Europa Sedãs Volkswagen

Volkswagen adia o lançamento do Novo Phaeton

phaeton-project-1

Devido aos cortes ocasionados por causa do Dieselgate, a Volkswagen decidiu adiar o lançamento do Novo Phaeton, a segunda geração do maior sedã da marca germânica.

Há um mês, a Volkswagen ainda falava em um Phaeton elétrico, mas agora o modelo entrou na lista de produtos não prioritários, embora a montadora reconheça que existe a necessidade de atender os mercados asiáticos, notadamente a China.

phaeton-project-2

Com cortes enormes, que chegam a limitar gastos com infraestrutura em € 12 bilhões e economia de € 100 milhões só com o cancelamento de um novo centro de design em Wolfsburg, a Volkswagen vai se ajustando para pagar a conta da fraude no EA189 e no V6 TDI.

O Phaeton já estava sendo ameaçado de corte há muitos anos, já que não conseguiu estabelecer-se nos EUA e sempre foi questionado na Europa. No entanto, a China e outros asiáticos apreciam o grande sedã da VW. Acredita-se que a segunda geração apareça até 2020.





  • Willian Ricardo Rodrigues

    não faz sentido esse carro, já que existe a Audi para esse público, na minha humilde opinião esse carro devia ser retirado da VW e passado ou pra Audi ou ser uma linha separada, pq esse público tbm procura status…

    • Tosoobservando

      Toda montadora tem carros top de linha, Ford tem Taurus, GM tem Impala, Chrysler tem 300c, Toyota tem Avalon. Aqui quase ninguem conhece, mas la fora tem mercado sim, principalmente China. E estes ae nao disputam com o Passat. São um segmento acima, disputam com Phaeton.

      • V12 for life

        Todos os modelos que citou são vendidos nos Estados Unidos exatamente onde o Phaeton não deu certo, somente o 300 tem vendas pífias fora de casa.

        • 4lex5andro

          e sao carros um degrau abaixo de phaeton, a8 ,classe s e bmw serie 7..

          no mercado americano , de sedans grandes, a preferencia é tradicional, restrita ao trio germanico , cadillac e lincoln (esse bem menos) ..

          • Tosoobservando

            A preferencia nos Eua tem sido Lexus ha mais de 10 anos, sendo passado as vzs por Mercedes.

      • BlueGopher

        Considero que os Impala, Taurus, etc se diferenciam mais por tamanho do que por luxo.
        Já o Phaeton tenta vender luxo além do tamanho.
        Comparativamente, creio, seria o mesmo que a Chevrolet lançar um concorrente para o Cadillac.
        Acho que é sempre melhor manter a separação de classes para não embolar o meio de campo e confundir o consumidor.

        • Tosoobservando

          Quando o Phaeton foi lançado ele tinha versões V6 de 40 a 60 mil dolares. Nessa faixa la fora tem muita variedade e pega apenas as versões intermediarias de alguns modelos de luxo. E o novo Impala é muito luxuoso sim, tanto que ganhou da revista Consumer Reports como melhor escolha da faixa. Pesquisa essa materia deles:

          2014 Chevrolet Impala is Consumer Reports’ highest-scoring sedan

          • BlueGopher

            Já a Car & Driver considera o Impala como Full-Size car, abaixo de um Entry-luxury car. Mais de acordo com o que os americanos o consideram no dia a dia.
            Vale principalmente ver o preço, o Impala custa a partir de US$ 27,000.00, um Malibu, por exemplo, parte de US$ 22,00.00, relativamente pouco menos.
            Já o mas barato Cadillac, o ATS 2.5l, começa em US$ 33,000.00.
            Na Alemanha, um Passat parte de E$ 26.000,00 e um Phaeton, E$ 89.000,00.
            Sentiu o drama?

            • Tosoobservando

              EU acho estranho pq tem Phaeton com poucos anos de uso na Inglaterra que podem ser comprados por $14 mil euros, ate menos. Entao esse preço é a versão top.

