Matérias NA Mercado

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018
22 modelos que você pensou que já tinham saído de linha

Se por um lado modelos como Chevrolet Onix, Toyota Corolla e Jeep Compass se posicionem como referências em seus segmentos quando o assunto são vendas, por outro há diversos veículos que vendem e aparecem tão pouco que muitos consumidores pensam até que eles já saíram de linha.

A lista inclui inclusive vários bons modelos, como o Dodge Journey, Fiat 500, Ford New Fiesta Sedan e Kia Grand Carnival. Você se lembra qual foi a última vez em que viu um desses carros no showroom de carros 0 km?


Separamos abaixo os 22 carros que você pensou já que tinham saído de linha, mas que na verdade seguem sendo vendidos por aqui.

Confira:

22 modelos que você pensou que já tinham saído de linha


Chery Celer

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Primeiro carro da Chery a ganhar produção nacional, o Celer é um dos carros “esquecidos” que não saíram de linha e ainda continuam à venda em nosso mercado. O modelo é comercializado por aqui desde 2013 nas carrocerias hatch e sedã e recebeu sua primeira reestilização em 2015, quando ganhou também a produção nacional.

Ele é oferecido com preços que partem de R$ 38.990, sempre com motor 1.5 litro de até 113 cavalos de potência e 15,5 kgfm de torque, acoplado a um câmbio manual de cinco marchas.

Entre os recursos da configuração mais completa, há faróis de neblina, alarme antifurto, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores elétricos, sistema de som com seis alto-falantes, sensor de estacionamento traseiro, banco traseiro rebatível, computador de bordo, rodas de liga-leve de 15 polegadas, entre outros.

Chevrolet Montana

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O segmento de picapes compactas é bastante escasso em nosso País e uma das representantes é a Chevrolet Montana, que já não vende tão bem há tempos, sobretudo pela defasagem diante as rivais Strada e Saveiro. No primeiro semestre, foram 5.205 vendas. Isso, porém, não é motivo para retira-la de linha.

O modelo, baseado no falecido Agile (que por sua vez usa a plataforma do Corsa B), se posiciona como o modelo com a maior capacidade de carga do segmento, de 756 kg, e caçamba para até 1.143 litros.

A Montana custa a partir de R$ 50.390 e usa o velho conhecido motor 1.4 litro flex de até 99 cv e 13 kgfm, com transmissão de cinco marchas. Ela pode oferecer itens como piloto automático, sistema de som com Bluetooth, faróis com acendimento automático, alarme antifurto, ar-condicionado, trio elétrico, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

Citroën Aircross

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

A Citroën bem que tentou, mas não conseguiu fazer do Aircross um modelo para enfrentar os crossovers e SUVs compactos do mercado. Ele nada mais é que uma versão pseudo-aventureira do extinto C3 Picasso e recebeu inclusive mudanças consideráveis no visual e acabamento para tentar subir de nível. No acumulado deste ano, ele vendeu somente 2.951 unidades.

Ele atualmente possui quatro versões, sendo uma com motor 1.5 litro flex de até 93 cv e 14,3 kgfm com transmissão manual de cinco marchas e as outras três com o 1.6 flex de 122 cv e 16,4 kgfm com câmbio manual de cinco velocidades ou automático de seis marchas.

Os preços começam em R$ 56.490. A versão topo do carro tem luzes diurnas de LED, direção elétrica, trio elétrico, rodas aro 16, ar-condicionado automático digital, central multimídia com tela de sete polegadas, câmera de ré, piloto automático, sensores de luz e chuva, bancos em couro, entre outros.

Dodge Journey

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Um dos dois carros da Dodge disponíveis atualmente em nosso País, o Journey também não costuma se sair muito bem nas vendas e ainda não saiu de linha. De janeiro a junho deste ano, somente 187 novos modelos foram às ruas. O crossover se destaca pelo amplo espaço interno capaz de acomodar até sete ocupantes, além da ampla oferta de equipamentos.

O Journey está disponível em versão única, com motor 3.6 V6 de 280 cv e 34,9 kgfm, com câmbio automático de seis marchas, e preço de R$ 144.990.

Há itens como seis airbags, ar-condicionado de três zonas, banco do motorista com ajustes elétricos, bancos dianteiros aquecidos, acabamento interno em couro, teto solar elétrico, rodas aro 19, sistema de entretenimento traseiro, central multimídia Uconnect com tela de 8,4 polegadas, câmera de ré, entre outros.

