Tecnologia Volkswagen

Volkswagen teria desistido do câmbio DSG de 10 marchas

vw-dsg

De acordo com o site Motoring, a Volkswagen teria arquivado o projeto do câmbio automatizado de dupla embreagem DSG com 10 velocidades.

O desenvolvimento de uma caixa DSG de 10 marchas fora anunciado em 2013 e o projeto apresentado este ano no simpósio de tecnologia automotiva em Viena, Áustria.

No entanto, o projeto foi abandonado por causa da complexidade e alto custo de desenvolvimento. A Volkswagen teria preferido dar prioridade ao que já tem e apostar em outras tecnologias menos custosas.

vw-dsg

O DSG de 10 marchas seria usado nos Golf e Polo, a fim de reduzir o consumo em motores de três e quatro cilindros, suportando até 50,8 kgfm. Para a VW, abandonar o projeto é um grande revés, visto que GM, Ford e Hyundai avançam com suas caixas de 10 velocidades.

A fabricante de transmissões ZF chegou a dizer que acima de nove marchas a eficiência obtida no consumo não compensa o investimento. De qualquer forma três montadoras apostam nisso e a VW está fora. Para a empresa, talvez a saída seja adotar a ZF 9HP, já usada pela FCA e JLR, entregando nove marchas.

Em Frankfurt, o Novo Audi S4 apareceu com câmbio Tiptronic de oito marchas no lugar da DSG de sete, mostrando que uma marcha a mais traz um ganho maior em economia e até melhorando a performance. Afinal, 10 marchas é algo que vale a pena arriscar? O que você acha?

[Fonte: Motoring]





  • Marcelo Nascimento

    Eu acho um baita de um exagero para o uso no dia a dia de motoristas comuns…

    • Roberto

      O meu carro são 8 marchas, mas você nem sente direito as trocas. Acho que 10 ou 9 marchas não seria muito diferente.

      • Marcelo Nascimento

        Exatamente esse é o ponto. Pra que investir tanto dinheiro para no fim não fazer diferença?

        • ObservadorCWB

          A diferença que ele não percebe é apenas referente as trocas. Há diferença de desempenho e consumo já atestadas pelos fabricantes.

    • Deadlock

      Pra mim tanto faz, sei que jamais chegaria por aqui.

    • Bartolomeu

      O S4 deixou de usar o DSG, segundo o porta voz da Audi, devido ao fato da VW não ter nenhum cambio DSG que suporte o torque desse motor e não pela marcha a mais relatado no texto.

  • Frederico

    NA: Eu gostaria de saber porque a VW desistiu do câmbio DSG para o Golf nacional ?
    Obrigado.

    • sigma7777777

      Basta você pesquisar sobre os problemas recorrentes que entenderá o por quê.

      • Osvaldo Moreira

        Engraçado que a Audi não desistiu do DSG no A3 nacional…

        Ou seja, não tem anda a ver com os “problemas” que você está vomitando.

        • Rafael Yashiro

          Quem disse que não? O A3 1.4 também já vai vir com o AT6.

        • João Silva

          Meu primo que é vendedor da Audi estava comentando que o a3 brasileiro será simplificado que igual o golf.

          • Deadlock

            É, o mercado está regredindo para a era das carroças, após a economia desandar. São as montadoras se adaptando ao nosso novo mercado.

    • João Silva

      Por que cambio DSG na mão de jagunço que põe qlqr xixi no tanque da problema.

    • Junoba

      Muitos acreditam que é para redução de custos. Eu acredito nessa questão.

      Já a VW disse que é por causa do barulho que ele estaria provocando no nosso solo lunar.

    • David Ferreira

      pq a maioria dos bbrasileiro são burro se fala que e automatico é bom

    • Bartolomeu

      No Golf 1.6, versão baixo custo vai de Tiptronic. No Highline 1.4 turbo, provável. Um dos problemas é que nos turbos é facil e barato chipar e aumentar 30~60% a potencia e passar dos 200 CV., isso queima a embreagem do DSG por excesso de torque pois para ser leve ela não suporta excessos.. O cara tira o modulo e leva o carro para a garantia arrumar. Atualmente parece que não estão mais cobrindo na garantia. Na Europa, China, etc o Golf continua com DSG. O barulho existe pois os discos da embreagem são soltos na embreagem não fechada, mas não causam problemas no carro. Houve muitos problemas no passado, recall de 1.6 milhoes de unidades, mas depois da troca do oleo de sintetico para mineral, não ha mais relatos problemas sistemicos.