              • BlueGopher

                Não, este é o preço do básico 0 km, custa mais que um Audi A8 ou um Mercedes S-Klasse!
                Veja no site da VW DE.
                A alta desvalorização é mais um indício que o carro também não vai nada bem no mercado europeu.
                Nos Estados Unidos já saiu de linha faz tempo.
                Na verdade o Phaeton é um delírio de um ex-dirigente (um tanto egocêntrico) da VW.
                A pretensão era que a VW atendesse todos os nichos de mercado, inclusive os de alto luxo.
                Mas a classe social AAA pensa diferente, até o (Mercedes) Maybach fracassou.

                • Tosoobservando

                  Então não sou contra a proposta do carro (de sedan grande), mas podem baixar o preço pra vender mais.

    • Roger Rosato

      Aí que vc se engana, esse carro não é focado em quem procura status, mas sim quem quer conforto e luxo, porém de forma discreta.

  • pedro rt

    esse carro podia sair da vw e ir pra uma nova marca assim como a hyundai fez com a genesis e a citroen com a DS. poderia ser a tal marca TANTUS

    • Foxtrot

      Que tal chama-la de Audi? ;)
      Não vejo sentido em criar mais marcas, o Grupo VW já tem umas 15 marcas associadas que fabricam, carros populares, esportivos, de luxo, motos e caminhões.

      • Junoba

        Lembrando que a VW deverá vender algumas marcas pra pagar as multas das fraudes.

  • Minerius Valioso

    “O Phaeton já estava sendo ameaçado de corte há muitos anos, já que não conseguiu estabelecer-se nos EUA e sempre foi questionado na Europa. No entanto, a China e outros asiáticos apreciam o grande sedã da VW. Acredita-se que a segunda geração apareça até 2020.”

    Como explicar o insucesso na Europa e EUA e o sucesso na China e outros países asiáticos? É só por causa da logomarca?

    • 4lex5andro

      talvez porque no mercado chines o phaeton chegou em um espaço de tempo mais ou menos igual a mercedes e bmw , por exemplo ..

      ja nos mercados americano e europeu, mercedes, bmw e audi (pra nao citar bentley e rolls tambem) ja estao consolidados em um segmento bem restrito, e a vw apresentou um produto pra concorrer nesse nicho que nao chega a ser inovador ..

    • DiMais

      na China se vende de tudo e eles tem gosto por carros grandes, vide as versões especiais alongadas de alguns carros vendidos por lá como MB Classe E.

    • Hox

      Não, é a origem do carro. Na China, carros de marcas alemãs possuem status de premium, mesmo a VW, principalmente os modelos da marca que não são exclusivos do país e são importados. É por isso que eles admitem um sedã grande de luxo Volkswagen mas nos EUA, onde a fama dela não é boa, e Europa, onde é vista como apenas uma marca popular, não.

  • Perivaldo Silva

    Alguns carros conseguem boas vendas em nível global (Corolla, Golf, Focus…) mas não é para qualquer um. Marcas de grande porte querem impor seus modelos, mas é o mercado quem decide. O Phaeton se deu bem na China, e só. Melhor focar onde vende, para evitar prejuízos. Só imagem não paga projetos, tem que vender.

  • Whering Alberto

    “Passatão”.

  • Gustavo Melo

    PARA CARROS DE LUXO A VW JÁ TEM A AUDI, PORSCHE, LAMBORGHINI E BUGATTI, PARA OS DESAVISADOS A VW TEM EM SUA LINHA O EXCELENTE CC V6 3.6 300CV E PASSAT GERAÇÃO 8 2.0 ATÉ 280CV (CARRO DO ANO EUROPEU 2015) BONS SEDANS GRANDES LUXUOSOS, CADA MARCA TEM SEU MERCADO INCLUSIVE PARA OS MAIS EXIGENTES

  • leitor

    Um dia, creio que bem mais de 10 anos atrás, vi de perto um Phaeton, até seu interior que era magnífico. Pra quem conhece outros carros da marca, esqueça. Se disser que prefere uma Mercedes ou BMW por isso, basta ver outra pessoa dirigindo pra pensar que está num luxo que poucos ricos têm.