    Que pena se desfazer da L200! Eu acho uma excelente pickup!
    Muito boa compra! Desconto legal! O Focus pode não ter um espaço tão grande no banco de trás, mas roda gostoso e é bem divertido de dirigir!

    • Guilherme Batista

      Eu fiz o teste assim, eu tenho 1,83 e ajustei o banco da frente pra mim. É importante ressaltar que eu não dirijo igual playboy com o banco la atrás e deitado. Eu dirijo na posição recomendada.
      Com o banco ajustado desse jeito, quando entrei no banco de trás o espaço para o joelho foi a conta. não sobrou nem faltou espaço.
      Poderia ser melhor sim, mas não chega a ser ruim para o nosso uso.
      Quanto ao carro, é fantástico, me surpreendeu demais o quão esse carro é grudado nas curvas mesmo em alta velocidade

      • Ramom Alencar

        parabéns, só faltou citar mais detalhes da l200 na metéria, como motor e câmbio…

        • Guilherme Batista

          Eu não quis fazer isso pois o texto estava ficando bem extenso.
          Eu gostava bastante da L200, antes dela tivemos a L200 HPE e tinha motor de 141 cv que dava bastante torque mas a potência era pouca, fazendo que o desempenho na estrada fosse ruim. Também não gostava do raio de curva dela, virava igual caminhão e isso na cidade é péssimo para manobras.
          Já com a Triton foi tudo diferente. O torque é alto e a potência da conta até na estrada, deixava muito carro pequeno pra trás. A sensação da tração traseira te empurrando era sensacional.
          O destaque pra mim era a suspensão, que foi emprestada dos carros de Rally e isso contribuiu demais pra estabilidade e conforto, pra mim é muito superior a Hilux. O espaço para os passageiros também era excelente, nada a reclamar. O raio de giro dessa era bem curto, menos de 6 metros, chegava a ser até esquisito, já que o volante da mais voltas.
          Os pontos negativos ficam por conta da falta de equipamentos(esp, banco de couro, farol de neblina, ar condicionado automatico e etc..) , do câmbio que não tinha os engates precisos (parece que é características de pickup) e por ultimo a embreagem pesada, que fazia qualquer engarrafamento ser sofrível.

          No mais o 4×4 dela funciona bem demais, da pra fazer um off road tranquilamente e também ajuda bastante nos dias de chuva, pra evitar aquaplanagem.
          Resumindo é isso, um carro confiável, suspensão excelente e não nega força na hora do trabalho

          • Ramom Alencar

            bacana

          • leomix leo

            Com tempo, faça uma “Opinião do Dono” da nova aquisição. :)

      • Rodrigo

        Rapaz, tem a mesma altura do que eu! 1,83m! E eu também não gosto de dirigir deitado!
        Portanto sei bem desta sensação que diz do carro grudar no chão em curvas!
        A dinâmica veicular desse carro foi muito bem desenvolvida!

      • Caio Henrique Alves Nascimento

        Fala Guilherme,seria muito interessante você fazer uma matéria sobre seu Focus… Uma pena ter vendido a L200.. Já andei em uma e dirigi em outra oportunidade,um carrão!!!

        Abs,

        • Guilherme Batista

          É um carrão mesmo. Farei a opinião do dono em breve

  • Preetinho

    Esses acontecimentos nas concessionárias vw…
    Muita gente elogia, mas na grande maioria a decepção é grande. Uma pena, pois, atualmente está oferecendo bons produtos

    • Lucas

      Não defendo marca alguma, mas mês passado fui na Vw e na Honda…O atendimento na Vw foi excelente! Até o diretor da rede da cc conversou comigo. Na honda…só queriam vender HR-V, como eu não tinha interesse, me largaram na mesa.

      • Jackson A

        Já eu nunca fui bem atendido na vw/hyundai/fiat/ford
        Fui bem atendido na nissan/renault/toyota/honda

      • iCardeX

        Na Toyota me deixaram fora do ar… só porque eu não tenho cara de “Tiozinho”…

        • Guilherme Batista

          Isso ja aconteceu comigo e olha que na ocasião eu queria olhar o Etios

        • Edson Fernandes

          Pois é… já disse aqui… eu já fui em 5 Toyotas diferentes…. e te digo… nunca fui bem atendido. Na ultima, onde pude mostrar para minha mulher o Corolla (anterior ao atual), na hora que liguei o carro do show room eu achei que o vendedor iria sair na mão comigo.

          Pensa em um cara bravo…..

          E olha que eu só fiz isso para mostrar o silencio do carro para minha mulher. Quando ele veio feito um louco, eu desliguei o carro e na hora dele pedir para sentar na mesa, fomos embora.