  • Marcio Andriani

    Acho que o DSG realmente é um tiro no pé…..com 2.000 por embreagem quem vai ficar feliz de a cada 60.000 km morrer com 4.000 fora mão de obra num Golf e Audi com mais de 3 anos de uso?????

    • Marcos Cargnin

      Visite os clubes dos proprietários e verá que ninguém está preocupado com trocas de embreagem até pelo menos 200.000Km. O único porém é a troca de óleo a cada 60K Km ou 3 anos, que é relativamente cara.

      • GPE

        200mil KM? Danousse. De toda forma, essa troca de óleo aos 60mil km eu sei q é bem cara. Passa de mil e poucos reais, se nao me engano

        • Marcos Cargnin

          Sim, a revisão dos 60.000Km por exemplo, é tabelada na css a +/- R$2.200,00, inclusos todos os óleos, filtros e velas do veículo (e mão de obra).

      • Marcio Andriani

        Se eu fosse o primeiro dono também não estaria preocupado, pois acho que a garantia Volks deve cobrir qualquer problema, mas venderia bem próximo dos 3 anos para não arcar com os custos dela….isso será uma realidade……

        • Marcos Cargnin

          Muitos proprietários fazem exatamente isso. Eu mesmo considerei a ideia. Mas após algum tempo de convívio no clube, percebi que os únicos carros que deram problemas, foram aqueles em que a concessionária indiciou que não existia necessidade de se realizar a troca do fluído da caixa.

    • V8

      Tbem nao confio nesses automatizados… Se relativamente novos… Ja colecionam tantas queixas… Imagine…. heheh

      Um AT convencional… Passa facil dos 200.000 Km ou pode chegar a ate 400.000 ou 500.000 Km… Sem precisar trocar nenhuma peça !

      • radiobrasil

        At convencional… da Peugeot/Renault aquele 4 marchas dava MUITO PROBLEMA.
        O at6 do Captiva estoura com FACILIDADE uma mola muito antes dos 100k.
        O at4 do Captiva dizem que também é problemático e não chega nos 100 fácil.
        A Ford também teve problemas do At6 no Fusion v6

        • João Silva

          Todos os AT6 do fusion tiveram problemas devido a programação do cambio em relação ao xixi brasileiro

          • radiobrasil

            O problema será que afeta o “novo” Fusion?

            • João Silva

              O problema foi restrito aos modelos 2010

          • Deadlock

            Eu tenho um Fusion AT6 2011 que dava uns trancos, às vezes, quando dava partida com o motor frio. Carregaram novo software e o problema sumiu, mas esse câmbio é lento.

          • Lu RS

            Não…teve problemas de qualidade em uma peça……não tinham M.O qualificada pra trocar a peça…trocavam o cambio inteiro…

    • Lu RS

      Opa….menos brou…dura bem mais……mas quando der M……prepare o bolso…..

      Provavelmente irá dar M nao mão de outro dono…e os valores para troca de embreola são bem maiores que isso….

  • André

    Me parece que esses cambios automatizados estão com os dias contados, é fato que não são robustos como os automáticos com conversor de torque. Seja Powershift ou DSG, todos são mais problemáticos, em maior ou menor grau. Até a Audi está voltando a usar o tiptronic no novo A4.

    • Marcos Cargnin

      A4 nunca utilizou DSG. O mesmo era equipado com o cambio CVT (multitronic).

      • oloko

        na versão de 183 cv, na versão com 211 cv era o DSG 6 marchas

      • Eduardo

        apenas a versão de entrada era Multitronic, as versões mais tops, com 211 cv + e a quattro de 225 cv eram S-Tronic.

    • Murilo Barduzzi

      O A4 era CVT e agora virá com DSG, e não o Automático tiptronic.

  • sigma7777777

    Melhor a Ford e Volks fazerem uma parceria com a Nissan e migrarem para o CVT. Eu não compraria um carro com câmbio de dupla embreagem nem se a concessionário me oferecesse com grande desconto.

