Honda Sedãs Usado da semana

Usado da semana, opinião do dono: Honda Accord 3.5 V6 2008/2009

accord-usado (8)

Olá pessoal, meu nome é Thiago Vieira e venho agora fazer um relato, o mais detalhado possível, deste carro para vocês. Este já é o meu terceiro Accord, sendo ele a oitava geração do modelo. Os dois anteriores eram da sétima geração ano 2006 e com motor V6. Já fui dono de Escort 1994, Gol 16V 2001, Astra 2005, Accord 2006 V6, Fusion 2009 2.3, Civic 2010 1.8, Vectra GTX 2010, outro Accord 2006 e atualmente este Accord 2009 V6.

Antes de compra-lo, eu estava em dúvida entre este Accord V6 2009, Camry 2008 V6 e Azera Top 2011. O Fusion V6 eu descartei pelo motivo de ter um desempenho inferior, consumo pouco mais alto e algumas reclamações do câmbio. No caso do Azera, fiquei com o pé atrás pelo motivo de algumas reclamações de barulho no motor quando frio e ser necessário trocar o variador de fase do comando de válvulas. Por esse motivo, procurei por alguns ainda na garantia, porém, não encontrei.

No final das contas fiquei entre Accord e Camry, mas com uma leve tendência de comprar o Camry e assim dar uma variada de marca, mas não encontrei um exemplar de cor prata e com todas revisões carimbadas, lembrando que meu orçamento para compra era de no máximo 50 mil reais.

accord-usado (4)

Sou adepto da opinião de não comprar carro zero, pois tenho um bom conhecimento de mecânica e nunca tive nenhum problema e não fiquei na mão com os meus carros usados. Sou extremamente cuidadoso em relação à manutenção. Um carro bem cuidado dificilmente dará dor de cabeça, assim como um zero km.

O que me levou a comprar o carro foi a boa experiência que tive com os dois modelos anteriores, além de algumas pesquisas de opinião de dono em sites brasileiros e alguns fóruns gringos. Dos carros que já tive, o modelo que fiquei mais tempo foi o Accord. O primeiro, comprei com uns 70 mil Km e vendi com 107 mil Km.

O segundo eu comprei com 70 mil Km e vendi com 110 mil Km. Nenhum deles me deu qualquer tipo de manutenção fora do esperado (filtro, fluídos, pastilhas, etc.). Antes de comprar este último, pesquisei bastante, pois queria a cor prata. Seria necessário ter todas as revisões na Honda e, óbvio estar em bom estado de conservação e com a mecânica em dia.

accord-usado (9)

Design

Esta geração na minha opinião, deu uma grande evoluída no design, que anteriormente era bem “tiozão”. Os faróis e lanternas dão um ar mais agressivo, embora tenha perdido o LED da lanterna traseira.

A linha lateral da carroceria realça a intenção moderna, o interior tem um painel cheio de botões e linhas ressaltadas, dando uma impressão de mais espaço e modernidade. Apesar de tudo isso não é um carro que chama muita atenção, inclusive acho um ponto positivo, pois não é muito visado.

Realizei duas mudanças, troquei os faróis que já eram de xênon originalmente e coloquei um modelo retrofit HID de LED, mantendo o xênon original de 4.300k. Nas lanternas traseiras coloquei do tipo fumê e LED vendido por uma empresa americana, chamada Spyder Auto. Eu trouxe tudo dos EUA e me custou aproximadamente 3 mil reais. Isso fez o carro ficar com ar mais moderno.

accord-usado (14)

Interior

Os bancos de couro são aconchegantes e de boa qualidade e, como nos modelos anteriores, não se desgastam facilmente com o tempo. O espaço para motorista e passageiros é excelente, acomoda 5 adultos facilmente. O acabamento não precisa nem comentar para um carro desse porte. Encaixes perfeitos, todas as portas e o painel são soft touch e não existem grilos, exceto os objetos deixados no interior do carro (chaves, moedas, óculos, etc.).

Acho o interior do Azera mais bonito, por ser de cor clara, mas há quem prefira o interior preto por conta da sujeira. O porta-malas é grande, mas não um dos maiores da categoria. Neste ponto ele perde para os concorrentes, pois tem 453 litros, enquanto Azera tem 469, Camry 504 e Fusion 514, porém, para meu uso é mais que o ideal.

accord-usado (17)

Comandos e instrumentos

Os comandos para vidros e regulagem de retrovisores estão bem acessíveis, assim como os controles do volante. Ainda tenho que me acostumar com os controles do som no painel, que ficam bem perto dos controles do A/C e no começo é um pouco confuso, fazendo com que você tenha que olhar para o painel para realizar alguns comandos. Veja pelas fotos a quantidade de botões. A leitura do painel é de fácil visualização, tendo grandes velocímetro e conta giros, ambos com iluminação em LED permanente.

accord-usado (16)

Tecnologia

Este modelo possui acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, retrovisor interno fotocrômico, luz de seta no retrovisor, rebatimento do retrovisor do passageiro ao engatar a ré, faróis de xênon, teto solar, banco do motorista e passageiro elétricos (motorista com 8 tipos de ajustes), oito airbags, controle de tração e estabilidade e som com subwoofer original.

Porém, infelizmente, somente os vidros do passageiro e motorista são do tipo um toque e originalmente não fecham no alarme. O som original não tem entrada USB, mas lê 6 CDs de MP3. Não há computador de bordo. Resolvi estes problemas instalando o módulo de subida de vidro, uma central multimídia e um computador de bordo Ultragauge.

accord-usado (18)

A central multimídia tem o visor LCD bem localizado, de tal forma que a luz do sol não atrapalha sua visualização. Ela tem câmera de ré, DVD, GPS, TV, bluetooth, ipod, USB e SD. O mais importante é que o dispositivo funciona em conjunto com o som de fábrica, assim não perde a qualidade original, que é muito boa.

A tela de informações do som original foi mantida, mas apenas deslocada para a parte inferior do painel. Mesmo assim, não é necessário distrair-se olhando para baixo, pois algumas informações são redundantes entre elas, inclusive as informações do A/C. O ar condicionado é dual zone e com saída de ar para os bancos traseiros. Abertura do teto solar é com somente um toque.

accord-usado (7)

Motor e desempenho

Aqui é a parte interessante, ele possui um motor 3.5 V6 com tecnologia VCM e I-VTEC, entregando 278 cv. VCM é a sigla para Variable Cilindrer Manager que, em resumo, é um sistema que aciona 3, 4 ou 6 cilindros, dependendo da demanda do motor.

Ao contrário do que muitos pensam, o I-VTEC neste caso serve somente para abrir ou fechar totalmente as válvulas dos cilindros que não estão em uso. Não existe um meio termo como no modelo 2006 V6, onde temos 3 estágios de abertura de válvulas. Neste motor, é como se o comando de válvulas ficasse sempre no estágio “nervoso” do VTEC. Por isso o torque máximo é atingido em alto giro, sendo 34,6 kgfm a 5.000 rpm. Destes, 80% estão disponíveis em 2.000rpm.

O Accord é um carro bem gostoso de se guiar, tem uma aceleração de 0 a 100 na casa dos 6.5 segundos, medidos no computador de bordo. Até os 5.000 rpm, o motor tem um comportamento parecido com o modelo anterior, que tem 240 cv e 12,0 kgfm a menos. Depois dos 5.000 rpm é nítido que este modelo 2009 anda mais. O ronco grave do motor a partir dos 3.000 rpm é bem instigante e após os 5.000rpm, pode-se ouvir o som característico do comando de válvulas mais nervoso, bem parecido com um VTEC.

accord-usado (6)

Já dirigi alguns de seus concorrentes citados anteriormente e, por terem seis marchas, a impressão é que até uns 3.000 rpm, eles apresentam um desempenho parecido ou até melhor. Nos casos do Camry e Azera 2011, porém, em rotação mais alta, o único que pode andar mais é o Camry, que também tem um ótimo motor e é um pouco mais potente, mas peca infelizmente por parecer um “Corolão”.

Outra diferença para o modelo anterior são as relações de marchas, que ficaram mais longas da 1ª até a 4ª, enquanto a quinta ficou um pouco mais curta. Mesmo com o câmbio de cinco marcas extremamente longo, temos um ótimo desempenho. Fico imaginando como ele seria mais agressivo se tivesse seis.

Veja abaixo que sua velocidade máxima limitada eletronicamente é atingida de 4ª marcha, bem abaixo do limite de corte do motor. No modo automático, as marchas são trocadas a 6.500 rpm, mas trocando manualmente, pode-se elevar o giro até o corte de 7.000 rpm.

Velocidade máxima de cada marcha:

1- 75km/h a 7000rpm
2- 120km/h a 7000rpm
3- 170km/h a 7000rpm
4- 215km/h a 5.500rpm (limitado eletronicamente).
5- 215km/h a 4.200rpm (limitado eletronicamente).

accord-usado (10)

Pelo computador de bordo consigo ver quando o modelo está usando 3, 4 ou 6 cilindros. Resumindo, sempre que estiver abaixo dos 100km/h em velocidade constante e pressionando levemente o acelerador, ele está com 3 cilindros funcionando, ou seja, como se fosse um motor 1.8L. Nesta situação, para continuar no modo 3 cilindros, a retomada de velocidade deve ser bem lenta, pois pouco mais que pressionar o pedal já entram as seis “bocas”. Acima de 100km/h, nas mesmas condições, ele utiliza 4 cilindros, equivalendo-se a um motor 2.3L.

