_Destaque Lançamentos Motos Yamaha

Yamaha lança Fazer 150 com freios combinados e Factor 125i

yamaha fazer 150 ubs 1

Seguindo a linha da rival CG 160 Titan, da Honda, e se antecipando à nova legislação brasileira, a Yamaha Fazer 150 passa a dispor de freios combinados. O sistema, batizado de Unified Brake System (UBS), foi anunciadopela montadora japonesa nesta semana para a linha da street, juntamente com a Factor 125i, que agora dispõe de injeção eletrônica.

No caso da nova Fazer 150 UBS, o sistema consegue distribuir a força de frenagem entre o freio dianteiro e o freio traseiro com o acionamento do pedal de freio, responsável por acionar o freio traseiro. O conjunto inclui freio dianteiro a disco de 245 mm de diâmetro e traseiro a tambor, com 130 mm.

yamaha fazer 150 ubs 2

A motocicleta é equipada com um motor monocilíndrico de 149,3 cc, bicombustível (BlueFlex), que consegue gerar 12,4 cavalos de potência a 7.500 rpm e 1,29 kgfm de torque a 5.500 rpm. A linha 2017 ganhou ainda novos grafismos. A Fazer 150 UBS chegará às concessionárias no dia 1º de julho, com preço sugerido de R$ 9.590 (sem frete) e em quatro opções de cores: azul metálico, branco cristal, magenta metálico e preto.

Já a Factor 125i, modelo de entrada da Yamaha no mercado brasileiro, é equipada com um motor de um cilindro com 124,9 cc, SOHC (comando simples no cabeçote) e refrigerado a ar e alimentado por injeção eletrônica, podendo ser abastecido com gasolina ou etanol em qualquer proporção. Este propulsor gera 11,1 cv a 7.500 rpm e 1,16 kgfm a 6.000 rpm.

yamaha factor 125i 2017 1

O design da nova Factor 125i segue a mesma linha da Factor 150 e dispõe de rodas de liga-leve, freio dianteiro a disco e partida elétrica. O modelo será vendido nas cores branco, vermelho e preto, pelo valor de R$ 7.390 (sem frete).

Ambos os modelos têm três anos de garantia e revisões com preços fixos.





  • Coffinator

    Aqui no NE vão continuar entortando o manete direito com medo de “capotar” a moto.

    • dallebu

      Como assim?

      • Coffinator

        Povo aqui não freia com o freio dianteiro com medo da moto travar e ele dar um frontflip.

    • Deivid

      Eu já caí por mau uso do freio dianteiro, logo na lua de mel com minha fazer! HAHAHAHAHA

  • Mr. Car

    Não adianta. Com freio combinado ou descombinado, o sujeito continua fazendo o papel de para-choque, he, he!

    • Lucas Vilanova

      Nesse caso, não existe mais o pedal de freio traseiro? O único acionamento seria então pela mão?

      Não ficou claro para mim, porquanto o texto falou do pedal.

      • Edson Fernandes

        Eu iria te falar até sendo um conceito correto, mas preferi pegar uma materia muito bem explicativa de como funciona.

        http://www.motonline.com.br/noticia/saiba-como-funciona-o-freio-combinado-em-motocicletas/

        Eu também não sabia o funcionamento e me parece muito bom! Já ajuda bastante qdo a moto carece do recurso do ABS pelo menos auxiliando numa frenagem em possibildade de acidente.

      • Na verdade continua com o manete na mão e o pedal do pé. A diferença é que qualquer um dos dois que você aciona vai acionar os dois freios juntos , tanto da roda dianteira como traseira. O motivo disso é que na hora do susto muitos motociclistas acionam somente um freio , o que faz com que a moto precise de mais espaço para parar. Do ponto de vista de segurança isso acaba sendo muito eficiente.

        • dallebu

          Na verdade o traseiro aciona também o dianteiro, enquanto o dianteiro pode ser acionado sozinho…

          • Marco Douglas de Paula

            Quando acionam o traseiro ele aciona parcialmente o disco dianteiro. Tem um pistão separado, menor ligado no pedal traseiro.
            Não tenho certeza mas é algo bem simplório.

  • Marcos Vinicius

    Poderiam ter colocado freio a disco na traseira também eh…

  • Ailton Junior

    Bom, mas cadÊ a XTZ 125i?

    • Tosca16

      Vem, mas sabe como é a Yamaha, vai começar com este modelo depois vem a trail com mesma mecânica e tudo mais.

  • Wagner Lopes

    Lei para obrigar a equipar com ABS já! Esse negócio de freio combinado ajuda mas é só paliativo de baixo custo. Na moto o ABS é muito mais importante que em um carro.

    • Marco Douglas de Paula

      Tem pesquisas que dizem que ele ajuda mais q o abs, ideal é abs com freio combinado junto!
      Mas abs é muito caro pra uma moto de dessas.

      • Tosca16

        Pra estas 150/160 que beiram ou a depender da região ultrapassam os 10 mil reais a desculpa do preço acho meio balela … Não cobraria numa moto de uns 6/7 mil reais, mas estas CG 160 e Fazer 150 já deveriam contar com tais tecnologias.

  • Tosca16

    Deveriam lançar uma custom 250, pois deste que a Virago saiu de linha nenhuma outra foi sucesso no segmento de custons pequenas.

  • ainda freio a tambor na roda traseira, me faz lembrar da minha vespa 50 ano 1968…
    comprei uma Gilera KK 125cc em 1988 que tinha uma tecnologia que pra essas motos deve ser algo alienigena kkk

    • IRA

      O freio a tambor ainda se faz muito presente, principalmente nos carros. A menos que você tenha de um sedã médio para cima, é muito provável que o seu carro também tenha freios traseiros a tambor. Nessas motos urbanas, leves e pouco potentes, o freio traseiro a tambor é suficiente, e de fácil e barata manutenção.

  • Deivid

    No caso de uma frenagem de emergência num local que tenha areia/pedras.. o condutor não vai derrubar a moto graças à esse recurso não?
    Em regiões de terra?

  • xtradmax

    e ate “2099” freio a disco na traseira, aguardem…