Europa Governamental/Legal Segurança Trânsito

Alemanha: parlamento rejeita limite de 130 km/h para Autobahn

Alemanha: parlamento rejeita limite de 130 km/h para Autobahn

Considerada o nirvana para entusiastas de velocidade, o sistema de estradas rodoviárias da Alemanha, conhecida como Autobahn, tem uma particularidade que a tornou famosa durante muitas décadas, inclusive até influenciando o mercado de carros superesportivos, como a maior frota de Lamborghini de todo o mundo, durante algum tempo, por exemplo.


Diferente de todas as demais da Europa, a Autobahn possui trechos sem limite de velocidade. Porém, dentro da União Europeia, existe uma convenção entre os membros de um limite comum de 130 km/h. Obviamente, cedo ou tarde, essa demanda chegaria ao Bundestag, o parlamento alemão.

Alemanha: parlamento rejeita limite de 130 km/h para Autobahn

Na semana passada, o Bundestag votou sobre a imposição de um limite de 130 km/h para todo o sistema Autobahn e a decisão de botar placas com essa velocidade em todo o trecho foi rejeitada pelos parlamentares germânicos. A bancada liderada por Ângela Merkel e a coalização de partidos que à apoiam, já havia rejeitado a proposta.


Enviada por uma ala de políticos ambientalistas liderado pelo Partido Verde, a proposta foi rejeitada pela maioria. A própria legenda partidária já sabia que limite para a Autobahn seria recusada, mas tentou fazer assim mesmo. Ainda assim, o PV acredita que mais adiante, a questão ganhará consenso maior do parlamento.

Alemanha: parlamento rejeita limite de 130 km/h para Autobahn

Mantido a situação atual, a Autobahn continuará sendo por mais alguns anos, a rodovia sem limite de velocidade mais famosa do mundo. Naturalmente, a fama vem de alguns trechos onde o velocímetro está liberado para ir até o final, seja ele 250 km/h, 300 km/h ou algo além disso.

Em certas regiões e trechos urbanos, existem limites de velocidade para a Autobahn com fiscalização rigorosa. No entanto, o que anda limitando mesmo o complexo rodoviário alemão é o alto tráfego de veículos, as condições climáticas (especialmente a chuva) e os reparos sempre constantes para manter o pavimento da rodovia em condições descritas por muitos como “perfeitas”.

[Fonte: Jalopnik]

 

 

Alemanha: parlamento rejeita limite de 130 km/h para Autobahn
Nota média 5 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • mjprio

    Arrego pros ecochatos. Sei que a questão do meio ambiente e da sustentabilidade é importante, mas esses caras querem impor sua vontade a qualquer custo. Ja basta o veganismo, que passou de uma opção de vida pra uma espécie de seita, que simplesmente demoniza qualquer pessoa que não aja conforme seus ditames. O curioso é que muitos defensores da “natureza” que abominam o abate de animais pra alimentação (num mundo pnde a fome ainda é uma grande flagelo), não se incomoda em queimar uma “ervinha” do capiroto, nem cometer assassinato intrauterino né? Nessa horas, a conveniência se sobrepõe aos “ideais”.
    Daqui a pouco tempo haverá superesportivos elétricos batendo a barreira dos 300km/h e aí o que essa rapaziada vai argumentar?,

    • André

      A questão é o sentido que faz rodar a 300km/h em via pública, independentemente se com motor a combustão ou eletrico, é uma questão de segurança e bom senso.

      • th!nk.t4nk

        Aí que tá. Apesar do povo andar em altas velocidades na Autobahn, o índice de acidentes nela é um dos mais baixos do mundo. Ou seja, o argumento da segurança é falho. Seria só pelo meio-ambiente mesmo. O arrasto aerodinâmico faz o consumo aumentar absurdamente acima dos 200 km/h. Eu tento me manter entre os 160-180 km/h na maior parte do tempo e apenas atinjo alguns picos momentâneos acima dos 200, pra conservar combustível. E te digo: me sinto mais seguro nessas velocidades aqui, do que andando a 100 km/h nas melhores rodovias brasileiras (que apesar de boas, como as de SP, são cheias de loucos e gente ruim de volante, além dos carros não terem dispositivos de segurança ativa).