Fiat 500

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Fiat 500 ganhou a atenção do público quando passou a ser importado do México, passando a entregar um bom custo benefício. Agora, disponível somente numa versão com motor 1.4 litro flex e preço elevado, o carro já não vende tão bem assim.

No acumulado do ano, foram somente seis exemplares vendidos. Ele está disponível em versão única por R$ 61.396.

O motor é o velho 1.4 Fire Evo flex de até 88 cv e 12,5 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas. Há itens como controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica, trio elétrico, teto solar, volante multifuncional em couro, monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela de cinco polegadas, entre outros.

Fiat Doblò

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Um dos carros com pior custo benefício disponível por aqui, o Fiat Doblò ainda sobrevive como praticamente o único modelo do segmento. A minivan parte de inexplicáveis R$ 84.390 e beira os R$ 100 mil na versão mais completa.

Por esse e outros motivos, o modelo da marca italiana vendeu 2.346 exemplares em 2018, sendo boa parte deste volume como venda direta.

Todas as configurações trazem o motor 1.8 E.torQ flex de até 132 cv e 18,9 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas, e oferece itens como ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, sete lugares, banco traseiro bipartido e rebatível, chave canivete, computador de bordo, faróis de neblina, sistema de som com Bluetooth, rodas aro 16, sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional em couro, entre outros.

Fiat Grand Siena

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Apesar da chegada do Cronos, o Fiat Grand Siena continua fazendo parte da gama da Fiat. Ele tem versões com motor 1.0 Fire flex de até 75 cv e 9,9 kgfm ou 1.4 Fire flex de até 88 cv e 12,5 kgfm, com transmissão manual de cinco marchas. Os preços começam em R$ 46.990. O Grand Siena ainda vende relativamente bem, com 8.545 vendas em 2018.

A configuração mais completa do Fiat oferece itens de série como ar-condicionado, computador de bordo, direção hidráulica, faróis com follow me home, preparação para rádio, vidros dianteiros e travas elétricas, entre outros.

Fiat Weekend

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O quarto carro da Fiat que aparece nesta lista é a perua Weekend, que assim como o Doblò, não dispõe de preços tão convidativos assim. Ele deve estar prestes a sair de linha, mas segue sendo produzido.

O modelo parte de 62,5 mil e beira os R$ 80 mil na configuração mais cara, com motor 1.4 Fire flex de 88 cv e 12,5 kgfm ou 1.8 E.torQ de 132 cv e 18,9 kgfm, sempre com câmbio manual. De janeiro a junho de 2018, foram 1.283 carros vendidos.

O Fiat Weekend topo de linha tem recursos como ar-condicionado, banco traseiro bipartido e rebatível, banco do motorista e volante ajustáveis em altura, chave canivete, computador de bordo, direção hidráulica, faróis de neblina e de profundidade, faróis com follow me home, trio elétrico, sistema de som com Bluetooth, sensor de estacionamento, volante multifuncional em couro, entre outros.

Ford New Fiesta Sedan

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Importado do México, o Ford New Fiesta Sedan é superior ao New Fiesta hatch em diversos quesitos, como no acabamento. Ainda assim, sofre pelo espaço interno não tão adequado para um modelo com proposta familiar. Ele vendeu 1.138 unidades no acumulado deste ano.

O modelo tem preços que começam em R$ 67.260. O motor é sempre o 1.6 flex de até 128 cv e 16 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas ou automatizado de seis velocidades e dupla embreagem.

A versão topo oferece sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado digital, direção elétrica, trio elétrico, sensor de estacionamento, central multimídia com tela de 6,5 polegadas, sistema de som premium da Sony, volante multifuncional em couro, bancos em couro, iluminação ambiente personalizável, câmera de ré, faróis com acendimento automático, retrovisor interno eletrocrômico, piloto automático, chave presencial, partida por botão, teto solar elétrico, sensor de chuva, entre outros.

Hyundai Tucson (antigo)

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Brasil é praticamente o único País que oferece simultaneamente as três gerações do Tucson: o Tucson antigo, o ix35 e o New Tucson. E o modelo mais velho segue sendo ofertado como rival de modelos como EcoSport e Duster, em versão única com motor 2.0 flex de até 146 cv e 19,6 kgfm, com câmbio automático de quatro marchas e preço na faixa dos R$ 75 mil.

A lista de recursos contempla ar-condicionado digital, câmera de ré, central multimídia com navegador GPS e DVD player, faróis de neblina, trio elétrico, retrovisores externos com rebatimento elétrico, entre outros.

