Europa Pickups Tuning Volkswagen

Amarok vai para 210 cv e fica 15% mais econômica com preparação na Alemanha

amarok-210-1-700x466 Amarok vai para 210 cv e fica 15% mais econômica com preparação na Alemanha

Existe um jeito de deixar a picape Volkswagen Amarok mais potente e ao mesmo tempo mais econômica? Pois bem, a DTE Systems, empresa lá da Europa, lançou um kit de preparação para a picape Volkswagen Amarok na Alemanha.



A versão beneficiada com a mudança é a Amarok que vem com motor diesel 2.0 BiTDI de 180 cv e 42,7 kgfm, a mesma vendida aqui no Brasil, o que mostra que essa preparação seria plenamente possível em nosso país.

amarok-210-2-700x568 Amarok vai para 210 cv e fica 15% mais econômica com preparação na Alemanha

A DTE lançou um chip para modificação da ECU que fornece 30 cv a mais e eleva o torque para 46,7 kgfm. Mas a alteração na Amarok não só beneficia a performance. O consumo de combustível, segundo a preparadora, cai em torno de 15%. Ou seja, mais força e economia para a picape da Volkswagen, o melhor dos dois mundos.

Infelizmente não temos informações de quanto custa essa preparação para a picape Volkswagen Amarok lá na Alemanha nem se é possível importar este kit de preparação para o Brasil. Mas sem dúvida se você entrar em contato com alguma empresa especializada em preparações, eles terão a informação de quais chips de potência estão disponíveis para a picape Amarok e também quais são os seus preços e forma de pagamento.

  • Marcus Vinicius

    Se a VW for esperta vira parceira dessa preparadora a DTE Systems para preparar a Amarok também na Argentina onde também é fabricada !

  • Raimundo A.

    Difícil acreditar nessa promessa quando o fabricante parece até então não melhorar a eficiência do produto. Normalmente, elevar a potência é inversamente proporcional a autonomia. Só se essa preparação também atue sobre o câmbio, pois aí com ele tendo um comportamento econômico nas trocas de marchas, é possível economizar, mas seria algo com a cavalaria inalterada. A priori, teríamos uma compensação do motor entregando mais potência e o câmbio sendo mais comportado.

    • Marcelo Amorim

      Cara,tem o Unichip que sao centrais de aumento de potencia das picapes diesel,te falo que procede sim,tanto aumenta potencia e tbm diminui consumo.

    • leosena

      Totalmente equivocado. A diminuição do consumo de combustível se dá pelo aumento do torque, que é o que usamos 90% do tempo de utilização do motor. O aumento da potência vem em regimes de giro mais altos e só quando exigido ao máximo é que o motor irá consumir mais.

  • Bruno

    Caraca, mais força e economia ?!!?! Que mágica é essa ? Ou a VW cagou na programação desse carro….

    • Odair Martinez Martinez Filho

      Fácil, ela com certeza polui mais que a original.

      • Gustavo73

        Se a “preparação” só aumentasse a potência e o torque com certeza. Mas eles prometem redução de consumo, acho difícil consumir menos e poluir mais.

        • Fabio Marquez

          Também não acreditei muito nessa não, se fosse assim a marca já teria lançado o tal upgrade “milagroso”.

    • Wagner Lopes

      O fabricante sabe o quê faz. Tem de atender uma série de demandas de um motor de linha de produção em série, principalmente em relação as pesadas normas de emissão Euro V e Euro VI. No caso dos motores a diesel atuais pode-se melhorar a eficiência de combustão (daí vem o aumento coletivo de potência, torque e redução de consumo) mas, com certeza desequilibrará as emissões. Com o aumento da eficiência de combustão teremos mais geração de calor, aumento na temperatura das câmaras de combustão e maior geração de óxidos de nitrogênio (NOx) como consequência. Aposto que, com essa reprogramação, esse motor não se enquadra mais nas normas Euro de emissões. O lubrificante também pode ser sacrificado e precisar ser trocado em prazos menores.

      • Roberto Lopes

        …sem levar em conta os milhões de kms utilizados em testes em todos os cantos do mundo e condições atmosféricas contrastantes, provocando várias situações para se buscar uma preparação que atenda consumo, emissão, potência que sejam mais comuns em diversas situações, depois, aparece uma preparadora que inventa uma curva diferente da original, que proporciona mais potência e menor consumo. Algo será sacrificado, com certeza…

        • Wagner Lopes

          Sem dúvida. Não existe almoço grátis. O fabricante nunca perderia esta chance de ter mais potência e torque com menor consumo. Se abriu mão dela é pra se “enquadrar” em algum parâmetro qualquer que os preparadores, em sua maioria, não estão nem aí.

    • Daniel

      Pode ser simplesmente aumento da pressão do turbo… podendo resultar em menor durabilidade…

      • Bruno

        Tem como aumentar a pressão do turbo com um chip de reprogamação da ECU?

  • Lucas Nascimento

    A sonolenta Volks deveria colocar um motor Cummins ou MWM na Amarok, e uma versão Flex

    • Lúcio Rodrigues

      Esses motores são bem mais barulhentos, vibram mais e tem menos potência e torque do que esse da Volks. O 2.0 TDI é muito mais moderno, além de poluir e gastar menos. Essas mexidas em programação fazem você perder a garantia, além de prejudicar a durabilidade do motor.

    • Lukoh

      Grupo VW tem o TDI V6 de 250cv que equipa alguns Touareg e Audi Q5 na europa… não vejo pq usar um motor de terceiros com opções tao boas em casa.