          • iCardeX

            De tanto o pessoa falar do Novo Toyota (críticas ao preço altíssimo, em detrimento a uma série de outros quesitos) meio que me senti obrigado a visitar a concessionária para conhecer o veículo. E olha que eu fui em uma concessionária de referência por aqui. Basicamente me mostraram o volante, o controle dos vidros, o controle do ar condicionado, o porta-malas, e o preço das versões. Nenhuma questão técnica de convencimento foi abordada, ou qualquer sondagem sobre as minhas reais necessidades foram coletadas. E olha que até demonstrei bastante interesse em conhecer o veículo. Enquanto ela respondia as minhas perguntas sobre o veículo, entrou na concessionária um senhor que devia ter por volta de uns 50 anos de idade, e a vendedora mais do que rapidamente pediu licença para ir correndo atendê-lo. Eu a chamei de volta, e perguntei o que é que ela estava achando de mim: “Ei moça! Só porque eu não tenho cara de “Tiozinho”, você acha que eu não vou querer comprar esse Corolla? Me ajuda, a te ajudar???” Ela ficou tão sem graça, mas tão sem graça, que se gaguejava toda para pedir desculpas, e voltou. Convoquei um vendedor entidade (eu mesmo!) e sugeri, me “auto-convidando“, realizar um teste drive para quebrar o gelo. Na troca, até que pagariam razoavelmente bem em meu Golf Highline Manual, R$ 58.000,00.

            • Edson Fernandes

              Complicado.

              Como eu na maioria das vezes nem pude chegar perto dos carros, esse caso que citei foi o mais proximo do que eu pude entrar em um Corolla.

              Essa discriminação ainda poderá fazer algo ruim para a Toyota porque eles não devem pensar apenas em consumidores de idade, precisam cativar desde os mais novos.

              Eu particularmente acho bem caro e não teria um hoje ainda que possa ser um otimo produto.

              • iCardeX

                Eu vejo assim: O veículo custa R$ 97.000,00. Seu fosse vendedor de veículos eu olharia eternamente uma oportunidade de ganhar R$ 970,00 (1% de comissão) em 40 minutos que fosse. Existe a oportunidade de venda indireta, porque o cliente conhece alguém que vai comprar ou já comprou um veículo, e por aí vai. Ela não se deu o mínimo de trabalho para convencer-me a comprar aquele Toyota.

                • Edson Fernandes

                  E outra … O bom vendedor sabe sentir o comprador em potencial. Só penso que lá, há sim um criterio de preconceito com uma pessoa mais nova.

                  Eu não acho de todo mal o Corolla, mas o acho bem caro.

    • gveralonso

      Atendimento VW péssimo… Meu avô com Fox 15/15 com 3 meses e já quer trocar por atendimento beem ruim da concessionária VW, não pega Fiat pelo mesmo motivo (além de achar feios).

  • Tosca16

    A nova virá mais moderna, entretanto gosto é pessoal; agora me admira um dono de pickup’s falar dos altos custos de manutenção de seus modelos, não sei se é somente na Mitsubishi L200 mas aqui virou moda dizer que a compra de uma pickup diesel é “investimento” à longo prazo falando da economia, baixa manutenção e durabilidade .

    • Guilherme Batista

      Essa foi a segunda pickup diesel que tivemos e o que posso dizer é que elas são bem mais difíceis de estragar, além do motor durar bem mais.

      Mas as revisões são bem mais caras que as de um carro a gasolina ou flex e quando precisa comprar algo fora da revisão aí fica mais caro ainda. Por exemplo: quando teve que trocar as pastilhas de freio, foi cobrado 1500 reais o par.

      • duduEAS

        Mas qual a preocupação com durabilidade se voces rodaram irrisorios 19 mil km?

        • Ele disse que segue as revisões da concessionária, e revisão é por tempo ou quilometragem, o que vier primeiro.

          Além do seguro e IPVA, que independem da quilometragem.

          • THE GUNSLINGER

            Para revisões sim, mas repare que ele fala em motor durar mais e ser mais difícil de estragar…. tomando por base um carro com 19 mil km.

            • fillipe sampaio

              Já é a segunda pickup. Ele tá levando em consideração a experiência com a primeira.

              • Guilherme Batista

                Exato, além disso, não é preciso rodar 300 mil km pra saber que motor diesel dura mais aqui no Brasil, basta conhecer um pouco sobre motores.

        • Gustavo Cruz

          Pelo que entendi, o objetivo não era vender com 19mil kms. Isso só ocorreu por uma questão de custo. Se isso não fosse empecilho, acredito que teriam ficado com a L200 por um bom tempo….é uma excelente pickup.

        • Guilherme Batista

          19 mil foi com a segunda pickup a primeira foi bastante rodada. Além disso quando ela foi comprada a previsão era de rodar bem mais tempo com ela e até mesmo usar pra trabalhar, mas coisas mudaram e isso não foi preciso. Além disso existe a questão de desvalorização também, se não fosse Diesel, jamais teríamos conseguido vender por esse preço.

          • Alvaro Guatura

            Vendeu antes da bomba estourar, mas muuuuito antes…

        • Guilherme Batista

          Eu acredito que durabilidade seja um requisito para compra de qualquer veículo, ou você compra alguma coisa que já sabe que vai estragar?

          • Edson Fernandes

            Vai saber né… tem gente que acha que o motor vai fundir a qualquer momento porque nao colocou oleo…rsr

      • Fraga

        Mas nunca que eu trocaria pastilhas em ccs….é pedir pra ser roubado. Um jogo não sai por mais de R$200,00 e de marca original. E trocou pastilhas com menos de 19 mil rodados?

