Home Lançamentos XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda...

crosser 150 3 700x465 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050




A Honda investiu na receita e deu certo, com o modelo mais vendido do segmento. E usando os mesmos ingredientes, a Yamaha apresentou aos consumidores brasileiros seu novo modelo para a categoria das motocicletas trail com motorização 150 cc. Trata-se da nova XTZ 150 Crosser, a principal aposta da montadora japonesa para roubar pelo menos uma parte das vendas da NXR 150 Bros, da marca da asa.

Desenvolvida especialmente para o mercado nacional, a nova Yamaha XTZ 150 Crosser tem apelo aventureiro, mas seu uso é voltado mais para os centros urbanos.

crosser 150 1 700x465 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050

No visual, de acordo com a Yamaha, a nova Crosser tem linhas linhas fortes, agressivas, robustas e modernas que podem ser percebidas pelo “Up Fender” recortado, localizado abaixo do farol, e também pelas carenagens do tanque, com entradas de ar funcionais, e da tampa de combustível com design integrado ao tanque. Os grafismos da motocicleta foram inspirados na ousadia, jovialidade e esportividade, com direito a detalhes metalizados.

O para-lama dianteiro, diferente da rival Bros, é próximo da roda, permitindo dirigibilidade sem trepidação e maior proteção na área de deslizamento do garfo dianteiro, de impactos de pedras e outros detritos. O farol da XTZ 150 traz lâmpadas halógenas e piscas com lentes transparentes. Além disso, o modelo traz painel com conta-giros analógico e visor LCD que exibe o indicador de marchas, marcador de combustível, velocímetro, hodômetro parcial e total.

Crosser 150 E 5 700x465 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050

Há ainda um bagageiro com alças de apoio em alumínio, com capacidade de carga de 7 quilos – a capacidade máxima da moto é de 157 kg. As rodas são raiadas, sendo de 17 polegadas na traseira e aro 19 na dianteira, para enfrentar diversos terrenos. O escapamento foi posicionado em um ângulo bem acentuado, lembrando modelos de alta cilindrada da Yamaha, como a XT 660R.

Assim como a Honda Bros 150, a nova Yamaha Crosser traz motorização bicombustível, o Blue Flex de 2ª geração monocilíndrico DOHC da Fazer 150, com injeção eletrônica, arrefecimento a ar 149,3 cm³ de capacidade, capaz de desenvolver 12,2 cavalos de potência com gasolina e 12,4 cv com etanol, a 7.500 rpm, e torque de 1,28 kgfm e 1,29 kgfm, respectivamente, a 6.000 rpm.

CROSSER 150 ED 3 700x465 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050

O modelo traz o sistema YRCS (Yamaha Ram Air Cooling System), que desempenha a função de potencializar a refrigeração do sistema de ignição e do motor de 150cc, fazendo assim com que o desempenho e performance da motocicleta seja otimizado. O tanque da Crosser conta com capacidade de 12 litros.

O sistema de suspensão/amortecimento é Monoshock com link, único da categoria 150cc bicombustível.

crosser 150 2 700x465 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050

A nova Yamaha XTZ 150 Crosser chegará à rede de concessionárias apenas em abril, em duas versões de acabamento: a E, que conta com partida elétrica e freios a tambor por R$ 9.050 (sem o frete), e a ED, que se diferencia do modelo de entrada pelo freio a disco na dianteira e na traseira e pelo ajuste de guidão, no valor de R$ 9.350, também sem o frete incluso, nas cores branca, laranja e cinza-grafite.

A Yamaha pretende comercializar entre 3 mil e 3,5 mil exemplares da Crosser por mês, número distante das mais de 14 mil unidades vendidas da Honda Bros 150. E com a chegada da nova trail, a marca japonês espera aumentar sua participação para cerca de 14% até o fim de 2014.

CROSSER 150 ED 11 700x367 XTZ Crosser é a nova trail da Yamaha para enfrentar a Honda Bros 150 por R$ 9.050

Ficha Técnica
Motor: 4 tempos, SOHC , refrigerado a ar, 2 válvulas
Quantidade de cilindros: 1 cilindro
Cilindrada: 149 cc
Diâmetro x curso: 57.3 x 57.9 mm
Taxa de compressão: 9.56:1
Potência máxima: 12.2 cv (gas) 12.4 cv (eta) a 7.500 RPM
Torque máximo: 1,28 kgf.m a 6.000 rpm
Sistema de lubrificação: Cárter úmido
Alimentação: Injeção eletrônica
Embreagem:     úmida, multidisco
Câmbio: 5 velocidades, engrenamento constante
Sistema de ignição: TCI
Sistema de partida: Elétrica
Transmissão primária: Engrenagens
Transmissão secundária: Corrente
Bateria: 12 V x 5 Ah
Quadro: Berço semi duplo
Suspensão dianteira / curso: Garfo telescópico / 180 mm
Suspensão traseira / curso: Braço oscilante Monoshock com link / 56,5 mm
Ângulo de cáster: 26°
Trail: 92 mm
Freio dianteiro: Disco de 230 mm de diâmetro,acionamento
Freio traseiro: Tambor de 130 mm de diâmetro
Pneu dianteiro: 90/90 – 19 M/C 52P
Pneu traseiro: 110/90 – 17 M/C 60P
Comprimento x Largura x Altura: 2.050 X 830 X 1.140 mm
Distância entre eixos: 1.350 mm
Altura do assento: 836 mm
Raio mínimo de giro: 2,1m
Altura mínima do solo: 235 mm P
Peso seco: 120 Kg
Capacidade do óleo do motor: 1,25 litros
Capacidade do tanque de combustível: 12 litros


  • Washington

    TDM, você voltou?

    • Hugo_Victor

      Recortes retos em moto Trail = Moto da década de 90!

    • Eddu13

      A TDM é mais bonita.

  • http://www.facebook.com/leasilsan lsguaranikaiowa

    9 mil deveria trazer até ar condicionado, mas…

    • Maycon102

      kkkkkkkkkkk

  • odair

    Prefiro gastar o dobro e ter uma moto 10x melhor!

    • yuri calmon

      Todo mundo que pode, pagará o dobro para ter algo melhor e isso vale pra tudo não só pra motos !

      • Robson

        kkkkk pois é né ?

  • Revoltado22

    O para-lama dianteiro, diferente da rival Bros, é próximo da RONDA,???
    ajustem ai o texto e apaguem meu comentário

  • Mundico

    Mto bonita…mas pra pagar 9 mil e na primeira eskina aparecer um fracassado com um trezoitão na mão gritando perdeu! perdeu!, prefiro a minha xingLing Traxx Fly 135cc…pode ser uma porcaria aos olhos de muitos, mas eu ando tranquilo, deixo em qualquer lugar sem preocupação que quando eu volto ela está lá me esperando toda faceira…eheheheh.

    • LinS_T3

      Os ladrões visam os modelos mais vendidos. Se for pelo quesito segurança, as melhores são as custom.

      • Franck

        Meu patrão aki em Manaus roubam tudo…tendo logotipo honda ou yamaha os caboklos tão catando.

        • LinS_T3

          Harley-davidson na cabeça! rsrsrs

    • yuri calmon

      Amigo me conte um pouco de sua experiência com a Traxx Fly 135, você recomendaria?

      • Mundico

        Quem comprar uma vá logo tirando os sensores no descanço e na embreagem pq só vai ter raiva pois em chuva forte dá pane…é uma moto boa, não é bonita mas dá pra andar legal. Freio à disco nas duas…freia muito. Eskenta muito também. Tem de dar uma reguladinha na embreagem senão tu num acha o neutro nem cum nojo eheheheheh…pra lugares mto perigosos(acho que o brasil inteiro né?)é o ideal pois os malandros olham e viram o rosto de raiva eheheheh.

    • Magno

      Tem que ter muita coragem em adquirir uma moto no Brasil, a roubalheira está demais, inclusive um colega meu teve duas motos roubadas, todas com os ladrões apontando uma arma pra sua cabeça, isso num periodo de 2 anos. A sorte que tinha seguro.

      • LinS_T3

        Compra uma custom, não são tão visadas pela dificuldade em vender as peças… =)

    • ancelmohenrique

      uma Trashh fly 135? isso ai sim é que é montar numa bomba!

      • Mundico

        E o pior ki eu quase jogo a traxx fora…aí apareceu um paraense ki me deu a dica pra arrancar os sensores…depois foi só alegria. Na bros eu ia pagar mais de 10 paus e ainda tinha de fazer seguro…putzzzzzz.

  • yuri calmon

    Enfim um produto superior à princicipal concorrente HONDA !!!

    • calline

      Superior??????? No que??????

  • Zepper

    Pelo menos acertaram o formato do banco, me parece decente em relação a Tenere250. A moto lembra um pouco a antiga DT200 misturada com a Lander250. Continua-se o "preconceito" contra a Honda, mas ainda é a marca mais vendida. ;)

    • 5Hundred

      É a mais vendida não porque é a melhor, mas porque teve reserva de mercado na comercialização de motores 4 tempos durante anos, esse é um motivo. Outro é o brasileiro ser ignorante, mesmo.

  • GarfieldMix

    10 mil (com frete) um lixo desses?! uahahuuahhuahahua
    Com 20 mil dá para pegar uma 600 usada.
    Nego tá perdendo noção dos preços e ainda dizem que a inflação está sob controle…aham!

    • https://www.facebook.com/sinara.morais.50 Sinara Morais

      vc ta de brincadeira ne?

    • Daniel

      Cara, 10 mil a mais é muito dinheiro. A maior parte do público das motos na faixa de 10 mil reais, não teriam dinheiro para adquirir nem manter uma nova ou usada na faixa de 20 mil reais.

      • wasdyn

        O pessoal viaja. Se estivessemos falando de 10 mil a mais num carro de 200 mil tudo bem falar "não é nada", mas numa moto que nem atinge os 10 mil… É só o drobro. XD
        É o mesmo que falar "pagar 40k num Gol? Mas com mais 40k eu pego um Golf".

        • Joe

          De fato, acho 10 mil numa 150 realmente caro (mas estamos no 'braziu' né… ) mas a galera viaja bonito mesmo…

          "10 mil? com + 10 mil (ou seja, o dobro!) eu pego outra moto etc etc etc.. "

          Povo "quer" reclamar mas não sabe do que…

    • https://www.facebook.com/HalyssonAbreu Halysson Abreu

      Sem noção nenhuma.

      Tá cara sim. Mas comparar uma de 10 com uma de 20? Tá maluco?!

      E mais quem disse que o publico dessa moto mesmo tendo "singelos " 10.000 a mais pegaria uma 600?

      EU tenho uma Teneré 250 e vontade zero de pegar uma trail maior. Motos de 125 a 250 tem o melhor custo benefício para uso cotidiano.

    • calline

      Perdendo a noção dos preços tá vc…estamos falando de motos no valor de 10 mil e não de vinte.

  • Tosca16

    Melhor da categoria , sem dúvidas melhor que sua rival brós … visual atraente e boas características a fazem ser a melhor escolha na categoria . Sobre os preços infelizmente todas as motos estão absurdamente caras, o preço é alto independente da marca, só as chinesas com qualidades duvidosas tem um preço razoável ultimamente .

  • https://www.facebook.com/filipesales.wanderley Filipe Sales Wanderley

    Ridícula, eu gosto da yamaha porém essa ai tá mt feia

    fazer 150 está vendendo muito bem aqui em belém

  • wasdyn

    NA, de acordo com o site da Yamaha esta moto na versão ED possui freio a disco apenas na dianteira, atrás é tambor. Na ficha técnica que vocês postaram está correto, mas no texto diz que o freio a disco é na dianteira e traseira.

    http://www.yamaha-motor.com.br/acontece/noticias/

  • edilson

    Só 12,2 cv, deveria ser pelo menos 14cv.

    • Tosca16

      anda mais que os 14 da Honda, a medição foi feita na roda que é mais real …

      • visanpai

        Tu já andou nela? Então de onde tirou que anda mais?
        XTZ Crossover: 12,4 cv….1,28 kgf.m de torque com peso de 120Kg.
        Bros: 14 cv….1,53 kgf.m de torque com peso de 120,9 Kg.

        • Tosca16

          é só olhar a Fazer 150 e comprovarás isso, mesma motorização e transmissão … Num tem como não ser melhor e ter maior desempenho que a Brós que num é lá essas cocadas todos, já andei muito nessas coisas … tem que ser muito "amarrada" para perder pra Brós.

  • wasdyn

    Ao pessoal que tem/conhece motos flex poderia dizer se elas têm alguma desvantagem se comparadas às monofuel?

    • ancelmohenrique

      Nenhuma, consumo com a gasolina é praticamente o mesmo, o alcool so é bom se vc estiver com pouco $ ele "enche" mais, mas na pratica as vezes o consumo chega a ser uns 8 kml a menos que a gasolina.

      • wasdyn

        Valew Ancelmo. :)
        No caso de abastecer com etanol tem algum problema para ligar/sair no frio ou é tranquilo?

        Abraço.

        • ancelmohenrique

          caro wasdyn, ainda não encarei um inverno com etanol (2.300km), porque uso mais gasolina por conta do preço praticado pelo cartel, ops perdão pelos postos daqui de jequié bahia. apesar do pessoal falar mal da fan e dos trocadilhos é uma moto que conquista mais pela facilidade, desempenho (pra cc dela) do que pelo design (a minha é 2013) é uma boa moto, simples e eficiente, fiz 2 pequenas viagens, da pra se divertir um pouco, rs.

        • ancelmohenrique

          a injeção da conta de tudo, a pgm-fi roda lisinho, qlqr coisa ela acende a luz do "ALC" (nunca aconteceu, exceto no checkup de partida)

          • wasdyn

            Valew pela paciência Ancelmo. Pretendo pegar uma moto mais pro final do ano e essa me chamou a atenção (se lançarem na versão X [motard] aí já é quase certeza).
            No meu caso imagino que ficaria no etanol porque autonomia pro dia a dia não me preocupa muito e o maior consumo não chega a ser algo que me preocupe nessas motos pequenininhas, e ainda tem a vantagem de maior torque e potência (imagino que praticamente imperceptíveis na prática) e os menores danos se pegar um combustível batizado.
            Obrigado.

  • EricoKutz

    Estão por fora!!! Moto feia e caríssima…

  • ancelmohenrique

    vou de bros, esse visual ta carregado e esse mini bico da XRE?
    Yamaha a ideia foi até boa, mas vcs carregaram demais a moto.

  • Rafael

    O design dessas motos nacionais da Yamaha é Péssimo. Só as grandes, e que não são brasileiras, que são melhorzinhas. Moto Muito feia ! O mini bico ficou péssimo, a traseira está um Pouco melhor que a Teneré, que parece que está faltando peças, mas ainda assim, feia.

  • CanalhaRS

    Credo! 9 mil numa motinho destas??? O brasileiro tá louco….

  • https://www.facebook.com/HalyssonAbreu Halysson Abreu

    Dona Yamaha é ruim de marketing viu?

    Por que ao invés de fazer essa aberração, não criou uma Ténéré 150. Ficaria mais bonita, mais atraente e mais convincente, considerando o preço…

  • Tosca16

    Engraçado o pessoal, a Yamaha vem com um design mais atual e criticam por que tá carregada, tá isso , tá aquilo lá … engraçado é que se fosse uma 600 da vida estaria belíssima mas como é uma pequena 150 reclamam … a moto inspirada nas médias cilindradas da marca que traz um ar de maior e imponência .

  • Adamis

    Gostei da moto, mas o preço não é muito tentador.

  • Rodolpho

    A operação da Yamaha no Brasil é um fracasso.

    Da vontade de rir…. Tive 3 motos da marca. òtimos produtos. Mas a subsidiária brasileira…. Da pena.

  • capitain_sky

    Em relação a modelos de baixa cilindrada a Yamaha tem motos lindas, é líder de vendas em muitos países da Europa e Ásia, se vendesse no Brasil os modelos japoneses e indianos, já estaria cafungando no cangote da Honda.
    A minha sugestão é a Yamaha demitir o departamento de engenharia brasileiro e contratar o indiano.
    Visitem os sites da Yamaha India, China e Japão e vão entender do que estou falando!

    Outra sugestão, a traseira dessa moto ficaria linda na teneré 250.

  • allan

    Grafismos exagerados e de muito mal gosto no tanque!!!! e o que q é aquele grafismo idiota na carenagem dianteira???!!!

    Essas fábricas deveriam pensar em agradar os mais variados gostos fazendo motor, elétrica e estrutura das motos e entregando kit's diferentes para que os motociclistas configurassem suas motos ao seu gosto…

    Imagina só! Vc quer uma trail mais simples, mais motard, mais adesivos, combinações diferentes de cores, personalização, motos únicas….

    Esses adesivos parecem que foram contenção de gasto dando essa parte do projeto para um jardim de infância fazer…

    as cores o tamanho dos adesivos… o cinza com verde limão!!!! Nada combinando com nada!!!!

    Acredito que os consumidores de motos mais escuras (cinzas, pretas, etc) não devem agradar da discrição de um adesivo verde limão no tanque… eu mesmo já tive problemas em aceitar esse troço!!!

    Se seguisse o padrão das tenerè teria muitos pontos favoráveis nesse quesito, mas quis fazer serviço porco…

  • https://www.facebook.com/paulohlpa PH Lima

    ficou cara, deveria ter ABS….sou mais pegar um xtz 250 motard usada…..

  • Mellop[

    Sempre segunda mesmo ……

  • FAN DO CURUJA

    sempre a segunda mas com o VALENTINO ROSSI é sempre em primeiro kkkkkkkkkkk.

  • fan curuja

    sempre em segundo mas Valentino Rossi sempre em primeiro com YAMAHA.KKKKKKKKKK. os motores da YAMAHA são tão avançados que a TOYOTA usa seus motores ok.

  • fan curuja

    tenho uma xt660 e agora vou comprar xtz 150 porque e uma mine 660.

  • fan curuja

    estava andando em uma br movimentada a 140 km quando olhei para o lado uma fazer 150 e o mesmo motor da nova xtz .

  • Plínio Costa

    tenho uma bros 150 2013 e to muito satisfeito, muito macia e vcroda no asfalto e no barro do mesmo jeito, o único defeito e ela não andar muito, é 120 km/h no máximo, ja meti 135 km/h na descida mais na hora de subir… da até raiva perde pro meu irmão com tatan ex. acredito que essa nova moto da yamaha vai trazer uma pequena perda nas vendas da honda, achei ela ate bonitinha ,mais nao compara a bros. pensando sinceramente em almentar a cilindrada para 170 ou 190 com kit de aumento de cilidada.