    • ninja

      esqueci do CVT, andei em um corola com isso, MUITO BOM!!!!!!! CVT e oleo, os melhores

      • Pipo pipo

        Eu testei um sentra 2012 a uns 4 meses atrás, CVT também, aceleração impressionante e contínua. Não entendo tanta aversão contra o CVT.

        • Marcos Cargnin

          Já andou nos antigos? Na aceleração estacionavam em 4K RPM e o motorista recebia aquela sensação anestesiada. Com isso em mente os fabricantes definiram posições nas polias, simulando marchas. Quem anda nos novos, em geral aprova.

          • radiobrasil

            O cvt do ASX ja é terrível….

          • Pipo pipo

            Foi no da geração passada que andei e não achei anestesiado, achei mais que suficiente para a proposta do carro. Ele é sedã de tio, desempenho de acordo.

      • Osvaldo Moreira

        CVT, aquele com recall?

        Bom…

        • Raul Godiano

          Isso foi a MIT que fez “cagada”, o cambio nao tinha trocador de calor com radiador, claro que iria dar zica, a nissan fez isso nos Sentras 2007 e teve que colocar, Renault tem no Fluence e os casos sao quase zero, assim com Honda Ford ( no fusion hibrido)Toyota , e agora a na MIT vem de fabrica todos os LAncer e ASX o radiador do cambio,

          • Junoba

            Já andei no Fluence com CVT. É excelente. Além de reduzir o consumo.

    • Gustavo73

      Fazer parceria. A Audi usou o Multitronic por anos e abdicou dele.

    • RafaelC

      Se for pra usar um cvt é melhor ficar no automatico, ambos usam conversor de torque, pesquisei e encontrei o seguinte.

      Manual 1:1 gear ratio …….98%
      Manual other gear ratios .96-97%
      CVT toroidal ………………….93%
      CVT belt ……………………….88%
      Automatic …………………….86%

      A nissan criou o toroidal, mas todos os carros dela usam por correia(belt)
      Sem falar que o cvt gosta de superaquecer, e não costumam ser aplicaveis a motores com torque alto

      • V8

        E na minha opiniao… Se for para usar DSG… Va de manual ! heheh

    • Leo Romano

      To no 2o Jetta TSi e 0 problemas com o DSG!
      E olha que o carro ta chipado, CAI e dp, mais de 40kg de torq.
      Dupla embreagem é ótimo.

    • Rzonta

      E eu não trocaria um dsg pelo cvt nem que me pagassem. Se a vw realmente tirar o dsg do golf será um belo tiro no pé.

  • ninja

    DSG só visa performance e nao custo beneficio, muito menos manutenção, carros antigos com cambio automatico movido a pressão de oleo estão ai firme e forte. esses os robozinhos cansam alem de embreagem dupla pra torcar!

    para uso normal, eu particularmente prefiro o automatico normal, mesmo sendo meio lerdo, nao quebra!

    • Freitas

      Pois é cara, é aquela história de “criar solução pra um problema que não existe”. Muito melhor um AT com mais marchas, robusto e confiável, que assim consegue ser mais econômico, do que essas modernidades que não funcionam direito a longo prazo. Lembrando que carro é bem durável, não adianta funcionar bem somente nos primeiro 30.000 km por exemplo. Um carro dura muito mais que isso. E vai me dizer, na boa, que pra um motorista comum, faz diferença andar num carro AT com 8 marchas que faz troca em meio segundo mais devagar do que um DSG? A vida do cara fica tão ruim assim por perder esse meio segundo nas trocas? Fala sério

      • gveralonso

        O ZF de 8 marchas de conversor de torque e o AT de 8 marchas do Corvete e Camaro são tão rápidos quanto um DSG, não há desculpas.

        • Douglas

          Na verdade o do Corvette é mais rápido até que o PDK do 911.