O consumo gira em torno de 7,5 km/l na cidade e 12,0 km/l na estrada. No começo eu já obtive consumo de 6,5 a 7 km/l na cidade, porém, tive que me adequar a forma de funcionamento do VCM, buscando sempre que possível manter uma velocidade constante. Sempre ando com ar ligado e não meço o acelerador, mas também não ando com um louco. Acredito que se tentar andar de uma forma mais econômica é possível melhorar o consumo.

Este consumo é parecido com o modelo anterior 3.0 V6, porém, vale ressaltar que este é 120 kg mais pesado e tem um motor 16% maior, consequentemente com mais potência. Então seria óbvio um consumo maior, porém, na prática o consumo é o mesmo. Para um motor deste porte e um carro com quase 1.700kg, é um ótimo consumo. Meu Fusion 2.3 fazia 6 km/l na cidade e 11 na estrada, nas mesmas condições.

accord-usado (15)

O consumo do Accord consegue ser melhor que dos seus rivais citados anteriormente, graças à tecnologia VCM, mesmo os outros com câmbio seis marchas e o Accord com cinco. Imagino que para a Honda, foi mais barato investir neste sistema do que projetar um novo câmbio.

A 100 km/h gira a 2.000 rpm, enquanto o modelo anterior ficava nos 1.800 rpm. Significaria um consumo maior se não fosse o VCM, mas o lado positivo é que o motor fica bem mais esperto na estrada. Em subidas, se não solicitar o acelerador, ele vai de 5ª marcha tranquilamente. O motor responde bem em baixos giros e na cidade é possível andar sempre abaixo dos 1.800 rpm, sem ser lento.

A transição entre os modos de funcionamento do motor é imperceptível, pois ele possui um sistema de som que utiliza um cancelamento de frequência jogando uma onda com sinal invertido nos alto falantes e os coxins do motor são controlados eletronicamente para reduzir a vibração produzida pelo motor quando em 3 ou 4 cilindros.

O câmbio é bem escalonado, com troca de marchas rápidas e imperceptíveis. Assim como nos modelos anteriores, não há necessidade de completar o nível do óleo sendo que uso somente o óleo original Honda e troco a cada 7 mil Km. O tanque de combustível tem capacidade de 70 litros, sendo 6 litros remanescentes quando a luz da reserva acende. Isso dá uma autonomia de mais que 800 km na estrada. Na cidade costumo rodar uns 450 km, quando a luz da reserva se acende e eu abasteço.

accord-usado (11)

Dirigibilidade e Estabilidade

Com pneus 225/50 R17 e suspensão traseira independente com cinco braços, o carro é bem estável, mesmo sem prejudicar o conforto. A suspensão é macia, porém, o carro inclina pouco nas curvas e fica bem difícil fazer uma curva “cantando” pneu.

O modelo anterior, apesar da boa estabilidade, cantava pneu ao fazer uma curva mais fechada. Isso pode ser resultado do controle de estabilidade mais agressivo ou do próprio pneu.

A frente, como qualquer sedã grande e macio, tende a arranhar em lombadas se passar em velocidade mais alta, este é um ponto a ser tomado um certo cuidado. A direção é bem acertada e bem direta, sendo apenas 1.2 voltas do volante para cada lado e tem um bom diâmetro de giro, coisa que eu passava muita raiva com o Fusion ao manobra-lo.

Um ponto positivo, que é bom ser considerado, é a resistência da suspensão as nossas ruas lunares. Nenhum dos três exemplares do Accord precisou de troca de uma peça sequer da suspensão, sempre silenciosa. Nunca apresentaram sinais de fadiga dos amortecedores ou outro componente. Já peguei estrada de terra algumas vezes e cai em alguns buracos, mas ela aguenta bem o tranco.

accord-usado (12)

Manutenção

Já rodei 15 mil km com ele e até hoje somente manutenção básica, óleo e filtros. As pastilhas devem ser trocadas na próxima revisão. A bateria foi trocada uma vez, mas na concessionária queriam cobrar 1.600 reais. Então, preferi colocar uma Moura, que se encaixou perfeitamente. Pastilhas dianteiras ficam em torno de 450 reais na concessionária. As peças realmente são muito mais caras que nos outros modelos da Honda, mas nada que assuste (exceto a bateria!). O estepe é a mesma roda do carro logo pode ser rodiziado.

Hoje meu carro se encontra com 95 mil km e tem um rodar igual de carro novo, poucos acreditam que ele tem essa quilometragem, pois roda muito silencioso. Todas as revisões na Honda foram feitas, sendo a mais cara a de 80 mil km, onde troca-se a correia dentada do motor. O preço da troca com mão de obra fica em torno de 1.200 reais, não muito mais caro do que trocar a correia de um Cruze na concessionária.

O filtro de ar eu uso da marca K&N, do tipo inbox, que tem garantia de um milhão de milhas e custa quase o mesmo que o original Honda, não sendo necessário a substituição, apenas lavagem e umedecimento com óleo próprio.

accord-usado (3)

Conclusão

É um ótimo carro com mecânica robusta, porém, não muito barata, como qualquer carro da categoria. O desempenho é espetacular, assim como o consumo, o conforto a bordo e o espaço interno, que te faz querer viajar todos os dias com o carro. A falta de alguns itens básicos, tais como levantamento de vidros pela chave e USB, podem ser supridos facilmente como já citei. Para quem gosta de um sedã grande é uma boa pedida, assim como o Camry também seria. Na minha opinião, estes dois estão um pouco acima dos concorrentes.

Pontos positivos

-Consumo
-Estabilidade
-Segurança
-Conforto
-Desempenho
-Autonomia
-Qualidade do sistema de som

Pontos negativos

– Falta computador de bordo
– Vidros não sobem no alarme (necessário instalar módulo)
– Falta USB no som original.
– Poderia ter 6 marchas
– Porta malas menor que dos concorrentes





  • sheldonDS3

    ótimo carro… não curti muito os faróis e lanternas tipo “tunning”…… as originais eu acho mais bonitas.

    • Minerius Valioso

      As únicas ressalvas para mim são essas modificações.

    • what_the_hell??

      Geralmente (quase sempre) eu não gosto desses fárois estilo “tuning”. Até em alguns modelos que vem de fábrica (Lexus, por ex) eu não acho bacana!
      Mas nesse carro eu realmente achei MUITO bonito, casou perfeitamente com o carro! Talvez se o carro fosse de outra cor eu não teria gostado!
      Enfim, parabéns pelo carro e pelo relato!!!

      • Thiago Sz

        Obrigado cara, também não sou adepto destes tipos de faróis mas eu também achei que combinou, os originais estão guardados para quando vendê-lo!

        • Vini

          Eu gostei das lanternas traseiras, mas não curti muito as da frente…
          talvez porque as de trás passem a impressão que até poderiam ser originais numa versão esportiva, mas as da frente não..

        • ramon

          Parabéns pela matéria

        • Arlindo Neto

          Quando for vender o carro da um toque aqui, se lembrar.

          • Thiago Sz

            Está a venda, comprei um Golf TSI.

    • Alvaro Guatura

      Concordo, as originais são muito mais bonitas…

  • Hox

    Carro maravilhoso! Até hoje temos saudade do 05/06 que meu pai teve e trocou por um Camry V6, outra maravilha de veículo, mas mais tiozão no estilo, embora fosse um lobo em pele de cordeiro, como o Honda.

  • Rodrigo

    Rapaz! Que carro! Por enquanto preciso do carro alto, já que tenho um filho pequeno e com outro a caminho!
    Mas quando a molecada ficar maior e já se ajeitarem sozinhas no carro (daqui a uns 5, 6 anos… rsrs) eu pretendo olhar com mais atenção os sedans!
    Este é realmente uma maravilha!
    Obrigado por compartilhar sua experiência!

    • João Cagnoni

      Eu sei que não é da minha conta, mas por que você precisa de carro alto com 2 filhos pequenos? Eu até entendo essa mulecada de 15 anos com 2 metros de altura, mas no seu caso fiquei curioso.

      • Zoran Borut

        Simples: o tira-e-põe de bebês na cadeirinha é um tormento em carros de passeio comuns, baixos. O conforto e praticidade que um carro alto como uma minivan, crossover ou SUV proporciona nessa situação (e pense em quem tem de fazer isso diversas vezes por dia!) é incomparável. A coluna agradece, principalmente as de mulheres mais franzinas.

      • Rodrigo

        Já experimentou colocar uma criança de 2 anos na cadeirinha do carro em um sedã como o HB20S? É bem baixo.
        Imagine agora com uma barriga de 6 meses de gravidez.
        Com um carro alto você praticamente coloca a criança quase que ereto.
        Bom, como eu tenho 1,83m nem tanto. Mas não solicito muito as costas pela posição de acesso à cadeirinha no carro alto.
        Para a “barrigudinha” ajuda bastante!
        Não entendi como você não entendeu isso! Rsrs

        • Gueu Barboza

          Além disso, é importante considerar que as tranqueiras de crianças (carrinho, bicicletas, velocípedes, patinetes, skates…) são mais fáceis de acomodar em porta-malas altos e com boa abertura… típico dos suv’s. Os sedans são péssimos para isso. Eu sou tio, por isso carrego muito isso, uma vez que meus sobrinhos geralmente saem comigo para lazer. Tenho um Tracker e o embarque dessas coisas são muito mais fáceis no meu carro que no Corolla do meu irmão.