O Tucson antigo tem suas vendas computadas com as do New Tucson, que fecharam com 2.653 vendas no primeiro semestre.

JAC J5

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Nem só de crossovers e SUVs vive a JAC Motors no mercado brasileiro. O JAC J5, que foi um dos primeiros carros lançados pela empresa no País, segue sendo ofertado no site da empresa, mesmo com um volume de vendas baixíssimo – tanto é que ele nem aparece mais no ranking da Fenabrave.

O sedã tem versões com preços a partir de R$ 60.990 e motor 1.5 de até 125 cv e 15,5 kgfm, com câmbio manual de cinco marchas.

A versão topo oferece rodas de liga-leve aro 16, sensor de estacionamento, luzes diurnas de LED, sensor de pressão dos pneus, câmera de ré, trio elétrico, retrovisor interno antiofuscante, volante e bancos em couro, ar-condicionado digital, direção hidráulica, central multimídia, entre outros.

JAC J6

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Apesar de muitos lembrarem apenas do Chevrolet Spin, há ainda o JAC J6 como minivan de sete lugares em nosso mercado. O modelo da marca chinesa, que chegou juntamente com o J5, pode ser encontrado em duas versões por a partir de R$ 66.990. O motor é um 2.0 litros flex de até 160 cv e 20,6 kgfm, com transmissão manual de cinco marchas.

Há itens como sensor de estacionamento traseiro, trio elétrico, faróis de neblina, retrovisor interno antiofuscante, volante multifuncional e bancos em couro, ar-condicionado digital, sistema de som, direção hidráulica, volante e banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

É provável que a minivan esteja prestes a sair de linha.

Jeep Wrangler

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Prestes a ganhar uma nova geração mais moderna, o Jeep Wrangler é aquele tipo de “jipe raiz” para quem está disposto a gastar uma boa grana por isso. Ele parte de R$ 194.490 e oferece motor 3.6 V6 de 285 cv e 35,4 kgfm, com câmbio automático de cinco marchas e tração 4×4. No acumulado do ano, foram menos de 70 vendas.

O jipe é apropriado para quem quer encarar o off-road, com volante multifuncional em couro, plugues de drenagem para lavagem da cabine, sistema de som com seis alto-falantes, iluminação ambiente, ar-condicionado automático, portas removíveis, para-brisa rebatível, auxilio de saída em aclive e controle em descida, monitoramento da pressão dos pneus, entre outros.

Kia Carnival

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Kia Carnival, que passou a se chamar Grand Carnival em sua nova geração, é uma das opções para quem busca amplo espaço para a família com boa dose de refinamento. A minivan da marca sul-coreana leva até oito pessoas e oferece um motor 3.3 V6 de 270 cv e 32,4 kgfm, com câmbio automático de seis marchas.

Ele traz itens como ar-condicionado de três zonas, portas laterais corrediças com abertura elétrica, tampa do porta-malas elétrica por aproximação, bancos dianteiros elétricos, chave presencial, piloto automático, sensores de luz e chuva, seis airbags, câmera de ré, sensores de estacionamento, detector de ponto cego, central multimídia com tela de oito polegadas e GPS, entre outros.

Em 2018, foram 148 carros vendidos.

Kia Soul

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Outro carro de origem sul-coreana é o Kia Soul, que fez sucesso em sua primeira geração pelo visual um tanto quanto diferenciado. Porém, a segunda geração chegou com preço salgado demais e motor incompatível para o seu nível. Além disso, sofre com a concorrência com os crossovers compactos.

Por R$ 89.990, ele entrega motor 1.6 flex de 128 cv e 16,8 kgfm com câmbio automático de seis marchas e recursos como seis airbags, direção elétrica com três modos, chave presencial, partida por botão, central multimídia com tela de oito polegadas e espelhamento para smartphone, faróis e lanternas em LED, rodas aro 18, acabamento interno em couro, entre outros.

Lifan 530

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Lifan 530 se posiciona como um dos sedãs mais em conta do País, mas ainda assim vende pouco e é esquecido pelos brasileiros. Apenas 275 exemplares foram às ruas no primeiro semestre deste ano. O modelo está disponível em versão única, por R$ 43.990, e motor 1.5 litro a gasolina de 103 cv e 13,6 kgfm, com câmbio de cinco marchas.