        • Guilherme Batista

          Foi exatamente o que fizemos, não trocamos lá.
          Sobre a quilometragem, quando o carro é pouco rodado é considerado uso severo e coisas desse tipo podem acontecer. A L200 foi feita pra rodar com carga na caçamba, o que não acontecia. Com isso forçava bastante os freios frontais, além dos efeitos causados por pouco uso

          • Fraga

            Temos pickup em casa a anos….nunca foi preciso fazer os freios dianteiros com baixa km….e ela anda praticamente sempre vazia. Uso severo se aplica a óleo e filtros….freios é por desgaste de uso.

          • Jf Contato

            Na verdade, concordo com o Fraga, se você andasse sempre carregado, aí justificaria o desgaste maior das pastilhas. O peso na caçamba quando a pick-up freia é transferido em boa parte para os freios dianteiros, basta ver como a frente afunda em freadas fortes. Cargas em pick-up danificam suspensão traseira principalmente quando a pista é ruim e aumentam o consumo global de freios, principalmente dianteiros. Se você só roda seco, único motivo para um desgaste tão acentuado é frear com tudo e em alta velocidade.

            • Guilherme Batista

              Justamente pelo fato da frente afundar que o freios desgastam mais, além do fato de que o peso dela ta praticamente todo na frente . Se andasse carregado iria desgastar muito mais sim, mas como andávamos vazio aí desgastava praticamente só os freios da frente, a traseira ficava muito leve e solta, tanto que quando acelerava forte ela cantava pneu toda hora. Outra coisa a se observar é o tamanho do tambor de freio dela, é muito pequeno, parecendo de carro comum, sempre achamos isso muito esquisito.
              De qualquer forma foi preciso trocar as pastilhas, seja por mau uso ou defeito. Ela não chegou a ter um desgaste total, mas a gente nunca trabalha no limite.

        • leomix leo

          Minha mãe tinha um corolla 2012, ela fez a besteira de trocar pastilhas e discos aos 60mil na CCs, gastou só R$ 2.200,00. Kkkkkk

          Até hoje falo com ela, na revisão do fusion não faça essa besteira.

          • iCardeX

            Caraca! Troquei os discos o Gol aos 120.000Km. Pastilhas, na minha realidade de trânsito, duravam 70.000km.

    • MRghost

      nossa que susto ! quase cai da cadeira e falei sai oferenda no meio do trabalho kkk !

  • Thiago K. Galiza

    Não teve curiosidade de olhar o C4 Lounge THP?

    • Guilherme Batista

      Ele era o último da lista, mas depois da oferta da Ford acabou que não chegamos a ir na Citroen

      • Thiago K. Galiza

        Pois é, eu achei curioso ele não ter ido pra sua lista de possível compra. Afinal, ele está com Taxa zero também. E particularmente, é um carro que eu gosto bastante, adorei dirigi-lo.

        • Guilherme Batista

          Ele estava na lista sim, e parece ser um carro excelente, mas na minha opinião o Focus é ainda melhor e com esse preço ficou mais fácil a decisão

      • Junoba

        Aqui onde moro, a CSS da Citroen é uma enganação total. Nem voltamos mais depois de tanta enrolação. Não sei como está hoje.

  • Louis

    KKK eu ri lendo o episódio do Jetta / Voyage.
    Sobre a troca dos carros, achei sensato partir para 0km pelo valor a ser gasto. Acho que não faria sentido vender um carro quase zero por 80k e pegar um usado de procedência duvidosa por 80k. Usado faria sentido se fosse para sobrar grana na mão.

  • zekinha71

    Nossa a VW está tão avacalhada que nem os vendedores sabem que carro está na frente deles.
    Deve ser por isso dos preços tão altos, não sabem qual é o produto então coloca o preço do mais alto, vai que vende.

    • BillyTheKid

      Bom, a frente é igual em quase todos os carros da VW, nem dá pra culpar a vendedora…

      • Jackson A

        Esse é de fato um problema existente, a frente dos vw são mt parecidas.

  • Brasileiro

    Parabéns pela aquisição, a melhor escolha

  • Economy

    “Fomos primeiro na VW e de cara vimos um Jetta na porta com promoção e taxa zero. Quando fomos atendidos já começou a decepção, a vendedora insistia que o carro em exposição não era um Jetta, mas sim um Voyage, quase batemos boca com a vendedora por causa disso, até que finalmente convencemos ela a levantar da cadeira, andar dois metros e ir lá ver o carro. Era um Jetta.”

    Como é que uma concessionária contrata uma vesga como vendedora?

    • Bruno@BRN.CS

      Tirando equipamentos e motor Volkswagem só se distingue por P, M e G. Voyage e Voyagão ou Jettinha e Jetta. Zuera a parte, lamentável essa mania de quase todas a montadoras de ter todos seus carros semelhantes, ficamos sem opção, se não curte um, não curte todos da mesma marca isso falando em design.

