Usado da semana, opinião do dono: Citroën Xsara Picasso 1.6 2010/2011

25/02/2016

picasso-2010-2011-1

Olá amigos, meu nome é Marcos, tenho 45 anos e moro em Brasília/DF. Temos aqui em casa um Citroën Xsara Picasso GLX 1.6 16V 2010/2011, desde março de 2015. Vou relatar as experiências e impressões que temos tido com o referido modelo, tanto positivas como negativas…

picasso-2010-2011-2

Primeiras impressões

Quando saímos do Siena EL 1.0 2009 e passamos para o Xsara Picasso, foi impactante, devido as diferenças entre os dois modelos, no que diz respeito a espaço, conforto, segurança, versatilidade, equipamentos, desempenho, etc. Comprado de particular, o carro estava em ótimo estado geral – com exceção dos itens descritos abaixo – e com somente 56 mil km rodados.

Paguei um preço bem abaixo da Fipe, mas essa economia foi reduzida pela metade, pois tive que trocar todos os pneus e fazer a manutenção preventiva (fluídos e filtros). Mas, enfim, estou muito satisfeito e acho que é um excelente carro que, se bem cuidado, pode proporcionar muita satisfação ao proprietário.

picasso-2010-2011-6

Consumo

Não posso me queixar do consumo do Picasso, pois levando em conta o peso/potência está bom, com a média de 10 km/L no uso urbano e de 13 a 14 km/L na estrada, números esses, com ar desligado e andando na gasolina, pois aqui em Brasília não compensa o uso do etanol.

picasso-2010-2011-9

Desempenho

O motor 1.6 16V de 110cv (G) a 5.600 rpm e torque de 14,5 kgfm a 4000 rpm (G) dá ao Picasso um desempenho satisfatório, mas não excelente. No uso urbano proporciona ao carro a agilidade necessária no dia a dia. Nas viagens, o mesmo se comporta bem em velocidade de cruzeiro. Já nas ultrapassagens e retomadas, é satisfatório, desde que o ar esteja desligado.

O porém fica justamente por conta desse item, que se ligado, rouba uma potência tremenda do motor, fazendo com que o carro, em arrancadas e retomadas em baixa velocidade, tenha um comportamento digno de motor 1.0, tanto que foi impossível não lembrar de meu Siena 1.0 em certas ocasiões.

Vale lembrar que se trata de um carro de 1.300 kg que, quando carregado, agrava a situação. Com relação a velocidade, o máximo que cheguei foi 150 km/h só para testar, reduzindo em seguida, pois sou prudente, principalmente com a família a bordo. Mas, sei que se pisar, ele vai bem mais além.

picasso-2010-2011-5

Manutenção

Quando adquiri esse carro, estava consciente que os custos de manutenção seriam bem mais elevados, o que não me fez desistir do negócio, pois sabia que o modelo tem também suas qualidades. Já fiz algumas pesquisas a título de curiosidade e percebi que as peças custam 2 ou até 3 vezes o valor das equivalentes do Siena.

Em breve será feita a troca da correia dentada e a Poly-V, pois já chegou aos 70.000 km. Serão quase R$ 1.000, incluindo mão de obra, que também é bem salgada para esse modelo. Até o presente momento fiz somente manutenção preventiva e ordinária, sem surpresas e defeitos inesperados. Com relação a óleo, uso somente sintético 5w40 API SN, com trocas a cada 10.000 km, segundo o manual.

picasso-2010-2011-7

Interior

Eis o ponto forte desse carro na minha opinião. Bancos que mais parecem poltronas, embora de tecido, são agradáveis ao tato. Banco do motorista e volante com ajustes de altura, ajuste lombar, apoia braços em ambos, bancos traseiros individuais, reclináveis e removíveis, mesinhas tipo avião, espaço de sobra para os ocupantes, vários porta objetos e porta malas gigante.

picasso-2010-2011-8

Um item muito eficiente é o A/C que, embora analógico, gela muito bem e tem saída para os ocupantes de trás. Os comandos de vidros e retrovisores são todos elétricos, mas na minha opinião a ergonomia deixa a desejar, pois são mal localizados. O que é precário também é o isolamento acústico, ineficiente, pois em giros mais elevados se ouve “bem” o propulsor.