        • mjprio

          Pois é, as autobahen existem desde sempre e se eles construíram pra ter a possibilidade de elas assim serem usadas, é porque houve estudos pra que isso fosse proporcionado. Aí depois de anos de existência, sem histórico de acidentes graves é que o pessoal reclama?
          Por isso que levantei o questionamento quando se puder andar a 300km/ num elétrico.

          • IRA

            Me parece que o que está pegando, além da questão ambiental, é o alto custo de se manter uma rodovia com a necessária tecnologia de pavimentação e segurança para esse fim. O privilégio de alguns acaba por pesar consideravelmente no bolso de todos.

            • mjprio

              Se realmente há a questão do alto custo de manutenção, a ponto de se tornar inviável economicamente, faz todo o sentido. A questao ambiental vai existir de qq maneira, seja numa autoestrada ou nos centros da cidade congestionados.

            • Antonio Falm

              Não pesa exatamente no bolso de todos. Na verdade a Autobahn é um polo turístico importante. Muita gente visita anualmente a Alemanha para dirigir seus carros sem limite de velocidade, e é um turismo de alto padrão, gerando muita renda.

      • mjprio

        Que sentido tem então fazer os superesportivos que todos, assim como vc, vem curtir aqui. Só pra autódromo? Vc acha que o alemão fez uma estrututa dessas de qq maneira, sem estudo prévio? O troço existe a mais de anos e só agora mesmo o pessoal vai criticar?

      • TijucaBH

        André, eu já andei em Autobahn e claro que quanto maior a velocidade, maior o risco. Mas andar a 250 km/h em uma autobahn é mais seguro do que em 99% das nossas rodovias a 100 km/h.
        Além disso, basta ter qualquer coisa que represente risco, como chuva, neve, acidente, obra, transito, etc que ela passa a ser uma rodovia com velocidade limitada. A estrada é toda monitorada e as placas de velocidade nao sao pintadas como as nossas. São feitas de led e assim que o pessoal do monitoramento detecta algo, eles já incluem a velocidade limite remotamente. É coisa de outro mundo!!! Além disso, a grande maioria das pessoas roda em velocidades mais civilizadas e sabem respeitar as leis de transito, dando seta pra mudar de faixa e mantendo sempre que possível a pista da esquerda livre.

    • Natán Barreto

      A ignorância é uma coisa impressionante né? Essa paranoia que assola os conservadores com o clima fazem a pessoa comentar sobre veganismo, maconha e aborto num post sobre limite de velocidade em estradas alemãs.

      Vocês precisam urgente de terapia pra largar desse fantasma que assola vocês. A paranoia só cresce

      • mjprio

        Valeu descolado. Esses moderninhos que querem impor suas birras sobre tudo que envolve o ser humano, sao os mesmos que militam por ideologias hipócritas as quais citei acima. O engraçado e que dependem de um capitalista pilantra feito o Soros pra defender seus desvarios.
        A paranóia mais parece desses MAVs que dizem brigar pelo que mal conhecem.

        • Murilo Ramos

          Até o soros entrou no assunto agora kkkkkkk. Só faltou falar do Véio sonegador da Havan pra fechar o belo comentário hahaha

          • mjprio

            Tinha que falar, ué.? Afinal é a melhor maneira de provar a hipocrisia dos “social democratas” progressistas de iPhone ( também conhecidos por “Lula Livre”), ser bancado pelo anarcocapitalista do George Soros. Pois o que seria de vcs sem o dinheiro dos outros pra bancar seus devaneios? Afinal, trabalho é uma coisa de que essa geração mimizenta não gosta né?
            Quanto ao “velho da Havan” , se sonegou que pague o que deve , eu nao tenho bandido de estimação, mas o fato é que ele abre lojas e gera emprego, diferente do seu político de coração que no máximo gera uma horda de descupados e arruaceiros

            • Murilo Ramos

              hahahaha quando virar filme de ficção eu assisto essas teorias alucinadas. Isso só pode ser doença isso, até em site automotivo os caras conseguem colocar sua alienação no assunto kkkkkkk

              • mjprio

                Alucinados pelo que eu saiba são esses maconheiros e cheiradores que povoam atualmente as universidades, pichando paredes, depredando, cagando e mijando no chão como forma de protesto. São os que se empaturram a cara de pó e vai protestar contra a violência
                Esses que vcs dizem pertencer a uma geração “revolucionária”.
                Esses idiotas só querem aparecer.
                Alienados são os que defendem seu bandido condenado, sob qualquer pretexto.
                Ainda bem que tive a oportunidade de conhecer os quatro contatos desse planeta e o Brasil de cabo a rabo, pra nao basear minha opinião em um grau raso de conhecimento que os MAV só buscam no face…