      • Economy

        Mas é inadmissível um vendedor não conhecer o produto que vende. Esse é o mal terrível dessas empresas: contratam vendedoras que usam a boa aparência apenas na hora de convencer o cliente a comprar, mas barram no conhecimento do produto. Nesse caso aí foi o nível “hard” da burrice da vendedora.

        • Junoba

          Isso chega a dar raiva, beira o absurdo. Como o próprio vendedor não conhece seu produto !? É impressionante a falta de conhecimento por parte dos funcionários.

        • Bruno@BRN.CS

          Troquei de carro em dezembro passado e é fato, as pessoas não procuram mais conhecer aquilo que se está vendendo, se ouve cada absurdo, fora que em muitas lojas que entrei dei uma volta no pátio e fui embora, falta de atendimento. Me lembro de perguntar se um C3 tinha um acessório não me lembro qual, sabia que não tinha, mas só para testar, ai o vendedor falou com aquela cara de que estava louco para ir ver a sessão da tarde que o carro tinha.

      • radiobrasil

        Aqui a patroa não aceitou um Tiguan pra substituir um Captiva pq ela acha = uma spacefox kkkkkkkkkkk

        • Leonardo Berbel

          A minha insiste que a RS6 avant, é a mesma coisa que uma Parati. Kkk

          • Matheus Marques da Silva

            cara… hahahahaha parece q eu to falando da minha mãe! hahahaha

            Minha mulher é um pouco mais coerente, acho que de tanto me ouvir falar de carro. Mas uma coisa é certa: Ela confunde TODOS os VW e isso não puxou à mim (que também não sou nenhum fã, diga-se de passagem).

          • defotube .

            kkkkkk, eu tinha um bravo e alguém disse que era parecido com um Cayene. rs rs

            • Leonardo Berbel

              Cayenne = bravocross

            • Junoba

              Essa foi de doer…kkkkkkkkkk… Bravo parecido com o Cayenne…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…… Nunca mais eu esqueço isso !!!

        • Bruno@BRN.CS

          Kkkkk

      • Edson Fernandes

        No minimo, a vendedora deveria pedir um momento para ver ou simplesmente dizer ao comprador que iria verificar. Ou simplesmente falar a respeito do carro… e só.

        Ir além disso é besteira.

    • gveralonso

      Estava eu fazendo um test drive num Gol 1.0 e o vendedor teve a cara de pau de falar comigo que o motor tinha injeção direta kkkkkkkkk ri na cara dele.

      • Economy

        KKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!

  • Silvio Brito

    Maa no final economizaram cerca de 10 mil em um ano se considerar a desvalorização do focus devem estar perdendo uns 5 mil ainda.

    • iCardeX

      Qual é a lógica desse teu cálculo aí?

      • Silvio Brito

        Considere a desvalorização, e a economia com seguro e revisões no calculo. Se quiser pode ate colocar o combustível, mas como rodam pouco em um ano nao muda muita coisa…

  • Vitor

    Parabéns pela escolha. Quando puder faça a “Opinião do Dono”.

  • Wendell Rodrigues

    Interessante o conhecimento e treinamento dos vendedores confundindo Jetta com Voyage kkkkkkkkk

    “Esse ai é o Voyage TSI”

    • Anderson Rezende

      Era só ter oferecido 50k pra vendedora no “Voyage” que estava na porta kkkkk

      • Wendell Rodrigues

        Seria bão demais da conta kkkkk Jetta a preço de Voyage que diga-se de passagem era pra ser o preço real… porem ma próxima geração o Jetta deve chega a preço de Fusion vide o motor dele gerar 240 cvs também com um up kkkkk

  • Economy

    Parabéns pela escolha. O Focus compra quem quer mais conforto e mimos tecnológicos, rompendo assim com a ditadura da recomendação comercial por um modelo A ou B. Na minha opinião, o Focus é o mais belo e mais sofisticado da categoria.

  • André Maia

    Sim meu amigo, faça o “Opinião do Dono” e poste fotos da barca.

    • Guilherme Batista

      Farei sim, vou só esperar mais um tempo pra ver se aparece algum problema e conhecer realmente bem o carro pra depois fazer um relato mais detalhado

      • Gustavo Zoch

        Pensa positivo. Dê sua opinião como sendo o cara rabudo que não teve nenhum problema com um Focus!

        ps. eu tenho um!

        • Guilherme Batista

          Farei em breve

  • Guilherme Batista

    Agora relendo o texto que eu mesmo escrevi, percebi que esqueci de falar algumas coisas.
    A taxa zero era importante pois não queríamos pagar o carro totalmente a vista, já que queríamos guardar um pouco para investir em outras coisas.
    Não chegamos a olhar os outros modelos por não gostarmos deles. O Corolla não vale o que custa, o Sentra não agradou o design nem o desempenho, o 408 tem uma desvalorização absurda e o Lancer tem o mesmo problema do Corolla. O C4 Lounge até nos interessava, mas devido a falta de tempo e ao negocio apresentado pela Ford, não chegamos a ir na Citroen.

  • Vitorugo V.

    O loko! Vendeu muito bem sua l200. Dificil hoje em dia vender carro no preço de tabela FIPE.