Há recursos como rodas aro 15, trio elétrico, faróis e lanterna de neblina, ar-condicionado, direção eletroassistida, chave canivete, faróis com ajuste elétrico de altura, computador de bordo, bancos em couro, banco do motorista e volante ajustável em altura, banco traseiro bipartido e reclinável, sistema de som, Isofix, sensor de estacionamento, entre outros.

Mitsubishi Lancer

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

No disputado segmento de sedãs médios, o Mitsubishi Lancer é um mero coadjuvante. No acumulado do ano, ele vendeu somente 734 exemplares. O modelo parte de R$ 79.990 e conta com motor 2.0 a gasolina de 160 cv e 20,1 kgfm, sempre com câmbio CVT de seis marchas.

Há itens como bancos em couro, rodas aro 16, sensores de luz e chuva, piloto automático, freio a disco nas quatro rodas, ar-condicionado automático, trio elétrico, sistema multimídia, entre outros.

Peugeot 308 e 408

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

O Peugeot 308 e o Peugeot 408 são praticamente o mesmo carro. E ambos não vendem muito bem no País. O primeiro fechou o primeiro semestre com 266 unidades, enquanto o segundo emplacou 444 carros no mesmo período. Ambos os carros da marca francesa partem de R$ 69.990.

Há um motor 1.6 litro THP (turbo) flex de até 173 cv e 24,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. A versão mais cara oferece seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado de duas zonas, central multimídia, teto solar elétrico ou panorâmico, sensores de luz e chuva, entre outros.

Peugeot Partner

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Você pode nem se lembrar do Peugeot Partner, mas ele segue fazendo parte da linha da marca francesa em nosso mercado. O furgão teve 609 unidades vendidas no primeiro semestre de 2018. Ele pode ser encontrado em configuração única por R$ 64.990, com motor 1.6 flex de 113 cv e 15,5 kgfm e câmbio de cinco marchas.

Por se tratar de um utilitário, o Partner tem a lista de equipamentos bastante enxuta. Há faróis com ajuste de altura do facho, protetor de cárter, retrovisores externos com regulagem interna manual, ar-condicionado, relógio digital no painel, porta lateral deslizante, direção hidráulica, entre outros.

Renault Kangoo

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Prestes a sair de linha para ser substituído por uma nova geração, o velho Renault Kangoo ainda é ofertado como o utilitário mais em conta da gama. Ele parte de R$ 59.550 e usa um motor 1.6 flex de 98 cv e 15,3 kgfm, com câmbio de cinco marchas. De janeiro a junho, o Kangoo emplacou 816 unidades.

O Renault sai de fábrica com ajuste elétrico dos faróis, preparação para som, ar quente e vidros verdes.

Suzuki Jimny

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Embora venda mais que o Troller T4, o Suzuki Jimny está um tanto quanto esquecido pelos brasileiros. O jipe compacto off-road conseguiu emplacar 1.083 unidades no primeiro semestre do ano (contra 755 do T4). Ele se destaca pelo preço mais baixo que o do rival, de a partir de R$ 69.890.

O Suzuki Jimny usa um motor 1.3 a gasolina de 85 cv e 11,2 kgfm, com câmbio de cinco marchas. Há itens como vidros, travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado, bancos em tecido premium, direção hidráulica, volante em couro, sistema multimídia com tela de sete polegadas e espelhamento de smartphone, airbag duplo, rodas aro 15, entre outros.

Volkswagen SpaceFox

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018

Rival do Fiat Weekend, o Volkswagen SpaceFox também é ofertado por aqui como modelo com proposta familiar. Embora muitos pensem que o modelo já tenha saído de linha, ela é a perua é mais vendida do segmento, com 2.511 exemplares comercializados em 2018 (o dobro do modelo da Fiat), e parte de R$ 60.290.

O motor do SpaceFox é o 1.6 flex de 104 cv e 15,6 kgfm, com câmbio manual ou automatizado i-Motion de cinco marchas. A versão Trendline (a única da gama) oferece Isofix, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, volante com ajuste de altura e profundidade, sistema de som com Bluetooth, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

22 carros que você pensou que já tinham saído de linha em 2018
Nota média 4 de 22 votos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • edgar__rj

    O Celer tem tudo para estar no TOP 10. Otimo custo X Benefício… Pena que as pessoas ainda tem receio aos carros Chineses… Eles estão evoluindo bem… E a Chery está abrindo muitas concessionarias aqui no RJ… Torço pra ver ela vendendo bem, e continuando com esse C x B.