                • DOD verdadeiro

                  LULA LIVRE

                • Murilo Ramos

                  Resumindo: O cara realmente é alucinado e alienado hahahahaha

                  • Antonio Falm

                    Esse aí está precisando de tratamento. Tá com um ódio só, mas nem sabe do quê, não fala coisa com coisa…

                • Dario Lemos

                  Tenho dois primos de 2o. grau que “cursaram” a faculdade nesses tempos tenebrosos de 2003 para cá e ambos defendem veemente a legalização. Não quis alongar muito o “papo” pois tinha certeza de que viraria uma discussão daquelas e acabaria por gerar atrito com as mães deles desnecessáriamente.

            • Antonio_Brust

              “Não tenho bandido de estimação, mas…” Mas, mas, mas… é, sabemos como não tem.

          • Cesar

            Você prefere o pilantra testa de ferro do nine fingers vendedor de carne adulterada?

        • DOD verdadeiro

          Lula libéré!

      • Diego

        Agora explica o que um partido com mote ecológico tem que se meter em velocidade de vias públicas…

        • mjprio

          Falta do que fazer e vontade de aparecer. Quero ver fazer esse teatrinho lá na China…

          • DOD verdadeiro

            ¡Lula libre!

      • DOD verdadeiro

        Isso na minha terra é conhecido como “falta de dar”.

      • Murilo Ramos

        Melhor comentário até o momento, a paranoia desse povo é assustadora.

      • Qualquer lugar é bom para reclamar de chato – ainda mais dos arrogantes que insistem em falar que isso é um problema.

      • Antonio_Brust

        Só faltou falar sobre marxismo cultural e gramscismo pra fechar o pacote delírio.

      • LuisG

        Quanta baboseira li em outros comentários, a ignorância é tremenda, aonde impor sua oposição política além de outras questões, foge totalmente do pretexto do site, ao menos alguém percebe que existe uma tremenda falta de senso em outros comentários…

      • what_the_hell??

        Se a proposta do partido verde de lá foi por fins ecológicos, logicamente o que ele falou está dentro do contexto! Sobretudo quando ele critica a forma como esses grupos ecológico querem impor o que ELES acham melhor!

    • Fábio Tagliaferro

      Quanta besteira dita aqui kkkkk

    • Geraldo Xavier

      Esse consumo da “ervinha” é o principal financiador da violência que tanto nos assola

      • mjprio

        E ainda tem gente que nao acredita.
        Fui a Montevideo este ano a trabalho. Lá legalizaram a maconha. Resultado, em conversa com algumas autoridades locais, relataram um aumento da violência urbana em 26%, destacando o assalto a transeuntes, roubo aos estabelecimentos que vendem o produto dentre outros. So vê quem não quer.

        • Geraldo Xavier

          Vi agora nos comentários abaixo o ódio que você causou na turma do lulalivre

          • mjprio

            Treta pura kkkk

            • DOD verdadeiro

              Free Lula!

          • DOD verdadeiro

            Lula livre!

        • Verdades sobre o mercado

          Este tema é controverso. Ilegal gera uma violência absurda e só gera despesas sem receita para o governo. Não sou nenhum especialista no assunto mas me questiono se a liberação geral não seria mais benéfica pois apesar do possível aumento dos crimes menores, as grandes quadrilhas de traficantes (que geram uma violência brutal) seriam enfraquecidas e o governo com receita de impostos teria mais recursos para trabalhar prevenção, tratamento e também na segurança pública. Quanto ao risco de saúde, é bom lembrar que cigarro e bebidas alcoólicas também matam e são liberados. Prefiro o teu filho morto pela consumo de droga que o meu pela violência gerada pela ilegalidade dela.

          • mjprio

            Eu ate entendo o seu pontp de vista, mas nao posso concordar com a sua frase final. A legalização vai favorecer a uma determinada parcela da sociedade e prejudicar ela no todo. Isso porque ainda que houvesse o controle do estado, o mercado das drogas ja esta associado as quadrilhas que realizam assaltos , roubos, etc.. enfim, o uso de drogas alimenta o comércio de armas ilegais r a industria do crime, que ainda irá se perpetuar.

