Ecologia Europa Volkswagen

Volkswagen identifica 430 mil carros de quatro marcas com emissão de CO2 elevada

vw-t6-oficial-10

A Volkswagen abriu uma grande investigação interna para apurar emissões irregulares de CO2 em seus veículos. O resultado é que pelo menos 430 mil carros foram identificados nas marcas VW, Audi, Seat e Skoda.

A estimativa é menor que os 800 mil, mas todos os modelos são 2016. Assim, a Volkswagen continua trabalhando com um número em torno do originalmente divulgado.

Em colaboração com as autoridades, a Volkswagen agora decretou uma caça às bruxas para identificar as origens desse problema e também das emissões de óxido de nitrogênio fraudadas pelo software nos motores diesel.

A VW pretende comunicar os clientes nas próximas semanas, adicionando os números de chassi nos sites das filiais da marca alemã pela Europa. Confira abaixo a lista dos modelos envolvidos:

• Audi A1
• Seat Ibiza
• Seat Toledo
• Seat Leon
• Skoda Fabia
• Skoda Rapid
• Skoda Octavia
• Skoda Yeti
• Skoda Superb
• Volkswagen Polo
• Volkswagen Tiguan
• Volkswagen Jetta
• Volkswagen Scirocco
• Volkswagen Golf
• Volkswagen Touran
• Volkswagen Passat
• Volkswagen CC
• Volkswagen Caddy
• Volkswagen T6





  • Baetatrip

    Ih……….!
    Com esse escandalo, logo que as vendas vao cair…
    VW esta com a imagem queimada!
    VWB nao respeita o consumidor (No meu caso…)

    • Que problema aconteceu com seu VW?

      • Baetatrip

        A minha Tiguan sera vendida, gracas a deus!
        Peguei 0km ha 5 anos, com tempo ela foi sofrendo bastante com a gasosa brasileira na epoca quando era altissimo enxofre dentro do combustivel
        E dezembro de 2012, os bicos bateu as botas (ja troquei aos 10.500km os bicos injetores) e o carro falhou legal e deu fumaceira atras branca… Era excesso de combustivel, Levamos para CSS e condenaram os bicos, retificaram o cabecote, E em junho de 2015 o carro da falhada em baixa e estranhei que tinha trocado a bombina 3, acusou a o 2, fui andando a VW e trocamos todas as velas e bombina, problema continua, descobrimos que a pressao interna ficou sem pressao ae veio a briga com a VWB, mandei 2 cartas longas e fui “ignorado” (Fiz todas as revisoes e pecas nessa CSS, tenho NF de tudo que pode imaginar)
        Ficou 2 meses la e desistimos e levamos para oficina particular e comecei a entender o motivo de tudo isso
        Agua e oleo se misturaram legal virando “cafe com leite” com miserios (118 mil km, pois viajava muito nele) e nao aqueceu mesmo, sempre trabalhando aos 98 a 100 graus.
        Apos do problema da retifica (85500km) ate atual eu tenha usado PODIUM, parece que nao adiantou
        Fiquei pensando… Sera foi “ma” qualidade ou “ma” vontade?
        por fim…. Comprei motor inteiro e irei trocar e vender…. Bye VW….. Tiguan foi excelente companheiro que sentirei muitas saudades das viagens!
        carros modernos ajudam, mas aporrinham d+ com pequenos problemas que se tornam grandes!
        Antes de pegar o TIG, estava quase pegando o Grand Vitara 4×4 (Que sempre fui suzuqueiro) e finalmente estou feliz com Grand Vitara 2012 unico dono, 4×4!
        Ate pensei em fazer “carro do leitor”… Mas ia virar um livro se eu escrever…!

        • Acho relatos como seu muito úteis ao site. Bem mais úteis que os que são um ode ao carro amado, uma verdadeira aula de como justificar para os outros que não estão nem aí com suas escolhas o porque você a fez.

          • Edson Fernandes

            E que interessante… o cara ao inves de jogar a bomba para o proximo consumidor, arrumou para vender.

            Esse tipo de pessoa comigo só tem a ganhar.

            Eu quando vendi os dois modelos atuais fiz o mesmo. Antes de vender, fiz uma verificação e no C3 precisava trocar o oleo (e eu já troquei os filtros tbm).

            A unica coisa que caiu na negociação do carro, foram os pneus que se trocasse teria vendido a preço de tabela mas houve o desconto por conta deles.

            • Pois estou no mesmo dilema agora. Penso em voltar atrás em um negócio que eu fiz, e o mais “econômico” seria consertar os problemas externos e deixar sua mecânica referente à suspensão do jeito que está, vendendo assim mesmo. Mas não consigo ficar tranquilo sabendo que estou vendendo um péssimo produto a alguém.

              • Edson Fernandes

                Pois é… sou igual.

                Quando vendi o Xsara eu tive que fazer a suspensão. R$1700

                E hoje fico vendo a nova dona postar no facebook fotos com o carro… dá uma tristeza….

                • Edson, por falar nisso… Preciso daquela velha “consultoria” de carros franceses… Posso te mandar um email?

  • Junoba

    A própria marca está investigando ela mesma !….kkkkkkkk

    • Marcelo Ceno Dutra

      E como o cara que é chefe do tráfico e investiga seus membros.