  • Bittencourt

    Parabéns por todo o processo de venda e compra!
    Algum aborrecimento com o PowerShift?

  • THE GUNSLINGER

    L200 e Focus são carros com propostas absolutamente distintas, é difícil encontrar alguém que mude de um para outro sem que tenha havido alguma mudança expressiva de necessidade de uso (mudança de interior para capital, venda de sítio, etc.). Ainda mais rodando tão pouco fica complicado entender o motivo da compra da L200, em primeiro lugar (visto que na troca outras camionetes ou SUV’s não foram consideradas, apenas sedans).

    • Jackson A

      Tbm fiquei sem entender o motivo dele ter adquirido uma l200…

    • Louis

      Muita gente que tem pickups porque gostam da robustez, posição elevada, mas não necessariamente utilizam sempre no off-road ou lotado de carga.
      Eu mesmo já tive pickup média e troquei por um carro compacto.

    • Gnull

      Ele disse que quando comprou iria usar tbm para trabalho, mas depois algo aconteceu e não foi mais preciso.

  • rodrigo

    ta mais doq certo essa media de preco da tabela! alem de tudo, quando vc entra no site da tabela fipe, esta bem claro: ESCOLHA O ANO/MODELO DE SEU VEICULO, e NAO ano/fabricaçao, entao se seu veiculo é 2012/13, a tabela fipe vai considerar o 2013! e axo mais doq justo tbm! quer comprar por tabela entao nao exiga um carro em perfeito estado de conservacao..

  • “..Quanto a isso fomos bem taxativos e explico o motivo. Tabela FIPE é preço médio, se você quer pagar um preço médio, nada mais justo que levar um carro com estado médio…”

    Discordo frontalmente desse argumento! Qual o mal da pessoa querer um carro em perfeito estado de conservação, pagando 5 mil a menos que a Fipe, o valor da Fipe ou 5 mil a mais? Já ouvi muitos dizendo que a Fipe é o máximo que aceitam pagar.
    No entanto, defendo sua liberdade de cobrar quanto acha justo no seu veículo, levando em consideração a Fipe ou não. Fipe na verdade como você bem observou não é uma regra, mas uma referência. Você pode vender seu carro por 200 mil ou 200 reais… Desde que haja transparência para o comprador.
    Ah, parabéns pelo relato e boa sorte na compra!

    • iCardeX

      Essa história da tabela fipe me rendeu uma novela. O Golf que tenho e paguei 68k em 2013, no ano seguinte estava R$ 83.000,00 (2013), R$ 76.000,00 (2014), e, atualmente, R$ 70.825,00. O detalhe é que esse é preço médio de versões com os caríssimos opcionais. Das 3 vezes que simulei uma intenção de compra por um modelo qualquer, oferecendo esse Golf como parte do pagamento, levaram quase 30 minutos para sugerirem (e gaguejando) um valor de proposta. A proposta menos pior foi R$ 58.000,00 na Toyota para o pegar o (Altis). A Pior, na Ford R$ 48.000,00 para o pegar o Titanium Plus.

      Golf Highline Manual parece perna de cobra… E zero KM sai por R$ 83.770,00.

      • Edson Fernandes

        Realmente foi terrivel essa proposta de R$48000… mas se vc for considerar a troca por esse valor, não deixe de falar comigo antes…rs

        • iCardeX

          Nem! Vou usar esse Golf até desmanchar….

          • Edson Fernandes

            Ainda bem…rs

            Porque ue ficaria doido para ter um a esse valor (que inclusive é o que eu poderia ofertar…rs)

            • iCardeX

              Não é um veículo belo, mas ele provou ter construção e tecnologia em outro nível. Sejam lá os engenheiros que idealizaram esse veículo, provaram-me que fizeram um trabalho que mereceu o meu respeito. E olha que eu guardo no fundo do meu coração uma história de ódio com a VW do Brasil. Enfim, completaram os 70.000km. Vou agendar a revisão, e fazer um review completo (e diferente de todos os outros relatos do MK7 já apresentados) desses 21 meses de convivência.

              • Edson Fernandes

                Faz sim!!! é sempre muito bom ouvirmos do proprio Dono suas impressões!

  • Luiz Felipe Marconi

    O interessante é que pra vender a L200 dele mesmo sendo 12/13 ele queria vender com preço de 13 mais o golf que era 14/15 ele queria comprar com preço de 14.Assim amigo fica difícil sustentar os seus argumentos

    • Junoba

      Mas esqueceu que todo mundo só olha seu lado !? O que é benefício pra mim, pra tu não é.

  • Leandro Santos

    Nem precisaria passar na caoa. Foi perda de tempo… Rsrs

  • Kaike Silotti

    Parabéns pela compra, fiz o mesmo, só que me desfiz de um Cruze pra pra pegar o Focus hatch Titanium plus com o mesmo desconto citado por você.

