FCA Segredos-Flagras SUVs

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento

O Alfa Romeo Tonale é a nova proposta de SUV que a marca italiana está estudando para atacar no segmento que mais cresce no mundo. O produto até agora havia sido mostrado em forma conceitual, mas sua forma final ainda não fora vista por ninguém, exceto durante uma clínica, onde o carro acabou sendo revelado.


Trata-se de uma versão pré-produção do Alfa Romeo Tonale, o que significa que ainda pode passar por alguns retoques antes de chegar à linha de montagem. Mostrado inicialmente no Salão de Los Angeles 2019, a proposta da marca é ter um SUV abaixo do Stelvio, sustentado pela plataforma global da FCA, a CUSW.

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento

Com produção programada para Pomigliano, Itália, o Alfa Romeo Tonale terá porte médio e um visual bem expressivo, como pode ser visto nessas imagens. A frente com capô curvado e faróis de LED com luzes diurnas aparentemente criando uma assinatura visual única nos cantos internos das lentes, dando personalidade ao modelo.


A grade central com o formato triangular da Alfa Romeo e seu logotipo equilibram o conjunto, que ainda conta com para-choque com grade ampla e dupla com grelha em preto brilhante e entradas de ar nas extremidades, formando o conjunto um trevo de três folhas com o radar do controle de cruzeiro adaptativo logo abaixo, no centro.

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento

A carroceria tem formas fluidas e elegantes, especialmente nas colunas C com a elevação da linha de cintura, dando mais individualidade ao Alfa Romeo Tonale. É importante notar que a suspensão é alta e as rodas em tamanho normal, indicando que terá uma proposta mais abrangente em termos de SUVs, não sendo apenas um veículo para o asfalto, como muitos no mercado.

Na traseira, o Alfa Romeo Tonale apresenta lanternas triplas de LED unidas sobre a tampa do bagageiro e ainda com o logo da Alfa. O escape duplo com saídas embutidas e direcionadas ao centro do carro nas extremidades é algo realmente bem exclusivo do produto e a letra R indica uma versão de performance abaixo do Quadrifoglio.

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento

No interior, o veículo apresenta ainda um conjunto artificial, feito apenas para testar a receptividade da proposta.Mas, chama atenção pelo volante esportivo, cluster digital com modos de visualização, incluindo mapa completo, multimídia com tela de 9 ou 10 polegadas, além de ambiente bem esportivo.

 

Alfa Romeo Tonale é visto antes do lançamento
Nota média 4.2 de 6 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • RicLuthor

    O que chamou minha atenção foi a alavanca de câmbio do Renegade/Compass; mesmo sendo um modelo pré-produção, poderiam usar um design exclusivo.

    • Raimundo A.

      Redução de custo, mas, concordo, num produto mais refinado, quanto menos indicar os produtos ao qual compartilha, melhor.

  • th!nk.t4nk

    Pra um crossover de entrada, tá interessante no visual. Mas senti falta do HuD, que X1 e Q3 têm. Considero um item fundamental num modelo dessa faixa de preço. Outra coisa que me mantém afastado da Alfa é que a marca tá em declínio. As vendas deles caíram quase 20% na última década, enquanto todos seus concorrentes cresceram. Como é uma empresa pequena (vendem menos de 5% do volume da BMW, por exemplo), faltam também recursos pra investir em P&D. O ideal seria que a Alfa fosse vendida pra alguma outra montadora de luxo, pois assim ganharia muito em sinergia (compartilhamento de tecnologias) e volume (melhorando a visibilidade junto ao consumidor). Isso me faria olhar com mais carinho pra marca.

    • Galeno Faria de Oliveira

      Sugestão para a FCA: Fazer uma “fusão/associação” com a BMW. A BMW cuidaria da Alfa Romeo e Maserati compartilhando plataformas e tecnologias, pois essas 3 marcas são premium e usam em sua maioria tração traseira. E as plataformas de tração dianteira da BMW/Mini serviriam para um Alfa Romeo Hatch médio e novos Fiat. Poderiam usar o know how da RAM e JEEP para desenvolver uma pick-up, realmente top para a BMW. E venderiam a Lancia, Dodge e Chrysler.

      • Raimundo A.

        Primeiro, a BMW teria interesse em se fundir com a FCA? Várias vezes falaram sobre a FCA fundir com alguém e não deu em nada. No máximo, um acordo para compartilhar tecnologia, base. Fusão é bem mais complexo.
        A FCA tem plataformas boas, embora melhorar sempre é bom quando a concorrência tem opções interessantes. Apreender com a concorrência é natural. Associar com ela, depende.
        A BMW pensar numa picape com projeto subsidiado pela RAM/Jeep? Primeiro, teria que atender a primeira pergunta. Você tá pensando numa concorrente para a MB Classe X cuja maior crítica é não ser um autêntico MB?
        Pela diversificação que a BMW tem, tá muito bem servida. Vendo BMW e MB, esta última com atuação nos segmentos de ônibus, caminhões, utilitários, além dos veículos de passeio, estaria muito mais próxima de uma picape sobre chassi com produto próprio, mas por questão de custos, se associam a outro grupo. Cogitam até ela não ir adiante com o Classe X e até que ponto compensaria através do conhecimento obtido com a atual Classe X dar continuidade passando o produto todo para si?