          • Rodrigo

            Bem lembrado! Esqueci de mencionar o porta malas! Muito prático para acessar!
            Tem que levar carrinho de bebê, bóia em formato de Bob Esponja, balde do Mickey, mochila de fraldas e mamadeira, mudas de roupa e por aí vai!

        • João Cagnoni

          Eu não sabia a questão da cadeirinha, pra mim não ocupava muito espaço.

          • 0terceiro

            Ocupa, cara, e muito.
            Procê ter uma idéia, se você precisar levar duas crianças num carro ‘compacto’ (Uno, HB20, Ka, etc), usando as cadeirinhas, não sobra espaço quase nenhum no banco traseiro.
            Nesse caso, se precisar sair com 5 pessoas no carro, não tem jeito.

            • Otavio Marcondes

              Acrescento mais: colocando uma criança de 5 anos sentada em uma cadeirinha, é igual a um adulto de estatura alta sentado atrás, pois ela fica deslocada mais à frente também. Quando troquei de carro tive o cuidado de testar antes com meu filho sentado na cadeirinha e minha esposa no banco da frente.

        • Henrique Ruy Pivaro

          Eu ja discordo, tenho um Accord idêntico ao da reportagem e meu Pai tem um S10 2015, na S10 que é alta eu tenho mais dificuldade para colocar meu moleque de 3 anos na cadeirinha

  • O Negociador.

    mandou bem no relato amigo, lindo carro!

  • bom relato! só não entendi como um carro desse não tinha computador de bordo? isso não faz sentido.

    • Pedro Rocha

      Em 2009 não era um item tão exigido.

      • Po, mas num carro dessa categoria? lembro que meu chefe tinha um vectra cd em 2002 que já tinha computador de bordo.

        • Gabriel Araujo

          Realmente é de se notar esse detalhe, mas se vc reparar bem, os japoneses só costumam equipar seus carros depois da concorrência. Lembro bem que o Peugeot 206 Feline 2004 já tinha aquele computador de bordo TOP no painel, que dava temperatura externa e interna, várias informações do veículo, inclusive mostrava o desenho do carro e quais portas estavam abertas. Nesse mesmo ano, os civics não tinham computador de bordo, e o corolla só na versão SE-G (salvo engano) e com informações triviais.

        • Tércio Adelino

          É de estranhar mesmo. Tenho um Honda FIT 2007 (veja bem, mesma marca mas categoria BEM inferior) que tem computador de bordo.

        • Pedro Rocha

          Eu sei, pois o sogro do meu irmão tem um desses também. De fato, também não deixa de ser por causa do descaso dos japoneses com itens internos do veículo.

        • Omega em 93 já tinha!

        • Gustavo73

          O Monza do meu Pai lá no final dos anos oitenta já tinha

      • beto

        Em 2009 quase todos os carros da fiat já tinham computador de bordo, inclusive bem completo.

        • Thiago Sz

          Prefiro qualquer Honda 2015 sem computador de bordo!

          • Bruno Wendel Marcolino

            uhasuhasuhasaus

            Somos 2.

          • PEDAORM

            Prefiro qualquer Honda 2009 a qualquer FIAT 2009.

        • Bruce Wayne

          Você diz os computadores de bordo da própria Fiat?! que dependendo da versão acrescentavam uma linha a mais no visor do computador de bordo? Dispensável, deplorável ver uma mensagem passando como anuncio no visor e te fazendo esperar até o termino de toda informação…

          • Matheus Conrado

            Meu Siena 2011 tinha esse,era de visualização absurdamente fácil…

            • Bruce Wayne

              Deve ser, teu carro né… Independente disso, é fim do fim cobrar por cada linha acrescentada nesse visor, simplesmente não me serve.

              Posta uma foto do letreiro passando para todo mundo ver.

              • Matheus Conrado

                Sim,era… e sobre esse sua idéia de cobrar cada linha, , não sei quem te passou essa informação… ou você tem ou não, inclusive era de serie desde a versão básica(exceto as Fire e geração antiga) acho que você se refere á esse a esse modelo.. mas esse era mais completo com 2 medias pra cada informação, acho que vem daí a sua confusão…
                https://uploads.disquscdn.com/images/7093b0609592a02bbc5c77d0c3578aaaa87d47d970ba925fd59a40e42833a184.jpg

                • Bruce Wayne

                  Antes de comprar meu Punto ELX copleto(abs,ebd,airbag e blueme )em 2008 ,eu fiquei horas no site pesquisando o conteúdo de cada versão. Os pacotes do mais barato ao mais caro iam acrescentando uma linha a mais no visor do computador de bordo.
                  Minha experiência é baseada no Punto, claro que o carro ganhou muitos itens de serie desde aquela época.

        • João Cagnoni

          Promete pra mim que nunca mais vai citar a Fiat em uma matéria de um Accord?

          • beto

            A discussão é somente sobre computador de bordo correto? Ler é fácil, interpretar não é pra qualquer um.

            • Você está correto: “Quando alguém aponta as estrelas, os idiotas olham para o dedo”.

          • Você está olhando para o dedo. Ele não comparou Fiat com Accord.

            • Ernesto

              Como não está comparando? Ele diz que todos os Fiat em 2009 tinham computador de bordo, enquanto esse Honda não possui. É uma comparação do que esse carro tem de equipamento com os Fiat!

              • É uma comparação de um EQUIPAMENTO que um Fiat possui com um equipamento que um Honda não possui. É completamente diferente comparar UM CARRO Fiat com um Honda. Mas se preferir. Eu mesmo já fiz uma comparação parecida ao lembrar que a Palio Weekend tinha 3 encostos de cabeça atrás e o Fusion nenhum. Você acha que eu comparei Weekend com Fusion?

                • Ernesto

                  Sim, mas não deixa de ser uma comparação de um carro com outro. O que mostra que o consumidor às vezes releva um equipamento que o carro não possua.

                  • Seria uma comparação se no final do processo tivéssemos como conclusão que carro A é melhor, pior ou similar que carro B. E em momento algum o que o colega expôs emitiu qualquer juízo de valor sobre Fiat x Honda. Se ele colocasse assim: “Até um carro de metade do valor do Honda tem esse equipamento desde 2003 e o japonês não”. Ele estaria falando do mesmo carro, comparando o mesmo item mas ninguém falaria que estaria comparando Honda x Fiat.

      • ESouza

        Meu Megane 2006 tem, mas eu aceito trocar ele por esse Accord se for esse o problema kkkk

    • leomix leo

      Nunca me baseio em nada de computador de bordo, faço sempre minha media na hora que abasteço, isso de ficar apertando botão para ver vel. média, cons. instantâneo e outras coisas me tiram o prazer de dirigir. Se for pra ficar preocupado com consumo e velocidade é melhor eu andar de bike, ou deixar o carro em casa e andar de buzu.

      • mas quem comprou esse carro quando era zero, imagina. Um sedã grande sem computador de bordo.
        Quem compra um carro dessa categoria procura requinte e tecnologia. Se não, não existiria categorias de carro, era só motor o roda.

        • Douglas Ramos Martins

          Rapaz o complicado é aqui no Brasil, porque nós EUA, na Europa deis dos modelos 06/06 v6 igual o meu já tinha computador de bordo, e tinha modelos que vinha com central multimídia com GPS de fábrica, complicado mas isso é fato, como lá tem modelos 2.4 do mesmo ano com teto solar, e aqui é o motor do civic só que 2.0 e sequinho, infelizmente, mas não deixa de ser um putaaa carro, e não saiu mais dos Accord, estou no meu segundo já, e só saiu para um modelo desse 08/09/10 v6!!!

    • PaulinhosmBR .

      Era importado direto do Japão, e a Honda não usava computador de bordo nos seus carros, “um carro desse” é só pra gente aqui no Brasil, porque em qualquer lugar no mundo ele é só um Honda comum, só os Acura que tinham computador de bordo nessa época.

  • Ramom Alencar

    raríssimo exemplar, parabéns, pelo relato, só acho que ficou faltando maid falar sobre valores

  • Ramom Alencar

    raríssimo exemplar, parabéns, pelo relato, só acho que ficou faltando mais falar sobre valores, de resto achei uma pequena semelhança com a linha de cintura da série 5 da geração passada.

    • Guilhe

      Achei o painel bem parecido tb

      • Junoba

        Quem sabe é uma cópia que fizeram do concorrente…

        • Luciano

          Definitivamante, não.

        • saosao

          Até que pode ter sido uma inspiração.
          Só ver o atual Accord, vendo de lado, o perfil lembra bem um BMW.

          • Luciano

            A semelhança termina no hofmeister kink.

      • Luciano

        Não, cara.

    • Luciano

      Não.

    • Thiago Sz

      Bem lembrado Ramon, lembra bastante o design, não comentei sobre isso pois achei q só eu achava!

    • Bruce Wayne

      Na boa, não tem nada haver…Mesmo que a disposição das linhas seja semelhante, os anguloso e volumes são completamente opostos

  • PEDAORM

    Belo relato e belo carro, parabéns! So discordo quando diz que esses 2 modelos estão acima dos concorrentes, Passat usado com 2.0T também é boa pedida.

    • saosao

      Em 2009 o Passat já usava o 2.0T?

    • Thiago Sz

      Bem lembrado o Passat, há um tempo atrás quase peguei um Highline 2008, a única ressalva é que estes motores TSI não gostam muito da nossa gasolina brasileira. De resto é um belo carro apesar do design mais sóbrio.