          • gveralonso

            Pois então…

            • Freitas

              Pois é, isso que eu acho tb. Pra quê ficar com uma “evolução” que não funciona? É só melhorar algo que já funciona e que já é bom, como a ZF de 8, que tá bom demais. Pessoal fica querendo inventar moda e acaba dando mer%#

        • ninja

          nesse ponto americano manda muito bem, eu acho, eles sempre desenvolveram otimos automaticos. até em caminhoes, tratores e offroads, onde o pessoal é mais conservador, eles fazem e dá certo!

          • V8

            Digamos que depois da chegada dos automatizados… Os fabricantes voltaram a investir no AT convencional ! heheheh

            • ninja

              porque esses robozinhos na verdade são uma porcaria para usuário normal. na pista beleza, vale a pena, mas para o dia a dia é bobeira

        • André Flandres

          Tenho uma 328 e antes tinha um Jetta TSI, e posso dizer: pro dia a dia não faz tanta diferença, mas o DSG era sim bem mais imperceptível que o ZF8. Não falo nem das trocas em si, mas do acerto da marcha no modo automático, principalmente em baixas. Talvez seja mais culpa da BMW (ou mérito da VW) na hora de ajustar a transmissão para trabalhar com o motor, mas me parece que o ZF8 erra mais a marcha do que o DSG.

        • Leo Romano

          Não!
          O ZF 8 tem as trocas em 50ms e o DSG em 5ms.
          10x mais rápido.

          • gveralonso

            Uma diferença tão grande que seus olhos e seu corpo não conseguem nem perceber direito.

      • Para mostrar ao vizinho, sim…

        • MMM

          Não sei aonde vocês vivem para colocar seus vizinhos dentro do carro pra mostrar o cambio. Eu sequer conheço os meus – e nem faço questão.

          • Rafael Yashiro

            Não foi isso que ele quis dizer, e sim o fato de ele sair 0,2 seg mais lento que o vizinho no semáforo.

            • MMM

              Piorou. É muito egocentrismo achar que seu vizinho está preocupado com a velocidade que você sai no farol. Vou dar um dica: se eu encontro um vizinho na rua eu não sei que ele é meu vizinho e duvido que algum vizinho meu saiba quem eu sou se meu carro cruzar com o dele.

      • Junior

        FreitaS ou alguém poderia me explicar porque não vejo muitos relatos de problemas no câmbio s tronic de dupla embreagem que tem no A3 Sport? Ele não é tão bom como um DSG ou o powershit?

        • Freitas

          Cara, essa questão de ter ou não relato… de ter mais relatos de um do que de outros (na internet, que fique claro), isso eu acho que vale pouco pra efeito de comparação como alguns fazem aqui. Explico. Nessa conta entram muitas variáveis. No caso que vc citou, de um Audi, já é evidente que o volume de vendas é bem menor e claro que os problemas também serão. No caso dos DSG e PowerShift, vejo duas coisas: uma que na Ford se vende automatizado pra carros mais baratos do que na Volks, que só tem nos tops; outra questa questão é que, tanto em um caso, como no outro, muitas pessoas que tem o problema podem simplesmente não relatá-lo na internet. Nem todo mundo gosta de computador e internet, nem.todo mundo tem paciência e interesse em ficar colocando sua vida e seus problemas na rede. Eu mesmo tenho 02 tios que já tiveram problemas sérios com carros 0km, e caros, e que nunca relataram nada na rede, ficou só entre eles e a concessionária. Por isso é difícil e até errado tirar conclusões com base na quantidade de relatos de internet, pois além de muitos casos não serem computados, devem ter muitos que, sei lá, podem ser falsos. Vai me dizer que nos fóruns de discussão de, por exemplo, “problema no câmbio X” vc tem que entrar com seu número de chassi pra provar que vc tem mesmo aquele carro e que não é apenas um hater?

  • V12 for life

    Não sei a Hyundai mas GM e Ford usam caixas automáticas bem diferente da DSG da VW, para ter desistido o custo realmente deve ser muito alto no momento, enquanto os câmbios automáticos comuns com engrenagens planetárias já tem sua tecnologia mais que provada, como a ZF é única que não monta carros sendo apenas fornecedora talvez para ela não compense.

  • Gustavo73

    O pessoal entendeu que ela desistiu do DSG 10 e não de todos os DSG? A BMW vai usar um dupla embreagem na M2. Mercedes usa dupla-embreagem.