O painel de bordo é bem completo, com vários avisos relacionados ao comportamento do veículo, faltando somente o conta giros, que para mim é dispensável. A qualidade geral do habitáculo é aceitável, com materiais de boa qualidade e bem montados.

picasso-2010-2011-3

Segurança

Nesse quesito, o Picasso é satisfatório, pois possui airbags frontais e laterais, cintos de 3 pontos e apoio de cabeça para todos os ocupantes. Uma coisa, que acho imperdoável nesse modelo, é a falta do ABS, presente somente nos modelos GLX com motorização 2.0 16V ou EXCLUSIVE com ambos os motores.

picasso-2010-2011-4

Conclusão

Estamos muito satisfeitos com esse modelo. Não pensamos em trocar tão cedo, pois nos atende em tudo, no dia a dia e nas viagens, com muito conforto e comodidade. Agora é que chegou aos 70 mil km, ou seja, tem ainda muita estrada pela frente. Certamente, o carro possui seus defeitos, como relatei, mas creio que as qualidades os superam, tornando-os irrelevantes, pelo menos para mim.













  • Lucas Irrthum

    É um exemplar de ótimo custo benefício, embora a manutenção seja salgada, e a revenda muito complicada. Um carro familiar, que atende muito bem ao que foi projetado, conforme você salientou. Achei o torque muito baixo para o peso do carro, ainda mais se levar em consideração que ele está disponível em rotações elevadas. Por isso, eu teria procurado um 2.0. Com esse propulsor, você não precisa se privar do ar condicionado para obter desempenho, bem como faz ultrapassagens bem mais tranquilas.

    • Marcos-DF

      Pois é rapaz, eu tinha em vista uma Igualzinha com motor 2.0 e cambio manual que faço questão, porém 2008. E quem disse que minha mulher quis? Segundo ela é regressão sair de um carro para outro mais velho de ano, ve se pode? Aí para manter a paz, acabei pegando 1.6 mesmo.

      • Edson Fernandes

        Puxa que pena. Vc sabe muito bem que teria mais itens de série e de conforto na 2.0. (e acredite ou não, o consumo fica quase que empatado entre eles)

        • Marcos-DF

          No caso, a glx 2.0 que eu tinha em vista, eu teria a mais somente o ABS. No restante era igualzinha essa, com excessão da cor, que era cinza escuro.

          • Edson Fernandes

            Dependendo do Ano a GLX passou a oferecer bancos em couro de serie, som com mp3 e o raro DVD de teto.

            • Marcos-DF

              Exato, se trata da versão movie que saiu em 2011. Nada mais que uma glx, mas com rodas de liga leve, som integrado e o dvd de teto.

  • Jaderson

    Compraria o 2.0 At. Mais por um preço muito bom.

    • Pedro Rocha

      Com certeza o AT estaria com bom preço, já que é o câmbio AL4 uma das maiores manchas, quiçá a maior, na imagem da PSA no Brasil.

      • Edson Fernandes

        Curiosamente no Xsara Picass o ele não é tão reclamado.

    • Marcos-DF

      Eu até pegaria com o AL4, mas somente se tivesse as certeza que foram feitas as devidas revisões e manutenções preventivas e fosse 5 marchas.

      • Edson Fernandes

        Então não teria…rsrs ele tem 4 marchas.

        Vc como seguidor no grupo de face (pois vi seu post lá) sabe que a C4 Picasso também é cambio de 4 marchas (evolução da Xsara)

        • Marcos-DF

          Ops…coloquei mal a frase, eu sei que é somente 4 velocidades. Quis dizer que pegaria com o AL4 se fosse 5 velocidades e tivesse a certeza de terr sido feita a manutenção preventiva corretamente.