    • Louis

      O Celer parece ser bem bacana mesmo, e é bonito. Tem farol com projetor, coisa que não vemos em carros caríssimos como HRV, Creta….

    • V12 for life

      O pior problema da Chery não é preconceito, e sim o excesso de greves que teve na fábrica que levou a redução de estoque nas concessionárias, e a CAOA focará em SUVs e Crossover, por isso a chance de recuperação é bem pequena pois logo deve sair de linha.

      • O “sair de linha” do Celer é bem relativo. A Chery o transformou em Tiggo 2 e assim ele vai seguir. É mais ou menos o que a Citroen fez com o antigo C3 Picasso, o transformando nas versões mais básicas do Aircross.
        O mercado pede, as montadoras vão se ajustando. Se a onda é “crossover”, então transformemos os nossos modelos ao gosto do freguês… rs.

        • Yuri Lima

          Pois é. Até a Spin agora é SUV no modelo 2019 :D

    • Bruno Silva

      Sabe onde estão abrindo? Aqui por enquanto só sei de uma na zona sul.

      • edgar__rj

        Vi uma nova loja em Botafogo, ao lado da HONDA… Onde fechou uma Toyota… Ariu uma Chery CAOA, e vai abrir uma Hyundai CAOA…

        • Bruno Silva

          Essa é D21 Motors Botafogo, ainda não vi nenhuma Chery-CAOA, mas creio que devam abrir na Barra da Tijuca muito em breve.

          • edgar__rj

            Talvez D21 seja nome fantasia, pois é Caoa sim…

            • Bruno Silva

              Provavelemnente então. Era uma Inter Japan da Toyota, e tinha uma placa dizendo que seria uma Land Rover / Jaguar, pelo visto desistiram e agora virou Chery.

              • edgar__rj

                Sim, a Inter Japan saiu de lá a mais ou menos dois meses… E onde seria a Jaguar/Land Rover está terminando a Hyundai.

    • pdias

      Só não bata… bateu, morreu!

      • edgar__rj

        Me passa a estatistica de acidentes do Celer com vitimas fatais, e dos outros carros… Faça uma comparação de morte por quantidade de vendas. Depois me diz qual dos populare não é Bateu Morreu…

        • pdias

          Vc tem razão…. nota zero latin NCap como os ônix pré 2017 e Ka são os verdadeiros bateu-morreu

    • Erick

      Também torço pelas montadoras chinesas pelo excelente custo x benefício.
      J3, J5 e Celer me agradam muito… e penso em ter um chines um dia.

  • Iran Borges

    Como alguém ainda compra tucson e palio weekend, gente?
    E o lancer hein? Um carro lindo desse que voltou sem melhoria alguma! Pelo contrário, tiraram a versão gt que poderia estar na minha garagem se fosse atualizado com câmbio melhor, controle de tração e estabilidade…

    • Piston head

      Mit ainda conseguiu enfeiar ele, com o novo parachoque sem sal e tirou até os spoilers laterais.

    • Rommel

      A Tucson ainda vende, muito bem por sinal no mercado de usados, pq oferece um espaço interno imbatível em comparação com os concorrentes da mesma faixa de valor, o assoalho traseiro é plano inclusive, uma boa lista de equipamentos e um excelente custo beneficio. Em relação a design, gosto é bem relativo. Eu, por exemplo, achoi a Tucson bonita, tem cara de SUV realmente, e não desses crossovers que não passam de carros de passeio maquiados. O Kicks, por exemplo, não vejo q menor graça nesse carro, pequeno, baixo e de design cheio de angulos que logo tendem a envelhecer…

      • Iran Borges

        O visual é ultrapassado, mas dá pra relevar principalmente por causa do conforto e robustez. O maior problema é o câmbio AT4 e o motor q bebe demais. Kicks tmb não vejo graça.

        • Rommel

          Realmente é o calcanhar de Aquiles desse carro .Na cidade as trocas são suaves e em giros bem baixos mas na rodovia tende a esticar mais as marchas pq falta uma quinta ou sexta marcha… Consumo ele bebe mesmo, uma pena a Hyundai ter optado por manter em fabricação a 2.0 ao inves da 2.7 V6, que TB bebe mas compensa no desempenho…

    • JCosta

      Tucson ainda é um excelente veículo. É maior e mais robusto que Duster e Ecosport (mesma faixa de preço). Tem ótimo custo x benefício. O único porém é o AT4.