    • Douglas

      O do M2 parece que vai ser o mesmo do M3/M4 e a Mercedes usa o dupla embreagem mais nos esportivos, assim como a BMW.
      Hoje o câmbio automático mais rápido é o do Corvette que é epicíclico.

  • Douglas

    Interessante que há uns anos atrás os câmbios de dupla embreagem eram muito elogiados e hoje criticados devido aos problemas.
    Acho que é a tendência é o desaparecimento dele, basta ver a porcaria que é o Powershift.

    • Marcos Cargnin

      O câmbio é extremamente sensível a manutenção. Não trocar o óleo por exemplo, já garante as dores de cabeça. Outro problema, é que o pessoal esquece que o automatizado não é automático. Permanecer 10 minutos em drive com o pé no freio é garantia de superaquecimento (pelo menos nos powershift).

      • RafaelC

        Não deveria ser, a embreagem da primeira marcha fica descoplada.
        A ford realmente teve problemas graves, só la california 5 milhões em processos.
        DSG a vw também teve problemas no começo

        • Marcos Cargnin

          Não desacopla. Pegue um test drive, pare o veículo e note a trepidação. Bote em N e irá notar que para completamente.

      • Freitas

        Mas quem compra um DSG/Powershift entre outras coisas, quer praticidade. Se for pra ter que ficar, a cada sinal de transito trocando de D pra N ou seja lá o que for, pra não superaquecer melhor um manual nao? Convenhamos que é o cúmulo pagar 60.000,00 / 80.000,00 num “automático” e te que se preocupar todo santo dia em ficar cuidando da temperatura do câmbio no trânsito. Ainda mais com este que está cada vez mais cheio.

        • Marcos Cargnin

          Enquanto andando não há problemas. A ideia da caixa é justamente evitar que o usuário precise ficar trocando velocidades a todo momento. Mas em paradas prolongadas (mais de 5 min), inclusive é citado no manual a recomendação da posição N. (Ainda que eu concorde ser um absurdo)

    • Louis

      ACHO (palpite) que os dupla-embreagem vão continuar no segmento premium de alta performance, mas não farão sucesso nos carros “de massa”.

      • Lu RS

        Ficaram delegados a carros realmente esportivos….

    • Raul Godiano

      Depende, acredito que VW e a Ford fizeram caca, DCT da Renault é muito elogiado, inclusive na manutenção e durabilidade, igual aos da ZF, BMW, Mercedes. Aqui na Empresa tem 5 caminhoes chineses que usam caixas de dupla embreagem da ZF , com mais de 300 mil, e so fazem a manutenção preventiva.

  • Astron

    É só observar as japonesas, se eles não usam significa que os câmbios ainda não são confiáveis, do ponto de vista de implantar e receber tantas reclamações, por isso usa o aut convencional e ultrapassado, e agora os novos CVT, que parece que o Corolla realmente conseguiu melhorar o que já era bom.

    Esse Powershift é reclamação que não acaba mais, o DSG vejo bemmmm menos.

    • Tiago Watanabe

      Só uma observação Astron, a Honda utiliza Transmissão de dupla embreagem nos seus carros híbridos, você localiza informações por Honda i-DCD (Intelligent Dual-Clutch Drive).

      • Astron

        Essa eu não sabia, e por ser hibrido, pensaria que fossem utilizar o CVT.

        • Tiago Watanabe

          Eu quando vi pela primeira vez pensei a mesma coisa pois sempre aliam o CVT a economia.

    • Guilherme Eduardo

      Se nao estou enganado, parece que o próximo Honda Civic será dupla embreagem

      • V8

        CVT

      • Jackson A

        CVT

      • Guilherme Eduardo

        htt p: //w w w.noticiasautomotivas.com.br/novo-honda-civic-2016-e-flagrado-totalmente-sem-camuflagem/

        “O motor principal deverá ser o 1.5 i-VTEC Earth Dream Turbo com 150 cv e
        20,6 kgfm, (…) A
        transmissão deve ser manual de seis velocidades ou de dupla embreagem
        com sete marchas.”

