Ecologia EUA Europa Tecnologia Volkswagen

Volkswagen aposta em filtros de partículas para reduzir emissão no TSI

vw motor 1.5 tsi 2017 1

Diante do Dieselgate, a Volkswagen não quer mais correr o risco de sofrer novas penalidades por conta de emissão de poluentes. Assim, já está providenciando alterações na linha 2017 de motores TSI.

Rumores já falavam que a empresa considerava tratar os motores a gasolina da mesma forma que os diesel, que utilizam filtros de partículas há muitos anos. Só a introdução desse material, permite reduzir em 90% a emissão num motor TSI, por exemplo.

A VW diz que após conseguir melhor performance com redução de consumo nos motores TSI, a próxima fase será torna-los mais limpos através da instalação “de fábrica” de filtros semelhantes aos usados nos motores TDI.

Agora, oficialmente a Volkswagen diz que a instalação começa em 2017 pelo Tiguan 1.4 TSI e pelo Audi Q5 2.0 TFSI. O objetivo é vender 7 milhões de carros com essa tecnologia em 2022. A empresa diz também que padrão Euro 6 é a que tem motores mais limpos, ganhando posição de destaque na certificação EQUA para gasolina e diesel Euro 6.

O padrão de testes de emissão do EQUA é semelhante ao que a PSA está fazendo na Europa. Para a Volks, a aprovação dos motores TSI nesse teste chegam para aliviar um pouco a tensão sobre os TDI, cuja avaliação dos processos de correção ainda está no começo. Catalisador mais eficiente e o sistema SCR serão padrão nos carros futuros.

Enquanto o TSI pe preparado para ser mais limpo e o TDI mais atual está livre do software malicioso, a Volkswagen continua tentando resolver outras questões relacionadas com o Dieselgate, especialmente ações judiciais de estados americanos, impedimento comercial na Coreia e ameaça de multa bilionária na Europa.

[Fonte: Top Speed]





  • Nicolas97

    Todos esses motores turbo com injeção direta de todas as montadoras poluem 1000 vezes mais que os MPI, mas até agora todas fingem que não sabem. A pulverização em altíssima pressão gera partículas muito finas como uma fuligem, como nos antigos motores diesel. O problemas que essas micro partículas são cancerígenas. Isso foi resolvido décadas atrás nos motores diesel através de filtro particulado, mas para economizar uns trocados não azem nada.

    • Gustavo73

      O problema nem é o turbo e sim a injeção direta, então GDI e FSI também estariam envolvidos. Mas não é visível como o dos diesel. Tem alguns anos que se fala dessas micro partículas e de filtros para resolver o assunto. A VW só parece estar se antecipando ao que deve virar normaem breve. Já o TDI polui mais nesses índices que você falou no NOX. Não que seja uma falha menor. Só não é esse índice no geral.

    • gustavo

      Vc extrapolou nesse calculo de todos(de todas montadoras)com motores turbo com injeção direta poluírem 1000X mais que os MPI

    • Filipo

      Você está certo, poucos no Brasil sabem que os motores com injeção direta a gasolina poluem mais e são muito mais cancerígenos que os similares com injeção indireta.

  • Gustavo73

    A mudança nos TSi já começou o já anunciado 1.5 TSi ele passa a usar o Ciclo Miller (versão turbinada do ciclo Atkinson) ao invés do clico Otto. Já os motores a diesel provavelmente serão substituídos gradativamente pelos híbridos e elétricos na Europa. Destino que parecia ser antes dos a gasolina.

    • Douglas

      Acho difícil.
      O diesel é muito mais viável economicamente, um 208 diesel faz em torno de 30 km/l.
      Híbridos e elétricos só serão viáveis quando resolverem o problema dessas baterias.
      Até nos EUA mesmo os Tesla vendem muito pouco e custam uma fortuna perto de um sedã a gasolina.

      • Gustavo73

        Vários países tem propostas de limitação do uso do diesel. De certa maneira a história do Dieselgate que agora se fala já ser sabido por diversas autoridades anos antes ser trazida a tona agora talvez não tenha sido ao acaso. Os híbridos modernos não tem tanto problema com as baterias os elétricos sim. O Tesla S é caro pela categoria dele o novo menor teria preços de Série 3 nos EUA nada tão absurdo. Os motores a gasolina tem evoluído acima dos a diesel. E os custos para manter os a diesel acompanhando as exigências antipoluição tem ficado cada vez mais altos. Não será algo abrupto mas em se mantendo a linha atual vejo cada vez mais o cerco sobre os diesel aumentando. O desempenho dos injetados trubo de baixa cilindrada já é mais que satisfatório. Vejo agora um fico ainda maior na economia de combustível e menor poluição. Falando dos TSi foco da matéria, o 2.0 Tsi do A4 tem “só” 190cv e 32 kgfm de Torque. Mas como é mais leve e aerodinâmico que a geração anterior anda até mais é mais econômico. Apesar de não adotar o ciclo Miller como o futuro 1.5 Tsi tem alterações no tempo de queima do combustível justamente para ser mais econômico. Veja que nos EUA boa parte da multa da VW será usada justamente para o desenvolvimento dos elétricos/recarga/baterias. Uns 5 anos atrás imaginava-se pelo menos na Europa que os motores a Diesel teriam uma sobrevida maior que os a gasolina enquanto os elétricos iriam aumentando as vendas. Agoraa impressão que tenho é que os a diesel podem ir antes, pelo menos na Europa. Nos EUAem carros de passeio nunca foram relevantes. Coisa que o Grupo VW tentava mudar por lá nos últimos tempos.