          • Edson Fernandes

            Então, mas foi nisso que eu citei mesmo, pois ele tem apenas 4 marchas.

            Se fosse de 5 eu acredito que o produto teria tido até mais saida. Na PSA foi um item sempre reclamado a falta de um cambio de mais velocidades.

  • Fernando S.

    Achei o relato simplista, apesar de bem escrito. Acho que o conta-giros que ele disse como dispensável para ele deveria vir de série num veículo desse porte.
    E, claro, não dá pra deixar de citar o upgrade. Sair de um Siena EL 1.0 para um carro 1.6 “completo” é outro mundo.

    • Edson Fernandes

      Então… eu achava dispensavel até ter um carro com tal item…rs

      Eu particularmente gosto de olhar rotação para ter controle. Ainda que no Fluence isso seja relativo… pq o bichinho sobe bem rapido de rotação se usar o sequencial (porque o CVT qualquer pisada pode te levar ao limite de giros).

      • Fernando S.

        Talvez para quem nunca tenha tido conta-giros, isso pode ser supérfluo (eu mesmo também não sentia falta quando tinha um Mille). Mas depois de ter um carro com o item, percebo a importância, inclusive visando economia de combustível.

        • Marcos-DF

          Meu carro anterior tinha, e pensei que no picasso sentiria falta, mas não senti. Já acostumei…controlo a rotação no ouvidômetro…kkkkk

        • Edson Fernandes

          Economia ou podendo em uma situação, atingir o limite de rotações podendo sair de um possível problema.

          Eu já tive que fazer isso no C3 e nessa situação, eu além de frear pude jogar segunda marcha que subiu o giro para 5500rpm segurando inicialmente o carro e depois dando força.

          No Uno eu iria acahr que fosse estourar o motor na redução.

  • Bittencourt

    Parabéns pela compra! Percebe-se que está atendendo muito bem as suas necessidades.
    Interessante o fato de que quando dirigi um Picasso que pertencia ao meu tio, também não gostei da ergonomia do painel.
    Um abraço!

    • Marcos-DF

      Realmente, a ergonomia de alguns comandos é ruim, mas a posição de dirigir é ótima, vc não achou?

      • Bittencourt

        Sim, só estranhei um pouco o tamanho do carro na época (tinha um Fiesta), mas dirigindo era bem prazeroso mesmo!
        Abraço!

  • Mateus Pinheiro de Carvalho

    acho que nesse carro o aproveitavel seria somente o espaço interno, pois é bastante defasado, revendo muito dificil e por tudo que ele entrega ja ta bastante cansado.

  • Eduardo Gregório

    Não sabia que ele vinha com air bags laterais porém sem ABS. No senso comum os AB laterais são um item “superior” ao ABS.

    • Thales Sobral

      Considerando que ABS é segurança ativa e air-bag é segurança passiva, também seria outro motivo para priorizar o ABS…

    • Marcos-DF

      Pior é que descobri isso depois de ter fechado negócio. Fiquei meio decepcionado, mas já superei…rrrssss

    • Marcos-DF

      Não tenho certeza, mas acho que na versão glx 1.6 como essa ele era opcional. Já na glx 2.0 e todas as exclusive independente da motorização, era de série.

  • Lucas

    Quem quer espaço, conforto e segurança, é o carro certo, por um preço de popular, o ônus é a manutenção que não compara a um popular, mas também não é também o que dizem… mas enfim, parabéns pelo carro e apesar de breve, bom relato.

  • edbil

    Não consigo me acostumar com estes carros que tem o painel no centro. Esse vazio que fica a frente do volante me deixa desconfortável, com sensação que está faltando algo. Sei que é pelo hábito, mas, enfim… só minha opinião.

  • Bruno Wendel Marcolino

    Alo Toyota, isso ai sim é uma painel central descente, digital, não é filizola.