        Mas com o lançamento confirmou-se o CVT: “h tt p://ww w.noticiasautomotivas.com.br/novo-honda-civic-2016-agora-e-oficial-todas-as-imagens-e-detalhes-do-medio-japones/”

        Na motorização, o Novo Honda Civic 2016 vem com duas opções para o mercado americano. Um 2.0 i-VTEC com câmbio manual de seis marchas ou CVT nas versões LX e EX, enquanto as opções EX-T e EX-L ganham o novo 1.5 i-VTEC Earth Dream Turbo com CVT.

  • Thiago Porto

    Não adianta ter 200 marchas e não ser durável ou confiável.
    Tem horas que a industria se lança numa competição meio insana.
    Eu, na minha modesta opinião não especializada acho um exagero mais que 7 marchas em carros de rua.
    Por que?

    Eficiência energética ao custo da eficiência mecânica.
    Quanto mais marchas, mais trocas, quanto mais trocas mais operações mecânicas.

    É o mesmo principio dos motores a Diesel, rodam mais (km) porque rodam em regimes menores.
    Ainda acho que ( esportividade a parte) o CVT é uma saída muito melhor para veículos comerciais.

    Senão daqui a pouco vai ter carrinho com mais marcha que uma Scania. rs

  • João Carlos

    Tanta marcha assim e complexidade inerente, é melhor dar o braço a torcer e adotar a solução da Nissan.

  • Rudson I

    Acho que dizer que ele equiparia apenas golf e pólo é extremamente precipitado. Se o limite é 50,8kgfm carros como Passat, jetta, tiguan, fusca, etc, isso sem contar vários outros da SEAT, skoda e até Audi. O alto custo não seria problema, pois esses carros citados (exceto alguns skoda) são de valor equivalente ou superior. A escala seria enorme e poderia ser usado pelo período de duas gerações (cerca de 8 a 10 anos), assim como o atual ainda resiste.

  • GPE

    Acho que a quantidade de marchas já deu. 8 ou 9 são o limite do razoável, ao meu ver

  • Thyago Vieira Alves

    Acho mais lógico o investimento no desenvolvimento do cambio CVT, a Toyota já acordou pra essa tecnologia. Não sei pq a VW abandonou os multitronic…

    • V8

      CVT´s tbem sempre tiveram problemas de durabilidade !

      Agora… Parece que ha uma nova tecnologia que resolveu os problemas !

      • Thyago Vieira Alves

        Então, se tivessem investido mais na melhoria do projeto que já tinham talvez teriam um cambio mais confiável e eficiente. CVT eh imbatível nesse quesito…

      • Raul Godiano

        Problema do CVT de correia metalica, sempre foi o oleo , tanto que somente agora ( desde 2005) eles sao usados em larga escala, tem um documentario no youtube sobre isso ( o CVT), tem o inventor do oleo explicando como ele funciona e o porque ele tem que ser assim , etc etc. CVT toroidal nao tem esse problema, tanto que foi testado na F1 em 1993.

  • Fabio Marquez

    Poderiam era investir em melhorias para os atuais câmbios de dupla embreagem ou talvez investir em melhor eficiência para as boas e velhas caixas automáticas convencionais.

  • Wellington Myph13

    Dupla Embreagem existe a anos, todos elogiam e amam, dai vem a Ford, traz o Powershift pro Brasil, da pau, pronto, Ninguém quer mais saber de dupla-embreagem… ODEIAM sem nunca ter usado um…
    Concordo em partes o ponto de todo mundo reclamar pois até eu teria receio de ter um Powershift agora, mas Jamais teria medo de ter um DSG… Podem chamar de Lover VW ou do que quiserem, mas eu andei em um e não encontrei cambio que melhor entenda e responda todas as necessidades no dia-a-dia…
    Audi usa DSG faz muito tempo, tem muitos que usam o cambio até chegar nos 200mil KM e não deu pau, nem nunca reclamou de barulho excessivo…
    E quem vier falar que é só entrar no Reclame Aqui pra saber sobre os casos que me perdoe, mas vai pra ponte que partiu, se você entrar no reclame aqui pra consultar qualquer coisa, você não sai de casa…

    • Lu RS

      Bem por fora…as Dual clutch tem tempo de vida contado em carros “civis”….ficarão delegados a esportivos e super esportivos.