  • KawasakiNinja

    Tabela FIPE é ficção científica… Há 10 dias comprei um Nissan Murano V6(265cv) com 54k kms, único dono, impecável, completaça de tudo, teto solar, xenon, sistema de som bose amplificado espetacular, retrovisor eletrocrômico, camera de ré, tampa da mala com acionamento elétrico, até os bancos traseiros são elétricos!! O carro tem tanta coisa q o manual tem 3cms de espessura… E q foguete!!! Tô apaixonado pelo carro!! Tabela FIPE: 73k, comprei por 50k na loja, com garantia de motor e câmbio. E pensar q cogitei a hipótese de comprar um hrv, renegade ou ecosport… fala sério, carro tem q ser japonês, alemão ou norte americano, essas porcarias nacionais ninguém merece!!

  • KawasakiNinja

    Tabela FIPE é ficção científica… Há 10 dias comprei um Nissan Murano 2009 V6(265cv) com 54k kms, único dono, impecável, completaça de tudo, teto solar, xenon, sistema de som bose amplificado espetacular, retrovisor eletrocrômico, camera de ré, tampa da mala com acionamento elétrico, até os bancos traseiros são elétricos!! O carro tem tanta coisa q o manual tem 3cms de espessura… E q foguete!!! Tô apaixonado pelo carro!! Tabela FIPE: 73k, comprei por 50k na loja, com garantia de motor e câmbio. E pensar q cogitei a hipótese de comprar um hrv, renegade ou ecosport… fala sério, carro tem q ser japonês, alemão ou norte americano, essas porcarias nacionais ninguém merece!!

    • defotube .

      O problema são os veículos salvados, “cabritados”, aqueles que foram vitimas de enchentes e outros.
      Tem um grande mercado paralelo de carros roubados e o Estado não consegue conter!

    • THE GUNSLINGER

      Puxa, como você é esperto. ..

      • KawasakiNinja

        Exxxxperto!! Sou carioca, P3**@!!!! hehehe

        • THE GUNSLINGER

          Tá exxxplicado hehehe

    • Guilherme Gimenes

      eu NUNCA compraria um carro com o valor tao abaixo da tabela…pode ter certeza q tem treta.. e mais, comprar carro eh mole..manter q sao elas.. se vc quebra um farol.. ta ferrado pra arrumar outro.

      • KawasakiNinja

        A princípio vc está certo, seu raciocínio está correto em se tratando de carros comuns, nacionais. Mas quando se trata de carros importados com mais de 3 anos de uso, seja suvs ou esportivos, a tabela fipe é ficção mesmo. O mercado para esses carros é bem mais restrito, o numero de pessoas dispostas a “encarar” um carro destes é bem menor(bom pra mim, q só compro carros nesse perfil). Qdo esses carros chegam nas lojas, eles colocam o preço lá em cima, às vezes até superiores aos da tabela fipe, mas, com o passar do tempo acabam baixando o preço, e, depois de uns 2 meses sem ter conseguido vender, eu faço uma proposta “indecente” e acabo levando. Há uns 4 anos comprei um Eclipse V6 2008 bem abaixo da tabela fipe, numa loja. Rodei 3 anos com o carro sem ter nenhum tipo de problema. Tenho outro carro tb esportivo comprado sob as mesmas condições e é só alegria. Geralmente os donos destes carros rodam pouco, pois tem outros em casa, sendo assim, consegue-se encontrar carros assim muito bem conservados. O seguro obviamente é salgado mas pra mim vale cada centavo. É outra coisa, muito superior às carroças fabricadas aqui.

        • Edson Fernandes

          Interessante. Poderia falar mais a respeito?

          Pois essa é uma estrategia boa, porém me parece ser necessário um dinheiro “bom” para manter esses carros.

          Pode dizer um pouco de consumo, seguro e gastos com manutenção?

      • Alvaro Guatura

        Sim, é o tal do “o rico não quer mais, e o pobre não consegue manter”
        Como já tive veículos caros de manter (ciente disso), sei bem qual é a encrenca.. é justamente por isso que o valor de aquisição é baixo
        O contrário também acontece, Corolla custa caro e não desvaloriza mas a manutenção é de carro popular

    • Junoba

      Nem sabia que a Nissan vendeu esse carro aqui no Brasil…

      • KawasakiNinja

        A Nissan vendeu o modelo da primeira geração(2004 a 2008). A segunda geração(2009 a 2013) veio só por importações independentes.

  • Bruno

    crise? não à vejo!!

  • A.Lai

    Ótimo relato, gostaria de ler mais sobre o focus!

  • Alexandre

    Muito bom Guilherme, temos que pesquisar sempre. O que assusta é que nas Concessionárias parece que não há crise. Os preços exorbitantes continuam.

  • Rafael Prado

    Depois de ter um ford, digo focus sedan 2.0 16v automático
    2010, aprendi que essa marca não verá meu dinheiro novamente. Sim ele tem boa
    suspensão e para por aí. Não encontro nada mais nesta nova versão além de um
    visual futurisco que me faça quer e esquecer todos os defeitos e o consumo
    absurdo de carros da Ford. E como é no atendimento de venda da Honda, o pós é a
    mesma coisa, e por isso e todos as qualidades do meu Honda Civic 2011 me fazem
    a cada dia me sentir mais feliz em possuir um japones, e trocaria por outro sem
    duvidas e sem pensar em outros. Agora quanto a L200 é realmente um problema
    te-lás se morar na cidade. Uma Pena.