    Mas vamos ao carro, quando testei um me surpreendi pois nunca tinha entrado, a sensação é de estar num caminhão em primeiro momento kkkkk

    Dá pra fazer embaixadinha no banco de trás de tanto espaço interno, a saída de ar para os passageiros de trás é show.

    Esse motor 1.6 deve ser o mesmo do 307, 207, C3, C4 não? Me corrijam se estiver errado.
    Não acho que a manutenção seja algo absurdo se for esse motor, mas enfim, o Siena sem dúvidas tem manutenção bem mais simples.

    Eu particularmente sempre o achei feio demais, mas depois que eu vi como é por dentro e e dirigi-la, vi que compensa muito mesmo o visual sendo bastante controverso.

    Acho um ótimo carro, porém se for se apegar no visual, tem a Scenic e até mesmo a Gran Scenic 2.0 que é mais rara (esses eu não dirigi, falo só do desenho mesmo).

    Enfim, acho essa Xsara um excelente veículo, perdi totalmente o preconceito que eu tinha devido ao desenho depois de entrar em uma e dirigi-la.

    Parabéns pelo carro.

    • Minerius Valioso

      “Esse motor 1.6 deve ser o mesmo do 307, 207, C3, C4 não? Me corrijam se estiver errado.
      Não acho que a manutenção seja algo absurdo se for esse motor, mas enfim, o Siena sem dúvidas tem manutenção bem mais simples.”

      Sim, é o mesmo motor.

      • Bruno Wendel Marcolino

        Pois é o que eu achava, só não tinha certeza.

        Acho tranquila a manutenção, claro que se pegar meia boca o motor, ai qualquer carro é dor de cabeça.

        • Burnout

          Manutenção do 1.6 é super tranquila e não é nada de absurdo não. Algumas peças são carinhas mas não tira a fama de bom motor que é o TU5JP4.

          • Edson Fernandes

            E é um motor super robusto além de economico.

    • Antonio Falm

      É o mesmo motor. Os motores da PSA são muito bons. O que mata é o pós venda em geral e a mania de colocar motor pequeno em carro grande, e o câmbio AL4. Os itens de manutenção comuns tem preço equivalente aos da concorrência. A coisa fica braba é quando precisa trocar algo que não seja corriqueiro.

  • vinicius

    1000 reais para trocar correia dentada? Isso em css né… Pois tive C4 e a manutenção ñ era cara, fazia tudo fora da css comprando peças em auto peças!

    • Carlos

      Troca da correia dentada na ccs Citroen de Porto Alegre = R $ 3.600,00

      • Franklin Diego

        O revólver vem junto anunciando o assalto, né? rs

        • PedroHMC

          Tá loco, pagar provavelmente 10% do valor do carro por uma correia dentada pra mim é motivo suficiente pra vender o mesmo, que nem o Classe A que a Mercedes cobrava mais de 10.000 pelo farol

    • Marcos-DF

      No texto eu disse “quase 1000 reais”, que precisamente foram 850,00 em uma oficina que fornece a peças também, saindo bem mais caro, no caso somente a dentada e os dois tensores nesse orçamento. Acabei decidindo eu mesmo comprar todas as correias (dentada e poly-v) e tensores e troquei em outra oficina. No total, incluindo a mão de obra, paguei 720,00.

    • Burnout

      Troca da correia dentada do 1.6 em Manaus (peças e mão de obra em um mecânico de concessionária rsrs por fora) = R$ 550,00

      • vinicius

        É isso mesmo, 250 reais o kit correia dentada tanto 1.6 como 2.0 e 250 reais de mão de obra em oficinas q usam ferramenta de fasagem. Troquei a correia com 60 mil km a de acessórios ainda estava em perfeito estado ñ troquei.