        • Douglas

          Mas tem que ver que com filtro de particulas o preço de um carro a gasolina deve se aproximar de um a diesel.
          E mesmo os novos TSI ainda consomem mais que os TDI, basta ver o consumo dos Golf TSI e TDI na Europa.
          E de quebra os carros a diesel ainda emitem menos CO2.
          Na Europa os consumidores preferem diesel por conta do consumo, pois gasolina por lá é bem mais cara que nos EUA.

          • Gustavo73

            Olha esse filtro pelo que li não seria caro coisa de 50 dólares. Sei da preferência pelo diesel na Europa. E criar restrições ou sobre taxas com a desculpa de que poluem mais não seria difícil. Os TDI seriam usados como “bucha” nesse sentido. Veja que depois desse caso que agora se fala ser conhecido das autoridades há um tempo. Outros fabricantes já começaram a revisar os valores de consumo e poluição usando um teste mais realista. Enquanto isso a própria VW começa a dar uma grande ênfase no desenvolvimento de plataformas para elétricos coisa que já era prevista. Mas que parece ser para o grande público uma reaçãoao Dieselgate.

        • th!nk.t4nk

          Concordo Gustavo, mas vai ser difícil mudar a mentalidade. Aqui na Alemanha o povo é louco por diesel. Carro grande à gasolina é considerado mico ou coisa de gente rica, pois o combustível é caríssimo. A questão é que híbridos e elétricos ainda serão caros por um bom tempo, logo o diesel deve ter uma vida mais longa do que a gente imagina. Mas vamos ver, com essa nova geraçao de motores à gasolina, pode ser que convençam mais gente a largar o diesel, mas não taaao rápido a irem todos pros híbridos/elétricos.

          • Gustavo73

            Não duvido da resistência do povo eem mudar. Mas não seria surpresa se devido as notícias que alguns países começassem a criar restrições aos diesel em algumas regiões ou criar alguma sobre taxa. Acho que esse serio caminho usado. Mas é só uma opinião.

  • Douglas

    Isso só vai aumentar ainda mais o preço dos carros e da manutenção.
    A Amarok tem esse filtro e é uma fortuna para trocar quando entope.
    Quero saber quando vão parar de deixar esses limites mais rígidos ainda.

    • Gustavo73

      Não vão essa é a questão.

    • th!nk.t4nk

      Nunca. Os limites precisam ser ainda mais rígidos. As grandes cidades européias têm poluiçao altíssima (nos EUA entao nem se fala). A gente pode nao ver, mas só de NOx é coisa pra caramba, o suficiente pra causar câncer, envelhecimento precoce, inflamaçao crônica, etc. O negócio é muito mais sério do que se imagina.

      • Um quarto dos baianos, quer dizer paulistanos sofrem de problemas respiratórios crônicos. Metade tem a saúde afetada pela poluição.

      • Douglas

        E como era lá na década de 70 quando nem normas de emissões de carros existiam? Os carros não tinham nem catalisadores e as pessoas viviam melhor que hoje.

        • th!nk.t4nk

          Viviam mesmo? As pessoas têm câncer, inflamação crônica e nem imaginam o que está contribuindo pra tudo isso. A expectativa de vida nos anos 70, por sinal, era bem menor do que a de hoje (mas lógico que há muitos outros fatores).

        • cepereira2006

          Naquela época a quantidade de carros não era um décimo do que é hoje

    • Brando

      Tipo aqueles tiozão:
      “Esses carros cheios de eletrônica só servem pra estragar. Bom mesmo era o Fusca”.
      É a tal ‘zona de conforto’. Quase ninguém quer sair dela…

    • Renato Duarte

      só tende a intensificar as limitações de emissão de poluentes

  • JAC

    BMW aprova diesel nos EUA.
    De acordo com a Reuters , após uma série de testes extensivos, BMW ganhou aprovação para a sua gama de modelos diesel 2017. BMW diz que apenas 4% das suas vendas nos Estados Unidos são modelos a diesel.Enquanto isso a Volkswagen ainda tem que receber a aprovação para as suas diesel modelo 2016, e não pediu à EPA para aprovar modelos 2017 de acordo com a EPA chefe Chris Grundler.

  • Louis

    Não vejo a hora de poder ter um carro elétrico.

    • Pacheco

      Acho que deveriamos voltar aos anos 1800 e andar de charrete.

