Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

A Amarok 2013 chegou ao mercado nacional com novidades em duas pegadas. A picape média da Volkswagen ganhou inicialmente atualizações de conteúdo e depois aumento de potência na versão S.


Rival de Ford Ranger e Chevrolet S10, Amarok adicionou as alterações de conteúdo nas versões S, SE, Trendline e Highline, sendo que as duas primeiras adicionaram assoalho emborrachado e sensor de estacionamento traseiro.

Receberam ainda controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial e bancos em revestimento sintético.

Na Trendline, a Amarok 2013 acrescentou sistema de áudio com CD player, Bluetooth, USB e SD Card. A opção de transmissão automática de oito marchas foi adicionada, trazendo como recurso modo Sport e trocas manuais.

Também recebeu sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, bem como faróis de neblina. Na topo de linha Highline veio sensor de chuva, retrovisor eletrocrômico, luz temporizada, sensor de estacionamento dianteiro e sensor crepuscular.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Amarok 2013 – detalhes

Poucos meses depois, a Amarok 2013 recebeu outra alteração, mas dessa vez relacionada com o motor diesel 2.0 TDI na versão S. Com o fim da opção de cabine simples 4×2, a picape ampliou a potência de entrada.

O propulsor passou de 122 cavalos a 4.000 rpm para 140 cavalos e 3.500 rpm. Contudo, o torque ficou em 34,7 kgfm a 1.600 rpm, diferente dos demais a 1.750 rpm. Nas versões Trendline e Highline a coisa não mudou.

O polêmico EA189 2.0 TDI manteve os 180 cavalos a 4.000 rpm e os torques de 40,8 kgfm para transmissão manual e 42,8 kgfm para automática, lembrando que esta era de oito marchas com modo Sport e até paddle shifts.

Mas, de volta ao motor 2.0 TDI de 140 cavalos, este recebeu melhoramentos, como alterações no controle de emissões da ECU para atender a legislação L6 do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores).

Com isso, a Amarok 2013 na versão S passava a receber somente diesel S10, que tem 10 partes por milhão de enxofre, sendo assim mais limpo e eficiente. Dessa forma, o propulsor se equipava ao 2.0 TDI mais potente, já atualizado para o L6.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Fabricada em General Pacheco, Argentina, a Amarok é uma picape média com chassi de longarinas em U e construção de carroceria em duas partes feitas de aço galvanizado com garantia ampliada contra corrosão perfurativa.

De construção clássica, o modelo da Volkswagen tem motor e transmissão montados em longitudinal com eixo cardã, caixa de transferência (automática) e diferencial traseiro com eixo rígido, sendo interessante seu sistema.

Na Amarok manual, a tração era 4×2 puramente ou 4×2 com opção 4×4. A primeira opção ainda existiu na linha 2013, mas não durou. Já a segunda traz uma ligação direta ao engatar o 4×4. Nesse caso, o uso é somente em baixa aderência.

Isso significa que a Amarok manual “4×4” não pode rodar no asfalto e em velocidade alta, mesmo que seja em piso molhado. É como os antigos sistemas que a Ford usava na Pampa 4×4 e Belina 4×4.

O sistema de redução não existe, sendo a primeira bem curta, enquanto o 4×4 só parado. Como não tem diferencial central, a Amarok manual não pode alterná-los em movimento. Ou seja, 4×4 é somente para uso emergencial ou na lama.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Enquanto o 4×4 é “estranho” na versão manual, bem diferente das rivais com sistema clássico, a Amarok automática também não passa batido na questão inovação ou disrupção, sendo provavelmente a segunda opção.

Com a caixa ZF de oito velocidades, a mesma usada nos Audi e BMW, por exemplo, a Amarok 2013 automática empregava um sistema de tração permanente nas quatro rodas, como o Honda CR-V, por exemplo.

Não há opção de mudança para “4×2”, sendo que a transferência de força ocorre com variação entre os eixos, conforme as condições do pavimento. Assim, tanto na estrada quanto fora dela, o sistema vai atuar segundo o terreno.

Com gerenciamento eletrônico, o sistema permite até o controle de descida, que dispensa o uso de freio em declives acentuados, ajustando assim marcha e tração, além de atuação automática dos freios.

Na linha 2013, a picape recebeu ainda a pintura Marrom Toffee como novidade. A VW Amarok tinha ainda ar-condicionado, ar-condicionado dual zone, vidros e travas elétricas, retrovisores elétricos e direção hidráulica.

Airbag duplo, freios com ABS e EDB, rodas de aço aro 16 polegadas, rodas de liga leve aros 16 e 18 polegadas, opção de rodas aro 19, multimídia, volante com detalhe em aço escovado, bancos em couro, entre outros.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

A Amarok 2013 tinha um estilo conservador com linhas funcionais, como manda a escola alemã inspirada na Bauhaus. O modelo tinha frente com faróis duplos dotados de luzes diurnas e repetidores de direção.

A grade retangular tinha dois frisos cromados, enquanto o para-choque tinha moldura central preta com faróis de neblina e grade de refrigeração. Já a parte inferior do protetor tinha um skid plate com reforços para o fora de estrada.