  • Carlos

    Boa compra. Este motor rodando com alcool rende 15,6kgfm de torque. Ja faria uma pequena diferença nas arrancadas e retomadas em baixa. Mas repare que este motor eh muito elastico e gira muito liso. E a manutencao dele fora da ccs nao tem misterio. Eh o mesmo do 307, C4 e C3. No mais, eh um carro que foi relativamente consagrado no uso familiar, e com toda justiça. Citroen costuma focar nisso: carros projetados para o conforto e conveniencias para quem esta do lado de dentro, com boa estabilidade e excelente visibilidade (vidros imensos). Aproveite o carro, pois se vc cuidar dele e nao for do tipo que se rende a modismos, ele vai atender a ti e a tua familia por muitos anos.

    • Marcos-DF

      Cara, uma das primeiras coisas que me disseram é que comprei um carro que desvaloriza muito. Eu não me preocupo com isso, pagueii barato e venderei barato, quem quer investir compra imóvel…rrsss. Como sou muito criterioso com a manutenção e cuidaados em geral, creio que não me dará problemas.

  • Evaldo Avelar Marques

    O consumo está igual ao PUNTO 1.6 Etorq que pesa 1170 kg

  • Aristeu Junior

    Onde você fez esse orçamento de 1000 reais pra trocar a correia dentada?
    Pois um kit com a correia da marca gates e rolamentos ina custa na faixa de 350 reais no mercado livre. Uma boa oficina cobra mais uns 300 reais pra efetuar a troca. 1000 reais só se for na css citroen

    • Marcos-DF

      Paguei 310,00 no kit gates, 20,00 a poly-v (pasmem, da gates), 130,00 os dois rolamentos da poly-v e 260,00 de mão de obra. Totalizando 720,00. O preço que relatei, de quase mil reais, foi um orçamento inicial que fiz.

  • Efulefante

    A Citroën tem tradição com essas minivans mesmo… visibilidade provavelmente excelente, né? Já imaginava que era um excelente carro. Um dia, prestando serviços na casa de uma mulher (mansão, quase), não pude deixar se comparar o nível do imóvel com o automóvel (um desse aí). Ela tinha bala pra bem mais, então imaginei que fosse um ótimo carro.

  • Luis Eduardo Assunçao

    Tenho um GLX 04/04 2.0 16v mt e o carro é muito bom e confortável. Com relação aos meus carros antigos (vectra gsi e cd) sinto uma diferença na potência mas o carro nao faz feio por ser uma minivan. O grande porém é o consumo q na cidade é elevado. Mas compensa quanfo pega uma estrada. Andando de boa na cidade sem se render ao motor que quer girar e pisando de leve faz 9, 10.. Mas se pisar, faz 7, 6 tranquilo tbm.
    O porta malas é excelente e quando tira os bancos.. Ja carreguei um jogo de sofá inteiro (3 e 2 lugares)..

  • Zé Mundico

    Talvez tenha sido o melhor carro que a Citroen fabricou no Brasil, completo e cheio de conveniências, pois é um carro pensado para o conforto. Quanto a preço de peças, acho razoável para a qualidade que oferece, pois é um carro que dá pouca oficina, desde que o proprietário faça a manutenção correta e use dentro das especificações.
    Não acho cara essa correia dentada por 1.000 reais , pois é o tipo da peça que se troca 1 vez na vida.

    • Marcos-DF

      Se troca a cada 70 mil km. Na concessionária tiveram a cara de pau de me pedir 2.200,00 para trocar somente a dentada e tensores. Sem mexer na poly-v, senão a paulada seria ainda maior…rrrss.

  • Rogerio Venturella

    Difícil de encontrar substituto. Custo benefício imbatível! Tudo que foi falado tem nexo! O cambio tem que ser manual (os automáticos foram um mico), o motor das de ultima série, sempre foram 1.6. Por exemplo a Spin tem um 1.8 que rende 106 cv´s !!! Piada! O nicho deste carro é como falei… sem substitutos! Idea? J6? Spin (?!?) , Livina (só usada)?, 2008? Velha Dobló? A manutenção deve ser feita e mecânico de confiança… motor para 200.000 km fácil (tive uma com 150.000 km bala!). Acho que foi o melhor modelo da Citroen no BR tbem…