    • Alexandre Maciel

      Exatamente por essa razão meu próximo será novamente um Honda ao invés de um Ford. O atendimento da css Ford em Fortaleza é até interessante; o consultor é gente boa, o gerente e os mecânicos, idem. Mas o atendimento da marca em si classifico como no mínimo lastimável.

      Então, se a marca não tem interesse em fidelizar cliente, razão alguma eu tenho para me contentar apenas com as amizades da css e o esforço de seus funcionários quando, em contrapartida, posso ter um atendimento melhor na css Honda e, digo por experiência própria, uma atenção superior da marca.

      • Edson Fernandes

        Eu já consideraria além do que vc disse o produto. Se eu tenho um produto que me atende perfeitamente, essa concessionaria apesar de não ter apoio da fabricante me resolve os problemas, eu consideraria isso sim.

        Se eu não me engano vc tem ou teve um Honda Fit certo?

        Se apenas o atendimento é melhor, sendo que a outra marca nunca me deixou na mão, eu acho que vou pelo custo x beneficio.

        Para mim, hoje encontrar algo assim na Citroen (cujo o preço pula muito de um C3 para a familia C4) é dificil. O preço é bem alto e mesmo que eu sempre tenha tido um atendimento exemplar, o preço do carro fica dificil de encarar. Felizmente a Citroen ao contrario da peugeot, tem tido preços interessantes de seguro inclusive, só que eu nesse caso avaliaria outros pontos. Mas enfim, só disse minha opinião e visão para vc ver qual é meu panorama, já que talvez eu consiga finalmente convencer minha mulher a pegarmos um sedan médio (que eu não vejo a hora por ser um carro superior e também por ser espaçoso, algo que tenho precisado).

  • Offline_Mode

    Muito legal o Relato Guilherme

  • Thiago C

    Alguns vendedores subestimam a inteligência do comprador. O sujeito quer ganhar a comissão sem fazer esforço, esnobando e mentindo pro cliente. Quando falta comida na mesa, a culpa é de todo mundo, menos deles. Mentiras e invenções hoje em dia beiram o ridículo, muita gente já chega na concessionária conhecendo tudo do carro e sabendo o preço de tabela. Acordem, vendedores (os ruins)!

  • Mauricio L.

    Legal o relato, e parabens pelo carro. acredito que estão bem servidos por um bom tempo.

  • Joildo Dias

    Conseguiu comprar o Focus por um bom preço, parabéns pela aquisição….

  • Alvaro Guatura

    Se é por motivo de evitar uma crise, não fez muito sentido pra mim a troca.
    Quem pode vender um carro caro assim e comprar outro caro, não faz tanta diferença o seguro (por mais que seja um absurdo).
    Pra usar tão pouco eu iria de Up Turbo, algo assim, gastaria uns 40 mil, guardaria os outros 40 e pronto.

    • Eduardo Sad

      Concordo contigo. Cada um sabe onde o cinto aperta, mas se o objetivo era “cortar gastos, diminuir dívidas… para não piorar futuramente” trocar um carro praticamente 0km por um 0km, com mesmo valor, com objetivo de poupar em manutenção e seguro anual, parece-me uma economia muito baixa. Com os argumentos alegados pela troca, em momento de dificuldade financeira, o prudente seria pegar um veículo mais em conta que, apesar de desvalorizar da mesma forma, desvalorizaria nominalmente bem menos que um carro de R$ 80mil, diminuiria gastos com IPVA, consumo de combustível (se bem que pelo tanto que se anda, a diferença nesse quesito seria baixa), manutenção e ainda por cima, guardava a diferença como reserva de capital. Apenas uma opinião.

      • Alvaro Guatura

        Tá parecendo eu querendo arrumar argumento pra trocar de celular (sem necessidade).
        Eu vi essa troca apenas como gasto, e não como economia.
        Economia seria guardar os 40.000 na poupança (um pouco todo mês, já que estão arcando com financiamento do Focus) e continuar com um veículo de maior valor na garagem, gastando sim seguro alto, mas economizando emplacamento e a desvalorização inicial de tirar o carro zero km

  • Junoba

    Meu avô tem um Fluence, e meu pai um Focus. Eu ficaria com o Renault sem pensar muito. É um carro com uma vasta lista de equipamentos, preço do seguro baixíssimo, valor abaixo da concorrência, muito confortável, e na maioria das vezes se encontra com taxa 0%.

    Um dos pontos negativos, é a desvalorização, é um carro injustiçado pelo mercado. Posso garantir uma coisa para vocês, ele é um carro que não encanta, mas te conquista.

    • Edson Fernandes

      Para você né? Porque meu vizinho tem um (e eu sou declarado gostar muito do Fluence) e isso só aumenta mais a vontade de ter um.

      ele me conquista e encanta sempre que vejo um.