            • Verdades sobre o mercado

              Uma coisa é certa: ou se faz algo como imagino possa ser uma solução(liberação geral) ou se tomem ações de forma muito intensa, algo como tem feito as Filipinas. Da forma como os governos tem tratado e atuado no tema está claro que a violência urbana está crescendo ano após ano, ou seja, o sofrimento de nossa sociedade tem aumentado com o passar do tempo. Isso precisa de um basta.

              • mjprio

                A liberação pode até ter sido uma solução nos países de 1 mundo, onde não há a produção, o comércio não está associado a industria do crime e o sistema de saúde suporta o tratamento de um usuário ( se bem que a Holanda ja começa a ter problemas neste aspecto). Entretanto, aqui no Brasil onde nada disso acontece, parece mais uma medida que vai beneficiar uma parte e continuar a prejudicar todo mundo, pela razão que ja apresentei em.outro comentário: a aquisição vai continuar junto aos traficantes, que usam esse dinheiro pra compra de armas que sustentam a industria do crime.

                • Vale lembrar que a liberação é somente maconha , ao menos até onde sei. No Brasil cocaina e outras drogas também são problemas. E grupos criminosos mudam de atividade quando algo deixa de ser lucrativo, mas jamais um grupo de criminosos desaparece. Um exemplo, há uns 20 anos assalto a banco era algo altamente lucrativo pro crime, hoje o maior prejuízo dos bancos é com crime cibernético.

                  • mjprio

                    Imagine se o traficante vai querer largar esse filão. Sabe que o consumidor vai querer buscar o mais barato, sem imposto. Esses caras exploram o que podem. Inclusive, alguns deixaram de combater os milicianos pra se associarem a eles. O que eles querem é fazer o dinheiro deles girar e manter seu poder paralelo, principalmente nas favelas.
                    Isso sem falar nos assaltos, roubos de carros, etc.. o crime organizado é algo muito mais complexo do que se imagina, conta inclusive com a leniência de autoridades. E isso nao vai acabar com a legalização.
                    No Uruguai, onde o comércio é autorizado somente por locais autorizados, os caras vendem ilegalmente nas ruas na maior cara de pau

                    • Ernesto

                      Li os comentários e estou contigo. Aqui no Brasil não dará certo legalizar. E não imaginei que a turma do Lula Livre estaria em peso por aqui. Uma pena. Tem o comentário do Fábio Tagliaferro que um tal de Lázaro Rosa usou dois perfis para dar likes. Deve ter fumado umas para fazer isso. Essa turma é doente!

              • Geraldo Xavier

                Filipinas. Esse é o caminho

        • DOD verdadeiro

          L
          U
          L
          A

          L
          I
          V
          R
          E

    • DOD verdadeiro

      LULA LIVRE..

    • Matafuego

      Queria ver os ecochatos reclamarem da onda de SUVs que são aerodinamicamente ruins, mais pesados e fazem o consumo de combustível aumentar.

    • what_the_hell??

      Eu acho que já existem esses superesportivos, não?? Acho que aquele modelo da Rimac já bateu essa barreira! De toda forma, concordo plenamente com sua posição!

  • th!nk.t4nk

    Pra quem não sabe, isso é antigo. A cada par de anos alguém surge com um projeto de limitar a velocidade, e é sempre derrubado com imensa quantidade de votos. Desta última vez até um dos partidos mais de esquerda votou contra os limites. Outra coisa: a Autobahn é ilimitada em sua maior parte, e não apenas em alguns trechos, como dá a entender a matéria. “Ah mas tem vários trechos limitados”. Sim, por motivo de obras principalmente. E há estados onde o tráfego é tão intenso, que boa parte do tempo os limites dinâmicos se aplicam (ex: Nordrhein-Westfalen), mas em muitos outros lugares a Autobahn é ilimitada praticamente o tempo todo. Fonte: pego Autobahn todos os dias, é sempre possível passar dos 250 km/h (e diariamente sou ultrapassado por loucos acima dos 300 km/h, quase sempre Porsches). E apesar disso é uma das estradas mais seguras do mundo.

    • Verdades sobre o mercado

      Tive a oportunidade de viajar de Dresden a Berlim em 2006 e fiquei impressionado com a qualidade dos inúmeros remendos que tinha na pista. Só era possível identificar que havia remendos pela diferença de cor(mais escura), pois ao se passar sobre o remendo não se sentia absolutamente nada.

