Lançamentos SUVs Volvo

Volvo XC60 turbodiesel chega em duas versões a partir de R$ 199.950

volvo xc60 d5 diesel 2017 1

Disponível em pré-venda no mercado brasileiro desde o final de junho, o novo Volvo XC60 D5 acaba de fazer sua estreia oficial no País. Trata-se da configuração com motor turbodiesel do SUV da montadora sueca, que está disponível em duas versões de acabamento: a Kinectic, por R$ 215.950, e a Momentum, por R$ 241.950. No entanto, a marca vai oferecer o modelo até setembro por R$ 199.950 e R$ 224.950, respectivamente.

O motor que equipa o XC60 D5 é um 2.4 litros turbodiesel de cinco cilindros, capaz de gerar 223 cavalos de potência, a 4.000 rpm, e 44,8 kgfm de torque, entre 1.500 e 3.000 rpm, associado a uma transmissão automática de seis velocidades, com opção de troca manual por meio de aletas atrás do volante, e tração nas quatro rodas com diferencial central de acoplamento viscoso – em casos de perda de aderência, por exemplo, o torque enviado às rodas varia de acordo com a necessidade.

volvo xc60 d5 diesel 2017 10

Este modelo conseguiu nota “A” no teste de consumo de Inmetro, com 9,5 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada. De acordo com a Volvo, o XC60 a diesel entrega autonomia de 868 quilômetros, graças ao tanque com capacidade para 70 litros. A aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 8,2 segundos.

Nos equipamentos, o XC60 D5 Kinetic conta com seis airbags, controles de estabilidade e tração, monitoramento de pressão dos pneus, sistema de proteção contra lesões na coluna cervical e de impactos laterais, Isofix,  sistema City Safety (ajuda o condutor para evitar ou reduzir colisões com o veículo da frente em velocidades reduzidas), ar-condicionado digital de duas zonas, sistema start/stop, faróis de xenônio com acendimento automático e controle direcional ativo, controle de cruzeiro, banco do motorista com ajuste elétrico e memória, retrovisores com ajustes elétricos e desembaçador, rodas aro 18, sistema multimídia com tela de sete polegadas e DVD player, sistema de som com oito alto-falantes, entre outros.

volvo xc60 d5 diesel 2017 7

A versão Momentum agrega painel de instrumentos digital de oito polegadas com três modos de exibição, sistema multimídia com navegador GPS com mapas em 3D e informações de tráfego em tempo real, teto solar com acionamento elétrico, câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, banco do passageiro com regulagens elétricas, entre outros.

O SUV oferece ainda o Volvo On Call, serviço de segurança, proteção e conveniência da marca, que dispõe de assistência 24 horas, auxilio de emergência e localização e um aplicativo para smartphone que permite ao motorista controlar algumas funções do veículo, como partida. A função é disponibilizada pelo período de dois anos – após isso, passa a custar R$ 1.249/ano.

volvo xc60 d5 diesel 2017 9

A Volvo divulgou ainda os valores das revisões periódicas do novo XC60 D5, os mesmos do modelo a gasolina. São elas: 10 mil km por R$ 949, 20 mil km por R$ 1.848, 30 mil km por R$ 949, 40 mil km por R$ 2.349, 50 mil km por R$ 949 e 60 mil km por R$ 3.339.

Galeria de fotos do Volvo XC60 D5





  • truco

    bacana , mas essa geracao da xc60 ja deve ter quase uns 10 anos.

    • Fabio Marquez

      Não tem tudo isso, mas bem que parece, esse painel flutuante, que era algo maravilhoso quando apareceu no C30, hoje em dia me dá sono…

      • igomd

        Na XC90 Foi tudo atualizado para o Tablet gigante parecido como no Model S. Questão te tempo até a Sensus chegar aos outros Volvos, memso que numa tela menor e mais simples

        • Alessandro Rodrigues

          Foi lançada ua nova geração, não atualizado. O sistema é totalmente novo. O XC60 atual não irá receber a Sensus até porque a próxima geração vai sair em 2017 logo no primeiro trimestre.