  • ObservadorCWB

    Belo carro e relato. Em 2009 acho que o Azera representava algo acima, mas a sua preocupação confere com alguns poucos relatos. Pode dizer as especificações do pneu ? O coreano possui maior “altura de borracha”. Mas é um carrão, ótimo custo/benefício. Ainda mais pensando que hoje um focus ou um corolla já passam de 100 mil.

    • Thiago Sz

      Os pneus do Accord são 225/50R17. Acho o Azera um belo carro, está na lista quando eu for trocar de carro.

      • afonso200

        azera usa 235/55 R17 (2007-2011) os New azera nao conheço

    • Zoran Borut

      O Azera tinha custo-benefício muito melhor na época, foi isso que o consagrou no mercado.

  • saosao

    Lindo relato! vindo de alguém que entende e gosta de conhecer sobre carros, é um prato cheio!
    E parabéns pelo carro!

    • Thiago Sz

      Obrigado amigo!!

  • Louis

    Parabéns pelo carrão, e pelo excelente relato! Não é a toa que este carro vende muito pelo mundo afora. Pena que a Honda praticamente matou o Accord por aqui.

    • what_the_hell??

      É verdade! Os preços da Honda aqui no Brasil (assim como Toyota) fogem até mesmo dos nossos absurdos padrões! Mas no caso dos sedas grandes (Accord e Camry) os preços ultrapassam a barreira do absurdo e se encontram no patamar de “insanos”!!! :))

  • André black mamba.

    O cara troca o óleo da caixa a cada 7 mil km? Tá sobrando dinheiro heim?

    • Guilhe

      Acho que é o do motor, não é não?

    • Bruno Wendel Marcolino

      Acho que é do motor ein…

    • Thiago Sz

      Ficou um pouco confuso essa parte mas é referente ao óleo do motor mesmo!

  • automotivo

    Belo post… muito bem detalhado.

  • Fabio Marquez

    Quando meu pai foi comprar o atual Corolla dele, ofereceram um modelo dessa geração com motor 2.4 para ele. Fiz ele sair correndo, pois o carro era extremamente pelado. Se lista de equipamentos fosse de um sedan grande de verdade teriamos comprado o carro de olhos fechados, já que era de boa procedência (todas as revisões, sem registro de sinistro, baixa km e conhecíamos o dono anterior), fora que eu sabia que o carro era extremamente confiável mecanicamente.

    • Thiago Sz

      Não existe essa geração 2.4, com essa motorização só o modelo 2003-2004. Esta geração só existe 2.0 L4 e 3.5 V6

      • Edson Fernandes

        Não dá para entender porque o 2.0 é tão franciscano em itens de série se comparado ao V6.

        • Thiago Sz

          Exatamente, jamais compraria um 2.0, seria bem mais racional comprar o civic.

          • clearboxer

            Não acho, o Accord 2.0 bebe menos que o Civic 1.8, é mais espaçoso e o Civic da época é tão pelado quanto. Iria de Accord sem problemas.

      • Fabio Marquez

        Confundo sempre a motorização, mas era 2.0 mesmo. Andamos no carro e ele apresentou bom desempenho, mas a peladeira em equipamentos desanimou.

        • Thiago Sz

          Realmente, não vejo nenhuma vantagem no Accord 2.0 sobre por exemplo um civic ou corolla automático.

  • Guilhe

    Eu acho essa geração a mais bonita, teria até a versão com o 2.0 , é um senhor carro

  • Rafael

    Melhor relato que já vi. Parabéns! Você ainda faz revisões na concessionária? Pq não faz fora? Me cobraram mais de R$2.000,00 pela parte central do volante, pois o meu estava com o emblema da honda arranhado. Acreditam nisso?

    • Samuel_RO

      Lendo assim parece até mentira, mas hoje dia do jeito que as coisas estão não duvido nada que te cobraram isso mesmo. E que facada hein?

      • Rafael

        Isso mesmo, amigo. O vendedor nem fez questão de falar o valor exato, só disse que era mais de R$ 2.000,00, foi quase um conselho pra eu não fazer isso, pq sabe que ninguém é louco de pagar esse preço. Comprei meu fit seminovo e a antiga dona parece que gostava de uma buzina, pois o emblema prateado esta um pouco riscado, provavelmente de anéis.

        • Thiago Sz

          Algumas manutenções faço fora da concessionária, pastilhas por exemplo, mas gosto de fazer a periódica pois valoriza o carro na hora da venda. Seria este preço alto pois vem com o Airbag? Eu tive um civic com esse mesmo problema do emblema descascando porém só resolveria trocando o airbag mesmo.

          • Rafael

            Acredito que não seja com o kit do airbag, pq no recall que fiz não precisou trocar, a não ser que apenas os manés dos consumidores são obrigados a adquirir um produto por venda casada enquanto poderia comprar apenas o que necessita.
            As minhas revisões faço tudo fora, tenho um amigo que tem loja de auto-peças e me consegue tudo.

          • Rafael

            Outra coisa que esqueci de perguntar, pq nunca cogitou um omega fitipaldi? Dirigi um quando trabalhava numa concessionária e lhe digo uma coisa, foi o melhor chevrolet que já dirigi em minha vida. Muito mais prazeroso e confortável que captiva, malibu e camaro. Motor ronca lindo e por dentro, pelas fotos do seu honda, o omega parece que ganha em questão de acabamento.

            • Thiago Sz

              Já pensei no Ômega sim, mas tenta achar um que não é blindado!! É igual mosca branca! Mas realmente é um belo carro também! Porém o Accord consigo peças fácil no USA pq lá ele é igual carro bem popular e mesmo com dolar a R$4 ainda compensa, já o omega nao é comercializado lá então para achar peças lá só algumas que são compartilhadas com alguns Cadillac.

              • Rafael

                Você tem razão, como você pesquisou, sabe o mercado como funciona. Aqui em Salvador é a coisa mais dificil de achar.

          • Edson Fernandes

            Estranho, pois o air bag é totalmente separado do volante. Nem mesmo o kit vem junto. Talvez fosse o caso de comprar fora do país.

        • Thiago Sz
          • Rafael

            Muito obrigado pelo link! Por esse preço fica mais acessível! abç!

          • Edson Fernandes

            Revoltante né? Um emblema custar 30 dolares e aqui o cara querer cobrar a peça inteira.

            • Thiago Sz

              Um absurdo total!

        • saosao

          Na última visita que eu fiz à concessionária Honda, pedi para avaliar o que precisava ser feito no meu Civic. O próprio atendente me aconselhou a fazer as coisas triviais fora da concessionária, pois o valor da mão-de-obra era cara.
          Tinha coisa que era melhor ser feito lá mesmo, mas tinha coisa que não precisava. Quanto ao preço das peças, muita coisa achei até mais barato que em oficinas.

          • Rafael

            É, atendimento premium tem limites. É igual ao caso da bmw 320i flex que, numa postagem um dia desses aqui no NA, a revisão custava R$1.600,00, sendo que R$400,00 era o filtro de combustível, por ser flex!

    • Luciano

      Quer pagar pouco, compra um gol.

      • Rafael

        Muito boa sua resposta. Então vc acha correto uma concessionária vender um pedaço de plástico/borracha por esse preço? Não tem nenhuma tecnologia que justifique o valor, apenas a parte central com algumas coisas que encaixam o insuflador do airbag, mas não tem nada do airbag nele, já que fiz o recall do airbag do caso Takata essa semana e não precisou substituir nenhuma peça do volante.

        “Quer pagar pouco, compra um gol.”

        Brasil, um país de…

        • Bruno Wendel Marcolino

          só rindo desse tipo de comentário kkkk

        • Edson Fernandes

          Nem precisava ter respondido. De qualquer forma eu já apaguei a resposta dele porque foi ofensiva. E sim, temos que pagar o que for justo. R$2000 por um logotipo de volante? Mas nem em sonho que eu tbm pagaria!
          Tanto que no caso do meu ex C3, por algum motivo o controle do vidro traseiro soltou do acabamento. Para trocar, o cara nem quis estimar preço e me sugeriu ir num ferro velho. O que eu fiz? Passei um vedante para firmar a peça e isso nunca mais me incomodou.
          Infelizmente a solução para seu caso ou é comprar de fora ou ficar dessa forma.

          • Rafael

            O amigo do relato (Thiago) me passou um link do ebay. Vou comprar fora mesmo, pq o volante está novo, só preciso trocar o emblema e o couro da coifa do cambio que está descascado. abç!

          • Luciano

            Ofensivo? Pq?
            Da mesma forma que falei pro nosso amigo aí de cima, se vc acha tudo um absurdo, tem que andar de popular. Se todos deixassem esses carros com donos que sabem cuidar deles, não virariam bombas cheias de gambiarras depois de alguns anos.

            • Se tivessem preços justos, pode acreditar que haveria menos gambiarras.

            • Edson Fernandes

              Porque?

              Porque sua resposta não foi essa que vc está me dizendo. Se vc tivesse respondido como fez agora, não teria tido a resposta apagada.

              Além disso, ele comprou o carro usado. Poxa, vc tá dizendo que o cara tem que pagar mais de R$2000 por um logotipo porque o dele está todo riscado e isso é descuido do brasileiro?

              Eu tenho um Fluence hoje. Sabe o quanto a Renault me pediu para troca das pastilhas de freio + disco? (dianteiro) R$1100.