  • Bruno Melo

    Crise muito boa essa hahaha

  • Alexandre Gariglio

    Então, já tive muita vontade de ter um Focus ou outro carro da Ford. Porem a desvalorização e a mudança drástica de seus modelos me desanimou. A Ford está parecendo a finada FIAT, muda a cara do carro todo ano, não pensa no custo de investimento do carro.
    Eu estou com VW agora, porque sei que quando for vender não perco tanto quanto a Ford, este mesmo Focus que comprou agora, ano que vem muda tudo e todo o investimento que fez vai por agua a baixo, dos 79k que comprou, vende por 40k ou até 30k… Vejo muita gente comprando um Fusion 2012 por 40k ou Focus 2012 pelo mesmo valor ou menos… =/ Bem é minha percepção… Valeu…

    • Rafael Prado

      Verdade, um Ford perde muito valor, e ainda consome muito acima da média, e quando se precisa de peça, meu Deus !! É dificil conseguir e quando chega pode levantar as mãos! uma parte daquele para-choque da Eco freestyle 2008 foi acreditem R$1298,00.

  • Eufrasio Mota

    Eu teria me arrependido desta troca… Tomei uma decisão “racional” destas há 2 anos quando me desfiz da minha Hyundai Tucson (Quitada) e adquiri um Polo Sedan Conforline 0Km (financiado). A Tucson era 2010, modelo GL, logo sem ABS e ar mecanico (Que deu defeito 2x em garantia), então estes pormenores me motivaram ainda mais a fazer a troca temendo problemas futuros com o ar ao termino da garantia e a falta do ABS que realmente faz falta num carro pesado destes.

    Fiquei com 43.000,00 na mão, dei 15K de entrada e financiei o resto em 60x. Ok, o Polo é bem mais economico, faz 10km/l de gasolina na cidade contra 6 da Tucson, tem ABS, ar climatronic, outros mimos, mas a “descida” de uma SUV para um Sedan compacto é brutal em todos os aspectos, eu e minha família sentimos (espaço interno, conforto, sensação de segurança, respeito, sim todos respeitam mais um SUV do que um Polo, pois é mais “massa” para bater e o estrago é maior, entrie outros aspectos).

    Resultado, como havia tido uma queda grande de renda do meu emprego anterior para o atual (Sim fui demitido e passei um tempo até me recolocar e o que aparecia era muito inferior), uma medida dessas era necessária para redução de custos, no entanto, até a familia se adaptar aos novos padrões de renda, os R$ 28K restantes viraram fumaça em menos de 2 anos para cobrir os descasamentos do caixa…

    Fiquei com um financiamento até 2018 (Estava com o anterior quitado), um carro de categoria inferior e a sensação permanente de ter feito uma grande burrice…

    Posso não ter sido 100% competente nesta tomada de decisão, nem o seu caso foi extamamente igual ao meu (Exceto pela troca de uma pickup por um Sedan médio), mas o que ficou para mim como lição é que nem sempre o “racional” é o mais sensato. Avalie bem seu perfil, seus gostos e se dá para segurar o carrão. Se der, segure e se tiver que trocar, SEMPRE troque por um melhor que o seu e preferencialmente da mesma categoria ou superior (SUV, Pickup, Sedan, etc.).

  • Diógenes P P Filho

    Acho engraçado as pessoas tentando dizer que o seu carro é acima da média. Meus amigos, carro tem que ser bem cuidado mesmo. Eu mesmo se vou procurar um carro usado só compro se estive muito bem conservado. Se tiver algum sinal de que o dono anterior vacilou com a manutenção eu não compro. Quem quiser vender o seu usadinho por um preço melhor, então façam por onde. Procurem manter seus carros, pois a situação não tá fácil pra ninguém e não se surpeendam se quiserem no seu carro R$ 5000,00 a menos que a tabela FIPE. Carro é bem de consumo e não bem durável!

  • Diógenes P P Filho

    O Focus é um excelente carro. Ruim é a Ford. Daqui a dois anos vc conta aqui o quanto pagou nas revisões “tabeladas” deles. Não se surpreenda de pagar mais de R$ 3000,00 em dois anos!

  • RoCha

    Comento a respeito de concessionárias. Aqui em São Carlos, também há dificuldades com várias concessionárias. No final do ano passado, decidi trocar meu Corolla. Já era o terceiro Corolla e julguei que o novo não valesse a pena. Fui pessimamente atendido na Citröen da cidade. Interessado no Lounge, o vendedor nem me deu bola, apresentação pessoal apenas dizendo o nome, nem bom dia; perguntei a respeito do thp tendance, ele (Francis) apenas apontou para o carro, indagado a respeito do preço, mais um monossílabo, 80 mil. Um amigo havia comprado na semana anterior o mesmo carro por 76 mil, questionado a respeito, a resposta foi: houve aumento. Deixei-o calado sozinho. Na Honda, horário de almoço, não fui sequer notado ao entrar na loja, após 30 min de espera sem atendimento, desisti. Por fim, fui à VW, vendedor adequado, supriu minha necessidade e fechamos negócio num jetta tsi com metade de entrada e metade em 24 “sem juros”. Tenho um outro pequeno e também tive experiência ruim na Hyundai e na Ford da cidade, isso há dois anos, quando HB20 tinha fila de espera e Fiesta era o hatch pequeno dos sonhos.