      • dallebu

        Mas aí quando chegasse nos dias de hoje teríamos cavalos, burros e bois com filtros enfiados no rab*, pra combater a emissão de gás metano (um gás 20 vezes mais prejudicial para o ambiente do que o dióxido de carbono emitido pelos meios de transporte).
        Teríamos uma estatal brasileira (RAÇÃOBRAS) quase falida por causa da corrupção, e teríamos postos vendendo ração Comum a 3,80/kg, Integral a 3,98/kg e Orgânica a 4,50/kg.
        Bois, vacas e cavalos importados teriam 35% de imposto de importação, 35% de IPA (Imposto para Produtos da Agropecuária).
        Enfim, melhor do jeito que ta hoje…

        • Fora que as carroças destruíram árvores para sua construção..

          • dallebu

            Acho que vc quis dizer:
            *Fora que as carroças, para serem construídas, demandavam a destruição de muitas árvores.*
            Do jeito que você escreveu ficou estranho kkkkkkk

            • Hehehe… Está certíssimo! Valeu a correção! Preciso ficar menos tempo na internet!

        • Pacheco

          Como dizia o Tiririca: Pior que está, não fica… epa, pior que ficou.

      • jfontes

        Tem certeza ? kkkk. Pesquise na internet sobre a crise do esterco de cavalo no final do século XIX. Imagine algo parecido nos dias de hoje em uma cidade como São Paulo ou Nova York. Seria o caos. E o cheiro então? E o cheiro! O rio pinheiros seria fichinha kkkkk.

        • Pacheco

          Então… dessa forma estaríamos literalmente na Merda. KKKKK

  • Brando

    A gente vê quando um País é sério conforme seu povo age diante de determinadas situações.
    Por ex.: a violação dos contemporâneos direitos transindividuais (v.g., meio ambiente) gera uma repressão enorme por meio de consumidores de tais Países, os quais não admitem que um valor tão fundamental seja violado dessa maneira em razão da busca obsessiva pelo lucro imediato.
    Já no BRBR, os consumidores acostumados a tomar naquele determinado lugar, pouco se importam… “AH, não faz diferença, né? Tem ônibus aí poluindo tudo do mesmo jeito…”. Eu já li o seguinte absurdo, num destes sites de carros que todos aqui visitamos: “Nossa, vou até ajudar a VW e comprar um carro deles… Esses ‘ecochatos’ estão passando dos limites”. Ou seja, visão de meio palmo na frente dos olhos (não chega a um palmo inteiro).
    Pois bem, dito isso, notamos que a VW só tomou uma postura corretiva das suas fraudes em razão da repercussão negativa internacional. Já imaginou se dependesse do Brasil?

    • Pelo seu raciocínio, Japão e EUA não seriam países sérios, pois são muito preocupados em diminuir emissão… Dos outros! Catástrofes ambientes causam comoção no mundo todo… Mas alguns governos brigam para continuar consumindo mais, não diminuir emissões… Dentre esses, EUA e Japão se destacam..

      • Brando

        Mas grande parte dos nossos compatriotas não veem isso como uma catástrofe ambiental.
        Veem como “mimimi de ecochatos”.
        Os EUA também não entram tanto nessa conta, diga-se a verdade. Boa parte daqueles rednecks do Texas permanecem com pensamento medieval.
        Mas muita gente por lá tem pensamento contemporâneo, com foco nos interesses transindividuais. Basta ver a briga que está travada nas eleições presidenciais.

        • Brando, convivi um pouco com eles, e o que posso dizer é que racismo, questões ambientais, questões políticas… levantam indignação lá, na Alemanha, aqui… A proporção varia conforme o momento…

    • thi

      Pra mim exemplo é a Alemanha

  • fbl

    O importante é pisar forte e os tdi e tsi rasgarem a rodovia como o usual. Se tiver fumaça ou nao…

  • Eng Turbo

    Motores Otto com injeção direta pode emitir MUITO mais particulados que um motor Diesel, desde que MAL CALIBRADOS!! Já testamos isso no laboratório e realmente com uma calibração muito “rica” o volume de particulados é assustador, porém o que mais chama a atenção é a emissão de NOX, bem acima do tolerável, em qualquer calibração. Porém com o uso de EGR isso é solucionado, ou mesmo um filtro de particulados.

  • thi

    Na Europa esquece , quem manda é a Alemanha sendo a vw alemã , a Questão é mesmo os eua

  • Hofflingc

    Vejo este caso do dieselgate de forma diferente. É conhecido que as montadoras européias (principalmente alemãs) poassuem uma tecnologia bem mais evoluída em motores ciclo otto e principalmetne diesel. Fato! As vendas da VW estavam tirando muito mercado de montadoras americanas nos EUA. Pergunto: realmente acreditam que todos veículos americanos (de montadoras americanas) com seus motores otto de elevada litragem estão 100% em conformidade com a legislação ambiental? Este “escândalo” sobre o dieselgate me parece muito mais uma estratégia protecionista do que regulação ambiental, logo vindo dos EUA!. Acredito que a VW não possa declarar a verdade por que não é 100% inocente, como ocorrem em todos os mercados.

  • Boris

    Ah tah….. Eu vou colocar o Downpipe do mesmo jeito



Send this to friend