              Com R$600, eu troquei as pastilhas (as 4) e troquei o disco dianteiro. Com os mesmos ou pouco menos que R$1100 teria trocado também os discos traseiros. Desculpe, mas esse abuso de concessionaria mina a possibilidade de certas trocas de peças nela. Como pode haver uma discrepancia gigante entre 30 dolares e 2000 reais? Isso quenão pode existir. Pagamos muito caro, então não faz sentido pagr R$2000 só para ter um simbolo sem riscos. Pelo menos é o que eu acho.

        • Luciano

          O problema não é Brasil, o problema é o Brasileiro. O problema é ter um importado e achar que tudo é roubo. É mais do que óbvio que a manutenção do Accord será cara, que as peças serão caras, que tudo será caro.

          • Desculpa, o fato da origem do carro ser fora não justifica cobrar uma fortuna em um pedaço de plástico ou lata.

            • Luciano

              O “pedaço de plástico ou lata” precisa vir de fora, precisa pagar impostos (MUITOS) e precisa que alguém tenha conhecimento para ser devidamente instalado.

              • Matéria do próprio NA:

                “..Em cotação nas concessionárias Volvo no Brasil, o valor apurado de um bico injetor era de R$ 700, gerando assim um custo de R$ 3.500 na troca dos cinco componentes. No entanto, para que serve o eBay? Nesse caso, todos os cinco bicos injetores saíram por US$ 260 mais US$ 34 de frete, gerando assim um custo de US$ 294 ou R$ 685. Ou seja, o conjunto completo custa menos lá fora que uma única unidade vendida por aqui.

                Todos nós já estamos cansados de saber que isso é algo “natural” no quarto mercado do mundo. Mas ao receber os bicos do Volvo, o proprietário provavelmente ficou estarrecido. Afinal, na embalagem dos injetores – feitos pela Bosch – eram “made in Brazil”! Isso mesmo, um componente feito aqui foi importado com custo muito menor que um similar vendido no Brasil.

                Ou seja, os consumidores brasileiros pagam mais pelo produto feito aqui, que ao ser exportado, chega mais barato ao cliente estrangeiro. Esse absurdo fiscal é facilmente perceptível quando comparamos os preços dos carros feitos aqui e vendidos em mercados vizinhos. Desse jeito, os donos de carros nacionais logo terão que cotar peças de reposição no exterior, a fim de pagar um preço justo pela mesma peça vendida aqui. Precisamos disso? Não, mas é o que a política nacional parece incentivar…”

                Ou seja, a peça só custava caro porque acreditam que quem tem um carro premium deve se conformar com o preço e não deve questionar, exatamente o papel que está fazendo de graça para eles. Mas aí as pessoas não compram carros premium porque tem medo da manutenção pesada deles, gerando a questão do ovo ou da galinha ou dilema Tostines. Parabéns por servir de massa de manobra desse tipo de explorador.

                • Eduardo

                  Turn down for what…

                • Luciano

                  Meu deus. Sério mesmo? Sério que você leva isso como base?

                  • Não, eu levo em conta o bom senso, coisa que pelo jeito falta em alguns..
                    Mas não vou bater palma pra maluco dançar. Abraços.

              • Rafael

                Conhecimento de que amigo? Trocar a parte central do volante? Carro é tudo igual e os tributos, que são altos, não chegam nem perto dos superfaturamentos de peças que existe em concessionárias.
                Antes de migrar para área do direito, fiz curso técnico em eletromecânica automotiva. Trabalhei em uma grande concessionária chevrolet de Salvador como técnico e lhe digo, o primeiro camaro da css que fez a manutenção fui eu. Ninguém sabia ao certo o que fazer. Pois bem, peguei o manual, que por sinal parece uma bíblia, e fui traduzindo (é em inglês) para conhecer o carro, já que o único mecânico que tomou treinamento deste carro estava na matriz, e eu, na filial. O carro não tem mistério algum. Muitas peças compartilhadas de captiva, malibu (filtros de combustivel, etc). Apenas fui certificar a capacidade do carter, que era mais de 7 litros de óleo sintético.
                Quem faz a manutenção do meu fit atualmente é um jovem de 18 anos aqui na rua, que aprendeu como um “rato de oficina”, pois não gosto e não tenho ferramentas pra ficar fazendo revisão de carro.
                Precisa de conhecimento de que, mesmo?

                • Luciano

                  Eu não estou falando de Chevrolet.

                  Sobre a manutenção do seu Fit, você segue os padrões brasileiros. Entrega na mão do zé da esquina que ele da um jeito.

                  • Rafael

                    Não entrego na mão de zé, entrego na mão de um garoto dedicado que quer crescer na vida.
                    É por esse tipo de comentário que o país está do jeito que está. Valorizando o que não deve ser valorizado.

                    • Luciano

                      Quer ajudar o garoto de verdade? Pague um curso técnico para ele.

                    • Rafael

                      Lhe garanto que ele não necessita, pois já aprendeu na vida e ali vai longe. Outrossim, não compete a mim fornecer educação aos outros, isso é uma obrigação do Estado. Por fim, o Senai está aí pra quem quiser, com processos seletivos gratuitos, estudei no sesi e senai gratuitamente.
                      Sua arrogância me desmotiva a continuar a conversa.

                    • Luciano

                      Não estou sendo arrogante. Estou só mostrando que, mesmo que a sua atitude tenha boas intenções, ela não é o melhor para o seu carro.

                    • Rafael

                      A melhor opção para o meu, o seu e o carro de qualquer um é uma manutenção correta a preço justo. Simples.

                    • Luciano

                      Exato, mas dizer que o preço é injusto só pq o do vizinho custa menos não faz sentido.

                    • Rafael

                      Errado, as concessionárias aproveitam da obrigatoriedade das revisões serem feitas nelas para manter a garantia do veículo para cobrarem preços abusivos. Queria ver se não existisse essa obrigatoriedade se eles agiriam dessa forma.
                      São verdadeiros covardes.

                    • Luciano

                      Sim, mas basta o cidadão se informar que ele não cai na empurroterapia.

                    • Rafael

                      Mas não me refiro a empurroterapia nao, me refiro aos preços de mão de obra e peças mesmo. Cobra-se muito caro por algo que vc encontra na rua por 1/3 do preço ou até mais, só que, como tem a garantia, aí os clientes se tornam refens.

            • Luciano

              Pela sua lógica, também não faz sentido cobrar 3 milhões por uma Ferrari, afinal, é só um pedaço de plástico ou lata (ou fibra de carbono).

              • Ah sim, um emblema da Honda é similar a uma Ferrari! Claro, foi exatamente isso que quis dizer (As vezes eu me pergunto onde esse pessoal é “alfabetizado”).
                Então vamos lá: Se um fornecedor quiser cobrar mil reais por uma capinha de plástico que cobre o parafuso da porta ele pode, afinal é uma capinha de plástico de um Accord que custa 50 centavos de dólar mas que paga imposto e imposto sobre imposto e frete… E não é uma capinha de um Gol, mesmo que a do VW seja mais elaborada e custe mais… Não se questiona o preço abusivo se você anda de carro superior, afinal você tem que pagar porque o carro é caro e peças simples são caras… Apenas pague sem questionar…
                Acho que já ficou claro para os comentaristas aqui suas bases. Tanto que não fui o único a te questionar. Encerro minha participação por aqui. Ah, e avisa o cara que escreve o que você vai ditando para ele e pede da próxima vez para ele explicar o que você está respondendo..

                • Luciano

                  Alessandro, continuo com a mesma opinião de que quem acha ruim pagar R$7.000,00 na revisão do seu Range Rover, não deveria ter pago R$550.000,00 para ter um.

                  Se quer ter um carro superior, você vai ter que arcar com os custos do mesmo. Infelizmente é assim que funciona.

                  • Rafael

                    A Range Rover possui um valor agregado por conta de sua marca. A manutenção não possui marca, a não ser que o mecânico seja uma estrela do mundo automobilístico.

                    • Luciano

                      Um Range Rover não custa R$550.000,00 só pq ele chama Range Rover tão quanto seu Fit não custa mais para ser mantido simplesmente por ser um Honda.

                      A manutenção possui marca sim. Eu não confio carro meu a gente não capacitada, mesmo pq custou caro e é o meio de transporte da minha família. Só eu que acho completamente anormal correr risco de vida só para economizar um pouco?

                    • Rafael

                      Ninguém falou de correr risco em entregar veículo na mão de gente incapacitada. Eu não entrego carro na mão de quem não sabe o que está fazendo. Estamos discutindo um sobrepreço injustificável de autorizadas. Já trabalhei em uma e lhe garanto que não tem nenhum mestre da mecânica lá. Só tem mecânicos, bons e ruins, que são treinados especificamente para aqueles carros, algo que não justifica gastar um absurdo pra dar manutenção .

          • Rafael

            Então meu Fit é um carro de luxo importado, com motor 1.4 e câmbio manual e que, por ter um emblema da Honda, deve ser cobrado caro pelas peças e manutenções? Então o Accord é um carro de alto luxo para ficar guardado na garagem que nem uma ferrari? Então não poderei nem citar o suprassumo do automobilismo, a Acura?

            • Luciano

              Não. Você está certíssimo. É tudo caro, é tudo um absurdo, é tudo ridículo e, não se esqueça, manutenção é no zé e na urna é 13.

              • Rafael

                A manutenção é num garoto pobre e dedicado. Quando dei o filtro de combustível a ele, foi direto para a parte central do carro, pois ele já sabe que o tanque fica localizado abaixo dos bancos dianteiros.
                Por fim, não sou petista e nunca serei, sou apenas justo.