      • mjprio

        Talvez saibam o que fazer e como fazer, porque aqui só se faz um remendo em época de eleição. E fica uma porcaria

        • Verdades sobre o mercado

          Além disso certamente tem a cultura do fazer bem feito em respeito ao dinheiro arrecadado e ao usuário.

          • Dan RF

            Povo com outra mentalidade. Outro nível…

        • Cesar

          Pior, fazem em época de chuva.

        • Aqui na rua de trás a sabesp fez o favor de cavar a rua e o remendo ficou tão ruim mas tão ruim que tá afundando e criando um degrau…

        • thoriumbr

          Não é que saibam o que fazer mas no Brasil não sabemos, é que aqui remendo não precisa de garantia, e a licitação define o vencedor pelo preço.
          Resultado: a empresa faz do jeito mais rápido e barato possível porque não precisa dar garantia, e quando o buraco abrir de novo ela ganha de novo pra remendar.

          Lá na Alemanha existe cláusula contratual de qualidade, e se a empresa não cumprir, fica barrada de entrar em novos contratos. Aí qual empresa vai arriscar perder um contrato de milhões de euros por causa de um remendo mal feito?

      • Marcelo Alves

        Né, aqui no Brasil o pessoal faz questão de deixar um degrau entre os recapeamentos, isso quando não tapam um buraco com massa asfáltica e uma pá e aí fica aquele “caroço” no meio do asfalto e aí com o passar dos anos e quantidade de buracos que vão sendo remendados faz o asfalto da rodovia ficar parecendo estrada de terra batida sem buracos…

        • Retrato do Papai

          isso não é nada, aqui na minha cidade conforme passa o tempo o asfalto vai afundando na faixa da direita, onde costumam passar os veículos mais pesados (ônibus, caminhões), e como só afunda na parte que os pneus tocam, no meio da faixa fica aquele morro, vez ou outra vejo um carro baixo raspando nessas aberrações

        • Amauri José da Cunha

          Um tapa buraco correto tem todo o procedimento, deve ser requadrado o buraco, limpo de todas as sujeiras e depois fazer o serviço, aqui no brasil vai um cara varrendo mais ou menos na frente, já chegam e jogam um pouco de massa asfáltica inadequada, pisam por cima e vão embora para o próximo, deixam o trafego de veículos compactar a massa asfáltica.

      • fsjal

        Aqui no Brasil se passar num remendo a 250 km/h o carro decola

    • rafael

      th!nk, em que cidade da Alemanha você mora? Há quanto tempo mora nesse país? Desculpe a intromissão hahaha
      Na última sexta-feira, o Globo Repórter foi sobre a Alemanha. Eu iria assistir, mas acabei esquecendo. Vou ver se acho no VocêTubo rsrsrs.

      • th!nk.t4nk

        Moro em Munique há 5 anos, mas como viajo bastante conheço tudo que é canto aqui hehe. Esse Globo Repórter foi hilário. O cara dar a entender que a casa dele foi “barata” foi motivo de muito riso entre os brasileiros aqui. Uma casa dessas custa acima de 1 milhao € (quase 5 milhoes de Reais). A única vantagem é o juro baixo pra financiar mesmo, mas vai morrer pagando. Barato é supermercado, carro e cerveja. O resto pesa bem no bolso hehe.

        • Gabriel M. Vieira

          Eu gosto muito de Munique, tive a oportunidade de visitar e fiquei muito impressionado com a diferença de “approach” do pessoal dessa região. É um pessoal mais animado e mais festeiro do que os que eu conheço de outras regiões da Alemanha hehehe. Cidade muito legal, com muita história, estrutura e cultura. Sem contar que é a terra das BMW e dá até “raiva” de ver tanto carro bacana passando (viva o Brasil com seus Kwid de BRL 40 paus kkkk)

          • fschulz84

            Eu não conheço Munique ainda (na Alemanha só tive a oportunidade de ficar poucas horas na região de Garmisch-Partenkirchen), mas conheço praticamente a Áustria toda e pelo que percebi, muito se fala da semelhança do alemão da Baviera com o austríaco (principalmente da região de Salzburg). E naquela região, realmente me senti muito bem, muito mais do que em Viena por exemplo (não que seja ruim, muito pelo contrário).