    • Belina77

      Tem 7 anos, desde 2009, com um facelift. Temos uma T6 na família do primeiro ano. Excelente carro, anda e bebe muito. 140.000km e sem problemas.

    • Gran RS 78

      E parece que acabou de ser lançada. Impressionante como a Volvo tem acertado a mão no design de seus modelos.

  • EduPerrone

    Preciso conseguir 200kpilas até setembro.

  • Lucas086

    Gosto dessa Volvo, as R design andam muito, ótimo carro também.

  • AugustoSeide

    Que tesão! Sem mais

  • Fernando Rodrigues

    Uia… 44.8 de torque, e bom consumo

  • Matheus Cavalheiro

    Não entendo como não vem com um mero sensor de estacionamento traseiro; ainda mais em um Volvo.

    • andersonc

      Todas vem com sensor traseiro.

    • Alessandro Rodrigues

      Como colocado, todas têm sensor traseiro, dianteiro e câmera de ré.

  • EDU

    Pena o numero tao reduzido de concessionarias e a marca mal divulgar os produtos que sao excelentes.

  • oscar.fr

    Como esse painel do XC60 envelheceu mal. Parece extremamente ultrapassado vendo hoje. Para citar um crossover médio, o painel do 3008 parece bem mais atual que este do Volvo.

  • Codicilo

    Carro legal, hein?
    Particularmente optaria pela versão gasolina, mesmo.

    Se fosse para ter um carro 4×4 diesel para rodar em estradas de interior, nessa faixa de preço, seria uma SW4

  • Pipo pipo

    Estou começando a achar os carros baratos, estou tão ferrado e andando a pé que já não faz a menor diferença pra mim.
    Qualquer hora compro um problema de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00, só pra não pagar mais IPVA nem seguro, investirei esses valores em manutenção “corretiva” do caidinho que eu arrumar.
    Se eu levar à frente essa idéia postarei aqui.

    • Eu fiz isso. Paguei 6 mil em um 4×4.

      • Pipo pipo

        Muito show. Pegou andando? Precisou fazer muita coisa? Importado ou Nacional? Dá uma palhinha pro pessoal aqui. Abraço e muito boa sorte com a máquina.

        • Vamos lá (Vou dar uma de Edson aqui! hehehe)…
          Necessidade: Carro para poder ver meus filhos e levá-los para tomar o sorvete, jantar, caçar pokemón, ao médico, eventualmente ir trabalhar.
          Porque não Táxi, Ônibus e Uber? Esses quebram um galho, mas acredito: Para minha realidade e rotina, para o meu deslocamento, usar esses meios se torna inviável ou dificultaria muito.
          Quais eram as exigências? Carro devia estar andando e devidamente documentado.
          O que eu gostaria: Que fosse 4×4 ou conversível. Caso não fosse nada disso, gostaria que tivesse câmbio automático, teto solar e ar condicionado funcionando. Cupês também me chamariam a atenção.
          Estava usando o Comprecar (famoso no interior de São Paulo) e o Webmotors. Tudo que conseguia não estava dentro do que eu podia pagar (O que chegou mais perto do que eu queria era uma Pathfinder 94 6 cilindros, com ar, automática, 4×4 e teto solar. 12 mil). Tinha preconceito com Mercado Livre e Olx, mas foi aí que pensei: O nome não é fakeLX nem TrulyLX. As pessoas estão tentando vender e comprar, e muitas vão tentar te enganar. Ou seja: Exatamente como um estacionamento ou concessionária! Logo, não fazia sentido deixar de avaliar as opções lá. Lá não está a verdade absoluta, se é que isso existe. Lá existem oportunidades. Cabe a você verificar se são boas ou não.
          Abre-se um parenteses: Como se vende lixo caro! Um carro como o meu não deveria custar nem 500 reais. Deveria estar no lixo! As vezes tenho vontade de rir quando vejo pessoas se gabando de ter pago 30 mil em um carro de 10 anos ou 50 mil em um carro que daqui a alguns anos será candidato a ficar aposentado por falta de peças. Bem, digo isso para dizer o seguinte: Não fiz a melhor compra, minha necessidade é apenas isso, minha necessidade. Minha verdade só serve para mim e mais ninguém, e longe de condenar a escolha de qualquer um que foi feita segundo suas necessidades. Não fiz um bom negócio. Fiz um negócio possível segundo minhas condições. A pessoa pode suprir suas necessidades gastando 30 mil em um carro da década passada. Mas isso passa longe de ser um bom negócio, assim como um zero também pode não ser. Mas reiterando, não é questão de certo ou errado e sim de escolhas.
          E na OLX achei o carro que precisava… Do meu vizinho! Aceitou parcelar no cheque (Periferia ainda vale o olho no no olho. E provavelmente estaria sem o meu se não tivesse pago). Porque ele vendeu: Precisava pagar a cesária da mulher, terceiro filho acho. Tem um Corolla e como segundo carro tinha a Sportage (Rebatizada por mim de Excadrill), utilizada para ir na chácara da família. Estava andando sim, e precisava fazer a documentação desse ano que vence agora em Agosto. No fim era a 4×4 que eu queria, e com a facilidade de negócio que ele me ofereceu, além de ver claramente que a motivação de venda era real, resolvi fechar. Os pontos positivos do carro são:

          -3.000 em manutenção feita recentemente
          -Carro andando
          -Ar condicionado gelando
          -Trava elétrica
          -Vidro elétrico
          -Motor foi feito não há muito tempo (Duas vezes!) e estava em boas condições
          -Chassi íntegro
          -Som
          -Direção hidráulica (Só coloco como vantagem por ser equipamento. Na verdade detesto assistência de direção)
          -Retrovisor elétrico
          -Farol de milha
          -Abertura do tanque remota
          -Possibilidade de regulagem da velocidade de varredura do limpador de para-brisa.
          -Estepe com chave (Ele é pendurado. Como isso atrapalha!)
          -A mencionada facilidade de pagamento (Ah, se as pessoas soubessem o quanto isso ajuda no mundo real pararia de tentar julgar as escolhas alheias na internet)
          -Aviso de porta aberta
          -Pneus dianteiros novos

          Bom, essas são as “coisas boas” do carro. Na verdade são as coisas do carro. Mas ele veio com “alguns” probleminhas, o que me ajudaram a pagar um valor baixo:

          -Se o chassi está íntegro, a carroceria não está. A diferença de pintura e a dificuldade de fechamento das portas traseiras indicam um impacto razoável, que por sua vez não atingiu o chassi. E também, aos 20 anos de idade um carro usado para estradas de terra não estaria com a carroceria boa.
          -Dois cintos traseiros com problemas. Um não fecha e outro não abre.
          -Para-brisa trincado
          -Câmbio manual que faz ter saudades dos Fiat’s da década de 80
          -Tração “4×3”. Uma das rodas livres está com problema. Preciso trocar e colocar uma AVM manual
          -Esguichos d’água dianteiro e traseiro não funcionam. Desembaçador traseiro também não.
          -Trava elétrica só destrava as portas dianteiras.
          -Escapamento quebrou a parte de trás.
          -Estabilidade ruim
          -Correia da direção hidráulica fazendo barulho
          -Alguns coxins já foram.
          -Motor batendo saia
          -Desempenho medíocre. Disseram que quem queria algum desempenho rodoviário decente devia partir para versão a gasolina (Meu caso) e fugir da versão 2.2 atmosférica diesel. Até a 2.0 turbodiesel disseram que perde em desempenho para a gasolina. A conclusão sobre isso é: Coitado de que precisa andar e tem as versões a diesel. Claro que trocaria minha gasolina pela versão a diesel de olhos fechados, mas no que se entende por desempenho, imagino como essas pessoas sofrem.
          -Consumo excessivo. Faz ter saudade do meu Vectra 2.0 gastão..

          Fiz algumas estradas de terra com ela e a bichinha é valente. Não me preocupo com desvalorização, mercado, porque se ela se dissolver daqui a dois anos terá pago o investimento. Posso vender a quilo para o ferro-velho. Ela está me ajudando na mudança e em pequenos deslocamentos, além de algumas estradas de terra. Ou seja: Ela oferece satisfação das minhas necessidades e alguma diversão. Creio que com mais uns 4 mil deixo ela OK. Farei isso pela segurança e diversão que proporcionará, não para o próximo dono. Em termos de comparação:

          -Paguei por esse carro o mesmo que o meu irmão gastou na revisão do Focus dele comprado zero (Não sei qual revisão foi, acredito que foi a de 60 mil)
          -Metade do que meu ex colega de trabalho gastou no Fusion dele (Reparo de suspensão, acredito que tinha uma questão de câmbio também).
          -Menos da metade que a troca de pneu e suspensão de um Land Rover 2002 (Que você acha por 30 mil reais. E não estou falando de peças com defeito. Estou falando de itens de desgaste natural).
          Espero que tenha te ajudado.

          • Pipo pipo

            Muito bom. Quando morei fora tive um clico 1.9 diesel atmosférico, demora pra embalar mas compensa no consumo (22km/l). Parabéns pela compra. Não julgo ninguém, a minha soberba já se foi a tempos, fui muito vaidoso com carros, gastei milhares de reais, trocava em 6 meses ou menos e por ironia acabei sem carro nenhum. Como acredito que nada é por acaso estou tirando valiosas lições da minha situação atual e fazendo o que acredito ser melhor no momento.
            Como tenho que fazer determinados deslocamentos dentro do RJ e o transporte coletivo até que é razoável mas não oferece a mobilidade que necessito busco um veículo usado até R$ 5000,00 sem a menor ilusão que estará perfeito.
            Você me ajudou muito, me sinto amparado, alguém já fez o que estou prestes a fazer, sou muito grato a você. Boa vida a você e família.

  • GABRIELCSFLORIPA .

    O preço está muito bom. 200 mil é preço de Evoque Diesel usada.
    E o Volvo ainda oferece 30cv a mais.

    • Alessandro Rodrigues

      Tem Evoque bem mais barata. E só dura até setembro. Depois disso a Evoque tem preços até melhores, visto que a versão intermediária é tão equipada quanto a top da Volvo.

  • Tomtilt

    O XC60 é a síntese do renomado design sueco: tem muito tempo de lançado mas não apresenta linhas envelhecidas, não tem arroubos estilísticos, detalhes arabescos, cromados cafonas, vincos povoando toda a carroceria, mas conserva-se atual e agradável mesmo depois de alguns anos. O interior, idem, minimalista, linhas simples, mas transmitindo sensação de solidez, de qualidade elevada, com uma elegância natural, sem precisar recorrer a soluções inspiradas em uma nave espacial de filme de ficção científica, muitas texturas, desenho rebuscado, que acabam cansando com o tempo.

  • Leonel

    Se o dono fizer todas as revisões, até os 60 mil km, vai gastar a bagatela de R$10.383,00. É, não é para qualquer um mesmo. Fora IPVA e seguro que, imagino eu, sejam altos…

    • andersonc

      5% do valor do carro em 6 anos. Muito bom!

      • Leonel

        Muito bom não acho, mas não é ruim considerando o carro que é.

  • Tadeu GF

    Compraria facilmente se eu estivesse a procura de um SUV e tivesse 200k para investir.

  • Racer

    Mesmo tem certa idade….continua lindo e um ótimo carro.

  • Leonardo

    Prefiro SW4 … SQN

  • GPE

    Motor com boa relação potência x tamanho