                • Luciano

                  Lembre-se que em matéria de manutenção de um bom carro, o barato sempre sai caro. SEMPRE.

                  • Rafael

                    O barato não, o errado! Pois eu compro peças na mão de um amigo que tem loja de auto-pecas que sai a um preço similar aos que tinha quando tive um agile e a manutenção entrego na mão de quem sabe. Se o garoto não souber, tem o pai dele ali fiscalizando.

  • flavio m

    Sempre quis ter esse carr. Não achei um acessivel, com pouco uso. Acabei no Passat FSi, satisfeito, mas com aquele medo de bomba.

  • Cristiano Espindola

    Adoraria ter um auto assim, carrão por preço de compacto…. Porém, no meu caso, sempre fico com uma dúvida: e o preço do seguro? Admito que li o relato (muito bom, por sinal) só na espera do comentário sobre as cotações do seguro. No mais, parabéns pelo carro!

    • Thiago Sz

      O seguro cotado no meu banco ficou em R$3.500 mas cidade que moro tem algumas poucas porém boas cooperativas de proteção automotiva, pago por mês R$170 que somando dá aprox 2 mil por ano. Cobrem tudo exceto vidro e faróis, carro reserva uma semana.

  • Minerius Valioso

    Muito bom relato. Se a Honda do Brasil fosse mais esperta, poderia focar mais no Accord.

    Não é à toa que esse carro faz tanto sucesso nos Estados Unidos.

    • Luciano

      Ninguém vai pagar 160.000 em um Accord quando tem BMW, Mercedes e Audi (mesmo que de menor porte) pelo mesmo valor.

      • thms999

        Bom lá nos EUA o Accord também ocupa a faixa de preço desses sedãs menores como A3 e vejá lá qual vende mais.

        • Thalles

          O Accord no EUA parte de 22 mil dólares enquanto o A3 Sedan parte de 30 mil dólares. O preço do Accord e do Camry deveria ser próximo do Fusion.

          • thms999

            Accord V6, parte de 30 mil, exatamente o preço do A3.

            • Thalles

              Eu acho que o 2.4 de 189HP está mais para o 1.8T do Audi básico e o V6 está para o 2.0T do Audi mais avançado

  • flavio m

    Tava atras de um… acabei com um Passat FSi… que sempre me deixará com a pulga atrás da orelha…

    • Junoba

      Também acho modelos como esse usados um ótimo negócio. O problema que não se encontra em qualquer lugar, na maioria dos casos, é certeza que vai ter que fazer uma pequena viagem até encontrar alguém quem vende.

    • Edson Fernandes

      Não me leve a mal, mas um dos motivos para eu não ter ido para um sedan médio grande era me sentir inseguro em alguns aspectos. Porém eu não conseguiria conviver na insegurança. Acho que no seu caso é cmplicado

      • flavio m

        Pois é. Sensação de torcida tempo todo. Vc lê fóruns americanos e se assusta c Passat. Não com Accord. Um lindo carro, com mais mimos que o Accord. Mas sinto q deveria ter ido pro Accord. Até os números de consumo do Honda V6 s da notícia são equivalentes aos do VW 4 cc. Meu carro anterior era um Sentra CVT que comprei zero (esse manda bem), mas o zero novo é mto caro pra colocar na rua.

        • Leonardo Enomoto

          Não existe carro perfeito, se te serve de consolo, existe um site americano que chama carcomplaints, só de reclamação de carros, nele o accord 2008 está com um selo “avoid like the plague” (“evite como a praga”), foi o único carro que eu achei com esse selo hahahaha! Eu tava entre accord, camry e passat dsg, acabei indo de accord, mas sempre que vejo um passat ou camry eu babo hahahaha.

          • Felipe Landim

            Lembrando que indo atrás de reclamações você irá achar… Reclamações!
            Mesma coisa do ReclameAqui. As entregas da NetShoes pra mim sempre foram CIRÚRGICAS, mas no site do ReclameAqui parece que é a pior bosta do mundo.
            Por essas e outras que acho opiniões de dono (via carrosnaweb, por exemplo) mais confiáveis que site do tipo reclamação.

          • flavio m

            Leonardo, quais as criticas mais comuns ao Accord dessa geração? Ou desse 2008? Parabéns, carrão.

        • Edson Fernandes

          Mas nessa situação, não seria melhor ver nos sites europeus sobre o Passat? Porque nos EUA, ele é considerado um carro caro mesmo para manter. E lá se eu não me engano ele utiliza o cambio tiptronic em algumas versões.

  • Junoba

    É um excelente carro, assim como todos os sedans grandes. Mas é um segmento que as montadoras não investem aqui no BR. Accord e Camry vende migalhas, tanto que no mês passado o Toyota emplacou 0 unidades e o Honda apenas 10.

  • Marcos Souza

    Um carrão, ótimo relato. Mas eu fiquei com algumas duvidas:
    quanto custa o seguro deste carro?
    vc não precisou trocar os amortecedores, mas os antigos donos realizaram essa troca? se sabe se foram trocados, com qual kilometragem?
    Esse multimidia é próprio para este carro ou existe para outros modelos?
    no mais, parabéns pelo relato e pelo veiculo…

    • Danilo Fernandes

      Excelentes perguntas as do Marcos. Se puder responda. No mais, parabéns!

      • Thiago Sz

        respondido acima

    • Thiago Sz

      O seguro cotado no meu banco ficou em R$3.500 mas cidade que moro tem algumas poucas porém boas cooperativas de proteção automotiva, pago por mês R$170 que somando dá aprox 2 mil por ano. Cobrem tudo exceto vidro e faróis, carro reserva uma semana.

      Quanto aos amortecedores não tem nem sinal de desgaste e nunca foram trocados anteriormente, já tive dois Accord que vendi com mais de 110 mil km sem sinal de vazamento e fadiga e também não foram trocados. Muitas peças deste carro não têm o desgaste igual aos carros que estamos acostumados no Brasil, as pastilhas dianteiras originais por exemplo duram aprox 40 mil km.
      Esta multimídia é especifica e funciona em conjunto com o sistema de som original do Accord.

  • Stalin Hidrófobo

    Rapaz… que máquina! Parabéns

  • GPE

    Essa versão (a top) eu acho que vale muito a pena a compra de um usado. Já a de entrada eu não compraria de forma alguma. É um excelente carro. Feito pra durar 10 anos sem dar muita dor de cabeça ao dono

    • saosao

      Eu faço isso que vc falou. Prefiro comprar carro usado, e sendo assim, olho somente as versões top. Acho bem mais coerente do que querer pagar barato num usado, que tem mais variedade, mas também pode ter vindo de gente que não cuidou bem do carro.

      • Edson Fernandes

        Além do que, qdo pensamos em um carro desse tipo esperamos mais do que ha na linha de sedans médios para baixo, então já penso em ter aquilo que distancia dos mais simples. Não a toa hoje tenho um sedan médio da versão de topo justamnete por querer ter itens que no usado as versões de entrada geralmente não ofertam.

  • Luciano

    Séloko tiu! Nave chavosa demais! Só falta sokar no chão pra ficar patrão memu

  • Bruno

    Muito bom o relato, uma duvida, o que voce passa para lubrificar as corrediças do teto solar?

    • Thiago Sz

      Utiliza graxa branca

      • Bruno

        qual marca indica?

        • Thiago Sz

          Nunca reparei a marca rsrs, mas é Implastec.

  • Vinicius Oliveira

    pena q essa série virou “carro do mês”, é de tempos em tempos que tem uma avaliação :(

  • #########Carlao GTS

    De 0 a 100 em 6,5…

    • Bruno Wendel Marcolino

      em 1º chega a 75km/h, o loco!!

      • saosao

        O carro pode ser tiozão, mas é o tiozão Kid Bengala!!!

        • Edson Fernandes

          Olha… mas se vc olhar os videos do Accord, ele anda muito bem mesmo! Tem um andando com Golf GTI (quer dizer, dando uma bela bucha) mas claro que ele é modificado. Mas com o motor original acelerando forte, anda muito bem. Não sei dizer quanto, mas anda.

          • saosao

            Eu nunca tinha procurado vídeos de sedans V6, mas agora com esse relato e o que vc comentou, fiquei realmente curioso!

            • Edson Fernandes

              Só um exemplo:
              https://www.youtube.com/watch?v=KR-Q0Gexljo
              Dá para andar junto de Golf GTI (na reta…rs)

              • saosao

                Bacana mesmo!!! Pena que eu não sou tão cuidadoso com carros assim rs

                • Edson Fernandes

                  É por isso que parti para um sedan médio…rs

                  Só o fato de imaginar ter que tomar cuidado em não raspar embaixo do carro seria um problema! E o sedan médio é melhor adaptado para o Brasil.

                  Até agora, só vejo o Passat ganhando essa adaptação e ficando mais alto. Os demais ficam baixos mesmo.

      • Camilo Varotto

        Pensei que fosse mais longo que isso, Corolla 2.0 por exemplo, 1° chega a pouco mais de 60; 2° 115km/h; 3° 165km/h aí entra a quarta e ele cai pra exatos 4 mil RPM (corte 6000 RPM). Com essa relação, e esse motor, o bicho deve ser realmente endiabrado!

        • Thiago Sz

          Mas o Corolla são 4 marchas né, 5 marchas mais longo que isso acho que só o Ômega V6 3.6.