      Espere mais e vc vai ver o q estou falando…..o grupo VAG já esta desenvolvendo AT com mais marchas para seus modelos…

      O DSG é um ótimo cambio em alguns pontos e deixa a desejar em outros quando comparados aos AT convencional.

      A tentativa com os novos AT é conseguir atingir a eficiência das duplas embreagens sem o custo de manutenção/reparação das mesmas.

      Qto a durabilidade, não se pode pegar um q outro exemplo, se trabalha com plano de amostragem maior, ai dá pra ter uma ideia mesmo…

      Tem gente que quebra motor original e tem gente com motor preparado que demora pra quebrar…..

      Reclame aqui é para acabar….e geralmente é utilizado pelo pessoal que mete pau no Powershift..

  • Hugosw

    Câmbios de dupla embreagem possuem uma manutenção muito elevada, sendo que o bom e velho conversor de torque é praticamente infinito.

  • GRANMA

    Uma caixa de (som) de 10 faz mais barulho do que uma caixa de (som) de 7.

  • Louis

    Eu gosto de conversor de torque. Deixa o fluido trabalhar! Desgaste mínimo.

  • radiobrasil

    Eu prefiro CONFIABILIDADE, não me importo com velocidade de trocas. Uso o carro pra me locomover e o at6 do meu carro tá ÓTEMO RSSSS

  • awatenor

    O CVT tem INFINITAS relações, é bem menor, menos complicado, pode ser programado pra entregar quantas marchas se quiser (20??!!), etc, etc, etc…quer mais? Leia os detratores e haters, abaixo…

  • shdn2010

    Eu acho que primeiro deveriam de arrumas os principais problemas relacionados as caixas de duplas embreagens e depois evoluirem elas.

  • João Silva

    Eu tenho uma bike de com “30 marchas” as marchas intermediárias servem mais para transição da relação máxima para a mínima do que para uso pleno. acredito que o objetivo dos câmbio de 10 marchas seria o mesmo, como também acredito que para isso o CVT seria mais eficiente.

  • Jackson A

    Prefiro confiabilidade e durabilidade…
    Troca em milésimos não tem necessidade pra min…

  • nada como o automático convencional..
    automatizado jamais.

    • Arthur Lima

      Eu, que fico com carro por 6 a 7 anos, jamais compraria um câmbio de dupla embreagem, seja lá qual for.
      Este de 10 marchas então, seria a última das opções para mim, caso viesse a ser fabricado.

  • Offline_Mode

    Passar 10 marchas deve ser como as caixas de marchas dos velozes e furiosos Hehehe

    • Lu RS

      hauaha Top!!!!!!

  • ALVIN_1982

    Tenho uma Bike Alfameq de 21 marchas e chega a 90 km/h na descida sem reclamar… na subida tem uma reduzida incrível que não passa de 7 km/h. A tração é traseira o que mostra ser bastante eficiente, fora que toda sua estrutura de alumínio fazem com que seja leve e fácil de manobrar. Seu motor de 1 jumento é capaz de fazer 70 a 80 km/D (descanso) e cerca de 15 km/l de água.

  • Lu RS

    TOMA SEU BANDO DE PAPUDO …puxador de ovo da VW!!

    Qdo eu falei do motivo da desistência da VW no DSG no Golf para o Brasil comentei que NOVOS CAMBIOS AT de 9 e 10 marchas estavam sendo desenvolvidos!!!!!

    Será com o tempo, a substituição das AUTOMATIZADAS pelas AUTOMÁTICAS mais desenvolvidas….para veículos “civis”…..

    Menos custo de manutenção/reparação…..mais durabilidade……e serão mais eficientes….

    GM/FORD/Hyundai vão entrar nas 10 marchas…mas são AT mesmo…sem ser automatizadas…

    Realmente uma dual com 10 marchas deve ser o maior pepino pra resolver………..custo mais alto de desenvolvimento…….

    Agora quero ver os LOVERS irem apedrejar a VW …………………………………………………

    Decisão acertadíssima da VW…..para os lovers só sobrou……..

    Cade os defensores da super mega pica DSG master power Ranger rosa ????????