  • Yuri Lima

    O Lancer não é nem coadjuvante. É figurante mesmo.

    • Cmenusi

      Uma cartada da MIT seria baixar o valor desse carro em uns R$ 10.000,00, aí entra na faixa de PCD… Garanto que ia vender num mês mais do que vendeu o ano todo até aqui …

      • cepereira2006

        Eles não querem o nosso dinheiro. A Mit prefere falir a dar desconto. Então que mofe.

  • Jonathan

    Eu não sei se é o caso da SpaceFox, mas o Fox, aqui na região que moro é vendido bem completo, com bons descontos e, portanto, com ótimo custo/benefício. O problema é que pelo menos pra mim, o interior é muito defasado, acusa mais a idade do que o visual externo.
    Pra se ter uma ideia, a CCS aqui da região vende o fox 1.6 com a Multimídia e todos os demais itens praticamente pelo mesmo preço do Gol Track 1.0. Se a Spacefox segue a mesma linha de descontos e itens, deve ser a resposta pra ser a mais vendida do segmento.

    • SpaceFox, por ser a única perua da VW abaixo de uns R$ 100.000 (diferente do Fox que tem que brigar com vários populares, tanto dentro de casa quanto fora), a marca enfia a faca… por R$ 60.000 não tem nem rodas de liga leve de série.

      • Edu

        Mas não deve durar muito, a Spin 2019 deve dar o golpe de misericórdia.

      • MauroRF

        Ela é bem pouco equipada. Só falta agora começar a subir demais os preços da linha Polo/Virtus.

    • Alvaro

      Acho que não fazem questão nenhuma de vender, presumo até que é só ofertado por aqui pelo fato da produção regular e boas vendas na Argentina. Lembra um pouco o caso do Fiat Prêmio que vendia bem no vizinho mas mal por aqui, então encerrou-se a produção nacional e algumas poucas unidades vinham da Argentina inclusive com nome local de “Duna” e motor Sevel.

      Daqui a pouco, a VW faz o mesmo para poupar o trabalho de ficar trocando o nome, começa a trazer esse carro como “Suran”.

      • Jonathan

        Também não duvido, dar um “tapa” no nome ao estilo GM Classic (passando a chamar ela de Suran), aliás, na loja daqui ela sequer estava no showroom, outro que não está nessa lista mas eu não consigo acreditar que as pessoas ainda comprem é o Voyage.

        • T1000

          Esse ainda vende muito para quem ainda tem a mentalidade de que vw é forte kkk

  • rodrigosr

    A carcaça do Celer sobrevive naquela gambiarra do Tigo 2.
    É o WRV fazendo escola.

  • O Soul e o Journey eu realmente não sabia que ainda estavam em linha. O Lancer eu acho uma pena ter sido esquecido dessa forma…

  • Ricardo

    Levando susto com a Tucson novamente. Chego a ter pesadelos com esta cara horrível. Haha

    • Peerre

      O que assusta também é a Tucson ainda usar um câmbio automático de 4 marchas…

      • Vinicius Lima Santos

        Pra mim o absurdo é ela viver no mesmo ecossistema de duas atualizações do carro (ix35 e ‘new tucson’)

        • Yuri Lima

          E disputar vaga no mercado com o Creta.
          O cara vai na concessionária pagar seus 70 e poucos, 80 mil num carro desse, levaria um Creta, mais moderno.

          • T1000

            O creta tem design, mas não é mais moderno q Tucson. Apesar de velho, continua uma categoria acima do creta q não passa de um hb20 alto, na mesma linha do hrv e wrv que é um fit alto.

            • Yuri Lima

              Sim sim. De projeto é melhor, mas clarmente ultrapassado para o consumidor leigo médio.
              É como se a Toyota mantivesse hoje em dia o Corolla Brad e Yaris sedan na mesma faixa de preço. Por mais que seja bom o antigo, o consumidor vai no mais novo.

    • Rommel

      Gosto é relativo, eu pessoalmente acho a Tucson bonita, lembra o design do primeiro cayenne e tem mais cara de SUV que esses crossovers que não passam de carros de passeio maquiados.

      • Ricardo

        Tucson não tem design nem rústico e nem moderno, ou seja, muito feia.