  • #########Carlao GTS

    ESPAÇONAVE!

  • Anderson Lemos

    Há tempos não via um relato tão interessante…

    • Thiago Sz

      Valeu cara, qualquer dúvida estamos aê!

  • Bruno Wendel Marcolino

    Ótimo relato, sempre da vontade de ter um carro assim, pena que dai eu me lembro que rodo todo dia uns 60km, ai o consumo pesa e muito.

    Parabéns pela nave.

    Abraço.

  • Zé Mundico

    Excelente carro, acredito que seja fabricado no México para atender o altamente exigente mercado norte americano. Se fosse brasiliero, seria pelado, câmbio cvt e motor meia sola. A manutenção pode ser cara mas vale a pena, pois é carro de grande confiança e durabilidade, é outro conceito de projeto e manufatura.

    • Thiago Sz

      Este modelo 2008 pra cima é japonês, o modelo 2003/2007 era mexicano.

  • Christian Balzano

    Eu acho esse carro lindo, fiquei apaixonado por ele no lançamento. Mas não curti o facelift na versão seguinte que colocaram na tampa do porta-malas aqueles “olhos-de-gato”, que o Civic 9th inutilmente reutilizou. Gosto ainda mais dessa sua versão do que as últimas lançadas (nona geração e a futura décima).

    Quase comprei ele em 2012, mas por ter tido uma péssima experiência com um Audi A3 (02/02) quis fugir de manutenção cara, acabei pegando um New Civic AT 09/09, que tem a mesma confiabilidade mecânica Honda mas com preços de manutenção bem inferiores.

    • SDS SP

      A3 das antigas realmente é uma bela encrenca. Fez o correto.

  • afonso200

    realmente entre ele e um azera 2011 fui de coreano(tinha 41mil km em março/2015 e fiquei com o coreano), por causa do computador de bordo e do USB………e pasme amigo, ja fiz 13,7km/l(gasolina comum) a 80km/h no cruise control, valor aferido no PC de bordo e na mesma bomba do mesmo posto………..parabens, eu vou usar o Zerão até os 200mil km, trocar pelo que , UP! TSI, Voyage MANUAL, HB20S ?????? nem ferrando………….peguei com 41mil km, e ja rodei 40mil km em 8 meses, revisoes na casa dos 700reais, faço limpeza de bico a cada 20mil km, troca de liqueido de freio a cada 40mil km, geometria a cada 5mil km, liquido de DH a cada 40mil km, liquido de radiador a cada 40mil km, oleo e filtro de motor a cada 5mil km, oleo de cambio a cada 50mil km

    • Thiago Sz

      Bela máquina não descarto a possibilidade de ter um ainda! O máximo que consegui foi 12,5km/l entre BH e SP mas com velocidade entre 110 e 120 com ac 100%. Cuidando bem assim do carro ele vai até os 200k tranquilo rodando silencioso como um carro novo. Rodando a 80km/h não sei te falar a média pela falta do pc de bordo, mas creio ficar nesse faixa de consumo ou talvez um pouco melhor se a velocidade for constante pois o accord estará só com 3 bocas bebendo, o difícil é manter essa velocidade com uma máquina destas.

      • afonso200

        otimo entre 110 e 120, >>>>>>>>115km/h cruise control o Azera 2011 faz 12,2km/l….abração e boa futura compra

    • Felipe Landim

      Quanto $$$?
      Tem teto?

  • Bruce Wayne

    É justamente esse tipo de relato que desperta vontade de ler até o final, esclarecendo dados realmente importantes e que acrescentam mais conhecimento útil a todos nós.
    Parabéns pelo carro e por compartilhar seu relato conosco, obrigado.

  • SDS SP

    Carro muito bacana. Gostei do consumo de combustível, menor do que eu esperava.

    Nessa baderna na qual a nossa economia se encontra, um usado dessa categoria acaba sendo mais viável.

    Parabéns pela nave!

  • João Cagnoni

    Que alívio sair da matéria do “Versa 1.0 por 45 mil” e cair aqui. Parabéns pelo carro e pelo relato, foi uma ótima escolha!

  • ‘Eduardo Oliveira

    Parabéns pelo veículo! Carro lindo e raríssimo, tive o prazer de ver somente dois na rua até hoje.

  • Fábio Alisson

    Belo carro. Parabéns! Também penso que carro zero não vale a pena. Excelente compra.

  • Ediomar

    Que Carro top amigo,otima escolha e bom gosto,pra mim carro sedan é o tipo de veiculo mais elegante e classudo que existe,atualmente eu tenho um Vectra B CD,mas se tudo der certo quero manter esse e adquirir um Omega CD 4.1 mais pra frente,pra fazer companhia pro Vectra na minha garagem hehe.

  • Mayck Colares

    Ótimo relato!

  • Vitão

    Carro top!! Parabéns!!

    Se Deus quiser, meu próximo carro será um Accord tbm rs…

    Mas como ando mais na cidade (São Paulo), carro grande é chato de estacionar, por isso ainda me contento com o irmão menor (Civic)…

    Em breve, para viajar e pegar estradas, será um Accord…

  • Diego

    Onde encontro esse computador de bordo?

    • Thiago Sz

      http://www.ultra-gauge.com eles enviam para o Brasil tranquilamente.

      • Zé Alexandre

        Qual o modelo é essa sua ME 1.3 ou EM Plus? Obrigado e parabéns pela matéria.

        • Thiago Sz

          O meu é o EM Plus, ele mede a performance 0-60 0-100 etc… unidades em KM/L

  • Emilio

    Alguém sabe o consumo desse carro em Brasilia? Acredito que, no geral, dá para usar uma referencia proxima ao consumo na estrada por aqui mas gostaria de saber se alguém já fez o teste…

    • Thiago Sz

      Se for possível manter velocidades constantes por mais tempo ele ficará a maior parte do tempo com 3 cilindros, acredito que faça algo em torno de 9km/l.

  • Eduardo

    Thiago, parabéns pelo relato. Definitivamente um dos melhores que já li. Agora me diz uma coisa, que gasolina vc usa pra conseguir esse consumo? Não estou questionando nem nada, é apenas curiosidade msm, pois gostei do consumo pra um V6. A tecnologia embarcada é fator definitivo, sem dúvidas, mas o tipo de gasolina tbm pesa um pouco no consumo.
    Obrigado desde já.

    • Thiago Sz

      Somente gasolina comum, poucas vezes coloco um tanque de aditivada.

      • Eduardo

        Perfeito, excelente consumo pra um carro deste porte. Obrigado pelo retorno.

  • Marcelo Ceno Dutra

    Tenho um amigo que possuía um só que preto, oh saudade de viajar com ele, um puta carro, até um belo dia chegar a hora de trocar e ele me aparece com um……. sonata! ou seja, trocou um avião por uma banheira.

    • Felipe Landim

      Porra, Sonata é animal! E não é um V6, mas desempenho não falta.

  • Leonardo Enomoto

    Olá Thiago, parabéns pelo carro, tenho um preto 08/08!
    Desde que foi lançado era meu sonho de consumo e há 3 meses consegui realizar esse sonho.
    Veja meu avanço linear de potência (hahaha):
    – Corsa sedan 1.0 99/00 (60cv)
    – Voyage 1.0 09/09 (76cv)
    – Jetta 2.5 07/08 (170cv)
    – Fluence GT 2.0T 14/14 (180cv)
    – Accord V6 3.5 08/08 (278cv)
    Comprei o Accord com 46 mil km e mandei fazer uma revisão geral na cc, ficou no valor de 3,3 mil reais.
    Leio constantemente sobre o carro e após muita pesquisa, acabei descobrindo seus “podres”. Nos EUA (onde é um dos mais vendidos) existem ações em conjunto na justiça contra a Honda devido ao sistema de freios (os discos empenam), muitos também têm tido problemas com velas de ignição e óleo baixando devido ao sistema VCM (lá existe uma atualização do software que basicamente não deixa os cilindros desligados por muito tempo) e um vazamento na bomba da direção hidráulica que, na teoria, é simplesmente resolvido com a troca de um anel de vedação.

    Perguntas:

    1) Você teve algum desses problemas? Confesso que em altas velocidades (a partir dos 100km/h) ao freiar, sinto uma forte vibração típica de disco empenado. Percebi também que realmente há um vazamento na bomba da direção hidráulica e o nível do óleo do motor baixou 1 litro em menos de 5 mil km.

    2) Você usa óleo honda mineral ou o novo sintético?

    3) No meu carro, as trocas de marcha são suaves pisando um pouco mais forte, porém, se ir na manha sinto um tranco principalmente da 1 pra 2. Você sente isso também?

    4) Quando você realizou a troca da correia dentada, trocou os rolamentos e a bomba d’água também? Preciso trocar a minha devido ao tempo (meu carro está com apenas 51mil km), porém a grana tá curta no momento! Odeio postergar manutenção, pois sou chato com essas coisas, tô meio encanado.

    Desculpe por tantas perguntas e pelo texto longo!

    abs!

    • Thiago Sz

      Boa evolução! Vamo ao caso, estas reclamações procedem para os Accords fabricados no México e Canada. Ainda bem o nosso é Japonês, vendo a opinião de dono em sites brasileiros como o carros na web ninguém reclama quanto a estes problemas nem fórums da europa. O meu nao vaza nada na bomba de DH está limpinha (no meu antigo troquei o tal anel de vedação custou R$3 na Honda, mas não foi por vazamento e sim por um rangido quando virava o volantes). O meu tem 95 mil km e está com as velas originais ainda, já removi as velas e estão em bom estado ainda.