Nas laterais, as saias de rodas eram abauladas, reforçando a proposta de robustez da Amarok. Os retrovisores eram grandes e, dependendo da versão, tinham repetidores de direção e pintura na cor da carroceria.

As portas tinham vincos pronunciados e maçanetas que podiam ser na cor do carro ou pretas. Na caçamba, as saias de rodas seguiam o estilo das dianteiras. As lanternas traseiras eram grandes e verticais, tendo lentes claras.

A tampa da caçamba tinha superfície lisa e maçaneta embutida, trazendo ainda para-choque com acabamento preto, na cor do carro ou cromado, tendo degrau central com suporte de placa e topo emborrachado.

Leia também sobre a Amarok 2012.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Na Amarok 2013, as rodas eram de aço sem calotas na versão S, enquanto SE e Trendline tinha rodas de liga leve, sendo ambas com aro 16 polegadas, mas com pneus 205/80 R16 ou 245/70 R16, respectivamente.

Já a versão Highline trazia rodas de liga leve aro 18 polegadas com pneus 255/60 R18, mas havia opção de rodas aro 19 polegadas, dando ao modelo um ar mais luxuoso e sofisticado.

Por dentro, a Amarok 2013 tinha um visual funcional e inspirado no Tiguan, com difusores de ar circulares e um conjunto frontal com cluster analógico dotado de computador de bordo, além de conta-giros, velocímetro, combustível e água.

Ao centro, a picape da Volkswagen tinha um sistema de áudio integrado em 2din e um sistema de multimída com tela de 6,1 polegadas, dotada de CD player, USB, SD Card, Bluetooth, auxiliar e sistema de navegação por GPS.

Abaixo, o ar-condicionado era manual ou automático dual zone, tendo ainda a base do seletor de marcha com duas fontes de 12V, tendo também volante multifuncional em couro com aplique em aço escovado.

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Essa direção tinha ainda comandos de mídia e telefonia, computador de bordo e piloto automático. A coluna de direção era ajustada em altura e tinha assistência hidráulica. Entre os bancos, o freio de estacionamento era manual.

Além disso, havia alguns porta-copos, porta-luvas com iluminação e porta-objetos sob o apoio de braço central dianteiro. A picape trazia ainda vidros elétricos nas quatro portas, mais travamento central elétrico e retrovisores elétricos.

Os bancos eram em tecido, mas havia opção de couro, inclusive nas portas. O banco do motorista tinha ajuste em altura, enquanto o banco traseiro tinha cintos de 3 pontos, apoios de cabeça para todos e sistema Isofix.

Um detalhe interessante era o porta-copos retrátil, embutido no assoalho do carro. Com luzes de leitura, o teto tinha ainda alças (inclusive nas colunas), retrovisor interno dia e noite ou eletrocrômico, além de para-sois com espelhos iluminados.

Os vidros eram verdes e o para-brisa degradê, enquanto o vidro traseiro portava desembaçador elétrico. Na caçamba de 1.200 litros na cabine dupla e 1.814 litros na cabine simples, não havia santantônio de fábrica, assim como capota naval.

O compartimento não tinha revestimento plástico, sendo o material exposto diretamente na carroceria de aço galvanizado. Com estepe sob a estrutura, a Amarok 2013 trinha ainda ganchos móveis para amarração da carga.

Amarok 2013 – versões

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

  • Volkswagen Amarok S Cabine Simples Manual 4×4
  • Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×2
  • Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×4
  • Volkswagen Amarok SE Cabine Dupla Manual 4×4
  • Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Manual 4×4
  • Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Automática 4×4
  • Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Manual 4×4
  • Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Automática 4×4

Equipamentos

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

Volkswagen Amarok S Cabine Simples Manual 4×4 – Motor com 140 cavalos, ar-condicionado, direção hidráulica, para-choques pretos, rodas de aço aro 16 polegadas, pneus 205/80 R16, vidros e travas manuais, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sensor de estacionamento, airbag duplo, freios ABS, entre outros.

Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×2 – Itens acima, mais cabine dupla e tração 4×2.

Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×4 – Itens da S 4×4, mais cabine dupla.

Volkswagen Amarok SE Cabine Dupla Manual 4×4 – Itens acima, mais rodas de liga leve, pneus 245/70 R16, vidros elétricos, travas elétricas, preparação para som e alarme.

Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Manual 4×4 – Itens acima, mais para-choques na cor do carro, retrovisores e maçanetas na cor do carro, sistema de áudio com CD player e USB, bancos com padronagem diferenciada, retrovisores elétricos, sensores de estacionamento, entre outros.

Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Automática 4×4 – Itens acima, mais transmissão automática de oito marchas e tração permanente.

Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Manual 4×4 – Itens acima, mais rodas aro 18 polegadas, pneus 255/60 R18, bancos em couro, volante multifiuncional, multimídia com tela de 6,1 polegadas/Bluetooth/GPS, retrovisor eletrocrômico, piloto automático, entre outros.

Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Automática 4×4 – Itens acima, mais transmissão automática de oito marchas e tração permanente.

Preços

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

  • Volkswagen Amarok S Cabine Simples Manual 4×4 – R$ 84.470
  • Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×2 – R$ 87.830
  • Volkswagen Amarok S Cabine Dupla Manual 4×4 – R$ 91.670
  • Volkswagen Amarok SE Cabine Dupla Manual 4×4 – R$ 98.870
  • Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Manual 4×4 – R$ 109.910
  • Volkswagen Amarok Trendline Cabine Dupla Automática 4×4 – R$ 116.150
  • Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Manual 4×4 – R$ 124.310
  • Volkswagen Amarok Highline Cabine Dupla Automática 4×4 – R$ 130.550

Amarok 2013 – motor

Amarok 2013: motor, desempenho, consumo, versões, preço, revisão

A Amarok 2013 tinha motor EA189 2.0 TDI com duas versões, sendo uma atualizada. Na versão S, a potência subiu de 122 cavalos para 140 cavalos, mantendo o mesmo torque de 34,7 kgfm a 1.600 rpm.

Nas demais versões, a potência continuou em 180 cavalos com dois torques, sendo 40,8 kgfm no manual e 42,8 kgfm no automático, ambos alcançados em 1.750 rpm.

A transmissão era manual de seis marchas ou automática com oito velocidades, mais modo Sport e trocas manuais por alavanca ou paddle shifts. Já a tração era 4×2 com opção de 4×4 provisório ou integral nas quatro rodas no automático.

Desempenho

 

  • Volkswagen Amarok Cabine Simples Manual 122 cv 4×4 – 13,2 segundos e 162 km/h
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 122 cv 4×4 – 13,7 segundos e 161 km/h
  • Volkswagen Amarok Cabine Simples Manual 140 cv 4×4 – 12,6 segundos e 168 km/h
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 140 cv 4×4 – 12,7 segundos e 167 km/h
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 180 cv 4×4 – 10,9 segundos e 179 km/h
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Automática 180 cv 4×4 – 10,9 segundos e 179 km/h

Consumo

  • Volkswagen Amarok Cabine Simples Manual 122 cv 4×4 – 9,0/12,0 km/l
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 122 cv 4×4 – 8,9/11,9 km/l
  • Volkswagen Amarok Cabine Simples Manual 140 cv 4×4 – 9,1/12,2 km/l
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 140 cv 4×4 – 9,0/12,1 km/l
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Manual 180 cv 4×4 – 9,0/12,8 km/l
  • Volkswagen Amarok Cabine Dupla Automática 180 cv 4×4 – 8,8/10,8 km/l

Amarok 2013 – manutenção e revisão

O plano de manutenção da Amarok 2013 compreende revisões a cada 10.000 km ou 6 meses, o que vier primeiro. Normalmente é 12 meses em outras marcas, mas na Volkswagen esse tempo é abreviado pela metade.

Se for em serviço pesado ou uso em condições severas, o tempo para troca de fluidos e verificação cai pela metade. Na revisão, troca-se óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, filtro de partículas do diesel, entre outros.

A rede VW faz ainda serviços de troca de itens de desgaste natural, recall, funilaria, pintura, instalação de acessórios, serviços de limpeza, entre outros.

Amarok 2013 – ficha técnica

Motor2.0 TDI 1222.0 TDI 1402.0 TDI 180
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm3196819681968
Válvulas161616
Taxa de compressão16:116:116:1
Injeção eletrônicaDireta, turboDireta, turboDireta, turbo
Potência máxima122 cv a 4.000 rpm (diesel)140 cv a 3.500 rpm (diesel)180 cv a 4.000 rpm (diesel)
Torque máximo34,7 kgfm a 1.750 rpm (diesel)34,7 kgfm a 1.600 rpm (diesel)40,8/42,8 kgfm a 1.750 rpm (diesel)
Transmissão
TipoManual de 6 marchasManual de 6 marchasAutomático de 8 marchas
Tração
Tipo4×2 ou 4×44×2 ou 4×4 4×4
Direção
TipoHidráulicaHidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraDuplo braçoDuplo braçoDuplo braço
TraseiraEixo rígidoEixo rígidoEixo rígido
Rodas e Pneus
RodasLiga leve aro 16 polegadasAço aro 14 polegadasLiga leve aro 17 polegadas
Pneus205/80 R16245/70 R16255/60 R18
Dimensões
Comprimento (mm)5.2545.2545.254
Largura (mm)1.9441.9441.944
Altura (mm)1.8201.8201.820
Entre eixos (mm)3.0953.0953.095
Capacidades
Caçamba (L)1.814 (CS) 1.200 (CD)1.814 (CS) 1.200 (CD)1.200
Tanque de combustível (L)808080
Carga (Kg)1.215 (CS) 1.044 (CD)1.215 (CS) 1.044 (CD)1.017
Peso em ordem de marcha (Kg)1.825 (CS) 2.056 (CD)1.825 (CS) 2.056 (CD)2.073
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDNDND

Amarok 2013 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.