        • Rommel

          Como te falei, questão de gosto. Pra mim não precisa ser nem rústico e nem moderno, basta ser bonito e na minha opinião o design não é arrebatador mas é bonito, pessoalmente é bem melhor que por fotos já que por elas você não tem noção do verdadeiro porte do carro que é maior e mais largo que o Kicks por exemplo, o atual queridinho dos crossovers. Acredite, tem dos Kicks na garagem do prédio onde moro e, rapaz, que carro sem sal. Pequeno, baixo, cheio de ângulos que logo estarão envelhecidos… Típico carro de passeio maquiado de suv…

          • Ricardo

            Acho feia pessoalmente também.

  • Draga

    Destes daí somente os chineses e o Tucson pensei q já tinham dado adeus…

  • RCX05

    O Renault Fluence já saiu de linha? Pois no site da marca tá lá ainda…

    • Mr. On The Road 77

      Esqueceram dele até na matéria! kkkk

    • Já saiu…

      • Edu

        A propósito, o Peugeot 308 saiu do configurador. Vocês sabem se é temporário ou definitivo?

  • O Journey, Celer, Lifan 530 e os JAC praticamente desapareceram das ruas.

    • T1000

      E o sedan da geely ainda vendem?

  • julio

    Meu Deus! Ainda vivem!?

  • Invocação do mal.

    Só carroça!! Vaaaaaaaaaza!

  • zekinha71

    Jimny não deveria estar nessa lista, é um veículo bem de nicho, o público desse nicho sabe quais carros estão a venda, agora Journey, 408 e Gran Siena, nem sabia que ainda existiam.

    • T1000

      Inclusive terá atualização

      • rodrod

        achei q ja tinha saido de linha o j6 e o palio weekend

  • André Andrews

    Achava que o 308 Business era só para PNE, mas não é. Ótimo pra quem aprecia guiar rápido, por esse preço não há nada melhor.

  • Erick

    Celer sempre me agradou desde quando lançado…
    408 é um carro que não deve nada para Corolla, Jetta, Civic…

    • Edu

      O custo x benefício do 408 Business é imbatível.

    • Rômulo M.

      Pode até não dever agora, maaaas quando foi lançado com o famigerado 2.0 e cambio de 4 marchas automático queimou a imagem do carro. O carro é muito pesado, conseguia ser até mais pesado que o Peugeot 508 que era bem maior. Com o péssimo conjunto mecânico o consumo era alto e o desempenho pifio, além de certas bizarrices como não oferecer um volante multifuncional.

      • Erick

        Até o Focus 4 marchas era assim…
        Agora com cambio de 6 marchas no 208 e 408 acredito que deva ter melhorado muito no consumo e desempenho.

        • Rômulo M.

          E veja onde está o Focus sedan no segmento. No mesmo limbo que o 408… Alguns casos o mercado não perdoa. Peugeot é um desses casos.

  • Marcus Vinicius

    Dacia Dokker virou novo renault Kangoo e já entrou em produção na Argentina já sendo vendido por lá e logo chega ao Brasil, deve ter muito estoque da atual kangoo !

  • Elizangela Oliveira

    Não entendi o Jimny nesta lista. Um carro de nicho que vende mais que seu concorrente “direto”. Só por causa da nova geração que saiu no Japão, sem data pra aparecer por aqui?

    • O Jimny que foi lançado em 1998, vc não entendeu porque ele está na lista?

      • Elizangela Oliveira

        “22 carros que vc pensou que saíram de linha”. Muitos dos carros da lista é perfeitamente compreensível, visto que são raros nas ruas, ainda que tenham ficado certo tempo no mercado. Por causa da idade alguém vai pensar que saiu de linha?

        • Não é só a idade… além de ser jurássico também é raro nas ruas… vendia quase 300 unidades por mês em 2017, esse ano caiu para abaixo de 200….

          A matéria é clara: ” diversos veículos que vendem e aparecem tão pouco”

          • Elizangela Oliveira

            Mesmo em seus melhores tempos sempre vendeu pouco por ser de nicho. Como tem concessionária na minha cidade (São José dos Campos) vê-se com facilidade Jimny nas ruas. Como o consumidor dele não troca pela primeira novidade que aparece, pode ser que essa queda tenha um influência da nova versão lançada a pouco no Japão. Mas isso já é impressão minha apenas.

          • Edu

            Não sei se pode ser considerado “jurássico” um carro com motor e carter em alumínio, DOHC por corrente, 3 possibilidades de tração, chassis, suspensão e casco reforçados para off-road, escapamento em inox e que conseguiu 5 / 6 estrelas (motorista / passageiro em colisão frontal) no Japan Ncap. Não seria o nosso mais vendido o verdadeiro “jurássico” vestido com uma roupinha mais elegante?