            Ainda está no meu wishlist passar uns dias em Munique, mas sempre alugo meus Skodas então dirigir um Octavia 1.6 TDi nas Autobahnen seria meio sem graça hahaha
            Mas quem sabe um dia eu alugo alguma coisa mais divertida pra ter a sensação?

            • Gabriel M. Vieira

              Cara, vc vai gostar muito, mas aí realmente seria legal fazer um upgrade e pegar pelo menos uma BMW (M135 pra cima) pra dar uma volta por lá hahaha

              E sobre a Áustria, tive a oportunidade de descer de Munique até Klagenfurt de trem (quase na Eslovênia) e a paisagem é maravilhosa!

              • fschulz84

                Klangefurt é bem bacana, ali pra quem gosta de carro, tem anualmente o festival Worthersee (onde “estagiários” da VW apresentam seus projetos).

                Ah, a Eslovênia, nem me fala que já me bate saudade… é o país que mais conheço no planeta (proporcionalmente, conheço muito mais do que o próprio Brasil)… Já tive a oportunidade de ir 3 vezes pra lá (sempre monto roteiros que acabam passando perto e arrumo como desculpa pra ficar uns dias hehe).
                Conheço desde o lado das fronteiras com a Itália e Áustria (região de Kranjska Gora, perto de Tarvisio e Klagenfurt) até os lados próximos a Hungria (Maribor/Murska Sobota).

                Também é bem legal um carrinho bacana pra percorrer a Eslovênia, as estradas principais são muito boas e as de montanha, o visual compensa.

                • Gabriel M. Vieira

                  Muito legal! Tem tanta coisa pra conhecer, sei bem como é… Ainda pretendo voltar com mais tempo, sempre fui à trabalho e dei um jeito de aumentar a estadia por lá.

            • th!nk.t4nk

              Isso, Áustria e Bavaria são “irmãs”. Falam o mesmo dialeto, têm a mesma cultura, comida, etc. É totalmente diferente do norte da Alemanha, que tem origem prussiana. Essa regiao de Salzburg mesmo é sensacional. 30 minutos pra baixo, em direçao aos Alpes, chega-se ao Ninho da Águia. A vista é espetacular (o lago e as trilhas por lá também). Dá pra fazer um roteiro passando por Innsbruck e subindo depois por Füssen (ou por Garmisch, pra subir a Zugspitze). E aí vale a pena pegar um carro melhor sem dúvida hehe.

              • fschulz84

                Em Junho, eu fiquei em Zell Am See, ali próximo tem a estrada Grossglockner Alpenstrasse… Aquilo é um desfile de carrões… Vale muito a pena apesar do preço meio salgado (como eu estava com o Summer Card da região de Zell Am See-Kaprun, tive desconto e paguei 32 Euros pra entrar). Apesar de eu estar com o Octavia, deu pra me divertir um pouco por lá.

                Na região de Tirol, preferi ficar em um vilarejo mais pacato do que em Innsbruck, fiquei em Stams e de lá eu fui pra Ehrwald, fazer a trilha para o lago Seebensee (umas 3 horas de trilha) e no meio do caminho, dá pra ver o Zugspitze de vários ângulos, mas ainda estando na Áustria).

                No mesmo dia, estiquei até o lago Eibsee, já no lado alemão e estacionei praticamente na base do teleférico que leva para o topo do Zugspitze, mas como já estava tarde e a gente estava só o caroço por causa da trilha para o Seebensee, preferimos só dar uma leve caminhada no lago e voltar pra Stams.

                Mas aquela região é magnífica! Tenho um amigo que mora em Braunschweig e fala sempre que gostaria muito de poder morar na Baviera ou no estado de Salzburg na Áustria.

        • rafael

          Pois é, Globo sendo Globo. E, o pior, a concorrência adora imitá-la. Muito frustante.
          Durante um intercâmbio na Irlanda, aproveitei pra ir pra Alemanha, e fui justamente em Muniquem, mas fiquei uns dois dias. Mas já valeu pra sentir o lugar e tal. Isso foi no final de Maio de 2012. Igualzinho ao Brasil. SQN! rsrsrs.