    • É normal sindicância interna Junoba. Não estou falando que é o caso, mas muitas vezes a empresa que é vilã para os seus clientes, na verdade é vítima de alguns indivíduos que fazem parte do seu corpo. Imagine um McDonald’s que tenha um funcionário que cuspa em seus lanches. Você recebe um lanche cuspido, e obviamente e com toda razão irá processar a lanchonete, que irá pagar um advogado, indenizar você, pagar as custas de mandar o funcionário embora, o treinamento de outro… A empresa é responsável por quem contrata? Sim, claro. Mas as pessoas muitas vezes não vem com uma etiqueta da atitude que elas poderão tomar no futuro. Um ex sogro meu foi a falência em sua imobiliária porque os corretores desviavam clientes e tratavam mal aqueles que eles não conseguiam desviar, levando esses a procurar outras imobiliárias. Uma empresa não é um ente vivo que toma suas próprias decisões, mas ela é formada por seres humanos com todas suas limitações e defeitos. Parece ser um caso diferente da VW, onde a decisão foi tomada com ciência ou cumplicidade do auto escalão, mas de qualquer forma não entendi sua surpresa com uma sindicância externa. Você trabalha?

      • Junoba

        No, esse problema do seu sogro foi foda em…

  • ninja

    mineradora fiscaliza mineradora, montadora fiscaliza montadora, isso ta igual BNDS só mostra a ponta do iceberg para satisfazer e sair de bonzinho, a verdade é que deve estar extramente pior

    • Então você acha que empresas não devem ter sindicâncias externas?

      P.S: Quis escrever sindicância interna. Não vou editar porque aí poderia descaracterizar o que escreveu.

      • ninja

        justamente o contrário, DEVERIAM SÓ TER EXTERNAS. mas te explico que quis dizer.

        a mineradora em MG, ela mesmo se fiscalizava e agora sabemos que tem mais duas barragens em estado ruim. mas que nos laudos estavam corretos.

        sobre a montadora a noticia fala por si só

        e sobre o BNDES esta na parte de noticia politica, que voce tbm deve acompanhar.

        com esses contextos e levando em conta que falei que eles mostram apenas a ponta do iceberg. acho que estava implicito que sindicancia externa é a real solução.

        • Desculpa, você já trabalhou na vida? Já teve função de responsabilidade? Pelo jeito não. A empresa além de tudo também deve satisfações a seus acionistas, além da sociedade. Eles TEM que saber o tamanho do rombo, até para facilitar o trabalho da justiça. As pessoas acham que a empresa é um ente vivo, e se demitirem todos os funcionários sairão carros/produtos mesmo assim de lá. Mesmo que fosse uma ordem direta do presidente do grupo, isso não quer saber que eles saibam o tamanho do prejuízo que causaram. Acredito que a sindicância que estão fazendo gere um documento que será entregue a justiça, para facilitar o trabalho da mesma, e não substituir a investigação externa. Mas esse é o conceito de defesa do brasileiro medíocre. Não se quer justiça, se quer punição, sangue. Pelo jeito você não preza pelo funcionamento rápido da justiça (Lembrando que justiça tardia também é injustiça). O melhor seria fechar a fábrica de uma vez e prender do presidente ao jardineiro, não é? Mas não seria melhor, mais JUSTO que um proprietário de um carro fora de especificação tivesse seu veículo identificado mais rápido e o problema corrigido sem esperar a demora na justiça (A justiça pode ser mais rápida que aqui, mas qual o problema de fábrica aprontar um documento que ajude a mesma?)? Já sabia que na internet o conceito de justiça era variável pela idéia que quisesse defender. Mas o conceito de inteligência ser variável é surpreendente.
          A VW cometeu um crime cuja vítimas são os proprietários que confiavam na marca. Acho que esses junto com os acionistas merecem uma satisfação da empresa e o primeiro passo seria a empresa identificar quem foi lesado ou não. Mas isso se torna um erro na cabeça de alguns. Vai entender…

          • ninja

            entao, coloca a frase correta amiguinho!, e com relação ao trabalho, minha responsabilida, nao vou comentar isso, não entra no que falei antes.

            vou apenas resumir, sindicancia interna nada mais nada menos seria QoS. simples assim.

            e lembrando isso é apenas a ponta do iceberg, imagine o que estão fazendo as xinesas, coreanas e afins!!! vai por mim, quando algo é global, ninguem esta sozinho nessa

            • Se as “chinesas”, coreanas e empresas de qualquer outro país utilizam mão-de-obra escrava, se utilizam produtos proibidos em seus carros, se fraudam balanços, se subornam fiscais, se produzem carruagens para o tinhoso… A melhor entidade para entregar seus pecados é ela mesma! Isso não substitui auditoria externa e da justiça, mas acelera o trabalho das mesmas. Não existe motivo de crítica para uma auditoria interna.

              • ninja

                cara voce ta viajando!!!! vou resumir!!!! justiça é paga, mais ou menos, mas sempre é, investigação externa é extremamente valido, investigação internada deve ser feita com frequencia, mas sempre sera apenas um QoS, nada alem.

                fim !!!

  • Na verdade é uma obrigação. Só estranho o comentário das pessoas. Será que eles nunca ouviram falar em sindicância interna?

    • Edson Fernandes

      Depende. Eu sou o dono da empresa e tomo uma dura do setor de qualidade (ou sindicancia).

      Qual seria a corda mais frouxa?

      • Depende do poder dado a sindicância, Edson. A figura do presidente com certeza fica fragilizada pelo conselho e nesse caso ele pode ter temporariamente menos poder dentro da empresa que um conselho formado por seus subordinados, pelo menos no que fosse relativo a apontar falhas e responsabilidades. E sindicância interna nem sempre quer dizer funcionários da empresa. Pode ser uma consultoria contratada pela própria empresa.



Send this to friend