Alemanha: autoridades locais pedem limite na Autobahn

chiron 417

Ministros da Ecologia dos estados alemães estão pedindo por limite nas rodovias do país, conhecidas como Autobahn’s.


Famosas por possuírem trechos sem limite de velocidade, as icônicas autoestradas germânicas são fruto de debate há anos no que diz respeito a ausência de uma velocidade máxima permitida.

Impulsionados pela Guerra da Ucrânia, os ministros temem o impacto do conflito na economia alemã e acreditam que os efeitos serão amenizados começando por um limite de velocidade nas estradas.

A preocupação é o consumo de combustível, uma vez que a Alemanha depende muito do petróleo russo, assim como também dos cereais ucranianos, usados para fazer bioetanol.

Assim, com limite imposto, o consumo de combustível, tanto gasolina quanto diesel, cairá no mercado alemão, reduzindo assim a dependência dessas commodities.

Paraíso dos amantes da velocidade, a Autobahn teria impulsionado toda uma indústria (automotiva) para produção de carros com motores grandes e potentes.

Contudo, sempre houve vozes contrárias à ausência de limite, sempre citando a segurança como principal fator, porém, tais detratores igualmente se depararam com dados públicos sobre a fatalidade em trechos com ou sem limite.

bugatti chiron 1

Como esse detalhe nunca foi um problema para a Autobahn, o debate sempre acabou com as pistas da Autobahn sendo usadas por carros no limite de suas performances, independente de marca ou modelo.

Na Alemanha, o maior número de acidentes com vítimas fatais ocorre nas vias secundárias, onde há limite de velocidade variando de 120 a 130 km/h.

Em 2019, o país registrou 37 mortes nas estradas por milhão de habitantes, enquanto a vizinha França teve 50 e com todas as estradas limitadas em velocidade.

Entretanto, os ministros locais pedem um limite nacional de 130 km/h, alegando que isso reduziria em 600 milhões de litros de combustível o consumo anual do país.

As pastas da ecologia falam em corte de 1,5 milhão de toneladas de CO2 anualmente. Argumentam ainda que um limite de 120 km/h, economizaria 800 milhões de litros e cortaria 2 toneladas de CO2.

Também se fala no compromisso alemão de ter carbono zero em 2050, onde o limite ajudaria na meta do país de alcançar esse objetivo.

bugatti chiron 2

Berlim já se posicionou sobre zerar fatalidades nas estradas até 2050, alimentando o lado dos que defendem a limitação.

Mais recentemente, o debate sobre o assunto ganhou força com o caso de Radim Passer, um bilionário tcheco que alcançou 417 km/h em seu Bugatti Chiron num trecho da Autobahn A2.

Muitos pediram sua cabeça, mas na Alemanha ele não infringiu nenhuma lei, não sendo nem multado pelo feito, executado com monitoramento da via para segurança.

Na própria Autobahn, alguns carros da Polizei são superesportivos como Porsche 911, apoiados pelo serviço de assistência ao condutor da renomada ADAC, maior associação de motoristas do mundo.

Com pavimento tido como perfeito, a Autobahn é um exemplo de rodovia para muitos lugares, ainda que na mesma estrada trafegue tanto um velho Trabant quanto uma poderosa Audi RS6 Performance.

[Fonte: L’Argus]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.