      1) No Accord que tive modelo 2006 quando freiava em alta velocidade vibrava, tive que trocar os discos, neste meu atual ele não vibra nada, se for trocar opte pelos Fremax. São mais baratos e até melhores que os originais

      2) Uso somente o óleo Honda 5w30 mineral, troco no intervalo de 7 mil km. Quando troco fica na marca máxima da vareta, quando está completando os 7 mil km está entre o max e mín. Acredito que consuma 500ml a cada 7 mil km. Nunca precisei de completar nesse intervalo de 7 mil km.

      3) No geral acho as trocas suaves e tenho a impressão contrária na verdade, quando estou andando de leve nem sinto as trocas , mas quando dou uma puxada mais forte da um leve tranco suponho que seja pela alta potência, os meus anteriores eram assim também.

      4) Troquei somente a correia e o tensor hidráulico, se você cuida bem do seu líquido de arrefecimento e usa o original não precisa de trocar a bomba com essa km.

  • Cesar Mora

    Caramba Thiago, seu carro está muito lindo! as personalizações foram de muito bom gosto, e o carro parece estar muito conservado mesmo!

    sobre a manutenção, te entendo bem rs… algumas peças tem um valor mais alto, porém a incidência de quebra sem ser por desgaste é muito pequena, vejo isso com a CR-V… além de que, esse Accord é importado do japão também né? costumam ser melhores que os “Japas” nascidos no México…

    no mais, só fiquei curioso sobre a adaptação do painel original do rádio.. você deslocou ele para baixo ? se tivesse algumas fotos mais claras.. pelas que postou parecia tudo original rs…

  • Renato Spadoni

    Parabéns pelo carro amigo, muito bom gosto. Tenho um igualzinho e estou com os mesmos problemas que vc teve, a subida do vidro no alarme e central multimídia. Pesquisei muito e não consegui encontrar na internet, pelo menos não aqui no Brasil. Pode me indicar a marca do módulo do vidro e da central multimídia? renato_spadoni@hotmail.com

  • Alecio Da Ros

    Excelente relato Thiago. E que carro fantástico este Accord. Estou buscando um modelo 2007 e gostara de trocar uma idéia contigo. Pode me chamar no e-mail (alecioros@live.com) ou whatsapp (27 99503-9438)? Desde já grande abraço e parabéns pelo carro!!

  • Andre Urbanski

    Sabe a marca dessa central multimidia? Quero por no meu mas não quero perder as funções do som original.

  • Ellb3r Felip3

    Parabéns pela aquisição. O farol ficou lindo demais. TOP!! Estou querendo comprar um 2006… Mais uma vez quem tem Accord só elogia. Grato pelo relato. Abraço

  • Renato Henrique

    Amigo, ele tem Correia dentada? Acho que não heim, é corrente, de metal… A correia que se troca em 80mil km é a correia dos acessórios… A corrente do comando nem tem data de troca, às vezes recomendam 200mil km…

    • Thiago Sz

      Correia dentada sim. Certeza absoluta.

  • Andrei Colli

    Amigo, lindo relato, parabéns! Também tenho um accord 3.5 EX V6 2009, mas estou quase querendo me livrar do carro por conta de um simples detalhe: o subidor automático dos vidros, que não encontro em lugar algum!!! Por favor, por tudo que é sagrado neste mundo, poderia me dar essa dica? Onde foi que você comprou e instalou os subidores?? Se puder dar detalhes, como marca e modelo, seria ótimo! O Seu subidor fecha o teto solar também??? Desde já agradeço, e novamente parabéns pelo carro, está lindo!!!

    • Thiago Sz

      O módulo é da KP technologies custa aprox $70, você acha no site deles, porém o controle da porta do motorista precisa ser do Accord americano, você acha fácil no ebay por aprox. $60. Abre e fecha as portas e teto pela chave.

      • Andrei Colli

        Amigo, muito obrigado mesmo. Depois que escrevi o comentário achei no forum driveaccord o post sobre o produto e já encomendei, mas não sabia desse detalhe do controle da porta. Como meu Accord foi comprado aqui no Brasil e não é importado dos EUA creio que terei que adquirir esse módulo, correto? Obrigado novamente, e se puder por favor me contatar por email vou lhe agradecer demais, seria muito bom trocar idéias com quem tem o mesmo carro (andreicolli@gmail.com)
        Forte Abraço!!!!

        • Alex Alerxs

          Boa noite amigo caso o thiago tenha te passado ou você tenha achado o módulo e o controle , poderia passar o link dos módulos de subida e do controle da porta , pois estou tendo dificuldade em achar.

      • Alex Alerxs

        Boa noite amigo , poderia passar o link dos módulos de subida e do controle da porta , pois estou tendo dificuldade em achar

  • Welyton F. Cividini

    Thiago Sz,
    É díficil achar peças em concessionária devido a esse modelo já ter saído de linha?

    • Thiago Sz

      Desculpa a demora, é bem fácil achar peças, caso a css não tenha eles na hora fazem o pedido na fábrica e chega em até 5 dias, o Accord não saiu de linha apenas mudou de geração sendo que compartilham quase todas peças mecânicas.

      • Welyton F. Cividini

        obrigado pela resposta!

  • PaulinhosmBR .

    Puta carro, só quem tem um Accord desses sabe. Anda mais e gasta menos que os concorrentes, além de ser bem mais confortável. Destrói os concorrentes em qualidade de construção, durabilidade e confiabilidade. E o sistema de qualidade do som me surpreendeu também.

  • Fhran Chagas

    Fala ai Tiago blz? Eu tenho um Accord 2009 V6 tbm. Comprei ele com 40 mil km hoje esta com 54 mil. Minhas considerações são as mesmas, porem, vou fazer alguns comentários: Na minha opinao este carro faltou um cambio borboleta ou se fosse um cvt dupla embreagem seria melhor.

    Realmente precisa dos módulos de vidros para fechamento na chave e com um único toque para os vidros traseiros, pecou também por não ter um kit multimídia, quanto as suspensões e amortecedores realmente são muito bons em questão de durabilidade e qualidade, porem qualquer curva que se faça o bixinho canta pneu. Ponto positivo que o controle de tração pode ser desligado (não como alguns carros que é automático sem esta possibilidade)

    No geral o carro é fantástico, acredito que poderia ter um pouco mais de torque, mas da forma que esta e com o peso dele esta razoável. Nos seus comentários faltou um comparativo com um outro carro da categoria, que é o Omega V6 Modelo 2011 (tração traseira). Em tese este tem muito mais motor e qualidade interna. Porem o consumo é muito alto e as peças são o dobro em comparação com a Honda.

    Alem disto motores com baixas rotações tendem a manutenções mais rápidas. Enfim gosto muito do carro, gostaria mesmo que tivesse estes detalhes, mas nada é perfeito. Haa antes que esqueça, gostaria que tivesse também o StarStop na chave. Ou seja, ligar o carro remotamente. Igual ao Omega 2011 ou outros modelos como Fusion Titanium Plus

    Bom além disto queria comentar que no meu Accord, tive uma pequena e leve colisão na traseira, a qual quebrou a lanterna (acrílico) e desgastou um pouco o para-choque traseiro. Fui na Honda e me cobraram míseros 6.800 reais para a troca da lanterna e para-choque. So a lanterna daria para compra um fusca rsrsr. Enfim, se for ter este carro que cuide bem e tenha ciência de todos os detalhes. Muito bom o seu Post. Curtir cada detalhe mencionado, e quanto ao seu carro, aos detalhes das personalizações ficou legal.

    Eu já tive estas lanternas e faróis tunning, mas para o Civic com angels eyes (combinou bem no civic), e ainda não coloquei no meu Accord porque acredito que os modelos destes faróis ficaram um pouco “abaianados” com tantos leds e acredito que não combinou muito, nao ficou sutilmente parecendo original. Bom é so uma opinião. Vi que muitos gostaram, eu até gostei também, entretanto não colocaria no meu. Acredito que uma roda esportiva valheria mais no design. Parabéns ótimos comentários!!! Att. Joe

  • Fhran Chagas

    Outro detalhe negativo do caarro é a falta de sensor de re ou camera de re. Itens colocados a parte.

  • Wildirson Pires

    Qual o módulo de subida de vidro você colocou? Obrigado

  • Marcelo Martino

    preciso muito da sua ajuda…..possuo um 3.5v6 2009 preto, com 140mil km, revisoes no manual….mas o consumo dele na estrada, duplicada, plana, nao chega nem aos 10km/l….issso andando a 110-120km/h……..na cidade ele faz uns 5km/l……..pra nao levar na oficina e me cobrarem dez mil reais , o q vc acha que pode ser? velas? Limpar os bicos com ultra som? ja pensei em me desfazer do carro varias vezes por causa do consumo, mas como bem sabem , é um baita carro, ta quitado e queria mante-lo. devido esse consumo excessivo, eu NUNCA acelero ele forte….. se puder me dar uma ideia do que seja, agradeço demais, lembrando que o carro funciona perfeito, eh soh esse consumo absurdo….ja li 300 reviews do carro e todos relatam 7km na cidade e 11-12 na estrada….meu email marcelobmartino@gmail.com

  • Thiago M Silva

    Alguém sabe informar porque ele é limitada a 215km/h? da pra desligar isso?