  • Leonardo Lima

    Marcos, parabéns pelo carro! Você não divulgou quanto pagou nele, mas certamente um Zero Km do mesmo preço não ofereceria a mesma dignidade para a sua família. Carro é um bem de consumo durável, não precisa ser comprado novo e nem trocado todo ano, como é de praxe no mundo subdesenvolvido. Sua postura é de consumidor consciente e maduro, coisa de quem valoriza mais o conteúdo do que a aparência, e sabe gastar dinheiro com as coisas certas na vida. Seu carro ainda vai durar muito tempo, e vai custar menos de manutenção do que você imagina. Você roda pouco e mora em Brasília, onde o asfalto e o trânsito são melhores do que a média nacional – isso reflete na durabilidade do carro. Esse motor 1.6 16v é conhecido de todos os mecânicos, as peças são abundantes e baratas, desde que você compre na internet e não fique refém das concessionárias. Um motor 2.0 seria desejável? Certamente que sim, mas: 1) um Picasso 2.0 usado custaria bem mais que um 1.6, e entraria na mesma faixa de preço de outros carros mais interessantes; 2) seu 1.6 vai ter revenda mais fácil, justamente por não carregar a fama de beberrão; e 3) como vc mesmo falou, o desempenho do 1.6 é suficiente para a maioria das situações e, principalmente, é condizente com o preço do bem. Quando você quiser um carro familiar mais potente, certamente não vai ser nessa faixa de preço que você vai procurar. Não digo que não existem carros potentes do mesmo preço, mas digo que esses carros potentes somariam algumas características indesejáveis em um carro familiar: mais velhos, mais gastadores, mais caros de manter, porte inadequado, etc.

    • eduz

      Cara, muito bom comentário, perfeita colocação em todas as palavras, como é bom ver coisas do tipo ainda, neste site!

      • Marcos-DF

        Obrigado amigo!!

    • Alvaro Guatura

      Perfeito o comentário, irretocável.

      • Marcos-DF

        Procurei caprichar…rrsss

    • Marcos-DF

      Leonardo, na época da compra (março 2015) a fipe desse carro era 27.500,00 e pagamos por ele 24.000,00, ou seja 3.500 a menos. Mas como mencionei no relato, essa vantagem foi diminuida, devido ao fato de eu ter gasto 1.500,00 de pneus e outras coisinhas.

  • Leonardo Lima

    Preços de peças de Picasso 1.6 no Mercadolivre: Kit embreagem Valeo R$387; kit tensores + correia dentada (marca Contitech, da Continental) R$358; correia do alternador Poly-V Contitech R$36; kit freio dianteiro (discos Fremax e pastilhas cobreq) R$239; amortecedor Monroe dianteiro R$215 e traseiro R$152. Citroën tem manutenção cara? Só pra quem é refém de concessionária. Com Fiat e Volks você pode até economizar nas peças, mas gasta em outros aspectos, como o preço do carro e o preço do seguro. Ah, e antes que digam que Citroen desvaloriza mais, esse Picasso foi comprado usado, já desvalorizado. Um Picasso 1.6 2010 na Fipe está R$26.000.

    • Marcos-DF

      Eu não piso em concessionária….esse valor que mencionei, foi uma média de orçamentos que fiz. Acabei gastando bem menos. (720,00).

  • Franco

    O Xsara Picasso é um carro interessante… normalmente se compra pelo custo beneficio imbatível, no início você torce o nariz pro design controverso, daí ele vai te convencendo no uso do dia a dia a ponto de você não achar substituto pra ele. Tenho um Exclusive 1.6 que acho que vou usar até ele desmanchar… (e vai demorar, porque o danado além de tudo é robusto!).

    • Marcos-DF

      Falou tudo franco…o carro te conquista no dia a dia e vc nem liga pra a desvalorização. Acho que o dinheiro mais bem investido é naquilo que realmente te deixa satisfeito.