          • T1000

            Não é tão raro e os usados são super valorizados. Acho que não deveria estar na lista.

      • Elizangela Oliveira

        Aliás tem um erro na matéria; “você pensou que saíram de linha” Estão lendo pensamento? Não ficaria melhor “que vc pode pensar que saíram de linha”? A metade dessa lista não me surpreendeu, como acredito que seja o caso da maioria dos leitores que se interessamo pelo assunto carros. Mais uma coisa: a matéria fala de carros difíceis de serem encontrados 0km no show room das concessionárias. Acho difícil um concessionária Suzuki sem Jimny.

        • Edu

          Perfeito. O Jimny é o que mais tem, pelo menos na concessionária Suzuki que frequento. E concordo com você quando diz que ele não deveria estar nessa lista.

      • zekinha71

        Se a lista for por vender menos de 200 unidades, então vai ter que entrar de todas as marcas, logo até Golf vai entrar.

  • Faheina

    E a VANTAGEM De vender 3 gerações simultaneamente?
    Nenhuma pro cliente!!!!
    só empurrar os preços a níveis estratosféricos

  • Alvaro

    Excelente e curiosa matéria! Alguns modelos na minha opinião que mereciam uma “menção honrosa”:
    – Kia Picanto GT atual (c/ facelift);
    – Honda Accord

    E sugestões para futuros candidatos hahaha:
    – o novíssimo e caríssimo Toyota Camry
    – o novíssimo e caríssimo Honda CR-V

  • Emanuel

    Nessa lista eu gosto muito do Journey, do Kia Carnival, o 408 que é um bom carro, e o Spacefox que tem uma proposta muito legal mas peca muito no preço.

  • Carlos Lourenco

    Meu J6 vai fazer 5 anos de uso em novembro….. eu acho um ótimo carro.

  • Matuska

    Só na minha rua vejo sempre uns três Lifan 530. Aparentemente são bem novos, nem sabia que vendiam ainda. Na concessionária daqui de Campo Grande vendem com descontos.

  • Donald Acap Acap

    Acabei de pegar o 408, digo que é amis que preconceito e injustiça,.o meu e o.pcd quero.ver.alguem achar.um.carro nesse.nicho que seja melhor!

  • Rodrigo

    O Kia Soul perto de muitos players por aí já nem está tão absurdamente caro assim. Tá certo que o segmento dele talvez nem exista mais concorrentes, mas a julgar ser o mesmo carro vendido lá fora e com pacote de equipamentos interessante, por 90 mil hexas-que-nunca-chegarão fica até competitivo.

    • Rafaelhsouza

      Pior que eu concordo…quando essa segunda geração do Soul foi lançada eu fiquei horrorizado com o preço. Mas hoje eu olho pra esses 89k e penso “ehhhh, até que não está tão caro”. O nosso mercado está tão insano no aumento de preços, que um carro que antes parecia absurdamente caro agora pode até ser classificado como custo-beneficio razoável.

  • Rodrigo

    Achei a lista cheia de modelos que a gente ve por ai.
    Entrei achando que ia encontrar:
    Toyota Camry, Toyota RAV4, Honda Accord, Honda CRV 2018, VW Passat, Hyundai Azera, Chevrolet Equinoxx,…

  • Emanuel Schott

    O Grand Carnival patrocinou a Fox Sports durante a Copa.

  • Robinho

    acho o New Fiesta Sedan um carro bem bacana, pena vender tão pouco.

    • T1000

      Eu acho um focus sedan empobrecido. Não faz sentido.

  • Hodney Fortuna

    O Celer está salvo pelo Tiggo 2!

  • Cleidson

    Se o Fiesta Sedan tivesse o 1.0 Ecoboost que nem o hatch com certeza eu compraria.

  • Adriano Feitosa Silva

    A CAOA deixar de produzir o Celer é burrice! Quer dizer então que quem não tiver condições de comprar um Tiggo2 e nem o Arrizo que estar por vir, só poderá comprar o QQ da marca? Celer é o carro popular acima do QQ!

    • Adriano Feitosa Silva

      Apesar do Celer ainda não vender muito ainda, ele tem tudo para isso e brigar de frente com uns “nacionais” que tem por aí! A CAOA vai perder essa fatia do mercado? Sei não…

  • Rafael Lemos Sesta

    Todos os Lifan 530 são vendidos em Torres RS. Até táxi Lifan tem aqui.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email