    • mjprio

      Como é bom ouvir a opinião de quem vê a coisa em loco, ao invés de papagaiar o que vê no face..
      Tibe oportunidade de ir a Alemanha e constatar o padrao das autobahen.
      Assim como o de outros serviços do país. Entretanto, preocupa os recentes incidentes de violência, como estupros e roubos, mormente realizados por “refugiados”. O que vc me diz a respeito, pois nao vou a Europa faz 2 anos

      • th!nk.t4nk

        Teve um pico de violência entre 2015 e 2016, por conta da imigraçao absurda. Mas as fronteiras foram parcialmente fechadas deste então, e hoje tem mais refugiados saindo, do que chegando. Também prenderam muita gente. Enfim, meio que voltou ao que era antes. A taxa de crimes hoje é uma das mais baixas da história da Alemanha, tá bem sossegado. Morei nos EUA também e a diferença continua brutal, na Europa ainda tá bem mais tranquilo. Se vai ser assim eternamente eu não sei, mas enquanto estiver bom tá valendo a pena trabalhar e morar por aqui.

        • Eduardo 1981

          Estão voltando pro norte da África os muçulmanos?

          • th!nk.t4nk

            Cara os que estão voltando são mais à força, ou seja, aqueles que não tinham direito de pedir asilo. A Alemanha fez acordo ($) com vários países pra receberem estas pessoas de volta (do norte da África, sim). Mas os que têm direito (Sírios basicamente) e estão se integrando, devem acabar ficando. Eles precisam de mão-de-obra, isso não dá pra negar. Mas quem pisa na bola vai pra cadeia e é deportado, isso tá funcionando melhor agora.

    • Deadlock

      Porque esse parlamento não propõe o fim dos carros a diesel, muito mais poluentes?

      • th!nk.t4nk

        De forma definitiva, não, mas as cidades e estados estão aos poucos proibindo sim. Chamam de “zonas de conservaçao”, onde você não pode entrar com modelos a diesel mais antigos (e em alguns locais nao pode nem diesel dos mais novos). A tendência é que isso se amplie, até que ninguém mais se interesse em comprar modelos a diesel. Por conta disso creio que até 2030 as vendas vão minguar até quase desaparecer.

        • Eduardo 1981

          Deus te ouça, poluição do KCT carro a diesel!

          • 2015 estive em Estocolmo e minha nossa respirar lá fazia minha narina ficar irritada de tal maneira que eu ficava sem fôlego e olha que eu estou acostumado “ser um fumante passivo” respirando ar daqui da cidade de São Paulo…

    • Murilo Ramos

      Ótimo comentário, sensato sem precisar falar de ideologia política pra falar puramente de automobilismo. Que saudade da Alemanha e de dirigir na Autobahn…

    • Charlis

      Eu sempre fui para Alemanha de trem (normalmente para Frankfurt).
      Agora em Agosto eu fui de carro, saindo de Luxemburg pra França (na verdade para Suíça), e fiz uma leve mudança no caminho, para tentar conhecer a “maledeta” da Autobahn, no caso, a que passa na região de Merzig…
      Mas infezlimente não dei sorte! Tinha obra por ali, e aonde supostamente estaria sem limites de velocidade (chequei por um app), estava limitado, patience!
      Como eu ainda preciso dar minhas 2 voltas no Inferno Verde, vou aproveitar e resolver tudo isso em uma única vez.
      BTW, você já foi pra Nurburgring?

      []s

  • Bandit

    Esses ecomalas nunca se cansam de insistir nessa ideia ridicula, lembro de reportagens ainda de 2006 deles querendo impor limites nas autobanh.

    • mjprio

      O pior é ter gente que nunca viu essa estrutura funcionar querer dar razão a essa geração “canudinho reciclável”. Esse povinho vai transformar o mundo em um caos em pouco tempo.
      Trabalhei na Amazônia por vários anos e conheço muito mais daquelas terras que qualquer ecoterrorista retardado que acha que muda o mundo por meio do seu discursinho raso e hipócrita, mas que sequer visitou a selva uma vez sequer.

      • rafael

        mjprio, trabalhou em quê na Amazônia?

        • mjprio

          Assistência hospitalar nas comunidades ribeirinhas em todos os rios da área. Programa do governo federal

          • Eduardo 1981

            Como pode haver 3 retardados(!) a negativar um simples comentário de quem se dispôs a ir pra Amazônia trabalhar na área da saúde para ajudar as pessoas?

            • mjprio

              Nem levo em conta isso meu amigo. O importante é que tenho o sentimento do dever cumprido. Além de poder conhecer uma parte do Brasil que o “Brasil não conhece”.
              Enquanto isso os MAV estão aí achando que mudam alguma coisa

      • Porto Velho

        Eu nasci e morei a minha vida toda em Rondônia (da pra ver pelo meu Nick ai..haha).