    Se era nisto q vcs se baseavam para chamar o resto de lixo….welll welcome to the trash

  • Marcelo Henrique

    Alemães e suas megalomanias.
    Seria perfeito um câmbio DSG de 10 marchas para carro compacto ou médio. Mas como vai ficar muito caro para a tecnologia atual, então é melhor esperar um pouco.

  • Roberto Souza

    Antes de inventar moda e tentar fazer um DSG de 10 marchas, ela deveria cuidar de melhorar a qualidade dos atuais. Muitos usuários insatisfeitos com o barulho de lata velha e muitos usuários sofrendo com custos exorbitantes para fazer a manutenção do mesmo, com relatos de gente que teve que desembolsar de R$ 10.000 a R$ 25.000 para consertá-lo em carros relativamente novos. Moral da estória – carros com DSG são considerados micos quando saem da garantia.

  • David Ferreira

    daqui a pouco a vw vai fazer o fusca com motor 1.6 16v e deixar ele com o cambio da renalt de 4 marchas freio a tambor pra relembrar o antigo fusca essa gasolina ta fudendo tudo só vai ter carro flex agora golf flex o up tsi acredito que seriia melhor a gasolina pq seria o motor que vende na Alemanha

  • Rzonta

    Pergunta pra esse pessoal que tá dizendo que dsg dá muito problema: quantos aqui já andaram em um? Ou melhor,quantos já viram um caso real de dsg com problema (e aqui não estou dizendo de ouvir falar na internet mas de conhecer alguém que tenha o carro e tenha tido problema.)

    Pq o daqui de casa já está nos 30k km sem o menor sinal de problemas.

    • Freitas

      Conheço dois donos de Stilo que tinham o modelo envolvido no recall e que, por ser burros mesmo, não quiseram fazer o reparo. Rodam até hoje numa boa. Então pergunto a vc: o fato do carro deles estar inteiro fez o problema das rodas sumir? É óbvio que esses problemas não aparecem ao mesmo tempo em todas as unidades produzidas. Sempre foi assim em qualquer recall de qualquer marca. Agora o fato de vc amar o seu carro (direito seu) não tira o fato comprovado (tenho 01 colega de trabalho que tem) dos problemas que aparecem no DSG e similares. O fato do Golf de vcs estar perfeito não exclui a existência dos outros defeituosos, ou exclui? Se o da sua casa está perfeito, tomara que continue assim, sorte sua.

      • Rzonta

        Mas qual defeito? Defeito pra mim é o que ocorre no powershift onde o carro fica “engasgando” pra trocar a marcha por causa de um problema de vedação da caixa.

        Deixar a rotação um pouco mais alta em paralelepípedos e fazer barulho nesses pisos( barulho que só é ouvido se vc estiver com os vidros abertos e o som desligado) não considero um defeito visto que não prejudica a condução e só acontece em situações bem específicas.

        • Freitas

          Bom, se vc considera que um carro que custa 80 mil dilmas mais ou menos e que vem de fábrica fazendo barulho não tenha já de cara um defeito, tudo bem. Existem consumidores de todos os tipos. Agora quanto ao nível de problema que entra na sua conta e eu que conheço (em carro de conhecido) é superaquecimento em trânsito pesado, que gerou travamento do câmbio. Ou isso tb não conta? Repito: que ótimo o seu ter apenas o barulho oferecido pela Volks como cortesia. Tomara que continue assim. Mas outros já tiveram problemas, e isso é fato. São DEFEITOS.

          • Rzonta

            Se o barulho fosse perceptível em situação normal de uso, consideraria um defeito. Acontece que não é o caso.

            Sobre o carro do seu amigo: sim, isso é um defeito! Mas aí entra a questão: quantos tiveram esse problema? Pq a grande maioria das vezes que vejo alguém falar de “defeitos” no dsg estão falando do barulho.

            E, na boa, quem reclama disso(barulho) ou anda a semana inteira em paralelepípedo com vidro aberto ou então, o que é mais provável, está falando sem nunca ter andado num carro com esse câmbio.

  • joelson

    Minha camioneta são 4 marchas (automatica) e eu sinceramente nao consigo ver utilidade pra mais nenhuma acima disso (ps.ja tive veiculo 8 marchas automatico e tambem nao via lá nessessidade…) parece mais guerra de marketing