    • THM

      A plataforma Giorgio sera usada no proximo grande cherokee a ser apresentado em Detroit

      Havera sinergia. Mas o fato de ela ser tracao traseira e ainda cara para carros menores dificulta a sua utilização em outras marcas.

      Sobre a última década, não há pq comparar. Os produtos sao outros desde a.fusao! A marca foi reposicionada e desde.2014 se sabia que carros como o Mito seriam descontinuados.

      O problema q a AR enfrenta é o mesmo que a Jaguar, Cadillac, Lincoln, Volvo enfrentam: conquistar filao entre o publico cativo dos alemães (Audi, BMW, MB). Lexus conquistou os EUA e só; Volvo,o seu filão.

      No caso.da Alfa ha um agravante: a FCA resultou da.fusao de varias marcas que estavam defasadas (a serem recuperadas) e a capacidade de lançamentos de modelos para aa diversas marcas distintas e mercados está lenta e fragmentada

      • Sino Weibo

        Lexus, Caddy e Lincoln vendem muito bem na China, a Volvo então, tanto que eles fazem até modelos próprios la destas marcas.

  • dallebu

    É um mock up em argila e a única coisa que parece ser definitiva é o formato da carroceria, o resto é uma mistura de peças postiças com definitivas.

    • THM

      Exatamente. Ha apenas o formato do painel. So esperemos que essa moda horrorosa de telas suspensas,iniciadas pela Audi, nao seja seguida e o carro conte com tela integrada, a exemplo de Giulia e Stelvio – e mais semelhante ao esboço.conceitual.

  • El Gato!

    É uma marca que desperta o patriotismo do italiano. Tem identificação forte com o país e, principalmente, com a região onde está a principal fábrica. A marca perdeu um pouco do “business” por conta disso, se apegando apenas em tradição, e esqueceu que deveria olhar o mercado para saber o que oferecer. Aí lançou o Stelvio, que ajudou significativamente no faturamento da Alfa.
    Pelo visto, parecem ter gostado da brincadeira com SUV… gostei muito do design do Tonale (se as imagens forem realmente a versão de produção), mais acertado inclusive que o próprio Stelvio, na minha opinião.

  • Henry Sax

    A traseira parece com a do Cayman..

  • THM

    Um Brera anabolizado e o fato de ser im mock up em.argila flagrado de forma amadora, nao ajuda na aparência; também a cor.

    Nao que seja ruim, a carroceria manteve a boa linha, mqs algo se perdeu nos farois e.lanternas; realmente, por questão de.homologacao e substituicao d peças, será difícil eles manterem as belas óticas do conceito.

    Nota-se que é uma.clinica e.concorrentes como LR Freelander, Volvo XC40, BMW X1 e até Peugeot 3008 sao vistos em outras fotos.

  • Luiz Felipe S. Silva

    Incrível como a FCA é lenta com a Alfa. Esse carro ja deveria estar no mercado há pelo menos dois anos.

    • Miguel

      Deveríamos estar vendo Esse Alfa, talvez um sedã maior e mais luxuoso que o Giulia, um SUV acima do Stelvio…

      Deveríamos estar vendo uma nova geração dos Maserati também.
      São carros lindos, mas tirando o SUV deles, o resto precisa de uma nova geração pra continuar crescendo.

      • zebedeu

        Um sucessor do 166, esse carro até hoje pisa em muito alemão e inglês metido a besta em design e luxo, uma obra de arte!

        • Mike Milankovic

          O 166 só ficou alguns anos no mercado

  • Murilo Soares de O. Filho

    Alfa não é a melhor, não está em sua melhor fase, apesar de ótimos produtos como Giulia, Stelvio, 4C e até mesmo o antigo Giulieta. Mas é a marca que mais me desperta paixão.

  • zekinha71

    Colorido deve ficar bonito.

  • Maycon Farias

    Como não amar essa jóia…

  • Ficou lindo demais. Pqp

  • Fábius

    Feião

  • Mauro Moraes

    Reconheci alguns traços do Argo, principalmente no interior. Mas é um belo carro.

  • RKK

    Lindão !

    • Paulo Lustosa

      Por utilizar o CUSW, acho que poderá vir tanto com os motores 4cil turbo da Alfa com câmbio ZF9HP quanto os Multijet II ou até os Pentastar se direcionar pro mercado americano.

  • awatenor

    Limão, feijão

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email