        O apocalipse que fizeram por causa das queimadas que acontecem todo santo ano e já foram muito pior foi demais!

        • mjprio

          Terra boa por sinal!

        • Dario Lemos

          Tudo é por ideologia política. E tem gente que não enxerga isso.

  • RKK

    Mantido o parque de diversões.

    • mjprio

      De gente grande! Rsrsrs

  • RicardoVW

    Sai pra lá mimimi, deixe as Autobahn em paz! Preciso viajar para a Alemanha rápido antes que ferrem com meu sonho.

    • Jose Borges

      Faça isso! Alugue um bom carro e seja feliz nas autobahn, com responsabilidade claro! Moro na Bélgica e de vez em quando passo por elas, mas infelizmente os carros não eram os mais apropriados para o momento, mesmo assim deu pra me divertir um pouco.

      • RicardoVW

        Imagino! Se conseguir passar de 200 km/h já será uma grande diversão, coisa quase impossível aqui no Brasil.

      • RicardoVW

        Sonho alugar um carro massa, pegar a Autobahn até Nurburgring e dar umas volta lá.

  • RicardoVW

    Sou ambientalista, não ecochato bicho grilo fumador de maconha e não sou a favor de limitarem os limites de velocidade da Autobahn. O ser humano, além de uma boa qualidade de vida, precisa de prazer, e rodar a 300 km/h é prazer.

    • mjprio

      Bravo. Prova de que preocupação com o meio ambiente nao precisa ser um mala irredutível e demente.
      Acho que precisamos menos de ativismo e mais de atividade

      • RicardoVW

        Palavra Sustentável é antiga mas nunca foi usada, só os extremos!

  • PH Sacchi

    Ainda bem que não passou , bando de chato do kct , lá sempre funcionou e continua a funcionar , deixa eles e quem quiser que vá a 130 pô! Pior é por aqui que ficam nesses limites ridículos de quando dirigíamos carros com freio a tambor e sem estabilidade só para caçar multas ( quem utiliza a rodovia dos tamoios que o diga ) sei que vão vir aqueles que acham que limitar a velocidade a níveis baixíssimos vão resolver o problema,mas na minha opinião o que causa a maior parte dos acidentes é a imprudência e a imperícia e isso é muito difícil de resolver…

  • Certa vez vi um vídeo no Youtube de uma brasileira que mora na Alemanha (não me lembro mais a data) e algumas coisas me chamaram atenção das informações passadas no vídeo. Primeiro que se ocorrer um acidente acima dos 130 km/h (se isso for provado) nenhuma seguradora precisa arcar com os custos (ou seja seguro só é valido até os 130 km/h). Em alguns trechos os limites podem variar conforme o trafego ou tempo (painéis informam a velocidade). Por último se um motorista grudar no carro da frente e der sinal de luz (pedir ultrapassagem) com insistência pode levar o motorista a delegacia de polícia por tentativa de causar um acidente (o motorista que força a ultrapassagem). Não sei se realmente é assim, mas apesar da velocidade sem limite tem regras bem rígidas, principalmente na questão do seguro.

  • El Gato!

    Imagine o Rio sem o Cristo Redentor, ou São Paulo sem o Ibirapuera… Assim que eu vejo esta situação. Impôr limite de velocidade em 100% das Autobahn é terminar com um ponto turístico do país. Conheço gente que só foi para a Alemanha para visitar os museus das marcas germânicas e circular pelas vias sem limite de velocidade. Ainda bem que isso não vai vingar.

  • Cristiano França

    A moda hoje é questionar o óbvio e criticar algo que nem se quer teve contato para conhecimento real. Mas seu eu vi o meu coleguinha na internet falando, ou o meu político ou partido de estimação falando, É VERDADE!

  • fsjal

    Tá aí um país que ainda não aceita ser gado do Estado.

  • G. de F.

    Sempre o Partido Verde a frente de medidas antipáticas, e por que não dizer, antidemocráticas… Será que pelo menos, por parte deles, que propuseram tal medida, existe algum estudo técnico com embasamento, demonstrando os ganhos que o meio ambiente teria??? Se não existir, é pura medida midiática!
    Talvez os partidários de tal medida acham que seja “obrigatório” transitar nas autobahn a essa velocidade…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email