Montadoras/Fábricas Volkswagen

Volkswagen para em Taubaté novamente por causa de fornecedor

Fábrica da Volkswagen em Taubaté, SP

A Volkswagen novamente teve a produção paralisada em Taubaté/SP. O motivo é a falta de bancos e outros componentes, fornecidos pela empresa Keiper, de acordo com o sindicato local. Os 3.700 funcionários ficaram em casa e o dia será computado no banco de horas da empresa, sem prejuízo financeiro.

Esta é a segunda vez que a Keiper paralisa o fornecimento de bancos para a Volks, que entre os dias 16 e 17 de maio, teve a produção interrompida nas três plantas de fabricação de automóveis.

[Fonte: Automotive Business]





  • Airplane

    Vw está sofrendo na mão deste fornecedor. Merecido pois trata os fornecedores muito mal, utilizando a parceria Caracu, com a vw entrando com a cara e o fornecedor com o c…

    • carnero

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Felipe

    A coisa não está boa pra das auto.
    De tudo, só espero que o consumidor não “pague o pato” com um produto que poderá sofrer recall por conta desse empasse.

  • carroair33

    Ta Bom VW nos acreditamos e ficamos com peninha de vc!!

  • Louis

    Acho que é armação, não pagam a Keiper para esta não entregar bancos, para “forçar” uma parada, já que estão com os pátios cheios. Assim, os sindicatos não enchem o saco.

    • ObservadorCWB

      Vindo da Das Fraude eu não duvidaria.

      • th!nk.t4nk

        Todas são desse nível. A VW é só mais uma.

        • Mr Andrey

          Sinto mto cara mais a Toyota, Honda e Nissan não tem esses problemas.. Só a dona das fraude msm kkk

        • André

          VW sempre foi mais fraude que as outras. Meu sogro trabalhou anos na VW , desde dos anos 60 e conta coisas hilárias, como o pessoal de mkt. da VW, deixar vários modelos do Ford Corcel fervendo na Serra de Santos com capo aberto, fervendo, só para dar a impressão que são carros ruins e que só Fusca e Brasilia conseguiam subir a serra sem ferver. Tem várias outras hilárias, mas aqui não é espaço para isso

          • MauroRF

            Nossa, André, tirou as palavras da minha boca. Eu moro em Santo André – SP, no Grande ABC (a VW está na vizinha São Bernardo do Campo). E como ela ainda emprega (e empregava mais ainda no passado) muita gente, é muito comum você conhecer várias pessoas aqui na região que trabalham ou trabalharam na VW (e Ford, Mercedes etc., só aqui no prédio tem gente que trabalha em Ford, Mercede e GM, na planta de São Caetano). E sim, várias delas falaram exatamente isso, dessa de deixar os carros fervendo na serra. Uma vez, cruzei com um amigo de um amigo meu, em uma festa, e ele disse que trabalhava na VW, no setor de montagem, e eu perguntei para ele algumas coisas, e uma das coisas que ele me falou é “esse Gol é uma porcaria mesmo, não sei como vende”. Acredite se quiser. Isso foi em 2004. E ele me recomendou “compra só do Polo pra cima”. Um primo meu que trabalhou na VW até ano passado (era engenheiro) dizia exatamente que o montador disse: “compre do Polo pra cima”. Confesso que isso me deixou assustado. Imagina como são produzidos todos esses carros das linhas populares, confesso que isso me assusta. E o pior: hoje não tem mais Polo. Acho que o único que se salva em qualidade hoje é o up!, mas o preço dele não ajuda.

            Outra coisa que o pessoal diz, inclusive meu sogro que trabalhou em uma grande empresa daqui do ABC, é que as fábricas, quando precisavam parar a produção ou mandar gente embora, combinavam greve com os sindicatos, que levavam um $$$$ por fora (isso ocorreu muito nos anos 80), aí ocorriam as greves, havia os descontos, demissões, e o sindicato dizia em público que não teve jeito de evitar isso. Inclusive o “Seu” Lula cansou de fazer isso também, meu sogro não se cansa de dizer isso. E ele não foi o único a me contar essas coisas. É uma podridão sem fim.

            • André

              É isso mesmo, o sindicato (lideres) recebia para fazer greve, para não fazer greve e para sair da greve e voltar a trabalhar também, em todas as hipóteses tinha como rolar um $$$. Hilário foi o que aconteceu com a Brasilia. Diz que nos anos 70, o estoque de bancos dianteiros direitos acabou, então colocaram em vários milhares de carros 2 bancos esquerdos, com o problema que o puxador do banco (a Brasilia só tinha 2 portas) ficava do lado interno, obrigando a fazer um contorcionismo para puxar o encosto para a frente. E o Gol com motor de 1;3 do Fusca, quer coisa mais ridícula? Mesmo nos 80 já era bizarro isso.

    • Felipe

      Complicado cara… Contratualmente, cada parada de linha motivada pelo fornecedor, este paga uma multa pra montadora… É assim que normalmente funciona a coisa.

    • Gilberto Silva

      Enquanto isso deve ter uns coreanos lá na Coreia comemorando muito!! vão conseguir passar a VW em vendas no Brasil vendendo praticamente só HB20. quer melhor??

  • mariostefa

    Logo a VW lançara um novo pacote de equipamentos : Com ou sem Bancos

  • Vitão

    Com essa “ajudinha” acho que a Hyundai ultrapassa a VW este mês kkkk

  • Pablo Henrique

    Besta é quem cai nessa… Isso é apenas para paralisar a produção devido ao volume de carros não vendidos