      • Lucas Nascimento

        Amigo no BR existe o “efeito manada”, se todas as outras picapes são 4 cilindros em linha, ninguém vai querer comprar uma V6 a diesel, e outra a maioria dos clientes de picapes são do agronegócio ou empresários, a maioria usa a trabalho.
        O problema do motor atual da Amarok é por usar correia dentada(a unica que tem) e ser bi-turbo, ou seja, os clientes torcem o nariz pra isso.

  • Rodrigo

    ja ouvi dizer de gente aqui no brasil que “chipou” e passou de 200cv.
    mas quanto custou e se ficou bom o consumo não sei, acho que não vale a pena o custo, ja tem um otimo desempenho original.

    • RFGV

      Verdade, ela já ia bem. Coloquei um modulo de potencia na minha e paguei 1.800 usado. O meu mecânico estima +35 cv. Nao sei se é real pq nunca coloquei no dina, mas que ela tá puxando mais é fato, diminuiu 1s no 0 a 100.

  • DINEIROO

    Os engenheiros estudam, fazem análises, cálculos etc. Aí vêm os manolos e “chipam” a caranga!

    • leosena

      Realmente, a DTE é um empresa de fundo de quintal que só emprega manolo choraboy né!

    • Bruno Hoft

      Realmente. Os engenheiros que fizeram a parede corta-fogo do primeiro New Civic fina demais (pedal da embreagem rangia) realmente sao bons pra caralho. O dispositivo decepador de dedo do Fox também foi um acerto sensacional da engenharia, afinal, 10 dedos é muita coisa. Dois exemplos da “maravilhosa” engenharia que “nunca erra” ta bom?

  • Râmer Dinucci

    gente esse chip de potência ou piggyback é concorrente de unichip,speed buster e etc..muito usado nos carros turbo no brasil..eu tenho fusca tsi com speed buster e isso é verdade..meu carro roda com 260 cvs e 37 de torque e é verdade o carro andando de ´´boa´´ realmente fica mais econômico na casa dos 15% totalmente plug and play sem cortar fio e sem perda de garantia mas se resolver pisar consome mais que o original..se optar unichip onde passa no carro no dino e “afina“o carro..ganha-se mais e fica mais econômico..mas o mais importante é o prazer dirigir..o carro fica canhão..em termo de durabilidade conheço jetta tsi com 70 mil rodados e td ok..uso e recomendo..

    • Rodrigo

      quanto custou?

      • Râmer Dinucci

        3000… preço hoje e VC instala em casa..esse preço é do speed Buster.. Se VC quiser mais potência vá d Unichip mas é preciso de um instalador

  • Pablo Rosin

    Tenho uma amarok com 221cv,, fazem 20.000 km que eu reprogramei a cental, se eu soubesse que era tão bom assim eu teria feito com ela zerinha, o consumo melhorou em torno de 10%.

    • Râmer Dinucci

      quem fala mal é pq nunca fez e nunca andou reprogramado ou chipado..a diferença é grande..vale a pena..tambem estou satisfeito!

    • Rodrigo

      legal, e quanto custou?

      • Pablo Rosin

        2250,00

    • Lúcio Rodrigues

      Mas se der problema no motor a VW não arruma na garantia. A fábrica deixou ela só com 180cv pra ser mais durável.

      • Edson Fernandes

        Esse é o grande “negocio” dessas melhorias: Em qualquer hora vc pode tirar, até porque se evita cortar fios. É tudo plug and play.

        Voce conecta nessa central e pluga esse para remapear a central original com a maior potencia. Quando vc precisa, é só retirar o equipamento que tudo volta ao original.

  • expoJapãoAcelLondrina

    Eu prefiro Hilux

    • thi

      Fiq a vontade ..eu não !

      • leomix leo

        Esse pessoal fala que prefere esse ou aquele carro, estamos falando de Amarok, ai vem um doido e fala que prefere a Hilux. Oxe, Oxe, oxe…

        • Junoba

          Entra no perfil dele. Só diz coisa sem sentido.

  • Baetatrip

    Tenho vontade de chipar a minha TIG……
    Ja pensei mt nisso…E esqueci por um tempo…
    E agora voltei a pensar… Vale a pena….
    Andando normal fica + economica do que original…
    Se afundar… bebe mais!!!!!

  • Bartolomeu

    Obvio que aumentando a potencia o motor precisa dissipar o calor extra o qual não foi projetado, em mecanica cada 5 graus a mais reduz a vida util a metade, 10 grauss reduz quatro vezes ate em ponto que o lubrificante acaba degradando e adeus motor.

    • Danilo

      E quem disse que todo motor e projetado exatamente de acordo com a potência específica do veículo? Se fosse assim a GM não teria aumentado a potencia da s10 20cv a mais, frontier 144cv, 172cv e depois aumentou p 190 todos com mesmo motor 2.5

  • Elfo Safadão.

    Falta só um facelift, até mesmo porque a Amarok já é uma pickup linda…
    Fica a Dik VW!

  • Wagner Lopes

    A combustão no ciclo Diesel é bastante diferente do ciclo Otto. Em motores a diesel atualmente, a eficiência da combustão é levemente prejudicada para baixar propositalmente a temperatura da câmara e reduzir a geração dos óxidos de nitrogênio (NOx). Mesmo não conhecendo este chip, aposto que ele aumenta a eficiência da combustão (alterando a programação de injeção logicamente). Daí o aumento de potência, torque e redução de consumo. A questão é que não existe almoço grátis, então prevejo aumento de temperatura de operação e aumento da emissão dos óxidos de nitrogênio, muito provavelmente não se enquadrando mais nas normas Euro V ou Euro VI. O prazo de troca do óleo de motor pode ter de ser revisto bem como o sistema de arrefecimento precisa estar funcionando muito bem.

  • Herbet Moreira

    O que adianta isso tudo usando comando por correia que nem chega na metade da vida útil que deveria??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend