22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018
22 modelos que você pensou que já tinham saído de linha

Se por um lado modelos como Chevrolet Onix, Toyota Corolla e Jeep Compass se posicionem como referências em seus segmentos quando o assunto são vendas, por outro há diversos veículos que vendem e aparecem tão pouco que muitos consumidores pensam até que eles já saíram de linha.

A lista inclui inclusive vários bons modelos, como o Dodge Journey, Fiat 500, Ford New Fiesta Sedan e Kia Grand Carnival. Você se lembra qual foi a última vez em que viu um desses carros no showroom de carros 0 km?


Separamos abaixo os 22 carros que você pensou já que tinham saído de linha, mas que na verdade seguem sendo vendidos por aqui.

Confira:

22 modelos que você pensou que já tinham saído de linha

Chery Celer

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Primeiro carro da Chery a ganhar produção nacional, o Celer é um dos carros “esquecidos” que não saíram de linha e ainda continuam à venda em nosso mercado. O modelo é comercializado por aqui desde 2013 nas carrocerias hatch e sedã e recebeu sua primeira reestilização em 2015, quando ganhou também a produção nacional.

Ele é oferecido com preços que partem de R$ 38.990, sempre com motor 1.5 litro de até 113 cavalos de potência e 15,5 kgfm de torque, acoplado a um câmbio manual de cinco marchas.

Entre os recursos da configuração mais completa, há faróis de neblina, alarme antifurto, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores elétricos, sistema de som com seis alto-falantes, sensor de estacionamento traseiro, banco traseiro rebatível, computador de bordo, rodas de liga-leve de 15 polegadas, entre outros.

Chevrolet Montana

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O segmento de picapes compactas é bastante escasso em nosso País e uma das representantes é a Chevrolet Montana, que já não vende tão bem há tempos, sobretudo pela defasagem diante as rivais Strada e Saveiro. No primeiro semestre, foram 5.205 vendas. Isso, porém, não é motivo para retira-la de linha.

O modelo, baseado no falecido Agile (que por sua vez usa a plataforma do Corsa B), se posiciona como o modelo com a maior capacidade de carga do segmento, de 756 kg, e caçamba para até 1.143 litros.

A Montana custa a partir de R$ 50.390 e usa o velho conhecido motor 1.4 litro flex de até 99 cv e 13 kgfm, com transmissão de cinco marchas. Ela pode oferecer itens como piloto automático, sistema de som com Bluetooth, faróis com acendimento automático, alarme antifurto, ar-condicionado, trio elétrico, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

Citroën Aircross

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

A Citroën bem que tentou, mas não conseguiu fazer do Aircross um modelo para enfrentar os crossovers e SUVs compactos do mercado. Ele nada mais é que uma versão pseudo-aventureira do extinto C3 Picasso e recebeu inclusive mudanças consideráveis no visual e acabamento para tentar subir de nível. No acumulado deste ano, ele vendeu somente 2.951 unidades.

Ele atualmente possui quatro versões, sendo uma com motor 1.5 litro flex de até 93 cv e 14,3 kgfm com transmissão manual de cinco marchas e as outras três com o 1.6 flex de 122 cv e 16,4 kgfm com câmbio manual de cinco velocidades ou automático de seis marchas.

Os preços começam em R$ 56.490. A versão topo do carro tem luzes diurnas de LED, direção elétrica, trio elétrico, rodas aro 16, ar-condicionado automático digital, central multimídia com tela de sete polegadas, câmera de ré, piloto automático, sensores de luz e chuva, bancos em couro, entre outros.

Dodge Journey

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Um dos dois carros da Dodge disponíveis atualmente em nosso País, o Journey também não costuma se sair muito bem nas vendas e ainda não saiu de linha. De janeiro a junho deste ano, somente 187 novos modelos foram às ruas. O crossover se destaca pelo amplo espaço interno capaz de acomodar até sete ocupantes, além da ampla oferta de equipamentos.

O Journey está disponível em versão única, com motor 3.6 V6 de 280 cv e 34,9 kgfm, com câmbio automático de seis marchas, e preço de R$ 144.990.

Há itens como seis airbags, ar-condicionado de três zonas, banco do motorista com ajustes elétricos, bancos dianteiros aquecidos, acabamento interno em couro, teto solar elétrico, rodas aro 19, sistema de entretenimento traseiro, central multimídia Uconnect com tela de 8,4 polegadas, câmera de ré, entre outros.

Fiat 500

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Fiat 500 ganhou a atenção do público quando passou a ser importado do México, passando a entregar um bom custo benefício. Agora, disponível somente numa versão com motor 1.4 litro flex e preço elevado, o carro já não vende tão bem assim.

No acumulado do ano, foram somente seis exemplares vendidos. Ele está disponível em versão única por R$ 61.396.

O motor é o velho 1.4 Fire Evo flex de até 88 cv e 12,5 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas. Há itens como controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica, trio elétrico, teto solar, volante multifuncional em couro, monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela de cinco polegadas, entre outros.

Fiat Doblò

Um dos carros com pior custo benefício disponível por aqui, o Fiat Doblò ainda sobrevive como praticamente o único modelo do segmento. A minivan parte de inexplicáveis R$ 84.390 e beira os R$ 100 mil na versão mais completa.

Por esse e outros motivos, o modelo da marca italiana vendeu 2.346 exemplares em 2018, sendo boa parte deste volume como venda direta.

Todas as configurações trazem o motor 1.8 E.torQ flex de até 132 cv e 18,9 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas, e oferece itens como ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, sete lugares, banco traseiro bipartido e rebatível, chave canivete, computador de bordo, faróis de neblina, sistema de som com Bluetooth, rodas aro 16, sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional em couro, entre outros.

Fiat Grand Siena

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Apesar da chegada do Cronos, o Fiat Grand Siena continua fazendo parte da gama da Fiat. Ele tem versões com motor 1.0 Fire flex de até 75 cv e 9,9 kgfm ou 1.4 Fire flex de até 88 cv e 12,5 kgfm, com transmissão manual de cinco marchas. Os preços começam em R$ 46.990. O Grand Siena ainda vende relativamente bem, com 8.545 vendas em 2018.

A configuração mais completa do Fiat oferece itens de série como ar-condicionado, computador de bordo, direção hidráulica, faróis com follow me home, preparação para rádio, vidros dianteiros e travas elétricas, entre outros.

Fiat Weekend

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O quarto carro da Fiat que aparece nesta lista é a perua Weekend, que assim como o Doblò, não dispõe de preços tão convidativos assim. Ele deve estar prestes a sair de linha, mas segue sendo produzido.

O modelo parte de 62,5 mil e beira os R$ 80 mil na configuração mais cara, com motor 1.4 Fire flex de 88 cv e 12,5 kgfm ou 1.8 E.torQ de 132 cv e 18,9 kgfm, sempre com câmbio manual. De janeiro a junho de 2018, foram 1.283 carros vendidos.

O Fiat Weekend topo de linha tem recursos como ar-condicionado, banco traseiro bipartido e rebatível, banco do motorista e volante ajustáveis em altura, chave canivete, computador de bordo, direção hidráulica, faróis de neblina e de profundidade, faróis com follow me home, trio elétrico, sistema de som com Bluetooth, sensor de estacionamento, volante multifuncional em couro, entre outros.

Ford New Fiesta Sedan

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Importado do México, o Ford New Fiesta Sedan é superior ao New Fiesta hatch em diversos quesitos, como no acabamento. Ainda assim, sofre pelo espaço interno não tão adequado para um modelo com proposta familiar. Ele vendeu 1.138 unidades no acumulado deste ano.

O modelo tem preços que começam em R$ 67.260. O motor é sempre o 1.6 flex de até 128 cv e 16 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas ou automatizado de seis velocidades e dupla embreagem.

A versão topo oferece sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado digital, direção elétrica, trio elétrico, sensor de estacionamento, central multimídia com tela de 6,5 polegadas, sistema de som premium da Sony, volante multifuncional em couro, bancos em couro, iluminação ambiente personalizável, câmera de ré, faróis com acendimento automático, retrovisor interno eletrocrômico, piloto automático, chave presencial, partida por botão, teto solar elétrico, sensor de chuva, entre outros.

Hyundai Tucson (antigo)

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Brasil é praticamente o único País que oferece simultaneamente as três gerações do Tucson: o Tucson antigo, o ix35 e o New Tucson. E o modelo mais velho segue sendo ofertado como rival de modelos como EcoSport e Duster, em versão única com motor 2.0 flex de até 146 cv e 19,6 kgfm, com câmbio automático de quatro marchas e preço na faixa dos R$ 75 mil.

A lista de recursos contempla ar-condicionado digital, câmera de ré, central multimídia com navegador GPS e DVD player, faróis de neblina, trio elétrico, retrovisores externos com rebatimento elétrico, entre outros.

O Tucson antigo tem suas vendas computadas com as do New Tucson, que fecharam com 2.653 vendas no primeiro semestre.

JAC J5

Nem só de crossovers e SUVs vive a JAC Motors no mercado brasileiro. O JAC J5, que foi um dos primeiros carros lançados pela empresa no País, segue sendo ofertado no site da empresa, mesmo com um volume de vendas baixíssimo – tanto é que ele nem aparece mais no ranking da Fenabrave.

O sedã tem versões com preços a partir de R$ 60.990 e motor 1.5 de até 125 cv e 15,5 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas.

A versão topo oferece rodas de liga-leve aro 16, sensor de estacionamento, luzes diurnas de LED, sensor de pressão dos pneus, câmera de ré, trio elétrico, retrovisor interno antiofuscante, volante e bancos em couro, ar-condicionado digital, direção hidráulica, central multimídia, entre outros.

JAC J6

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Apesar de muitos lembrarem apenas do Chevrolet Spin, há ainda o JAC J6 como minivan de sete lugares em nosso mercado. O modelo da marca chinesa, que chegou juntamente com o J5, pode ser encontrado em duas versões por a partir de R$ 66.990. O motor é um 2.0 litros flex de até 160 cv e 20,6 kgfm, com transmissão manual de cinco marchas.

Há itens como sensor de estacionamento traseiro, trio elétrico, faróis de neblina, retrovisor interno antiofuscante, volante multifuncional e bancos em couro, ar-condicionado digital, sistema de som, direção hidráulica, volante e banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

É provável que a minivan esteja prestes a sair de linha.

Jeep Wrangler

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Prestes a ganhar uma nova geração mais moderna, o Jeep Wrangler é aquele tipo de “jipe raiz” para quem está disposto a gastar uma boa grana por isso. Ele parte de R$ 194.490 e oferece motor 3.6 V6 de 285 cv e 35,4 kgfm, com câmbio automático de cinco marchas e tração 4×4. No acumulado do ano, foram menos de 70 vendas.

O jipe é apropriado para quem quer encarar o off-road, com volante multifuncional em couro, plugues de drenagem para lavagem da cabine, sistema de som com seis alto-falantes, iluminação ambiente, ar-condicionado automático, portas removíveis, para-brisa rebatível, auxilio de saída em aclive e controle em descida, monitoramento da pressão dos pneus, entre outros.

Kia Carnival

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Kia Carnival, que passou a se chamar Grand Carnival em sua nova geração, é uma das opções para quem busca amplo espaço para a família com boa dose de refinamento. A minivan da marca sul-coreana leva até oito pessoas e oferece um motor 3.3 V6 de 270 cv e 32,4 kgfm, com câmbio automático de seis marchas.

Ele traz itens como ar-condicionado de três zonas, portas laterais corrediças com abertura elétrica, tampa do porta-malas elétrica por aproximação, bancos dianteiros elétricos, chave presencial, piloto automático, sensores de luz e chuva, seis airbags, câmera de ré, sensores de estacionamento, detector de ponto cego, central multimídia com tela de oito polegadas e GPS, entre outros.

Em 2018, foram 148 carros vendidos.

Kia Soul

Outro carro de origem sul-coreana é o Kia Soul, que fez sucesso em sua primeira geração pelo visual um tanto quanto diferenciado. Porém, a segunda geração chegou com preço salgado demais e motor incompatível para o seu nível. Além disso, sofre com a concorrência com os crossovers compactos.

Por R$ 89.990, ele entrega motor 1.6 flex de 128 cv e 16,8 kgfm com câmbio automático de seis marchas e recursos como seis airbags, direção elétrica com três modos, chave presencial, partida por botão, central multimídia com tela de oito polegadas e espelhamento para smartphone, faróis e lanternas em LED, rodas aro 18, acabamento interno em couro, entre outros.

Lifan 530

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Lifan 530 se posiciona como um dos sedãs mais em conta do País, mas ainda assim vende pouco e é esquecido pelos brasileiros. Apenas 275 exemplares foram às ruas no primeiro semestre deste ano. O modelo está disponível em versão única, por R$ 43.990, e motor 1.5 litro a gasolina de 103 cv e 13,6 kgfm, com câmbio de cinco marchas.

Há recursos como rodas aro 15, trio elétrico, faróis e lanterna de neblina, ar-condicionado, direção eletroassistida, chave canivete, faróis com ajuste elétrico de altura, computador de bordo, bancos em couro, banco do motorista e volante ajustável em altura, banco traseiro bipartido e reclinável, sistema de som, Isofix, sensor de estacionamento, entre outros.

Mitsubishi Lancer

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

No disputado segmento de sedãs médios, o Mitsubishi Lancer é um mero coadjuvante. No acumulado do ano, ele vendeu somente 734 exemplares. O modelo parte de R$ 79.990 e conta com motor 2.0 a gasolina de 160 cv e 20,1 kgfm, sempre com câmbio CVT de seis marchas.

Há itens como bancos em couro, rodas aro 16, sensores de luz e chuva, piloto automático, freio a disco nas quatro rodas, ar-condicionado automático, trio elétrico, sistema multimídia, entre outros.

Peugeot 308 e 408

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Peugeot 308 e o Peugeot 408 são praticamente o mesmo carro. E ambos não vendem muito bem no País. O primeiro fechou o primeiro semestre com 266 unidades, enquanto o segundo emplacou 444 carros no mesmo período. Ambos os carros da marca francesa partem de R$ 69.990.

Há um motor 1.6 litro THP (turbo) flex de até 173 cv e 24,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. A versão mais cara oferece seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado de duas zonas, central multimídia, teto solar elétrico ou panorâmico, sensores de luz e chuva, entre outros.

Peugeot Partner

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Você pode nem se lembrar do Peugeot Partner, mas ele segue fazendo parte da linha da marca francesa em nosso mercado. O furgão teve 609 unidades vendidas no primeiro semestre de 2018. Ele pode ser encontrado em configuração única por R$ 64.990, com motor 1.6 flex de 113 cv e 15,5 kgfm e câmbio de cinco marchas.

Por se tratar de um utilitário, o Partner tem a lista de equipamentos bastante enxuta. Há faróis com ajuste de altura do facho, protetor de cárter, retrovisores externos com regulagem interna manual, ar-condicionado, relógio digital no painel, porta lateral deslizante, direção hidráulica, entre outros.

Renault Kangoo

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Prestes a sair de linha para ser substituído por uma nova geração, o velho Renault Kangoo ainda é ofertado como o utilitário mais em conta da gama. Ele parte de R$ 59.550 e usa um motor 1.6 flex de 98 cv e 15,3 kgfm, com câmbio de cinco marchas. De janeiro a junho, o Kangoo emplacou 816 unidades.

O Renault sai de fábrica com ajuste elétrico dos faróis, preparação para som, ar quente e vidros verdes.

Suzuki Jimny

Embora venda mais que o Troller T4, o Suzuki Jimny está um tanto quanto esquecido pelos brasileiros. O jipe compacto off-road conseguiu emplacar 1.083 unidades no primeiro semestre do ano (contra 755 do T4). Ele se destaca pelo preço mais baixo que o do rival, de a partir de R$ 69.890.

O Suzuki Jimny usa um motor 1.3 a gasolina de 85 cv e 11,2 kgfm, com câmbio de cinco marchas. Há itens como vidros, travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado, bancos em tecido premium, direção hidráulica, volante em couro, sistema multimídia com tela de sete polegadas e espelhamento de smartphone, airbag duplo, rodas aro 15, entre outros.

Volkswagen SpaceFox

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Rival do Fiat Weekend, o Volkswagen SpaceFox também é ofertado por aqui como modelo com proposta familiar. Embora muitos pensem que o modelo já tenha saído de linha, ela é a perua é mais vendida do segmento, com 2.511 exemplares comercializados em 2018 (o dobro do modelo da Fiat), e parte de R$ 60.290.

O motor do SpaceFox é o 1.6 flex de 104 cv e 15,6 kgfm, com câmbio manual ou automatizado i-Motion de cinco marchas. A versão Trendline (a única da gama) oferece Isofix, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, volante com ajuste de altura e profundidade, sistema de som com Bluetooth, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.