_Destaque Governamental/Legal

Uber é liberado pela prefeitura e vai ficar mais caro em São Paulo

uber serviço

O Uber vai poder operar regularmente em São Paulo (SP). Através de uma publicação no Diário Oficial do município nesta terça-feira, 19, a prefeitura da capital paulista liberou o funcionamento do serviço de forma regular, sendo a terceira empresa a obter credenciamento – a lista inclui também a Cabify e a Easy Táxi. A medida foi tomada dois meses após o prefeito Fernando Haddad (PT) publicar o decreto 58.981 regulamentando a atividade do Uber e outros apps na cidade.

Devido a essa mudança, a partir desta quarta-feira (20) o Uber precisará pagar uma taxa adicional de R$ 0,10 por cada quilômetro rodado na cidade de São Paulo, que será possível ver em cada recibo digital gerado após as viagens como “Tarifa Municipal”. Como exemplo, se uma viagem com o Uber somar 10 quilômetros, o valor final sofrerá um acréscimo de R$ 1 para o consumidor.

Tal tarifa funciona como uma espécie de crédito para circular pela cidade, o que daria à prefeitura a capacidade de acessar dados sobre o números de viagens, total de carros e tarifas de forma instantânea, impondo um limite de 27 milhões de quilômetros por mês ou o equivalente a 5 mil veículos.

Segundo o divulgado da empresa, São Paulo foi a primeira cidade da América do Sul a regulamentar o aplicativo. “Hoje, a Uber afirma que segue com sua missão de oferecer, ao simples toque de um botão, uma opção de mobilidade acessível e eficiente para seus usuários ao mesmo tempo em que oferece uma oportunidade de geração de renda para milhares de motoristas profissionais”, disse em nota.

Desde fevereiro deste ano, o Uber opera em São Paulo protegido apenas por uma liminar que impedia a administração municipal de apreender os veículos ligados à empresa.





  • EuMeSmObYmYsElF

    no Brasil, nada pode ser barato.. hue hue

  • ChalMust

    Começa em R$ 0,10 … daqui uns cinco anos essa taxa adicional estará na alturas … deixa correr!!!!

    • Gilberto Silva

      Mas ao menos liberou, e os Taxistas não poderão se queixar de que os motoristas da Uber não pagam taxa e blá blá blá.. ademais é uma atividade remunerada e assim como todas as outras tem que ser taxada mesmo, é o correto a se fazer, senão torna-se clandestino.

      Parabéns à prefeitura de São Paulo por isso!

      • rodrigomalc

        Há controvérsias… Clandestino é o que está fora da lei, naõ necessariamente o que não é taxado.
        Mania que o povo tem de querer ser “cuidado” pelo Estado. Quando se precisa, olhe pro lado e vê o que ele oferece em troca….
        Esse seu tipo de pensamento é o belo gado tocado pelos governantes… Ou gado ou hiena: Só come carne podre, e ainda vive rindo.

        • alexandre

          Cara, nesse caso não se trata de “ser cuidado pelo Estado”. Trata-se de atividade com fins lucrativos e portanto não tem nada de errado em ser taxada. Gado é ter pensamento anarquista, onde cada um faz o que quer, se vira como pode e todos perdem.

          • rodrigomalc

            Percebe-se que vc não teve o mínimo entendimento do que chamei de gado. Preguiça de debater alguma coisa, viu.. Já foi época que eu tentaria explicar a diferença entre anarquia e liberdade.

            • alexandre

              Seus comentários são de uma extrema falta de educação. Relaxa aí, ok?!

              • rodrigomalc

                Não vi falta de educação alguma, que dirá extrema. Só não houve nada de útil nos seus comentários, visto que repetiu exatamente o que o cara ali em cima comentou, e ainda meteu um anarquismo no meio, o que não tem absolutamente nada a ver com o que falei.

      • Renato Duarte

        Você citou algo que ERRONEAMENTE está enraizado na cultura brasileira: Acreditar que todo serviço que não paga imposto deve ser considerado “Clandestino”. Eu discordo totalmente de você nesse ponto, pois o brasil custa caro justamente por causa desse seu pensamento e de demais pessoas. Por exemplo, o serviço de transporte publico na minha opinião não deveria ser taxado pois é algo essencial, deveria sim ter livre é concorrência pra pelo menos baratear o valor do serviço, que se for anotar na ponta do lápis custa muito caro no final do mês.

  • Zé Mundico

    Prevaleceu o bom senso. É melhor regulamentar e controlar do que deixar a coisa solta e por conta do cão. Toda atividade de transporte público deve ser normatizada e o município deve zelar pelo bom desempenho do serviço prestado.
    E também é bom para não deixar a máfia do sindicato dos taxistas se achar o último caroço do pirão. Esse povo tem um monopólio nas mãos e não abrem prá ninguém. Máfia pura.

    • Deadlock

      Na verdade, o Uber é interessante porque o controle do motorista é feito pelo software e pelos usuários que avaliam os motoristas. Estado não controla nada, só cobra, vide os táxis e ônibus.

    • Artur

      Sem contar que o serviço prestado pelo Uber é de boa qualidade e que pode até contribuir para reduzir o número de veículos em circulação no trânsito já caótico de São Paulo.

  • André

    Quero ver se eles vão regulamentar o desconto para aquisição de veículos do Uber tbém. Direitos iguais.

    • Diego Lip

      Sendo assim, os carros do Uber precisam ter a placa vermelha, igual ao dos táxis.

      • André

        Ótima sugestão, o problema é que os taxistas falam em concorrência desleal, mas se esquecem dos benefícios que eles tem.

        • Diego Lip

          Mas se colocar na ponta do lápis, eles estão certos. Os motoristas do Uber não vivem disso e não correm os mesmos riscos que os taxistas correm.

  • Sergio

    27 milhões de km. De onde saiu esse número? do c* do político. E pra que ter que definir um número específico? Até parece que motoristas vão ficar rodando sem parar só pra congestionar tudo.

  • Pedro Evandro Montini

    O Estado está cumprindo com o seu papel: f*der quem trabalha e quem consome.

  • Matafuego

    Ridículo isso! Tudo o que funciona o estado se intromete para tornar o serviço mais caro e pior. O certo seria a prefeitura devolver o dinheiro da licença que roubou dos taxistas convencionais.

  • paulo sergio berezovski

    Incrível que tem gente que defende o governo taxar coisas,e como sempre tudo que o estado põe a mão estraga

    • rodrigomalc

      Com o perdão da palavra, são os “idiotas úteis” para o Governo. Não têm a mínima ideia do que seria a vida se o Estado se metesse o menos possível nas nossas vidas. Sequer têm capacidade de projetar na mente.. Daí se tornam esses gados tocados por políticos fantásticos como os nossos.

  • Alexandre Maciel

    Prestação de serviço é fato gerador do Imposto sobre Serviços, de alçada municipal. Acho que deveriam cobrar esse tributo ao invés de aplicar valor fixo por km. Aliás, os 10 centavos devem sair mais caros do que a incidência do imposto em si.