  • Tive 12 e gostei muito…a patroa que não se adaptou….e hoje ando de Scénic…tive a versão Exclusive, Azul…muito bonita….pena que os modelos novos serem muito caros…

  • Daniel

    Acredito que fez a melhor escolha entre os Xsara Picasso, visual atualizado em 2008 dá uma impressão de luxo e sofisticação. A vantagem do 1.6 está na economia e por ser flex que na versão 2.0 só é a gasolina. Outro ponto interessante foi ser manual, pois a partir dos 60mil km os AL4 já começam a apresentar problemas em maioria. Quanto ao desempenho na estrada, meu caro, se precisar fazer uma ultrapassagem reduza para 4a ou 3a e pise fundo sem dó que você vai mudar de ideia.

  • Fabio Marquez

    Carro “francês” sempre tem problemas com isolamento acustico. Meu finado Clio 1.6 16v eu custei a acostumar com o motor praticamente sentado do meu lado berrando quando andava acima de 100 kmh, chegava a pensar que tinha algum problema no escapamento, mas era projeto ruim mesmo nessa parte. Quanto aos custos de manutenção do Picasso eu achei bem puxado, e talvez falte um pouco de pesquisa, já que o 206 utiliza as mesmas peças e no mercado já achei as peças dele com um bom preço.

    • Marcos-DF

      Verdade, minha mãe tem um clio também e é bem barulhento. Porém como saí de um siena, onde o motor fire é muito silencioso e a fiat capricha mais no isolamento acústico, estranhei no inicio, mas agora já me acostumei…rrss

  • Luccas Villela

    Adoro esse carro, 300 anos depois do lançamento, ainda acho ele lindo e moderno em alguns aspectos. Sensacional.

  • Rafael Trindade

    Ótimo custo benefício. Um carro bem confortável, mesmo tendo uma certa dificuldade de adaptação ( nosso mercado ) deste painel central.

  • Murilo Rodrigues

    Também fiz um upgrade bom, quando sai de um Gol G3 2002 1.0 8v completo e fui para uma Spacefox 2009 completa realmente é outro mundo, meu próximo passo é chegar nos médios esse ano ou no próximo. Somente entrei no Xsara Picasso em uma loja e me surpreendi com o espaço principalmente atrás e muitos acham que não mas essas mesinhas (Minha Spacefox tbm tem) quebra um galho danado quem vá atrás (apesar de eu não gostar de comida dentro do carro).

    O que importa é se satisfaz o Dono, muitos devem ter falado da marca,câmbio, revenda mas quem vai andar todo dia é você e isso que importa!

    • Greice Maria

      Então vc vai adorar a Aircross se não tiver preconceito com o design =)

      • Murilo Rodrigues

        Acho o design da Aircross bem interessante rs

  • Greice Maria

    Ótimo relato, isso é pro povo deixar de besta e ver que carro francês não é aquela bomba que o vizinho que nunca teve um, fala =) Estou no meu segundo citroen e só tenho elogios. Não sou fangirl haha não, mas é que com o primeiro francês (C3) falaram tantas asneiras e o bichinho sempre foi valente comigo, agora fiz um upgrade para outro citroen..=)

  • saosao

    Nenhum Picasso tem conta giros? Como assim??

    • Marcos-DF

      Devido ao painel ser digital, creio que na época encareceria o projeto e deixaram sem. Mas, hoje o C4 picasso ja conta com contagiros, mesmo sendo digital. Pode-se instalar um contagiros daqueles analógicos no painel, mas teria que fazer gambiarras no carro e disso eu não sou muito fã..rrss

  • Marcos-DF

    O ideal para mim, seria 2.0 com câmbio manual, mas só tem até 2008. Daí pra frente somente AT que não faço questão, por ser problemático, principalmente em usados que não sabe como foi feita a manutenção.

  • André Meirinho

    Sinceramente, a versão Exclusive 2.0 da show nessa.. Antes de comprar o meu, eu pude testar um igual ao seu, só que 2008 se não me falha a memória. Mas o ar digital, os bancos de couro, ABS, rodas de liga, motor mais potente, e cambio automático(mesmo sabendo de ante-mão que é problemático) falaram mais alto. Ainda mais pelo preço que paguei. Já dirigi muito carro e os nacionais, mesmo modelos 2015 ou 2016, pasmem, sequer chegam perto em conforto e tecnologia desse Xsara Picasso que até já saiu de linha. Pra dizer a verdade.. depois de ter um desses, você começa a não entender os nacionais.. que não trazem nada, e tem acabamento péssimo. Esse carro é extremamente confortável, inclusive a pilotagem.. é extremamente estável em curvas. Outro ponto que eu achei excelente é a facilidade na mecânica.. a disposição do motor e demais partes no cofre é muito conveniente para a manutenção. Até pra falar a verdade os preços de manutenção não se justificam devido a facilidade da execução dos serviços.

    A questão do preço de venda, até acho bom ser um carro desvalorizado pois fica mais fácil de comprar um. E a liquidez é boa.. eu não quero vender o meu, mas já recebi propostas mesmo assim.

  • Leonardo Oliveira

    Tenho uma GXA 04/05 2.0 AT. Conforto é o forte desse carro. Engraçado como muitas pessoas torcem o nariz pro exterior do veículo, mas quando entram e se deparam com o espaço e conforto, aí a coisa muda. Sobre o Cambio AT de 4 marchas, o pior inimigo é o dono, que na maioria das vezes não sabe utilizar corretamente causando desgaste prematuro do mesmo. Ninguém quer que quebre, mas por mais oneroso que é, ainda é um dos mais baratos para consertar (Procura saber o valor de reparo de um câmbio CVT por exemplo…). Utilizando o Tiptronic dá pra reduzir o consumo na cidade (Mantendo as marchas mais altas e consequentemente as rotações menores) e aumentar o desempenho das ultrapassagens na estrada.
    No mais é um carro familiar, não esperem desempenho esportivo, pois não é esse o foco.
    Viajar nesse carro é muito bom! Coloca a família, enche o porta-malas que cabe tudo e mais um pouco.
    Quando comprei também tive oportunidade de ir na 1.6, mas fiquei receoso com o desempenho visto o peso do carro e a única vantagem, que ao meu ver, seria o uso do Etanol, foi por água abaixo visto o alto consumo com o mesmo.
    De contra como falaram tem a desvalorização e dificuldade pra revenda e manutenção que não considero complicada por questão das peças, mas sim por achar uma mão de obra realmente especializada na marca.
    Indico pra quem não quer gastar muito e ter um carro familiar confortável. Como alguns comentaram, realmente, depois de utilizar um carro nesse porte, é difícil voltar pra um popular…

  • timteobatalha

    Carrão!! O meu é 2.0i 16V…está com mais de 207 mil km rodados!!! Também saímos de um Fiat 1.0 e para surpresa nossa temos hoje 70% de economia de combustivel e conforto de sobra!!!
    Não tem diferença nenhuma para mim quanto ao custo de manutenção, visto que a durabilidade das peças originais compensa o investimento!! MUito equilibrio, vai a 200km por hora sem assustar…A única dificuldade que tive foi com a suspensão traseira do tipo CATTI…mas aí eu mesmo encarei, aprendi a desmontar e montar e pronto !!! acabou o problema!!! Vou comprar outro carro pois família cresce…mas este Citroen Xsara Picasso 2.0…acho que é pra sempre!!! Vendo não!!

  • Everton Lourenço

    Em casa temos Fiat antigo (Siena 2001), Fiat pouco mais novo (Weekend 2008) e um Hyundai (HB20 2015)… Fora os que já se passaram por aqui Fox, Celta, Palio, Classic, Cobalt… Mas o sonho continua sendo um Citroen C4 Pallas… Acredito muito neste carro, é meu sonho de consumo… Mas os comentários de internet, mecânicos, Youtubers e alguns proprietários que já consultei me deixam cismado…